Grupo: Amanda de Fátima n°03
Caroline Ester n°04
Gabriela Almeida n°09
Júlia Graziele n°20
Série: 8ªC
Resumo do Livro
Mate...
Histórias como a Lenda de Dido,
relatos sobre o Último Teorema de
Fermat, os postulados de Euclides,
dentre vários outras....
esperiencia que ele teve em
Oxford a universidade na qual
estudou,ele começou contando
que entrou La com 18 anos , mais
nã...
ele conheceu Reverendo e se
tornou um amigo para ele e
mesmo a saida de Sherlock não
afetou a amizade deles pois eles
dese...
“Matemático amador descobre erros
na criação da geometrias nãoeuclidianas” e fala “O fato não me
dizia muita coisa talvez,...
Sherlok encontra Reginald Musgrave
e tem a terrível notícia que o pai dele
morreu no decorrer do capítulo ele
conta detalh...
na geometria hiperbólica existe uma
infinidade de rectas paralelas à inicial
que passam no mesmo ponto. Na
geometria elípt...
também pode ser usadas no dia a dia
e é muito utilizado.
Alguns exemplos de probabilidades
são :
“Artigos de "Probabilidad...
Consideremos a experiência do
lançamento de uma moeda e leitura
da face voltada para cima. Ao
realizarmos n vezes a experi...
lançamento de uma moeda “honesta”
a probabilidade de se obter “cara” é
. Essa experiência foi realizada por
Kerrich e Buff...
? P(A) + P( ) =1
Por Danielle de Miranda
Graduada em Matemática
5°Capítulo: A aposta
Neste capítulo ,Holmes e Watson
foram...
Holmes faz uma concordância que o
número 6 é perfeito, sempre a soma
dos algarismos ira terminar em 6 e 8,
e os números se...
profissional, Holmes responde que
essa área de conhecimento seria útil
para sua carreira como detetive e ao
longo de seus ...
apropriado,negociou com o rei Jarbas
a compra das terras,mas só poderia
comprar a quantidade de terras que
conseguisse cer...
apresenta à Watson : curva do círculo
ou ciclóide(curva gerada por um
ponto de um círculo quando este
círculo rola sobre u...
Watson e Holmes voltam a Londres e
começam a conversar em Baker
Street.
Sir. Hamilton procurou por que estava
sendo perseg...
Várias personagens ajudam a
desvendar o mistério final, o qual, por
escolha de Holmes, continuou em
segredo.
E assim Sherl...
de Fermat, os postulados de Euclides,
dentre vários outras.

Biografia do autor
Lázaro Coutinho,depois de viajar
pelo mund...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Matemática & Mistério em Baker Street

1.898 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.898
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Matemática & Mistério em Baker Street

  1. 1. Grupo: Amanda de Fátima n°03 Caroline Ester n°04 Gabriela Almeida n°09 Júlia Graziele n°20 Série: 8ªC Resumo do Livro Matemática & Mistério em Baker Street Sherlock Holmes e Dr. Watson conduz-nos ao fantástico mundo mistérios. No decorrer dos Capítulos Sherlock Holmes e Dr. Watson se juntam para revelar enigmas e mistérios da matemática, vivenciando várias aventuras em um mundo de curiosidades matemáticas,fatos,lendas entre outros. Várias histórias são contadas por Holmes e Watson, que sempre tentava impressionar o detetive.
  2. 2. Histórias como a Lenda de Dido, relatos sobre o Último Teorema de Fermat, os postulados de Euclides, dentre vários outras. Será que Sherlock Holmes e Dr. Watson coseguirão desvendar os mistérios de Baker Street?. 1° Capítulo: A notícia No primeiro capítulo fala sobre o Sherlock Holmes surpreendeu seu amigo Dr.Watson com uma notícia na qual era que um matemático amador tinha feito uma descoberta que iria provocar uma reviravolta na geometria, Dr. Watson não deu muita atenção a essa noticia ou pelo menos finge que não deu tanta atenção com isso ,Sherlock Holmes muda de assunto e começa a contar a sua historia ea
  3. 3. esperiencia que ele teve em Oxford a universidade na qual estudou,ele começou contando que entrou La com 18 anos , mais não tinha uma qualquer ideia da carreira que iria abraçar ao contrario de seu pai que já tinha uma ideia formada em sua cabeça ele queria que Sherlock se formasse em engenheiro de ferrovias . Sherlock também cita uma pessoa que parece ser bastante importante para ele que é o famoso Reverendo Dodgson mais conhecido como Lewwis corral o autor de Alice no pais das maravilhas que é um sucesso em praticamente em todos os países e La na universidade de Oxford que
  4. 4. ele conheceu Reverendo e se tornou um amigo para ele e mesmo a saida de Sherlock não afetou a amizade deles pois eles desenvolveram uma amizade forte e duraroura, uma amizade que se manteve forte mesmo depois que ele se saiu da universidade o capitulo termina com Sherlock explicando o problema da matemática. 2°Capítulo: As geometrias não Euclidianas Neste capítulo Holmes começa falando que nada era mais justo e oportuno de que voltar ao motivo inicial da longa conversa deles, ao seguir leu a notícia em letras garafais
  5. 5. “Matemático amador descobre erros na criação da geometrias nãoeuclidianas” e fala “O fato não me dizia muita coisa talvez, por isso, minha mente foi estimulada apenas pela presença de uma palavra na manchete” ele resolve perguntar para o Holmes se os matemáticos criam ou descobrem ele respondeu que primeiro criam depois descobrem, ele tenta resolver um enigma e também relata que Sr Immanuel criou a geometrias não-euclidianas com muitos e vários resultados diferentes dos da geometria usual. 3° Capítulo: A Lei de Tales
  6. 6. Sherlok encontra Reginald Musgrave e tem a terrível notícia que o pai dele morreu no decorrer do capítulo ele conta detalhes de como ficou os bens já que o pai dele era um homem de poder,Sherlok tenta desvendar esse mistério. Neste capítulo Sherlock Holmes apresenta a Dr. Watson as geometrias não-euclidianas, no qual desperta intensa curiosidade. O que são as geometrias nãoeuclidianas ? ”Em matemática, uma geometria não euclidiana é uma geometria baseada num sistema axiomático distinto da geometria euclidiana. Modificando o axioma das paralelas, que postula que por um ponto exterior a uma reta passa exatamente uma reta paralela à inicial, obtêm-se as geometrias elíptica e hiperbólica. Na geometria elíptica não há nenhuma reta paralela à inicial, enquanto que
  7. 7. na geometria hiperbólica existe uma infinidade de rectas paralelas à inicial que passam no mesmo ponto. Na geometria elíptica a soma dos ângulos internos de um triangulo é maior que dois ângulos retos, enquanto na geometria hiperbólica esta soma é menor que dois ângulos retos. “ 4° Capítulo: As probabilidades Neste capítulo Holmes apresenta as probabilidades, por exemplo, o ano oferece 365 opções de data a probabilidades em que duas pessoas não façam anos no mesmo dia é de 364/365, isto é ele ensina qual é a probabilidade de ocorrer algo ou de ser algo e também ensina Vários outros problemas ligados a probabilidade Probabilidades é um assunto abordado ao longo do livro por Sherlock Holmes, as probabilidades
  8. 8. também pode ser usadas no dia a dia e é muito utilizado. Alguns exemplos de probabilidades são : “Artigos de "Probabilidade" Chances de Ganhar na Mega Sena As probabilidades na loteria. Ensaio Binomial Calculando experimentos binomiais. Eventos independentes Probabilidade, Probabilidade condicional, o que é probabilidade condicional, evento, espaço amostral, evento vazio, complementar de um evento, representação do evento, Representação de espaço amostral, número de elementos de um espaço amostral, número de” .
  9. 9. Consideremos a experiência do lançamento de uma moeda e leitura da face voltada para cima. Ao realizarmos n vezes a experiência, se obtivermos m vezes o resultado “cara” é . É claro que lançada a moeda o resultado é imprevisível, pois não podemos dizer com absoluta certeza que o resultado será “cara”, pois nada impede que dê “coroa”. A experiência provou que conforme se aumenta n, ou seja, à medida que mais lançamentos da moeda são feitos, a frequência relativa tende a estabilizar-se em torno de . Exemplo: Em 1000 lançamentos (n = 1000), 529 resultados foram favoráveis (m = 529), o que nos dá para o valor de 0,529. Em 4040 lançamentos, 2048 resultados foram favoráveis o que nos da = 0,50693, isso significa que no
  10. 10. lançamento de uma moeda “honesta” a probabilidade de se obter “cara” é . Essa experiência foi realizada por Kerrich e Buffon. A definição que permite calcular teoricamente a probabilidade de um evento, sem realizar a experiência é: Dado um espaço amostral S, com n (S) elementos, e um evento a de S, com n(A) elementos, a probabilidade do evento A é o P(A) tal que: Propriedades Sendo S ≠ um espaço amostral qualquer, A um evento de S e o complementar de A em S, valem as seguintes propriedades: ? P( ) = 0 ? P(S) = 1 ? 0 ≤ P(A) ≤ 1
  11. 11. ? P(A) + P( ) =1 Por Danielle de Miranda Graduada em Matemática 5°Capítulo: A aposta Neste capítulo ,Holmes e Watson foram chamados para resolverem um assassinato em uma casa misteriosa, pois ocorreu um esfaqueamento e um mistério com bustos de Napolião. Eles conseguem resolver o caso e o motivo do criminoso quebrar os bustos de Napoleão era para encontrar a famosa perola negra que ele havia escondido em um dos bustos enquanto o fabricava.Desde então o criminoso começara a quebrar todos os que encontrava para achar a perola. 6°Capítulo: Os números
  12. 12. Holmes faz uma concordância que o número 6 é perfeito, sempre a soma dos algarismos ira terminar em 6 e 8, e os números sempre serão pares, logo depois Watson faz referencia de Pi e começa a explicar a Holmes. Holmes comenta sobre os números perfeitos e da uma explicação sobre o número Pi a Watson.Sherlock Holmes fala sobre o problema das agulhas. 7°Capítulo: Os teoremas Holmes e Watson começam a falar de um crime antigo de Gloria Scoot, mas logo o assunto vai para o Sr. Moriarty. Sherlock Holmes revela a Watson que James Moriarty foi seu preceptor por quase dois anos.Watson pergunta a Holmes por que não era um matemático
  13. 13. profissional, Holmes responde que essa área de conhecimento seria útil para sua carreira como detetive e ao longo de seus estudos na escola CaiusCollegeCambridge,foi percebendo que sua vocação era crime e mistério.Depois Sherlock mostra alguns teoremas que, junto ao professor Moriarty, foram muitas vezes praticados como o que estava escrito num papel entregue pelo professor a Holmes durante o caso denominado “O Problema Final” e muitos outros que foram utilizados ao longo da carreira de Holmes.Holmes apresenta a Watson ”O Último Teorema de Fermat“. 8°Capítulo: O círculo A história da princesa Dido,também conhecida como Elisa,irmã de Pigmalião.Segundo a lenda,após o assassinato de seu marido,teve que fugir com vários seguidores para criar uma nova cidade.Ao encontrar o local
  14. 14. apropriado,negociou com o rei Jarbas a compra das terras,mas só poderia comprar a quantidade de terras que conseguisse cercar com a pele de um touro.A princesa Dido e seu secto decidiram então cortar a pele do touro em tiras muito finas e depois junta-las formando uma corda comprida.Assim eles poderiam cercar uma grande quantidade de terras para a construção da nova cidade. Para resolver seu problema, Dido escolheu usar a forma de um semicírculo ,já que um dos lados das terras era o mar.A cidade fundada por Dido recebeu o nome de Cartago, onde hoje é a Tunísia. 9°Capítulo:A Helena da geometria Após a leitura da história de Dido,Watson não acreditava que a área do círculo é maior do que a área do quadrado.Holmes então lhe ajuda à entender o por que isso acontece.Em seguida Holmes
  15. 15. apresenta à Watson : curva do círculo ou ciclóide(curva gerada por um ponto de um círculo quando este círculo rola sobre uma reta) na qual recebe os apelidos “Braquistócrona” e “A Helena da geometria”. 10°Capítulo:As incógnitas A morte misteriosa do professor de matemática Sir John Hamilton. Watson e Sherlock Holmes encontram o inspetor Lestrade, no qual lhe dão informações, entre outras pessoas do ambiente universitário de Cambridge. Começa a investigação de um mistério. A evidente admiração de Holmes pelo profesor,levam Watson a pensar em algumas situações ,para as quais gostaria de ter respostas ,ainda mais depois de saber que o professor deu aulas a Holmes. 11°Capítulo: Os cálculos
  16. 16. Watson e Holmes voltam a Londres e começam a conversar em Baker Street. Sir. Hamilton procurou por que estava sendo perseguido por um insano, sendo que no momento Holmes não deu atenção, pensando que fosse uma bobagem, Holmes chega a uma dedução que alguém tivesse interessado em algumas pesquisas de Sir Hamilton, então, desejando tambem sua morte. O professor descobriu o teorema de Fermat. 12°Capítulo:A solução Na manhã seguinte Sherlock Holmes diz a Watson ,que ainda no mesmo dia teriam noticias conclusivas e surpreendentes sobre os motivos da morte do professor Hamilton.
  17. 17. Várias personagens ajudam a desvendar o mistério final, o qual, por escolha de Holmes, continuou em segredo. E assim Sherlock Holmes e Watson resolvem mais um caso que vão para as paginas de livros e será lido por todo o mundo. Por que que vale a pena ler esse livro? Matemática & Mistério em Baker Street é um livro de fatos,lendas, curiosidades matemáticas,entre outros.Uma história cheia de mistérios com o Detetive Sherlock Holmes e seu parceiro Dr.Watson. Ao longo da história ,várias histórias são contadas por Holmes a Watson, que sempre tentava impressionar o detetive. Histórias como a Lenda de Dido, relatos sobre o Último Teorema
  18. 18. de Fermat, os postulados de Euclides, dentre vários outras. Biografia do autor Lázaro Coutinho,depois de viajar pelo mundo como oficial da marinha marcante, é hoje mestre em matemática e autor do livro Convite às Geometrias Não Euclidianas.Entre outras instituições foi professor de astronomia Náutica na EFOMM e de cálculo avançado do IME. Atualmente trabalha no Centro de Análises de Sistema Navais,na área de Segurança de Informação e Criptologia,sendo ainda interessado em tudo o que diz respeito ao mundialmente conhecido detetiveconsultor de Baker Street.

×