Revisao av1

850 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
850
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisao av1

  1. 1. História AV1 2º bimestre
  2. 2. <ul><li>O primeiro produto brasileiro explorado pelos portugueses foi o PAU-BRASIL. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>A relação que existe entre este produto e o nome do nosso país é que os portugueses diziam que viriam buscar madeira na Costa do pau-brasil, depois, na costa do brasil, e finalmente no Brasil. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>A extração do pau-brasil era feita pelos ÍNDIOS. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Era a forma de pagamento do trabalho dos índios. Em troca de roupas, chapéus, facas, machados, etc, os índios cortavam, serravam, rachavam, transformavam em toras e transportavam o pau-brasil até os navios. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A nobreza era formada por grupos de famílias, nos países europeus, que possuíam terras e eram achegados ou aparentados da corte real. Seu poder como grupo era hereditário, ou seja, passava de pai para filho. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Grupo de pessoas que haviam enriquecido com os lucros do comércio. Procuravam imitar e se envolver com as atividades da nobreza. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A madeira do pau-brasil servia para tingir linhos, sedas e algodões, dando um tom avermelhado ao tecido. Com o pau-brasil faziam-se também móveis, embarcações, pois ela é muito resistente a cupins. Até hoje é usada para a confecção de arcos de violinos. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>A madeira do pau-brasil era valiosa por ser capaz de tingir roupas e objetos de vermelho, que era a cor oficial da nobreza. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>O território brasileiro foi dividido em 15 lotes, chamados capitanias hereditárias, e os distribuiu entre pessoas importantes da corte. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Cobrar impostos dos colonos; </li></ul><ul><li>Escravizar índios para o trabalho nas lavouras; </li></ul><ul><li>Doar terras (sesmarias); </li></ul><ul><li>Julgar situações, podendo até condenar à morte; </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Pagar impostos ao governo português; </li></ul><ul><li>Defender a terra e coloniz á-la; </li></ul><ul><li>Promover o progresso das capitanias com seus próprios recursos; </li></ul>
  13. 13. <ul><li>As capitanias que deram certo foram as de São Vicente e Pernambuco, onde o clima era propício ao cultivo da cana-de-açúcar. </li></ul><ul><li>Eles usavam os trabalhadores escravos para o plantio, colheita, transporte e fabricação da cana-de-açúcar, e assim tinham ainda mais lucro! </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Ver slides seguintes: </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Foi o primeiro governador geral; </li></ul><ul><li>trouxe centenas de colonos, padres jesuítas, chefiados por Manoel da Nóbrega, e gado; </li></ul><ul><li>fundou a cidade de Salvador, que foi a primeira capital do Brasil (1549). </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Trouxe mais colonos e jesuítas, incluindo o Pe. José de Anchieta; </li></ul><ul><li>ocorreram, em seu governo, a invasão francesa ao Rio de Janeiro e revoltas indígenas; </li></ul><ul><li>também havia conflitos entre colonos e jesuítas a respeito da escravização dos índios. </li></ul>
  17. 18. <ul><li>Conseguiu combater os franceses que haviam invadido o Rio de Janeiro; seu sobrinho, Estácio de Sá, foi o comandante do combate; </li></ul><ul><li>conseguiu resolver muitos dos problemas políticos; </li></ul><ul><li>trabalhou pela pacificação dos índios; </li></ul><ul><li>ficou no cargo até a morte. </li></ul>

×