SlideShare uma empresa Scribd logo
SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO
_________________________
E.E.” ______________________________________________”
AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE ENSINO RELIGIOSO
Os conceitos de moral, valor e ética são interligados. Eles
colaboram para a busca pessoal e coletiva pelo bem, para a
felicidade e a boa convivência em sociedade. São exemplos
de valores a justiça, a honradez, o respeito, a integridade, a
generosidade, e muitos outros.
________________de uma pessoa servem como base para
que ela avalie situações ou suas próprias ações como certas
ou erradas.
________________é uma reflexão crítica sobre o que se
entende como certo ou errado.
________________é um conjunto de normas, de regras, que
determinado grupo considera importante para a vida em
sociedade.
1. A alternativa que completa na sequência correta as lacunas acima é
a. Valores, ética,moral
b. Ética, moral, valores
c. Moral, valores,ética
d. Valores, moral,ética
Leia com atenção a tirinha a seguir, e responda.
ÉTICA. Turma da Mônica:Donas da Rua. Disponível em:<https://turmadamonica.uol.com.br/donasdarua/hqs.php>. Acesso em:23 mar. 2021.
2. Segundo os quadrinhos acima, por que Cascão devolveu o dinheiro da Mônica?
a. Porque ele tem medo dela
b. Porque ela pediu de volta
c. Porque ele tem valores morais.
d. Porque ele não tem ética.
TARTARUGA éadvertidapor atrapalhar otrânsitonosEstados Unidos. Jornal Joca, 05 de agosto de 2019. Disponív el
em: <https://w ww .jornaljoca.com.br/ tartaruga-e-advertida-por-atrapalhar-o-transito-nos-estados-unidos/>.
Acesso em: 23 mar. 2021.
A ética e a moral nos ajudam a avaliar se nosso
comportamento é certo ou errado. Atrapalhar o trânsito
é uma coisa errada, que pode se tornar perigosa. Pode
causar acidentes e machucar muitas pessoas. Po rém,
para que alguém possa agir de acordo com a moral, é
necessário que a pessoa seja capaz de raciocinar e dis-
tinguir entre o certo e o errado, que tenha consciência,
vontade, liberdade e responsabilidade.
3. Marque a alternativa que justifica segundo a ética e a moral a atitude da tartaruga.
a. Atrapalhar o trânsito é uma coisa errada, que pode se tornar perigosa. Por isso a tartaruga é culpada.
b. A tartaruga é culpada, pois agiu por vontade própria e liberdade.
c. A tartaruga é inocente, pois para que alguém possa agir de acordo com a moral, é necessário que a
pessoa seja capaz de raciocinar e distinguir entre o certo e o errado e a tartaruga não é capaz de agir
assim.
d. Animais não têm ética nem moral, mesmo assim são responsáveis por seus atos.
ALUNO (A)
DATA:
NÚMERO:
PROFESSOR (A): Série: 7
NOTA:
TURMA:
LEÃO, Ana Letícia. Com o avanço da Covid-19, governo deMG decreta lockdown em 60 cidades do estado. O Globo, 03
mar. 2021. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/sociedade/com- avanco-da-covid-19-governo-de-mg-decreta-
lockdown-em-60- cidades-do-estado-24908025> . Acesso em: 23 maio 2021.
Veja com atenção a manchete ao lado.
Atualmente vivemos uma pandemia de Covid-19. Para nos
preservarmos e evitar que a doença se espalhe ainda mais,
precisamos adotar medidas de segurança, como por exemplo: o uso
correto de máscara, a limpeza das mãos com álcool 70o e o
distanciamento social. Também devemos obedecer quando for
decretado lockdown, ou medidas de isolamento, em nossa cidade.
4. Sobre o texto acima, marque as alternativas verdadeiras.
a. ( ) Obedecera essasnormasde segurançapode serconsideradoumaatitude moral.
b. ( ) O respeitoàsnormasde segurançaé importante para evitarque a doençase espalhe.
c. ( ) O lockdown oumedidasde isolamento nãoseriamnecessários se apopulaçãolavasse asmãos.
d. ( ) O lockdownrestringeacirculaçãode pessoas.
PRINCÍPIO S MORAIS E ÉTICO S NAS RELIG IÕES
Toda religião possui seus próprios princípios morais e éticos. Eles podem variar, e até serem divergentes uns dos outros. Mas todos
expressam aquilo que seconsideraser melhor para a humanidade. Exemplos de princípios morais e éticos dentrodas religiões.
CATOLICISMO - Recentemente, o Papa Francisco afirmou que tomará a vacina contra Covid-19, pois seria uma atitude ética. Ao se
proteger contra a doença, ele tambémestá evitando transmiti-la a outras pessoas.
PROTESTANTISMO - Quando os primeiros protestantes chegaram ao Brasil, encontraram muitas pessoas analfabetas.
Preocupados com o povo, dedicaram-se mais a fundarescolas e alfabetizar que a criar igrejas.
ESPIRITISMO KARDECISTA - Tem o princípio “fora da caridade não há salvação”. Por esse motivo, é comum encontrar comunidades
espíritas que se dedicam àassistência social e ao voluntariado.
CANDOMBLÉ - Nas religiões afro-brasileiras as pessoas aprendem os princípios éticos se aproximando de sua comunidade,
valorizando suas origens e ancestralidade.
ISLAMISMO - Muitas pessoas julgam os islâmicos pela exigência de que as mulheres usem o véu quando estão em público. Porém, essa
exigência surgiu como forma deproteger as mulheres.
…E OS ATEUS? - As diversas filosofias de vida também podem contribuir eticamente para a sociedade. Um exemplo é o trabalho
realizado pela ATEA – Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, combatendo o preconceito e defendendo a laicidade.
5. Qual é a intenção do texto acima?
a. Mostrar que todas as religioes têm seus próprios princípios morais e éticos.
b. Mostrar que algumas religiões são muito radicais.
c. Incentivar a tolerância entre as religiões.
d. Motivar ao respeito às diversidades religiosas.
A imagem a seguir é parte de uma campanha de outdoors
realizada pela ATEA – Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, com o
intuito de combater o preconceito contra pessoas que não têm
religião. CAMPANHA de outdoors 2010. Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, 2021.
Disponív el em: <https://www.atea.org.br/campanhas-de-outdoors/>.
Chaplin divertiu milhões depessoas.Hitler matou milhões de pessoas.
A manchete a seguir apresenta a posição do
Dalai Lama, líder espiritual budista, acerca
da Pandemia.
DALAI Lama sobre cov id. UOL, São Paulo, 15/04/2020.
Disponív el em: <https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-
noticias/2020/04/15/dalai-lama-sobre-cov id-rezar-nao-basta- dev emos-
assumir-responsabilidade.htm>. Acesso em: 24 mar. 2021.
6. Leia os textos acima: - Sobre a relação entre religião e ética, marque um X nas alternativas corretas.
a. ( ) Existe uma única forma de crer. Por esse motivo, os princípios morais devem ser iguais para todos.
b. ( ) Cada religião e filosofia de vida possui seus próprios princípios morais e éticos.
c. ( ) Quando uma pessoa religiosa vê outra em dificuldade, deve rezar por ela. Não precisa fazer mais nada.
d. ( ) Apenas pessoas que acreditam em Deus possuem valores morais e éticos.
e. ( ) A melhor forma de enfrentar a Pandemia é rezando. Não é necessário fazer mais nada.
f. ( ) A fé pode ser um apoio para enfrentar a Pandemia, mas é importante que se tome as medidas
preventivas para não se infectar ou infectar outras pessoas.
g. ( ) Todas as pessoas, independentemente de terem ou não fé religiosa, podem ajudar as outras
motivadas por valores como a bondade, o altruísmo, a empatia e a solidariedade.
RELIGIÃO E COVID-19: QUAL O PAPEL DA FÉ EM MEIO A UMA PANDEMIA COMO ESTA?
(Adaptado do textode Cláudio Noronha)
Em maio de 2020, foi realizada uma roda de conversa virtual com integrantes de diversas religiões. Foi debatido
como as tradições religiosas poderiam enfrentar a Pandemia. Participaram da reunião representantes das
comunidades tradicionais de terreiro, do catolicismo, do islamismo, dos evangélicos e do judaísmo.
Embora essas religiões tenham grandes diferenças na forma de crer e pensar, a Pandemia criou dificuldades que
são comuns a todas. O isolamento social necessário impossibilitou que fossem feitas orações coletivas no local de
culto. Tornou-se necessário refletir sobre a vida em comunidade, sobre a fé, e sobre as injustiças sociais. Depois
de muita conversa, os representantes das religiões concluíram que seis coisas devem ser defendidas por todos
eles, a partir do que aprenderam com a experiência da pandemia:
Os religiosos concluíram que a sociedade precisa repensar seus valores, pois só assim as decisões pessoais e
coletivas poderão colaborar para o desenvolvimento de uma cultura de paz, com respeito e diversidade.
7. Qual é a principal intenção do texto acima?
a. Mostrar como as tradições religiosas poderiam enfrentar a Pandemia de COVID-19.
b. Mostrar a necessidade de um isolamento social na pandemia de COVID-19.
c. Refletir sobre a vida em comunidade, sobre a fé, e sobre as injustiças sociais.
d. Repensar os valores em época de pandemia de COVID-19.
Sabemos que existem muitas diferenças entre as religiões. As formas de
crer, de se comportar, os símbolos, as práticas e as regras morais são
apenas alguns exemplos de coisas que podem variar de acordo com a
tradição religiosa. Por esse motivo, promover o _____________entre
esses grupos não é uma tarefa fácil. Porém, mediante um desafio comum
(pandemia), representantes de várias religiões puderam debater e chegar
a um consenso sobre o que seria necessário para termos um mundo melhor.
8. Das alternativas abaixo, qual
completa corretamente a
lacuna acima?
a. Conflito
b. Respeito
c. Convívio
d. Diálogo
Veja atirinha a seguir.
CUIDA DO com o corpo e a mente. Turma da Mônica: Donas da Rua. Disponível em:
<https://turm adam oni ca.uol .com .br/donasdarua/hqs.php>. Acesso em: 23 mar. 2021.
9. Marque X na alternativa incorreta:
a. ( ) Mônica poderia ter brigado com o Cebolinha,
mas preferiu adotar uma postura que demonstra
respeito próprio.
b. ( ) Se alguém criticar nossa opção de ter ou não
uma religião, devemos imediatamente mudar para
agradar a pessoa.
c. ( ) Cada pessoa pode escolher sua própria religião
ou filosofia de vida. Cabe aos outros respeitar.
d. ( ) Devemos seguir a religião ou filosofia de vida
que nos agrada, e respeitar a escolha das outras
pessoas – mesmo que seja diferente da nossa.
e. ( ) A postura da Mônica frente à crítica do
Cebolinha ajuda ou não a promover uma
convivência respeitosa.
LÍDERES RELIGIOSOS EM DIVERSAS TRADIÇÕES
• São responsáveis por transmitir ensinamentos, valores e a tradição dentro de um grupo religioso, encorajam e
aconselham as pessoas a viver a partir dos princípios de sua tradição religiosa. Realizam cerimônias, como cultos,
casamentos, funerais, etc. Orientam as pessoas para que elas caminhem na virtude e ensinamentos de sua tradição.
- As pessoas se tornam líderes religiosos porque seu trabalho é importante e necessário para a existência das religiões,
transmitindo e preservando sua memória e tradição. Em algumas religiões, esse trabalho é passado hereditariamente.
Em outras, os líderes afirmam terem sido escolhidos por seu(s) deus(es) e em outras eles têm que estudar para ocupar
este cargo. Ser um líder religioso é uma oportunidade para ajudar, formar e influenciar pessoas. Por isso, é importante
que o cargo seja exercido por alguém com princípios morais e éticos e bem preparado.
- Os líderes das tradições religiosas e filosofias de vida recebem diferentes títulos:
• Catolicismo: padre, sacerdote, bispo, papa. • Protestantismo: pastor, reverendo, presbítero, bispo.
• Espiritismo: médium. • Islamismo: imã, aiatolá, mulá ou ulemá, xeque. • Judaísmo: rabino.
• Candomblé e Umbanda: ialorixá (mãe-de-santo), babalorixá (pai de santo). • Budismo: monge, Dalai Lama.
10. Sobre o texto, marque as alternativas verdadeiras.
a. ( ) Em todas as religiões os líderes religiosos têm que se preparar para ocupar o cargo estudando.
b. ( ) As pessoas se tornam líderes religiosos porque seu trabalho é importante e necessário para a
existência das religiões, transmitindo e preservando sua memória e tradição.
c. ( ) Uma das funções do líder religioso é encorajar e aconselham as pessoas a viverem a partir dos
princípios de sua tradição religiosa.
d. ( ) Uma das funções de um líder religioso é preservar as tradições, transmitindo-as às novas gerações.
As religiões desempenham um papel fundamental nas
diversas culturas de nossas sociedades. Faz parte dos
valores de muitas tradições religiosas, defender os
direitos de todos, em especial os mais frágeis e
excluídos da sociedade. Elas se esforçam para que
haja mais justiça e diálogo entre os povos, assim
afirmam a importância de cuidar do planeta e preservar
todas as formas de vida.
Além disso, elas buscam promover valores humanos
universais, como a solidariedade, a ética, o respei- to, a
liberdade, a compaixão, a paz, a aceitação de
diferenças. Elas buscam nos ajudar a perceber que
fazemos parte de uma grande família e que devemos
nos cuidar.
11. Qual é o tema central do texto acima?
a. Papel das religiões
b. Ação dos religiosos
c. Direitos humanos
d. Presenvação da vida
11. Leia as ações das pessoas acima e marque as alternativas corretas.
a. ( ) Estes são alguns exemplos de líderes religiosos que se destacaram na prática de boas ações.
b. ( ) Esses líderes religiosos têm inspirado muitas pessoas a uma atitude ética na construção de
um mundo melhor e mais justo.
c. ( ) Esses líderes religiosos que defendem direitos humanos.
d. ( ) Martin Luther King pregou os direitos dos negros sem usar a violência.
e. ( ) O Dalai Lama ganhou o prémio Nobel da Paz por defender o seu povo.
GABARITO
Avaliação de ENSINO RELIGIOSO
Aluno:
A B C D E
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
Gabarito
1.a
2.c
3.c
4. a,b,d
5. a
6. B,f, g
7. a
8. d
9. b
10. b,c,d
11. a.
12. a,b,c,d,e
Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
Atividades Diversas Cláudia
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
Mary Alvarenga
 
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdfHistoria Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
marilei4
 
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividades Diversas Cláudia
 
As três peneiras de Sócrates
As três peneiras  de SócratesAs três peneiras  de Sócrates
As três peneiras de Sócrates
Mary Alvarenga
 
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfIII Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
André Moraes
 
Ética e Moral
Ética e Moral   Ética e Moral
Ética e Moral
Mary Alvarenga
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
Washington Rocha
 
I atividade de geografia 5º ano andré
I atividade de geografia 5º ano   andréI atividade de geografia 5º ano   andré
I atividade de geografia 5º ano andré
André Moraes
 
Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2
Bruno Curcio
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Mary Alvarenga
 
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAtividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
André Moraes
 
Setembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdfSetembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdf
Adilson742403
 
Avaliação de geografia
Avaliação de geografia Avaliação de geografia
Avaliação de geografia
Isa ...
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Mary Alvarenga
 
Atividade avaliativa de ensino religioso 8° ano
Atividade avaliativa de ensino religioso 8° anoAtividade avaliativa de ensino religioso 8° ano
Atividade avaliativa de ensino religioso 8° ano
Luciano Mendes
 
Caça-palavras Dia internacional da mulher
Caça-palavras   Dia internacional da mulherCaça-palavras   Dia internacional da mulher
Caça-palavras Dia internacional da mulher
Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...Atividades interpretação interdisciplina sociedade   sociologia, filosofia, h...
Atividades interpretação interdisciplina sociedade sociologia, filosofia, h...
 
Caça palavras - Bullying
Caça palavras - BullyingCaça palavras - Bullying
Caça palavras - Bullying
 
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdfHistoria Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
 
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
 
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 8ano ensino religioso 2b pet 2
 
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e chargesAtividades de sociologia interpretação de textos e charges
Atividades de sociologia interpretação de textos e charges
 
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.docAtividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre  familia.doc
Atividade interdisciplinar portugues ensino religioso sobre familia.doc
 
As três peneiras de Sócrates
As três peneiras  de SócratesAs três peneiras  de Sócrates
As três peneiras de Sócrates
 
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfIII Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
 
Ética e Moral
Ética e Moral   Ética e Moral
Ética e Moral
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
 
I atividade de geografia 5º ano andré
I atividade de geografia 5º ano   andréI atividade de geografia 5º ano   andré
I atividade de geografia 5º ano andré
 
Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2Exercícios mapas e escalas 2
Exercícios mapas e escalas 2
 
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)Cruzadinha de filosofia  (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
Cruzadinha de filosofia (Ética e moral – O problema da ação e dos valores)
 
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdfAtividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
Atividade avaliatíva de hist 4º e 5º ano pdf
 
Setembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdfSetembro Amarelo.pdf
Setembro Amarelo.pdf
 
Avaliação de geografia
Avaliação de geografia Avaliação de geografia
Avaliação de geografia
 
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
Atividades de Filosofia - III bimestre - 2014
 
Atividade avaliativa de ensino religioso 8° ano
Atividade avaliativa de ensino religioso 8° anoAtividade avaliativa de ensino religioso 8° ano
Atividade avaliativa de ensino religioso 8° ano
 
Caça-palavras Dia internacional da mulher
Caça-palavras   Dia internacional da mulherCaça-palavras   Dia internacional da mulher
Caça-palavras Dia internacional da mulher
 

Semelhante a Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2

Evangelização da Juventude
Evangelização da JuventudeEvangelização da Juventude
Evangelização da Juventude
pjest
 
Cf2013 apresentacao-1-parte
Cf2013 apresentacao-1-parteCf2013 apresentacao-1-parte
Cf2013 apresentacao-1-parte
Antonia Santos
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parteCampanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parte
Bernadetecebs .
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VER
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VERCampanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VER
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VER
Wilmar Santin
 
Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?
Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?
Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?
ManuelDantas1976
 
Revista Boa Vontade - Edição 241
Revista Boa Vontade - Edição 241Revista Boa Vontade - Edição 241
Revista Boa Vontade - Edição 241
Boa Vontade
 
ensino religioso 8ano.pdf
ensino religioso 8ano.pdfensino religioso 8ano.pdf
ensino religioso 8ano.pdf
carinabresolin
 
A paz mundial através de umama educação mundial
A paz mundial através de umama educação mundialA paz mundial através de umama educação mundial
A paz mundial através de umama educação mundial
Mauricio Gonçalves
 
Proliferação das seitas religiosas em Angola
Proliferação das seitas religiosas em AngolaProliferação das seitas religiosas em Angola
Proliferação das seitas religiosas em Angola
Filipe Simão Kembo
 
Boletim 672 - 15/03/20
Boletim 672 - 15/03/20Boletim 672 - 15/03/20
Boletim 672 - 15/03/20
stanaami
 
Apoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_bApoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_b
profisa70
 
Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)
Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)
Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)
Edson Lisboa
 
Valores que aproximam as pessoas- texto ensino religiosos
Valores que aproximam as pessoas- texto ensino religiososValores que aproximam as pessoas- texto ensino religiosos
Valores que aproximam as pessoas- texto ensino religiosos
Saah Walter
 
juventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdf
juventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdfjuventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdf
juventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdf
DarleneMoraes1
 
Família e ética nos meios de comunicação
Família e ética  nos meios de comunicaçãoFamília e ética  nos meios de comunicação
Família e ética nos meios de comunicação
familiaregsul4
 
Solidariedade e opção pelos pobres
Solidariedade e opção pelos pobresSolidariedade e opção pelos pobres
Solidariedade e opção pelos pobres
Afonso Murad (FAJE)
 
Mapa conceitual da Doutrina Social da Igreja
Mapa conceitual da Doutrina Social da IgrejaMapa conceitual da Doutrina Social da Igreja
Mapa conceitual da Doutrina Social da Igreja
Raimundo Oliveira
 
PROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICA
PROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICAPROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICA
PROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICA
Mayra Lisboa
 
Material álcool e drogas
Material álcool e drogasMaterial álcool e drogas
Material álcool e drogas
Orídia Oliveira
 
A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL
Jorge Miklos
 

Semelhante a Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2 (20)

Evangelização da Juventude
Evangelização da JuventudeEvangelização da Juventude
Evangelização da Juventude
 
Cf2013 apresentacao-1-parte
Cf2013 apresentacao-1-parteCf2013 apresentacao-1-parte
Cf2013 apresentacao-1-parte
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parteCampanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parte
Campanha da Fraternidade 2013 apresentacao-1-parte
 
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VER
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VERCampanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VER
Campanha da Fraternidade 2013 apresentação - 1ª parte = VER
 
Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?
Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?
Quais destas Questões Fazem parte do seu Dia a Dia?
 
Revista Boa Vontade - Edição 241
Revista Boa Vontade - Edição 241Revista Boa Vontade - Edição 241
Revista Boa Vontade - Edição 241
 
ensino religioso 8ano.pdf
ensino religioso 8ano.pdfensino religioso 8ano.pdf
ensino religioso 8ano.pdf
 
A paz mundial através de umama educação mundial
A paz mundial através de umama educação mundialA paz mundial através de umama educação mundial
A paz mundial através de umama educação mundial
 
Proliferação das seitas religiosas em Angola
Proliferação das seitas religiosas em AngolaProliferação das seitas religiosas em Angola
Proliferação das seitas religiosas em Angola
 
Boletim 672 - 15/03/20
Boletim 672 - 15/03/20Boletim 672 - 15/03/20
Boletim 672 - 15/03/20
 
Apoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_bApoio cp5 a_b
Apoio cp5 a_b
 
Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)
Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)
Diversidade no Mundo Globalizado (palestras)
 
Valores que aproximam as pessoas- texto ensino religiosos
Valores que aproximam as pessoas- texto ensino religiososValores que aproximam as pessoas- texto ensino religiosos
Valores que aproximam as pessoas- texto ensino religiosos
 
juventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdf
juventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdfjuventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdf
juventudeeparticipaopolticanosculoxxi-121128052148-phpapp01.pdf
 
Família e ética nos meios de comunicação
Família e ética  nos meios de comunicaçãoFamília e ética  nos meios de comunicação
Família e ética nos meios de comunicação
 
Solidariedade e opção pelos pobres
Solidariedade e opção pelos pobresSolidariedade e opção pelos pobres
Solidariedade e opção pelos pobres
 
Mapa conceitual da Doutrina Social da Igreja
Mapa conceitual da Doutrina Social da IgrejaMapa conceitual da Doutrina Social da Igreja
Mapa conceitual da Doutrina Social da Igreja
 
PROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICA
PROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICAPROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICA
PROJETO II ACAMPAMENTO JOVEM GERAÇÃO PROFÉTICA
 
Material álcool e drogas
Material álcool e drogasMaterial álcool e drogas
Material álcool e drogas
 
A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia

FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
Atividades Diversas Cláudia
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 eAtividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades sobre fake news
Atividades sobre fake newsAtividades sobre fake news
Atividades sobre fake news
Atividades Diversas Cláudia
 
1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor
Atividades Diversas Cláudia
 
2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha
Atividades Diversas Cláudia
 
3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo
Atividades Diversas Cláudia
 
4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje
Atividades Diversas Cláudia
 
5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios
Atividades Diversas Cláudia
 
6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 anoProva de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de arte 4b 6 ano
Prova de arte 4b 6 anoProva de arte 4b 6 ano
Prova de arte 4b 6 ano
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais de Atividades Diversas Cláudia (20)

FILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.docFILME nao olhe para cima.doc
FILME nao olhe para cima.doc
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
 
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 eAtividades campanha da fraternidade 2022 e
Atividades campanha da fraternidade 2022 e
 
Atividades sobre fake news
Atividades sobre fake newsAtividades sobre fake news
Atividades sobre fake news
 
1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor1 primeiro dia de aula novo melhor
1 primeiro dia de aula novo melhor
 
2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha2 primeiro dia de aula novo amanha
2 primeiro dia de aula novo amanha
 
3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo3 primeiro dia de aula novo
3 primeiro dia de aula novo
 
4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje4 primeiro dia de aula novo hoje
4 primeiro dia de aula novo hoje
 
5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios5 primeiro dia de aula novo desafios
5 primeiro dia de aula novo desafios
 
6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao6 primeiro dia de aula novo motivacao
6 primeiro dia de aula novo motivacao
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4 (1)
 
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
Prova de geografia 8 ano 4b pet 4
 
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
Prova de geografia 9 ano 4b pet 4
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
 
Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4Prova historia 1ano pet4
Prova historia 1ano pet4
 
Prova de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestreProva de historia 2ano 4bimestre
Prova de historia 2ano 4bimestre
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
 
Prova de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 anoProva de arte 4b 8 ano
Prova de arte 4b 8 ano
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
 
Prova de arte 4b 6 ano
Prova de arte 4b 6 anoProva de arte 4b 6 ano
Prova de arte 4b 6 ano
 

Último

Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 

Último (20)

Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 

Prova 7ano ensino religioso 2b pet 2

  • 1. SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO _________________________ E.E.” ______________________________________________” AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE ENSINO RELIGIOSO Os conceitos de moral, valor e ética são interligados. Eles colaboram para a busca pessoal e coletiva pelo bem, para a felicidade e a boa convivência em sociedade. São exemplos de valores a justiça, a honradez, o respeito, a integridade, a generosidade, e muitos outros. ________________de uma pessoa servem como base para que ela avalie situações ou suas próprias ações como certas ou erradas. ________________é uma reflexão crítica sobre o que se entende como certo ou errado. ________________é um conjunto de normas, de regras, que determinado grupo considera importante para a vida em sociedade. 1. A alternativa que completa na sequência correta as lacunas acima é a. Valores, ética,moral b. Ética, moral, valores c. Moral, valores,ética d. Valores, moral,ética Leia com atenção a tirinha a seguir, e responda. ÉTICA. Turma da Mônica:Donas da Rua. Disponível em:<https://turmadamonica.uol.com.br/donasdarua/hqs.php>. Acesso em:23 mar. 2021. 2. Segundo os quadrinhos acima, por que Cascão devolveu o dinheiro da Mônica? a. Porque ele tem medo dela b. Porque ela pediu de volta c. Porque ele tem valores morais. d. Porque ele não tem ética. TARTARUGA éadvertidapor atrapalhar otrânsitonosEstados Unidos. Jornal Joca, 05 de agosto de 2019. Disponív el em: <https://w ww .jornaljoca.com.br/ tartaruga-e-advertida-por-atrapalhar-o-transito-nos-estados-unidos/>. Acesso em: 23 mar. 2021. A ética e a moral nos ajudam a avaliar se nosso comportamento é certo ou errado. Atrapalhar o trânsito é uma coisa errada, que pode se tornar perigosa. Pode causar acidentes e machucar muitas pessoas. Po rém, para que alguém possa agir de acordo com a moral, é necessário que a pessoa seja capaz de raciocinar e dis- tinguir entre o certo e o errado, que tenha consciência, vontade, liberdade e responsabilidade. 3. Marque a alternativa que justifica segundo a ética e a moral a atitude da tartaruga. a. Atrapalhar o trânsito é uma coisa errada, que pode se tornar perigosa. Por isso a tartaruga é culpada. b. A tartaruga é culpada, pois agiu por vontade própria e liberdade. c. A tartaruga é inocente, pois para que alguém possa agir de acordo com a moral, é necessário que a pessoa seja capaz de raciocinar e distinguir entre o certo e o errado e a tartaruga não é capaz de agir assim. d. Animais não têm ética nem moral, mesmo assim são responsáveis por seus atos. ALUNO (A) DATA: NÚMERO: PROFESSOR (A): Série: 7 NOTA: TURMA:
  • 2. LEÃO, Ana Letícia. Com o avanço da Covid-19, governo deMG decreta lockdown em 60 cidades do estado. O Globo, 03 mar. 2021. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/sociedade/com- avanco-da-covid-19-governo-de-mg-decreta- lockdown-em-60- cidades-do-estado-24908025> . Acesso em: 23 maio 2021. Veja com atenção a manchete ao lado. Atualmente vivemos uma pandemia de Covid-19. Para nos preservarmos e evitar que a doença se espalhe ainda mais, precisamos adotar medidas de segurança, como por exemplo: o uso correto de máscara, a limpeza das mãos com álcool 70o e o distanciamento social. Também devemos obedecer quando for decretado lockdown, ou medidas de isolamento, em nossa cidade. 4. Sobre o texto acima, marque as alternativas verdadeiras. a. ( ) Obedecera essasnormasde segurançapode serconsideradoumaatitude moral. b. ( ) O respeitoàsnormasde segurançaé importante para evitarque a doençase espalhe. c. ( ) O lockdown oumedidasde isolamento nãoseriamnecessários se apopulaçãolavasse asmãos. d. ( ) O lockdownrestringeacirculaçãode pessoas. PRINCÍPIO S MORAIS E ÉTICO S NAS RELIG IÕES Toda religião possui seus próprios princípios morais e éticos. Eles podem variar, e até serem divergentes uns dos outros. Mas todos expressam aquilo que seconsideraser melhor para a humanidade. Exemplos de princípios morais e éticos dentrodas religiões. CATOLICISMO - Recentemente, o Papa Francisco afirmou que tomará a vacina contra Covid-19, pois seria uma atitude ética. Ao se proteger contra a doença, ele tambémestá evitando transmiti-la a outras pessoas. PROTESTANTISMO - Quando os primeiros protestantes chegaram ao Brasil, encontraram muitas pessoas analfabetas. Preocupados com o povo, dedicaram-se mais a fundarescolas e alfabetizar que a criar igrejas. ESPIRITISMO KARDECISTA - Tem o princípio “fora da caridade não há salvação”. Por esse motivo, é comum encontrar comunidades espíritas que se dedicam àassistência social e ao voluntariado. CANDOMBLÉ - Nas religiões afro-brasileiras as pessoas aprendem os princípios éticos se aproximando de sua comunidade, valorizando suas origens e ancestralidade. ISLAMISMO - Muitas pessoas julgam os islâmicos pela exigência de que as mulheres usem o véu quando estão em público. Porém, essa exigência surgiu como forma deproteger as mulheres. …E OS ATEUS? - As diversas filosofias de vida também podem contribuir eticamente para a sociedade. Um exemplo é o trabalho realizado pela ATEA – Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, combatendo o preconceito e defendendo a laicidade. 5. Qual é a intenção do texto acima? a. Mostrar que todas as religioes têm seus próprios princípios morais e éticos. b. Mostrar que algumas religiões são muito radicais. c. Incentivar a tolerância entre as religiões. d. Motivar ao respeito às diversidades religiosas. A imagem a seguir é parte de uma campanha de outdoors realizada pela ATEA – Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, com o intuito de combater o preconceito contra pessoas que não têm religião. CAMPANHA de outdoors 2010. Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, 2021. Disponív el em: <https://www.atea.org.br/campanhas-de-outdoors/>. Chaplin divertiu milhões depessoas.Hitler matou milhões de pessoas. A manchete a seguir apresenta a posição do Dalai Lama, líder espiritual budista, acerca da Pandemia. DALAI Lama sobre cov id. UOL, São Paulo, 15/04/2020. Disponív el em: <https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas- noticias/2020/04/15/dalai-lama-sobre-cov id-rezar-nao-basta- dev emos- assumir-responsabilidade.htm>. Acesso em: 24 mar. 2021. 6. Leia os textos acima: - Sobre a relação entre religião e ética, marque um X nas alternativas corretas. a. ( ) Existe uma única forma de crer. Por esse motivo, os princípios morais devem ser iguais para todos. b. ( ) Cada religião e filosofia de vida possui seus próprios princípios morais e éticos. c. ( ) Quando uma pessoa religiosa vê outra em dificuldade, deve rezar por ela. Não precisa fazer mais nada. d. ( ) Apenas pessoas que acreditam em Deus possuem valores morais e éticos. e. ( ) A melhor forma de enfrentar a Pandemia é rezando. Não é necessário fazer mais nada. f. ( ) A fé pode ser um apoio para enfrentar a Pandemia, mas é importante que se tome as medidas preventivas para não se infectar ou infectar outras pessoas. g. ( ) Todas as pessoas, independentemente de terem ou não fé religiosa, podem ajudar as outras motivadas por valores como a bondade, o altruísmo, a empatia e a solidariedade.
  • 3. RELIGIÃO E COVID-19: QUAL O PAPEL DA FÉ EM MEIO A UMA PANDEMIA COMO ESTA? (Adaptado do textode Cláudio Noronha) Em maio de 2020, foi realizada uma roda de conversa virtual com integrantes de diversas religiões. Foi debatido como as tradições religiosas poderiam enfrentar a Pandemia. Participaram da reunião representantes das comunidades tradicionais de terreiro, do catolicismo, do islamismo, dos evangélicos e do judaísmo. Embora essas religiões tenham grandes diferenças na forma de crer e pensar, a Pandemia criou dificuldades que são comuns a todas. O isolamento social necessário impossibilitou que fossem feitas orações coletivas no local de culto. Tornou-se necessário refletir sobre a vida em comunidade, sobre a fé, e sobre as injustiças sociais. Depois de muita conversa, os representantes das religiões concluíram que seis coisas devem ser defendidas por todos eles, a partir do que aprenderam com a experiência da pandemia: Os religiosos concluíram que a sociedade precisa repensar seus valores, pois só assim as decisões pessoais e coletivas poderão colaborar para o desenvolvimento de uma cultura de paz, com respeito e diversidade. 7. Qual é a principal intenção do texto acima? a. Mostrar como as tradições religiosas poderiam enfrentar a Pandemia de COVID-19. b. Mostrar a necessidade de um isolamento social na pandemia de COVID-19. c. Refletir sobre a vida em comunidade, sobre a fé, e sobre as injustiças sociais. d. Repensar os valores em época de pandemia de COVID-19. Sabemos que existem muitas diferenças entre as religiões. As formas de crer, de se comportar, os símbolos, as práticas e as regras morais são apenas alguns exemplos de coisas que podem variar de acordo com a tradição religiosa. Por esse motivo, promover o _____________entre esses grupos não é uma tarefa fácil. Porém, mediante um desafio comum (pandemia), representantes de várias religiões puderam debater e chegar a um consenso sobre o que seria necessário para termos um mundo melhor. 8. Das alternativas abaixo, qual completa corretamente a lacuna acima? a. Conflito b. Respeito c. Convívio d. Diálogo Veja atirinha a seguir. CUIDA DO com o corpo e a mente. Turma da Mônica: Donas da Rua. Disponível em: <https://turm adam oni ca.uol .com .br/donasdarua/hqs.php>. Acesso em: 23 mar. 2021. 9. Marque X na alternativa incorreta: a. ( ) Mônica poderia ter brigado com o Cebolinha, mas preferiu adotar uma postura que demonstra respeito próprio. b. ( ) Se alguém criticar nossa opção de ter ou não uma religião, devemos imediatamente mudar para agradar a pessoa. c. ( ) Cada pessoa pode escolher sua própria religião ou filosofia de vida. Cabe aos outros respeitar. d. ( ) Devemos seguir a religião ou filosofia de vida que nos agrada, e respeitar a escolha das outras pessoas – mesmo que seja diferente da nossa. e. ( ) A postura da Mônica frente à crítica do Cebolinha ajuda ou não a promover uma convivência respeitosa. LÍDERES RELIGIOSOS EM DIVERSAS TRADIÇÕES • São responsáveis por transmitir ensinamentos, valores e a tradição dentro de um grupo religioso, encorajam e aconselham as pessoas a viver a partir dos princípios de sua tradição religiosa. Realizam cerimônias, como cultos, casamentos, funerais, etc. Orientam as pessoas para que elas caminhem na virtude e ensinamentos de sua tradição. - As pessoas se tornam líderes religiosos porque seu trabalho é importante e necessário para a existência das religiões, transmitindo e preservando sua memória e tradição. Em algumas religiões, esse trabalho é passado hereditariamente. Em outras, os líderes afirmam terem sido escolhidos por seu(s) deus(es) e em outras eles têm que estudar para ocupar este cargo. Ser um líder religioso é uma oportunidade para ajudar, formar e influenciar pessoas. Por isso, é importante que o cargo seja exercido por alguém com princípios morais e éticos e bem preparado. - Os líderes das tradições religiosas e filosofias de vida recebem diferentes títulos: • Catolicismo: padre, sacerdote, bispo, papa. • Protestantismo: pastor, reverendo, presbítero, bispo. • Espiritismo: médium. • Islamismo: imã, aiatolá, mulá ou ulemá, xeque. • Judaísmo: rabino. • Candomblé e Umbanda: ialorixá (mãe-de-santo), babalorixá (pai de santo). • Budismo: monge, Dalai Lama. 10. Sobre o texto, marque as alternativas verdadeiras. a. ( ) Em todas as religiões os líderes religiosos têm que se preparar para ocupar o cargo estudando. b. ( ) As pessoas se tornam líderes religiosos porque seu trabalho é importante e necessário para a existência das religiões, transmitindo e preservando sua memória e tradição. c. ( ) Uma das funções do líder religioso é encorajar e aconselham as pessoas a viverem a partir dos princípios de sua tradição religiosa. d. ( ) Uma das funções de um líder religioso é preservar as tradições, transmitindo-as às novas gerações.
  • 4. As religiões desempenham um papel fundamental nas diversas culturas de nossas sociedades. Faz parte dos valores de muitas tradições religiosas, defender os direitos de todos, em especial os mais frágeis e excluídos da sociedade. Elas se esforçam para que haja mais justiça e diálogo entre os povos, assim afirmam a importância de cuidar do planeta e preservar todas as formas de vida. Além disso, elas buscam promover valores humanos universais, como a solidariedade, a ética, o respei- to, a liberdade, a compaixão, a paz, a aceitação de diferenças. Elas buscam nos ajudar a perceber que fazemos parte de uma grande família e que devemos nos cuidar. 11. Qual é o tema central do texto acima? a. Papel das religiões b. Ação dos religiosos c. Direitos humanos d. Presenvação da vida 11. Leia as ações das pessoas acima e marque as alternativas corretas. a. ( ) Estes são alguns exemplos de líderes religiosos que se destacaram na prática de boas ações. b. ( ) Esses líderes religiosos têm inspirado muitas pessoas a uma atitude ética na construção de um mundo melhor e mais justo. c. ( ) Esses líderes religiosos que defendem direitos humanos. d. ( ) Martin Luther King pregou os direitos dos negros sem usar a violência. e. ( ) O Dalai Lama ganhou o prémio Nobel da Paz por defender o seu povo.
  • 5. GABARITO Avaliação de ENSINO RELIGIOSO Aluno: A B C D E 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Gabarito 1.a 2.c 3.c 4. a,b,d 5. a 6. B,f, g 7. a 8. d 9. b 10. b,c,d 11. a. 12. a,b,c,d,e