SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 55
Qualidade do Serviço em Redes Prof. Mauro Tapajós
Necessidade de QoS ,[object Object]
Para uma série de novas aplicações, são necessários mecanismos que garantam o  tráfego  contínuo de pacotes  sem alteração
Apesar de IPv4 prever campos para indicação de níveis de QoS, as implementações nos roteadores normalmente ignoram esta facilidade
Qualidade do Serviço  - QoS ,[object Object]
Grupos de trabalho demonstraram que é possível se oferecer este tipo de suporte sobre uma rede assíncrona de datagramas
[object Object]
Dificuldade em prover este tipo de serviço sobre redes de pacotes
Alternativa escolhida foi redes comutadas por circuito
Muitas corporações utilizam rede telefônicas mas poucas implementam suas redes privadas de telefonia (custo!) Exemplo – Redes de Voz (telefônicas)
Alternativas QoS em Camada 2 ,[object Object]
ATM – pronta para QoS
Redes determinísticas: Token Ring, FDDI, TDM
Outras tecnologias sobre Fibra Ótica – velocidade bastante para garantir demandas
[object Object]
Redes privadas
Linhas dedicadas entre sites
Redes comutadas por circuitos públicas e privadas (interconexão de PABX digitais)
ISDN (integração dados e comutação por circuito tradicional) Redes de Dados - Modalidades
Tipos de Tráfego ,[object Object]
Normalmente roda sobre UDP e TCP (aplicações básicas da Internet)
Ex: FTP (sensível a throughput), SMTP (não é tão afetado por atrasos), TELNET e HTTP (razoavelmente sensível a atraso), todas com pequenas variações na exigência de QoS – necessidade modesta de suporte QoS ,[object Object],[object Object]
Melhor exemplo: Tráfego real-time
Em caso de congestionamento, continua a enviar a mesma carga na rede (não recua)
Requisitos (throughput, atraso,  jitter , perda de pacotes)
Tráfego Inelástico ,[object Object]
Existe, assim, a exigência então de  tratamento preferencial
Aplicações que geram este tipo de tráfego devem sinalizar requisitos
A rede deve ainda suportar tráfego elástico podendo priorizar recursos para atendimento de tráfego preferencial
Requisitos de Aplicação ,[object Object]
Duas maneiras de se fazer isto: ,[object Object]
Indicação do QoS desejado no cabeçalho IP
Requisitos de Aplicação - Exemplos
Algumas Técnicas para se  Implementar QoS em Redes ,[object Object]
Bufferização ( jitter )
Enfileiramento diferenciado
Traffic Shaping  (SLA)
Algoritmo de Leaky Bucket (balde vazante)
Algoritmo de Token Bucket (balde de fichas)
Reserva de recursos
Controle de admissão
Agendamento de pacotes ( packet scheduli ng )
QoS sobre IP - Aspectos ,[object Object]
Muitos dos protocolos de camada dois originalmente usados com IP foram desenvolvidos apenas para o escopo das redes de dados antigas: envio de  mails  e arquivos
Estes protocolos não implementavam mecanismos para lidarem com tráfego real-time sensível à atrasos na rede
Transmitem os dados em quadros de tamanho variável e mecanismos de controle de erros geram retransmissões de um número incerto de quadros, não há garantia de tempo de entrega de um quadro (redes estatísticas)
QoS sobre IP ,[object Object]
Mecanismos existentes disponíveis: ,[object Object]
Algoritmo de Roteamento - podem  adapta r  suas rotas às linhas menos congestionadas, mas reagem lentamente demais às mudanças nos perfis de tráfego ,[object Object]
QoS sobre IP ,[object Object]
Uso cada vez maior de multimídia no conteúdo WEB
Tráfego de tempo-real (por exemplo: transmissões de eventos em tempo real) ,[object Object],[object Object]
Differentiated services  - Diffserv
ISA –  Integrated Services ,[object Object]
Conceito de  Fluxo : sequência distinta de pacotes resultantes da mesma atividade e sujeitos aos mesmos parâmetros de QoS (se difere de uma conexão TCP por ser unidirecional e poder ter mais de um destino – caso multicast)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Aron Sporkens
 
Desenho da rede
Desenho da redeDesenho da rede
Desenho da rede
H P
 
Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!
Rosalia Azambuja
 
Redes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de TransmissãoRedes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Mauro Tapajós
 

Mais procurados (20)

Cablagem estruturada: CEF
Cablagem estruturada: CEFCablagem estruturada: CEF
Cablagem estruturada: CEF
 
Modelo OSI Visão Geral
Modelo OSI   Visão GeralModelo OSI   Visão Geral
Modelo OSI Visão Geral
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Redes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redesRedes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redes
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Aula 4 - Redes de Computadores A - Camadas Modelos TCP/IP e OSI. Camada Física.
Aula 4 - Redes de Computadores A - Camadas Modelos TCP/IP e OSI. Camada Física.Aula 4 - Redes de Computadores A - Camadas Modelos TCP/IP e OSI. Camada Física.
Aula 4 - Redes de Computadores A - Camadas Modelos TCP/IP e OSI. Camada Física.
 
Desenho da rede
Desenho da redeDesenho da rede
Desenho da rede
 
Meios de transmissão
Meios de transmissãoMeios de transmissão
Meios de transmissão
 
Uml
UmlUml
Uml
 
FIBRA ÓPTICA FTTH
FIBRA ÓPTICA FTTHFIBRA ÓPTICA FTTH
FIBRA ÓPTICA FTTH
 
Redes 1 introducao historico conceitos
Redes 1 introducao historico conceitosRedes 1 introducao historico conceitos
Redes 1 introducao historico conceitos
 
Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!Desenvolvimento Embrionário!
Desenvolvimento Embrionário!
 
Excreção
ExcreçãoExcreção
Excreção
 
Redes - Camada Física e Meios de Transmissão
Redes - Camada Física e Meios de TransmissãoRedes - Camada Física e Meios de Transmissão
Redes - Camada Física e Meios de Transmissão
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
 
Apostila de telecomunicação
Apostila de telecomunicação Apostila de telecomunicação
Apostila de telecomunicação
 
FIBRA ÓPTICA
FIBRA ÓPTICA FIBRA ÓPTICA
FIBRA ÓPTICA
 
Aula 05: Passivos de redes
Aula 05: Passivos de redesAula 05: Passivos de redes
Aula 05: Passivos de redes
 
Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)
 
Redes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de TransmissãoRedes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
Redes I - 2.2 - Camada Física e Tecnologias de Transmissão
 

Destaque

Redes Aavançadas - 5.MPLS
Redes Aavançadas - 5.MPLSRedes Aavançadas - 5.MPLS
Redes Aavançadas - 5.MPLS
Mauro Tapajós
 
2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br
2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br
2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br
Rafael Junquera
 
Administração de Redes LTE_Acessibilidade
Administração de Redes LTE_AcessibilidadeAdministração de Redes LTE_Acessibilidade
Administração de Redes LTE_Acessibilidade
Leonardo Camilo
 
A Prova Científica Da Existência De Deus
A Prova Científica Da Existência De DeusA Prova Científica Da Existência De Deus
A Prova Científica Da Existência De Deus
Naspereira
 
Etapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obraEtapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obra
Felipe_Freitas
 

Destaque (19)

Redes Aavançadas - 5.MPLS
Redes Aavançadas - 5.MPLSRedes Aavançadas - 5.MPLS
Redes Aavançadas - 5.MPLS
 
ApresentaçãO Mpls
ApresentaçãO MplsApresentaçãO Mpls
ApresentaçãO Mpls
 
Projeto Vídeo IP
Projeto Vídeo IP Projeto Vídeo IP
Projeto Vídeo IP
 
Contingência
ContingênciaContingência
Contingência
 
2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br
2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br
2012 07-11 telesemana webinarlt-ev2_pt_br
 
Administração de Redes LTE_Acessibilidade
Administração de Redes LTE_AcessibilidadeAdministração de Redes LTE_Acessibilidade
Administração de Redes LTE_Acessibilidade
 
Apresentação para clientes mpls
Apresentação para clientes mplsApresentação para clientes mpls
Apresentação para clientes mpls
 
ESTUDO E SIMULAÇÃO DA ARQUITETURA IPV6 SOBRE REDES MPLS/VPN
ESTUDO E SIMULAÇÃO DA ARQUITETURA IPV6 SOBRE REDES MPLS/VPN ESTUDO E SIMULAÇÃO DA ARQUITETURA IPV6 SOBRE REDES MPLS/VPN
ESTUDO E SIMULAÇÃO DA ARQUITETURA IPV6 SOBRE REDES MPLS/VPN
 
Usando software livre para monitorar link de dados (MPLS)
Usando software livre para monitorar link de dados (MPLS)Usando software livre para monitorar link de dados (MPLS)
Usando software livre para monitorar link de dados (MPLS)
 
Monitorando ativos com Zabbix
Monitorando ativos com ZabbixMonitorando ativos com Zabbix
Monitorando ativos com Zabbix
 
Zabbix: Uma ferramenta para Gerenciamento de ambientes de T.I
Zabbix: Uma ferramenta para Gerenciamento de ambientes de T.IZabbix: Uma ferramenta para Gerenciamento de ambientes de T.I
Zabbix: Uma ferramenta para Gerenciamento de ambientes de T.I
 
Protocolos de Roteamento BGP IGP EGP
Protocolos de Roteamento BGP IGP EGPProtocolos de Roteamento BGP IGP EGP
Protocolos de Roteamento BGP IGP EGP
 
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
Zabbix 2.0: o que ele pode monitorar na sua rede?
 
Monitoração avançada com Zabbix 2
Monitoração avançada com Zabbix 2Monitoração avançada com Zabbix 2
Monitoração avançada com Zabbix 2
 
Topologias Fisicas de rede
Topologias Fisicas de redeTopologias Fisicas de rede
Topologias Fisicas de rede
 
Curso orçamento de obras de construção civil módulo i rev
Curso orçamento de obras de construção civil   módulo i revCurso orçamento de obras de construção civil   módulo i rev
Curso orçamento de obras de construção civil módulo i rev
 
Orçamento, planejamento e controle de obras
Orçamento, planejamento e controle de obrasOrçamento, planejamento e controle de obras
Orçamento, planejamento e controle de obras
 
A Prova Científica Da Existência De Deus
A Prova Científica Da Existência De DeusA Prova Científica Da Existência De Deus
A Prova Científica Da Existência De Deus
 
Etapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obraEtapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obra
 

Semelhante a Redes Avançadas - 6.QoS

Redes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoS
Redes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoSRedes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoS
Redes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoS
Mauro Tapajós
 
Trabalho q os em redes ips
Trabalho q os em redes ipsTrabalho q os em redes ips
Trabalho q os em redes ips
morgana
 
Redes Avançadas - 1.Aspectos de Interconexão
Redes Avançadas - 1.Aspectos de InterconexãoRedes Avançadas - 1.Aspectos de Interconexão
Redes Avançadas - 1.Aspectos de Interconexão
Mauro Tapajós
 
Redes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDP
Redes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDPRedes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDP
Redes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDP
Mauro Tapajós
 
Redes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de Pacotes
Redes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de PacotesRedes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de Pacotes
Redes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de Pacotes
Mauro Tapajós
 

Semelhante a Redes Avançadas - 6.QoS (20)

Redes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoS
Redes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoSRedes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoS
Redes de computadores II - 6.Noções de Controle de Congestionamento e QoS
 
Trabalho q os em redes ips
Trabalho q os em redes ipsTrabalho q os em redes ips
Trabalho q os em redes ips
 
Redes Avançadas - 1.Aspectos de Interconexão
Redes Avançadas - 1.Aspectos de InterconexãoRedes Avançadas - 1.Aspectos de Interconexão
Redes Avançadas - 1.Aspectos de Interconexão
 
Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA; Funções ISA; RSVP)
Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA;  Funções ISA;  RSVP)Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA;  Funções ISA;  RSVP)
Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA; Funções ISA; RSVP)
 
Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA; Funções ISA; RSVP)
Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA;  Funções ISA;  RSVP)Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA;  Funções ISA;  RSVP)
Serviços Integrados (IntServ; Arquitetura ISA; Funções ISA; RSVP)
 
RESERVA DE RECURSO .pptx
RESERVA DE RECURSO .pptxRESERVA DE RECURSO .pptx
RESERVA DE RECURSO .pptx
 
Aula10
Aula10Aula10
Aula10
 
Camadasrede
CamadasredeCamadasrede
Camadasrede
 
Camadas rede
Camadas redeCamadas rede
Camadas rede
 
QoS e Asterisk
QoS e AsteriskQoS e Asterisk
QoS e Asterisk
 
FAST TCP e Checksum no IPV6
FAST TCP e Checksum no IPV6FAST TCP e Checksum no IPV6
FAST TCP e Checksum no IPV6
 
procolo de Reserva.pptx
procolo de Reserva.pptxprocolo de Reserva.pptx
procolo de Reserva.pptx
 
Redes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDP
Redes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDPRedes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDP
Redes de computadores II - 4.Camada de Transporte TCP e UDP
 
R&C 0101 07 3
R&C 0101 07 3R&C 0101 07 3
R&C 0101 07 3
 
Qualidade do Serviço (QoS)
Qualidade do Serviço (QoS)Qualidade do Serviço (QoS)
Qualidade do Serviço (QoS)
 
Newtec sspi vsat_day_2010
Newtec sspi vsat_day_2010Newtec sspi vsat_day_2010
Newtec sspi vsat_day_2010
 
Camadasrede
CamadasredeCamadasrede
Camadasrede
 
O protocolo SCTP para o transporte de vídeo codificado escalonável
O protocolo SCTP para o transporte de vídeo codificado escalonávelO protocolo SCTP para o transporte de vídeo codificado escalonável
O protocolo SCTP para o transporte de vídeo codificado escalonável
 
Artigo IPv6
Artigo IPv6Artigo IPv6
Artigo IPv6
 
Redes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de Pacotes
Redes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de PacotesRedes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de Pacotes
Redes Avançadas - 4.Multimídia sobre Redes de Pacotes
 

Mais de Mauro Tapajós

Serviço de Distribuição de SW em Plataforma Livre
Serviço de Distribuição de SW em Plataforma LivreServiço de Distribuição de SW em Plataforma Livre
Serviço de Distribuição de SW em Plataforma Livre
Mauro Tapajós
 

Mais de Mauro Tapajós (20)

Proyecto liberació SIGATI
Proyecto liberació SIGATIProyecto liberació SIGATI
Proyecto liberació SIGATI
 
Propostas de Autenticação para SNMP
Propostas de Autenticação para SNMPPropostas de Autenticação para SNMP
Propostas de Autenticação para SNMP
 
Integração de Serviços em Plataforma Livre
Integração de Serviços em Plataforma LivreIntegração de Serviços em Plataforma Livre
Integração de Serviços em Plataforma Livre
 
Instalação e Atualização Automática de Aplicações para Ambientes Corporativos
Instalação e Atualização Automática de Aplicações para Ambientes CorporativosInstalação e Atualização Automática de Aplicações para Ambientes Corporativos
Instalação e Atualização Automática de Aplicações para Ambientes Corporativos
 
Asterisk
AsteriskAsterisk
Asterisk
 
Serviço de Distribuição de SW em Plataforma Livre
Serviço de Distribuição de SW em Plataforma LivreServiço de Distribuição de SW em Plataforma Livre
Serviço de Distribuição de SW em Plataforma Livre
 
Migração para Software Livre nas Universidades
Migração para Software Livre nas UniversidadesMigração para Software Livre nas Universidades
Migração para Software Livre nas Universidades
 
Códigos Convolucionais (sequenciais)
Códigos Convolucionais (sequenciais)Códigos Convolucionais (sequenciais)
Códigos Convolucionais (sequenciais)
 
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
 
Software Winrad
Software WinradSoftware Winrad
Software Winrad
 
integração de Serviços no Processo de Migração para uma Plataforma Livre
integração de Serviços no Processo de Migração para uma Plataforma Livreintegração de Serviços no Processo de Migração para uma Plataforma Livre
integração de Serviços no Processo de Migração para uma Plataforma Livre
 
Atualização Automática de Aplicações em plataforma livre
Atualização Automática de Aplicações em plataforma livreAtualização Automática de Aplicações em plataforma livre
Atualização Automática de Aplicações em plataforma livre
 
Integração de Serviços como requisito fundamental no processo de migração par...
Integração de Serviços como requisito fundamental no processo de migração par...Integração de Serviços como requisito fundamental no processo de migração par...
Integração de Serviços como requisito fundamental no processo de migração par...
 
Instalação e Atualização Automática de Aplicações em Plataforma Livre para Am...
Instalação e Atualização Automática de Aplicações em Plataforma Livre para Am...Instalação e Atualização Automática de Aplicações em Plataforma Livre para Am...
Instalação e Atualização Automática de Aplicações em Plataforma Livre para Am...
 
Processo de Startup do Linux
Processo de Startup do LinuxProcesso de Startup do Linux
Processo de Startup do Linux
 
Aspectos do kernel Linux e Instalação
Aspectos do kernel Linux e InstalaçãoAspectos do kernel Linux e Instalação
Aspectos do kernel Linux e Instalação
 
Avaliação das distribuições Linux
Avaliação das distribuições LinuxAvaliação das distribuições Linux
Avaliação das distribuições Linux
 
FISL8 - Aplicações Livres para Gerenciamento de Redes e Serviços
FISL8 - Aplicações Livres para Gerenciamento de Redes e ServiçosFISL8 - Aplicações Livres para Gerenciamento de Redes e Serviços
FISL8 - Aplicações Livres para Gerenciamento de Redes e Serviços
 
FISL7 - Padrões Abertos e Software Livre para Vídeoconferência
FISL7 - Padrões Abertos e Software Livre para VídeoconferênciaFISL7 - Padrões Abertos e Software Livre para Vídeoconferência
FISL7 - Padrões Abertos e Software Livre para Vídeoconferência
 
Suporte e Disponibilidade no Linux
Suporte e Disponibilidade no LinuxSuporte e Disponibilidade no Linux
Suporte e Disponibilidade no Linux
 

Último

Último (8)

Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 

Redes Avançadas - 6.QoS