SlideShare uma empresa Scribd logo
Leitura do texto
Agora, em grupo, vocês farão a leitura do poema a
seguir, que traz alguns ensinamentos.
Gentileza é uma beleza
Se você pede a um colega
lápis, régua, apontador...
use as palavrinhas mágicas:
sempre diga “Por favor”!
Isso abre o seu caminho
e evita confusão.
Mostra que se é bonzinho.
Também mostra educação.
— Obrigado!
— Puxa! Que educado!
E se eu fiquei contente
por alguém ter me emprestado...
O que eu digo?
Obrigado!
Obrigado ou obrigada,
se for homem ou mulher.
A palavra é combinada
com a pessoa que disser.
(HEINE, Evelyn e FINZETTO, Ângela. Poesias para crianças. www.todolivro.com.br
Leitura do texto
Agora vocês farão a leitura de uma notícia que fala
sobre exploradores que viveram uma grande aventura.
Rumo ao centro da Terra
Exploradores descem ao local mais fundo que alguém já chegou no
interior do planeta
Um grupo de exploradores de um país chamado Ucrânia viveu uma
história real que parece ter saído do livro “Viagem ao centro da Terra”, de
Júlio Verne. Como o professor Lindenbrock, do livro, eles foram às
profundezas da Terra.
Os nove exploradores desceram 2080 metros, o mais fundo que
alguém já chegou no interior da Terra. Eles desceram pela caverna de
Krubera, próxima à Rússia.
— Não sabemos se alcançamos o limite ou se a caverna continua.
Mas achamos que podemos ir ainda mais fundo — afirmou Alexander
Klimchouk, organizador da expedição.
Eles encontraram muitos obstáculos: além da escuridão, poços de
água praticamente congelados e pedras que bloqueavam passagens.
RUMO ao centro da Terra. O Globo,Rio de Janeiro,27 de maio de 2006.Globinho
Leitura do texto
Que mistério pode existir na vida de uma linda indiazinha? Leiam
a lenda a seguir para conhecer a história fantástica sobre a índia
Mani e alguns costumes da tribo tupi.
Lenda da Mandioca
Nasceu uma indiazinha linda e a mãe e o pai tupis
espantaram-se:
— Como é branquinha esta criança!
Chamaram-na de Mani. Comia pouco e pouco bebia.
Mani parecia esconder um mistério. Uma bela manhã, Mani
não se levantou da rede.
O pajé deu ervas e bebidas à menina. Mani sorria, muito
doente, mas sem dores.
E sorrindo Mani morreu.
Os pais enterraram- na dentro da própria oca e regaram sua
cova com água, como era costume dos índios tupis, mas também
com muitas lágrimas de saudade.
Um dia, perceberam que do túmulo de Mani rompia uma
plantinha verde e viçosa. A plantinha desconhecida crescia
depressa.
Poucas luas se passaram e ela estava alta, com um caule forte
que até fazia a terra rachar ao redor.
— Vamos cavar? — comentou a mãe de Mani.
Cavaram um pouco e, à flor da terra, viram umas raízes
grossas e morenas, quase da cor dos curumins, nome que dão
aos indiozinhos. Mas, sob a casquinha marrom, lá estava a polpa
branquinha, quase da cor de Mani.
— Vamos chamá-la de Mani-oca — resolveram os índios.
Transformaram a planta em alimento. E até hoje, entre os
índios no norte e do centro do Brasil, este é um alimento muito
importante.
E, em todo o Brasil, quem não gosta de mandioca?
http://sotaodaines.chrome.pt
Leitura do texto
Preparem-se para aprender como se faz um Pavê de
suspiros. Leiam a receita e depois experimentem fazê-la.
Será uma experiência deliciosa .... e inesquecível !
Pavê de suspiros
Preparo: 10 minutos
Conservar na geladeira
Rendimento: 4 porções
Ingredientes
100 g de suspiros pequenos
1 lata de creme de leite gelado
1 xícara de achocolatado em pó
Modo de fazer
Forre um pirex com os suspiros.
Em uma vasilha funda, junte o creme de leite (peça ao seu
ajudante para tirar o soro para você) e o achocolatado em
pó.
Mexa com força para misturar bem, até atingir a
consistência de mousse.
Cubra os suspiros com esse creme e, se ainda restarem
suspiros (se você não os tiver comido...), use-os para
enfeitar o pavê por cima. Cubra com
papel-alumínio ou com um prato e peça ao seu ajudante
para colocá-lo no congelador por, no mínimo, 2 horas.
Aquino, Gilda e SCHAUFFERT, Estela. Brinque-Book com as crianças na cozinha.
São Paulo:Brinque-Book,2005.p.43.
Leitura do texto
O texto que vocês vão ler fala de uma das espécies: o tatu-
canastra. Leiam, então, este artigo de divulgação científica
para saber coisas importantes sobre esse animal e se
surpreenderão com as suas características físicas e com o
que ele faz.
Brincar de esconde-esconde é
divertido. Agora, se o tatu-canastra resolve
participar da brincadeira, fica difícil
competir. Esse é o maior tatu do mundo,
atualmente. Mede, aproximadamente, um
metro e meio de comprimento e pesa cerca
de 40 quilos. Seria fácil encontrá-lo, se
suas tocas (ou abrigos) não fossem tão
grandes: elas chegam a medir mais de
cinco metros de extensão. Será que
alguém consegue esperar tanto tempo
assim para ver o tatu-canastra?
Quando é incomodado, o tatu-
canastra deita no chão com a barriga para
cima e tenta se defender com as patas
anteriores. Para escapar do perigo, é capaz
de se enterrar em poucos minutos.
Devido ao desmatamento, o
desenvolvimento das plantações e criações
de gado, o habitat do tatu-canastra, bem
como de muitos outros animais, vem sendo
reduzido.
Para evitar a extinção do tatu-canastra
é preciso proteger os ambientes em que ele
vive e também realizar estudos para se
conhecer melhor os hábitos dessa espécie
brasileira.
Do site da Revista Ciências Hoje para Crianças – 161 – setembro de 2005.
Autores do texto: Adriana Bocchiglieri e Marcelo Lima Reis
Leitura do texto:
Leiam com bastante atenção esta fábula para descobrir o
que aconteceu com uma menina muito sonhadora.
A menina do leite
A menina não cabia em si de felicidade. Pela primeira
vez iria à cidade vender o leite de sua vaquinha. Trajando
o seu melhor vestido, ela partiu pela estrada com a lata de
leite na cabeça.
Enquanto caminhava, o leite chacoalhava dentro da
lata.
E os pensamentos faziam o mesmo dentro da sua
cabeça.
"Vou vender o leite e comprar uma dúzia de ovos."
"Depois, choco os ovos e ganho uma dúzia de
pintinhos."
"Quando os pintinhos crescerem, terei bonitos galos e
galinhas."
"Vendo os galos e crio as frangas, que são ótimas
botadeiras de ovos."
"Choco os ovos e terei mais galos e galinhas."
"Vendo tudo e compro uma cabrita e algumas porcas."
"Se cada porca me der três leitõezinhos, vendo dois,
fico com um e ..."
A menina estava tão distraída que tropeçou numa
pedra, perdeu o equilíbrio e levou um tombo. Lá se foi o
leite branquinho pelo chão. E os ovos, os pintinhos, os
galos, as galinhas, os cabritos, as porcas e os leitõezinhos
pelos ares.
Moral da história: Não se deve contar com uma coisa
antes de consegui-la.
www.metáforas.com.br
Leitura do texto
Agora, em grupo, vocês farão a leitura do poema a seguir,
que fala sobre um menino que quer ter um burrinho.
O menino azul
O menino quer um burrinho
para passear.
Um burrinho manso,
que não corra nem pule,
mas que saiba conversar.
O menino quer um burrinho
que saiba dizer
o nome dos rios,
das montanhas, das flores,
- de tudo o que aparecer.
O menino quer um burrinho
que saiba inventar histórias bonitas
com pessoas e bichos
e com barquinhos no mar.
E os dois sairão pelo mundo
que é como um jardim
apenas mais largo
e talvez mais comprido
e que não tenha fim.
(Quem souber de um burrinho desses,
pode escrever para a Rua das Casas,
Número das Portas,
ao Menino Azul que não sabe ler.)
www.geocities.com/fedrasp/cecili-meireles2.html
Leitura do texto
Agora, em grupo, vocês farão a leitura jogralizada a
seguir, que fala sobre a preservação da natureza.
PARAÍSO
- Se esta rua fosse minha,
- Eu mandava ladrilhar,
- Não para automóvel matar gente,
- Mas para criança brincar.
- Se este rio fosse meu,
- Eu não deixaria poluir.
- Joguem esgotos noutra parte,
- Que os peixes moram aqui.
- Se esta mata fosse minha,
- Eu não deixava derrubar.
- Se cortarem todas as árvores,
- Onde é que os pássaros vão morar?
– Se este mundo fosse meu,
- Eu fazia tantas mudanças
- Que ele seria um paraíso
- De bichos, plantas e crianças.
PAES, José Paulo. Poemas para brincar, Editora Ática.
Leitura do texto
Vamos ler em grupo, vocês farão a seguir a leitura de um
texto popular, que traz a relação entre letras e som:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades de leitura e escrita a cigarra e a formiga
Atividades de leitura e escrita  a cigarra e a formigaAtividades de leitura e escrita  a cigarra e a formiga
Atividades de leitura e escrita a cigarra e a formiga
Rose Tavares
 
Guia para estudo dos pronomes pessoais 4º ano
Guia para estudo dos pronomes pessoais 4º anoGuia para estudo dos pronomes pessoais 4º ano
Guia para estudo dos pronomes pessoais 4º ano
Paulo Alves de Araujo
 
59 sinónimos e antónimos
59 sinónimos e antónimos59 sinónimos e antónimos
59 sinónimos e antónimos
Crescendo EAprendendo
 
POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL
mundo digital online online
 
Dia da árvore
Dia da árvoreDia da árvore
Dia da árvore
maria do rosario macedo
 
Fábula em verso: O Corvo e a Raposa
Fábula em verso: O Corvo e a RaposaFábula em verso: O Corvo e a Raposa
Fábula em verso: O Corvo e a Raposa
A. Simoes
 
Piramide alimentar
Piramide alimentarPiramide alimentar
Piramide alimentar
Marcos Capellotto
 
Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50
Isa ...
 
Atividades ciencias
Atividades cienciasAtividades ciencias
Atividades ciencias
Giovana Schubert
 
21 de setembro – Dia da Árvore.
 21 de setembro – Dia da Árvore. 21 de setembro – Dia da Árvore.
21 de setembro – Dia da Árvore.
Mary Alvarenga
 
Plantas
PlantasPlantas
Piadas atividades de paragrafação
Piadas atividades de paragrafaçãoPiadas atividades de paragrafação
Piadas atividades de paragrafação
Roseli Aparecida Tavares
 
Apostila de alfabetização._alice
Apostila de alfabetização._aliceApostila de alfabetização._alice
Apostila de alfabetização._alice
Susana Felix
 
Simulado 3o-ano
Simulado 3o-anoSimulado 3o-ano
Simulado 3o-ano
Maria Vasconcellos
 
atividade geografia
atividade geografiaatividade geografia
atividade geografia
Roseli Aparecida Tavares
 
Interpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º ano
Interpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º anoInterpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º ano
Interpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º ano
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
Sonia Amaral
 
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Edna Lúcia Lopes Fernandes
 
Word: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editável
Word: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editávelWord: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editável
Word: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editável
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
POEMA DA ALIMENTAÇÃO
POEMA DA ALIMENTAÇÃOPOEMA DA ALIMENTAÇÃO
POEMA DA ALIMENTAÇÃOOdete Almeida
 

Mais procurados (20)

Atividades de leitura e escrita a cigarra e a formiga
Atividades de leitura e escrita  a cigarra e a formigaAtividades de leitura e escrita  a cigarra e a formiga
Atividades de leitura e escrita a cigarra e a formiga
 
Guia para estudo dos pronomes pessoais 4º ano
Guia para estudo dos pronomes pessoais 4º anoGuia para estudo dos pronomes pessoais 4º ano
Guia para estudo dos pronomes pessoais 4º ano
 
59 sinónimos e antónimos
59 sinónimos e antónimos59 sinónimos e antónimos
59 sinónimos e antónimos
 
POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL POESIA INFANTIL
POESIA INFANTIL
 
Dia da árvore
Dia da árvoreDia da árvore
Dia da árvore
 
Fábula em verso: O Corvo e a Raposa
Fábula em verso: O Corvo e a RaposaFábula em verso: O Corvo e a Raposa
Fábula em verso: O Corvo e a Raposa
 
Piramide alimentar
Piramide alimentarPiramide alimentar
Piramide alimentar
 
Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50Apostila para trabalhar números até 50
Apostila para trabalhar números até 50
 
Atividades ciencias
Atividades cienciasAtividades ciencias
Atividades ciencias
 
21 de setembro – Dia da Árvore.
 21 de setembro – Dia da Árvore. 21 de setembro – Dia da Árvore.
21 de setembro – Dia da Árvore.
 
Plantas
PlantasPlantas
Plantas
 
Piadas atividades de paragrafação
Piadas atividades de paragrafaçãoPiadas atividades de paragrafação
Piadas atividades de paragrafação
 
Apostila de alfabetização._alice
Apostila de alfabetização._aliceApostila de alfabetização._alice
Apostila de alfabetização._alice
 
Simulado 3o-ano
Simulado 3o-anoSimulado 3o-ano
Simulado 3o-ano
 
atividade geografia
atividade geografiaatividade geografia
atividade geografia
 
Interpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º ano
Interpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º anoInterpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º ano
Interpretação de texto: Bernardo, o coelho – 2º ou 3º ano
 
Chapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelhoChapeuzinho vermelho
Chapeuzinho vermelho
 
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)
 
Word: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editável
Word: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editávelWord: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editável
Word: Interpretação de texto: Jorge, o gato – 4º ou 5º ano – Modelo editável
 
POEMA DA ALIMENTAÇÃO
POEMA DA ALIMENTAÇÃOPOEMA DA ALIMENTAÇÃO
POEMA DA ALIMENTAÇÃO
 

Semelhante a Alguns textos Para Imprimir

portugues.doc
portugues.docportugues.doc
portugues.doc
Tuca Digdinilis
 
Oficina educação infantil 12 de maio de 2015
Oficina educação infantil 12 de maio de 2015Oficina educação infantil 12 de maio de 2015
Oficina educação infantil 12 de maio de 2015
Fabiana Esteves
 
Saresp2010
Saresp2010Saresp2010
Saresp2010
Janete Federico
 
O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)
O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)
O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)
mluisa56
 
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagemOficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Marlete Outeiro
 
Slaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escolaSlaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escola
anaparecidaraca
 
O que o aluno poderá aprender com esta aula
O que o aluno poderá aprender com esta aulaO que o aluno poderá aprender com esta aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
Carla Erica
 
Coletânea HADITHI NJOO 2
Coletânea HADITHI NJOO 2Coletânea HADITHI NJOO 2
Coletânea HADITHI NJOO 2
oficinativa
 
Ismael - Um Romance da Condição Humana - Daniel Quinn
Ismael - Um Romance da Condição Humana - Daniel QuinnIsmael - Um Romance da Condição Humana - Daniel Quinn
Ismael - Um Romance da Condição Humana - Daniel Quinn
Diego Silva
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textos
Marcos Ataide
 
Leitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de textoLeitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de texto
Augusto Bertotto
 
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
mariacarmcorreia
 
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Sonia Ramos
 
Mateus e o muiraquitã
Mateus e o muiraquitãMateus e o muiraquitã
Mateus e o muiraquitã
Marisa Seara
 
LINGUA PORTUGUESA.pdf
LINGUA PORTUGUESA.pdfLINGUA PORTUGUESA.pdf
LINGUA PORTUGUESA.pdf
Elianepedagoga1
 
Fadas e Borboletas
Fadas e BorboletasFadas e Borboletas
Fadas e Borboletas
Graça Sousa
 
A traça escritora
A traça escritoraA traça escritora
A traça escritora
Marisa Seara
 
4 projetos sobre bondade
4 projetos sobre bondade4 projetos sobre bondade
4 projetos sobre bondade
Meikiane Dias E Lucas Martins
 
Livro de história a traça escritora
Livro de história  a traça escritoraLivro de história  a traça escritora
Livro de história a traça escritora
Dionei Vieira
 
A traça escritora
A traça escritoraA traça escritora
A traça escritora
LuciaFrana4
 

Semelhante a Alguns textos Para Imprimir (20)

portugues.doc
portugues.docportugues.doc
portugues.doc
 
Oficina educação infantil 12 de maio de 2015
Oficina educação infantil 12 de maio de 2015Oficina educação infantil 12 de maio de 2015
Oficina educação infantil 12 de maio de 2015
 
Saresp2010
Saresp2010Saresp2010
Saresp2010
 
O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)
O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)
O mochinho Sénior (autor: Manuel Valinho)
 
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagemOficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
Oficina 02 -contos-de-fadas-e-aprendizagem
 
Slaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escolaSlaides contos infantis na pré escola
Slaides contos infantis na pré escola
 
O que o aluno poderá aprender com esta aula
O que o aluno poderá aprender com esta aulaO que o aluno poderá aprender com esta aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
 
Coletânea HADITHI NJOO 2
Coletânea HADITHI NJOO 2Coletânea HADITHI NJOO 2
Coletânea HADITHI NJOO 2
 
Ismael - Um Romance da Condição Humana - Daniel Quinn
Ismael - Um Romance da Condição Humana - Daniel QuinnIsmael - Um Romance da Condição Humana - Daniel Quinn
Ismael - Um Romance da Condição Humana - Daniel Quinn
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textos
 
Leitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de textoLeitura e interpretação de texto
Leitura e interpretação de texto
 
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
 
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
Leituraeinterpretacaodetextos 140507190836-phpapp02
 
Mateus e o muiraquitã
Mateus e o muiraquitãMateus e o muiraquitã
Mateus e o muiraquitã
 
LINGUA PORTUGUESA.pdf
LINGUA PORTUGUESA.pdfLINGUA PORTUGUESA.pdf
LINGUA PORTUGUESA.pdf
 
Fadas e Borboletas
Fadas e BorboletasFadas e Borboletas
Fadas e Borboletas
 
A traça escritora
A traça escritoraA traça escritora
A traça escritora
 
4 projetos sobre bondade
4 projetos sobre bondade4 projetos sobre bondade
4 projetos sobre bondade
 
Livro de história a traça escritora
Livro de história  a traça escritoraLivro de história  a traça escritora
Livro de história a traça escritora
 
A traça escritora
A traça escritoraA traça escritora
A traça escritora
 

Mais de weleslima

Escrita emendada
Escrita emendadaEscrita emendada
Escrita emendada
weleslima
 
Pontinho
PontinhoPontinho
Pontinho
weleslima
 
Sugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escritaSugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escrita
weleslima
 
Letra da musica
Letra da musicaLetra da musica
Letra da musica
weleslima
 
Life cycle of a butterfly
Life cycle of a butterflyLife cycle of a butterfly
Life cycle of a butterfly
weleslima
 
Lagarleta
LagarletaLagarleta
Lagarleta
weleslima
 
Historia em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHASHistoria em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHAS
weleslima
 
Escrita do Lucas
Escrita do LucasEscrita do Lucas
Escrita do Lucas
weleslima
 
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
weleslima
 
Textos
TextosTextos
Textos
weleslima
 
O bicho folharal
O bicho folharalO bicho folharal
O bicho folharal
weleslima
 
Hedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppetHedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppet
weleslima
 
Dedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhosDedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhos
weleslima
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
weleslima
 
Texto Fatiado
Texto FatiadoTexto Fatiado
Texto Fatiado
weleslima
 
Sugestões de Texto
Sugestões de TextoSugestões de Texto
Sugestões de Texto
weleslima
 
Resumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova BrasilResumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova Brasil
weleslima
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
weleslima
 
Formação de Linguagem
Formação de LinguagemFormação de Linguagem
Formação de Linguagem
weleslima
 
Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4
weleslima
 

Mais de weleslima (20)

Escrita emendada
Escrita emendadaEscrita emendada
Escrita emendada
 
Pontinho
PontinhoPontinho
Pontinho
 
Sugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escritaSugestões de jogos para liberar a escrita
Sugestões de jogos para liberar a escrita
 
Letra da musica
Letra da musicaLetra da musica
Letra da musica
 
Life cycle of a butterfly
Life cycle of a butterflyLife cycle of a butterfly
Life cycle of a butterfly
 
Lagarleta
LagarletaLagarleta
Lagarleta
 
Historia em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHASHistoria em quadrinho/TIRINHAS
Historia em quadrinho/TIRINHAS
 
Escrita do Lucas
Escrita do LucasEscrita do Lucas
Escrita do Lucas
 
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
IV Formação : Pró Escola Formação: “Práticas de Ensino da Matemática em uma P...
 
Textos
TextosTextos
Textos
 
O bicho folharal
O bicho folharalO bicho folharal
O bicho folharal
 
Hedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppetHedgehog printable-puppet
Hedgehog printable-puppet
 
Dedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhosDedoche da historia dos ratinhos
Dedoche da historia dos ratinhos
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
 
Texto Fatiado
Texto FatiadoTexto Fatiado
Texto Fatiado
 
Sugestões de Texto
Sugestões de TextoSugestões de Texto
Sugestões de Texto
 
Resumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova BrasilResumo das atividades da Prova Brasil
Resumo das atividades da Prova Brasil
 
Ordenar sequência
Ordenar sequência Ordenar sequência
Ordenar sequência
 
Formação de Linguagem
Formação de LinguagemFormação de Linguagem
Formação de Linguagem
 
Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4Gestar 1 mat tp4
Gestar 1 mat tp4
 

Último

Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 

Último (20)

Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 

Alguns textos Para Imprimir

  • 1. Leitura do texto Agora, em grupo, vocês farão a leitura do poema a seguir, que traz alguns ensinamentos. Gentileza é uma beleza Se você pede a um colega lápis, régua, apontador... use as palavrinhas mágicas: sempre diga “Por favor”! Isso abre o seu caminho e evita confusão. Mostra que se é bonzinho. Também mostra educação. — Obrigado! — Puxa! Que educado! E se eu fiquei contente por alguém ter me emprestado... O que eu digo? Obrigado! Obrigado ou obrigada, se for homem ou mulher. A palavra é combinada com a pessoa que disser. (HEINE, Evelyn e FINZETTO, Ângela. Poesias para crianças. www.todolivro.com.br
  • 2. Leitura do texto Agora vocês farão a leitura de uma notícia que fala sobre exploradores que viveram uma grande aventura. Rumo ao centro da Terra Exploradores descem ao local mais fundo que alguém já chegou no interior do planeta Um grupo de exploradores de um país chamado Ucrânia viveu uma história real que parece ter saído do livro “Viagem ao centro da Terra”, de Júlio Verne. Como o professor Lindenbrock, do livro, eles foram às profundezas da Terra. Os nove exploradores desceram 2080 metros, o mais fundo que alguém já chegou no interior da Terra. Eles desceram pela caverna de Krubera, próxima à Rússia. — Não sabemos se alcançamos o limite ou se a caverna continua. Mas achamos que podemos ir ainda mais fundo — afirmou Alexander Klimchouk, organizador da expedição. Eles encontraram muitos obstáculos: além da escuridão, poços de água praticamente congelados e pedras que bloqueavam passagens. RUMO ao centro da Terra. O Globo,Rio de Janeiro,27 de maio de 2006.Globinho
  • 3. Leitura do texto Que mistério pode existir na vida de uma linda indiazinha? Leiam a lenda a seguir para conhecer a história fantástica sobre a índia Mani e alguns costumes da tribo tupi. Lenda da Mandioca Nasceu uma indiazinha linda e a mãe e o pai tupis espantaram-se: — Como é branquinha esta criança! Chamaram-na de Mani. Comia pouco e pouco bebia. Mani parecia esconder um mistério. Uma bela manhã, Mani não se levantou da rede. O pajé deu ervas e bebidas à menina. Mani sorria, muito doente, mas sem dores. E sorrindo Mani morreu. Os pais enterraram- na dentro da própria oca e regaram sua cova com água, como era costume dos índios tupis, mas também com muitas lágrimas de saudade. Um dia, perceberam que do túmulo de Mani rompia uma plantinha verde e viçosa. A plantinha desconhecida crescia depressa. Poucas luas se passaram e ela estava alta, com um caule forte que até fazia a terra rachar ao redor. — Vamos cavar? — comentou a mãe de Mani. Cavaram um pouco e, à flor da terra, viram umas raízes grossas e morenas, quase da cor dos curumins, nome que dão aos indiozinhos. Mas, sob a casquinha marrom, lá estava a polpa branquinha, quase da cor de Mani. — Vamos chamá-la de Mani-oca — resolveram os índios. Transformaram a planta em alimento. E até hoje, entre os índios no norte e do centro do Brasil, este é um alimento muito importante. E, em todo o Brasil, quem não gosta de mandioca? http://sotaodaines.chrome.pt
  • 4. Leitura do texto Preparem-se para aprender como se faz um Pavê de suspiros. Leiam a receita e depois experimentem fazê-la. Será uma experiência deliciosa .... e inesquecível ! Pavê de suspiros Preparo: 10 minutos Conservar na geladeira Rendimento: 4 porções Ingredientes 100 g de suspiros pequenos 1 lata de creme de leite gelado 1 xícara de achocolatado em pó Modo de fazer Forre um pirex com os suspiros. Em uma vasilha funda, junte o creme de leite (peça ao seu ajudante para tirar o soro para você) e o achocolatado em pó. Mexa com força para misturar bem, até atingir a consistência de mousse. Cubra os suspiros com esse creme e, se ainda restarem suspiros (se você não os tiver comido...), use-os para enfeitar o pavê por cima. Cubra com papel-alumínio ou com um prato e peça ao seu ajudante para colocá-lo no congelador por, no mínimo, 2 horas. Aquino, Gilda e SCHAUFFERT, Estela. Brinque-Book com as crianças na cozinha. São Paulo:Brinque-Book,2005.p.43.
  • 5. Leitura do texto O texto que vocês vão ler fala de uma das espécies: o tatu- canastra. Leiam, então, este artigo de divulgação científica para saber coisas importantes sobre esse animal e se surpreenderão com as suas características físicas e com o que ele faz. Brincar de esconde-esconde é divertido. Agora, se o tatu-canastra resolve participar da brincadeira, fica difícil competir. Esse é o maior tatu do mundo, atualmente. Mede, aproximadamente, um metro e meio de comprimento e pesa cerca de 40 quilos. Seria fácil encontrá-lo, se suas tocas (ou abrigos) não fossem tão grandes: elas chegam a medir mais de cinco metros de extensão. Será que alguém consegue esperar tanto tempo assim para ver o tatu-canastra? Quando é incomodado, o tatu- canastra deita no chão com a barriga para cima e tenta se defender com as patas anteriores. Para escapar do perigo, é capaz de se enterrar em poucos minutos. Devido ao desmatamento, o desenvolvimento das plantações e criações de gado, o habitat do tatu-canastra, bem como de muitos outros animais, vem sendo reduzido. Para evitar a extinção do tatu-canastra é preciso proteger os ambientes em que ele vive e também realizar estudos para se conhecer melhor os hábitos dessa espécie brasileira. Do site da Revista Ciências Hoje para Crianças – 161 – setembro de 2005. Autores do texto: Adriana Bocchiglieri e Marcelo Lima Reis
  • 6. Leitura do texto: Leiam com bastante atenção esta fábula para descobrir o que aconteceu com uma menina muito sonhadora. A menina do leite A menina não cabia em si de felicidade. Pela primeira vez iria à cidade vender o leite de sua vaquinha. Trajando o seu melhor vestido, ela partiu pela estrada com a lata de leite na cabeça. Enquanto caminhava, o leite chacoalhava dentro da lata. E os pensamentos faziam o mesmo dentro da sua cabeça. "Vou vender o leite e comprar uma dúzia de ovos." "Depois, choco os ovos e ganho uma dúzia de pintinhos." "Quando os pintinhos crescerem, terei bonitos galos e galinhas." "Vendo os galos e crio as frangas, que são ótimas botadeiras de ovos." "Choco os ovos e terei mais galos e galinhas." "Vendo tudo e compro uma cabrita e algumas porcas." "Se cada porca me der três leitõezinhos, vendo dois, fico com um e ..." A menina estava tão distraída que tropeçou numa pedra, perdeu o equilíbrio e levou um tombo. Lá se foi o leite branquinho pelo chão. E os ovos, os pintinhos, os galos, as galinhas, os cabritos, as porcas e os leitõezinhos pelos ares. Moral da história: Não se deve contar com uma coisa antes de consegui-la. www.metáforas.com.br
  • 7. Leitura do texto Agora, em grupo, vocês farão a leitura do poema a seguir, que fala sobre um menino que quer ter um burrinho. O menino azul O menino quer um burrinho para passear. Um burrinho manso, que não corra nem pule, mas que saiba conversar. O menino quer um burrinho que saiba dizer o nome dos rios, das montanhas, das flores, - de tudo o que aparecer. O menino quer um burrinho que saiba inventar histórias bonitas com pessoas e bichos e com barquinhos no mar. E os dois sairão pelo mundo que é como um jardim apenas mais largo e talvez mais comprido e que não tenha fim. (Quem souber de um burrinho desses, pode escrever para a Rua das Casas, Número das Portas, ao Menino Azul que não sabe ler.) www.geocities.com/fedrasp/cecili-meireles2.html
  • 8. Leitura do texto Agora, em grupo, vocês farão a leitura jogralizada a seguir, que fala sobre a preservação da natureza. PARAÍSO - Se esta rua fosse minha, - Eu mandava ladrilhar, - Não para automóvel matar gente, - Mas para criança brincar. - Se este rio fosse meu, - Eu não deixaria poluir. - Joguem esgotos noutra parte, - Que os peixes moram aqui. - Se esta mata fosse minha, - Eu não deixava derrubar. - Se cortarem todas as árvores, - Onde é que os pássaros vão morar? – Se este mundo fosse meu, - Eu fazia tantas mudanças - Que ele seria um paraíso - De bichos, plantas e crianças. PAES, José Paulo. Poemas para brincar, Editora Ática.
  • 9. Leitura do texto Vamos ler em grupo, vocês farão a seguir a leitura de um texto popular, que traz a relação entre letras e som: