II Curso

473 visualizações

Publicada em

II Curso de Aperfeiçoamento de Jovens Músicos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

II Curso

  1. 1. SOCIEDADE FILARMÓNICA MAIORGUENSE II CURSO APERFEIÇOAMENTO DE JOVENS MÚSICOS DE 27 A 31 DE JULHO CURSO CONCERTO ALOJAMENTO ALIMENTAÇÃOORGANIZAÇÃO INSCRIÇÕES ATÉ 17 DE JULHO DE 2011 ------------------- 1 INSCREVE-TE JÁ!
  2. 2. II CURSOAPERFEIÇOAMENTODE JOVENS MÚSICOS DE 27 A 31 DE JULHO PROFESSORES Jorge Roque > MAESTRO E DIRETOR ARTÍSTICO Agostinho Lourinho > SAXOFONES Eduardo Almeida > METAIS E CORO Joaquim Medinas > PERCUSSÃO Katia Rodrigues > FLAUTAS Rui Fragata > CLARINETES> QUARTA-FEIRA27 DE JULHO14:00 ABERTURA14:15 INICIO DAS AULAS17:30 ENSAIO DA BANDA19:30 JANTAR> QUINTA-FEIRA E SÁBADO28 E 30 DE JULHO09:00 INICIO DAS AULAS10:30 ENSAIO DA BANDA12:30 ALMOÇO14:00 AULAS17:30 ENSAIO DA BANDA19:30 JANTAR> SEXTA-FEIRA29 DE JULHO09:00 INICIO DAS AULAS12:00 ENSAIO DA BANDA14:00 ALMOÇO> DOMINGO31 DE JULHO09:00 INICIO DAS AULAS11:00 LUTHIER12:00 ENSAIO GERAL DA BANDA13:30 ALMOÇO16:00 CONCERTO18:00 ENCERRAMENTO 2
  3. 3. I CURSO APERFEIÇOAMENTO DE JOVENS MÚSICOS REGULAMENTO 1. INSCRIÇÕES 1.1 Com a ficha de inscrição, deve ser enviado umcheque ou vale de correio, emitido à ordem deSociedade Filarmónica Maiorguense, para SociedadeFilarmónica Maiorguense, Rua dos Loureiros, nº5,Maiorga, 2460-000 Maiorga, no valor de 80 euros,assim como uma fotografia do inscrito. Sem estesrequisitos as inscrições não serão consideradas. 1.2 O número de vagas em cada naipe é limitado,sendo consideradas inscrições por ordem de chegada,com o número máximo de 120 músicos. 1.3 Os participantes inscritos que não compareceremnão terão direito à devolução do pagamento efetuado. 1.4 No caso de inscrições chegadas depois deatingido o número limite de vagas, a organizaçãocompromete-se a devolver o pagamento efetuado. 1.5 A data limite para inscrição no Curso é de 17 deJulho de 2011 (data de correio). 1.6 A desistência da frequência do curso, ouqualquer alteração à modalidade de inscrição, deveráser comunicada à Sociedade Filarmónica Maiorguenseaté dia 20 de Julho. 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO 2.1 O curso realiza-se nas instalações da SociedadeFilarmónica Maiorguense durante os dias 27 a 31 deJulho de 2011 entre as 9:00 e as 19:00 horas. 2.2 O curso irá ter um maestro, também com diretorartístico, uma professora para flautas, um professor paraclarinetes, um professor para saxofones, um paratrompetes, trompas, trombones, bombardinos e tubas, umprofessor para percussão e um professor para coro. 2.3 Iremos ainda gravar um DVD com imagens detodo o curso. 2.4 Dentro do horário definido, cada professororganizará a forma de trabalho da sua classe. 2.5 Todos os participantes deverão trazer a suaprópria estante e ainda calças, camisa e sapatos pretos(a organização não os fornecerá aos esquecidos!). 2.6 A organização fornecerá a cada participante aspartes para as peças em conjunto. 2.7 Caso toque outro instrumento que não estejareferido anteriormente, contacte-nos. 2.8 Os alunos irão ter de almoçar, jantar e algunspernoitarão. As aulas irão decorrer em várias salas daSociedade bem como numa outra associação. 3. OUTRAS INFORMAÇÕES 3.1 Vamos ter a presença de dois Luthiers (AméricoRusso e Domingos Caeiro), para fazer uma exposiçãode instrumentos e dar uma aula de bem preservar osmesmos. 3.2 No dia do concerto, cada professor vai fazeruma audição com os seus respetivos alunos. No concertocom a banda, vão haver obras com banda e coro, doissolistas tocarão à frente da banda, etc. 3
  4. 4. Jorge Roque MAESTRO E DIRETOR ARTISTICO Nasceu em Dortmund (Alemanha), tendo iniciado osseus estudos musicais aos 8 anos de idade, na SociedadeFilarmónica União Arrentelense, com o professor AntónioBatista, onde mais tarde lecionou e colaborou com abanda até ao Ano de 2000. Em 1984, ingressou no Conservatório Nacional deMúsica de Lisboa, no curso de Clarinete, onde estudoucom o professor Vladimir Stayonov até 1989. Concluiu ocurso de Clarinete em 1994 com o professor ManuelJerónimo. Foi membro da Orquestra do Conservatóriodurante 4 anos. Também foi membro da Orquestra deClarinetes José Canongia do Conservatório durante 3anos. Em 1988, como solista ganhou o 1º prémio do concursode jovens músicos do concelho do Seixal. Em 1989,participou no 1º concurso Nacional de Clarinetes emSetúbal. Em 1989, ingressou nos quadros permanentesda Banda da Armada Portuguesa, onde atualmentedesempenha funções de 1º Sargento e foi membrofundador do Quarteto de Clarinetes da Marinha(Clariarte). Em 1990, obteve o 3º prémio da Juventude MusicalPortuguesa. Frequentou cursos de aperfeiçoamento comos professores António Saiote, Manuel Jerónimo, LuísGomes e Rui Martins. Foi fundador e Maestro da Orquestra de Clarinetesda SFUA (Arrentela) desde 1994 até 1996. Foi membrodo Meteoros Ensemble. Foi membro fundador do Ensemble Clarinete Sonateda Cruz Vermelha Portuguesa – Núcleo do Seixal em1994 e 1995. Foi Maestro da Banda da SociedadeRecreativa e Musical de Carcavelos em 1994 e 1995.Foi fundador e Maestro da Big-Band SFUA (Arrentela)desde 1999 até 2002. É Maestro da Banda Filarmónicade Odemira desde Setembro de 1997, tendo sido desdesempre destacado pelo seu trabalho como Maestro eProfessor na imprensa local e regional. Em Maio e Junho do ano de 2000, participou no 1ºFestival de Bandas do Litoral Alentejano que reuniu 350músicos dirigidos pelos maestros das Bandasparticipantes. Em Maio de 2006, dirigiu a Banda de Odemira no 1ºConcurso Internacional de Bandas Civis em Vila Francade Xira, obtendo uma notável prestação e salientando-se o facto de a banda ser muito jovem. Em 2006 e 2007, frequentou cursos de pedagogiamusical com o professor Yos Wuytack e com a professoraGraça Boal Pinheiro respetivamente. Em Setembro de 2008, participou como professor declarinete, Diretor Musical e Maestro do IV Curso deAperfeiçoamento de Jovens Músicos da Federação deBandas do Distrito de Beja, estando presentes 86 músicosoriundos de oito bandas do referido Distrito. É Maestro da Banda Filarmónica Maiorguense(Maiorga / Alcobaça), desde Outubro de 2009. 4
  5. 5. Agostinho Lourinho CURSO: SAXOFONES Agostinho Manuel Gonçalves Lourinho iniciou os seusestudos musicais aos dez anos, na Sociedade FilarmónicaUnião Musical Amarelejense, onde pertenceu durantedez anos executando Sax. Soprano e Sax. Tenor. Em 1995 concorreu à Escola Profissional de Música deÉvora, onde foi admitido. Iniciou então a sua carreira eos seus estudos musicais mais aprofundadamente. Iniciou os seus estudos musicais na escola comoexecutante de Violino e Saxofone, onde trabalhou comos Srs. Professores Nicolay Lalov e Armindo Luís,respetivamente. Trabalhou ainda com os professores dasdiversas áreas Musicais. Em 1998 concluiu o Curso Básico de Instrumento, com14 valores a Violino e 17 a Saxofone. No seguinte anoletivo iniciou o Curso de Instrumento (Saxofone) etambém a Práticas de Teclado (Piano). Toda a sua formação na Escola Profissional realizouvárias atividades, realizou várias audições, a solo e emconjunto, trabalhou na Orquestra Clássica e naOrquestra de Sopros da Escola, enquanto executante deViolino e Saxofone, respetivamente, realizando váriosconcertos por todo o país e estrangeiro, nomeadamenteEspanha e França. Fez parte também do quarteto de Saxofones daEscola, onde também realizou vários concertos de Músicade Câmara por todo o país e onde esteve presente, em1999, no Concurso Nacional “Prémio Jovens Músicos”,executando Sax. Barítono. Trabalhou ainda com a Orquestra de Saxofones doPorto, dirigida pelo Sr. Professor Francisco Ferreira. No ano letivo de 2000/2001 conclui o Curso deInstrumento, nível III (10º,11º e 12º de escolaridade), emSaxofone (instrumento principal). Para prosseguir os estudos musicais, concorreu à EscolaSuperior de Música de Lisboa, onde foi admitido, aoprestar provas de Instrumento (Saxofone), Formaçãomusical, História da Música e Análise do ano letivo2001/2002. Tem estudado durante a sua formação váriasdisciplinas, tais como: Instrumento (Saxofone), Música deCâmara, Formação Auditiva, Coro, Análise,Organologia, Estética Musical, Reportório Geral, Leituraà primeira vista e Música Contemporânea. Tem trabalhado em diversas áreas com váriosprofessores, tais como: Vasco Azevedo e Luís Tinoco(Análise), José Bettencourt (Organologia e EstéticaMusical), Alberto Roque (Orquestra de Sopros),Christopher Bochamann (Música Contemporânea), entreoutros. No ano de 2002 concorreu à Banda da Marinha, ondeficou classificado em 1ºlugar, em Saxofone, com 18valores. Ingressou na mesma Banda em Maio de 2004,onde é executante de Saxofone Tenor e onde temrealizado concertos por todo o país. É regente da Banda da Sociedade Filarmónica UniãoMusical Amarelejense desde Maio de 2005. 5
  6. 6. Eduardo Almeida CURSO: METAIS E CORO Eduardo Almeida teve o seu primeiro contacto com amúsica aos nove anos de idade na SociedadeFilarmónica Maiorguense, mas foi aos quinze anos queiniciou a sua formação musical e instrumental nessainstituição. Mais tarde, ingressou na Academia de Músicade Alcobaça nas disciplinas de Trombone de varas,Canto e Formação Musical. Ao longo desses anosrecebeu formação de professores como Nuno Carreira,Rui Carreira e Filipe de Moura. Realizou tambémdiversas master classes e cursos de aperfeiçoamento comÁlvaro Pinto, Alexandre Vilela, entre outros. Actualmenteencontra-se a frequentar a licenciatura em Música naEscola Superior de Educação de Coimbra, na vertente deContextos Especiais. Enquanto trombonista e professor deformação musical, colaborou ao longo de todo estepercurso com diversas bandas filarmónicas, orquestras,big bands, entre outros projectos. A nível vocal, dirigiualguns coros infantis, tem cantado com oacompanhamento de big bands e criou também o Grupode Fado Almedina, com o qual realizou algumasparticipações internacionais. Mais recentemente fundou“Lince”, um projecto de pop-rock português que ganhouum primeiro prémio num concurso musical e que estáactualmente a ser apresentado ao público em cine-teatros. Há cinco anos que é professor de Actividades deEnriquecimento Curricular, na área musical, estando demomento a exercer em Coimbra. Joaquim Medinas CURSO: PERCUSSÃO Joaquim Manuel Carrapato Medinas, nascido a 11 deJaneiro de 1976 em Reguengos de Monsaraz, iniciou osseus estudos musicais na Sociedade FilarmónicaHarmonia Reguenguense e prosseguiu depois os estudosde percussão na Escola Profissional de Música de Évora. Em 1996 ingressou na Banda da Armada Portuguesa.Já trabalhou com a Orquestra Metropolitana de Lisboae com a Orquestra Sinfónica Portuguesa. Já trabalhou,como percussionista, na orquestração de algumas peçasde teatro com a Companhia de Teatro de Almada e deÉvora. É professor de percussão desde 1998, tendo já dadoaulas em várias Filarmónicas e Escolas de Música, taiscomo, Alandroal, Amareleja, Lavre, Oeiras e Parede,atualmente, dá aulas em Alcochete, Serpa e Janes.Realizou vários Workshops e Cursos de Percussão, emSerpa, Moura, Odemira. 6
  7. 7. Katia Rodrigues CURSO: FLAUTAS Nasceu em Genève, no dia 09 de Outubro de 1986.Começou os seus estudos musicais na Escola Profissionalde Arte de Mirandela (Esproarte) em 1998, na classe deFlauta da Professora Maria Inês Fernandes. Em 2004ingressou na Universidade de Évora, no curso de Música,área de Flauta Transversal, na classe do Professor PedroCouto Soares, e no ano seguinte na classe da ProfessoraAnabela Malarranha, acabando a sua licenciatura deInterpretação em 2008. Como instrumentista de orquestra trabalhou com osmaestros Roberto Pérez, Maciel Matos; Max Rabinovitsj,Christopher Bochmann e também trabalhou em orquestrade jazz com Eduardo Lopes. Em Música de Câmara trabalhou com as professorasMaria Inês Fernandes, Fiammetta Facchini, AnabelaMalarranha, Liliana Bizineche e com os professores JoãoVaz e João Vale. Participou em vários Master Classes com os professoresPaulo Barros, Eduardo Lucena, Istvan Matuz, OlavoBarros e Marcos Fregnani-Martins. Também fez váriosconcertos em Música de Câmara dos quais se podemdestacar o concerto na livraria LerDevagar, com oGuitarrista Daniel Silva; a participação nas gravaçõesem directo para a RDP, com o pianista Valter Alexandre,realizada no Convento do Carmo em Évora, e a estreiada obra Adeus à Dança do jovem compositor NunoRoque, com o pianista Valter Alexandre. 7
  8. 8. Rui Fragata CURSO: CLARINETES Rui Manuel Carreira Fragata começou a estudarmúsica aos nove anos na Banda da SociedadeFilarmónica Maiorguense. Continuou os estudos na escola de música doConservatório Nacional de Lisboa no curso de Clarinetecom o Prof. António Saiote. Participou em vários cursos e Masterclass comconceituados clarinetistas como Andrew Simon, EnriquePerez Piquer, Paul Meyer, Jorge Trindade, AntónioSaiote, Karl Leister e Étienne Lamaison. Fez um curso de música na Expo MusicSchool emAberdeen, Escócia. Foi professor de clarinete na Juventude MusicalPortuguesa. Tocou em vários grupos de música de câmara, onde sedestaca o Quinteto Clássico de Sopros e o Trio dePalhetas liderado pelo Fagotista José Fróis. Foi músico na Banda da Força Aérea Portuguesa. Tocou na Orquestra Portuguesa da Juventude e naOrquestra do Norte, onde participou no Festival deMúsica da Casa de Mateus. Fez dois cursos de Direcção Instrumental com o MaestroRobert Houliham. Foi maestro das Bandas Filarmónicas de Marrazes eMaiorga. É maestro da orquestra juvenil da freguesia deFamalicão da Nazaré. É Licenciado em Música, Ramo de Interpretação –Formação Específica em Clarinete, pela Universidade deÉvora. No Município da Nazaré desenvolve um projecto deâmbito cultural na área da música. APOIOS 8
  9. 9. I CURSOAPERFEIÇOAMENTODE JOVENS MÚSICOS FOTOFICHA DE INSCRIÇÃOINSTRUMENTO:NOME:ENDEREÇO:CÓDIGO POSTAL: -LOCALIDADE:E-MAIL:IDADE: ANOSESCOLA DE MÚSICA FREQUENTADA:PROFESSOR:GRAU/ANO:BANDA:QUE OUTROS CURSOS DE MÚSICA FREQUENTOU?QUE OBRAS PRETENDE TRABALHAR?OBSERVAÇÕES: 9
  10. 10. 10

×