SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Secundária Augusto Gomes                                             7ºA

                                      Projeto “Como na Vida”                                          Matilde Oliveira



                                                           Identificação de fósseis
                     Resumo
                     ●        Os fósseis, segundo alguns autores, são restos de seres vivos que viveram há muitos anos no nosso
                              planeta, ou ainda vestígios da sua atividade, que ficaram preservados em rochas.
                     ●        As marcas ou vestígios da atividade dos seres vivos fornecem-nos informações sobre a locomoção, a
                              alimentação e a reprodução dos seres vivos que lhes deram origem.
                     ●        Os fósseis, verdadeiros testemunhos dos fenómenos que ocorreram ao longo da história da Vida na
                              Terra, formam-se através de um processo designado fossilização (conjunto de fenómenos físicos e
                              químicos que permitem a formação de um fóssil.). No entanto, este é um fenómeno muito raro na
                              Natureza, porque, habitualmente, quando os seres vivos morrem, entram em decomposição.




          Figura1 – Coral                                                                       Figura2 – Graptólito
          - Fóssil de um organismo colonial, isto é, que vive em associações                    - Fóssil de um organismo colonial, isto é, que vive em associações
             de vários indivíduos;                                                                 de vários indivíduos;
          - Constituía colónias com esqueleto carbonatado formado por                           - Constituía pequenas colónias alongadas e rectilíneas, em forma de
             pequenas cavidades, subdivididas por septos.                                          pente.




           Figura3 – Trilobite
           - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado;
           - Fóssil de um organismo com carapaça subdividida em vários componentes ou segmentos;
           - Carapaça com três lobos longitudinais, dividindo-se transversalmente em cefalão, tórax e pigídeo.



                                          Figura4 – Belemnite
                                          - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado;
                                          - Fóssil de um organismo com carapaça subdividida em vários componentes ou segmentos;
                                          - Concha interna em que um dos elementos (rostro) era carbonatado e fusiforme.




                                 Figura5 – Braquiópode
                                 - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado;
                                 - Fóssil de um organismo com carapaça constituída por duas valvas;
                                 - Concha com valvas distintas.



                                                           Figura6 – Bivalve
                                                           - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado;
                                                           - Fóssil de um organismo com carapaça constituída por duas valvas;
                                                           - Concha com valvas iguais.


                                 Figura7 – Amonite
                                 - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado;
                                 - Fóssil de um organismo de carapaça única;
                                 - Concha achatada lateralmente e enrolada em espiral simétrica.




                                                           Figura8 – Gastrópode
                                                           - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado;
                                                           - Fóssil de um organismo de carapaça única;
                                                           - Concha em espiral cónica de espira alta.




Bibliografia
Chave dicotómica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação3
Apresentação3Apresentação3
Apresentação3
claudiapinto7a
 
Hipermidia Seres Vivos
Hipermidia Seres VivosHipermidia Seres Vivos
Hipermidia Seres Vivos
Arinetefreitas
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
Carolina Suisso
 
Filo porífera
Filo poríferaFilo porífera
Filo porífera
paulogrillo
 
Anelídeos.6 série
Anelídeos.6 sérieAnelídeos.6 série
Anelídeos.6 série
Gil Cunha
 
Seres vivos; características gerais
Seres vivos; características geraisSeres vivos; características gerais
Seres vivos; características gerais
André Garrido
 
2º estudo de ciências – 7º ano - outubro
2º estudo de ciências  – 7º ano - outubro 2º estudo de ciências  – 7º ano - outubro
2º estudo de ciências – 7º ano - outubro
Luiza Collet
 
1º estudo de ciências – 7º ano – setembro
1º estudo de ciências   – 7º ano – setembro 1º estudo de ciências   – 7º ano – setembro
1º estudo de ciências – 7º ano – setembro
Luiza Collet
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
Hugo Carvalho
 
Filo porifera
Filo porifera Filo porifera
Filo porifera
guest17042e9
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
Kelly Cristina Araujo
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
cholomatheus
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
SESI 422 - Americana
 
1º estudo de ciências – 7º ano - fevereiro
1º estudo de ciências  – 7º ano - fevereiro1º estudo de ciências  – 7º ano - fevereiro
1º estudo de ciências – 7º ano - fevereiro
Luiza Collet
 
2 anfibios
2 anfibios2 anfibios
2 anfibios
Ercio Novaes
 
Porif cnida plat
Porif cnida platPorif cnida plat
Porif cnida plat
Joseane Pasini CB
 
Evidências evolutivas
Evidências evolutivasEvidências evolutivas
Evidências evolutivas
Douglas Barreto
 
04 evolução-evidências
04 evolução-evidências04 evolução-evidências
04 evolução-evidências
Luzineide Oliveira
 
Filo Cnidária
Filo CnidáriaFilo Cnidária
Filo Cnidária
Vilene Câmara
 

Mais procurados (19)

Apresentação3
Apresentação3Apresentação3
Apresentação3
 
Hipermidia Seres Vivos
Hipermidia Seres VivosHipermidia Seres Vivos
Hipermidia Seres Vivos
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Filo porífera
Filo poríferaFilo porífera
Filo porífera
 
Anelídeos.6 série
Anelídeos.6 sérieAnelídeos.6 série
Anelídeos.6 série
 
Seres vivos; características gerais
Seres vivos; características geraisSeres vivos; características gerais
Seres vivos; características gerais
 
2º estudo de ciências – 7º ano - outubro
2º estudo de ciências  – 7º ano - outubro 2º estudo de ciências  – 7º ano - outubro
2º estudo de ciências – 7º ano - outubro
 
1º estudo de ciências – 7º ano – setembro
1º estudo de ciências   – 7º ano – setembro 1º estudo de ciências   – 7º ano – setembro
1º estudo de ciências – 7º ano – setembro
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
 
Filo porifera
Filo porifera Filo porifera
Filo porifera
 
Filo cnidaria
Filo cnidariaFilo cnidaria
Filo cnidaria
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
 
1º estudo de ciências – 7º ano - fevereiro
1º estudo de ciências  – 7º ano - fevereiro1º estudo de ciências  – 7º ano - fevereiro
1º estudo de ciências – 7º ano - fevereiro
 
2 anfibios
2 anfibios2 anfibios
2 anfibios
 
Porif cnida plat
Porif cnida platPorif cnida plat
Porif cnida plat
 
Evidências evolutivas
Evidências evolutivasEvidências evolutivas
Evidências evolutivas
 
04 evolução-evidências
04 evolução-evidências04 evolução-evidências
04 evolução-evidências
 
Filo Cnidária
Filo CnidáriaFilo Cnidária
Filo Cnidária
 

Semelhante a Poster identificaçao de fosseis

Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.
Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.
Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.
hugoseverino7ab
 
Apresentação3
Apresentação3Apresentação3
Apresentação3
claudiapinto7a
 
Apresentação3
Apresentação3Apresentação3
Apresentação3
claudiapinto7a
 
Poster cientifico
Poster cientificoPoster cientifico
Poster cientifico
alvesnuno
 
Fósseis joão santos
Fósseis joão santosFósseis joão santos
Fósseis joão santos
joaosantosterrivel
 
Poster classificação de fósseis
Poster   classificação de fósseisPoster   classificação de fósseis
Poster classificação de fósseis
antoniopedropinheiro
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
URCA
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
Danie Gongui
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
cholomatheus
 
PORIFEROS PPT.pdf
PORIFEROS PPT.pdfPORIFEROS PPT.pdf
PORIFEROS PPT.pdf
AlexandreDuarte100
 
Reino animalia pdf
Reino animalia pdfReino animalia pdf
Reino animalia pdf
Valck Silva
 
Animais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- PoríferosAnimais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- Poríferos
Andrea Barreto
 
Introdução à evolução
Introdução à evoluçãoIntrodução à evolução
Introdução à evolução
Lara Lídia
 
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivosTrabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Alessandra Miranda
 
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
Alessandra Miranda
 
Celenterados
CelenteradosCelenterados
Celenterados
Danie Gongui
 
Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"
deboraolimpia
 
O reino animal
O reino animalO reino animal
O reino animal
jfquirino
 
Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
SESI 422 - Americana
 

Semelhante a Poster identificaçao de fosseis (20)

Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.
Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.
Hugo severino 7ºa nº13. poster sobre a fossilização.
 
Apresentação3
Apresentação3Apresentação3
Apresentação3
 
Apresentação3
Apresentação3Apresentação3
Apresentação3
 
Poster cientifico
Poster cientificoPoster cientifico
Poster cientifico
 
Fósseis joão santos
Fósseis joão santosFósseis joão santos
Fósseis joão santos
 
Poster classificação de fósseis
Poster   classificação de fósseisPoster   classificação de fósseis
Poster classificação de fósseis
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
PORIFEROS PPT.pdf
PORIFEROS PPT.pdfPORIFEROS PPT.pdf
PORIFEROS PPT.pdf
 
Reino animalia pdf
Reino animalia pdfReino animalia pdf
Reino animalia pdf
 
Animais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- PoríferosAnimais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- Poríferos
 
Introdução à evolução
Introdução à evoluçãoIntrodução à evolução
Introdução à evolução
 
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivosTrabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
 
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
 
Celenterados
CelenteradosCelenterados
Celenterados
 
Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"Poriferos 2º "A"
Poriferos 2º "A"
 
O reino animal
O reino animalO reino animal
O reino animal
 
Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
 

Mais de matildeoliveira7a

Inova
InovaInova
Inova grupo4
Inova grupo4Inova grupo4
Inova grupo4
matildeoliveira7a
 
Segurança na saúde
Segurança na saúdeSegurança na saúde
Segurança na saúde
matildeoliveira7a
 
Texto sobre a saude
Texto sobre a saudeTexto sobre a saude
Texto sobre a saude
matildeoliveira7a
 
Resposta ao desafio 2
Resposta ao desafio 2Resposta ao desafio 2
Resposta ao desafio 2
matildeoliveira7a
 
Resumo
ResumoResumo
Resposta ao desafio
Resposta ao desafioResposta ao desafio
Resposta ao desafio
matildeoliveira7a
 
Reflexão do desafio 1 ''o que aprendemos com os jogos''
Reflexão do desafio 1  ''o que aprendemos com os jogos''Reflexão do desafio 1  ''o que aprendemos com os jogos''
Reflexão do desafio 1 ''o que aprendemos com os jogos''
matildeoliveira7a
 
O amor e a amizade
O amor e a amizadeO amor e a amizade
O amor e a amizade
matildeoliveira7a
 
Ao avô
Ao avôAo avô
Ao avô
Ao avôAo avô
íNdice de massa corporal matilde oliveira
íNdice de massa corporal matilde oliveiraíNdice de massa corporal matilde oliveira
íNdice de massa corporal matilde oliveira
matildeoliveira7a
 
Relatorio historia matilde_oliveira
Relatorio historia matilde_oliveiraRelatorio historia matilde_oliveira
Relatorio historia matilde_oliveira
matildeoliveira7a
 
Volume de um cilindro
Volume de um cilindroVolume de um cilindro
Volume de um cilindro
matildeoliveira7a
 
Salmão
SalmãoSalmão
Inspire aspire
Inspire aspireInspire aspire
Inspire aspire
matildeoliveira7a
 
Ficha técnica mapa de conceitos
Ficha técnica mapa de conceitosFicha técnica mapa de conceitos
Ficha técnica mapa de conceitos
matildeoliveira7a
 

Mais de matildeoliveira7a (20)

Inova
InovaInova
Inova
 
Inova grupo4
Inova grupo4Inova grupo4
Inova grupo4
 
Segurança na saúde
Segurança na saúdeSegurança na saúde
Segurança na saúde
 
Texto sobre a saude
Texto sobre a saudeTexto sobre a saude
Texto sobre a saude
 
Resposta ao desafio 2
Resposta ao desafio 2Resposta ao desafio 2
Resposta ao desafio 2
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Resposta ao desafio
Resposta ao desafioResposta ao desafio
Resposta ao desafio
 
Reflexão do desafio 1 ''o que aprendemos com os jogos''
Reflexão do desafio 1  ''o que aprendemos com os jogos''Reflexão do desafio 1  ''o que aprendemos com os jogos''
Reflexão do desafio 1 ''o que aprendemos com os jogos''
 
O amor e a amizade
O amor e a amizadeO amor e a amizade
O amor e a amizade
 
Ao avô
Ao avôAo avô
Ao avô
 
Ao avô
Ao avôAo avô
Ao avô
 
íNdice de massa corporal matilde oliveira
íNdice de massa corporal matilde oliveiraíNdice de massa corporal matilde oliveira
íNdice de massa corporal matilde oliveira
 
Relatorio historia matilde_oliveira
Relatorio historia matilde_oliveiraRelatorio historia matilde_oliveira
Relatorio historia matilde_oliveira
 
Mapas história
Mapas históriaMapas história
Mapas história
 
Pirâmide etária
Pirâmide etáriaPirâmide etária
Pirâmide etária
 
Volume de um cilindro
Volume de um cilindroVolume de um cilindro
Volume de um cilindro
 
Salmão
SalmãoSalmão
Salmão
 
Inspire aspire
Inspire aspireInspire aspire
Inspire aspire
 
Ficha técnica mapa de conceitos
Ficha técnica mapa de conceitosFicha técnica mapa de conceitos
Ficha técnica mapa de conceitos
 
Ma biographie
Ma biographieMa biographie
Ma biographie
 

Poster identificaçao de fosseis

  • 1. Escola Secundária Augusto Gomes 7ºA Projeto “Como na Vida” Matilde Oliveira Identificação de fósseis Resumo ● Os fósseis, segundo alguns autores, são restos de seres vivos que viveram há muitos anos no nosso planeta, ou ainda vestígios da sua atividade, que ficaram preservados em rochas. ● As marcas ou vestígios da atividade dos seres vivos fornecem-nos informações sobre a locomoção, a alimentação e a reprodução dos seres vivos que lhes deram origem. ● Os fósseis, verdadeiros testemunhos dos fenómenos que ocorreram ao longo da história da Vida na Terra, formam-se através de um processo designado fossilização (conjunto de fenómenos físicos e químicos que permitem a formação de um fóssil.). No entanto, este é um fenómeno muito raro na Natureza, porque, habitualmente, quando os seres vivos morrem, entram em decomposição. Figura1 – Coral Figura2 – Graptólito - Fóssil de um organismo colonial, isto é, que vive em associações - Fóssil de um organismo colonial, isto é, que vive em associações de vários indivíduos; de vários indivíduos; - Constituía colónias com esqueleto carbonatado formado por - Constituía pequenas colónias alongadas e rectilíneas, em forma de pequenas cavidades, subdivididas por septos. pente. Figura3 – Trilobite - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado; - Fóssil de um organismo com carapaça subdividida em vários componentes ou segmentos; - Carapaça com três lobos longitudinais, dividindo-se transversalmente em cefalão, tórax e pigídeo. Figura4 – Belemnite - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado; - Fóssil de um organismo com carapaça subdividida em vários componentes ou segmentos; - Concha interna em que um dos elementos (rostro) era carbonatado e fusiforme. Figura5 – Braquiópode - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado; - Fóssil de um organismo com carapaça constituída por duas valvas; - Concha com valvas distintas. Figura6 – Bivalve - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado; - Fóssil de um organismo com carapaça constituída por duas valvas; - Concha com valvas iguais. Figura7 – Amonite - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado; - Fóssil de um organismo de carapaça única; - Concha achatada lateralmente e enrolada em espiral simétrica. Figura8 – Gastrópode - Fóssil de um organismo solitário, isto é, que vive como indivíduo isolado; - Fóssil de um organismo de carapaça única; - Concha em espiral cónica de espira alta. Bibliografia Chave dicotómica