SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeto interdisciplinar - Amazônia
http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
A Floresta Amazônica, com cerca de 5,5 milhões de
km², é a maior floresta tropical úmida e com maior
diversidade do planeta. Possui, nada menos, do que
um terço de todas as espécies vivas do mundo.
http://jornalggn.com.br/sites/default/files/admin/fotoramazonia.jpg
Vivem na Mata Atlântica*
Mais de 20 mil espécies de plantas;
298 espécies conhecidas de mamíferos;
992 espécies de aves;
200 répteis;
370 anfíbios;
350 peixes.
ATIVIDADES SOBRE A FAUNA AMAZÔNICA
Biodiversidade
Diante da variedade de animais e plantas da região, uma proposta de atividade é trabalhar com
vídeos educativos. Na internet, é possível encontrar vídeos divertidos sobre animais da Amazônia
no seguinte link https://www.youtube.com/user/fabricaverde
BINGO DOS ANIMAIS DA FLORESTA: VEJA COMO JOGAR NO LINK
http://www.projetospedagogicosdinamicos.com/dia_da_amazonia.html
Projeto brasil verde
A flora amazônica é abençoada pela Natureza. Em meio à floresta há inúmeras espécies
comestíveis, oleaginosas, medicinais e corantes. Das 100 mil espécies vegetais presentes na
América Latina, cerca de 30 mil estão na Amazônia. A planta mais famosa é a vitória-régia, a flor
símbolo da Amazônia.
PLANTAS MEDICINAIS DA AMAZÔNIA
Links com fotos e propriedades das plantas
• http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/temas/plantas-
medicinais-da-amazonia/
• http://www.maniadeamazonia.com.br/ervas_lista.asp
Professor, você pode construir com a turma uma exposição com algumas
dessas plantas e um catálogo sobre as plantas e ervas da Amazônia.
Durante muito tempo, vários cientistas chamaram a floresta amazônica de o "pulmão do mundo".
Porém, atualmente, este apelido tem sido deixado de lado, pois estudos mais recentes mostram que
as florestas tropicais consomem quase todo o oxigênio produzido por elas. A floresta amazônica
apresenta grande importância no tocante aos processos de filtragem e regeneração do ar e regulação
do ciclo hidrológico.
Sistema Respiratório
Reconhecer a importância do ar para a vida dos seres vivos;
Realizar experiências científicas;
Compreender como funciona o sistema respiratório;
Produzir textos instrucionais;
Realizar leitura e interpretação de texto;
Desenvolver habilidades para a produção oral e escrita.
Video Pontociência - Como funciona a inspiração e a expiração? -
Parte 1
https://youtu.be/b__DlbZBEVY
Power Point sobre Sistema Respiratório
• http://www.slideshare.net/AdeilsaFerreira/sistema-respiratrio-9045323
• http://slideplayer.com.br/slide/352537/
Florestas preservadas contribuem para a purificação do ar, a regulação do clima, a proteção do solo
– ajudando a evitar deslizamentos de terra – e protegem rios e nascentes, favorecendo o
abastecimento de água nas cidades, mata, rio e cachoeira.
A Mata Atlântica também permite atividades essenciais para a nossa economia: como a
agricultura, a pesca, o extrativismo, o turismo e a geração de energia.
Ela melhora a qualidade de vida por oferecer ótimos espaços coletivos que propiciam o lazer e
a prática de esportes e exercícios.
O arvorismo é uma das principais atividades de turismo de aventura no Amazonas,
que compreendem movimentos turísticos decorrentes da prática de atividades de
aventura recreativas e não-competitivas
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
Surfe na pororoca
O surfe na Amazônia é uma prática comum em uma região mundialmente conhecida por sua
diversidade de rios. Estados como Pará e Amapá têm no ‘desembocar’ de rios nas áreas
costeiras o local de prática deste esporte. É onde ocorre o fenômeno natural pororoca (onda
produzida pelo encontro das correntes de maré com as correntes fluviais).
Surfe na pororoca em São Domingos do Capim, no Pará. Foto: Eliseu Dias/Agência Pará
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
O Stand Up Paddle (SUP) é um esporte que consiste na remada em pé sobre uma prancha de
surfe. A modalidade é praticada por homens e mulheres a partir de quatro anos de idade. No
Amazonas, o esporte é praticado na orla do rio Negro. Muitos também praticam o esporte por
conta própria ao longo da orla da cidade, como nas praias Ponta Negra e Tupé.
A. Stand up paddle no rio Negro. Foto: Jurandir Toledo/Amazon Sup
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
O boia Cross é uma atividade de descer rios sentado sobre uma boia e ‘remando’ com as próprias
mãos. A prática do boia Cross demanda equipamentos de segurança como capacete e colete.
Boia Cross em Presidente Figueiredo. Foto: Divulgação/Selva Dentro Esporte Aventuras
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
Trekking é um tipo de caminhada rústica onde o esportista percorre trilhas naturais. As belas
paisagens doa Amazônia proporcionam um contato ainda maior com a natureza.
Trekking no Amazonas. Foto: Arquivo Pessoal/Kelly Comitti
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
Projeto brasil verde
Tiro com arco e flecha
Dentre os esportes tradicionais indígenas, o tiro com arco é o mais popular. A modalidade
integra o programa dos Jogos Olímpicos regularmente desde 1972. Um indígena é cotado
para participar de forma inédita dos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro: o amazonense Dream
Braga, 17, da etnia Kambeba.
Dream Braga pode ser o primeiro indígena da história dos Jogos Olímpicos. Foto: Divulgação/Projeto Arquearia Indígena
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
Corrida de tora
A corrida de tora é a maior atração de eventos esportivos indígenas. Disputada apenas por
homens, a competição consiste no carregamento revezado de toras, geralmente de buriti, por um
determinado percurso. As toras chegam a pesar até 120 quilos
Corrida de tora é a 'sensação' entre os esportes tradicionais indígenas. Foto: Divulgação/Secom-MT
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
Arremesso de lança
A modalidade é disputada apenas pelos homens. A contagem dos pontos é feita pela maior
distância arremessada. A lança é um artefato usado tradicionalmente pelos indígenas para a
caça, pesca ou para defesa contra ataque de animais ferozes.
Arremesso de lança é praticado apenas pelos homens. Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
Foto: Divulgação/Prefeitura de Porto Seguroa
Cabo de guerra
É praticado para medir força física dos índios
A competição é um verdadeiro teste de força: ganha a equipe que conseguir trazer a fita
que fica no meio do cabo para dentro de seu campo. Nas aldeias, as equipes costumam
treinar a modalidade puxando grandes troncos de árvores.
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
Canoagem
Os remos e as canoas são fabricados pelos próprios índios. A exemplo do tiro com arco, a
canoagem também é modalidade olímpica. A canoa também é utilizada como meio de transporte
pelos indígenas.
Canoagem rústica. Foto: Emerson Silva/Secom-TO
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
Xikunahity
O xikunahity é uma espécie de futebol em que a bola pode ser tocada apenas pela
cabeça dos atletas. A modalidade é praticada tradicionalmente pelos povos Paresis,
Salumãs, Irántxes, Mamaidês e Enawenê-Nawês, de Mato Grosso.
Xikunahity é traduzido literalmente como 'futebol de cabeça'. Foto: Reprodução
http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
ATIVIDADES SOBRE CULTURA DA AMAZÔNIA
O Festival Folclórico de Parintins é uma festividade de natureza popular, que teve seu início
em 1964, quando foi realizado o Primeiro Festival, em uma modalidade ainda não competitiva,
embora o público já se dividisse em duas torcidas, a do Boi Garantido, que tem como símbolo
a cor vermelha, e a do Boi Caprichoso, representada pelo tom azul. Este evento tem sua sede
em plena Floresta Amazônica, a maior do Planeta, mais precisamente na cidade de Parintins,
todo último final de semana de junho.
As celebrações ocorrem ao ar livre, atualmente no Bumbódromo, Centro Cultural e Esportivo
Amazonino Mendes, estádio construído com a forma de uma cabeça de boi, capaz de abrigar
pelo menos 35 mil pessoas. As apresentações transcorrem ao longo de três dias, durante os
quais as duas agremiações expõem o resultado de suas pesquisas e de seus preparativos, os
quais normalmente giram em torno de temas ligados às histórias e ritos cultivados pelos
nativos, aos hábitos dos moradores das margens dos rios, tudo exibido por meio de
representações ornamentais, em carros que procuram retratar a temática escolhida.
Este Festival é a maior vitrine da cultura amazonense de todo o Planeta, e atualmente é
cotado como o segundo maior evento folclórico brasileiro, desbancado somente pelo Carnaval.
Toda a preparação começa dois meses antes das festas, com os constantes ensaios, a
produção das alegorias e das fantasias, a criação coreográfica.
http://www.infoescola.com/folclore/festival-de-parintins/
Projeto brasil verde
LINK – PORTAL DA AMAZÔNIA
http://www.portalamazonia.com.br/amazoniadeaz/categorias.php?pagina=2
O Folclore na Amazônia é riquíssimo e a região possui muitas danças típicas, músicas e lendas.
Aproveite esse tema para trabalhar as expressões artísticas, corporais, a leitura e a escrita, etc.
Cantigas de roda
As cirandas na região amazônica são muito presentes no folclore e têm forte influência da
colonização europeia. Peça aos alunos para formarem uma roda e cantar a cantiga O Meu Galinho.
A letra cita alguns estados da Amazônia e conta que o galo foi parar no sertão do Ceará. Essa
brincadeira situa bem o espaço geográfico e facilita a compreensão e absorção dos alunos ao
sugerir que o galo foi para bem longe, saindo da região amazônica para o sertão nordestino.
Acompanhe a cantiga:
Faz três noites
que eu não durmo
Pois perdi o meu galinho
Coitadinho o lá lá
Pobrezinho o lá lá
Eu perdi lá no jardim
Ele é branco e amarelo
Tem a crista vermelhinha
Bate as asas o lá lá
Abre o bico o lá lá
Ele faz quiriquiqui
Meu galinho o lá lá
No sertão do Ceará
Já rodei o Mato Grosso
Amazonas e Pará
Encontrei o lá lá
Encontrei o lá lá
Meu galinho o lá lá
No sertão do Ceará
.
Toda essa riqueza natural, no entanto, tem sido alvo de exploração predatória e ilegal, ameaçando assim o ciclo
natural de reprodução dos recursos, bem como a subsistência das comunidades indígenas que habitam a região.
E a Mata Atlântica, floresta tropical que acompanhava toda a linha do litoral brasileiro, tem sido destruída desde
a chegada dos portugueses ao Brasil, em 1500, com a extração do pau Brasil, importante árvore desse bioma.
Hoje abrigando quase 70% da população brasileira (cerca de 120 milhões de pessoas), encontra na especulação
imobiliária, no corte ilegal de árvores, na agricultura e na poluição ambiental os principais fatores responsáveis
por sua extinção
Desmatamento
Segundo os ambientalistas, as maiores ameaças `as florestas são o uso da terra para a
agricultura, industrialização e urbanização sem planejamento e desordenadas.
Como desmatar é caro, a retirada da madeira – além de financiar o desmatamento do local – é
uma maneira de começar a transformar a área em pastagem que depois servirá à agricultura.
Mas há soluções para conter a devastação das florestas, se forem tomadas medidas para
conscientizar, fiscalizar, punir e dar opções para uma exploração econômica desses biomas sem os
prejudicar.
A primeira boa notícia é que as florestas têm poder de regeneração e basta parar de desmatar e
degradar para que ambientes, como a Mata Atlântica, sozinhos possam aumentar aos poucos. Sua
tendência é de se recuperar, mas, para isso, é necessária uma política de combate ao
desmatamento, com conscientização e educação das pessoas e das empresas, fiscalização e
fortalecimento da economia florestal, com benefícios para as populações locais.
.
MATEMÁTICA – TRABALHAR LEITURA DE DADOS: Qual o ano com a maior e menor área
desmatada; soma das áreas de 2001-2002 e 2002-2003; Diferença entre os anos de 2005 e 2009;
Qual o estado com maior área desmatada, ; escreva por extenso
a soma das áreas dos estados nos períodos de 2001-2002 3 2002 e 2003.
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=23097
http://nepaflorufla.blogspot.com.br/
SITUAÇÃO-PROBLEMA: CALCULE O QUE ACONTECERÁ
EM DEZ ANOS, EM 20 ANOS...
Tal como nós, as palavras também têm uma família. sapato sapateiro, sapataria e sapatinho.
http://slideplayer.com.br/slide/10930647/
Produção de texto:
Cartazes sobre sustentabilidade
Projeto brasil verde
Outro ponto importante é nunca comprar e denunciar o tráfico e o comércio ilegal de espécies de animais e plantas
silvestres, que são atividades criminosas que colocam em risco a nossa rica biodiversidade. O declínio de
populações de pássaros, espécies que têm um papel fundamental como polinizadores, representa uma ameaça `a
manutenção as florestas.
É a natureza, inteligente, interligada e se auto sustenta. Uma quebra em um dos elos ameaça o todo.
Outras atividades que devem ser combatidas são a caça e a pesca predatórias.
Viu como não é difícil? Se cada um – governo, empresas e cidadãos – fizer a sua parte, as florestas podem
continuar a desempenhar o seu papel de combate ao aquecimento global, celeiros de biodiversidade, proteção do
ar e da água.
http://www.cristianecampos.com.br/?_escaped_fragment_=amazonia-i/zoom/mainPage/imagekey
PRODUÇÃO ARTÍSTICA
Criar ilustrações sobre A Amazônia:
Fazer releitura de obras de artes sobre Amazônia.
Debate
Os alunos sabem que o rio Amazonas é o maior rio do mundo em volume de água e tem uma
extensão de cerca de 6500 km? Além dele, há outros rios importantes na região. Por essa razão,
a Amazônia é um local disputado para a construção de hidrelétricas e abastecimento de energia
para o país. Em contrapartida, a realização de tais obras pode exigir o desvio de rios e de
desocupação de áreas ribeirinhas. Peça que os alunos realizem uma pesquisa sobre o assunto e
promova um debate em sala de aula, apontando as diferentes opiniões e ponderando os
resultados das pesquisas.
http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/87/imprime225087.asp
Projeto brasil verde
Tópicos para discussão em sala de aula:
1.Quais são as florestas mais importantes no Brasil?
2.Por que as florestas são importantes?
3.Que tipo de atividades ameaça as florestas brasileiras?
4.Existe alternativas de sustento para as pessoas que vivem no
coração da floresta amazônica?
5.O que você entende por manejo sustentável das florestas?
6.O que as pessoas que vivem nas cidades podem fazer para ajudar a
preservar as florestas brasileiras?
ORALIDADE: LEITURA DA IMAGEM
Quais são as paisagens representadas na ilustração?
Quais as principais diferenças entre elas?
Por que os índios estão preocupados com a aproximação do “Homem Branco”?
http://www.reciclick.com.br/2011/10/a-importancia-das-florestas/
http://ambiente.maiadigital.pt/ambiente/floresta-1/mais-informacao-1/sobre-a-importancia-das-florestas
http://asflorestas.blogspot.com.br/2010/03/importancia-das-florestas-para-o-homem.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Floresta
Referências Bibliográficas:
http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/87/imprime225087.asp
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=23097

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mata atlântica e sua história- 5º A
Mata atlântica e sua história- 5º AMata atlântica e sua história- 5º A
Mata atlântica e sua história- 5º A
emefelza
 
Região amazônica
Região amazônicaRegião amazônica
Região amazônica
Luis Henrique
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
Pantanal Pantanal
PANTANAL
PANTANALPANTANAL
Pantanal
Pantanal Pantanal
Bioma Pantanal
Bioma   PantanalBioma   Pantanal
Bioma Pantanal
Jade
 
Trabalho de ecologia caatinga nacional
Trabalho de ecologia caatinga nacionalTrabalho de ecologia caatinga nacional
Trabalho de ecologia caatinga nacional
Élica Dias
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
unesp
 
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPNRPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
Weig Oliveira
 
Chapada dos guimaraes_mt
Chapada dos guimaraes_mtChapada dos guimaraes_mt
Chapada dos guimaraes_mt
Mô...Moema Anita Conceição
 
Pantanal power point
Pantanal power pointPantanal power point
Pantanal power point
Gabriel Borges de Faria
 
Bioma Pantanal
Bioma PantanalBioma Pantanal
Bioma Pantanal
Jade
 
Caatinga
CaatingaCaatinga
Amazônia 2 A
Amazônia 2 AAmazônia 2 A
oiuj
oiujoiuj
oiuj
raniwre
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
Edmar Souza
 
28 clubepaladarok
28 clubepaladarok28 clubepaladarok
28 clubepaladarok
Carlos Lhamas
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
Edmar Souza
 
Pantanal
PantanalPantanal

Mais procurados (20)

Mata atlântica e sua história- 5º A
Mata atlântica e sua história- 5º AMata atlântica e sua história- 5º A
Mata atlântica e sua história- 5º A
 
Região amazônica
Região amazônicaRegião amazônica
Região amazônica
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
Pantanal
Pantanal Pantanal
Pantanal
 
PANTANAL
PANTANALPANTANAL
PANTANAL
 
Pantanal
Pantanal Pantanal
Pantanal
 
Bioma Pantanal
Bioma   PantanalBioma   Pantanal
Bioma Pantanal
 
Trabalho de ecologia caatinga nacional
Trabalho de ecologia caatinga nacionalTrabalho de ecologia caatinga nacional
Trabalho de ecologia caatinga nacional
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPNRPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
RPPN Nascentes do Rio Araguaia - IV CONGRESSO BRASILEIRO DE RPPN
 
Chapada dos guimaraes_mt
Chapada dos guimaraes_mtChapada dos guimaraes_mt
Chapada dos guimaraes_mt
 
Pantanal power point
Pantanal power pointPantanal power point
Pantanal power point
 
Bioma Pantanal
Bioma PantanalBioma Pantanal
Bioma Pantanal
 
Caatinga
CaatingaCaatinga
Caatinga
 
Amazônia 2 A
Amazônia 2 AAmazônia 2 A
Amazônia 2 A
 
oiuj
oiujoiuj
oiuj
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
28 clubepaladarok
28 clubepaladarok28 clubepaladarok
28 clubepaladarok
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 
Pantanal
PantanalPantanal
Pantanal
 

Semelhante a Projeto brasil verde

Esportes e natureza
Esportes e naturezaEsportes e natureza
Esportes e natureza
lindinalva42
 
Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...
Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...
Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...
Robson Peixoto
 
Mata atlântica
Mata atlânticaMata atlântica
Mata atlântica
Sandra Barros
 
Dia da amazônia 5 09
Dia da amazônia 5 09Dia da amazônia 5 09
Dia da amazônia 5 09
Atividades Diversas Cláudia
 
Dezembro 2013
Dezembro 2013Dezembro 2013
Dezembro 2013
mscholz100
 
Dezembro 2013
Dezembro 2013Dezembro 2013
Dezembro 2013
mscholz100
 
Agricultura tem programação divertida neste final de férias
Agricultura tem programação divertida neste final de fériasAgricultura tem programação divertida neste final de férias
Agricultura tem programação divertida neste final de férias
Agricultura Sao Paulo
 
8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)
8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)
8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)
Quatro Cantos do Mundo
 
Jornal participantes
Jornal participantesJornal participantes
Jornal participantes
videoparatodos
 
Tcc adriana garrote
Tcc adriana garroteTcc adriana garrote
Tcc adriana garrote
chegadeusina
 
Guia Parques estaduais de Minas Gerais
Guia  Parques estaduais de Minas GeraisGuia  Parques estaduais de Minas Gerais
Guia Parques estaduais de Minas Gerais
Gabriela Leal
 
Icmbio em foco 496
Icmbio em foco 496Icmbio em foco 496
Icmbio em foco 496
CBH Rio das Velhas
 
Novembro 2013
Novembro 2013Novembro 2013
Novembro 2013
mscholz100
 
Tarefa 7 - Informática Educativa II
Tarefa 7 - Informática Educativa IITarefa 7 - Informática Educativa II
Tarefa 7 - Informática Educativa II
pascastro
 
Turismo ecológico
Turismo ecológicoTurismo ecológico
Turismo ecológico
Denis Fernandes
 
O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...
O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...
O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...
Mauricio Düppré
 
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdfAULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
ProfessorLucas2
 
Turismo de natureza
Turismo de naturezaTurismo de natureza
Turismo de natureza
Tina Lima
 
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - GraçaAs sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
EFA11
 
Conteúdo de Geografia - 2º Bimestre
Conteúdo de Geografia - 2º BimestreConteúdo de Geografia - 2º Bimestre
Conteúdo de Geografia - 2º Bimestre
alpisveredas
 

Semelhante a Projeto brasil verde (20)

Esportes e natureza
Esportes e naturezaEsportes e natureza
Esportes e natureza
 
Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...
Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...
Instituto Ecológico Aqualung levando até você notícias sobre meio ambiente, s...
 
Mata atlântica
Mata atlânticaMata atlântica
Mata atlântica
 
Dia da amazônia 5 09
Dia da amazônia 5 09Dia da amazônia 5 09
Dia da amazônia 5 09
 
Dezembro 2013
Dezembro 2013Dezembro 2013
Dezembro 2013
 
Dezembro 2013
Dezembro 2013Dezembro 2013
Dezembro 2013
 
Agricultura tem programação divertida neste final de férias
Agricultura tem programação divertida neste final de fériasAgricultura tem programação divertida neste final de férias
Agricultura tem programação divertida neste final de férias
 
8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)
8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)
8 Encontro: Jeguiando em Bonito e Jardim (MS)
 
Jornal participantes
Jornal participantesJornal participantes
Jornal participantes
 
Tcc adriana garrote
Tcc adriana garroteTcc adriana garrote
Tcc adriana garrote
 
Guia Parques estaduais de Minas Gerais
Guia  Parques estaduais de Minas GeraisGuia  Parques estaduais de Minas Gerais
Guia Parques estaduais de Minas Gerais
 
Icmbio em foco 496
Icmbio em foco 496Icmbio em foco 496
Icmbio em foco 496
 
Novembro 2013
Novembro 2013Novembro 2013
Novembro 2013
 
Tarefa 7 - Informática Educativa II
Tarefa 7 - Informática Educativa IITarefa 7 - Informática Educativa II
Tarefa 7 - Informática Educativa II
 
Turismo ecológico
Turismo ecológicoTurismo ecológico
Turismo ecológico
 
O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...
O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...
O uso de pesquisa participativa na caracterização da frota pesqueira dos "bót...
 
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdfAULA - BIOMAS -  PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
AULA - BIOMAS - PARTE 1 - MATERIAL COMPLEMENTAR.pdf
 
Turismo de natureza
Turismo de naturezaTurismo de natureza
Turismo de natureza
 
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - GraçaAs sete maravilhas naturais de portugal - Graça
As sete maravilhas naturais de portugal - Graça
 
Conteúdo de Geografia - 2º Bimestre
Conteúdo de Geografia - 2º BimestreConteúdo de Geografia - 2º Bimestre
Conteúdo de Geografia - 2º Bimestre
 

Mais de Sonia Amaral

Continuação da história da subtração centenas
Continuação da história da subtração   centenasContinuação da história da subtração   centenas
Continuação da história da subtração centenas
Sonia Amaral
 
Sonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.pptSonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.ppt
Sonia Amaral
 
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMALDIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
Sonia Amaral
 
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livroLeitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Sonia Amaral
 
Vebos ilustrados jogo
Vebos ilustrados  jogoVebos ilustrados  jogo
Vebos ilustrados jogo
Sonia Amaral
 
Jogo do chapeu
Jogo do chapeuJogo do chapeu
Jogo do chapeu
Sonia Amaral
 
Bingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de históriasBingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de histórias
Sonia Amaral
 
Historia em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividadesHistoria em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividades
Sonia Amaral
 
Atividades com os continentes olimpiada 2016
Atividades com os continentes   olimpiada 2016Atividades com os continentes   olimpiada 2016
Atividades com os continentes olimpiada 2016
Sonia Amaral
 
Tocha olímpica rio 2016
Tocha olímpica   rio 2016Tocha olímpica   rio 2016
Tocha olímpica rio 2016
Sonia Amaral
 
Mascotes rio 2016
Mascotes  rio 2016Mascotes  rio 2016
Mascotes rio 2016
Sonia Amaral
 
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Sonia Amaral
 
Produção de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciapeProdução de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciape
Sonia Amaral
 
Provérbios
ProvérbiosProvérbios
Provérbios
Sonia Amaral
 
Sitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amarelo
Sonia Amaral
 
Especial dia dos namorados
Especial dia dos namoradosEspecial dia dos namorados
Especial dia dos namorados
Sonia Amaral
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
Sonia Amaral
 
Favelas
FavelasFavelas
Favelas
Sonia Amaral
 
Personagens do rio
Personagens do rioPersonagens do rio
Personagens do rio
Sonia Amaral
 
Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.
Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.
Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.
Sonia Amaral
 

Mais de Sonia Amaral (20)

Continuação da história da subtração centenas
Continuação da história da subtração   centenasContinuação da história da subtração   centenas
Continuação da história da subtração centenas
 
Sonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.pptSonia amaral pais.ppt
Sonia amaral pais.ppt
 
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMALDIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
DIA DAS MÃES NO MUNDO ANIMAL
 
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livroLeitura e interpretaçãapartir de capa de livro
Leitura e interpretaçãapartir de capa de livro
 
Vebos ilustrados jogo
Vebos ilustrados  jogoVebos ilustrados  jogo
Vebos ilustrados jogo
 
Jogo do chapeu
Jogo do chapeuJogo do chapeu
Jogo do chapeu
 
Bingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de históriasBingo de sentença de histórias
Bingo de sentença de histórias
 
Historia em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividadesHistoria em 3 atos com atividades
Historia em 3 atos com atividades
 
Atividades com os continentes olimpiada 2016
Atividades com os continentes   olimpiada 2016Atividades com os continentes   olimpiada 2016
Atividades com os continentes olimpiada 2016
 
Tocha olímpica rio 2016
Tocha olímpica   rio 2016Tocha olímpica   rio 2016
Tocha olímpica rio 2016
 
Mascotes rio 2016
Mascotes  rio 2016Mascotes  rio 2016
Mascotes rio 2016
 
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016Alfabetário olimpíadas do rio 2016
Alfabetário olimpíadas do rio 2016
 
Produção de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciapeProdução de texto pequeno prínciape
Produção de texto pequeno prínciape
 
Provérbios
ProvérbiosProvérbios
Provérbios
 
Sitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amareloSitio do picapau amarelo
Sitio do picapau amarelo
 
Especial dia dos namorados
Especial dia dos namoradosEspecial dia dos namorados
Especial dia dos namorados
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Favelas
FavelasFavelas
Favelas
 
Personagens do rio
Personagens do rioPersonagens do rio
Personagens do rio
 
Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.
Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.
Leitura, interpretação, produdação escrita e gramática.
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 

Projeto brasil verde

  • 1. Projeto interdisciplinar - Amazônia http://soniamaralpereira.blogspot.com.br/
  • 2. A Floresta Amazônica, com cerca de 5,5 milhões de km², é a maior floresta tropical úmida e com maior diversidade do planeta. Possui, nada menos, do que um terço de todas as espécies vivas do mundo.
  • 3. http://jornalggn.com.br/sites/default/files/admin/fotoramazonia.jpg Vivem na Mata Atlântica* Mais de 20 mil espécies de plantas; 298 espécies conhecidas de mamíferos; 992 espécies de aves; 200 répteis; 370 anfíbios; 350 peixes.
  • 4. ATIVIDADES SOBRE A FAUNA AMAZÔNICA Biodiversidade Diante da variedade de animais e plantas da região, uma proposta de atividade é trabalhar com vídeos educativos. Na internet, é possível encontrar vídeos divertidos sobre animais da Amazônia no seguinte link https://www.youtube.com/user/fabricaverde
  • 5. BINGO DOS ANIMAIS DA FLORESTA: VEJA COMO JOGAR NO LINK http://www.projetospedagogicosdinamicos.com/dia_da_amazonia.html
  • 7. A flora amazônica é abençoada pela Natureza. Em meio à floresta há inúmeras espécies comestíveis, oleaginosas, medicinais e corantes. Das 100 mil espécies vegetais presentes na América Latina, cerca de 30 mil estão na Amazônia. A planta mais famosa é a vitória-régia, a flor símbolo da Amazônia.
  • 8. PLANTAS MEDICINAIS DA AMAZÔNIA Links com fotos e propriedades das plantas • http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/temas/plantas- medicinais-da-amazonia/ • http://www.maniadeamazonia.com.br/ervas_lista.asp Professor, você pode construir com a turma uma exposição com algumas dessas plantas e um catálogo sobre as plantas e ervas da Amazônia.
  • 9. Durante muito tempo, vários cientistas chamaram a floresta amazônica de o "pulmão do mundo". Porém, atualmente, este apelido tem sido deixado de lado, pois estudos mais recentes mostram que as florestas tropicais consomem quase todo o oxigênio produzido por elas. A floresta amazônica apresenta grande importância no tocante aos processos de filtragem e regeneração do ar e regulação do ciclo hidrológico.
  • 10. Sistema Respiratório Reconhecer a importância do ar para a vida dos seres vivos; Realizar experiências científicas; Compreender como funciona o sistema respiratório; Produzir textos instrucionais; Realizar leitura e interpretação de texto; Desenvolver habilidades para a produção oral e escrita. Video Pontociência - Como funciona a inspiração e a expiração? - Parte 1 https://youtu.be/b__DlbZBEVY Power Point sobre Sistema Respiratório • http://www.slideshare.net/AdeilsaFerreira/sistema-respiratrio-9045323 • http://slideplayer.com.br/slide/352537/
  • 11. Florestas preservadas contribuem para a purificação do ar, a regulação do clima, a proteção do solo – ajudando a evitar deslizamentos de terra – e protegem rios e nascentes, favorecendo o abastecimento de água nas cidades, mata, rio e cachoeira. A Mata Atlântica também permite atividades essenciais para a nossa economia: como a agricultura, a pesca, o extrativismo, o turismo e a geração de energia. Ela melhora a qualidade de vida por oferecer ótimos espaços coletivos que propiciam o lazer e a prática de esportes e exercícios.
  • 12. O arvorismo é uma das principais atividades de turismo de aventura no Amazonas, que compreendem movimentos turísticos decorrentes da prática de atividades de aventura recreativas e não-competitivas http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
  • 13. Surfe na pororoca O surfe na Amazônia é uma prática comum em uma região mundialmente conhecida por sua diversidade de rios. Estados como Pará e Amapá têm no ‘desembocar’ de rios nas áreas costeiras o local de prática deste esporte. É onde ocorre o fenômeno natural pororoca (onda produzida pelo encontro das correntes de maré com as correntes fluviais). Surfe na pororoca em São Domingos do Capim, no Pará. Foto: Eliseu Dias/Agência Pará http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
  • 14. O Stand Up Paddle (SUP) é um esporte que consiste na remada em pé sobre uma prancha de surfe. A modalidade é praticada por homens e mulheres a partir de quatro anos de idade. No Amazonas, o esporte é praticado na orla do rio Negro. Muitos também praticam o esporte por conta própria ao longo da orla da cidade, como nas praias Ponta Negra e Tupé. A. Stand up paddle no rio Negro. Foto: Jurandir Toledo/Amazon Sup http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
  • 15. O boia Cross é uma atividade de descer rios sentado sobre uma boia e ‘remando’ com as próprias mãos. A prática do boia Cross demanda equipamentos de segurança como capacete e colete. Boia Cross em Presidente Figueiredo. Foto: Divulgação/Selva Dentro Esporte Aventuras http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
  • 16. Trekking é um tipo de caminhada rústica onde o esportista percorre trilhas naturais. As belas paisagens doa Amazônia proporcionam um contato ainda maior com a natureza. Trekking no Amazonas. Foto: Arquivo Pessoal/Kelly Comitti http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/editorias/conheca-esportes-praticados-em-contato-com-a-natureza-da-amazonia/?cHash=1c3a782ed280dfd941b7546938fba159
  • 18. Tiro com arco e flecha Dentre os esportes tradicionais indígenas, o tiro com arco é o mais popular. A modalidade integra o programa dos Jogos Olímpicos regularmente desde 1972. Um indígena é cotado para participar de forma inédita dos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro: o amazonense Dream Braga, 17, da etnia Kambeba. Dream Braga pode ser o primeiro indígena da história dos Jogos Olímpicos. Foto: Divulgação/Projeto Arquearia Indígena http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
  • 19. Corrida de tora A corrida de tora é a maior atração de eventos esportivos indígenas. Disputada apenas por homens, a competição consiste no carregamento revezado de toras, geralmente de buriti, por um determinado percurso. As toras chegam a pesar até 120 quilos Corrida de tora é a 'sensação' entre os esportes tradicionais indígenas. Foto: Divulgação/Secom-MT http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
  • 20. Arremesso de lança A modalidade é disputada apenas pelos homens. A contagem dos pontos é feita pela maior distância arremessada. A lança é um artefato usado tradicionalmente pelos indígenas para a caça, pesca ou para defesa contra ataque de animais ferozes. Arremesso de lança é praticado apenas pelos homens. Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
  • 21. Foto: Divulgação/Prefeitura de Porto Seguroa Cabo de guerra É praticado para medir força física dos índios A competição é um verdadeiro teste de força: ganha a equipe que conseguir trazer a fita que fica no meio do cabo para dentro de seu campo. Nas aldeias, as equipes costumam treinar a modalidade puxando grandes troncos de árvores. http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
  • 22. Canoagem Os remos e as canoas são fabricados pelos próprios índios. A exemplo do tiro com arco, a canoagem também é modalidade olímpica. A canoa também é utilizada como meio de transporte pelos indígenas. Canoagem rústica. Foto: Emerson Silva/Secom-TO http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
  • 23. Xikunahity O xikunahity é uma espécie de futebol em que a bola pode ser tocada apenas pela cabeça dos atletas. A modalidade é praticada tradicionalmente pelos povos Paresis, Salumãs, Irántxes, Mamaidês e Enawenê-Nawês, de Mato Grosso. Xikunahity é traduzido literalmente como 'futebol de cabeça'. Foto: Reprodução http://portalamazonia.com/noticias-detalhe/esporte/dia-do-indio-conheca-10-esportes-tradicionais-indigenas/?cHash=900353730bd0007c24205206b897312d
  • 24. ATIVIDADES SOBRE CULTURA DA AMAZÔNIA O Festival Folclórico de Parintins é uma festividade de natureza popular, que teve seu início em 1964, quando foi realizado o Primeiro Festival, em uma modalidade ainda não competitiva, embora o público já se dividisse em duas torcidas, a do Boi Garantido, que tem como símbolo a cor vermelha, e a do Boi Caprichoso, representada pelo tom azul. Este evento tem sua sede em plena Floresta Amazônica, a maior do Planeta, mais precisamente na cidade de Parintins, todo último final de semana de junho. As celebrações ocorrem ao ar livre, atualmente no Bumbódromo, Centro Cultural e Esportivo Amazonino Mendes, estádio construído com a forma de uma cabeça de boi, capaz de abrigar pelo menos 35 mil pessoas. As apresentações transcorrem ao longo de três dias, durante os quais as duas agremiações expõem o resultado de suas pesquisas e de seus preparativos, os quais normalmente giram em torno de temas ligados às histórias e ritos cultivados pelos nativos, aos hábitos dos moradores das margens dos rios, tudo exibido por meio de representações ornamentais, em carros que procuram retratar a temática escolhida. Este Festival é a maior vitrine da cultura amazonense de todo o Planeta, e atualmente é cotado como o segundo maior evento folclórico brasileiro, desbancado somente pelo Carnaval. Toda a preparação começa dois meses antes das festas, com os constantes ensaios, a produção das alegorias e das fantasias, a criação coreográfica. http://www.infoescola.com/folclore/festival-de-parintins/
  • 26. LINK – PORTAL DA AMAZÔNIA http://www.portalamazonia.com.br/amazoniadeaz/categorias.php?pagina=2 O Folclore na Amazônia é riquíssimo e a região possui muitas danças típicas, músicas e lendas. Aproveite esse tema para trabalhar as expressões artísticas, corporais, a leitura e a escrita, etc.
  • 27. Cantigas de roda As cirandas na região amazônica são muito presentes no folclore e têm forte influência da colonização europeia. Peça aos alunos para formarem uma roda e cantar a cantiga O Meu Galinho. A letra cita alguns estados da Amazônia e conta que o galo foi parar no sertão do Ceará. Essa brincadeira situa bem o espaço geográfico e facilita a compreensão e absorção dos alunos ao sugerir que o galo foi para bem longe, saindo da região amazônica para o sertão nordestino. Acompanhe a cantiga: Faz três noites que eu não durmo Pois perdi o meu galinho Coitadinho o lá lá Pobrezinho o lá lá Eu perdi lá no jardim Ele é branco e amarelo Tem a crista vermelhinha Bate as asas o lá lá Abre o bico o lá lá Ele faz quiriquiqui Meu galinho o lá lá No sertão do Ceará Já rodei o Mato Grosso Amazonas e Pará Encontrei o lá lá Encontrei o lá lá Meu galinho o lá lá No sertão do Ceará
  • 28. . Toda essa riqueza natural, no entanto, tem sido alvo de exploração predatória e ilegal, ameaçando assim o ciclo natural de reprodução dos recursos, bem como a subsistência das comunidades indígenas que habitam a região. E a Mata Atlântica, floresta tropical que acompanhava toda a linha do litoral brasileiro, tem sido destruída desde a chegada dos portugueses ao Brasil, em 1500, com a extração do pau Brasil, importante árvore desse bioma. Hoje abrigando quase 70% da população brasileira (cerca de 120 milhões de pessoas), encontra na especulação imobiliária, no corte ilegal de árvores, na agricultura e na poluição ambiental os principais fatores responsáveis por sua extinção
  • 29. Desmatamento Segundo os ambientalistas, as maiores ameaças `as florestas são o uso da terra para a agricultura, industrialização e urbanização sem planejamento e desordenadas. Como desmatar é caro, a retirada da madeira – além de financiar o desmatamento do local – é uma maneira de começar a transformar a área em pastagem que depois servirá à agricultura. Mas há soluções para conter a devastação das florestas, se forem tomadas medidas para conscientizar, fiscalizar, punir e dar opções para uma exploração econômica desses biomas sem os prejudicar. A primeira boa notícia é que as florestas têm poder de regeneração e basta parar de desmatar e degradar para que ambientes, como a Mata Atlântica, sozinhos possam aumentar aos poucos. Sua tendência é de se recuperar, mas, para isso, é necessária uma política de combate ao desmatamento, com conscientização e educação das pessoas e das empresas, fiscalização e fortalecimento da economia florestal, com benefícios para as populações locais. .
  • 30. MATEMÁTICA – TRABALHAR LEITURA DE DADOS: Qual o ano com a maior e menor área desmatada; soma das áreas de 2001-2002 e 2002-2003; Diferença entre os anos de 2005 e 2009; Qual o estado com maior área desmatada, ; escreva por extenso a soma das áreas dos estados nos períodos de 2001-2002 3 2002 e 2003.
  • 33. SITUAÇÃO-PROBLEMA: CALCULE O QUE ACONTECERÁ EM DEZ ANOS, EM 20 ANOS...
  • 34. Tal como nós, as palavras também têm uma família. sapato sapateiro, sapataria e sapatinho. http://slideplayer.com.br/slide/10930647/
  • 35. Produção de texto: Cartazes sobre sustentabilidade
  • 37. Outro ponto importante é nunca comprar e denunciar o tráfico e o comércio ilegal de espécies de animais e plantas silvestres, que são atividades criminosas que colocam em risco a nossa rica biodiversidade. O declínio de populações de pássaros, espécies que têm um papel fundamental como polinizadores, representa uma ameaça `a manutenção as florestas. É a natureza, inteligente, interligada e se auto sustenta. Uma quebra em um dos elos ameaça o todo. Outras atividades que devem ser combatidas são a caça e a pesca predatórias. Viu como não é difícil? Se cada um – governo, empresas e cidadãos – fizer a sua parte, as florestas podem continuar a desempenhar o seu papel de combate ao aquecimento global, celeiros de biodiversidade, proteção do ar e da água. http://www.cristianecampos.com.br/?_escaped_fragment_=amazonia-i/zoom/mainPage/imagekey PRODUÇÃO ARTÍSTICA Criar ilustrações sobre A Amazônia: Fazer releitura de obras de artes sobre Amazônia.
  • 38. Debate Os alunos sabem que o rio Amazonas é o maior rio do mundo em volume de água e tem uma extensão de cerca de 6500 km? Além dele, há outros rios importantes na região. Por essa razão, a Amazônia é um local disputado para a construção de hidrelétricas e abastecimento de energia para o país. Em contrapartida, a realização de tais obras pode exigir o desvio de rios e de desocupação de áreas ribeirinhas. Peça que os alunos realizem uma pesquisa sobre o assunto e promova um debate em sala de aula, apontando as diferentes opiniões e ponderando os resultados das pesquisas. http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/87/imprime225087.asp
  • 40. Tópicos para discussão em sala de aula: 1.Quais são as florestas mais importantes no Brasil? 2.Por que as florestas são importantes? 3.Que tipo de atividades ameaça as florestas brasileiras? 4.Existe alternativas de sustento para as pessoas que vivem no coração da floresta amazônica? 5.O que você entende por manejo sustentável das florestas? 6.O que as pessoas que vivem nas cidades podem fazer para ajudar a preservar as florestas brasileiras?
  • 41. ORALIDADE: LEITURA DA IMAGEM Quais são as paisagens representadas na ilustração? Quais as principais diferenças entre elas? Por que os índios estão preocupados com a aproximação do “Homem Branco”?