O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Prof. Msc. Tarcízio Silva
tarciziosilva.com.br
07/2015
http://bit.ly/1IKPbeu
http://on.fb.me/1h5qZa8
http://bit.ly/1MtYMG3
Chains of Affection: The
Structure of Adolescent
Romantic and Sexual
Network
http://bit.ly/1gmRsQs
Estudo de Lada Adamic,
Chun-Yuen Tang e Yu-Ru Lin
em dados do AllRecipes
•
•
•
•
•
• Quantas vezes o bebê olha
para outro
• Quantas vezes o bebê chora
para outro
• Quantas vezes o bebê sorri
para out...
SOCIOMETRIA
SOCIOMETRIA
STANLEY MILGRAM
STANLEY MILGRAM
STANLEY MILGRAM
STANLEY MILGRAM
FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
TEORIA ATOR-REDE
MAPPING CONTROVERSIES
MIDIARS
MIDIARS
LABIC
FGV/DAPP
FGV/DAPP
NÓS
CONEXÕES
@RicardoFroseno @SocialFigures
Mention
@RicardoFroseno
@BotecoBoaVista
@tarushijio
•
InDegree 4
OutDegree 2
InDegree 2
OutDegree 3
•
•
•
•
•
•
•
• Perfil muito engajado em determinado tema, que retuita ou
envia mensagens a outros usuários indicando o conteúdo
• Fãs m...
•
•
•
•
•
Rede Broadcast
A estrutura Broadcast repete em
muitos sentidos o modelo de
comunicação de massa. Existe um ou
poucos centr...
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
• Totalmente
integrado ao
Excel
• Twitter,
Facebook, Flickr
e YouTube
• Coleta direto
pela ferramenta
• Limitada pelas
API...
http://voson.anu.edu.au/
https://tools.digitalmethods.net
•
•
•
•
•
(2015)
(2015)
(2014)(2013)
Abaixo uma rede de seguidores de um perfil de marca de bebidas, agrupados por conexões.
•
•
COLABORAÇÕES?
DÚVIDAS?
QUESTÕES?
COMENTÁRIOS?
RELATOS?
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais

4.730 visualizações

Publicada em

Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais, quarta parte do curso Monitoramento de Mídias Sociais: Inteligência de Mercado, em 30/07/15, na Cásper Líbero.

Publicada em: Mídias sociais

Introdução a Análise de Redes para Mídias Sociais

  1. 1. Prof. Msc. Tarcízio Silva tarciziosilva.com.br 07/2015
  2. 2. http://bit.ly/1IKPbeu
  3. 3. http://on.fb.me/1h5qZa8
  4. 4. http://bit.ly/1MtYMG3
  5. 5. Chains of Affection: The Structure of Adolescent Romantic and Sexual Network http://bit.ly/1gmRsQs
  6. 6. Estudo de Lada Adamic, Chun-Yuen Tang e Yu-Ru Lin em dados do AllRecipes
  7. 7. • •
  8. 8. • • • • Quantas vezes o bebê olha para outro • Quantas vezes o bebê chora para outro • Quantas vezes o bebê sorri para outro • Quantas vezes o bebê tenta segurar o outro • Quantas vezes o bebê toca o outro Métricas de Interação
  9. 9. SOCIOMETRIA
  10. 10. SOCIOMETRIA
  11. 11. STANLEY MILGRAM
  12. 12. STANLEY MILGRAM
  13. 13. STANLEY MILGRAM
  14. 14. STANLEY MILGRAM
  15. 15. FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
  16. 16. FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
  17. 17. FORÇA DOS LAÇOS FRACOS
  18. 18. TEORIA ATOR-REDE
  19. 19. MAPPING CONTROVERSIES
  20. 20. MIDIARS
  21. 21. MIDIARS
  22. 22. LABIC
  23. 23. FGV/DAPP
  24. 24. FGV/DAPP
  25. 25. NÓS CONEXÕES
  26. 26. @RicardoFroseno @SocialFigures Mention
  27. 27. @RicardoFroseno @BotecoBoaVista @tarushijio
  28. 28.
  29. 29. InDegree 4 OutDegree 2 InDegree 2 OutDegree 3
  30. 30. • • • • • • •
  31. 31. • Perfil muito engajado em determinado tema, que retuita ou envia mensagens a outros usuários indicando o conteúdo • Fãs mencionando e respondendo perfis de celebridades • Ativistas humanos ou robôs em busca de disseminar uma hashtag relacionada a política • Perfis de SAC e Relacionamento, devido às respostas enviadas para os consumidores • Perfis em conversa em torno de hashtag de eventos
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34. • • •
  35. 35. Rede Broadcast A estrutura Broadcast repete em muitos sentidos o modelo de comunicação de massa. Existe um ou poucos centros que são replicados pela massa de nós conectados. É bastante comum em monitoramento de canais informacionais, como perfis de imprensa.
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39. • • • • • • • • • • • •
  40. 40. • Totalmente integrado ao Excel • Twitter, Facebook, Flickr e YouTube • Coleta direto pela ferramenta • Limitada pelas APIs das mídias sociais • Visualização e processamento complexos e robustos • Diversos plugins • Facilidade em publicar rede online • Usabilidade inicial complexa • Sem coleta direta • Crawling de links entre domínios (sites e blogs) • Versão free limitada • Versão paga baseada em capacidade do servidor • Usabilidade complexa • Coletas pontuais nas ferramentas • Experimental, produto em desenvolviment o; • Necessita de visualização externa. • Funcionalidade totalmente integrada ao monitoramento • Facilidade de utilização • Solução Paga
  41. 41. http://voson.anu.edu.au/
  42. 42. https://tools.digitalmethods.net
  43. 43. • • • • •
  44. 44. (2015) (2015) (2014)(2013)
  45. 45. Abaixo uma rede de seguidores de um perfil de marca de bebidas, agrupados por conexões.
  46. 46. • •
  47. 47. COLABORAÇÕES? DÚVIDAS? QUESTÕES? COMENTÁRIOS? RELATOS?

×