Powerpoint de Sistema de Refrigeração

3.125 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre assunto refrigeração

Publicada em: Engenharia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.125
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
362
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Powerpoint de Sistema de Refrigeração

  1. 1. REFRIGERAÇÃOREFRIGERAÇÃO MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Curso: Técnico em Mecânica Instrutora: Luiza Siqueira Nunes SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
  2. 2. 2 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS O que é Refrigerar? RETIRAR CALOR Ou seja, retirar calor de um sistema e levar esse calor para outro sistema – conservação da energia.
  3. 3. 3 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Refrigerador 1. Compressor = aspira e comprime o vapor refrigerante; 2. Condensador = vapor refrigerante é condensado; 3. Tubo Capilar ou a Válvula de Expansão = abaixa a pressão do sistema 4. Evaporador = calor latente de vaporização é absorvido e enviado ao compressor, iniciando-se um novo ciclo.
  4. 4. 4 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Refrigerador ALTA PRESSÃO BAIXA PRESSÃO
  5. 5. 5 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS O que é um Refrigerante? É o fluido que absorve calor de uma substância do ambiente a ser resfriado. O bom refrigerante é aquele que reúne o maior número possível de boas qualidades, relativamente a um determinado fim. 1.Condensar-se e evaporar-se a pressões moderadas; 2.Ter elevado calor latente de vaporização; 3.Ser quimicamente estável; 4.Não ser corrosivo; inflamável; tóxico; 5.Não deve atacar o óleo lubrificante;
  6. 6. 6 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Fluidos Refrigerantes Classe 1 = resfriam materiais por absorção do calor latente  CFC’s, HCFC’s e os HFC’s; Classe 2 = resfriam substâncias pela absorção de seus calores sensíveis ar, salmoura de cloreto de cálcio, salmoura de cloreto de sódio (sal comum) e álcool; Classe 3 = soluções que contêm vapores absorvidos de agentes liquidificáveis ou meios refrigerantes  água com amônia ou amoníaco.
  7. 7. 7 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Fluidos Refrigerantes Comuns
  8. 8. 8 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Fluidos Refrigerantes
  9. 9. 9 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Fluidos Refrigerantes Alternativos
  10. 10. 10 MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS Protocolo de Montreal Adesões a partir de 1987 e entrou em vigor em 1989. Ele teve adesão de 150 países. A principal meta foi acabar com o uso dos 15 tipos de CFC que eram as fontes de destruição do O3.
  11. 11. 11 Potência Térmica P = Potência Térmica Q = Quantidade de Calor ∆t = Quantidade de tempo para elevar ou retirar. Unidades: watt (W), cal/s; cal/min; kcal/min. No Brasil, na área da refrigeração é muito comum se utilizar a unidade BTU / h. MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS
  12. 12. 12 Potência Térmica MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS No ramo da atividade Refrigeração para cálculo de dimensionamento de aparelhos, instalações, etc., utiliza-se a Tonelada de refrigeração (TR): 1 TR = 12.000 BTU Para dimensionamento de um cômodo de uma casa normal (altura do teto aproximadamente 3 metros, 1 TR tem capacidade de refrigerar um cômodo de14 m2 , gastando um tempo aproximado de 1 hora para aclimatar todo o ambiente.
  13. 13. 13 Unidades de Calor MÁQUINAS TÉRMICASMÁQUINAS TÉRMICAS

×