Newtec sspi vsat_day_2010

69 visualizações

Publicada em

Newtec - QoS and Dynamic Shaping

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
69
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Newtec sspi vsat_day_2010

  1. 1. QoSQoS and Dynamic Shapingand Dynamic ShapingQoSQoS and Dynamic Shapingand Dynamic Shaping Bart Van Utterbeeck EficiênciaEficiência End to EndEnd to EndEficiênciaEficiência End to EndEnd to End 1
  2. 2. Agenda • O que é “Quality of Service” • Impacto do VCM/ACM sobre QoS? • Diferentes modelos de Shaping em VCM/ACM? • Conclusão• Conclusão 2
  3. 3. What’s in the cloud? Download VoIP Vídeo Aplicações e funções que competem pela banda BGP SNMP Diferentes protocolos com características próprias ... BrowsingE-mail VPN Autenticação ... TCP UDP FTP HTTPPOP RTP Como guarantir uma boa performance End QoS Shaping Autenticação ... TCP UDPboa performance End to End? Mecanismos de Transporte MPLS VLAN QinQ Mecanismos de Transporte PPP 3 QinQ PPP
  4. 4. Foco de hoje: Ponto a Multiponto Point to Point Point to Multipoint (IP backbone) Point to Multipoint (IP Trunking) GPRS/3GServiços para provedores locais de Wimax ou ADSL Governo Ex. Recuperação de Áreas sem infra- estrutura terrestre Back-up para conexões de fibra (cabos submarinos) Militar 44 p ç Desastres submarinos)
  5. 5. O que é “Quality of Service” ? Qualidade Serviço • Objetiva ou Subjetiva • Multiplos serviços por usuário• Objetiva ou Subjetiva • Dependendo do serviço (aplicativo), diferentes critérios • Multiplos serviços por usuário • Serviços premium contra serviços gratuitos Q lit f S i podem ser considerados • Quality of Service – Um conjunto de operações executadas com o objetivo de obter a melhor satisfação a diferentes tipos de serviços e em todas as condiçõestipos de serviços e em todas as condições !! Inclusive em condições de Congestionamento !! 5 Congestionamento !!
  6. 6. Como garantir QoS Evitar Congestionamento – Prover mais banda do que necesário (pouco provável) – Utilizar mecanismos para reservar banda (pouco escalável)p (p ) OU QoS Inteligente – Classificação de tráfego • Este pacote pertence a qual tipo de serviço? – Priorização • Quais pacotes são os mais importantes? – Shaping • Nivelar imperfeições no fluxo de dados causadas por jitter,p ç p j , multipath routing, etc. – Policiamento • Cortar os excessos (violações do SLA) de maneira inteligente – Agendamento 6 • Encaminhar tudo na “melhor ordem possível”
  7. 7. Técnicas de QoS • Indicadores de Classificação – IPv4 possui Type of Service byte IPv6 possui Traffic Class byte– IPv6 possui Traffic Class byte – Ethernet VLAN utilizam os bits (3) PCP para indicar a prioridade, as vezes o próprio ‘VLAN-tag’ é (ab)usado – MPLS possui 3 bits para determinar o Trafficp p Class ou as vezes o label é utilizado para indicar o class of service • Priorizaçãoç – Por que dar prioridade para pacotes? • Ex. A voz é importante (prioridade alta), porém a banda acima de um certo threshold obterá uma prioridade mais baixa • Ex. O serviço de e-mail é menos importante Graphics from http://www.pbxphreak.com/QoS/ Ex. O serviço de e mail é menos importante que web-browsing, porém é mais importante do que download peer-2-peer – Prioridade absoluta vs prioridade relativa 7
  8. 8. Impacto do ACM e VCM para QoS? • Tecnologias como VCM e ACM implicam que a eficiência espectral possa variar em tempop p p – Como consequência, a capacidade (bit/s) do canal pode variar em tempo • Quando o “QoS engine” não está consciente destas variações, o excesso de dados poderá h d dser encaminhado adiante – Como consequência, estes dados não caberão na portadora e os pacotes serão descartadas aleatoriamente. !! Os mecanismos de QoS e Shaping devem seguir variações de banda !! 8 devem seguir variações de banda !!
  9. 9. Recapitulando: FlexACM Sistema FlexACM PtP simplificado ModCod: 32APSK 9/10 Throughput: 120 Mb/s ModCod: 8PSK 5/6 Throughput: 73 Mb/s Uplink Downlink User Data ficShaper eleration& mpression ACM client ACM Controller Modulation Demodulation Feedback mechanism (terrestrial or satellite) Traff Acce Com 9 Feedback mechanism (terrestrial or satellite)
  10. 10. Por que utilizar Dynamic Traffic Shaping? • Para garantir que o tráfego em tempo real (VoIP, vídeo,..), ou outro tráfego i itá i t h i id d di õ QoS prioritário tenha prioridade em condições de congestionamento, mesmo com banda variável • Para honrar os acordos de acesso ao canal satelital quando múltiplos serviços ã d li k SLA são agregados no mesmo link • Para reduzir “Packet Drop” quando Performancehouver condições de congestionamento, mesmo com banda variável Performance 10
  11. 11. QoS em FlexACM Ponto a Multiponto FlexACM Demo Flexibilidade em Upgrades de CCM-VCM para ACM Shared Rate, Independent Rate e Fixed Rate 11 ‘Always on’ SLAs
  12. 12. There is more .... (talvez para uma próxima sessão) • Cross-Layer-Optimization – Maximiza o rendimento do link de satélite, melhorando a fperformance Compressão Aceleração QoS Shaping Modulação 12 3 camadas de equipamentos se intercomunicando!
  13. 13. Testemunho de clientes… www.newtec.eu/flexacm 13
  14. 14. Conclusão • FlexACM é a melhor escolha para a implantação dos seus Serviços Convergentes/Rede IP porque: 1. FlexACM combina a tecnologia ACM com shaping, aceleração e compressão numa maneira End to End 2 Fl ACM t fi iê i d l IP T ki2. FlexACM aumenta a eficiência dos enlaces IP Trunking 3. FlexACM pode ser utilizado em multiplos aplicativos para diminuir os efeitos colaterais da atenuação de chuva, migração para banda-Ku/Ka satélites de orbita inclinadamigração para banda Ku/Ka, satélites de orbita inclinada, interferências… 14
  15. 15. Documentação Newtec • White paper e Application note disponíveis na página www.newtec.eu/applications/backbone-and-trunking/flexacm • Lâminas de produtos (powered by ) – EL478 IP Satellite Modem EL470 IP Hi h S d S t llit M d– EL470 IP High Speed Satellite Modem – EL170 IP Satellite Modulator – EL940 IP Satellite Receiver – EL970 IP Satellite Demodulator – EL860 ACM Controller, Shaper & Encapsulator – EL840 PEP-box Server – EL830 PEP-box Gateway 15
  16. 16. Perguntas? Bart Van Utterbeeck bvu@newtec.eu Professional Equipment Broadband Systems q p IP Software

×