SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
temporalidades, discurso e ambiências no
telejornalismo local paulistano
Edna Mello
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
temporalidades, discurso e ambiências no telejornalismo local paulistano
A partir da análise do percurso histórico do
Bom dia São Paulo (6h às 8h da manhã),
evidenciar o sentido de telejornalismo local,
por meio da descrição do contexto tecnológico,
da linguagem televisiva e da relação do
público.
Análise de Narrativas
Telejornalísticas
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
M. Pilar Diezhandino
Nieto
(U.C 3 – Madri)
O periodismo de serviço é a informação que traz ao
receptor a possibilidade efetiva de ação e reação. Aquela
informação, oferecida de forma oportuna, que pretende
ser do interesse pessoal do leitor-ouvinte-espectador, que
não se limita a informar sobre, mas para; que se impõe a
exigência de ser útil na vida pessoal do receptor,
psicológica ou materialmente, qualquer que seja o grau ou
alcance dessa utilidade. A informação cuja meta deixa de
ser oferecer dados circunscritos ao acontecimento e passa
a oferecer respostas e orientação.(tradução nossa).
(DIEZHANDINO NIETO, 1993, p.124)
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
19 de Abril de 1977
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
Alicia
Cytrynblum
No chamado periodismo social o jornalismo vai além das
denúncias do desrespeito aos direitos, ele investiga a solução do
problema, as autoridades envolvidas nas propostas de soluções e
sobretudo se preocupa em oferecer informação de qualidade aos
leitores. No Jornalismo Social, para Cytrynblum (2009), ao
buscar soluções, o jornalista procura evidenciar as respostas das
organizações públicas ou privadas, e ao fazê-lo revela o que não
está sendo conduzido da forma adequada, o que pode levar a
audiência a uma ação efetiva.
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
Em tempos de jornalismo multiplataforma, é importante
sinalizar que um mesmo telejornal conta com vários
espaços cênicos na mesma edição. Cada ponto de entrada
ao vivo, com a presença de um repórter, um produtor, a
cobertura por helicóptero ou por motolink, os vários
pontos de emissão dos espectadores, além dos sistemas
gráficos de monitoramento de trânsito e temperatura,
todos estes elementos juntos contribuem para a sensação
da onipresença do telejornal em diversos espaços da
cidade, ampliando os lugares de fala institucionalizados.
A abertura do telejornal, com menção a um poema de
Manuel Bandeira, de certa forma, delimitava com clareza
a quem se dirigia o telejornal, uma vez que não se tratava
de um texto didático, não há muita contextualização sobre
o que está sendo dito. Evidencia-se, desta forma, que os
editores entendiam que o público saberia quem eram os
personagens enumerados naquela apresentação: Alzira
Vargas, Getúlio Vargas, Santo Expedido, Manual Bandeira
e “Irene”.
BDSP 1977 BDSP 2019
Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
Referências
AUTRY, James A. Service Journalism Versus Hard News Reporting. Journal of Applied Communications: Vol. 61: Iss. 3. 1978. https://doi.org/10.4148/1051-0834.1902.
Disponível em: < https://pdfs.semanticscholar.org/e29e/5abbd102f761efdd4648e5fd70b546ce24d3.pdf >. Acesso em 20 jun 2019.
CYTRYNBLUM, A. Periodismo social: una nueva disciplina. Buenos Aires: La Crujía, 2009.
BOM DIA SÃO PAULO. Estreia (1977). Disponível em:< https://www.youtube.com/watch?v=gBVpYIhULsQ >. Acesso em 20 jun 2019.
BOM DIA SÃO PAULO. Café da manhã com Lygia Fagundes Telles. 19/04/1977. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=VSfDy1mSGAQ . > Acesso em 20 jun
2019.
BOM DIA SÃO PAULO. Edição de 23/04/2019. Disponível em: < https://globoplay.globo.com/v/7561218/programa/. > Acesso em 20 jun 2019.
DIEZHANDINO NIETO, María Pilar. El «periodismo de servicio», la utilidad en el discurso periodístico. AnAlisi, 15, 1993, 117-125. Disponível em: <
https://core.ac.uk/download/pdf/13274804.pdf >. Acesso em 20 jun 2019.
LLOBET, Liliana. Periodismo Social y Civico Nuevas Propostas. Revista Temas de Comunicacion. nº 19, julho-dezembro de 2009, p. 59-78.
MARQUES DE MELO, J.; ASSIS, F. de. Gêneros e formatos jornalísticos: um modelo classificatório. DOI: 10.1590/1809-5844201613. Intercom - RBCC São Paulo, v.39, n.1,
p.39-56, jan./abr. 2016. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/interc/v39n1/1809-5844-interc-39-1-0039.pdf. > Acesso em 20 jun 2019.
MEDINA, Cremilda. Profissão Jornalista: responsabilidade social. São Paulo: Ed. Forense Universitária, 1982.
PEREIRA JUNIOR, Alfredo Eurico Vizeu. Os jornalistas e a audiência: a hipótese da audiência presumida. In: Anais do XXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da
Comunicação. 2005. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Intercom, 2005.
SILVA, E. M. Fases do Telejornalismo: uma proposta epistemológica. In: EMERIM, C.; COUTINHO, I.; FINGER, C. Epistemologias do Telejornalismo Brasileiro. Porto
Alegre: Insular, 2018.
Edna Mello
prof.ednamello@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Análise do Bom Dia SP

Paper Expocom - Batalha de Rimas
Paper Expocom - Batalha de RimasPaper Expocom - Batalha de Rimas
Paper Expocom - Batalha de RimasBarBlanco
 
O Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal Nacional
O Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal NacionalO Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal Nacional
O Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal NacionalAtitude Digital
 
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014claudiocpaiva
 
ACULTURAÇÃO DA TELEVISÃO
ACULTURAÇÃO DA TELEVISÃOACULTURAÇÃO DA TELEVISÃO
ACULTURAÇÃO DA TELEVISÃORuiMelo33
 
Webjornalismo Participativo: sua digital na era digital
Webjornalismo Participativo: sua digital na era digitalWebjornalismo Participativo: sua digital na era digital
Webjornalismo Participativo: sua digital na era digitaliaravilela
 
As mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do Sul
As mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do SulAs mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do Sul
As mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do SulMargareth Michel
 
Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011
Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011
Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011claudiocpaiva
 
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, ...
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual,  ...UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual,  ...
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, ...Daniela Israel
 
As mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sul
As mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sulAs mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sul
As mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sulMargareth Michel
 
Webjornalismo a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...
Webjornalismo   a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...Webjornalismo   a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...
Webjornalismo a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...Rafael Rodrigues
 
A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos
A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos
A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos travessiacomunicacao
 
Apresentação do Plano de Ensino
Apresentação do Plano de EnsinoApresentação do Plano de Ensino
Apresentação do Plano de EnsinoAgnes Arruda
 
RJ Móvel e os limites da emoção no Jornalismo
RJ Móvel e os limites da emoção no JornalismoRJ Móvel e os limites da emoção no Jornalismo
RJ Móvel e os limites da emoção no JornalismoFilipe Fernandes
 
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 01
Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 01Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 01
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 01Renato Rodrigues
 
Semana Comunicação Desafio Jornal
Semana Comunicação Desafio JornalSemana Comunicação Desafio Jornal
Semana Comunicação Desafio JornalBianca Dramali
 
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 03
Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 03Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 03
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 03Renato Rodrigues
 

Semelhante a Análise do Bom Dia SP (20)

Paper Expocom - Batalha de Rimas
Paper Expocom - Batalha de RimasPaper Expocom - Batalha de Rimas
Paper Expocom - Batalha de Rimas
 
O Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal Nacional
O Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal NacionalO Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal Nacional
O Discurso Jornalístico Sobre o Meio Ambiente no Jornal Nacional
 
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
Jornadas de junho.br.com: Mídia, Jornalismo e Redes Sociais 2014
 
ACULTURAÇÃO DA TELEVISÃO
ACULTURAÇÃO DA TELEVISÃOACULTURAÇÃO DA TELEVISÃO
ACULTURAÇÃO DA TELEVISÃO
 
Webjornalismo Participativo: sua digital na era digital
Webjornalismo Participativo: sua digital na era digitalWebjornalismo Participativo: sua digital na era digital
Webjornalismo Participativo: sua digital na era digital
 
As mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do Sul
As mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do SulAs mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do Sul
As mulheres no jornalismo esportivo no Rio Grande do Sul
 
Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011
Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011
Paper compós 2011 vale tudo 15.10.2011
 
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, ...
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual,  ...UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual,  ...
UMA CÂMERA NA MÃO DE QUEM? Uma breve reflexão sobre o mercado audiovisual, ...
 
6087 23874-2-pb
6087 23874-2-pb6087 23874-2-pb
6087 23874-2-pb
 
As mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sul
As mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sulAs mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sul
As mulheres no jornalismo esportivo no rio grande sul
 
Webjornalismo a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...
Webjornalismo   a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...Webjornalismo   a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...
Webjornalismo a sobrevivãªncia dos jornais digitais frente ã  aplicativos c...
 
Televisao e internet
Televisao e internetTelevisao e internet
Televisao e internet
 
A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos
A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos
A queda da bancada e as mudanças históricas na cena de apresentação dos
 
Apresentação do Plano de Ensino
Apresentação do Plano de EnsinoApresentação do Plano de Ensino
Apresentação do Plano de Ensino
 
RJ Móvel e os limites da emoção no Jornalismo
RJ Móvel e os limites da emoção no JornalismoRJ Móvel e os limites da emoção no Jornalismo
RJ Móvel e os limites da emoção no Jornalismo
 
Sensacionalismo
SensacionalismoSensacionalismo
Sensacionalismo
 
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 01
Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 01Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 01
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 01
 
Semana Comunicação Desafio Jornal
Semana Comunicação Desafio JornalSemana Comunicação Desafio Jornal
Semana Comunicação Desafio Jornal
 
Jornalismo em internet e Mídias Sociais
Jornalismo em internet e Mídias Sociais Jornalismo em internet e Mídias Sociais
Jornalismo em internet e Mídias Sociais
 
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 03
Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 03Português   renato -  3º perdão - 3 b -tipo 03
Português renato - 3º perdão - 3 b -tipo 03
 

Último

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

Análise do Bom Dia SP

  • 1. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: temporalidades, discurso e ambiências no telejornalismo local paulistano Edna Mello
  • 2. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: temporalidades, discurso e ambiências no telejornalismo local paulistano A partir da análise do percurso histórico do Bom dia São Paulo (6h às 8h da manhã), evidenciar o sentido de telejornalismo local, por meio da descrição do contexto tecnológico, da linguagem televisiva e da relação do público. Análise de Narrativas Telejornalísticas
  • 3. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: M. Pilar Diezhandino Nieto (U.C 3 – Madri) O periodismo de serviço é a informação que traz ao receptor a possibilidade efetiva de ação e reação. Aquela informação, oferecida de forma oportuna, que pretende ser do interesse pessoal do leitor-ouvinte-espectador, que não se limita a informar sobre, mas para; que se impõe a exigência de ser útil na vida pessoal do receptor, psicológica ou materialmente, qualquer que seja o grau ou alcance dessa utilidade. A informação cuja meta deixa de ser oferecer dados circunscritos ao acontecimento e passa a oferecer respostas e orientação.(tradução nossa). (DIEZHANDINO NIETO, 1993, p.124)
  • 4. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: 19 de Abril de 1977
  • 5. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: Alicia Cytrynblum No chamado periodismo social o jornalismo vai além das denúncias do desrespeito aos direitos, ele investiga a solução do problema, as autoridades envolvidas nas propostas de soluções e sobretudo se preocupa em oferecer informação de qualidade aos leitores. No Jornalismo Social, para Cytrynblum (2009), ao buscar soluções, o jornalista procura evidenciar as respostas das organizações públicas ou privadas, e ao fazê-lo revela o que não está sendo conduzido da forma adequada, o que pode levar a audiência a uma ação efetiva.
  • 6. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo:
  • 7. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: Em tempos de jornalismo multiplataforma, é importante sinalizar que um mesmo telejornal conta com vários espaços cênicos na mesma edição. Cada ponto de entrada ao vivo, com a presença de um repórter, um produtor, a cobertura por helicóptero ou por motolink, os vários pontos de emissão dos espectadores, além dos sistemas gráficos de monitoramento de trânsito e temperatura, todos estes elementos juntos contribuem para a sensação da onipresença do telejornal em diversos espaços da cidade, ampliando os lugares de fala institucionalizados. A abertura do telejornal, com menção a um poema de Manuel Bandeira, de certa forma, delimitava com clareza a quem se dirigia o telejornal, uma vez que não se tratava de um texto didático, não há muita contextualização sobre o que está sendo dito. Evidencia-se, desta forma, que os editores entendiam que o público saberia quem eram os personagens enumerados naquela apresentação: Alzira Vargas, Getúlio Vargas, Santo Expedido, Manual Bandeira e “Irene”. BDSP 1977 BDSP 2019
  • 8. Os espaços de cena do Bom Dia São Paulo: Referências AUTRY, James A. Service Journalism Versus Hard News Reporting. Journal of Applied Communications: Vol. 61: Iss. 3. 1978. https://doi.org/10.4148/1051-0834.1902. Disponível em: < https://pdfs.semanticscholar.org/e29e/5abbd102f761efdd4648e5fd70b546ce24d3.pdf >. Acesso em 20 jun 2019. CYTRYNBLUM, A. Periodismo social: una nueva disciplina. Buenos Aires: La Crujía, 2009. BOM DIA SÃO PAULO. Estreia (1977). Disponível em:< https://www.youtube.com/watch?v=gBVpYIhULsQ >. Acesso em 20 jun 2019. BOM DIA SÃO PAULO. Café da manhã com Lygia Fagundes Telles. 19/04/1977. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=VSfDy1mSGAQ . > Acesso em 20 jun 2019. BOM DIA SÃO PAULO. Edição de 23/04/2019. Disponível em: < https://globoplay.globo.com/v/7561218/programa/. > Acesso em 20 jun 2019. DIEZHANDINO NIETO, María Pilar. El «periodismo de servicio», la utilidad en el discurso periodístico. AnAlisi, 15, 1993, 117-125. Disponível em: < https://core.ac.uk/download/pdf/13274804.pdf >. Acesso em 20 jun 2019. LLOBET, Liliana. Periodismo Social y Civico Nuevas Propostas. Revista Temas de Comunicacion. nº 19, julho-dezembro de 2009, p. 59-78. MARQUES DE MELO, J.; ASSIS, F. de. Gêneros e formatos jornalísticos: um modelo classificatório. DOI: 10.1590/1809-5844201613. Intercom - RBCC São Paulo, v.39, n.1, p.39-56, jan./abr. 2016. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/interc/v39n1/1809-5844-interc-39-1-0039.pdf. > Acesso em 20 jun 2019. MEDINA, Cremilda. Profissão Jornalista: responsabilidade social. São Paulo: Ed. Forense Universitária, 1982. PEREIRA JUNIOR, Alfredo Eurico Vizeu. Os jornalistas e a audiência: a hipótese da audiência presumida. In: Anais do XXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. 2005. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Intercom, 2005. SILVA, E. M. Fases do Telejornalismo: uma proposta epistemológica. In: EMERIM, C.; COUTINHO, I.; FINGER, C. Epistemologias do Telejornalismo Brasileiro. Porto Alegre: Insular, 2018.