SlideShare uma empresa Scribd logo
1
2
3
ISBN: 978-65-00-47116-8
4
APRESENTAÇÃO .............................................. 05
FRASES ................................................................ 07
Autor ..................................................................... 52
5
Esta brevíssima coletânea reúne frases de minha
autoria, escritas ao longo dos últimos talvez quinze anos.
A grande maioria nasceu já como está, como
frase/pensamento individual, de parto despretensioso;
algumas poucas foram retiradas de textos maiores. Foram
publicadas fundamentalmente em redes sociais, fortuitas
atualizações de status de Facebook e seus congêneres.
O que aqui as une é a reflexão sobre a vida cristã e a
missão inescapável da igreja, missão que envolve a ida e
também a estadia, o sofrimento, o sacrifício e a correção.
Dentre as tonalidades de tempero – que vão da
especulação teológica até o chão diário da igreja – temos
frases de incentivo e esperança, mas principalmente de
exortação, por vezes dura, ácida (alguém diria profética,
mas não me arrogo a tanto).
6
Se tais pitadas de sal e pimenta puderem temperar sua
jornada, reanimando-a, ressignificando-a, provocando-a
positivamente para fora da consensual zona de conforto,
terá sido justificada sua compilação neste humilde livrinho
de bolso.
Sammis Reachers
7
● A Igreja vencerá. É da natureza da bigorna durar mais
que o martelo.
● Não existe acaso ou azar: há erros e acertos, há crimes e
castigos, ação e reação. E há o perdão, a quebra dessas
cadeias, a mão de Deus equalizando as coisas, a única
forma de vencer.
● Existem os teóricos da pescaria, existem os legisladores
da pescaria, e existem os pescadores. Jesus treinou
pescadores para que fossem ao mar e pescassem almas. E
você, cristão? É um legislador, um teórico ou um
pescador?
8
● Temos sede, sede da operacionalidade do princípio, das
múltiplas ou infinitas ou imaculadas chances que todo
princípio é, possui ou gera. Sede do primeiro amor.
● O ide, ou o ato evangelístico, é como um sol ao redor
do qual tudo o mais na igreja orbita, como se fossem
planetas ou acessórios. Se o sol se apagar, tudo morre; a
morte da missão é imediatamente seguida pela morte da
igreja.
● A jornada do arauto é mais que um solfejar esperanças.
É enfornar, cozinhar e transportar os tijolos empregados
na materialização de um abraço.
● Não deve haver barreiras – de plataforma, meio, modo,
tempo e lugar – para a difusão do Evangelho. Se eu
pudesse escrever o Evangelho nas asas das borboletas –
ainda mais do que ele já está nelas escrito, numa língua
clara em cores, mas ainda incompreensível para tantos –
eu o faria, para que a salvação chegasse esvoaçante e
9
pequenina aos pés dos homens, pela primavera. Sim,
bonito.
Mas, ainda que ele tenha que chegar escrito em lama
(quem lê, entenda), ou escrito por sangue como chegou a
tantos lugares, escreva, e que chegue: FARÁ O MESMO
EFEITO, o efeito para o qual o Filho do Homem se
manifestou: desfazer as obras do diabo (1Jo 3.8b).
● Melhor ser um humilde e manquejante asno servindo
ao Rei dos Reis, do que um fantasioso pégaso esvoaçando
pelo Olimpo Grego, vivendo uma ilusão que terminará,
como as demais todas as outras coisas, diante do tribunal
do Rei. Desperta, tu que sonha sonhos que não os dEle.
● Em tempos de tantos e tão tontos mercenários da fé,
devemos a tempo e fora de tempo proclamar a completa
GRATUIDADE de Cristo.
● Microfone não é arado. Arado é abraço. E centenas de
outras coisas não eletrificadas.
10
● Jesus destronou a Satanás. Mas, veja que coisa: não
tocou em Mamon: deixou-o como teste, prova, missão.
Para que você o destrone de sua vida. E família, e
comunidade. Ou permaneça(m) escravo(s); esse arbítrio
inalienavelmente pertence a você. Assim como
inalienavelmente pertence a Cristo o Dia do Juízo sobre
todas as coisas. Sobre o que você fez de Mamon. E Ele
vem!
● Sim, você pode fugir da especificidade da metáfora e
tornar para a literalidade, você poderá dizer: “Mas Caim
matou Abel”. E eu lhe direi: Sim, e Caim não venceu;
apenas deu o start, deu início à partida. Partida que foi
vencida por um nazareno. Mas a guerra, vencida,
continua: há bolsões de resistência e enclaves onde apenas
o inimigo faz-se presente. A guerra precisa ser levada até
eles; levada a todos os rincões. Para cada povo, língua e
nação. E então, sim, virá o fim. Com o retorno do Filho
do Homem, ou seja, o Filho da Esperança. Filho do
11
Homem, Filho da Esperança: agora você pode entender
melhor este nome?
● Lembre-se sempre: você não é o problema, mas a
solução de Deus para alguma coisa. Abra-se ao que lhe
solicita. Cumpra(-se). Dance sua dança, sua coreografia
particular, unívoca, concebida em Deus.
● E essa gente esquisita, inoportuna, essa gentinha
insuportável, essa gente que você detesta?
Deus ama.
● A pior sensação para um soldado não é aquela sombria
certeza que às vezes desce pelas noites com a geada,
certeza de que não verá mais as pessoas amadas; a pior
sensação não é sequer aquela última, manifesta no toque
gélido na nuca de um cano de fuzil, quando prestes a ser
executado (pois quando a morte se apresenta, uma paz
dialogal entre o ceifado e a ceifadora estabelece-se); a pior
sensação para um soldado é aquela amargura lenta, que
12
cresce como raiz por dentro do corpo moído pelos
combates, e diz, enquanto ele está assentado, raspando o
fundo do tacho de ração: "Essa guerra não é minha guerra;
não sei porque luto. Esses ao meu lado, tão propícios à
traição e à deserção, e no entanto tão cheios de si, de
maneira alguma são meus aliados." Terríveis-repetitivos-
circulares cenários de uma guerra de verdade, onde a
Queda se manifesta em todo o seu esplendor reverso.
Lembre-se então dAquele que o alistou ao morrer em seu
lugar.
● O microfone foi inventado simples e exatamente para
que você não precise mais GRITAR.
Vá! Tome posse desta verdade, e seja um mensageiro de
boas-novas: compartilhe-a com quantos encontrar!
● Queremos permanecer sob o abrigo da luz, mas
esquecemo-nos de que SOMOS a luz; e que nosso
trabalho deve ser realizado, fundamentalmente, no
13
coração das trevas. Chamados não para voar nas alturas,
mas para mergulhar em profundidade.
● Você está hiper desanimado, e Deus vem e não lhe traz
uma palavra: Deus traz uma missão. O Deus processual
lhe re-anima na missão.
● Transporta-nos, TRANSTORNA-NOS de volta ao
tempo em que cinco pães e dois peixinhos eram tudo o
que tínhamos. E tudo dependia de Tua fidelidade e
eficácia. E o SENHOR andava conosco, e andávamos
APÓS o SENHOR. Mas jamais À FRENTE.
● Falamos das ovelhas que não têm pastor, e avançam para
o perecimento, mas nada falamos do principal horror, que
ulula, dança diante de nossos olhos, e ao invés de nossa
repreensão, obtém nosso respeito e nossos convites:
pastores que não têm ovelhas, e avançam para o juízo de
suas almas e das almas que (alguns sequer se lembram)
lhes serão cobradas.
14
Deus não precisa de itinerantes, precisa de missionários.
Quem vive de púlpito em púlpito é o marceneiro que os
fabrica. Deus quer quem fique, quem permaneça e
discipule até que algo esteja edificado. O Deus das ovelhas
precisa de pastores de ovelhas. Não falo de missionários
de curto prazo, por favor, pois estes fazem um trabalho
necessário e dentro do possível: falo de pastores de fato e
de direito, prisioneiros da paz e tranquilidade de sua
própria cultura, que um dia tiveram suas ovelhas e as
deixaram para viver uma vida descompromissada – mas
não abrem mão do título, do status, das pregações que
chovem no molhado. São uma tragédia viva a quem
apertamos as mãos e damos a paz.
● A pior derrota para um comissionado não é deixar de
obter êxito na missão. Não é o cometer erros, causar
embaraço ou escândalo. A pior derrota é perder o senso
de missão. A morte do senso é a morte do sentido; ao
tombar o sentido, morre também a ação, que murcha e se
15
debate por perder o Norte. Conserve como um tesouro
frágil a noção de quem você é, a serviço de quem e para o
quê está aqui. A cada manhã salve o senso que você
ganhou ao ser salvo. Alimente-o durante o dia; zele por
seu sono nas noites, que serão muitas.
● Sim, Deus tem um enorme exército de príncipes e
princesas, de bons-o-suficiente. Preparados & audazes,
vocacionados & loquazes. Mas insiste em utilizar lixo
humano para algumas de suas obras capitais. Como um
velho rabugento refém de seus caprichos. O velho Deus
contracultural, que ensinava profundidades cósmicas a,
vejam só!, pescadores analfabetos, e explanava sobre o
amor verdadeiro para... prostitutas, profissionais do pior
amor. Velho e teimoso, não-sujeito a mudanças, como
uma rija rocha.
E Ele continua por aí, impossível de impedir, maquinando
espantos, fundando a Realidade na destemperada
perfeição de seus processos.
16
● Decepcionado com o desfile de status, pretensas
perfeições & sabenças diplomadas? Tire o foco da igreja
de bacanas, foque na periferia. Jesus continua pulsando
nos lugares onde sempre pulsou. Nos piores. Possui
mesmo um nome, secreto para muitos, aqui manifesto: O
Deus dos Piores Lugares. O de Samaria, o da estrebaria.
O Que Se Atreve a Estar.
● E afinal pelo que lutamos? Pelo que sofremos, e
esperamos? Somos vilipendiados, desgastados, motivos
de escárnio e enfado para os que morrem? Por um
Universo onde não haverá mais a morte, e sequer
separações, de qualquer tipo.
Um lugar de vida eterna, e interconexões metapsíquicas
fundadas no amor ágape, onde um ser sentirá em todo
lugar os outros seres, e um ser pulsará no outro ser, e
todos, nEle, seremos Um.
Onde qualquer tipo de despedida será uma
impossibilidade.
17
● Vamos, venha para o holocausto! Tire as sandálias, pois
seremos nós os ofertados, e queimaremos de zelo pela
Sua obra. Morreremos para viver, e viveremos o maior
dos projetos dEle, qual seja, a eternidade nEle – e neste
exato momento o incêndio foi deflagrado, e o Universo
avança para tal clímax!
● O amor tende à eternidade, um rio e seu mar. Na
verdade o amor é a única coisa que a atingirá.
● O amor é âmago e imago (imagem) das razões de Deus.
● A palavra certa na hora certa é a mãe de todas as armas.
E nela é mestre o Espírito de Deus.
● Sem Cristo a História fracassaria. E o homem, seu
combustível, arderia em vão.
● Por mais cansativa, difícil, arriscada, inoportuna,
onerosa, desagradável e inglória que seja a tarefa, não resta
18
à Igreja crente e firmada na Verdade nenhuma outra
opção, senão ir ou enviar (enviar-se para adiante).
Contra toda a idolatria do conforto e realização pessoal
erigidos pela modernidade, que crê a igreja local como
fortaleza maternal, fechada sobre si e segura como uma
concha, afirmamos que toda igreja local é provisoriedade:
uma cabeça-de-ponte, um apoio para que o conjunto de
seus agentes possa ir adiante. O avanço é a Missão; a igreja
local, cabeça-de-ponte, só existe para sustentar esse
avanço. O ato ou situação estacionária que ela
proporciona não é o fim em si, como a loucura do
egoísmo e a prostituição da covardia nos doutrinaram a
crer; seu status estacionário é apenas para descanso,
equipamento e treinamento (discipulado) dos agentes.
Entrepostos de logística.
A principal enfermidade que contaminou 'judeus e gregos'
da igreja global não foi a relativização da fé ou a teologia
que enaltece a prosperidade, mas a ecumenicamente
disseminada "síndrome do caracol" – nosso querer
19
transformar reles barracas de campanha em fortalezas,
nosso amor lascivo pela lentidão, e nossa pulsão pelo
encouraçamento.
Deuses caídos precisam de muralhas que guarneçam seus
pés de barro; um Deus invencível, inatingível, o que fará
com uma fortaleza? Ele não carece de castelãos pois
prescinde de castelos; mas Ele possui uma seara e
arregimenta ceifeiros. Apenas ceifeiros, pois nem de
capatazes Ele precisa.
● Um herdeiro é dono de toda a fortuna daquele de quem
herda, daquele que morreu. É algo justo e inviolável.
Mas e quando o que se herdou foram dívidas? Somos
igualmente responsáveis. Assim, legalmente eu comi a
fruta proibida. Eu em Adão (e não mais Adão, que é
morto) derrubei a Criação. Sou o único responsável não
apenas pela minha, mas pela dor de cada verme, de cada
cachorro atropelado ou tartaruga marinha sufocada em
plástico; é minha responsabilidade. Como cristãos,
20
lutamos (e nisso somos concordes) para nos reerguer de
alguma maneira; combater o pecado para o qual já
"estamos mortos"; nos fazermos melhores no que
pudermos. Mas noventa por cento de nós não move uma
palha para reerguer a Criação, pra aliviar outra das
consequências de nossa rebelião, a dor disseminada pela
Natureza. E ainda é pouco, pois de tudo somos os
últimos, e lixo do mundo no pior e não-apostólico dos
sentidos: Pois além de 'esquerdistas' terem que se levantar
por uma causa que deveria ser primordialmente SUA,
pois SUA dívida (a Queda da Natura), você ainda os
deplora e os acusa de levianos, falsários ou agentes de uma
pretensa Nova Ordem Mundial.
Mas é você que se arroga possuidor da Verdade e tem tão
pouca compreensão, e faz um tão porco uso dela.
Desperta, põe-te a salvar, a missão é maior do que aquele
engravatado te contou.
● As coisas estão difíceis, você está sendo oprimido
enquanto assiste à multiplicação global dos inimigos? Há
21
um que resiste, e que é maior do que a soma de todos os
demais, qual seja, o Espírito Santo que marcha contigo.
Continue a fazer o seu trabalho.
● Passeando em seus dias e em suas cercanias, você viu
um campo repentinamente lavrado e surpreendeu-se com
o volume do edificado: se o tempo foi breve e a obra foi
vasta, saiba que o sacrifício foi grande. Não há milagre
mais fácil de realizar-se na Terra do que aquele que é fruto
do trabalho pesado e abnegado. O próprio céu conspira a
favor dos que sangram.
● Estar com o nome escrito no Livro da Vida é estar com
o nome escrito no Livro da Missão. Somos todos
missionários. Das maneiras mais criativas imagináveis pelo
Criador, há missão para cada um de nós. E um Livro da
Vida ainda repleto de vazios.
● Quantos teólogos, mesmo os da ortodoxia, de ontem e
de agora; quanta literatura cristã, pregações, opiniões de
22
ontem e de agora, que se acreditam e se vendem como
insuspeitas; quantas Confissões de Fé, catecismos,
concílios e sínodos, de ontem e de agora, pois aí estão, são
aniquilados e nulificados pelo Sermão do Monte,
reduzidos a nada quando lançados de encontro à penha
que estraçalha, monte de tropeço, o cristianismo em sua
pureza e radicalidade?
Sim, você pode ter vivido e consumido um arremedo de
cristianismo sua vida inteira, e o fará amanhã, e doravante,
e isso não é nada: tal malversação tem prostituído culturas
e corações por séculos, e o fará até o fim.
Alguns daqueles que você admira, naturais ou herdeiros
de Roma, Wittemberg, Genebra, teriam suas conchas
quebradas e relicários esmiuçados de encontro ao
FUNDAMENTALISMO DO AMOR proposto no
Sermão Central de todo o cristianismo, axis mundi, eixo
centro-umbilical que liga a terra ao céu, cujas maiorias das
teologias e seus corsários, perdão, partidários, baldam em
fazer macular ou submergir. E assim será para sempre, é
23
uma carga difícil de carregar, em sua absurda leveza. É a
loucura ao cubo, a cruz a berrar.
Bem, ou esqueça isso. A Reforma não nos devolveu
àquele monte, quem, o que o fará? Carpe diem.
● Digno de pranto é o dia que fenece sem que você tenha
feito algo pela expansão do Reino de Deus. Mas, assim
como você, ainda respira o dia: Ore, doe, fale do amor de
Cristo!
● Servo que é servo é sempre coadjuvante: de Deus, do
próximo, de outro servo.
● O melhor cristão é aquele impossibilitado de disfarçar-
se: você vê a luz bailar em seus olhos, seu silêncio como
que flauteia... Ele emite virtude como uma antena
retransmissora.
● O viver cristão é fazer com que os outros sejam
favorecidos.
24
● Embora tenha marchado, visto, ouvido e arriscado-se
com Jesus, BOA VONTADE não levou Judas a lugar
nenhum. E iria levar você? Você precisa fazer como os
outros onze apóstolos. Precisa dar seu coração.
● Alguma vez já lhe ocorreu que há uma diferença entre a
pessoa pacífica e a pessoa pacificadora? O pacífico tem
em si sua própria recompensa; quanto ao pacificador, esse
receberá a recompensa diretamente das mãos de Cristo.
A diferença entre passividade e atividade. "Bem
aventurados os pacificadores..." (Mt 5.9).
● O tempo não é um rio que flui, mas uma debulhadora
que tritura. Tua função, peregrino, é tão-só dar-lhe frutos.
O Deus das Sementes aguarda o retorno por sua
semeadura.
● A oração costura sapatos para os pés daqueles que
anunciarão as boas novas. E providencia roupas e
25
estradas, chaves e despertadores. Orar é industriar o
Reino.
● Em todo canto sempre há muito a fazer pois em todo
canto, e não somente ou não necessariamente na igreja,
há muitos concentrados em não fazer nada.
● O Espírito venta onde quer, e golpeia com fúria quando
necessário. Mas DIPLOMACIA também se aprende com
o Espírito Santo, e PRINCIPALMENTE com o Espírito
Santo, o intermediador-mór.
● O sangue de Cristo segue sendo objeto de comércio de
muitos a quem a sua livre distribuição foi um dia confiada.
Toda uma hierarquia, toda uma fauna e melhor: um
ecossistema foi engendrado, indo de calvinistas a
arminianos, de sectários a catolicistas – Mamon tornou-se,
por intermédio dos homens, co-operador fraudulento do
Reino de Deus, transformado em grande Bolsa de
Valores, arrimo de famílias e lobos solitários.
26
● Deus salvou a tua alma e os humildes, os últimos da
terra, salvarão o teu chamado. Vá ao seu encontro!
● Se Deus já não cura e opera maravilhas, o cristianismo
foi reduzido a uma história bonita – como os Vedas e
Upanishads. E tu és o mais miserável dos homens.
Pulha dos livros! Ratazana de papéis! Em Deus não há
mudança nem sombra de variação.
Deve ser por acreditar nisto que tua "história bonita"
reformada convence a tão poucos homens!!! Tornaste vão
o sacrifício de Cristo, pois ao limitar a extensão de Seu
braço, limitaste a extensão de Seu convite.
● Quantos se propõem a ajudar, a colaborar, e na hora da
verdade falham fragorosamente! E mais uma vez se
propõem, e mais uma vez falham!
A luta pelo avanço do Reino é principalmente uma luta
de perdão interpares.
27
● O seu cristianismo tem sido um guarda-chuva sob o qual
outros podem se abrigar, ou uma muleta que serve
unicamente para o seu próprio amparo?
● Dura carga é carregar os que deveriam ser carregadores.
● Viver para vivificar, ainda que você, que já morreu,
eventualmente morra, era e é o lema apostólico.
● Tal é a singularidade da Bíblia: Ela é o objeto
missionário, o tema da missão e seu manual de instruções.
● Precisamos lutar contra a "CULTURA DA
RETENÇÃO", doença disseminada e
supradenominacional, que faz com que líderes retenham
obreiros (e recursos), consciente ou inadvertidamente
retendo assim como que ao próprio Cristo, que vive e
avança através da vida e do avanço de seus peregrinos.
28
● O mundo, como uma grande bola de futebol, anseia
desesperadamente por cruzar a meta e fazer seu gol: a
meta é o perdão de DEUS. Há uma pequena equipe no
gramado desse torneio de vida e morte, uma equipe cujo
técnico é o Espírito Santo. E VOCÊ, irmão em Cristo, é
um dos onze jogadores em campo, num time que não
possui um banco de reservas.
● Avaliados poderes e estaturas, Mamon não é um servo
de Satanás, mas um aliado. Poderia se dizer que, se como
cristãos temos nossa misteriosa Trindade, o mal possui
sua Dupla ou Dualidade ou Diarquia – e quantos, talvez
você e todos os cristãos que lhe cercam, resistem a Satanás
mas rendem-se ao sistema e aos variegados esquemas de
seu duplo onipresente e plenipotente, Mamon!
● Somos uma geração de apedrejadores de profetas.
Mas não se engane: profetas são apedrejados desde Abel.
Nossa inovação decorre de nossa metodologia "civilizada",
29
feita de escárnio e indiferença, o que profissionalizou o
apedrejamento. Tornou-nos metralhadoras.
● Sua distância da dor das pessoas define sua distância de
Deus.
● Às vezes pode ser cansativo, algumas vezes até irritante,
e vezes há que até mesmo, sim!, é humilhante. Mas nada
se compara ao suportado pelo CORDEIRO.
ELE é digno. No dia mau, na crise, quando não puder
suportar sequer a expressão do próximo, ou quando não
puder suportar sequer o seu próprio rosto no espelho,
olhe nos imutáveis olhos do Cordeiro. Apanhe força,
arranque-a da Fonte, use de violência.
Continue seu combate, seu serviço, sua missão.
● Quem está ocupado carregando pedras para um Reino
não tem tempo ou interesse em avaliar a aceitação dos
transeuntes. Já basta muitas vezes ter que se desviar deles,
30
que atravancam o caminho que deveriam
PAVIMENTAR.
● Só colaborar com colaboradores é igualar-se aos
esfarrapados de Satanás.
● É lícito (embora estranho) a um cão não gostar do cheiro
de outros cães; mas do cheiro das mãos de seu SENHOR
no pelo dos demais cães, não há como escapar. É ao
SENHOR a fidelidade.
Pode sentir o cheiro dEle fremindo sobre todas as coisas,
enquanto você esfrega seus pelos no pó, irmão cão?
● Não está em nosso poder arrancar o joio, mas está em
nossas mãos não irrigá-lo para que continue a crescer.
● "Oh irmã Doquinha, não diga isso não! Não podemos
combatê-lo(s), pois toda autoridade foi posta por Deus."
31
Protestante tolo! Lutero teu pai se levantou conta o
próprio Papa, crido e havido como "avatar de Deus" na
Terra, e senhor do mundo!
Ou ignora o que significa o termo "protestante", teu
próprio nome?
● Estamos em fluxo e interligados: cada desvio de sua
missão é uma frenagem, uma brusca frenagem num
veículo que tem hora marcada para chegar a um
determinado ponto, um veículo do qual dependem outros
além de você.
● A Missão possui um altar de holocausto.
Altar onde o ego arde, em fogo eterno.
Fizeste hoje a tua oferenda, peregrino?
● Eles vão te recriminar se você não fizer nada, e eles vão
te recriminar se você fizer mais do que eles.
Então, faça o que tiver de ser feito, APESAR deles.
32
● Deus tem a última palavra (Pv 16.1). Que assertiva
simplista! Mas você tem IDEIA do que isso significa? Isso
coloca em xeque os planos e todas, TODAS as narrativas
de Satanás. O Universo e mais, a Realidade possuem
apenas um único EDITOR.
Entregue nas mãos dEle o roteiro de sua vida. Acredite,
trabalhe e confie. Deus proverá.
● Não busque a provação. Mas, encontrando-a, não tema:
O deserto, moenda de rochas e tenda de revelações, existe
para teus exageros, os quais busca dissolver, e para teus
poderes essenciais, os quais busca apurar.
● Só o verdadeiro capitão sabe o que é perder almas para
o mar, ele que vive para lutar contra as marés.
Só o verdadeiro pastor sabe o que é perder almas para os
lobos, ele que vive para lutar contra a grande noite.
O verdadeiro capitão, o verdadeiro pastor, teme e treme
ao oficiar seu rito, pois cada alma perdida é marcada por
33
um risco a ferro quente em seu coração, incontornável
contabilidade a ser levada até o Dia do Juízo.
É preciso discernir em quem confiamos – pôr à prova os
espíritos – pois qualquer um pode vestir uma farda branca
de marujo, ou berrar versículos numa bancada. Olhos
atentos ao timoneiro, no dia da pequena tempestade. A
tempestade eventualmente mata, mas sempre e sempre
revela os homens.
● Existem dois tipos de pessoas: As que querem que o
bem lhes aconteça e as que querem que o bem aconteça.
Acredite: A escolha de um lado fatalmente irá mudar uma
vida – ou a de milhares. Já fez sua escolha?
● As pessoas não querem suas lamúrias. As pessoas
querem alternativas.
● E se todo esse dinheiro gasto em livros, mensalmente,
fosse gasto em tijolos ou sustento de alguém que faça o
que você já não faz, anunciar?
34
A Teologia, nossa necessidade, é também a vaidade
suprema de alguns, uma tumba que sepulta soldados
promissores, sem sequer avisar ao defunto sobre seu
óbito.
● Nossa missão é duma simplicidade tal que foi concebida
para a compreensão até das crianças ou dos alcançados
pela demência: Levar a outros moribundos A CURA
QUE NOS CUROU, seja ao rigor dos trâmites
alfandegários, seja através das mais astutas formas de
contrabando.
● A fé é um salto no escuro, que pega impulso no escuro,
que mira adiante, no escuro – para alcançar além do
escuro.
● Ei! Talvez você esteja batendo na porta errada, ou talvez,
batendo de uma maneira errada: o Deus a quem servimos
não procura por príncipes ou princesas. Ele possui uma
seara, uma 'roça', e busca trabalhadores braçais.
35
Queime os adornos. Apanhe um punhado de folhetos,
apanhe uma enxada. Apanhe uma estrada. Não há
palácios para você. Não aqui.
● Abertamente ou em secreto, todos somos circundados
por tantas dúvidas que, se formos parar para duvidar, não
faremos outra coisa.
O que Deus espera e a vida requer é que você a pegue, a
essa tão pequenina fé que possui, e a levante sobre si,
como um farol e uma bandeira. E siga adiante, um dia
depois do outro.
● Não há para onde correr: No final das contas, o
resultado do confronto pessoal entre a sua visão
missionária e a sua visão denominacional vai definir quem
é você no Reino e na Missão de Deus. Ou a visão do todo
lhe define – e define em todas as coisas – ou a visão das
partes.
● Doce é servir sob as ordens de gigantes.
36
● Que preço você tem pago?
Há quanto tempo?
Que importa?
O Cordeiro é digno.
● Uma pequena luz, ainda que a mais débil e fugaz,
representa um evento cataclísmico e revolucionário,
quando deflagrada nas trevas. Pois um lampejo que seja é
capaz de mostrar à e na escuridão que há algo além da
própria escuridão, algo superior, amável, anelável –
mesmo que a princípio cause efeito contrário, de repulsa
e mesmo ódio. Brilhar nas trevas é permitir à escuridão
enxergar que o frio que a envolve não vem de braços, mas
de correntes. Brilhar é manifestar a Verdade, e a verdade
o que é, senão o Salvador?
Faça o bem como estiver, onde estiver, como conseguir.
Mesmo ferido, mesmo sozinho, deflagre luz, soldado de
Cristo!
37
● Deixar de compartilhar a verdade com medo de magoar
o ouvinte, é acabar magoando a verdade.
E a verdade não é uma relatividade ou generalidade, mas
uma singularidade, um ‘norte’ fundacional para todas as
coisas. Ao fim e ao cabo, a verdade é uma pessoa: Cristo,
de onde toda verdade emana.
● Vai formar uma equipe? Teste antes os espíritos.
● Às vezes você olha, e há um corpo estranho na igreja.
Hora de abraçar, orar e vigiar. Às vezes você olha, e a
igreja é um corpo estranho. Hora de abraçar, orar e vigiar.
● Soldados não procuram abrigo, não mendigam abrigo:
soldados constroem abrigos.
● Sim, sim, ELE não faz acepção de pessoas. Apenas
confere a cada um meios de enxergar ângulos variados do
mesmo horizonte. E conforme você vê, você faz.
38
● Seu medo de morrer é a maior ofensa, e em si mesmo
a perfeita negação, de tudo aquilo em que você diz (e
muitas vezes realmente acredita) acreditar. Pastor, profeta
ou neófito, não importa: há algo de torpe em sua base.
Repense(-se). Reafirme a morte e ressurreição de Cristo
em sua vida, em seu entendimento, em sua atitude em face
a tudo. Entenda quem você é, entenda que não há morte
alguma para você.
● Desconsidere as aparências, isso faz parte de não julgar.
Deus tem um prazer persistente e sutil em fazer
acontecerem coisas INACREDITÁVEIS através de
pessoas DESACREDITADAS.
● Amar é abaixar a guarda. Amar é expor-se. O amor é a
soma de três dos quatro braços da cruz. E Ele diz: pegue
a sua e siga-me. Exponha-se. Doe-se.
39
● O sangue de Jesus tem poder. Poder para libertar os
cativos. Também e poderosamente, os cativos nas
engrenagens do sistema.
Não pretendendo aqui desconsiderar a dimensão
espiritual, mas pelo contrário, completamente abarcando-
a, pois sabemos ser ela a base invisível e sustentáculo de
toda a opressão e injustiça sociais. Mas Satanás é espírito,
e como tal precisa de instrumentos: todo sistema de
dominação indébita começa no inferno e avança, de baixo
para cima, expandindo-se do espiritual e materializando-
se em leis, sistemas, oligopólios, conciliábulos...
Tornando a corrupção humana, o próprio estrato da
Queda, em algo institucionalizado, legalizado,
INDUSTRIALIZADO, coberto por uma fachada que
muitas vezes a própria religião endossa. Se você acredita
no Deus de Israel e não noutro, lembre-se: Ele é o Deus
dos órfãos e das viúvas. Vá e descubra o que isso significa.
● Covardia não é prudência. Há pessoas que passam a vida
inteira sendo covardes e tem-se a si mesmas em alta
40
estima, crendo firmemente que são prudentes. E o pior:
transmitem esse ‘valor’ aos filhos. E assim perpetua-se
culturalmente a servidão ao medo. Prudência é avaliar
realisticamente a totalidade das possibilidades e perigos e
agir sobre o avaliado. Medo é basicamente não agir, ao
menor sinal ou imaginação de perigo.
● Eva ofereceu a maçã a Adão. Sara ofereceu Hagar a
Abraão. Os resultados - nefastos, incontornáveis - estão
marcados a ferro na História.
O inimigo mais sutil é o inimigo INVOLUNTÁRIO, é a
SOMATÓRIA entre o tolo que aconselha e o outro tolo
que acata.
E você, que ‘presentes’ e ‘conselhos’ tem recebido? E o
que tem ofertado? Aconselhe-se primeiramente com
Deus, busque primeiramente em Deus conselhos para
repartir!
● Na gramática de Deus, igreja é um substantivo que não
comporta plural.
41
● Em Cristo as genealogias são pó, assim como é pó toda
honra obtida ao largo da cruz.
● Acumule tesouros que os lobos não podem rapinar –
acumule no refúgio secreto o quanto puder e não puder,
toneladas do único ouro que existe: ALMAS de homens
salvos!
● Estrelas com 5.000, 6.000 vezes o tamanho do planeta
Terra, em torno às quais sistemas de planetas giram,
perfeitos em sua dança apesar de todo o seu gigantismo,
um dia explodirão e morrerão, levando junto seus
sistemas e sendo engolidos pela escuridão – onde não há
memória alguma. Quanto a você, pequeno e efêmero
boneco de pó, imagem e semelhança do Dele altíssimo...
Você existirá para sempre.
● A felicidade é uma fragilidade. Mas há um céu, sim, um
céu onde a felicidade estará desacompanhada do frágil, e
42
reinará sozinha. Pelo que você tem lutado? Por migalhas
frágeis de felicidade terrena ou pela eterna felicidade com
Cristo?
● Há irmãos que são sangue de seu sangue, legados de sua
mãe; e há irmãos que são alma de sua alma, gestados em
Deus, fundados pelo mesmo fogo.
● E quantas vezes você pensou que não ia suportar, mas
suportou? Fé em Deus, levante a cabeça, olhe no espelho:
você é a medida do impossível, um carrossel de milagres,
plantação de Deus.
● Julgamo-nos essenciais, e ao próximo, inoportuno. Jesus
nos diz que somos muitas vezes inoportunos, e o próximo,
essencial. Pois ele é a nossa missão em sua essencialidade,
nossa única chance de relevância.
43
● A Bíblia não possui todas as repostas, mas aponta para
onde elas estão; e demonstra a única maneira de
chegarmos até lá.
● Seguro mesmo é não interagir. Na interação há risco, na
comunicação, ruído, e no abraço, desconfiança. Mas
arrisque mesmo assim! O próprio Deus desceu e o fez!
● Uma das propostas do deserto é dissolver as bolhas de
ar que nos circundam, e sobre as quais edificamos. Suas
areias são móbeis e quentes, mas escondem um segredo
em seu interior, ou ao seu fim: A ROCHA sobre a qual
(re)edificaremos nossa FORTALEZA.
● Acidentes acontecem, até nas autoestradas da Teologia.
Por isso, muito cuidado ao atravessar a Bíblia: olhe
sempre para os dois lados. O texto e o contexto.
● Às vezes parece que as coisas estão ruins PARA você,
mas é só um erro de perspectiva: As coisas estão ruins EM
44
você. Todo começo não começa com o primeiro passo:
Começa com um acordo de paz com o espelho. E não
falo de sua imagem, que isso é pó: Falo de sua alma. E do
Criador dela.
● Você não se faz grande apenas quando realiza grandes
obras, ou tudo faz com sistemática excelência. Você é
grande quando cada pequenino ato seu se torna
instintivamente um sorriso, um aleluia.
● O cristianismo é a mais gregária das religiões. No
entanto, o cristão precisa entender que realizar um
trabalho solitário para o Senhor não é realizar um trabalho
invalidado. A solidão, embora não ideal, não é um erro
ou sinal de desaprovação, apenas uma condição com
vantagens e desvantagens. Entregue as desvantagens nas
mãos de Deus e, enquanto Ele trabalha nisso, explore
cada milímetro das vantagens que ela oferece.
45
● Deus é o Deus que ordena que se ame não apenas os
inimigos manifestos, mas igualmente o agente duplo, o de
pensamento & coração dobre. Nietzsche dizia e escrevia
que o cristianismo é a religião dos fracos. Errou: é preciso
entrar no estreito, é preciso envergar o jugo suave, para
entender o nível de forças que o verdadeiro cristianismo
requer. Pois no Universo do Deus ágape, amar em
verdade é a maior manifestação de potência, é a ação que
requer mais poder, dentre todas ao alcance de homens e
também de anjos.
● Dura coisa é saber onde terminam as geometrias do
Homem, e começam as de Deus. Uma coisa sei, e ela é a
nossa paz: Navegamos até que o círculo se complete.
● Conheces-me desde antes daquele ventre, antes da
materialização. Nasci em Teu coração no Dia anterior aos
dias, o Dia que tornará. Pela Palavra, para a palavra me
chamastes. Minha ambição única é empossar palavras que
possam sequer aproximar-se de expressar as periferias da
46
Tua Glória – como uma criança correndo descalça pelas
ruas de chão, que estica e eleva as mãos ofertantes, e estica
e eleva o louvor de seu sorriso, e expande e expande seu
sorriso, sem medo algum, tentando tocar o Sol.
● Ei! Ei, pidão! Deus é mais que as promessas de Deus.
● Colocar-se no lugar do outro é colocar-se na cruz; é a
forma rotineira de completar a imitação de Cristo. A isto
chama-se empatia; e ela é o mais carismático (khárisma =
tocado pelo Espírito) dos hábitos.
● Uma boa maneira de superar seus problemas é ajudar
os outros a superarem os deles. Sim, há um mistério aqui:
Isso dá conta da sutil forma de entrelaçamento com que o
Deus que é amor teceu seu Universo.
● Olhe para a frente e para o alto. São as duas únicas
direções que existem. Para baixo e para trás, tudo que há
é pó.
47
● A fé é fundamentalmente uma arte ou modalidade de
combate. Uma forma de bater-se, de golpear, seja em
plena luz, seja (e quase sempre vai ser assim) nos muitos
níveis da escuridão pelos quais temos que atravessar. A
passividade do ato de fé, o 'sentar-se e esperar em Deus' é
uma ilusão: ter fé é guerrear. É agir sabendo que Deus é a
ponta-de-lança – o que na frente vai, rasgando caminhos –
e a rija retaguarda. Somos combatentes: não é senão por
isso que Deus já nos disponibilizou uma valorosa
indumentária, uma perfeita ARMADURA (Ef 6.13-17).
● Depositar esperança no menor e mais impotente dos
homens, assim como estender a mão aos piores e mais
perversos, é exercitar e explicitar, seja aos homens, seja ao
céu ou ao inferno, a fé que move montanhas.
● Todas as coisas, mesmo as mais absurdas e
incongruentes, colaboram para o bem daqueles
momentos revolucionários e duros de prognosticar em
que Deus diz: "É agora."
48
Filhos que foram embora retornam, mortos ressuscitam,
portas de emprego batem em você; curas brotam,
máscaras caem, ilusões idem, e Deus é glorificado.
● Quanto mais acumulo quer riquezas quer dívidas,
amigos ou opositores, decepções ou alegrias, e
experiências com os anos de vida, mais percebo que,
estando cheias ou vazias minhas despensas, para tudo,
sobretudo e contra tudo, Jesus é tudo o que tenho.
Sou um cristão e, deixados os eufemismos no capacho,
isso significa que não há um centímetro do corpo de
Cristo que eu não tenha apunhalado, e persista em
perfurar novamente, num vai-e-vem tragicômico de
crimes e arrependimentos. Cada segundo de respiração
minha é um absurdo, uma explosão milagrosa,
cataclísmica, de perdão e graça. Kierkegaard falava com
razão que a fé verdadeira exige um salto para o absurdo,
e a loucura da cruz, do Deus apunhalado, é esse absurdo.
49
● Eu não sei quem sou, mas Cristo, sei bem quem tu és.
E sabendo quem és, em ti encontro e descanso quem sou.
● Maria busca a máscara chamada filhos; João, a máscara
dita paz. Antônio a máscara poder, Marcela a máscara
fama. Desmascaradas suas fragilidades, o que todos
buscam é por redenção. E só o Cristo, aquele que
ressuscitou, a possui e a dá, graciosamente, a quem lhe
pede.
● Jesus nasceu quase em secreto numa estrebaria,
ressuscitou quase em secreto diante de dois guardas
romanos. Mas sua crucificação não foi secreta: o
momento da humilhação e morte de Deus foi
acompanhado por ampla e hostil plateia.
Lembre-se disso no dia de sua humilhação. Ele foi
humilhado, exposto – e venceu.
● E se essa tempestade for uma porta? E se cada
tempestade for uma porta?
50
● Aquele que prega deve garimpar pedras preciosas numa
profundidade situada entre "o Reino de Deus está vindo"
e "o Reino de Deus está aqui".
● O primeiro passo de Judas é trair a si mesmo.
● Só em fé eu sei. Só em esperança eu posso. Só em amor
alcanço alcançarei.
● A todo instante, a nossa única chance de avanço é
recuar. Recuarmos de volta ao Evangelho de Cristo.
● O maior respeito, acima e antes de todas as coisas,
tributa-o a Deus. Em segundo lugar, aquilo que é o seu
ponto mais fraco seja por tema de sua maior consideração
e temeroso respeito. Destes dois, fundamentalmente,
depende seu destino.
● Quando olhamos para o início da Bíblia, vemos um
Paraíso; e depois vamos até a última página, ao livro de
51
Apocalipse, e estamos de volta ao Paraíso. Mas e toda a
dor, todo o miolo entre este início e o fim da História?
Será justo afinal todo este foco que damos a nossas
próprias dores, dúvidas e decepções? Há um Final Feliz!
Isso lhe basta? Somos órfãos, no último instante adotados,
fazendo uma aparentemente longa, mas na verdade fugaz
viagem: uma viagem em direção ao mais feliz de todos os
finais. Órfãos de posse de um salvo-conduto de Sangue,
indo em direção ao Lar, à Família, ao PAI.
● Vou até onde puder, e se fui somente até aqui, fui até
onde pude. A mensagem é o que importa: um mensageiro
é tão-só uma pétala que a tormenta desfolha, em sua co-
missão de espalhar o perfume, espalhar a mensagem.
52
Licenciado em Geografia com especializações em
Metodologia do Ensino e Gestão Escolar, Sammis
Reachers atua no ensino público em municípios do RJ. É
também poeta, escritor e editor, autor de dez livros de
poesia e três de contos/crônicas, e organizador de mais de
quarenta antologias.
Como mobilizador missionário, tem desde 2006
capitaneado o blog Veredas Missionárias, e ofertado à
igreja livros e outros recursos GRATUITOS para a
evangelização, a edificação cristã e a mobilização
missionária.
Para ter acesso aos diversos canais de informação e
também às publicações GRATUITAS focadas em
mobilização missionária e edificação cristã, por favor
acesse: https://linktr.ee/sammisreachers
Para a produção autoral do autor, acesse:
https://linktr.ee/sreachers
53

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Reachers

Boletim 220613
Boletim   220613Boletim   220613
Boletim 220613
Marcio Lira
 
Vitória sobre o mundo - livro
Vitória sobre o mundo  - livroVitória sobre o mundo  - livro
Vitória sobre o mundo - livro
Silvio Dutra
 
Vitória sobre o mundo - livro
Vitória sobre o mundo - livroVitória sobre o mundo - livro
Vitória sobre o mundo - livro
Silvio Dutra
 
Toque por amor
Toque por amorToque por amor
Toque por amor
Pastor Robson Colaço
 
O serviço e a utilidade
O serviço e a utilidadeO serviço e a utilidade
O serviço e a utilidade
Helio Cruz
 
Solidao
SolidaoSolidao
Solidao
guestba2987c1
 
A família católica, 33 edição. fevereiro 2016
A família católica, 33 edição. fevereiro 2016A família católica, 33 edição. fevereiro 2016
A família católica, 33 edição. fevereiro 2016
JORNAL A FAMILIA CATÓLICA
 
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - textoEstes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
ADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
229664166-Barroco-slide-ppt.ppt
229664166-Barroco-slide-ppt.ppt229664166-Barroco-slide-ppt.ppt
229664166-Barroco-slide-ppt.ppt
Sil Queiroz
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
Izabel Cristina Fonseca
 
Convite a coragem
Convite a coragemConvite a coragem
Convite a coragem
Bernadete Costa
 
Convite a coragem
Convite a coragemConvite a coragem
Convite a coragem
Bernadete Costa
 
Pré romantismo no brasil
Pré romantismo no brasilPré romantismo no brasil
Pré romantismo no brasil
Seduc/AM
 
A religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavier
A religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavierA religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavier
A religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavier
havatar
 
Perdao - Não Julgamento
Perdao - Não JulgamentoPerdao - Não Julgamento
Perdao - Não Julgamento
Ricardo Azevedo
 
O Maior Milagre Do Mundo
O Maior Milagre Do MundoO Maior Milagre Do Mundo
O Maior Milagre Do Mundo
Rodrigo Corrêa Leite
 
JORMI - Jornal Missionário n° 81
JORMI - Jornal Missionário n° 81JORMI - Jornal Missionário n° 81
JORMI - Jornal Missionário n° 81
Almir Rodrigues
 
JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81
trabalho como autonomo
 
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07
Candice Gunther
 
Evangelho Cap5 item18
Evangelho Cap5 item18Evangelho Cap5 item18
Evangelho Cap5 item18
Patricia Farias
 

Semelhante a Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Reachers (20)

Boletim 220613
Boletim   220613Boletim   220613
Boletim 220613
 
Vitória sobre o mundo - livro
Vitória sobre o mundo  - livroVitória sobre o mundo  - livro
Vitória sobre o mundo - livro
 
Vitória sobre o mundo - livro
Vitória sobre o mundo - livroVitória sobre o mundo - livro
Vitória sobre o mundo - livro
 
Toque por amor
Toque por amorToque por amor
Toque por amor
 
O serviço e a utilidade
O serviço e a utilidadeO serviço e a utilidade
O serviço e a utilidade
 
Solidao
SolidaoSolidao
Solidao
 
A família católica, 33 edição. fevereiro 2016
A família católica, 33 edição. fevereiro 2016A família católica, 33 edição. fevereiro 2016
A família católica, 33 edição. fevereiro 2016
 
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - textoEstes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
Estes Dias Tumultuosos e o Natal - texto
 
229664166-Barroco-slide-ppt.ppt
229664166-Barroco-slide-ppt.ppt229664166-Barroco-slide-ppt.ppt
229664166-Barroco-slide-ppt.ppt
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
 
Convite a coragem
Convite a coragemConvite a coragem
Convite a coragem
 
Convite a coragem
Convite a coragemConvite a coragem
Convite a coragem
 
Pré romantismo no brasil
Pré romantismo no brasilPré romantismo no brasil
Pré romantismo no brasil
 
A religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavier
A religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavierA religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavier
A religiao dos_espiritos_-_emmanuel_-_chico_xavier
 
Perdao - Não Julgamento
Perdao - Não JulgamentoPerdao - Não Julgamento
Perdao - Não Julgamento
 
O Maior Milagre Do Mundo
O Maior Milagre Do MundoO Maior Milagre Do Mundo
O Maior Milagre Do Mundo
 
JORMI - Jornal Missionário n° 81
JORMI - Jornal Missionário n° 81JORMI - Jornal Missionário n° 81
JORMI - Jornal Missionário n° 81
 
JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81JORMI - Jornal Missionário nº 81
JORMI - Jornal Missionário nº 81
 
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07
Aprender com perguntas - Paulo e Estevão 07
 
Evangelho Cap5 item18
Evangelho Cap5 item18Evangelho Cap5 item18
Evangelho Cap5 item18
 

Mais de Sammis Reachers

Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide SilvaVivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Sammis Reachers
 
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis ReachersFanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Sammis Reachers
 
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - AntologiaO Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
Sammis Reachers
 
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé 1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
Sammis Reachers
 
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdfFanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Sammis Reachers
 
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãosRevista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Sammis Reachers
 
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
Sammis Reachers
 
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologiaPoemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Sammis Reachers
 
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistasLinha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Sammis Reachers
 
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização MissionáriaGoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
Sammis Reachers
 
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para AdultosCurso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
Sammis Reachers
 
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdfCOMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
Sammis Reachers
 
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdfAs Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
Sammis Reachers
 
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon MartinsSonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
Sammis Reachers
 
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis ReachersRenato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Sammis Reachers
 
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis ReachersCARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
Sammis Reachers
 
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERINGPôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Sammis Reachers
 
O que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoO que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuito
Sammis Reachers
 
Antes que seja tarde demais - E-book
Antes que seja tarde demais  - E-bookAntes que seja tarde demais  - E-book
Antes que seja tarde demais - E-book
Sammis Reachers
 
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Sammis Reachers
 

Mais de Sammis Reachers (20)

Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide SilvaVivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
Vivendo a vontade de Deus para adolescentes - Cleide Silva
 
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis ReachersFanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
Fanzine Samizdat #7 - Especial Metapoesia - Sammis Reachers
 
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - AntologiaO Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
O Aborto em Frases, Poemas e Reflexões - Antologia
 
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé 1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
1000 Citações sobre Amor, Esperança e Fé
 
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdfFanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
Fanzine Samizdat #6 - Sammis Reachers.pdf
 
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãosRevista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
Revista Muito Além dos Videogames Extra 2 - Jogos bíblicos e cristãos
 
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
150 Citações de Soren Kierkegaard - E-book
 
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologiaPoemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
Poemas sobre Sua Majestade, o LIVRO - Uma microantologia
 
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistasLinha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
Linha de Esplendor Sem Fim - Histórias missionárias metodistas
 
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização MissionáriaGoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
GoMobilize - Manual de Mibilização Missionária
 
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para AdultosCurso de Visitação Hospitalar para Adultos
Curso de Visitação Hospitalar para Adultos
 
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdfCOMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
COMO CRIAR UM INFORMATIVO MISSIONARIO QUE GERE RESULTADOS.pdf
 
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdfAs Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
As Mais Belas Citações Sobre a Gratidão - 250 Citações Selecionadas.pdf
 
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon MartinsSonetos Natalinos - Filemon Martins
Sonetos Natalinos - Filemon Martins
 
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis ReachersRenato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
Renato Cascão e Sammy Maluco - Uma dupla do balacobaco - Sammis Reachers
 
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis ReachersCARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
CARTAS E RETORNOS - Poesia - Sammis Reachers
 
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERINGPôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
Pôsteres para Mobilização para Missões em LETTERING
 
O que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoO que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuito
 
Antes que seja tarde demais - E-book
Antes que seja tarde demais  - E-bookAntes que seja tarde demais  - E-book
Antes que seja tarde demais - E-book
 
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
Poema educativo sobre as frutas nativas do Brasil
 

Último

DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (16)

DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 

Sabenças & Sentenças da Missão: Frases e provocações missionais de Sammis Reachers

  • 1. 1
  • 2. 2
  • 4. 4 APRESENTAÇÃO .............................................. 05 FRASES ................................................................ 07 Autor ..................................................................... 52
  • 5. 5 Esta brevíssima coletânea reúne frases de minha autoria, escritas ao longo dos últimos talvez quinze anos. A grande maioria nasceu já como está, como frase/pensamento individual, de parto despretensioso; algumas poucas foram retiradas de textos maiores. Foram publicadas fundamentalmente em redes sociais, fortuitas atualizações de status de Facebook e seus congêneres. O que aqui as une é a reflexão sobre a vida cristã e a missão inescapável da igreja, missão que envolve a ida e também a estadia, o sofrimento, o sacrifício e a correção. Dentre as tonalidades de tempero – que vão da especulação teológica até o chão diário da igreja – temos frases de incentivo e esperança, mas principalmente de exortação, por vezes dura, ácida (alguém diria profética, mas não me arrogo a tanto).
  • 6. 6 Se tais pitadas de sal e pimenta puderem temperar sua jornada, reanimando-a, ressignificando-a, provocando-a positivamente para fora da consensual zona de conforto, terá sido justificada sua compilação neste humilde livrinho de bolso. Sammis Reachers
  • 7. 7 ● A Igreja vencerá. É da natureza da bigorna durar mais que o martelo. ● Não existe acaso ou azar: há erros e acertos, há crimes e castigos, ação e reação. E há o perdão, a quebra dessas cadeias, a mão de Deus equalizando as coisas, a única forma de vencer. ● Existem os teóricos da pescaria, existem os legisladores da pescaria, e existem os pescadores. Jesus treinou pescadores para que fossem ao mar e pescassem almas. E você, cristão? É um legislador, um teórico ou um pescador?
  • 8. 8 ● Temos sede, sede da operacionalidade do princípio, das múltiplas ou infinitas ou imaculadas chances que todo princípio é, possui ou gera. Sede do primeiro amor. ● O ide, ou o ato evangelístico, é como um sol ao redor do qual tudo o mais na igreja orbita, como se fossem planetas ou acessórios. Se o sol se apagar, tudo morre; a morte da missão é imediatamente seguida pela morte da igreja. ● A jornada do arauto é mais que um solfejar esperanças. É enfornar, cozinhar e transportar os tijolos empregados na materialização de um abraço. ● Não deve haver barreiras – de plataforma, meio, modo, tempo e lugar – para a difusão do Evangelho. Se eu pudesse escrever o Evangelho nas asas das borboletas – ainda mais do que ele já está nelas escrito, numa língua clara em cores, mas ainda incompreensível para tantos – eu o faria, para que a salvação chegasse esvoaçante e
  • 9. 9 pequenina aos pés dos homens, pela primavera. Sim, bonito. Mas, ainda que ele tenha que chegar escrito em lama (quem lê, entenda), ou escrito por sangue como chegou a tantos lugares, escreva, e que chegue: FARÁ O MESMO EFEITO, o efeito para o qual o Filho do Homem se manifestou: desfazer as obras do diabo (1Jo 3.8b). ● Melhor ser um humilde e manquejante asno servindo ao Rei dos Reis, do que um fantasioso pégaso esvoaçando pelo Olimpo Grego, vivendo uma ilusão que terminará, como as demais todas as outras coisas, diante do tribunal do Rei. Desperta, tu que sonha sonhos que não os dEle. ● Em tempos de tantos e tão tontos mercenários da fé, devemos a tempo e fora de tempo proclamar a completa GRATUIDADE de Cristo. ● Microfone não é arado. Arado é abraço. E centenas de outras coisas não eletrificadas.
  • 10. 10 ● Jesus destronou a Satanás. Mas, veja que coisa: não tocou em Mamon: deixou-o como teste, prova, missão. Para que você o destrone de sua vida. E família, e comunidade. Ou permaneça(m) escravo(s); esse arbítrio inalienavelmente pertence a você. Assim como inalienavelmente pertence a Cristo o Dia do Juízo sobre todas as coisas. Sobre o que você fez de Mamon. E Ele vem! ● Sim, você pode fugir da especificidade da metáfora e tornar para a literalidade, você poderá dizer: “Mas Caim matou Abel”. E eu lhe direi: Sim, e Caim não venceu; apenas deu o start, deu início à partida. Partida que foi vencida por um nazareno. Mas a guerra, vencida, continua: há bolsões de resistência e enclaves onde apenas o inimigo faz-se presente. A guerra precisa ser levada até eles; levada a todos os rincões. Para cada povo, língua e nação. E então, sim, virá o fim. Com o retorno do Filho do Homem, ou seja, o Filho da Esperança. Filho do
  • 11. 11 Homem, Filho da Esperança: agora você pode entender melhor este nome? ● Lembre-se sempre: você não é o problema, mas a solução de Deus para alguma coisa. Abra-se ao que lhe solicita. Cumpra(-se). Dance sua dança, sua coreografia particular, unívoca, concebida em Deus. ● E essa gente esquisita, inoportuna, essa gentinha insuportável, essa gente que você detesta? Deus ama. ● A pior sensação para um soldado não é aquela sombria certeza que às vezes desce pelas noites com a geada, certeza de que não verá mais as pessoas amadas; a pior sensação não é sequer aquela última, manifesta no toque gélido na nuca de um cano de fuzil, quando prestes a ser executado (pois quando a morte se apresenta, uma paz dialogal entre o ceifado e a ceifadora estabelece-se); a pior sensação para um soldado é aquela amargura lenta, que
  • 12. 12 cresce como raiz por dentro do corpo moído pelos combates, e diz, enquanto ele está assentado, raspando o fundo do tacho de ração: "Essa guerra não é minha guerra; não sei porque luto. Esses ao meu lado, tão propícios à traição e à deserção, e no entanto tão cheios de si, de maneira alguma são meus aliados." Terríveis-repetitivos- circulares cenários de uma guerra de verdade, onde a Queda se manifesta em todo o seu esplendor reverso. Lembre-se então dAquele que o alistou ao morrer em seu lugar. ● O microfone foi inventado simples e exatamente para que você não precise mais GRITAR. Vá! Tome posse desta verdade, e seja um mensageiro de boas-novas: compartilhe-a com quantos encontrar! ● Queremos permanecer sob o abrigo da luz, mas esquecemo-nos de que SOMOS a luz; e que nosso trabalho deve ser realizado, fundamentalmente, no
  • 13. 13 coração das trevas. Chamados não para voar nas alturas, mas para mergulhar em profundidade. ● Você está hiper desanimado, e Deus vem e não lhe traz uma palavra: Deus traz uma missão. O Deus processual lhe re-anima na missão. ● Transporta-nos, TRANSTORNA-NOS de volta ao tempo em que cinco pães e dois peixinhos eram tudo o que tínhamos. E tudo dependia de Tua fidelidade e eficácia. E o SENHOR andava conosco, e andávamos APÓS o SENHOR. Mas jamais À FRENTE. ● Falamos das ovelhas que não têm pastor, e avançam para o perecimento, mas nada falamos do principal horror, que ulula, dança diante de nossos olhos, e ao invés de nossa repreensão, obtém nosso respeito e nossos convites: pastores que não têm ovelhas, e avançam para o juízo de suas almas e das almas que (alguns sequer se lembram) lhes serão cobradas.
  • 14. 14 Deus não precisa de itinerantes, precisa de missionários. Quem vive de púlpito em púlpito é o marceneiro que os fabrica. Deus quer quem fique, quem permaneça e discipule até que algo esteja edificado. O Deus das ovelhas precisa de pastores de ovelhas. Não falo de missionários de curto prazo, por favor, pois estes fazem um trabalho necessário e dentro do possível: falo de pastores de fato e de direito, prisioneiros da paz e tranquilidade de sua própria cultura, que um dia tiveram suas ovelhas e as deixaram para viver uma vida descompromissada – mas não abrem mão do título, do status, das pregações que chovem no molhado. São uma tragédia viva a quem apertamos as mãos e damos a paz. ● A pior derrota para um comissionado não é deixar de obter êxito na missão. Não é o cometer erros, causar embaraço ou escândalo. A pior derrota é perder o senso de missão. A morte do senso é a morte do sentido; ao tombar o sentido, morre também a ação, que murcha e se
  • 15. 15 debate por perder o Norte. Conserve como um tesouro frágil a noção de quem você é, a serviço de quem e para o quê está aqui. A cada manhã salve o senso que você ganhou ao ser salvo. Alimente-o durante o dia; zele por seu sono nas noites, que serão muitas. ● Sim, Deus tem um enorme exército de príncipes e princesas, de bons-o-suficiente. Preparados & audazes, vocacionados & loquazes. Mas insiste em utilizar lixo humano para algumas de suas obras capitais. Como um velho rabugento refém de seus caprichos. O velho Deus contracultural, que ensinava profundidades cósmicas a, vejam só!, pescadores analfabetos, e explanava sobre o amor verdadeiro para... prostitutas, profissionais do pior amor. Velho e teimoso, não-sujeito a mudanças, como uma rija rocha. E Ele continua por aí, impossível de impedir, maquinando espantos, fundando a Realidade na destemperada perfeição de seus processos.
  • 16. 16 ● Decepcionado com o desfile de status, pretensas perfeições & sabenças diplomadas? Tire o foco da igreja de bacanas, foque na periferia. Jesus continua pulsando nos lugares onde sempre pulsou. Nos piores. Possui mesmo um nome, secreto para muitos, aqui manifesto: O Deus dos Piores Lugares. O de Samaria, o da estrebaria. O Que Se Atreve a Estar. ● E afinal pelo que lutamos? Pelo que sofremos, e esperamos? Somos vilipendiados, desgastados, motivos de escárnio e enfado para os que morrem? Por um Universo onde não haverá mais a morte, e sequer separações, de qualquer tipo. Um lugar de vida eterna, e interconexões metapsíquicas fundadas no amor ágape, onde um ser sentirá em todo lugar os outros seres, e um ser pulsará no outro ser, e todos, nEle, seremos Um. Onde qualquer tipo de despedida será uma impossibilidade.
  • 17. 17 ● Vamos, venha para o holocausto! Tire as sandálias, pois seremos nós os ofertados, e queimaremos de zelo pela Sua obra. Morreremos para viver, e viveremos o maior dos projetos dEle, qual seja, a eternidade nEle – e neste exato momento o incêndio foi deflagrado, e o Universo avança para tal clímax! ● O amor tende à eternidade, um rio e seu mar. Na verdade o amor é a única coisa que a atingirá. ● O amor é âmago e imago (imagem) das razões de Deus. ● A palavra certa na hora certa é a mãe de todas as armas. E nela é mestre o Espírito de Deus. ● Sem Cristo a História fracassaria. E o homem, seu combustível, arderia em vão. ● Por mais cansativa, difícil, arriscada, inoportuna, onerosa, desagradável e inglória que seja a tarefa, não resta
  • 18. 18 à Igreja crente e firmada na Verdade nenhuma outra opção, senão ir ou enviar (enviar-se para adiante). Contra toda a idolatria do conforto e realização pessoal erigidos pela modernidade, que crê a igreja local como fortaleza maternal, fechada sobre si e segura como uma concha, afirmamos que toda igreja local é provisoriedade: uma cabeça-de-ponte, um apoio para que o conjunto de seus agentes possa ir adiante. O avanço é a Missão; a igreja local, cabeça-de-ponte, só existe para sustentar esse avanço. O ato ou situação estacionária que ela proporciona não é o fim em si, como a loucura do egoísmo e a prostituição da covardia nos doutrinaram a crer; seu status estacionário é apenas para descanso, equipamento e treinamento (discipulado) dos agentes. Entrepostos de logística. A principal enfermidade que contaminou 'judeus e gregos' da igreja global não foi a relativização da fé ou a teologia que enaltece a prosperidade, mas a ecumenicamente disseminada "síndrome do caracol" – nosso querer
  • 19. 19 transformar reles barracas de campanha em fortalezas, nosso amor lascivo pela lentidão, e nossa pulsão pelo encouraçamento. Deuses caídos precisam de muralhas que guarneçam seus pés de barro; um Deus invencível, inatingível, o que fará com uma fortaleza? Ele não carece de castelãos pois prescinde de castelos; mas Ele possui uma seara e arregimenta ceifeiros. Apenas ceifeiros, pois nem de capatazes Ele precisa. ● Um herdeiro é dono de toda a fortuna daquele de quem herda, daquele que morreu. É algo justo e inviolável. Mas e quando o que se herdou foram dívidas? Somos igualmente responsáveis. Assim, legalmente eu comi a fruta proibida. Eu em Adão (e não mais Adão, que é morto) derrubei a Criação. Sou o único responsável não apenas pela minha, mas pela dor de cada verme, de cada cachorro atropelado ou tartaruga marinha sufocada em plástico; é minha responsabilidade. Como cristãos,
  • 20. 20 lutamos (e nisso somos concordes) para nos reerguer de alguma maneira; combater o pecado para o qual já "estamos mortos"; nos fazermos melhores no que pudermos. Mas noventa por cento de nós não move uma palha para reerguer a Criação, pra aliviar outra das consequências de nossa rebelião, a dor disseminada pela Natureza. E ainda é pouco, pois de tudo somos os últimos, e lixo do mundo no pior e não-apostólico dos sentidos: Pois além de 'esquerdistas' terem que se levantar por uma causa que deveria ser primordialmente SUA, pois SUA dívida (a Queda da Natura), você ainda os deplora e os acusa de levianos, falsários ou agentes de uma pretensa Nova Ordem Mundial. Mas é você que se arroga possuidor da Verdade e tem tão pouca compreensão, e faz um tão porco uso dela. Desperta, põe-te a salvar, a missão é maior do que aquele engravatado te contou. ● As coisas estão difíceis, você está sendo oprimido enquanto assiste à multiplicação global dos inimigos? Há
  • 21. 21 um que resiste, e que é maior do que a soma de todos os demais, qual seja, o Espírito Santo que marcha contigo. Continue a fazer o seu trabalho. ● Passeando em seus dias e em suas cercanias, você viu um campo repentinamente lavrado e surpreendeu-se com o volume do edificado: se o tempo foi breve e a obra foi vasta, saiba que o sacrifício foi grande. Não há milagre mais fácil de realizar-se na Terra do que aquele que é fruto do trabalho pesado e abnegado. O próprio céu conspira a favor dos que sangram. ● Estar com o nome escrito no Livro da Vida é estar com o nome escrito no Livro da Missão. Somos todos missionários. Das maneiras mais criativas imagináveis pelo Criador, há missão para cada um de nós. E um Livro da Vida ainda repleto de vazios. ● Quantos teólogos, mesmo os da ortodoxia, de ontem e de agora; quanta literatura cristã, pregações, opiniões de
  • 22. 22 ontem e de agora, que se acreditam e se vendem como insuspeitas; quantas Confissões de Fé, catecismos, concílios e sínodos, de ontem e de agora, pois aí estão, são aniquilados e nulificados pelo Sermão do Monte, reduzidos a nada quando lançados de encontro à penha que estraçalha, monte de tropeço, o cristianismo em sua pureza e radicalidade? Sim, você pode ter vivido e consumido um arremedo de cristianismo sua vida inteira, e o fará amanhã, e doravante, e isso não é nada: tal malversação tem prostituído culturas e corações por séculos, e o fará até o fim. Alguns daqueles que você admira, naturais ou herdeiros de Roma, Wittemberg, Genebra, teriam suas conchas quebradas e relicários esmiuçados de encontro ao FUNDAMENTALISMO DO AMOR proposto no Sermão Central de todo o cristianismo, axis mundi, eixo centro-umbilical que liga a terra ao céu, cujas maiorias das teologias e seus corsários, perdão, partidários, baldam em fazer macular ou submergir. E assim será para sempre, é
  • 23. 23 uma carga difícil de carregar, em sua absurda leveza. É a loucura ao cubo, a cruz a berrar. Bem, ou esqueça isso. A Reforma não nos devolveu àquele monte, quem, o que o fará? Carpe diem. ● Digno de pranto é o dia que fenece sem que você tenha feito algo pela expansão do Reino de Deus. Mas, assim como você, ainda respira o dia: Ore, doe, fale do amor de Cristo! ● Servo que é servo é sempre coadjuvante: de Deus, do próximo, de outro servo. ● O melhor cristão é aquele impossibilitado de disfarçar- se: você vê a luz bailar em seus olhos, seu silêncio como que flauteia... Ele emite virtude como uma antena retransmissora. ● O viver cristão é fazer com que os outros sejam favorecidos.
  • 24. 24 ● Embora tenha marchado, visto, ouvido e arriscado-se com Jesus, BOA VONTADE não levou Judas a lugar nenhum. E iria levar você? Você precisa fazer como os outros onze apóstolos. Precisa dar seu coração. ● Alguma vez já lhe ocorreu que há uma diferença entre a pessoa pacífica e a pessoa pacificadora? O pacífico tem em si sua própria recompensa; quanto ao pacificador, esse receberá a recompensa diretamente das mãos de Cristo. A diferença entre passividade e atividade. "Bem aventurados os pacificadores..." (Mt 5.9). ● O tempo não é um rio que flui, mas uma debulhadora que tritura. Tua função, peregrino, é tão-só dar-lhe frutos. O Deus das Sementes aguarda o retorno por sua semeadura. ● A oração costura sapatos para os pés daqueles que anunciarão as boas novas. E providencia roupas e
  • 25. 25 estradas, chaves e despertadores. Orar é industriar o Reino. ● Em todo canto sempre há muito a fazer pois em todo canto, e não somente ou não necessariamente na igreja, há muitos concentrados em não fazer nada. ● O Espírito venta onde quer, e golpeia com fúria quando necessário. Mas DIPLOMACIA também se aprende com o Espírito Santo, e PRINCIPALMENTE com o Espírito Santo, o intermediador-mór. ● O sangue de Cristo segue sendo objeto de comércio de muitos a quem a sua livre distribuição foi um dia confiada. Toda uma hierarquia, toda uma fauna e melhor: um ecossistema foi engendrado, indo de calvinistas a arminianos, de sectários a catolicistas – Mamon tornou-se, por intermédio dos homens, co-operador fraudulento do Reino de Deus, transformado em grande Bolsa de Valores, arrimo de famílias e lobos solitários.
  • 26. 26 ● Deus salvou a tua alma e os humildes, os últimos da terra, salvarão o teu chamado. Vá ao seu encontro! ● Se Deus já não cura e opera maravilhas, o cristianismo foi reduzido a uma história bonita – como os Vedas e Upanishads. E tu és o mais miserável dos homens. Pulha dos livros! Ratazana de papéis! Em Deus não há mudança nem sombra de variação. Deve ser por acreditar nisto que tua "história bonita" reformada convence a tão poucos homens!!! Tornaste vão o sacrifício de Cristo, pois ao limitar a extensão de Seu braço, limitaste a extensão de Seu convite. ● Quantos se propõem a ajudar, a colaborar, e na hora da verdade falham fragorosamente! E mais uma vez se propõem, e mais uma vez falham! A luta pelo avanço do Reino é principalmente uma luta de perdão interpares.
  • 27. 27 ● O seu cristianismo tem sido um guarda-chuva sob o qual outros podem se abrigar, ou uma muleta que serve unicamente para o seu próprio amparo? ● Dura carga é carregar os que deveriam ser carregadores. ● Viver para vivificar, ainda que você, que já morreu, eventualmente morra, era e é o lema apostólico. ● Tal é a singularidade da Bíblia: Ela é o objeto missionário, o tema da missão e seu manual de instruções. ● Precisamos lutar contra a "CULTURA DA RETENÇÃO", doença disseminada e supradenominacional, que faz com que líderes retenham obreiros (e recursos), consciente ou inadvertidamente retendo assim como que ao próprio Cristo, que vive e avança através da vida e do avanço de seus peregrinos.
  • 28. 28 ● O mundo, como uma grande bola de futebol, anseia desesperadamente por cruzar a meta e fazer seu gol: a meta é o perdão de DEUS. Há uma pequena equipe no gramado desse torneio de vida e morte, uma equipe cujo técnico é o Espírito Santo. E VOCÊ, irmão em Cristo, é um dos onze jogadores em campo, num time que não possui um banco de reservas. ● Avaliados poderes e estaturas, Mamon não é um servo de Satanás, mas um aliado. Poderia se dizer que, se como cristãos temos nossa misteriosa Trindade, o mal possui sua Dupla ou Dualidade ou Diarquia – e quantos, talvez você e todos os cristãos que lhe cercam, resistem a Satanás mas rendem-se ao sistema e aos variegados esquemas de seu duplo onipresente e plenipotente, Mamon! ● Somos uma geração de apedrejadores de profetas. Mas não se engane: profetas são apedrejados desde Abel. Nossa inovação decorre de nossa metodologia "civilizada",
  • 29. 29 feita de escárnio e indiferença, o que profissionalizou o apedrejamento. Tornou-nos metralhadoras. ● Sua distância da dor das pessoas define sua distância de Deus. ● Às vezes pode ser cansativo, algumas vezes até irritante, e vezes há que até mesmo, sim!, é humilhante. Mas nada se compara ao suportado pelo CORDEIRO. ELE é digno. No dia mau, na crise, quando não puder suportar sequer a expressão do próximo, ou quando não puder suportar sequer o seu próprio rosto no espelho, olhe nos imutáveis olhos do Cordeiro. Apanhe força, arranque-a da Fonte, use de violência. Continue seu combate, seu serviço, sua missão. ● Quem está ocupado carregando pedras para um Reino não tem tempo ou interesse em avaliar a aceitação dos transeuntes. Já basta muitas vezes ter que se desviar deles,
  • 30. 30 que atravancam o caminho que deveriam PAVIMENTAR. ● Só colaborar com colaboradores é igualar-se aos esfarrapados de Satanás. ● É lícito (embora estranho) a um cão não gostar do cheiro de outros cães; mas do cheiro das mãos de seu SENHOR no pelo dos demais cães, não há como escapar. É ao SENHOR a fidelidade. Pode sentir o cheiro dEle fremindo sobre todas as coisas, enquanto você esfrega seus pelos no pó, irmão cão? ● Não está em nosso poder arrancar o joio, mas está em nossas mãos não irrigá-lo para que continue a crescer. ● "Oh irmã Doquinha, não diga isso não! Não podemos combatê-lo(s), pois toda autoridade foi posta por Deus."
  • 31. 31 Protestante tolo! Lutero teu pai se levantou conta o próprio Papa, crido e havido como "avatar de Deus" na Terra, e senhor do mundo! Ou ignora o que significa o termo "protestante", teu próprio nome? ● Estamos em fluxo e interligados: cada desvio de sua missão é uma frenagem, uma brusca frenagem num veículo que tem hora marcada para chegar a um determinado ponto, um veículo do qual dependem outros além de você. ● A Missão possui um altar de holocausto. Altar onde o ego arde, em fogo eterno. Fizeste hoje a tua oferenda, peregrino? ● Eles vão te recriminar se você não fizer nada, e eles vão te recriminar se você fizer mais do que eles. Então, faça o que tiver de ser feito, APESAR deles.
  • 32. 32 ● Deus tem a última palavra (Pv 16.1). Que assertiva simplista! Mas você tem IDEIA do que isso significa? Isso coloca em xeque os planos e todas, TODAS as narrativas de Satanás. O Universo e mais, a Realidade possuem apenas um único EDITOR. Entregue nas mãos dEle o roteiro de sua vida. Acredite, trabalhe e confie. Deus proverá. ● Não busque a provação. Mas, encontrando-a, não tema: O deserto, moenda de rochas e tenda de revelações, existe para teus exageros, os quais busca dissolver, e para teus poderes essenciais, os quais busca apurar. ● Só o verdadeiro capitão sabe o que é perder almas para o mar, ele que vive para lutar contra as marés. Só o verdadeiro pastor sabe o que é perder almas para os lobos, ele que vive para lutar contra a grande noite. O verdadeiro capitão, o verdadeiro pastor, teme e treme ao oficiar seu rito, pois cada alma perdida é marcada por
  • 33. 33 um risco a ferro quente em seu coração, incontornável contabilidade a ser levada até o Dia do Juízo. É preciso discernir em quem confiamos – pôr à prova os espíritos – pois qualquer um pode vestir uma farda branca de marujo, ou berrar versículos numa bancada. Olhos atentos ao timoneiro, no dia da pequena tempestade. A tempestade eventualmente mata, mas sempre e sempre revela os homens. ● Existem dois tipos de pessoas: As que querem que o bem lhes aconteça e as que querem que o bem aconteça. Acredite: A escolha de um lado fatalmente irá mudar uma vida – ou a de milhares. Já fez sua escolha? ● As pessoas não querem suas lamúrias. As pessoas querem alternativas. ● E se todo esse dinheiro gasto em livros, mensalmente, fosse gasto em tijolos ou sustento de alguém que faça o que você já não faz, anunciar?
  • 34. 34 A Teologia, nossa necessidade, é também a vaidade suprema de alguns, uma tumba que sepulta soldados promissores, sem sequer avisar ao defunto sobre seu óbito. ● Nossa missão é duma simplicidade tal que foi concebida para a compreensão até das crianças ou dos alcançados pela demência: Levar a outros moribundos A CURA QUE NOS CUROU, seja ao rigor dos trâmites alfandegários, seja através das mais astutas formas de contrabando. ● A fé é um salto no escuro, que pega impulso no escuro, que mira adiante, no escuro – para alcançar além do escuro. ● Ei! Talvez você esteja batendo na porta errada, ou talvez, batendo de uma maneira errada: o Deus a quem servimos não procura por príncipes ou princesas. Ele possui uma seara, uma 'roça', e busca trabalhadores braçais.
  • 35. 35 Queime os adornos. Apanhe um punhado de folhetos, apanhe uma enxada. Apanhe uma estrada. Não há palácios para você. Não aqui. ● Abertamente ou em secreto, todos somos circundados por tantas dúvidas que, se formos parar para duvidar, não faremos outra coisa. O que Deus espera e a vida requer é que você a pegue, a essa tão pequenina fé que possui, e a levante sobre si, como um farol e uma bandeira. E siga adiante, um dia depois do outro. ● Não há para onde correr: No final das contas, o resultado do confronto pessoal entre a sua visão missionária e a sua visão denominacional vai definir quem é você no Reino e na Missão de Deus. Ou a visão do todo lhe define – e define em todas as coisas – ou a visão das partes. ● Doce é servir sob as ordens de gigantes.
  • 36. 36 ● Que preço você tem pago? Há quanto tempo? Que importa? O Cordeiro é digno. ● Uma pequena luz, ainda que a mais débil e fugaz, representa um evento cataclísmico e revolucionário, quando deflagrada nas trevas. Pois um lampejo que seja é capaz de mostrar à e na escuridão que há algo além da própria escuridão, algo superior, amável, anelável – mesmo que a princípio cause efeito contrário, de repulsa e mesmo ódio. Brilhar nas trevas é permitir à escuridão enxergar que o frio que a envolve não vem de braços, mas de correntes. Brilhar é manifestar a Verdade, e a verdade o que é, senão o Salvador? Faça o bem como estiver, onde estiver, como conseguir. Mesmo ferido, mesmo sozinho, deflagre luz, soldado de Cristo!
  • 37. 37 ● Deixar de compartilhar a verdade com medo de magoar o ouvinte, é acabar magoando a verdade. E a verdade não é uma relatividade ou generalidade, mas uma singularidade, um ‘norte’ fundacional para todas as coisas. Ao fim e ao cabo, a verdade é uma pessoa: Cristo, de onde toda verdade emana. ● Vai formar uma equipe? Teste antes os espíritos. ● Às vezes você olha, e há um corpo estranho na igreja. Hora de abraçar, orar e vigiar. Às vezes você olha, e a igreja é um corpo estranho. Hora de abraçar, orar e vigiar. ● Soldados não procuram abrigo, não mendigam abrigo: soldados constroem abrigos. ● Sim, sim, ELE não faz acepção de pessoas. Apenas confere a cada um meios de enxergar ângulos variados do mesmo horizonte. E conforme você vê, você faz.
  • 38. 38 ● Seu medo de morrer é a maior ofensa, e em si mesmo a perfeita negação, de tudo aquilo em que você diz (e muitas vezes realmente acredita) acreditar. Pastor, profeta ou neófito, não importa: há algo de torpe em sua base. Repense(-se). Reafirme a morte e ressurreição de Cristo em sua vida, em seu entendimento, em sua atitude em face a tudo. Entenda quem você é, entenda que não há morte alguma para você. ● Desconsidere as aparências, isso faz parte de não julgar. Deus tem um prazer persistente e sutil em fazer acontecerem coisas INACREDITÁVEIS através de pessoas DESACREDITADAS. ● Amar é abaixar a guarda. Amar é expor-se. O amor é a soma de três dos quatro braços da cruz. E Ele diz: pegue a sua e siga-me. Exponha-se. Doe-se.
  • 39. 39 ● O sangue de Jesus tem poder. Poder para libertar os cativos. Também e poderosamente, os cativos nas engrenagens do sistema. Não pretendendo aqui desconsiderar a dimensão espiritual, mas pelo contrário, completamente abarcando- a, pois sabemos ser ela a base invisível e sustentáculo de toda a opressão e injustiça sociais. Mas Satanás é espírito, e como tal precisa de instrumentos: todo sistema de dominação indébita começa no inferno e avança, de baixo para cima, expandindo-se do espiritual e materializando- se em leis, sistemas, oligopólios, conciliábulos... Tornando a corrupção humana, o próprio estrato da Queda, em algo institucionalizado, legalizado, INDUSTRIALIZADO, coberto por uma fachada que muitas vezes a própria religião endossa. Se você acredita no Deus de Israel e não noutro, lembre-se: Ele é o Deus dos órfãos e das viúvas. Vá e descubra o que isso significa. ● Covardia não é prudência. Há pessoas que passam a vida inteira sendo covardes e tem-se a si mesmas em alta
  • 40. 40 estima, crendo firmemente que são prudentes. E o pior: transmitem esse ‘valor’ aos filhos. E assim perpetua-se culturalmente a servidão ao medo. Prudência é avaliar realisticamente a totalidade das possibilidades e perigos e agir sobre o avaliado. Medo é basicamente não agir, ao menor sinal ou imaginação de perigo. ● Eva ofereceu a maçã a Adão. Sara ofereceu Hagar a Abraão. Os resultados - nefastos, incontornáveis - estão marcados a ferro na História. O inimigo mais sutil é o inimigo INVOLUNTÁRIO, é a SOMATÓRIA entre o tolo que aconselha e o outro tolo que acata. E você, que ‘presentes’ e ‘conselhos’ tem recebido? E o que tem ofertado? Aconselhe-se primeiramente com Deus, busque primeiramente em Deus conselhos para repartir! ● Na gramática de Deus, igreja é um substantivo que não comporta plural.
  • 41. 41 ● Em Cristo as genealogias são pó, assim como é pó toda honra obtida ao largo da cruz. ● Acumule tesouros que os lobos não podem rapinar – acumule no refúgio secreto o quanto puder e não puder, toneladas do único ouro que existe: ALMAS de homens salvos! ● Estrelas com 5.000, 6.000 vezes o tamanho do planeta Terra, em torno às quais sistemas de planetas giram, perfeitos em sua dança apesar de todo o seu gigantismo, um dia explodirão e morrerão, levando junto seus sistemas e sendo engolidos pela escuridão – onde não há memória alguma. Quanto a você, pequeno e efêmero boneco de pó, imagem e semelhança do Dele altíssimo... Você existirá para sempre. ● A felicidade é uma fragilidade. Mas há um céu, sim, um céu onde a felicidade estará desacompanhada do frágil, e
  • 42. 42 reinará sozinha. Pelo que você tem lutado? Por migalhas frágeis de felicidade terrena ou pela eterna felicidade com Cristo? ● Há irmãos que são sangue de seu sangue, legados de sua mãe; e há irmãos que são alma de sua alma, gestados em Deus, fundados pelo mesmo fogo. ● E quantas vezes você pensou que não ia suportar, mas suportou? Fé em Deus, levante a cabeça, olhe no espelho: você é a medida do impossível, um carrossel de milagres, plantação de Deus. ● Julgamo-nos essenciais, e ao próximo, inoportuno. Jesus nos diz que somos muitas vezes inoportunos, e o próximo, essencial. Pois ele é a nossa missão em sua essencialidade, nossa única chance de relevância.
  • 43. 43 ● A Bíblia não possui todas as repostas, mas aponta para onde elas estão; e demonstra a única maneira de chegarmos até lá. ● Seguro mesmo é não interagir. Na interação há risco, na comunicação, ruído, e no abraço, desconfiança. Mas arrisque mesmo assim! O próprio Deus desceu e o fez! ● Uma das propostas do deserto é dissolver as bolhas de ar que nos circundam, e sobre as quais edificamos. Suas areias são móbeis e quentes, mas escondem um segredo em seu interior, ou ao seu fim: A ROCHA sobre a qual (re)edificaremos nossa FORTALEZA. ● Acidentes acontecem, até nas autoestradas da Teologia. Por isso, muito cuidado ao atravessar a Bíblia: olhe sempre para os dois lados. O texto e o contexto. ● Às vezes parece que as coisas estão ruins PARA você, mas é só um erro de perspectiva: As coisas estão ruins EM
  • 44. 44 você. Todo começo não começa com o primeiro passo: Começa com um acordo de paz com o espelho. E não falo de sua imagem, que isso é pó: Falo de sua alma. E do Criador dela. ● Você não se faz grande apenas quando realiza grandes obras, ou tudo faz com sistemática excelência. Você é grande quando cada pequenino ato seu se torna instintivamente um sorriso, um aleluia. ● O cristianismo é a mais gregária das religiões. No entanto, o cristão precisa entender que realizar um trabalho solitário para o Senhor não é realizar um trabalho invalidado. A solidão, embora não ideal, não é um erro ou sinal de desaprovação, apenas uma condição com vantagens e desvantagens. Entregue as desvantagens nas mãos de Deus e, enquanto Ele trabalha nisso, explore cada milímetro das vantagens que ela oferece.
  • 45. 45 ● Deus é o Deus que ordena que se ame não apenas os inimigos manifestos, mas igualmente o agente duplo, o de pensamento & coração dobre. Nietzsche dizia e escrevia que o cristianismo é a religião dos fracos. Errou: é preciso entrar no estreito, é preciso envergar o jugo suave, para entender o nível de forças que o verdadeiro cristianismo requer. Pois no Universo do Deus ágape, amar em verdade é a maior manifestação de potência, é a ação que requer mais poder, dentre todas ao alcance de homens e também de anjos. ● Dura coisa é saber onde terminam as geometrias do Homem, e começam as de Deus. Uma coisa sei, e ela é a nossa paz: Navegamos até que o círculo se complete. ● Conheces-me desde antes daquele ventre, antes da materialização. Nasci em Teu coração no Dia anterior aos dias, o Dia que tornará. Pela Palavra, para a palavra me chamastes. Minha ambição única é empossar palavras que possam sequer aproximar-se de expressar as periferias da
  • 46. 46 Tua Glória – como uma criança correndo descalça pelas ruas de chão, que estica e eleva as mãos ofertantes, e estica e eleva o louvor de seu sorriso, e expande e expande seu sorriso, sem medo algum, tentando tocar o Sol. ● Ei! Ei, pidão! Deus é mais que as promessas de Deus. ● Colocar-se no lugar do outro é colocar-se na cruz; é a forma rotineira de completar a imitação de Cristo. A isto chama-se empatia; e ela é o mais carismático (khárisma = tocado pelo Espírito) dos hábitos. ● Uma boa maneira de superar seus problemas é ajudar os outros a superarem os deles. Sim, há um mistério aqui: Isso dá conta da sutil forma de entrelaçamento com que o Deus que é amor teceu seu Universo. ● Olhe para a frente e para o alto. São as duas únicas direções que existem. Para baixo e para trás, tudo que há é pó.
  • 47. 47 ● A fé é fundamentalmente uma arte ou modalidade de combate. Uma forma de bater-se, de golpear, seja em plena luz, seja (e quase sempre vai ser assim) nos muitos níveis da escuridão pelos quais temos que atravessar. A passividade do ato de fé, o 'sentar-se e esperar em Deus' é uma ilusão: ter fé é guerrear. É agir sabendo que Deus é a ponta-de-lança – o que na frente vai, rasgando caminhos – e a rija retaguarda. Somos combatentes: não é senão por isso que Deus já nos disponibilizou uma valorosa indumentária, uma perfeita ARMADURA (Ef 6.13-17). ● Depositar esperança no menor e mais impotente dos homens, assim como estender a mão aos piores e mais perversos, é exercitar e explicitar, seja aos homens, seja ao céu ou ao inferno, a fé que move montanhas. ● Todas as coisas, mesmo as mais absurdas e incongruentes, colaboram para o bem daqueles momentos revolucionários e duros de prognosticar em que Deus diz: "É agora."
  • 48. 48 Filhos que foram embora retornam, mortos ressuscitam, portas de emprego batem em você; curas brotam, máscaras caem, ilusões idem, e Deus é glorificado. ● Quanto mais acumulo quer riquezas quer dívidas, amigos ou opositores, decepções ou alegrias, e experiências com os anos de vida, mais percebo que, estando cheias ou vazias minhas despensas, para tudo, sobretudo e contra tudo, Jesus é tudo o que tenho. Sou um cristão e, deixados os eufemismos no capacho, isso significa que não há um centímetro do corpo de Cristo que eu não tenha apunhalado, e persista em perfurar novamente, num vai-e-vem tragicômico de crimes e arrependimentos. Cada segundo de respiração minha é um absurdo, uma explosão milagrosa, cataclísmica, de perdão e graça. Kierkegaard falava com razão que a fé verdadeira exige um salto para o absurdo, e a loucura da cruz, do Deus apunhalado, é esse absurdo.
  • 49. 49 ● Eu não sei quem sou, mas Cristo, sei bem quem tu és. E sabendo quem és, em ti encontro e descanso quem sou. ● Maria busca a máscara chamada filhos; João, a máscara dita paz. Antônio a máscara poder, Marcela a máscara fama. Desmascaradas suas fragilidades, o que todos buscam é por redenção. E só o Cristo, aquele que ressuscitou, a possui e a dá, graciosamente, a quem lhe pede. ● Jesus nasceu quase em secreto numa estrebaria, ressuscitou quase em secreto diante de dois guardas romanos. Mas sua crucificação não foi secreta: o momento da humilhação e morte de Deus foi acompanhado por ampla e hostil plateia. Lembre-se disso no dia de sua humilhação. Ele foi humilhado, exposto – e venceu. ● E se essa tempestade for uma porta? E se cada tempestade for uma porta?
  • 50. 50 ● Aquele que prega deve garimpar pedras preciosas numa profundidade situada entre "o Reino de Deus está vindo" e "o Reino de Deus está aqui". ● O primeiro passo de Judas é trair a si mesmo. ● Só em fé eu sei. Só em esperança eu posso. Só em amor alcanço alcançarei. ● A todo instante, a nossa única chance de avanço é recuar. Recuarmos de volta ao Evangelho de Cristo. ● O maior respeito, acima e antes de todas as coisas, tributa-o a Deus. Em segundo lugar, aquilo que é o seu ponto mais fraco seja por tema de sua maior consideração e temeroso respeito. Destes dois, fundamentalmente, depende seu destino. ● Quando olhamos para o início da Bíblia, vemos um Paraíso; e depois vamos até a última página, ao livro de
  • 51. 51 Apocalipse, e estamos de volta ao Paraíso. Mas e toda a dor, todo o miolo entre este início e o fim da História? Será justo afinal todo este foco que damos a nossas próprias dores, dúvidas e decepções? Há um Final Feliz! Isso lhe basta? Somos órfãos, no último instante adotados, fazendo uma aparentemente longa, mas na verdade fugaz viagem: uma viagem em direção ao mais feliz de todos os finais. Órfãos de posse de um salvo-conduto de Sangue, indo em direção ao Lar, à Família, ao PAI. ● Vou até onde puder, e se fui somente até aqui, fui até onde pude. A mensagem é o que importa: um mensageiro é tão-só uma pétala que a tormenta desfolha, em sua co- missão de espalhar o perfume, espalhar a mensagem.
  • 52. 52 Licenciado em Geografia com especializações em Metodologia do Ensino e Gestão Escolar, Sammis Reachers atua no ensino público em municípios do RJ. É também poeta, escritor e editor, autor de dez livros de poesia e três de contos/crônicas, e organizador de mais de quarenta antologias. Como mobilizador missionário, tem desde 2006 capitaneado o blog Veredas Missionárias, e ofertado à igreja livros e outros recursos GRATUITOS para a evangelização, a edificação cristã e a mobilização missionária. Para ter acesso aos diversos canais de informação e também às publicações GRATUITAS focadas em mobilização missionária e edificação cristã, por favor acesse: https://linktr.ee/sammisreachers Para a produção autoral do autor, acesse: https://linktr.ee/sreachers
  • 53. 53