Concentração

403 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
403
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concentração

  1. 1. INSTITUTO ESPÍRITA DE EDUCAÇÃO – IEE CEM – CURSO DE EDUCAÇÃO MEDIÚNICA 2º TEMA PRÁTICO CONCENTRAÇÃO
  2. 2. NO DIA A DIA - SABER LIDAR Suprimento inesgotável de distrações/interrupções Prejuízos/obstáculos à concentração, à produtividade Solucionáveis e inescapáveis Se detectadas... GANHO: Eficiência pessoal – redução do estresse QUALIDADE DE VIDA
  3. 3. C.E.M. e CONCENTRAÇÃO Estado mental que se caracteriza pela fixação da atenção em relação a um objeto. Convergência de pensamentos para um determinado fim... Ato ativo... Exige nossa orientação para atingir o objetivo desejado.
  4. 4. MEDITAÇÃO Serena a mente, libera a inteligência e a criatividade, treina a capacidade de prestar atenção, de estar alerta e presente a cada instante.
  5. 5. MEDITAÇÃO Aperfeiçoa a habilidade de captar sutis manifestações no ambiente, e de prestar atenção ao que está acontecendo.
  6. 6. CONCENTRAÇÃO e MEDIUNIDADE Médium conseguirá: Desligar-se do mundo exterior – contato com seu mundo íntimo – ligação com o mundo espiritual. Unir sua sintonia mental com os companheiros em busca do objetivo. Emitir irradiações.
  7. 7. PASSOS ATUAIS: Relaxamento Concentração Abstração Manutenção vibratória UM DOS RESULTADOS: Eficiência no trabalho próprio e coletivo
  8. 8. CONCENTRAÇÃO É exercida pela VONTADE • Recolhimento para o mundo interior • Isolamento das coisas exteriores PENSAMENTO Gera atmosfera fluídica Aprender a educá-lo HARMONIA DO GRUPO
  9. 9. CONCENTRAÇÃO – EQUILÍBRIO - SUSTENTAÇÃO
  10. 10. MANUTENÇÃO VIBRATÓRIA • Manter a concentração nos objetivos propostos para o trabalho • Prolongar o bem estar • Não dispersando a atenção • Sentindo o ambiente • Mantendo a emissão mental • Tendo responsabilidade por sua parte • Mantendo o ambiente saturado de bons fluidos
  11. 11. VER VENDO (Otto Lara Rezende) De tanto ver, a gente banaliza o olhar -vê... não vendo. Experimente ver, pela primeira vez, o que você vê todo dia, sem ver. Parece fácil, mas não é: o que nos cerca, o que nos é familiar, já não desperta curiosidade. O campo visual da nossa retina é como um vazio.
  12. 12. Você sai todo dia, por exemplo, pela mesma porta. Se alguém lhe perguntar o que você vê no caminho, você não sabe. De tanto ver, você banaliza o olhar. Sei de um profissional que passou 32 anos a fio pelo mesmo hall do prédio do seu escritório. Lá estava sempre, pontualíssimo, o porteiro.
  13. 13. Dava-lhe bom dia e, às vezes, lhe passava um recado ou uma correspondência. Um dia o porteiro faleceu. Como era ele? Seu rosto? Sua voz? Como se vestia? Não fazia a mínima ideia. Em 32 anos nunca conseguiu vê-lo. Para ser notado, o porteiro teve que morrer.
  14. 14. Se um dia, em algum lugar estivesse uma girafa cumprindo o rito, pode ser, também, que ninguém desse por sua ausência. O hábito suja os olhos e baixa a voltagem. Mas há sempre o que ver: gente, coisas, bichos. E vemos? Não, não vemos. Uma criança vê que o adulto não vê. Tem olhos atentos e limpos para o espetáculo do mundo.
  15. 15. O poeta é capaz de ver pela primeira vez, o que de tão visto, ninguém vê. Há pai que raramente vê o filho. Marido que nunca viu a própria mulher. Nossos olhos se gastam no dia-a-dia, opacos... é por aí que se instala no coração o monstro da indiferença.

×