SlideShare uma empresa Scribd logo
O BICHO FOLHARAL
Cansada de ser .....................pela raposa e de não
segura-la, a onça resolveu atrai-la a sua .....................
Fez, para esse efeito, correr a .....................que
tinha morrido e deitou-se no meio da .....................,
frutas, latas de sardinha, salame, queijo - tudo mais que pudesse
comer com o auxilio do meu canivetinho, sem precisar de cozinhar.
E passava horas e horas ali dentro, sozinho fingindo-se
......................Todos os bichos vieram olhar o seu corpo,
contentíssimos. A raposa também veio mas .....................,
de longe. E por trás de outros animais gritou:
- Minha avó, quando morreu, ..................... três
vezes. Espirrar e o sinal verdadeiro da morte.
A onça para mostrar que estava morta de verdade, espirrou
três vezes . A raposa fugiu as gargalhadas.
....................., a onça resolveu apanha-la ao beber agua.
Havia ..................... no sertão e somente uma
..................... ao pé duma serra tinha ainda um pouco de
agua. Todos os animais selvagens eram obrigados a beber ali. A
onça ficou a espera da ....................., junto da cacimba,
dia e noite.
Nunca a raposa ..................... tanta sede . Ao fim de
três dias já não aguentava mais.
Resolveu ir beber, usando uma ..................... qualquer .
Achou um cortiço de ....................., furou-o e com o mel
que dele escorreu ......................... todo o seu corpo.
Depois, espojou-se num monte de folhas secas, que se pregaram aos
seus pelos e cobriram-na toda.
Ao ..................... , foi a cacimba . A onça olhou-a
bem e perguntou-lhe :
- Que .....................es tu que eu não conheço , que
nunca vi ?
Respondeu .....................:
- Sou o bicho ......................
- Podes beber.
Desceu a ..................... do bebedouro, meteu-se na
agua , .....................-se com delicia e onça lá em cima,
desconfiada, vendo-a beber demais, como quem trazia sede de
vários dias , .....................:
- Quanto ....................., Folharal !
Mas a agua .....................o mel e as folhas foram
caindo as ...................... Quando .....................
as entranhas ................. , a ultima caiu , a onça
reconheceu a ..................... esperta e pulou
..................... sobre ela , mas a
raposa.....................fugir.
( Luís Camara Cascudo . Contos tradicionais do Brasil)
Cada equipe recebe o texto em lacunas e as colunas de
palavras. As palavras das colunas deverão ser recortadas e
encaixadas no texto ( sugestão: escrever as palavras das
fichas nas lacunas fica mais fácil) A equipe que preencher
primeiro e corretamente ganha.
notícia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL
mundo digital online online
 
Buriti mais ciências 3º ano baixa
Buriti mais ciências 3º ano baixaBuriti mais ciências 3º ano baixa
Buriti mais ciências 3º ano baixa
Nivea Neves
 
Loteria expressão numérica - adição e subtração.pdf
Loteria expressão numérica -  adição e subtração.pdfLoteria expressão numérica -  adição e subtração.pdf
Loteria expressão numérica - adição e subtração.pdf
Mary Alvarenga
 
Tabela sondagem-alfabetização
Tabela sondagem-alfabetizaçãoTabela sondagem-alfabetização
Tabela sondagem-alfabetização
Claudia Ramos
 
Exercícios de revisão 2geografia
Exercícios de revisão 2geografiaExercícios de revisão 2geografia
Exercícios de revisão 2geografia
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades de alfabetização e matemática
Atividades de alfabetização e matemáticaAtividades de alfabetização e matemática
Atividades de alfabetização e matemática
Cláudia Ramos
 
Poesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia MeirelesPoesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia Meireles
Romy23
 
Jogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdfJogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdf
Beatriz Garcia
 
Caça palavras-animais
Caça palavras-animaisCaça palavras-animais
Caça palavras-animais
Cida Viana
 
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
Mary Alvarenga
 
Metodo das-onomatopeias-1
Metodo das-onomatopeias-1Metodo das-onomatopeias-1
Metodo das-onomatopeias-1
SimoneCorreaMiranda
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
Ester Padovani
 
Marcelo Marmelo Martelo Ruth Rocha
Marcelo Marmelo Martelo Ruth RochaMarcelo Marmelo Martelo Ruth Rocha
Marcelo Marmelo Martelo Ruth Rocha
Nadia Gal Stabile
 
Luz do saber infantil livro novo
Luz do saber infantil livro novoLuz do saber infantil livro novo
Luz do saber infantil livro novo
JONAS AMBROSIO
 
O ciclo de vida das plantas
O ciclo de vida das plantasO ciclo de vida das plantas
O ciclo de vida das plantas
TIC14 CMÌlhavo
 
Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão
Mary Alvarenga
 
Pontuando piadas
Pontuando piadasPontuando piadas
Pontuando piadas
Rose Tavares
 
11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho
SimoneHelenDrumond
 
Cruzadinha da divisão
Cruzadinha da divisãoCruzadinha da divisão
Cruzadinha da divisão
Mary Alvarenga
 
D19 (5º ano mat.)
D19  (5º ano   mat.)D19  (5º ano   mat.)
D19 (5º ano mat.)
Cidinha Paulo
 

Mais procurados (20)

POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL
 
Buriti mais ciências 3º ano baixa
Buriti mais ciências 3º ano baixaBuriti mais ciências 3º ano baixa
Buriti mais ciências 3º ano baixa
 
Loteria expressão numérica - adição e subtração.pdf
Loteria expressão numérica -  adição e subtração.pdfLoteria expressão numérica -  adição e subtração.pdf
Loteria expressão numérica - adição e subtração.pdf
 
Tabela sondagem-alfabetização
Tabela sondagem-alfabetizaçãoTabela sondagem-alfabetização
Tabela sondagem-alfabetização
 
Exercícios de revisão 2geografia
Exercícios de revisão 2geografiaExercícios de revisão 2geografia
Exercícios de revisão 2geografia
 
Atividades de alfabetização e matemática
Atividades de alfabetização e matemáticaAtividades de alfabetização e matemática
Atividades de alfabetização e matemática
 
Poesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia MeirelesPoesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia Meireles
 
Jogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdfJogo do Stop.pdf
Jogo do Stop.pdf
 
Caça palavras-animais
Caça palavras-animaisCaça palavras-animais
Caça palavras-animais
 
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
 
Metodo das-onomatopeias-1
Metodo das-onomatopeias-1Metodo das-onomatopeias-1
Metodo das-onomatopeias-1
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
 
Marcelo Marmelo Martelo Ruth Rocha
Marcelo Marmelo Martelo Ruth RochaMarcelo Marmelo Martelo Ruth Rocha
Marcelo Marmelo Martelo Ruth Rocha
 
Luz do saber infantil livro novo
Luz do saber infantil livro novoLuz do saber infantil livro novo
Luz do saber infantil livro novo
 
O ciclo de vida das plantas
O ciclo de vida das plantasO ciclo de vida das plantas
O ciclo de vida das plantas
 
Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão
 
Pontuando piadas
Pontuando piadasPontuando piadas
Pontuando piadas
 
11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho11 atividades sobre o piolho
11 atividades sobre o piolho
 
Cruzadinha da divisão
Cruzadinha da divisãoCruzadinha da divisão
Cruzadinha da divisão
 
D19 (5º ano mat.)
D19  (5º ano   mat.)D19  (5º ano   mat.)
D19 (5º ano mat.)
 

Mais de weleslima

Escrita emendada
Escrita emendadaEscrita emendada
Escrita emendada
weleslima
 
Pontinho
PontinhoPontinho
Pontinho
weleslima
 
Sugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escritaSugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escrita
weleslima
 
Letra da musica
Letra da musicaLetra da musica
Letra da musica
weleslima
 
Life cycle of a butterfly
Life cycle of a butterflyLife cycle of a butterfly
Life cycle of a butterfly
weleslima
 
Lagarleta
LagarletaLagarleta
Lagarleta
weleslima
 
Historia em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHASHistoria em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHAS
weleslima
 
Escrita do Lucas
Escrita do LucasEscrita do Lucas
Escrita do Lucas
weleslima
 
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
weleslima
 
Textos
TextosTextos
Textos
weleslima
 
Hedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppetHedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppet
weleslima
 
Dedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhosDedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhos
weleslima
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
weleslima
 
Texto Fatiado
Texto FatiadoTexto Fatiado
Texto Fatiado
weleslima
 
Sugestões de Texto
Sugestões de TextoSugestões de Texto
Sugestões de Texto
weleslima
 
Alguns textos Para Imprimir
Alguns textos Para ImprimirAlguns textos Para Imprimir
Alguns textos Para Imprimir
weleslima
 
Resumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova BrasilResumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova Brasil
weleslima
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
weleslima
 
Formação de Linguagem
Formação de LinguagemFormação de Linguagem
Formação de Linguagem
weleslima
 
Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4
weleslima
 

Mais de weleslima (20)

Escrita emendada
Escrita emendadaEscrita emendada
Escrita emendada
 
Pontinho
PontinhoPontinho
Pontinho
 
Sugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escritaSugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escrita
 
Letra da musica
Letra da musicaLetra da musica
Letra da musica
 
Life cycle of a butterfly
Life cycle of a butterflyLife cycle of a butterfly
Life cycle of a butterfly
 
Lagarleta
LagarletaLagarleta
Lagarleta
 
Historia em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHASHistoria em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHAS
 
Escrita do Lucas
Escrita do LucasEscrita do Lucas
Escrita do Lucas
 
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
 
Textos
TextosTextos
Textos
 
Hedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppetHedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppet
 
Dedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhosDedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhos
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
 
Texto Fatiado
Texto FatiadoTexto Fatiado
Texto Fatiado
 
Sugestões de Texto
Sugestões de TextoSugestões de Texto
Sugestões de Texto
 
Alguns textos Para Imprimir
Alguns textos Para ImprimirAlguns textos Para Imprimir
Alguns textos Para Imprimir
 
Resumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova BrasilResumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova Brasil
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
 
Formação de Linguagem
Formação de LinguagemFormação de Linguagem
Formação de Linguagem
 
Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4
 

Último

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 

O bicho folharal

  • 1. O BICHO FOLHARAL Cansada de ser .....................pela raposa e de não segura-la, a onça resolveu atrai-la a sua ..................... Fez, para esse efeito, correr a .....................que tinha morrido e deitou-se no meio da ....................., frutas, latas de sardinha, salame, queijo - tudo mais que pudesse comer com o auxilio do meu canivetinho, sem precisar de cozinhar. E passava horas e horas ali dentro, sozinho fingindo-se ......................Todos os bichos vieram olhar o seu corpo, contentíssimos. A raposa também veio mas ....................., de longe. E por trás de outros animais gritou: - Minha avó, quando morreu, ..................... três vezes. Espirrar e o sinal verdadeiro da morte. A onça para mostrar que estava morta de verdade, espirrou três vezes . A raposa fugiu as gargalhadas. ....................., a onça resolveu apanha-la ao beber agua. Havia ..................... no sertão e somente uma ..................... ao pé duma serra tinha ainda um pouco de agua. Todos os animais selvagens eram obrigados a beber ali. A onça ficou a espera da ....................., junto da cacimba, dia e noite. Nunca a raposa ..................... tanta sede . Ao fim de três dias já não aguentava mais.
  • 2. Resolveu ir beber, usando uma ..................... qualquer . Achou um cortiço de ....................., furou-o e com o mel que dele escorreu ......................... todo o seu corpo. Depois, espojou-se num monte de folhas secas, que se pregaram aos seus pelos e cobriram-na toda. Ao ..................... , foi a cacimba . A onça olhou-a bem e perguntou-lhe : - Que .....................es tu que eu não conheço , que nunca vi ? Respondeu .....................: - Sou o bicho ...................... - Podes beber. Desceu a ..................... do bebedouro, meteu-se na agua , .....................-se com delicia e onça lá em cima, desconfiada, vendo-a beber demais, como quem trazia sede de vários dias , .....................: - Quanto ....................., Folharal ! Mas a agua .....................o mel e as folhas foram caindo as ...................... Quando ..................... as entranhas ................. , a ultima caiu , a onça reconheceu a ..................... esperta e pulou ..................... sobre ela , mas a raposa.....................fugir. ( Luís Camara Cascudo . Contos tradicionais do Brasil)
  • 3. Cada equipe recebe o texto em lacunas e as colunas de palavras. As palavras das colunas deverão ser recortadas e encaixadas no texto ( sugestão: escrever as palavras das fichas nas lacunas fica mais fácil) A equipe que preencher primeiro e corretamente ganha. notícia