SlideShare uma empresa Scribd logo
2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas
A Avaliação da BE:  pressupostos   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar
O conceito de avaliação ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],O Modelo de Avaliação 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar
Estrutura do Modelo:    Domínios/ Subdomínios 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar Domínios/Subdomínios  A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular B. Leitura e Literacia C.  Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade D. Gestão da BE A1. Articulação curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes C1. Apoio a Actividades Livres, Extra-Curriculares e de Enriquecimento Curricular D1. Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE A2. Desenvolvimento da Literacia da Informação C2. Projectos e Parcerias D2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. D3. Gestão da Colecção
Estrutura do Modelo:    Subdomínios/ Indicadores 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar A1. Articulação curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes A.1.1. Cooperação da BE com os órgãos pedagógicos de gestão intermédia da escola/agrupamento.   A.1.2. Parceria da BE com os docentes responsáveis pelas novas áreas curriculares não disciplinares (NAC).   A.1.3. Articulação da BE com os docentes responsáveis pelos Apoios Educativos.   A.1.4. Integração da BE no Plano de Ocupação Plena dos Tempos Escolares (OPTE).   A.1.5. Colaboração da BE com os docentes na concretização das actividades curriculares desenvolvidas no seu espaço ou tendo por base os seus recursos.
Estrutura do Modelo: Indicadores, Factores Críticos, Evidências, Acções  2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar Indicadores Factores Críticos de Sucesso Recolha de Evidências Acções para melhoria/Exemplos A.1.1. Cooperação da BE com os órgãos pedagógicos de gestão intermédia da escola/agrupamento. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Estrutura do Modelo:  Instrumentos de recolha de evidências ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar
Estrutura do Modelo:  Perfis de Desempenho 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar N í veis A.1. Articula ç ão Curricular da BE com as Estruturas Pedag ó gicas e os Docentes 4 Excelente ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],3 Bom ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],2 Satisfat ó rio ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],1 Fraco  (A precisar de desenvolvimen-to urgente) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Relatório de Auto-Avaliação 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular A.1. Articulação Curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados A.1.1. Cooperação da BE com os órgãos pedagógicos de gestão intermédia da escola/agrupamento. PEE Plano de Actividades da BE Questionário aos Professores (QP1) Registos de ocorrências Maior regularidade e amplitude na articulação com órgãos de gestão intermédia (Coordenador e directores de Turma; coordenação de projectos; Departamentos) A.1.5. Colaboração da BE com os docentes na concretização das actividades curriculares desenvolvidas no seu espaço ou tendo por base os seus recursos. Plano Anual de Actividades Registos de reuniões/contactos Materiais de apoio produzidos e disponibilizados Questionário aos Professores (QP1) Questionário aos alunos (QA1) Projecto “Intervenção documental” Articulação com docentes para apoio ao currículo O apoio aos docentes ainda não atinge percentagens bastante significativas e exige maior investimento na promoção de parcerias colaborativas.
Motivo da escolha deste dom í nio: _________________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ Quadro - Síntese 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Domínio Seleccionado para avaliação – Quadro Síntese  Indicador Nível obtido  Acções para a melhoria Observações
Etapas do processo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]
O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]
O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]
franciscarolla
 
Guia de sessão 4ªsessão
Guia de sessão 4ªsessãoGuia de sessão 4ªsessão
Guia de sessão 4ªsessão
anabelavalentim
 
AnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
AnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das BeAnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
AnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
guest7716cf
 
Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
alcinasousa
 
Mod Auto Avaliacao
Mod Auto AvaliacaoMod Auto Avaliacao
Mod Auto Avaliacao
FilipaNeves
 
4 maria jose_bernardes_-_dominio-c
4 maria jose_bernardes_-_dominio-c4 maria jose_bernardes_-_dominio-c
4 maria jose_bernardes_-_dominio-c
Thumbelina17
 
Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1
Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1
Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1
claudinapires
 
Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares
Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares
Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares
Cristiana Lopes
 
Ações educacionais de promoção à competência em informação
Ações educacionais de promoção à competência em informaçãoAções educacionais de promoção à competência em informação
Ações educacionais de promoção à competência em informação
Elisabeth Dudziak
 
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmDissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Osvander Kiony
 
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3   Helia PereiraPowerpoint Sessao 3   Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
Hélia Jacob
 
O Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamento
O Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamentoO Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamento
O Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamento
Teresa Gonçalves
 
Plano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãOPlano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãO
claudinapires
 
Tabela 1
Tabela 1Tabela 1
Tabela 1
Cristiana Lopes
 
Plano De Avaliacao Be Bairro Da Ponte
Plano De Avaliacao   Be Bairro Da PontePlano De Avaliacao   Be Bairro Da Ponte
Plano De Avaliacao Be Bairro Da Ponte
Hélia Jacob
 
Auto AvaliaçãO Power Point
Auto AvaliaçãO  Power PointAuto AvaliaçãO  Power Point
Auto AvaliaçãO Power Point
speeds
 
Auto AvaliaçãO Power Point
Auto AvaliaçãO  Power PointAuto AvaliaçãO  Power Point
Auto AvaliaçãO Power Point
speeds
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
mariasalgueiro
 

Mais procurados (18)

O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]
O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]
O Modelo De Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar[1]
 
Guia de sessão 4ªsessão
Guia de sessão 4ªsessãoGuia de sessão 4ªsessão
Guia de sessão 4ªsessão
 
AnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
AnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das BeAnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
AnáLise CríTica Ao Modelo De Auto AvaliaçãO Das Be
 
Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
 
Mod Auto Avaliacao
Mod Auto AvaliacaoMod Auto Avaliacao
Mod Auto Avaliacao
 
4 maria jose_bernardes_-_dominio-c
4 maria jose_bernardes_-_dominio-c4 maria jose_bernardes_-_dominio-c
4 maria jose_bernardes_-_dominio-c
 
Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1
Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1
Sintese Turma2 Drec Sessao2 Formadoras 15 Nov 1
 
Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares
Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares
Modelo de auto-avaliação das bibliotecas escolares
 
Ações educacionais de promoção à competência em informação
Ações educacionais de promoção à competência em informaçãoAções educacionais de promoção à competência em informação
Ações educacionais de promoção à competência em informação
 
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmDissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
 
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3   Helia PereiraPowerpoint Sessao 3   Helia Pereira
Powerpoint Sessao 3 Helia Pereira
 
O Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamento
O Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamentoO Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamento
O Modelo de Auto-Avaliação no contexto da escola/ agrupamento
 
Plano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãOPlano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãO
 
Tabela 1
Tabela 1Tabela 1
Tabela 1
 
Plano De Avaliacao Be Bairro Da Ponte
Plano De Avaliacao   Be Bairro Da PontePlano De Avaliacao   Be Bairro Da Ponte
Plano De Avaliacao Be Bairro Da Ponte
 
Auto AvaliaçãO Power Point
Auto AvaliaçãO  Power PointAuto AvaliaçãO  Power Point
Auto AvaliaçãO Power Point
 
Auto AvaliaçãO Power Point
Auto AvaliaçãO  Power PointAuto AvaliaçãO  Power Point
Auto AvaliaçãO Power Point
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
 

Semelhante a Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar

ApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
Isabel Martins
 
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da BeTabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
anamariabpalma
 
Biblioteca EB1 Mãe Soberana - Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011
Biblioteca EB1 Mãe Soberana -  Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011Biblioteca EB1 Mãe Soberana -  Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011
Biblioteca EB1 Mãe Soberana - Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011
Biblioteca Mãe Soberana
 
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca EscolarRelatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Carlos Pinheiro
 
Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1 ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...
Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1  ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1  ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...
Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1 ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...
margaridaalbuquerque
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
candidamatos
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
candidamatos
 
Acmatias Modelo De Auto AvaliaçãO Be
Acmatias Modelo De Auto AvaliaçãO BeAcmatias Modelo De Auto AvaliaçãO Be
Acmatias Modelo De Auto AvaliaçãO Be
Ana Cristina Matias
 
Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]
Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]
Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]
Teresa Semedo
 
Tabela D 1
Tabela D 1Tabela D 1
Tabela D 1
Ana Violante
 
Tabela D1 Ana Soares
Tabela D1 Ana SoaresTabela D1 Ana Soares
Tabela D1 Ana Soares
guestbfb743
 
Sessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escola
Sessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escolaSessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escola
Sessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escola
Virginia Sousa
 
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Emília Firmino
 
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
1000a
 
IntegraçãO Maabe Escola
IntegraçãO Maabe EscolaIntegraçãO Maabe Escola
IntegraçãO Maabe Escola
bonifvieira
 
Avaliação final be 2013
Avaliação final be 2013Avaliação final be 2013
Avaliação final be 2013
Biblioteca Escolar Ourique
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
Antonio Tavares
 
Sessao6parte1
Sessao6parte1Sessao6parte1
Sessao6parte1
lenacaroca
 
Workshop parte IV
Workshop parte IVWorkshop parte IV
Workshop parte IV
esperancasantos
 
Workshop parte IV
Workshop parte IVWorkshop parte IV
Workshop parte IV
esperancasantos
 

Semelhante a Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar (20)

ApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
 
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da BeTabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
 
Biblioteca EB1 Mãe Soberana - Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011
Biblioteca EB1 Mãe Soberana -  Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011Biblioteca EB1 Mãe Soberana -  Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011
Biblioteca EB1 Mãe Soberana - Auto avaliação - Dominio A - 2010/2011
 
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca EscolarRelatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
 
Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1 ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...
Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1  ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1  ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...
Trabalho Da 4ª SessãO Tarefa 1 ApresentaçãO Do Modelo De Auto AvaliaçãO Em P...
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
 
Acmatias Modelo De Auto AvaliaçãO Be
Acmatias Modelo De Auto AvaliaçãO BeAcmatias Modelo De Auto AvaliaçãO Be
Acmatias Modelo De Auto AvaliaçãO Be
 
Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]
Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]
Oficina%20 Forma%C3%87%C3%83 O%20 %20 Teresa%20 Semedo[1]
 
Tabela D 1
Tabela D 1Tabela D 1
Tabela D 1
 
Tabela D1 Ana Soares
Tabela D1 Ana SoaresTabela D1 Ana Soares
Tabela D1 Ana Soares
 
Sessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escola
Sessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escolaSessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escola
Sessao 3 trabalho 2 maabe no contexto da escola
 
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
 
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
 
IntegraçãO Maabe Escola
IntegraçãO Maabe EscolaIntegraçãO Maabe Escola
IntegraçãO Maabe Escola
 
Avaliação final be 2013
Avaliação final be 2013Avaliação final be 2013
Avaliação final be 2013
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
 
Sessao6parte1
Sessao6parte1Sessao6parte1
Sessao6parte1
 
Workshop parte IV
Workshop parte IVWorkshop parte IV
Workshop parte IV
 
Workshop parte IV
Workshop parte IVWorkshop parte IV
Workshop parte IV
 

Último

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 

Último (20)

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 

Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar

  • 1. 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5. Estrutura do Modelo: Domínios/ Subdomínios 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar Domínios/Subdomínios A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular B. Leitura e Literacia C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade D. Gestão da BE A1. Articulação curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes C1. Apoio a Actividades Livres, Extra-Curriculares e de Enriquecimento Curricular D1. Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE A2. Desenvolvimento da Literacia da Informação C2. Projectos e Parcerias D2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. D3. Gestão da Colecção
  • 6. Estrutura do Modelo: Subdomínios/ Indicadores 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar A1. Articulação curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes A.1.1. Cooperação da BE com os órgãos pedagógicos de gestão intermédia da escola/agrupamento. A.1.2. Parceria da BE com os docentes responsáveis pelas novas áreas curriculares não disciplinares (NAC). A.1.3. Articulação da BE com os docentes responsáveis pelos Apoios Educativos. A.1.4. Integração da BE no Plano de Ocupação Plena dos Tempos Escolares (OPTE). A.1.5. Colaboração da BE com os docentes na concretização das actividades curriculares desenvolvidas no seu espaço ou tendo por base os seus recursos.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Relatório de Auto-Avaliação 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Auto – Avaliação da Biblioteca Escolar A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular A.1. Articulação Curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados A.1.1. Cooperação da BE com os órgãos pedagógicos de gestão intermédia da escola/agrupamento. PEE Plano de Actividades da BE Questionário aos Professores (QP1) Registos de ocorrências Maior regularidade e amplitude na articulação com órgãos de gestão intermédia (Coordenador e directores de Turma; coordenação de projectos; Departamentos) A.1.5. Colaboração da BE com os docentes na concretização das actividades curriculares desenvolvidas no seu espaço ou tendo por base os seus recursos. Plano Anual de Actividades Registos de reuniões/contactos Materiais de apoio produzidos e disponibilizados Questionário aos Professores (QP1) Questionário aos alunos (QA1) Projecto “Intervenção documental” Articulação com docentes para apoio ao currículo O apoio aos docentes ainda não atinge percentagens bastante significativas e exige maior investimento na promoção de parcerias colaborativas.
  • 11. Motivo da escolha deste dom í nio: _________________________________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________________ Quadro - Síntese 2009/2010 Escola Secundária José Belchior Viegas Domínio Seleccionado para avaliação – Quadro Síntese Indicador Nível obtido Acções para a melhoria Observações
  • 12.