SegurançA RodoviáRia

11.715 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.715
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
226
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SegurançA RodoviáRia

  1. 1. Factores que influenciam os acidentes nas estradas
  2. 2. Introdução <ul><li>Neste trabalho apresentamos os factores que influenciam os acidentes nas estradas; o porquê destes acidentes e muitas mais dúvidas acerca deste tema do nosso quotidiano. </li></ul>
  3. 3. FACTORES DE RISCO QUE INFLUENCIAM A OCORRÊNCIA DE UM ACIDENTE <ul><li>Os factores são: </li></ul><ul><li>Excesso de velocidade; </li></ul><ul><li>Álcool, droga e medicamentos presentes no sangue; </li></ul><ul><li>Viajar de noite; </li></ul><ul><li>Factores relacionados com o veículo; </li></ul><ul><li>Desenho das estradas defeituoso manutenção insuficiente; </li></ul><ul><li>Visibilidade inadequada; </li></ul><ul><li>Sono. </li></ul>
  4. 4. Excesso de velocidade <ul><li>Esta é uma das principais causas dos acidentes nas estradas. </li></ul><ul><li>Esta pode ser consequência do consumo de álcool e drogas. </li></ul><ul><li>Este factor pode provocar a morte dos passageiros e vítimas inocentes. </li></ul>
  5. 5. Álcool, droga e medicamentos presentes no sangue <ul><li>Este factor também é uma das principais causas dos acidentes nas estradas. </li></ul><ul><li>Várias campanhas já foram feitas para sensibilizar os condutores para quando forem a conduzir não beberem bebidas alcoólicas. </li></ul>
  6. 7. Viajar de noite <ul><li>Quando se viaja durante a noite deve-se ter cuidado pois de noite o visibilidade é pouca. </li></ul><ul><li>Para evitar acidentes deve levar os faróis ligados. Se for um peão deve de utilizar sempre colete. </li></ul>
  7. 8. Factores relacionados com o veículo <ul><li>Este factor tem a haver com as condições do carro. </li></ul><ul><li>Exemplo: se os travões travam bem; se o volante não esta encravado; se o pneu não esta furado (…) </li></ul><ul><li>Para evitar este factor deve-se de levar o carro à vistoria. </li></ul>
  8. 9. Desenho das estradas defeituoso manutenção insuficiente <ul><li>Este é um factor difícil de emendar pois a estrada é construída com alguns defeitos que podem influenciar os acidentes na estrada. </li></ul><ul><li>Para combater este factor deve-se planear bem a construção da estrada. </li></ul>
  9. 10. Em Portugal Em Portugal também existe muitas estradas mal feitas, como por exemplo em: Castelo Branco Guarda Leiria Lisboa Portalegre Santarém Para saber mais sobre estas estradas consulta o site: http://estradas.no.sapo.pt/por_distrito.html
  10. 11. Visibilidade inadequada <ul><li>Este factor tem haver com a visibilidade que o condutor tem para a estrada. </li></ul><ul><li>Este factor pode ser influenciado pelo clima ou os acessórios do carro(espelhos,…) </li></ul>
  11. 12. Sono <ul><li>Isto pode acontecer, se o condutor estiver a conduzir durante muitas horas, por exemplo…. </li></ul><ul><li>Se o condutor estiver com sono, ele deve parar na estação de serviço mais próxima, se for acompanhado deve de mudar de condutor. </li></ul>ZZZZZZZZZZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzz!
  12. 13. Factores de risco que influenciam a severidade do acidente <ul><li>Os factores são: </li></ul><ul><li>Excesso de velocidade; </li></ul><ul><li>Não utilizar os cintos de segurança ou cadeiras próprias para as crianças; </li></ul><ul><li>Não utilizar capacetes no caso de utilizadores de velocípedes; </li></ul><ul><li>Presença de álcool e drogas . </li></ul>
  13. 14. Não utilizar os cintos de segurança ou cadeiras próprias para as crianças Deve-se utilizar cintos de segurança porque o cinto, em caso de travagem brusca, pára a projecção do corpo para a frente.
  14. 15. Não utilizar capacetes no caso de utilizadores de velocípedes <ul><li>Se for um condutor de uma mota deve andar sempre com um capacete. Em caso de acidente o capacete pode amparar na queda. </li></ul>
  15. 16. Mantenha-se a salvo
  16. 17. Pergunta: Foste atropelado por que tipo de veículo? Resposta: Por uma mota (DT) Pergunta: Há quanto tempo é que isso aconteceu Resposta: Há 9 anos Pergunta: Explica-nos o que aconteceu nesse dia. Resposta: Tinha ido ao café com a minha mãe, e quando saí lembrei-me que me tinha esquecido do chapéu. voltei para ir buscá-lo e quando ia a atravessar a estrada não reparei que vinha uma moto na minha direcção, e atropelou-me. neste momento desmaiei e acordei num carro estranho com pessoas que não conhecia, com a minha mãe atrás no nosso carro com um estranho ao volante. (continua) Entrevista a Hélder
  17. 18. Pergunta: Ficaste gravemente ferido? Resposta: Não muito Pergunta: Que tipo de dano é que sofreste? Resposta: Fiquei com danos consideráveis nos joelhos e nos cotovelos, levei pontos e ainda fiquei com a cara bastante danificada. Pergunta: Que dificuldades tiveste depois do acidente? Resposta: Com os danos nos joelhos e nos cotovelos só conseguia vestir calções e T-shirts Pergunta: Culpas o condutor do veículo pelo sucedido? Resposta: Não Pergunta: Então quem foi o culpado? Resposta: Eu (continuação)
  18. 19. Conclusão <ul><li>Este trabalho foi interessante. Apoiamo-nos em documentos pesquisados na internet, em livros e filmes. </li></ul><ul><li> O objectivo do trabalho foi realizado com sucesso pois achamos que o trabalho ficou interessante. </li></ul>
  19. 20. Fontes <ul><li>Filmes </li></ul><ul><li>www.youtube.com </li></ul><ul><li>Internet </li></ul><ul><li>www.deco.proteste.pt </li></ul><ul><li>Código na estrada </li></ul>
  20. 21. Trabalho realizado por: Carlos Teixeira Nº3 Hélder Ricardo Nº8 José Rocha Nº12 Ricardo Machado Nº20 Turma: 9ºC E.B 2/3 de Nevogilde Ano Lectivo: 2008/09 Professora: Verónica Silva Ciências Físico Química

×