SlideShare uma empresa Scribd logo
3°Geração De ComputadoresG5: Gean BrendaWillanJuniorHenriqueRomário
IntroduçãoA terceira geração de computadores, com início em 1965, teve como evolução primordial a implementação de circuitos integrados.
HISTÓRIA INTRODUTIVANa década de 50, Geoffrey W. A. Dummer desenvolveu a ideia inicial de um Circuito integrado(CI). Dummer deu varias palestras para a propagação de sua ideia e, em 1958, Robert Noyce, Jean Hoerni, Jack Kilbye Kurt Lehovec, iniciaram o desenvolvimento de circuitos integrados. Esperava-se que tal tecnologia tornassem os computadores até ali obsoletos.
AvançosO uso de transistores passou a ser substituído pelo circuitos integrados, unidades de encapsulamento semicondutoras que agrupam transistores, resistores, diodose outros componentes elétricos interligados em uma pastilha de Silícioe Germânio, que passaram a ser conhecidos como chips. As duas variedades de circuitos integrados da geração eram o SSI (Small-scale integration – Circuito de pequena escala) com cerca 10 transistores por chip e os MSI (Medium-scale integration -Circuito de média escala) com cerca 100 transistores por chip. Por outro lado, a proximidade dos circuitos possibilitou um aumento na velocidade de processamento computadores, chegando à velocidade de 1.000.000 operações por segundo (nanossegundos), e no número de operações simultâneas (pois os diferentes circuitos do chip poderiam se comunicar com hardwares distintos ao mesmo tempo), além de um aumento na confiabilidade da máquina. Além de tudo isso, agora era possível aumentar a capacidade um computador acordo com necessidade. Os custo de produção um computador começavam a cair, atingindo uma faixa mercado que abrangia empresas de médio porte, centros pesquisa e universidades menores, fazendo com que os computadores não fossem mais exclusivos para uso militar e científico. O uso domiciliar ainda não era comum pois sua aquisição difícil devido a eles serem grandes, robustos e necessitarem de muita energia para seu resfriamento do sistema digestivo.
Linguagens & Sistemas OperacionaisA substituição de válvulas por transistores possibilitou a criação linguagens tipo assembly, e no início da década de 60 surgiram as primeiras linguagens alto nível, com o intuito de facilitar a programação, tais como COBOL, FORTRAN, e ALGOL. Com o lançamento da ideia de família computadores com os modelos IBM System/360, que tentou resolver o problema da total incompatibilidade das linhas de computadores usados até então (científicos e comerciais) ao proporcionar uma camada de software entre os usuários e o hardware, começou-se a perder visão centrada em hardware e ganhou foco o ambiente do software, que impulsionou desenvolvimento da programação de softwares e sistemas operacionais. No final da geração, surgiram mais linguagens, CPL, PL/I, BASICe Linguagem B (de baixo nível), que deram força à programação.
Principais ComputadoresOs primeiros computadores a usarem circuitos integrados foram os modelos B3500 e o B3600 produzidos pela Burroughs Corporatione os computadores da linha IBM System/360, compatíveis em nível de software, que foram um sucesso na época, vendendo milhares De Unidades.
Dispositivos & ComponentesArmazenamento:Fita magnética. Inovações:Mouse, criado em 1968 por Douglas Engelbart, do Instituto de pesquisas Stanford. Essa versão inicial era de madeira e possuía apenas um botão.
Meio ExternoComputadores foram fortemente usados pelos governos estadunidense e soviético durante a Guerra Friapara projetar misseis, aviões e decodificar códigos e mais ainda durante a Corrida espacial. O Projeto Apollotinha computadores de bordo com capacidade processamento quase igual a de um relógio digital. O AGC (Apollo Guidance Computer), possuía aproximadamente 4100 circuitos integrados e uma velocidade de processamento 1024MHz. Ele foi usado no sistema de navegação e tinha total controle sobre os demais sistemas da nave.
Lei De MooreEm 1965, juntamente com a evolução dos circuitos integrados, surge uma lei que iria estabelecer pseudo-regra para a evolução de computadores, Lei de Moore, criada por Gordon Moore. Tal lei dizia que o número de transistores dos chips dobraria a cada 18 meses, mantendo o mesmo custo.
4°Geração De Computadores
IntroduçãoA quarta geração teve início em 1971, quando a Intellançou o primeiro microprocessador, o Intel 4004, muito mais potente que os circuitos SSI e MSI de até então, só terminou em 1981 com o lançamento dos circuitos ULSI (Circuitos de Escala Ultra Grande).
História IntrodutivaContinuou-se o desenvolvimento do Circuito Integradoe a busca de se colocar cada vez mais um maior número componentes em um chip. A Intelcomeçou suas pesquisas nessa área em 1969. Os resultados foram vistos quando, em novembro de 1971, buscando atender ao pedido de uma empresa japonesa que precisava de umcircuito integrado especial, a Intelelaborou o 4004, criado por Federico Faggin, Ted Hoff e Stanley Mazor, primeiro microprocessadorcomercial.
AvançosCom o prosseguimento do projeto de miniaturização surgiram os Circuitos Integrados LSI (de Larga Escala), com mil transistorespor chip e os VLSI Technology(Circuitos de Larguíssima Escala), com 100 mil transistores por chip, e esses novos circuitos passaram a ser chamados de microprocessadores. Os computadores diminuíram de tamanho com o uso desses chips e passaram a ser chamados microcomputadores. O aumento da velocidade nos processadorespossibilitou a execução de um número cada vez maior tarefas ao mesmo tempo. A memóriaendereçada também cresceu, chegando a 64KB. Até a Terceira Geração de Computadoreso tempo de resposta das máquinas era medido em ciclos, ou seja, o número de ações em curtos períodos tempo para ver a fração segundo utilizada por cada. Com a velocidade dos microprocessadores isso não era viável. Por surgiram as medições por clock, que calcula o número de ciclos podem ser realizados por segundo. 1Nesta geração, o número de clock dos microcomputadores chegava a até 4MHz. Porém, um dos principais avanços dessa época foi o surgimento da teleinformática, caracterizada pela transmissão de dados entre computadores por meio uma rede.
InternetDe 1969 a 1972 foi criada Arpanet, que deu inicio a Internet(teleinformática) que conhecemos hoje. A rede entrou no ar em dezembro de 1969, inicialmente com apenas 4 nós (sediados em Stanford Research Institute, na Universidade da Califórnia, na Universidade de Santa Barbarae na Universidade de Utah, todos nos Estados Unidos). Eles eram interligados através de links 50 kbps, criados usando linhas telefônicas dedicadas, adaptadas para o uso de transmissão dados.2Em 1971, ocorre a transmissão do primeiro e-mail, realizada pela Universidade da Califórniapara um computador na Stanford Research Institute com o texto “LOGIN”, mas chegou apenas "LO". A Ethernetsurgiu entre 1972 e 1973, dentro do PARC(o laboratório de desenvolvimento da Xerox, em Palo Alto, Estados Unidos), onde foi feito o primeiro teste de transmissão dados usando esse padrão. Em 1974 surgiu o TCP/IP, que acabou se tornando o protocolo definitivo para uso na ARPANETe mais tarde na Internet.
O microprocessador Intel 4004trabalhava com 4 bits, clock de 740khz e possuía certa de 2300 transistores, podendo calcular até 92 mil instruções por segundo, capacidade de processamento equivalente ao ENIACem 1946. No começo da década de 70 ele era usado em calculadoras eletrônicas. No ano seguinte, a Intel lançou o 8008, primeiro microprocessador de 8 bits, com barramento externo 14 capaz endereçar 16 KB de memóriae com clock de 0,8 MHz. Em 1974 saiu um novo modelo, o 8080, que ainda era de 8 bits, mas conseguia executar, com limitações, operações de 16 bits. Seu clock era de 2MHz e endereçava centenas milhares operações por segundo, até 64KB de memória. Seu objetivo inicial era controlar mísseis. Microprocessadores
MicrocomputadoresO primeiro microcomputador lançado foi o Altair 8800, que utilizava o microprocessador 8080 da Intel e custava cerca de US$ 621,00. Em 1971, surgiu o Sistema/370 da IBM, primeiro computador com a memória central inteiramente constituída por tecnologia monolítica (condensamento de muitos circuitos em pequeníssimos chips de silício), que, devido a grande integração e densidade memória, melhorou consideravelmente a velocidade, capacidade e eficiência. Logo em 1973 foi criado o Xerox Alto, desenvolvido pelo Xerox Parc, um microcomputador que utilizava uma interface gráfica de usuário e o primeiro 'desktop' pessoal. Em 1976, Sthephen Wozniak, ex-funcionário da HP e Steve Jobs, da Atari, uniram-se formando uma pequena empresa, a Apple. Produziram então o primeiro microcomputador de sucesso, o Apple I, inicialmente vendido como computador kit, e que é considerado o primeiro computador pessoal, pois possuía um pequeno monitor gráfico que exibia o estava acontecendo no PC.
Linguagens & Sistemas OperacionaisOs primeiro Sistemas Operacionais foram os Monousuários e monotarefa, criados para que o usuário pudesse executar uma única tarefa por vez. Estes sistemas se caracterizam por permitir que os recursos da máquina (processador,memóriae periféricos) fiquem alocados exclusivamente para uma tarefa. O MS-DOS, sistema operacional para computadores baseados no IBM PC, e o Palm OSdos computadores Palm são exemplos de sistemas Monousuário e monotarefa. Mais para frente surgiram os Monousuários e multitarefas, criados que o usuário pudesse executar várias tarefas(programas) ao mesmo tempo. O Microsoft Windowse o AppleMacOSsão exemplos de Sistemas Operacionais multitarefa. Por último vieram os sistemas Multiusuários, que permitem vários usuários utilizem simultaneamente os recursos do computador. São exemplos desse sistema o Unix, Linuxe Windows NT. O MS-DOS da Microsofte o UNIX foram sistemas operacionais que tiveram um amplo uso nos computadores pessoais. Depois o surgiu Windowsque a princípio era mais uma shell do que um S.O., mas então surgiu o Windows95, que substituiu de vez o uso do MS-DOS.
Componentes & DispositivosNesta época os computadores ainda eram máquinas sem muitos periféricos, geralmente operavam com processadores de 4 ou 8 bits, tinham entrada para um dois disquetesde 8 ou 5¼, suporte a teclado, memória RAM de 4 a 128 KB e monitor. Os discos rígidosnão eram muito usados por ser uma peça ainda cara. Um dos últimos discos rígidos desta geração foi o Seagate ST-506, lançado em 1981, que alcançou 5MB de capacidade. Além do disco rígido, o mouse também era um dispositivo muito pouco usado nesta geração, não pelo preço, mas por que os sistemas operacionais ainda não possuíam interface gráfica adequada para eles. O primeiro disco magnético flexível, ou Disquete, foi apresentado pela IBMem 1971Eram discos de armazenamento com mídia magnética removível o tamanho 8 e 5¼ polegadas usados para o carregamento e boot de programas do próprio sistema operacional (já que muitos computadores não usavam discos rígidos), e que possuíam inicialmente capacidade de armazenamento de 180KB, depois 360KB, e então surgiram os alta densidade, com 1.2MB armazenamento. Com o tempo, as mídias dos disquetes se desgastavam, impossibilitando sua leitura, então eram usadas duas entradas para eles nos computadores, poder copiar os dados de um disquete o outro. 5Eram usados adaptadores gráficos para a exibição de textos, como o padrão MDA (Monochrome Display Adapter), que era capaz de exibir apenas textos com duas cores e o padrão CGA (Color Graphics Adapter), que possuía capacidade gráfica e exibição de textos com mais cores, porém era muito ruim para ler.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Quarta_gera%C3%A7%C3%A3o_de_computadoresReferênciahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Terceira_gera%C3%A7%C3%A3o_de_computadores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Unidade 1.4. os dispositivos de entrada e saida mais comuns
Unidade 1.4.   os dispositivos de entrada e saida mais comunsUnidade 1.4.   os dispositivos de entrada e saida mais comuns
Unidade 1.4. os dispositivos de entrada e saida mais comuns
henriquecorreiosapo
 
Gerações de computadores
Gerações de computadoresGerações de computadores
Gerações de computadores
Samuel Carvalho
 
Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1
Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1
Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1Fernanda Firmino
 
INTEL vs AMD
INTEL vs AMDINTEL vs AMD
INTEL vs AMD
Petterson Castro
 
Evolução dos Computadores
Evolução dos ComputadoresEvolução dos Computadores
Evolução dos Computadores
Lucky Fox
 
Componentes da placa mãe
Componentes da placa mãeComponentes da placa mãe
Componentes da placa mãe
Wilsonkentura
 
Barramentos
BarramentosBarramentos
Memória Ram - Aula Completa
Memória Ram - Aula CompletaMemória Ram - Aula Completa
Memória Ram - Aula Completa
Universidade Zambeze
 
Manutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadoresManutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadores
Joka Luiz
 
Evolução da informática
Evolução da informáticaEvolução da informática
Evolução da informática
Julian Boldt Pinto
 
4ª geração de computadores
4ª geração de computadores4ª geração de computadores
4ª geração de computadores
alexm98
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
Ricardo Andrade
 
História da informática - Parte II
História da informática - Parte IIHistória da informática - Parte II
História da informática - Parte II
Nécio de Lima Veras
 
tic-conceitos-basicos
tic-conceitos-basicostic-conceitos-basicos
tic-conceitos-basicos
chinitapt
 
A história do computador
A história do computadorA história do computador
A história do computador
Marcos Nascimento
 
Historia da Informática
 Historia da Informática Historia da Informática
Historia da Informática
Fran Plautz
 
Trabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadoresTrabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadores
Tiago
 
Arquitetura de-computadores-apostila-avançada completa
Arquitetura de-computadores-apostila-avançada completaArquitetura de-computadores-apostila-avançada completa
Arquitetura de-computadores-apostila-avançada completa
Fundação Educacionbal Unificada Campograndense
 
Informática 1-conceitos e componentes
Informática  1-conceitos e componentesInformática  1-conceitos e componentes
Informática 1-conceitos e componentes
Mauro Pereira
 
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O ComputadorIntrodução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Ministério Público da Paraíba
 

Mais procurados (20)

Unidade 1.4. os dispositivos de entrada e saida mais comuns
Unidade 1.4.   os dispositivos de entrada e saida mais comunsUnidade 1.4.   os dispositivos de entrada e saida mais comuns
Unidade 1.4. os dispositivos de entrada e saida mais comuns
 
Gerações de computadores
Gerações de computadoresGerações de computadores
Gerações de computadores
 
Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1
Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1
Histórico e-evolução-dos-computadores-mbr1
 
INTEL vs AMD
INTEL vs AMDINTEL vs AMD
INTEL vs AMD
 
Evolução dos Computadores
Evolução dos ComputadoresEvolução dos Computadores
Evolução dos Computadores
 
Componentes da placa mãe
Componentes da placa mãeComponentes da placa mãe
Componentes da placa mãe
 
Barramentos
BarramentosBarramentos
Barramentos
 
Memória Ram - Aula Completa
Memória Ram - Aula CompletaMemória Ram - Aula Completa
Memória Ram - Aula Completa
 
Manutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadoresManutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadores
 
Evolução da informática
Evolução da informáticaEvolução da informática
Evolução da informática
 
4ª geração de computadores
4ª geração de computadores4ª geração de computadores
4ª geração de computadores
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
 
História da informática - Parte II
História da informática - Parte IIHistória da informática - Parte II
História da informática - Parte II
 
tic-conceitos-basicos
tic-conceitos-basicostic-conceitos-basicos
tic-conceitos-basicos
 
A história do computador
A história do computadorA história do computador
A história do computador
 
Historia da Informática
 Historia da Informática Historia da Informática
Historia da Informática
 
Trabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadoresTrabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadores
 
Arquitetura de-computadores-apostila-avançada completa
Arquitetura de-computadores-apostila-avançada completaArquitetura de-computadores-apostila-avançada completa
Arquitetura de-computadores-apostila-avançada completa
 
Informática 1-conceitos e componentes
Informática  1-conceitos e componentesInformática  1-conceitos e componentes
Informática 1-conceitos e componentes
 
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O ComputadorIntrodução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
 

Destaque

Geração dos computadores
Geração dos computadoresGeração dos computadores
Geração dos computadores
IEFP-Porto
 
3ª geração dos computadores
3ª geração dos computadores3ª geração dos computadores
3ª geração dos computadores
4MaiconLustosa
 
Citrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business Manager
Citrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business ManagerCitrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business Manager
Citrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business Manager
Digicomp Academy AG
 
Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração
Marco Casquinha
 
Evolução dos computadores
Evolução dos computadoresEvolução dos computadores
Evolução dos computadores
Joao Anderson Nascimento Barnabé
 
historia dos computadores e sistemas numéricos
historia dos computadores e sistemas numéricoshistoria dos computadores e sistemas numéricos
historia dos computadores e sistemas numéricos
Evandro Manara Miletto
 
Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª GeraçãoInformática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração
Marco Casquinha
 
Processadores 4° geração
Processadores 4° geraçãoProcessadores 4° geração
Processadores 4° geração
Valdeir Frizzera
 
Introdução a computadores
Introdução a computadoresIntrodução a computadores
Introdução a computadores
Joao da Burra
 
Gerações de computadores
Gerações de computadoresGerações de computadores
Gerações de computadores
Karen Carvalho
 
A HistóRia Da ComputaçãO
A HistóRia Da ComputaçãOA HistóRia Da ComputaçãO
A HistóRia Da ComputaçãO
guestebb673
 
História Computação
História ComputaçãoHistória Computação
História Computação
Rodrigo
 
Terceira geração
Terceira geraçãoTerceira geração
Terceira geração
marianisilva
 
Estudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - Romantismo
Estudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - RomantismoEstudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - Romantismo
Estudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - Romantismo
missaodiplomatica
 
A Historia Do Computador
A Historia Do ComputadorA Historia Do Computador
A Historia Do Computador
Ximenes47
 
3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira
letosgirl
 
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosCastro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Evaí Oliveira
 
História da Computação
História da ComputaçãoHistória da Computação
História da Computação
Ricardo Pinheiro
 
Romantismo brasileiro 3a_geracao
Romantismo brasileiro 3a_geracaoRomantismo brasileiro 3a_geracao
Romantismo brasileiro 3a_geracao
caioalbarello
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
Janielson Lima
 

Destaque (20)

Geração dos computadores
Geração dos computadoresGeração dos computadores
Geração dos computadores
 
3ª geração dos computadores
3ª geração dos computadores3ª geração dos computadores
3ª geração dos computadores
 
Citrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business Manager
Citrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business ManagerCitrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business Manager
Citrix Day 2013: CloudPlatform & Cloud Portal Business Manager
 
Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração
 
Evolução dos computadores
Evolução dos computadoresEvolução dos computadores
Evolução dos computadores
 
historia dos computadores e sistemas numéricos
historia dos computadores e sistemas numéricoshistoria dos computadores e sistemas numéricos
historia dos computadores e sistemas numéricos
 
Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª GeraçãoInformática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração
 
Processadores 4° geração
Processadores 4° geraçãoProcessadores 4° geração
Processadores 4° geração
 
Introdução a computadores
Introdução a computadoresIntrodução a computadores
Introdução a computadores
 
Gerações de computadores
Gerações de computadoresGerações de computadores
Gerações de computadores
 
A HistóRia Da ComputaçãO
A HistóRia Da ComputaçãOA HistóRia Da ComputaçãO
A HistóRia Da ComputaçãO
 
História Computação
História ComputaçãoHistória Computação
História Computação
 
Terceira geração
Terceira geraçãoTerceira geração
Terceira geração
 
Estudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - Romantismo
Estudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - RomantismoEstudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - Romantismo
Estudos CACD Missão Diplomática - Literatura Aula Resumo 02 - Romantismo
 
A Historia Do Computador
A Historia Do ComputadorA Historia Do Computador
A Historia Do Computador
 
3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira
 
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosCastro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
 
História da Computação
História da ComputaçãoHistória da Computação
História da Computação
 
Romantismo brasileiro 3a_geracao
Romantismo brasileiro 3a_geracaoRomantismo brasileiro 3a_geracao
Romantismo brasileiro 3a_geracao
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
 

Semelhante a Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração

Conhecimento Basico de Informatica - Parte I
Conhecimento Basico de Informatica - Parte IConhecimento Basico de Informatica - Parte I
Conhecimento Basico de Informatica - Parte I
ABCursos OnLine
 
Aula 03 : software
Aula 03 : softwareAula 03 : software
Aula 03 : software
Rubens Vinicius Conte
 
História dos computadores
História dos computadoresHistória dos computadores
História dos computadores
jvgarlito
 
Evolucao Do Hardware Fotos
Evolucao Do Hardware FotosEvolucao Do Hardware Fotos
Evolucao Do Hardware Fotos
Unipinhal
 
Historialdos computadores
Historialdos computadoresHistorialdos computadores
Historialdos computadores
Fabrica de Cimento do Cuanza Sul
 
Historia informatica
Historia informaticaHistoria informatica
Historia informatica
thatá Vaz
 
Trabalho Mauricio 16 09 2009
Trabalho Mauricio 16 09 2009Trabalho Mauricio 16 09 2009
Trabalho Mauricio 16 09 2009
Ricardo
 
Aula 02 história dos computadores
Aula  02   história dos computadoresAula  02   história dos computadores
Aula 02 história dos computadores
Daniel Moura
 
GeraçõEs De Computadores 1
GeraçõEs De Computadores 1GeraçõEs De Computadores 1
GeraçõEs De Computadores 1
carlos santana
 
História do computador
História do computadorHistória do computador
Apostila de hardware
Apostila de hardwareApostila de hardware
Apostila de hardware
Jailson Torquato
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
Marcos Amauri
 
Programação de Jogos Digitais - Aula 1
Programação de Jogos Digitais - Aula 1Programação de Jogos Digitais - Aula 1
Programação de Jogos Digitais - Aula 1
Anderson Andrade
 
Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01
Anderson Andrade
 
Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02
Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02
Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02
olecramhacker
 
Informática para Internet - Aula 01
Informática para Internet - Aula 01Informática para Internet - Aula 01
Informática para Internet - Aula 01
Anderson Andrade
 
S.O
S.OS.O
Sebenta capitulo1
Sebenta capitulo1Sebenta capitulo1
Sebenta capitulo1
Olga Figueira
 
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdfA EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
Faga1939
 

Semelhante a Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração (20)

Conhecimento Basico de Informatica - Parte I
Conhecimento Basico de Informatica - Parte IConhecimento Basico de Informatica - Parte I
Conhecimento Basico de Informatica - Parte I
 
Aula 03 : software
Aula 03 : softwareAula 03 : software
Aula 03 : software
 
História dos computadores
História dos computadoresHistória dos computadores
História dos computadores
 
Evolucao Do Hardware Fotos
Evolucao Do Hardware FotosEvolucao Do Hardware Fotos
Evolucao Do Hardware Fotos
 
Historialdos computadores
Historialdos computadoresHistorialdos computadores
Historialdos computadores
 
Historia informatica
Historia informaticaHistoria informatica
Historia informatica
 
Trabalho Mauricio 16 09 2009
Trabalho Mauricio 16 09 2009Trabalho Mauricio 16 09 2009
Trabalho Mauricio 16 09 2009
 
Aula 02 história dos computadores
Aula  02   história dos computadoresAula  02   história dos computadores
Aula 02 história dos computadores
 
GeraçõEs De Computadores 1
GeraçõEs De Computadores 1GeraçõEs De Computadores 1
GeraçõEs De Computadores 1
 
História do computador
História do computadorHistória do computador
História do computador
 
Apostila de hardware
Apostila de hardwareApostila de hardware
Apostila de hardware
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
 
Programação de Jogos Digitais - Aula 1
Programação de Jogos Digitais - Aula 1Programação de Jogos Digitais - Aula 1
Programação de Jogos Digitais - Aula 1
 
Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01
 
Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02
Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02
Geraodoscomputadoresquirion 090829220718-phpapp02
 
Informática para Internet - Aula 01
Informática para Internet - Aula 01Informática para Internet - Aula 01
Informática para Internet - Aula 01
 
S.O
S.OS.O
S.O
 
Sebenta capitulo1
Sebenta capitulo1Sebenta capitulo1
Sebenta capitulo1
 
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdfA EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
 

Mais de Anderson Andrade

Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários
Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários
Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Seminários
Informática para Internet - Informática Aplicada - SemináriosInformática para Internet - Informática Aplicada - Seminários
Informática para Internet - Informática Aplicada - Seminários
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04
Anderson Andrade
 
Simulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web Sites
Simulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web SitesSimulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web Sites
Simulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web Sites
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 10
Informática para Internet - Aula 10Informática para Internet - Aula 10
Informática para Internet - Aula 10
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 09
Informática para Internet - Aula 09Informática para Internet - Aula 09
Informática para Internet - Aula 09
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 08
Informática para Internet - Aula 08Informática para Internet - Aula 08
Informática para Internet - Aula 08
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 05
Informática para Internet - Aula 05Informática para Internet - Aula 05
Informática para Internet - Aula 05
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 07
Informática para Internet - Aula 07Informática para Internet - Aula 07
Informática para Internet - Aula 07
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 06
Informática para Internet - Aula 06Informática para Internet - Aula 06
Informática para Internet - Aula 06
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 04
Informática para Internet - Aula 04Informática para Internet - Aula 04
Informática para Internet - Aula 04
Anderson Andrade
 
Informática para Internet - Aula 03
Informática para Internet - Aula 03Informática para Internet - Aula 03
Informática para Internet - Aula 03
Anderson Andrade
 

Mais de Anderson Andrade (20)

Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 11
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 10
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 09
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 08
 
Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários
Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários
Informática para Internet - Desenvolvimento e Design para Web - Seminários
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 07
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Seminários
Informática para Internet - Informática Aplicada - SemináriosInformática para Internet - Informática Aplicada - Seminários
Informática para Internet - Informática Aplicada - Seminários
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 06
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 05
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 04
 
Simulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web Sites
Simulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web SitesSimulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web Sites
Simulado AV1 - Desenvolvimento e Design de Web Sites
 
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01
Informática para Internet - Informática Aplicada - Aula 01
 
Informática para Internet - Aula 10
Informática para Internet - Aula 10Informática para Internet - Aula 10
Informática para Internet - Aula 10
 
Informática para Internet - Aula 09
Informática para Internet - Aula 09Informática para Internet - Aula 09
Informática para Internet - Aula 09
 
Informática para Internet - Aula 08
Informática para Internet - Aula 08Informática para Internet - Aula 08
Informática para Internet - Aula 08
 
Informática para Internet - Aula 05
Informática para Internet - Aula 05Informática para Internet - Aula 05
Informática para Internet - Aula 05
 
Informática para Internet - Aula 07
Informática para Internet - Aula 07Informática para Internet - Aula 07
Informática para Internet - Aula 07
 
Informática para Internet - Aula 06
Informática para Internet - Aula 06Informática para Internet - Aula 06
Informática para Internet - Aula 06
 
Informática para Internet - Aula 04
Informática para Internet - Aula 04Informática para Internet - Aula 04
Informática para Internet - Aula 04
 
Informática para Internet - Aula 03
Informática para Internet - Aula 03Informática para Internet - Aula 03
Informática para Internet - Aula 03
 

Último

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 

Último (8)

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 

Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração

  • 1. 3°Geração De ComputadoresG5: Gean BrendaWillanJuniorHenriqueRomário
  • 2. IntroduçãoA terceira geração de computadores, com início em 1965, teve como evolução primordial a implementação de circuitos integrados.
  • 3. HISTÓRIA INTRODUTIVANa década de 50, Geoffrey W. A. Dummer desenvolveu a ideia inicial de um Circuito integrado(CI). Dummer deu varias palestras para a propagação de sua ideia e, em 1958, Robert Noyce, Jean Hoerni, Jack Kilbye Kurt Lehovec, iniciaram o desenvolvimento de circuitos integrados. Esperava-se que tal tecnologia tornassem os computadores até ali obsoletos.
  • 4. AvançosO uso de transistores passou a ser substituído pelo circuitos integrados, unidades de encapsulamento semicondutoras que agrupam transistores, resistores, diodose outros componentes elétricos interligados em uma pastilha de Silícioe Germânio, que passaram a ser conhecidos como chips. As duas variedades de circuitos integrados da geração eram o SSI (Small-scale integration – Circuito de pequena escala) com cerca 10 transistores por chip e os MSI (Medium-scale integration -Circuito de média escala) com cerca 100 transistores por chip. Por outro lado, a proximidade dos circuitos possibilitou um aumento na velocidade de processamento computadores, chegando à velocidade de 1.000.000 operações por segundo (nanossegundos), e no número de operações simultâneas (pois os diferentes circuitos do chip poderiam se comunicar com hardwares distintos ao mesmo tempo), além de um aumento na confiabilidade da máquina. Além de tudo isso, agora era possível aumentar a capacidade um computador acordo com necessidade. Os custo de produção um computador começavam a cair, atingindo uma faixa mercado que abrangia empresas de médio porte, centros pesquisa e universidades menores, fazendo com que os computadores não fossem mais exclusivos para uso militar e científico. O uso domiciliar ainda não era comum pois sua aquisição difícil devido a eles serem grandes, robustos e necessitarem de muita energia para seu resfriamento do sistema digestivo.
  • 5. Linguagens & Sistemas OperacionaisA substituição de válvulas por transistores possibilitou a criação linguagens tipo assembly, e no início da década de 60 surgiram as primeiras linguagens alto nível, com o intuito de facilitar a programação, tais como COBOL, FORTRAN, e ALGOL. Com o lançamento da ideia de família computadores com os modelos IBM System/360, que tentou resolver o problema da total incompatibilidade das linhas de computadores usados até então (científicos e comerciais) ao proporcionar uma camada de software entre os usuários e o hardware, começou-se a perder visão centrada em hardware e ganhou foco o ambiente do software, que impulsionou desenvolvimento da programação de softwares e sistemas operacionais. No final da geração, surgiram mais linguagens, CPL, PL/I, BASICe Linguagem B (de baixo nível), que deram força à programação.
  • 6. Principais ComputadoresOs primeiros computadores a usarem circuitos integrados foram os modelos B3500 e o B3600 produzidos pela Burroughs Corporatione os computadores da linha IBM System/360, compatíveis em nível de software, que foram um sucesso na época, vendendo milhares De Unidades.
  • 7. Dispositivos & ComponentesArmazenamento:Fita magnética. Inovações:Mouse, criado em 1968 por Douglas Engelbart, do Instituto de pesquisas Stanford. Essa versão inicial era de madeira e possuía apenas um botão.
  • 8. Meio ExternoComputadores foram fortemente usados pelos governos estadunidense e soviético durante a Guerra Friapara projetar misseis, aviões e decodificar códigos e mais ainda durante a Corrida espacial. O Projeto Apollotinha computadores de bordo com capacidade processamento quase igual a de um relógio digital. O AGC (Apollo Guidance Computer), possuía aproximadamente 4100 circuitos integrados e uma velocidade de processamento 1024MHz. Ele foi usado no sistema de navegação e tinha total controle sobre os demais sistemas da nave.
  • 9. Lei De MooreEm 1965, juntamente com a evolução dos circuitos integrados, surge uma lei que iria estabelecer pseudo-regra para a evolução de computadores, Lei de Moore, criada por Gordon Moore. Tal lei dizia que o número de transistores dos chips dobraria a cada 18 meses, mantendo o mesmo custo.
  • 11. IntroduçãoA quarta geração teve início em 1971, quando a Intellançou o primeiro microprocessador, o Intel 4004, muito mais potente que os circuitos SSI e MSI de até então, só terminou em 1981 com o lançamento dos circuitos ULSI (Circuitos de Escala Ultra Grande).
  • 12. História IntrodutivaContinuou-se o desenvolvimento do Circuito Integradoe a busca de se colocar cada vez mais um maior número componentes em um chip. A Intelcomeçou suas pesquisas nessa área em 1969. Os resultados foram vistos quando, em novembro de 1971, buscando atender ao pedido de uma empresa japonesa que precisava de umcircuito integrado especial, a Intelelaborou o 4004, criado por Federico Faggin, Ted Hoff e Stanley Mazor, primeiro microprocessadorcomercial.
  • 13. AvançosCom o prosseguimento do projeto de miniaturização surgiram os Circuitos Integrados LSI (de Larga Escala), com mil transistorespor chip e os VLSI Technology(Circuitos de Larguíssima Escala), com 100 mil transistores por chip, e esses novos circuitos passaram a ser chamados de microprocessadores. Os computadores diminuíram de tamanho com o uso desses chips e passaram a ser chamados microcomputadores. O aumento da velocidade nos processadorespossibilitou a execução de um número cada vez maior tarefas ao mesmo tempo. A memóriaendereçada também cresceu, chegando a 64KB. Até a Terceira Geração de Computadoreso tempo de resposta das máquinas era medido em ciclos, ou seja, o número de ações em curtos períodos tempo para ver a fração segundo utilizada por cada. Com a velocidade dos microprocessadores isso não era viável. Por surgiram as medições por clock, que calcula o número de ciclos podem ser realizados por segundo. 1Nesta geração, o número de clock dos microcomputadores chegava a até 4MHz. Porém, um dos principais avanços dessa época foi o surgimento da teleinformática, caracterizada pela transmissão de dados entre computadores por meio uma rede.
  • 14. InternetDe 1969 a 1972 foi criada Arpanet, que deu inicio a Internet(teleinformática) que conhecemos hoje. A rede entrou no ar em dezembro de 1969, inicialmente com apenas 4 nós (sediados em Stanford Research Institute, na Universidade da Califórnia, na Universidade de Santa Barbarae na Universidade de Utah, todos nos Estados Unidos). Eles eram interligados através de links 50 kbps, criados usando linhas telefônicas dedicadas, adaptadas para o uso de transmissão dados.2Em 1971, ocorre a transmissão do primeiro e-mail, realizada pela Universidade da Califórniapara um computador na Stanford Research Institute com o texto “LOGIN”, mas chegou apenas "LO". A Ethernetsurgiu entre 1972 e 1973, dentro do PARC(o laboratório de desenvolvimento da Xerox, em Palo Alto, Estados Unidos), onde foi feito o primeiro teste de transmissão dados usando esse padrão. Em 1974 surgiu o TCP/IP, que acabou se tornando o protocolo definitivo para uso na ARPANETe mais tarde na Internet.
  • 15. O microprocessador Intel 4004trabalhava com 4 bits, clock de 740khz e possuía certa de 2300 transistores, podendo calcular até 92 mil instruções por segundo, capacidade de processamento equivalente ao ENIACem 1946. No começo da década de 70 ele era usado em calculadoras eletrônicas. No ano seguinte, a Intel lançou o 8008, primeiro microprocessador de 8 bits, com barramento externo 14 capaz endereçar 16 KB de memóriae com clock de 0,8 MHz. Em 1974 saiu um novo modelo, o 8080, que ainda era de 8 bits, mas conseguia executar, com limitações, operações de 16 bits. Seu clock era de 2MHz e endereçava centenas milhares operações por segundo, até 64KB de memória. Seu objetivo inicial era controlar mísseis. Microprocessadores
  • 16. MicrocomputadoresO primeiro microcomputador lançado foi o Altair 8800, que utilizava o microprocessador 8080 da Intel e custava cerca de US$ 621,00. Em 1971, surgiu o Sistema/370 da IBM, primeiro computador com a memória central inteiramente constituída por tecnologia monolítica (condensamento de muitos circuitos em pequeníssimos chips de silício), que, devido a grande integração e densidade memória, melhorou consideravelmente a velocidade, capacidade e eficiência. Logo em 1973 foi criado o Xerox Alto, desenvolvido pelo Xerox Parc, um microcomputador que utilizava uma interface gráfica de usuário e o primeiro 'desktop' pessoal. Em 1976, Sthephen Wozniak, ex-funcionário da HP e Steve Jobs, da Atari, uniram-se formando uma pequena empresa, a Apple. Produziram então o primeiro microcomputador de sucesso, o Apple I, inicialmente vendido como computador kit, e que é considerado o primeiro computador pessoal, pois possuía um pequeno monitor gráfico que exibia o estava acontecendo no PC.
  • 17. Linguagens & Sistemas OperacionaisOs primeiro Sistemas Operacionais foram os Monousuários e monotarefa, criados para que o usuário pudesse executar uma única tarefa por vez. Estes sistemas se caracterizam por permitir que os recursos da máquina (processador,memóriae periféricos) fiquem alocados exclusivamente para uma tarefa. O MS-DOS, sistema operacional para computadores baseados no IBM PC, e o Palm OSdos computadores Palm são exemplos de sistemas Monousuário e monotarefa. Mais para frente surgiram os Monousuários e multitarefas, criados que o usuário pudesse executar várias tarefas(programas) ao mesmo tempo. O Microsoft Windowse o AppleMacOSsão exemplos de Sistemas Operacionais multitarefa. Por último vieram os sistemas Multiusuários, que permitem vários usuários utilizem simultaneamente os recursos do computador. São exemplos desse sistema o Unix, Linuxe Windows NT. O MS-DOS da Microsofte o UNIX foram sistemas operacionais que tiveram um amplo uso nos computadores pessoais. Depois o surgiu Windowsque a princípio era mais uma shell do que um S.O., mas então surgiu o Windows95, que substituiu de vez o uso do MS-DOS.
  • 18. Componentes & DispositivosNesta época os computadores ainda eram máquinas sem muitos periféricos, geralmente operavam com processadores de 4 ou 8 bits, tinham entrada para um dois disquetesde 8 ou 5¼, suporte a teclado, memória RAM de 4 a 128 KB e monitor. Os discos rígidosnão eram muito usados por ser uma peça ainda cara. Um dos últimos discos rígidos desta geração foi o Seagate ST-506, lançado em 1981, que alcançou 5MB de capacidade. Além do disco rígido, o mouse também era um dispositivo muito pouco usado nesta geração, não pelo preço, mas por que os sistemas operacionais ainda não possuíam interface gráfica adequada para eles. O primeiro disco magnético flexível, ou Disquete, foi apresentado pela IBMem 1971Eram discos de armazenamento com mídia magnética removível o tamanho 8 e 5¼ polegadas usados para o carregamento e boot de programas do próprio sistema operacional (já que muitos computadores não usavam discos rígidos), e que possuíam inicialmente capacidade de armazenamento de 180KB, depois 360KB, e então surgiram os alta densidade, com 1.2MB armazenamento. Com o tempo, as mídias dos disquetes se desgastavam, impossibilitando sua leitura, então eram usadas duas entradas para eles nos computadores, poder copiar os dados de um disquete o outro. 5Eram usados adaptadores gráficos para a exibição de textos, como o padrão MDA (Monochrome Display Adapter), que era capaz de exibir apenas textos com duas cores e o padrão CGA (Color Graphics Adapter), que possuía capacidade gráfica e exibição de textos com mais cores, porém era muito ruim para ler.