SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Casca de sobreiro
Tecido vegetal 100% natural
A cortiça é retirada de 9 em 9 anos
Colmeia de células
microscópicas
Formada por:
Gás semelhante a ar Suberina e lenhina
Preenchidas por: Revestidas por:
1 cm3 40 milhões de células
800
milhões de
células
Composição química:
Ceroides
Taninos
Polissacarídeos
0.16 gramas/cm3
Memória elástica
Único sólido que não aumenta de volume
num lado quando é comprimido no outro.
Variações de
temperatura e pressão
Integridade como
vedante
Não compromete
Impermeável a líquidos
e gases
Graças à suberina e
aos ceroides
-Humidade;
-Oxidação;
-Apodrecimento.
Resistente a:
Isolador térmico, acústico
e vibrático.
A melhor proteção contra
variações de temperatura
Matéria prima natural
100% biodegradável
Moda Arte
Construção
De forma
exponencial
Aumento
Tecnologi
a
Construção civil
Pavimentos/isolamentos
Construção civil:
- pavimentos;
- isolamentos.
Educar o cidadão
Tudo tem impacto no
meio ambiente
Práticas sustentáveis
Vida melhor e satisfatória
Sustentabilidade para as
gerações futuras
http://www.amorim.com/a-cortica/o-que-e/
http://www.amorimcork.com/natural-cork/what-and-why/?
item_id=F11
http://www.ecologiaurbana.com.br/conscientizacao/meio-
ambiente-sustentabilidade/
Trabalho realizado por : André Costa 6ºA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação(arborização e poda)
Apresentação(arborização e poda)Apresentação(arborização e poda)
Apresentação(arborização e poda)
Ricardo Barros
 
Aula3 materiais
Aula3 materiaisAula3 materiais
Aula3 materiais
Tiago Cruz
 
Desbaste em Floresta Plantada
Desbaste em Floresta PlantadaDesbaste em Floresta Plantada
Desbaste em Floresta Plantada
Cassio Augusto
 
Fábrica de móveis de bambú
Fábrica de móveis de bambúFábrica de móveis de bambú
Fábrica de móveis de bambú
Antonio Ramos
 

Mais procurados (20)

Cm aula 6
Cm   aula 6Cm   aula 6
Cm aula 6
 
Telhados inteligentes spf
Telhados inteligentes spfTelhados inteligentes spf
Telhados inteligentes spf
 
Fibra naturallã camila
Fibra naturallã camilaFibra naturallã camila
Fibra naturallã camila
 
Secagem de Madeiras
Secagem de MadeirasSecagem de Madeiras
Secagem de Madeiras
 
Dia da floresta
Dia da florestaDia da floresta
Dia da floresta
 
Apresentação(arborização e poda)
Apresentação(arborização e poda)Apresentação(arborização e poda)
Apresentação(arborização e poda)
 
Madeiras
MadeirasMadeiras
Madeiras
 
Historia objeto sustentavel
Historia   objeto sustentavelHistoria   objeto sustentavel
Historia objeto sustentavel
 
A secagem da madeira é um processo complexo em função das características esp...
A secagem da madeira é um processo complexo em função das características esp...A secagem da madeira é um processo complexo em função das características esp...
A secagem da madeira é um processo complexo em função das características esp...
 
Aula3 materiais
Aula3 materiaisAula3 materiais
Aula3 materiais
 
Argila expandida giovannabotterpdf
Argila expandida giovannabotterpdfArgila expandida giovannabotterpdf
Argila expandida giovannabotterpdf
 
Joao
JoaoJoao
Joao
 
Vidalonga
VidalongaVidalonga
Vidalonga
 
Isolamentoacustico materiais
Isolamentoacustico materiaisIsolamentoacustico materiais
Isolamentoacustico materiais
 
Aula5
Aula5Aula5
Aula5
 
Madeiras
MadeirasMadeiras
Madeiras
 
Cedro e sucupira
Cedro e sucupiraCedro e sucupira
Cedro e sucupira
 
Desbaste em Floresta Plantada
Desbaste em Floresta PlantadaDesbaste em Floresta Plantada
Desbaste em Floresta Plantada
 
Caracteristicas Eucalipto
Caracteristicas EucaliptoCaracteristicas Eucalipto
Caracteristicas Eucalipto
 
Fábrica de móveis de bambú
Fábrica de móveis de bambúFábrica de móveis de bambú
Fábrica de móveis de bambú
 

Mais de Rosalia Ribeiro (6)

Enrolhando o fogo!
Enrolhando o fogo!Enrolhando o fogo!
Enrolhando o fogo!
 
I tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaI tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa banana
 
I tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa bananaI tec radical – equipa banana
I tec radical – equipa banana
 
I tec radical-equipa-tomates
I tec radical-equipa-tomatesI tec radical-equipa-tomates
I tec radical-equipa-tomates
 
Cenario iTEC
Cenario iTECCenario iTEC
Cenario iTEC
 
Dinâmica externa das rochas
Dinâmica externa das rochasDinâmica externa das rochas
Dinâmica externa das rochas
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 

Último (20)

Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 

Trabalho da cortiça andre