Defenders 2 fundamentos da doutrina cristã - parte 2

337 visualizações

Publicada em

Links funcionando no google drive
https://docs.google.com/presentation/d/1173CPof2ZYJVKGq0LK8l_zAcYSTdBmJCJi0hnsM1TXw/edit?usp=sharing

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
337
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
79
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Defenders 2 fundamentos da doutrina cristã - parte 2

  1. 1. Defenders 2 Dr. Willian Lane Craig Resumo - Fundamentos da Doutrina Cristã(parte 2) Fundamentos da Doutrina Cristã Defenders 2
  2. 2. Por quê estudar apologética Cristã? • Formação de uma cultura aberta ao Cristianismo • Fortalecimento dos crentes • Evangelização de ateus
  3. 3. Formação Cultural • Por influência do iluminismo a teologia não é vista como ciência ou fonte de conhecimento • Alguém que viva em uma sociedade onde o cristianismo é visto como uma escolha racional é mais receptivo ao evangelho • Na Europa apenas 10% da população é cristã e menos de 5% evangélicos, e o evangelismo é muito difícil
  4. 4. Fortalecimento dos Crentes • Apologética oferece fundamentos racionais a fé • Apologética oferece meios de responder aos jovens estudantes • Estudantes tem a fé atacada impiedosamente e precisam de respostas para si e para os que os questionam
  5. 5. Evangelização de Ateus • Em Atos dos Apóstolos, Paulo explicava, provava, argumentava, debatia e persuadia as pessoas a respeito do Evangelho • O número de pessoas convertidas através de debates apologéticos é pequeno mas, em geral, são pessoas de influência
  6. 6. • Segundo o seu costume, Paulo foi à sinagoga e por três sábados discutiu com eles com base nas Escrituras, explicando e provando que o Cristo deveria sofrer e ressuscitar dentre os mortos. E dizia: “Este Jesus que proclamo é o Cristo”. Alguns dos judeus foram persuadidos e se uniram a Paulo e Silas, bem como muitos gregos tementes a Deus e não poucas mulheres de alta posição. (Atos 17:2-4 NVI) • pois refutava vigorosamente os judeus em debate público, provando pelas Escrituras que Jesus é o Cristo. (Atos 18:28 NVI) • Paulo entrou na sinagoga e ali falou com liberdade durante três meses, argumentando convincentemente acerca do Reino de Deus. (Atos 19:8 NVI)
  7. 7. • thslopes@gmail.com • facebook.com/thsolo • http://www.slideshare.net/thslopes

×