Sistema Nervoso : Noções Gerais<br />Estradas e Transportes e Trânsito <br />1 A<br />Alunos:<br />Professora : Isara Cruz...
Função<br />O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar...
Neurônios<br />A unidade básica do sistema nervoso é o neurônio, que é uma célula extremamente estimulável; é capaz de per...
Estrutura do Neurônio<br />Um neurônio típico apresenta três partes distintas: corpo celular, dentritos e axônio. No corpo...
Células Gliais<br />Legenda:<br />Vermelho :  Neurônios Maduros<br />Verde: Células Gliais<br />Amarelo : Corpo Celular<br...
Impulso Nervoso<br />O impulso nervoso é uma onda que se propaga ao longo da membrana plasmática do neurônio. Essa onda de...
Distúrbios e Doenças do SN<br />Acidente Vascular Cerebral:É um distúrbio grave do sistema nervoso. Podem ser causados tan...
Doenças Degenerativas:Diversos fatores podem causar morte celular e degeneração, em maior ou menor escala, do sistema nerv...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema nervoso

2.514 visualizações

Publicada em

Introdução ao sistema nervoso.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.514
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema nervoso

  1. 1. Sistema Nervoso : Noções Gerais<br />Estradas e Transportes e Trânsito <br />1 A<br />Alunos:<br />Professora : Isara Cruz<br />CEFET-MG<br />
  2. 2. Função<br />O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas condições.<br />
  3. 3. Neurônios<br />A unidade básica do sistema nervoso é o neurônio, que é uma célula extremamente estimulável; é capaz de perceber as mínimas variações que ocorrem em torno de si, reagindo com uma alteração elétrica que percorre sua membrana. Essa alteração elétrica é o impulso nervoso. As células nervosas estabelecem conexões entre si de tal maneira que um neurônio pode transmitir a outros os estímulos recebidos do ambiente, gerando uma reação em cadeia<br />
  4. 4. Estrutura do Neurônio<br />Um neurônio típico apresenta três partes distintas: corpo celular, dentritos e axônio. No corpo celular, a parte mais volumosa da célula nervosa, se localiza o núcleo e a maioria das estruturas citoplasmáticas. Os dentritos (do grego dendron, árvore) são prolongamentos finos e geralmente ramificados que conduzem os estímulos captados do ambiente ou de outras células em direção ao corpo celular. O axônio é um prolongamento fino, geralmente mais longo que os dentritos, cuja função é transmitir para outras células os impulsos nervosos provenientes do corpo celular.<br />
  5. 5. Células Gliais<br />Legenda:<br />Vermelho : Neurônios Maduros<br />Verde: Células Gliais<br />Amarelo : Corpo Celular<br />Além dos neurônios, o sistema nervoso apresenta-se constituído pelas células gliais, cuja função é dar sustentação aos neurônios e auxiliar o seu funcionamento. As células da glia constituem cerca de metade do volume do nosso encéfalo. Há diversos tipos de células gliais. Os astrócitos, por exemplo, dispõem-se ao longo dos capilares sanguíneos do encéfalo, controlando a passagem de substâncias do sangue para as células do sistema nervoso.<br />
  6. 6. Impulso Nervoso<br />O impulso nervoso é uma onda que se propaga ao longo da membrana plasmática do neurônio. Essa onda de propagação é o impulso nervoso, que se propaga em um único sentido na fibra nervosa. Dentritos sempre conduzem o impulso em direção ao corpo celular. O axônio por sua vez, conduz o impulso em direção às suas extremidades, isto é, para longe do corpo celular. A velocidade de propagação do impulso nervoso na membrana de um neurônio varia entre 10cm/s e 1m/s. A propagação rápida dos impulsos nervosos é garantida pela presença da bainha de mielina que recobre as fibras nervosas. A bainha de mielina é constituída por camadas concêntricas de membranas plasmáticas de células da glia. Nas fibras nervosas mielinizadas, o impulso nervoso, em vez de se propagar continuamente pela membrana do neurônio, pula diretamente de um nódulo de Ranvier para o outro. Nesses neurônios mielinizados, a velocidade de propagação do impulso pode atingir velocidades da ordem de 200m/s.<br />
  7. 7. Distúrbios e Doenças do SN<br />Acidente Vascular Cerebral:É um distúrbio grave do sistema nervoso. Podem ser causados tanto pela obstrução de uma artéria, que leva à isquemia de uma área do cérebro, como por uma ruptura arterial seguida de derrame. Os neurônios alimentados pela artéria atingida ficam sem oxigenação e morrem, estabelecendo-se uma lesão neurológica irreversível.<br />Epilepsia:  não é um doença e sim um sintoma que pode ocorrer em diferentes formas clínicas. As epilepsias aparecem, na maioria dos casos, antes dos 18 anos de idade e podem ter causas diversas, tais como anomalias congênitas, doenças degenerativas do sistema nervoso, infecções, lesões decorrentes de traumatismo craniano, tumores cerebrais, etc.<br />Cefaléias: São dores de cabeça que podem se propagar pela face, atingindo os dentes e o pescoço. Sua origem está associada a fatores diversos como tensão emocional, distúrbios visuais e hormonais, hipertensão arterial, infecções, sinusites, etc.A enxaqueca é um tipo de cefaléia que ataca periodicamente a pessoa e se caracteriza por uma dor latejante, que geralmente afeta metade da cabeça. As crises de enxaqueca podem ser desencadeadas por diversos fatores, tais como tensão emocional, tensão pré-menstrual, fadiga, atividade física excessiva, jejum, etc.<br />
  8. 8. Doenças Degenerativas:Diversos fatores podem causar morte celular e degeneração, em maior ou menor escala, do sistema nervoso. Esses fatores podem ser mutações genéticas, infecções virais, drogas psicotrópicas, intoxicação por metais, poluição, etc.<br />Alzheimer: Esta doença é uma demência que se manifesta por volta dos cinqüenta anos e se caracteriza por uma deterioração intelectual profunda, desorientando a pessoa, que perde progressivamente a memória, as capacidades de aprender e de falar. Através do Alzheimer, ocorre alterações em diversos grupos de neurônios do córtex-cerebral, é uma doença hereditária, tendo origem por mutação gênica. É uma demência degenerativa primária ainda pouco conhecida, não existindo uma possível prevenção ou tratamento, apenas medidas psicológicas.<br />Parkison: Manifesta-se geralmente a partir dos 60 anos de idade e é causada por alterações nos neurônios que constituem a "substância negra" e o corpo estriado, dois importantes centros motores do cérebro. A pessoa afetada passa a apresentar movimentos lentos, rigidez corporal, tremor incontrolável, além de acentuada redução na quantidade de dopamina, substância neurotransmissora fabricada pelos neurônios do corpo estriado.<br />Huntington: Começa a se manifestar por volta dos 40 anos de idade. A pessoa perde progressivamente a coordenação dos movimentos voluntários, a capacidade intelectual e a memória. Causado pela morte dos neurônios do corpo estriado. Pode ser hereditária, causada por uma mutação genética.<br />

×