SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
1
2
Poemas
Natalinos
Filemon Martins
E-BOOK
GRATUITO
3
Poemas Natalinos © 2022 Filemon Martins, todos os
direitos reservados.
Edição: Sammis Reachers / Blog Poesia Evangélica
4
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO / 05
NATIVIDADE / 06
NOS ARREDORES DE BELÉM / 07
TEMPO DE NATAL / 08
NOVO NATAL / 09
NOITE DE NATAL / 10
ETERNO NATAL / 11
O NATAL DE JESUS / 12
SONETO DE NATAL / 13
OUTRO NATAL / 14
NATAL E VIDA / 15
NATAL DA ESPERANÇA / 16
AINDA O NATAL / 17
TROVAS DE NATAL / 18
A LIÇÃO DO NATAL / 19
DESEJO DE NATAL / 20
MILAGRE DO NATAL / 21
SOBRE O AUTOR / 23
5
APRESENTAÇÃO
Ao lado do Ano Novo, o Natal é a festa máxima
de nossa – e de outras – civilizações. Sim, pois
mesmo países e culturas não (ou não
majoritariamente) cristãos, fascinados pelo
encanto de tal festejo, celebram-no com alegria.
Natal é data que marca o natalício dAquele
Salvador, Deus encarnado, que de carne se vestiu
para pagar o preço do resgate exigido de cada um
de nós, de cada um que nEle pura e simplesmente
crer. Cristo, o segundo Adão, veio como presente,
reparar aquilo que o primeiro Adão quebrou com
sua desobediência.
Neste pequeno e gratuito e-book, Filemon
Martins, poeta, escritor e operário da cultura, nos
oferece uma fração de seu talento, versejando o
Natal de maneira inspirada e edificante – o Natal
em seu verdadeiro espírito, sublime e imortal,
para cima e além do espetáculo consumista em
que o capital tentou desfigurá-lo.
Sammis Reachers
6
NATIVIDADE
Neste Natal, de Cristo o nascimento
Que em Belém de Judá aconteceu,
Fez o Mundo prostrar-se em pensamento
Para adorar Jesus que lá nasceu.
A Doutrina nos traz o ensinamento
De que Jesus aos homens prometeu:
Nova vida de amor, discernimento,
Não importa se é rico ou se é plebeu.
A Estrela que brilhou na Palestina
Resplendente de luz inda ilumina
Os corações dos vossos seguidores.
Que o Mundo seja cheio de Esperança:
Para que a Paz, o Amor e a Confiança
Vivam sempre entre nós, os pecadores.
7
NOS ARREDORES DE BELÉM
A estrada poeirenta e o casal prosseguia
em busca de lugar nos lares de Belém,
– não havia lugar para ficar Maria,
e as casas se fechavam... Era ali, porém,
que, aflita, a virgem mãe seu filho ganharia,
cumprindo-se, de fato, o vaticínio além.
E ali, naquela tosca e santa estrebaria
nasceu o prometido, o símbolo do Bem.
O céu da Palestina encheu-se de esperança,
nasceu o Redentor, a Boa Nova avança
daquela manjedoura para o mundo inteiro.
Hoje, chega o Natal. Sinto uma paz serena
e a minha alma, a sorrir, se sente tão pequena
porque o olhar de Jesus mudou o meu roteiro!
8
TEMPO DE NATAL
A memória se embrenha pelo tempo
que ensina com amor tanta humildade.
Uma emoção envolve o pensamento,
é o Natal de Jesus, da Cristandade.
Aquela noite calma um leve vento
soprava, com dulçor, pela cidade
trazendo ao mundo, novo sentimento
e uma lição de amor à Humanidade.
Nasceu o Cristo, o meigo Nazareno,
envolto pela fé, Jesus sereno,
mostrou ao povo seu amor profundo.
Como nos céus da antiga Palestina
vejo outra vez brilhar a luz divina
iluminando o coração do Mundo.
9
NOVO NATAL
Quando a Estrela brilhou na Palestina
Tremulando sob os céus de Belém.
A terra, afortunada, se ilumina
Porque nasceu Jesus, o Sumo Bem.
Cumprida a predição que nos ensina
Novo tempo de Amor, sorrindo, além,
Pois nasceu da Promessa, a sã doutrina
Que nos garante a Paz, como convém.
O exemplo de Humildade é tão profundo,
Que a vida se refaz em primavera
E traz mais Esperança para o mundo.
Anjos em revoada... O Deus menino
Desceu à terra e trouxe a nova Era
Para mudar, dos homens, o destino!
10
NOITE DE NATAL
É noite de Natal. As luzes da cidade
Iluminam as ruas, praças e avenidas.
Há sorrisos, festejos, mimos de bondade
Na troca de presentes, doces e bebidas.
Que se fez do Natal de paz, fraternidade,
Ou do “papai Noel” chegando às escondidas,
Onde estará o bem, o cetro da verdade,
Cujo manto de amor cobria às nossas vidas?
Bendita seja a fé que torna a vida calma,
Eflúvios de emoção que faz sorrir minha alma
Ao lembrar de Jesus, menino de Belém.
Um desejo de paz me envolve o pensamento:
Que as pregações de fé do Novo Testamento
Sirvam para espalhar o amor no Mundo. Amém!
11
ETERNO NATAL
É noite de Natal. A farta mesa
Revela que o Natal, hoje, mudou.
Quem faz aniversário, com certeza
Em mesa farta assim nunca sentou.
Naquela noite a própria natureza
Em mimos elegantes se enfeitou
Para acolher o Rei, que, sem riqueza
Na manjedoura humilde se mostrou.
Mas hoje a humanidade se desdobra
E por dinheiro faz qualquer manobra
Que não parece se lembrar da cruz.
E do Natal os pobres ficam fora
Aguardando que a luz da nova aurora
Volte a brilhar nos olhos de Jesus!
12
O NATAL DE JESUS
Natal. Noite em Belém. A noite é bela
O céu está tranquilo e deslumbrante.
Quase ninguém percebe a luz daquela
Estrela singular e fascinante.
Quanta beleza envolve aquela tela,
O menino nasceu e o povo errante
Há de encontrar no filho que revela
Uma história de amor edificante.
Grande exemplo naquela estrebaria
Nos deu Jesus, o filho de Maria,
Ao pecador que seu perdão implora.
Hoje, neste Natal, a Humanidade
Já não tem fé, amor, fraternidade,
Pois a ganância tudo quer e explora.
13
SONETO DE NATAL
O sol já se escondia e a noite já chegava
nas cercanias de Belém, já preparada
para o senso que o rei ali realizava
e por isso a cidade estava tão lotada.
Não havia mais lugar, a noite já passava...
José estava tenso e Maria preocupada...
Somente a tosca estrebaria os esperava,
pois ali nasceria a criança desejada.
O céu da antiga Palestina iluminou-se
nasceu o Redentor que humilde à terra trouxe
a mensagem de Paz, Amor e de Esperança.
Quando chega o Natal, de luz eu me ilumino
e volto a ser feliz como outrora um menino,
porém não voltam mais meus sonhos de criança!
14
OUTRO NATAL
E outra vez chega dezembro
o mês das festas e do Natal.
Não mais como o Natal de outrora
portador de paz e de ventura.
Natal cheio de graça, amor, felicidade,
Natal cheio de luz
que os anjos anunciaram
quando nasceu JESUS!
Hoje, a cidade está em festas,
é o Natal comercial...
Porém, nosso maior desejo
é que este Natal nos traga paz,
e aumente o nosso amor, a nossa fé
e em nossos corações uma vez mais
possa nascer sorrindo
O SINGULAR JESUS DE NAZARÉ!
15
NATAL E VIDA
Natal, sempre nos diz o calendário:
Jesus nasceu na gruta de Belém,
depois Jerusalém foi o cenário
que O condenou à cruz, Supremo Bem.
O drama desumano do calvário,
– a mensagem de fé para os que creem,
mas o mundo insensato e perdulário
rejeitou a paz, que da cruz provém.
O menino nasceu e veio ao mundo
para trazer a paz, o amor profundo
aos corações humildes, sem vaidade!
– “Pois aquele que em vida, crê em mim,
mesmo que esteja morto, ainda assim,
comigo viverá na eternidade”!
16
NATAL DA ESPERANÇA
É dezembro. É Natal! Nossa esperança
de ser bom, ser feliz, fazer o bem,
renasce uma vez mais com confiança
na manjedoura humilde de Belém.
Pelas ruas e em toda vizinhança
a verdade se espalha e vai além
que a mensagem da bem-aventurança
traz boas-novas que do céu provém.
O mundo canta e a natureza em festa,
o ser humano brinda e não contesta
o salvador que veio com a luz.
E ao festejarmos teu Natal, ó Cristo,
pedimos vida, cura, fé e insisto:
vamos seguir os passos de Jesus.
17
AINDA O NATAL
Da bela Nazaré partiram com destino
a histórica Belém. Iriam se alistar,
que o decreto exigia a todo peregrino,
por isso o povo não parava de chegar.
Aproximava a noite... Um vento muito fino
soprava por Belém lotada e sem lugar.
Na estrebaria, porém, nasceu o Deus Menino
para que o mundo vil pudesse se salvar.
Pouco tempo passou e após trinta e três anos
o povo enfurecido e envolto em seus enganos
crucificou Jesus – tamanha ingratidão!
E pregado na cruz, pior cena do mundo,
o povo foi ingrato, insano, louco e imundo,
– não aceitou a paz divina do Perdão!
18
TROVAS DE NATAL
Grande lição de Humildade
vem daquela estrebaria.
Natal da Boa Vontade
trazendo paz e alegria.
Natal! Em graça e oferenda
nasceu Jesus em Belém.
A fé cristã recomenda
no mundo fazer o bem.
Naquela Noite festiva
que Deus Menino nasceu,
toda a Terra rediviva
o sumo Bem conheceu.
Neste Natal de verdade,
de paz, ventura, eu insisto:
que a maior fraternidade
foi praticada por Cristo.
19
A LIÇÃO DO NATAL
O vaticínio antigo já dizia
em Belém de Judá há de nascer
o Príncipe da Paz e da Alegria
que mudaria o mundo em seu viver.
E foi ali naquela estrebaria
que os pastores vieram conhecer
o pequenino Filho de Maria
que os Magos se curvaram para crer.
Que lição de humildade envolve o mundo
e marca, para sempre, o dom profundo
de compreender a vida com amor.
Porque só Deus pôde descer à terra,
a única esperança que descerra
a salvação do pobre pecador!
20
DESEJO DE NATAL
Se eu pudesse compor, eu comporia
um poema de paz e de ventura,
cujas palavras cheias de ternura
fossem do amor a eterna melodia.
Se eu soubesse cantar, eu cantaria
nesta noite de luz e de doçura,
e toda a terra venturosa e pura
minha canção a Deus entoaria!
Pois nesta noite de Natal, de glória,
um menino mudou a própria história
da humanidade que não tinha fé...
Que em cada coração aqui presente
possa nascer, feliz, eternamente,
O SINGULAR JESUS DE NAZARÉ!
21
MILAGRE DO NATAL
Há muito tempo uma mulher com uma criança viviam
numa aldeia da Judeia. Sem marido, ela fazia serviços
gerais em casas mais afortunadas da cidade. Com isso
conseguia sobreviver e sustentar a si e sua criança. Sua
família era aquela: – ela e seu pequeno filho.
Certo dia, quando retornou da labuta, encontrou seu
filho ardendo em febre. A noite já cobria de escuridão
àquela aldeia, não havia a quem pedir socorro.
Mesmo no escuro colheu algumas ervas e fez um chá
para a criança tomar. Esperou alguns momentos na
esperança de que a febre cedesse, mas isso não
aconteceu. A criança gemia e chorava ao mesmo
tempo. Sua mãe desesperada saiu noite a dentro à
procura de socorro, mas as casas já estavam todas
fechadas. Ninguém a atendia. Lembrou-se de que um
homem já andara por aquelas vilas fazendo o bem e
curando enfermos: era Jesus de Nazaré, o filho do
carpinteiro e suspirou, dizendo em alta voz: – Ah, se
eu encontrasse Jesus, quem sabe ele iria até meu
casebre socorrer meu filho. Mas, como e onde
encontrá-lo?
Pervagou por ruas e becos, mas nenhuma ajuda
conseguiu. Cansada, exausta, voltou para casa triste e
chorando. Entrou, fechou a portinha do casebre e
diante do filho doente e sem esperanças ficou em
silêncio. De repente, ouviu alguém bater em sua
22
porta. – Quem será a esta hora da noite? Atônita e
curiosa, abriu a porta e ouviu a voz de Jesus dizendo:
– Aqui estou!
Obs.: Inspirado num poema que li há
tempos, de Mário Barreto França.
23
SOBRE O AUTOR
FILEMON FRANCISCO MARTINS, de Ipupiara, Bahia,
17.01.1950, escreveu, entre outros, “FLORES DO MEU
JARDIM” (Poemas, 1ª edição, 1997-Opção2),
“ANSEIOS DO CORAÇÃO” (Poemas, sonetos e trovas-
2011-Scortecci), “DICIONÁRIO GENEALÓGICO DA
FAMÍLIA RIBEIRO MARTINS” (Editora Kelps- Goiânia -
2007) em coautoria com MÁRIO RIBEIRO MARTINS.
“FAGULHAS” (Miscelânea, 2013, Scortecci).
“SONETOS & TROVAS” (Câmara Brasileira de Jovens
Escritores, RJ - 2014), 2ª edição de ¨FLORES DO MEU
JARDIM¨ (Poemas, 2016, Scortecci), ¨HISTÓRIAS QUE
SÓ AGORA EU CONTO¨ (All Print Editora - São Paulo-
2018) e ¨CAMINHOS DO JORDÃO DA BAHIA¨ (RG
Editores, São Paulo-2022). Filho de Adão Francisco
Martins e Francolina Ribeiro Martins (ambos
falecidos).
Após os estudos primários em sua terra natal, estudou
também em Morpará, na Bahia. Mudou-se para São
Paulo, passando a estudar em lugares diferentes.
Prestou serviços à Empresa Folha da Manhã S.A, bem
como à Prefeitura Municipal de São Paulo. Cursou
Administração de Empresas, na Faculdade de
Administração e Ciências Econômicas “Santana”, em
São Paulo.
Por Concurso Público, tornou-se funcionário do
Tribunal Regional Federal da Terceira Região, lotado
24
na Subsecretaria de Feitos da Presidência – UFEP,
onde se aposentou.
Escritor, Ensaísta, Pesquisador, Contista, Cronista e
Poeta. Casou-se com Celene do Socorro Silva Jinkings
Martins. Filhos: Edilson Gentil Jinkings, Allan Denizard
Gentil Jinkings (falecido em 10/10/2020, vítima da
Covid-19), Gilson Gentil Jinkings, Keise Jinkings
Martins e Maíse Jinkings Martins. Membro de diversas
entidades sociais, culturais e de classe, entre as quais,
Academia Anapolina de Filosofia, Ciências e Letras,
Anápolis, Goiás, The International Academy of Letters
of England, (London, England), Academia de Letras de
Ipaussu, SP, Clube Baiano de Trova, Salvador, Bahia e
Instituto Cultural do Vale Caririense, em Juazeiro do
Norte, Ceará, além do Postal Clube, Rio de Janeiro.
Filiado ao Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário
Federal no Estado de São Paulo (SINTRAJUD). Seus
trabalhos literários estão publicados em vários jornais,
revistas e antologias, destacando-se ANUÁRIO DE
POETAS DO BRASIL, 1980 e 1981, ANTOLOGIA
DEL’SECCHI, ANTOLOGIA DE A FIGUEIRA E ANTOLOGIA
DO POSTAL CLUBE, VOLUMES DE 01 A 16. Encontra-se
na ENCICLOPÉDIA DE LITERATURA BRASILEIRA, de
Afrânio Coutinho e J. Galante, edição do MEC, 1990,
com revisão de Graça Coutinho e Rita Moutinho,
edição revista e atualizada, em 2001.
Contato com o autor:
filemon.martins@hotmail.com
www.filemon-martins.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronzebiblevante
 
Diapositivas Discipulado YPS.pptx
Diapositivas Discipulado YPS.pptxDiapositivas Discipulado YPS.pptx
Diapositivas Discipulado YPS.pptxmervin61
 
131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei
131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei
131521987 trinitatea-in-lumina-revelatieiEugen Bostan
 
Quantas vezes satanás foi expulso do céu
Quantas vezes satanás foi expulso do céuQuantas vezes satanás foi expulso do céu
Quantas vezes satanás foi expulso do céuDiego Fortunatto
 
25 profecias Bíblicas cumpridas em um dia
25 profecias  Bíblicas cumpridas em um dia25 profecias  Bíblicas cumpridas em um dia
25 profecias Bíblicas cumpridas em um diaEduardo Vargas
 
Símbolos da maçonaria
Símbolos da maçonariaSímbolos da maçonaria
Símbolos da maçonariaLuan Diego
 
A Saga - ficha de vocabulário
A Saga - ficha de vocabulárioA Saga - ficha de vocabulário
A Saga - ficha de vocabulárioLina Claro
 
Cavaleiro da dinamarca
Cavaleiro da dinamarca Cavaleiro da dinamarca
Cavaleiro da dinamarca belabarata
 
A parábola das dez virgens
A parábola das dez virgensA parábola das dez virgens
A parábola das dez virgensPrElias Souza
 
19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho
19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho
19149929 o-significado-das-cartas-do-baralhoDenis Leonardo
 
Cavaleiro da dinamarca resumo
Cavaleiro da dinamarca   resumoCavaleiro da dinamarca   resumo
Cavaleiro da dinamarca resumoCristina Marques
 
As camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de Beiriz
As camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de BeirizAs camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de Beiriz
As camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de BeirizBiblioteca da Escola EB 2/3 de Beiriz
 
O Rapaz de Bronze 6º C
O Rapaz de Bronze 6º CO Rapaz de Bronze 6º C
O Rapaz de Bronze 6º Cbiblevante
 
olavo bilac - via láctea
 olavo bilac - via láctea olavo bilac - via láctea
olavo bilac - via lácteaJosé Ermida
 
Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510
Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510
Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510Costel Bucur
 

Mais procurados (20)

O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronze
 
Diapositivas Discipulado YPS.pptx
Diapositivas Discipulado YPS.pptxDiapositivas Discipulado YPS.pptx
Diapositivas Discipulado YPS.pptx
 
131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei
131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei
131521987 trinitatea-in-lumina-revelatiei
 
Rapaz de bronze
Rapaz de bronze Rapaz de bronze
Rapaz de bronze
 
Quantas vezes satanás foi expulso do céu
Quantas vezes satanás foi expulso do céuQuantas vezes satanás foi expulso do céu
Quantas vezes satanás foi expulso do céu
 
25 profecias Bíblicas cumpridas em um dia
25 profecias  Bíblicas cumpridas em um dia25 profecias  Bíblicas cumpridas em um dia
25 profecias Bíblicas cumpridas em um dia
 
Símbolos da maçonaria
Símbolos da maçonariaSímbolos da maçonaria
Símbolos da maçonaria
 
A Saga - ficha de vocabulário
A Saga - ficha de vocabulárioA Saga - ficha de vocabulário
A Saga - ficha de vocabulário
 
Cavaleiro da dinamarca
Cavaleiro da dinamarca Cavaleiro da dinamarca
Cavaleiro da dinamarca
 
A parábola das dez virgens
A parábola das dez virgensA parábola das dez virgens
A parábola das dez virgens
 
Contos da Mata dos Medos
Contos da Mata dos MedosContos da Mata dos Medos
Contos da Mata dos Medos
 
19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho
19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho
19149929 o-significado-das-cartas-do-baralho
 
A missão de Pedro
A missão de PedroA missão de Pedro
A missão de Pedro
 
Menina do mar
Menina do marMenina do mar
Menina do mar
 
Cavaleiro da dinamarca resumo
Cavaleiro da dinamarca   resumoCavaleiro da dinamarca   resumo
Cavaleiro da dinamarca resumo
 
Diário de uma totó 4
Diário de uma totó 4Diário de uma totó 4
Diário de uma totó 4
 
As camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de Beiriz
As camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de BeirizAs camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de Beiriz
As camélias na "Saga" de Sophia de Mello Breyner Andresen - Escola EB23de Beiriz
 
O Rapaz de Bronze 6º C
O Rapaz de Bronze 6º CO Rapaz de Bronze 6º C
O Rapaz de Bronze 6º C
 
olavo bilac - via láctea
 olavo bilac - via láctea olavo bilac - via láctea
olavo bilac - via láctea
 
Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510
Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510
Radulucianalexandru deschidereauniversului-160104014510
 

Semelhante a Sonetos Natalinos - Filemon Martins

1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT
1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT
1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANTParoquiaSantoAntonio3
 
Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)Mayara Machado
 
Christmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight MassChristmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight MassMariadaSilva95
 
O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.
O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.
O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.Seduc MT
 
17302183 Espiritismo Infantil Historia 62
17302183 Espiritismo Infantil Historia 6217302183 Espiritismo Infantil Historia 62
17302183 Espiritismo Infantil Historia 62Ana Cristina Freitas
 
SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011
SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011
SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011teatinos
 
Boletim informativo dezembro 2012
Boletim informativo  dezembro 2012Boletim informativo  dezembro 2012
Boletim informativo dezembro 2012fespiritacrista
 
Preparai os Caminhos do Senhor
Preparai os Caminhos do SenhorPreparai os Caminhos do Senhor
Preparai os Caminhos do Senhormalvado01
 

Semelhante a Sonetos Natalinos - Filemon Martins (20)

1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT
1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT
1 DIA NOVENA 061222.ppt NOVENA SANTO ANT
 
Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)Um natal inesquecível (letras)
Um natal inesquecível (letras)
 
Mensagens Natalinas
Mensagens NatalinasMensagens Natalinas
Mensagens Natalinas
 
Christmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight MassChristmas Portuguese Midnight Mass
Christmas Portuguese Midnight Mass
 
Apresentação do coral
Apresentação do coralApresentação do coral
Apresentação do coral
 
O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.
O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.
O IMPOSTOR e a verdadeira história do natal.
 
Evangelho Natal 2020
Evangelho Natal 2020Evangelho Natal 2020
Evangelho Natal 2020
 
Natal de luz
Natal de luzNatal de luz
Natal de luz
 
17302183 Espiritismo Infantil Historia 62
17302183 Espiritismo Infantil Historia 6217302183 Espiritismo Infantil Historia 62
17302183 Espiritismo Infantil Historia 62
 
507 an 24_dezembro_2014.ok
507 an 24_dezembro_2014.ok507 an 24_dezembro_2014.ok
507 an 24_dezembro_2014.ok
 
O significado do natal
O significado do natalO significado do natal
O significado do natal
 
SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011
SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011
SEMINÁRIO SÃO PIO X - FARTURA - DEZEMBRO 2011
 
Bimba kids 23-12-2012
Bimba kids   23-12-2012Bimba kids   23-12-2012
Bimba kids 23-12-2012
 
Cânticos Sagrados da Escola Dominical
Cânticos Sagrados da Escola DominicalCânticos Sagrados da Escola Dominical
Cânticos Sagrados da Escola Dominical
 
555 an 24 dezembro_2015.ok
555 an 24 dezembro_2015.ok555 an 24 dezembro_2015.ok
555 an 24 dezembro_2015.ok
 
Boletim informativo dezembro 2012
Boletim informativo  dezembro 2012Boletim informativo  dezembro 2012
Boletim informativo dezembro 2012
 
Frases
FrasesFrases
Frases
 
O Natal - Músicas
O Natal - MúsicasO Natal - Músicas
O Natal - Músicas
 
Preparai os Caminhos do Senhor
Preparai os Caminhos do SenhorPreparai os Caminhos do Senhor
Preparai os Caminhos do Senhor
 
Folha informativa 08-01-2017
Folha informativa 08-01-2017Folha informativa 08-01-2017
Folha informativa 08-01-2017
 

Mais de Sammis Reachers

Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide SilvaVivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide SilvaSammis Reachers
 
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis ReachersFanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis ReachersSammis Reachers
 
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - AntologiaO Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - AntologiaSammis Reachers
 
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé 1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé Sammis Reachers
 
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdfFanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdfSammis Reachers
 
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãosRevista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãosSammis Reachers
 
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-bookSammis Reachers
 
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologiaPoemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologiaSammis Reachers
 
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistasLinha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistasSammis Reachers
 
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização MissionáriaGoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização MissionáriaSammis Reachers
 
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para AdultosCurso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para AdultosSammis Reachers
 
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdfCOMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdfSammis Reachers
 
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdfAs Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdfSammis Reachers
 
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis ReachersRenato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis ReachersSammis Reachers
 
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis ReachersCARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis ReachersSammis Reachers
 
Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...
Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...
Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...Sammis Reachers
 
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERINGPôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERINGSammis Reachers
 
O que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoO que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoSammis Reachers
 
Antes que seja tarde demais - E-book
Antes que seja tarde demais  - E-bookAntes que seja tarde demais  - E-book
Antes que seja tarde demais - E-bookSammis Reachers
 
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil Sammis Reachers
 

Mais de Sammis Reachers (20)

Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide SilvaVivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
 
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis ReachersFanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
 
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - AntologiaO Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
 
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé 1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
 
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdfFanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
 
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãosRevista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
 
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
 
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologiaPoemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
 
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistasLinha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
 
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização MissionáriaGoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
 
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para AdultosCurso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
 
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdfCOMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
 
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdfAs Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
 
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis ReachersRenato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
 
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis ReachersCARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
 
Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...
Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...
Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Rea...
 
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERINGPôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
 
O que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoO que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuito
 
Antes que seja tarde demais - E-book
Antes que seja tarde demais  - E-bookAntes que seja tarde demais  - E-book
Antes que seja tarde demais - E-book
 
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
 

Último

ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024thandreola
 

Último (15)

ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 

Sonetos Natalinos - Filemon Martins

  • 1. 1
  • 3. 3 Poemas Natalinos © 2022 Filemon Martins, todos os direitos reservados. Edição: Sammis Reachers / Blog Poesia Evangélica
  • 4. 4 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO / 05 NATIVIDADE / 06 NOS ARREDORES DE BELÉM / 07 TEMPO DE NATAL / 08 NOVO NATAL / 09 NOITE DE NATAL / 10 ETERNO NATAL / 11 O NATAL DE JESUS / 12 SONETO DE NATAL / 13 OUTRO NATAL / 14 NATAL E VIDA / 15 NATAL DA ESPERANÇA / 16 AINDA O NATAL / 17 TROVAS DE NATAL / 18 A LIÇÃO DO NATAL / 19 DESEJO DE NATAL / 20 MILAGRE DO NATAL / 21 SOBRE O AUTOR / 23
  • 5. 5 APRESENTAÇÃO Ao lado do Ano Novo, o Natal é a festa máxima de nossa – e de outras – civilizações. Sim, pois mesmo países e culturas não (ou não majoritariamente) cristãos, fascinados pelo encanto de tal festejo, celebram-no com alegria. Natal é data que marca o natalício dAquele Salvador, Deus encarnado, que de carne se vestiu para pagar o preço do resgate exigido de cada um de nós, de cada um que nEle pura e simplesmente crer. Cristo, o segundo Adão, veio como presente, reparar aquilo que o primeiro Adão quebrou com sua desobediência. Neste pequeno e gratuito e-book, Filemon Martins, poeta, escritor e operário da cultura, nos oferece uma fração de seu talento, versejando o Natal de maneira inspirada e edificante – o Natal em seu verdadeiro espírito, sublime e imortal, para cima e além do espetáculo consumista em que o capital tentou desfigurá-lo. Sammis Reachers
  • 6. 6 NATIVIDADE Neste Natal, de Cristo o nascimento Que em Belém de Judá aconteceu, Fez o Mundo prostrar-se em pensamento Para adorar Jesus que lá nasceu. A Doutrina nos traz o ensinamento De que Jesus aos homens prometeu: Nova vida de amor, discernimento, Não importa se é rico ou se é plebeu. A Estrela que brilhou na Palestina Resplendente de luz inda ilumina Os corações dos vossos seguidores. Que o Mundo seja cheio de Esperança: Para que a Paz, o Amor e a Confiança Vivam sempre entre nós, os pecadores.
  • 7. 7 NOS ARREDORES DE BELÉM A estrada poeirenta e o casal prosseguia em busca de lugar nos lares de Belém, – não havia lugar para ficar Maria, e as casas se fechavam... Era ali, porém, que, aflita, a virgem mãe seu filho ganharia, cumprindo-se, de fato, o vaticínio além. E ali, naquela tosca e santa estrebaria nasceu o prometido, o símbolo do Bem. O céu da Palestina encheu-se de esperança, nasceu o Redentor, a Boa Nova avança daquela manjedoura para o mundo inteiro. Hoje, chega o Natal. Sinto uma paz serena e a minha alma, a sorrir, se sente tão pequena porque o olhar de Jesus mudou o meu roteiro!
  • 8. 8 TEMPO DE NATAL A memória se embrenha pelo tempo que ensina com amor tanta humildade. Uma emoção envolve o pensamento, é o Natal de Jesus, da Cristandade. Aquela noite calma um leve vento soprava, com dulçor, pela cidade trazendo ao mundo, novo sentimento e uma lição de amor à Humanidade. Nasceu o Cristo, o meigo Nazareno, envolto pela fé, Jesus sereno, mostrou ao povo seu amor profundo. Como nos céus da antiga Palestina vejo outra vez brilhar a luz divina iluminando o coração do Mundo.
  • 9. 9 NOVO NATAL Quando a Estrela brilhou na Palestina Tremulando sob os céus de Belém. A terra, afortunada, se ilumina Porque nasceu Jesus, o Sumo Bem. Cumprida a predição que nos ensina Novo tempo de Amor, sorrindo, além, Pois nasceu da Promessa, a sã doutrina Que nos garante a Paz, como convém. O exemplo de Humildade é tão profundo, Que a vida se refaz em primavera E traz mais Esperança para o mundo. Anjos em revoada... O Deus menino Desceu à terra e trouxe a nova Era Para mudar, dos homens, o destino!
  • 10. 10 NOITE DE NATAL É noite de Natal. As luzes da cidade Iluminam as ruas, praças e avenidas. Há sorrisos, festejos, mimos de bondade Na troca de presentes, doces e bebidas. Que se fez do Natal de paz, fraternidade, Ou do “papai Noel” chegando às escondidas, Onde estará o bem, o cetro da verdade, Cujo manto de amor cobria às nossas vidas? Bendita seja a fé que torna a vida calma, Eflúvios de emoção que faz sorrir minha alma Ao lembrar de Jesus, menino de Belém. Um desejo de paz me envolve o pensamento: Que as pregações de fé do Novo Testamento Sirvam para espalhar o amor no Mundo. Amém!
  • 11. 11 ETERNO NATAL É noite de Natal. A farta mesa Revela que o Natal, hoje, mudou. Quem faz aniversário, com certeza Em mesa farta assim nunca sentou. Naquela noite a própria natureza Em mimos elegantes se enfeitou Para acolher o Rei, que, sem riqueza Na manjedoura humilde se mostrou. Mas hoje a humanidade se desdobra E por dinheiro faz qualquer manobra Que não parece se lembrar da cruz. E do Natal os pobres ficam fora Aguardando que a luz da nova aurora Volte a brilhar nos olhos de Jesus!
  • 12. 12 O NATAL DE JESUS Natal. Noite em Belém. A noite é bela O céu está tranquilo e deslumbrante. Quase ninguém percebe a luz daquela Estrela singular e fascinante. Quanta beleza envolve aquela tela, O menino nasceu e o povo errante Há de encontrar no filho que revela Uma história de amor edificante. Grande exemplo naquela estrebaria Nos deu Jesus, o filho de Maria, Ao pecador que seu perdão implora. Hoje, neste Natal, a Humanidade Já não tem fé, amor, fraternidade, Pois a ganância tudo quer e explora.
  • 13. 13 SONETO DE NATAL O sol já se escondia e a noite já chegava nas cercanias de Belém, já preparada para o senso que o rei ali realizava e por isso a cidade estava tão lotada. Não havia mais lugar, a noite já passava... José estava tenso e Maria preocupada... Somente a tosca estrebaria os esperava, pois ali nasceria a criança desejada. O céu da antiga Palestina iluminou-se nasceu o Redentor que humilde à terra trouxe a mensagem de Paz, Amor e de Esperança. Quando chega o Natal, de luz eu me ilumino e volto a ser feliz como outrora um menino, porém não voltam mais meus sonhos de criança!
  • 14. 14 OUTRO NATAL E outra vez chega dezembro o mês das festas e do Natal. Não mais como o Natal de outrora portador de paz e de ventura. Natal cheio de graça, amor, felicidade, Natal cheio de luz que os anjos anunciaram quando nasceu JESUS! Hoje, a cidade está em festas, é o Natal comercial... Porém, nosso maior desejo é que este Natal nos traga paz, e aumente o nosso amor, a nossa fé e em nossos corações uma vez mais possa nascer sorrindo O SINGULAR JESUS DE NAZARÉ!
  • 15. 15 NATAL E VIDA Natal, sempre nos diz o calendário: Jesus nasceu na gruta de Belém, depois Jerusalém foi o cenário que O condenou à cruz, Supremo Bem. O drama desumano do calvário, – a mensagem de fé para os que creem, mas o mundo insensato e perdulário rejeitou a paz, que da cruz provém. O menino nasceu e veio ao mundo para trazer a paz, o amor profundo aos corações humildes, sem vaidade! – “Pois aquele que em vida, crê em mim, mesmo que esteja morto, ainda assim, comigo viverá na eternidade”!
  • 16. 16 NATAL DA ESPERANÇA É dezembro. É Natal! Nossa esperança de ser bom, ser feliz, fazer o bem, renasce uma vez mais com confiança na manjedoura humilde de Belém. Pelas ruas e em toda vizinhança a verdade se espalha e vai além que a mensagem da bem-aventurança traz boas-novas que do céu provém. O mundo canta e a natureza em festa, o ser humano brinda e não contesta o salvador que veio com a luz. E ao festejarmos teu Natal, ó Cristo, pedimos vida, cura, fé e insisto: vamos seguir os passos de Jesus.
  • 17. 17 AINDA O NATAL Da bela Nazaré partiram com destino a histórica Belém. Iriam se alistar, que o decreto exigia a todo peregrino, por isso o povo não parava de chegar. Aproximava a noite... Um vento muito fino soprava por Belém lotada e sem lugar. Na estrebaria, porém, nasceu o Deus Menino para que o mundo vil pudesse se salvar. Pouco tempo passou e após trinta e três anos o povo enfurecido e envolto em seus enganos crucificou Jesus – tamanha ingratidão! E pregado na cruz, pior cena do mundo, o povo foi ingrato, insano, louco e imundo, – não aceitou a paz divina do Perdão!
  • 18. 18 TROVAS DE NATAL Grande lição de Humildade vem daquela estrebaria. Natal da Boa Vontade trazendo paz e alegria. Natal! Em graça e oferenda nasceu Jesus em Belém. A fé cristã recomenda no mundo fazer o bem. Naquela Noite festiva que Deus Menino nasceu, toda a Terra rediviva o sumo Bem conheceu. Neste Natal de verdade, de paz, ventura, eu insisto: que a maior fraternidade foi praticada por Cristo.
  • 19. 19 A LIÇÃO DO NATAL O vaticínio antigo já dizia em Belém de Judá há de nascer o Príncipe da Paz e da Alegria que mudaria o mundo em seu viver. E foi ali naquela estrebaria que os pastores vieram conhecer o pequenino Filho de Maria que os Magos se curvaram para crer. Que lição de humildade envolve o mundo e marca, para sempre, o dom profundo de compreender a vida com amor. Porque só Deus pôde descer à terra, a única esperança que descerra a salvação do pobre pecador!
  • 20. 20 DESEJO DE NATAL Se eu pudesse compor, eu comporia um poema de paz e de ventura, cujas palavras cheias de ternura fossem do amor a eterna melodia. Se eu soubesse cantar, eu cantaria nesta noite de luz e de doçura, e toda a terra venturosa e pura minha canção a Deus entoaria! Pois nesta noite de Natal, de glória, um menino mudou a própria história da humanidade que não tinha fé... Que em cada coração aqui presente possa nascer, feliz, eternamente, O SINGULAR JESUS DE NAZARÉ!
  • 21. 21 MILAGRE DO NATAL Há muito tempo uma mulher com uma criança viviam numa aldeia da Judeia. Sem marido, ela fazia serviços gerais em casas mais afortunadas da cidade. Com isso conseguia sobreviver e sustentar a si e sua criança. Sua família era aquela: – ela e seu pequeno filho. Certo dia, quando retornou da labuta, encontrou seu filho ardendo em febre. A noite já cobria de escuridão àquela aldeia, não havia a quem pedir socorro. Mesmo no escuro colheu algumas ervas e fez um chá para a criança tomar. Esperou alguns momentos na esperança de que a febre cedesse, mas isso não aconteceu. A criança gemia e chorava ao mesmo tempo. Sua mãe desesperada saiu noite a dentro à procura de socorro, mas as casas já estavam todas fechadas. Ninguém a atendia. Lembrou-se de que um homem já andara por aquelas vilas fazendo o bem e curando enfermos: era Jesus de Nazaré, o filho do carpinteiro e suspirou, dizendo em alta voz: – Ah, se eu encontrasse Jesus, quem sabe ele iria até meu casebre socorrer meu filho. Mas, como e onde encontrá-lo? Pervagou por ruas e becos, mas nenhuma ajuda conseguiu. Cansada, exausta, voltou para casa triste e chorando. Entrou, fechou a portinha do casebre e diante do filho doente e sem esperanças ficou em silêncio. De repente, ouviu alguém bater em sua
  • 22. 22 porta. – Quem será a esta hora da noite? Atônita e curiosa, abriu a porta e ouviu a voz de Jesus dizendo: – Aqui estou! Obs.: Inspirado num poema que li há tempos, de Mário Barreto França.
  • 23. 23 SOBRE O AUTOR FILEMON FRANCISCO MARTINS, de Ipupiara, Bahia, 17.01.1950, escreveu, entre outros, “FLORES DO MEU JARDIM” (Poemas, 1ª edição, 1997-Opção2), “ANSEIOS DO CORAÇÃO” (Poemas, sonetos e trovas- 2011-Scortecci), “DICIONÁRIO GENEALÓGICO DA FAMÍLIA RIBEIRO MARTINS” (Editora Kelps- Goiânia - 2007) em coautoria com MÁRIO RIBEIRO MARTINS. “FAGULHAS” (Miscelânea, 2013, Scortecci). “SONETOS & TROVAS” (Câmara Brasileira de Jovens Escritores, RJ - 2014), 2ª edição de ¨FLORES DO MEU JARDIM¨ (Poemas, 2016, Scortecci), ¨HISTÓRIAS QUE SÓ AGORA EU CONTO¨ (All Print Editora - São Paulo- 2018) e ¨CAMINHOS DO JORDÃO DA BAHIA¨ (RG Editores, São Paulo-2022). Filho de Adão Francisco Martins e Francolina Ribeiro Martins (ambos falecidos). Após os estudos primários em sua terra natal, estudou também em Morpará, na Bahia. Mudou-se para São Paulo, passando a estudar em lugares diferentes. Prestou serviços à Empresa Folha da Manhã S.A, bem como à Prefeitura Municipal de São Paulo. Cursou Administração de Empresas, na Faculdade de Administração e Ciências Econômicas “Santana”, em São Paulo. Por Concurso Público, tornou-se funcionário do Tribunal Regional Federal da Terceira Região, lotado
  • 24. 24 na Subsecretaria de Feitos da Presidência – UFEP, onde se aposentou. Escritor, Ensaísta, Pesquisador, Contista, Cronista e Poeta. Casou-se com Celene do Socorro Silva Jinkings Martins. Filhos: Edilson Gentil Jinkings, Allan Denizard Gentil Jinkings (falecido em 10/10/2020, vítima da Covid-19), Gilson Gentil Jinkings, Keise Jinkings Martins e Maíse Jinkings Martins. Membro de diversas entidades sociais, culturais e de classe, entre as quais, Academia Anapolina de Filosofia, Ciências e Letras, Anápolis, Goiás, The International Academy of Letters of England, (London, England), Academia de Letras de Ipaussu, SP, Clube Baiano de Trova, Salvador, Bahia e Instituto Cultural do Vale Caririense, em Juazeiro do Norte, Ceará, além do Postal Clube, Rio de Janeiro. Filiado ao Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo (SINTRAJUD). Seus trabalhos literários estão publicados em vários jornais, revistas e antologias, destacando-se ANUÁRIO DE POETAS DO BRASIL, 1980 e 1981, ANTOLOGIA DEL’SECCHI, ANTOLOGIA DE A FIGUEIRA E ANTOLOGIA DO POSTAL CLUBE, VOLUMES DE 01 A 16. Encontra-se na ENCICLOPÉDIA DE LITERATURA BRASILEIRA, de Afrânio Coutinho e J. Galante, edição do MEC, 1990, com revisão de Graça Coutinho e Rita Moutinho, edição revista e atualizada, em 2001. Contato com o autor: filemon.martins@hotmail.com www.filemon-martins.blogspot.com