SlideShare uma empresa Scribd logo
Joan Miró  (Barcelona, 20 de Abril de 1893 — Palma de Maiorca, 25 de Dezembro de 1983) foi um importante escultor e pintor surrealista catalão.
Auto-retrato de Joan Miró, 1917
[object Object]
Em 1919, depois de completar os seus estudos, visitou Paris, onde entrou em contacto com as tendências modernistas como os Fauvismo e Dadaísmo.,[object Object]
A pintura O Carnaval de Arlequim, 1924-25; e Maternidade, 1924, inauguraram uma linguagem cujos símbolos remetem a uma fantasia naïf. ,[object Object]
Arte naïf ou arte primitiva moderna é, em termos gerais, a arte que é produzida por artistas sem preparação académica na arte que executam (o que não implica que a qualidade das suas obras seja inferior).
[object Object]
Em 1928, viajou para a Holanda, tendo pintado as duas obras Interiores holandeses I e Interiores holandeses II.
Em 1937, trabalhou em pinturas-mural.Miro-Wand_in_Ludwigshafen
[object Object],[object Object]
[object Object]
Já nos anos seguintes; durante um período muito produtivo, trabalhou entre Paris e Barcelona.
No fim da sua vida reduziu os elementos de sua linguagem artística a pontos, linhas, alguns símbolos e reduziu a cor, passando a usar basicamente o branco e o preto, ficando esta ainda mais naïf.,[object Object]
Contudo, o ponto e a linha também são técnicas utilizadas por este artista catalão. Os pontos, quando ligados, são capazes de dirigir o olhar, e isso é bastante visível nas obras deste pintor. Quando os pontos estão muito próximos entre si, torna-se impossível identificá-los individualmente. Assim, a cadeia de pontos transforma-se num outro elemento visual distintivo: a linha. Nas obras de Miró, a linha tem uma grande energia que nunca é estática.
…é obvio que este autor não utilizou as técnicas aqui referidas, no quadro “Personagem atirando pedras a um pássaro”; em contraste com as cores fortes do céu e da terra mostram que o artista não se limitava pela naturalidade das cores. O efeito é de grande profundidade e vigor e a terra parece movimentar-se no seu amarelo marcante.
personagem atirando uma pedra a um pássaro, 1926
[object Object]
A partir do início dos anos 20, Miró não usa mais o espaço e a cor de forma realista. As formas que apareciam eram uma linguagem pessoal de SÍMBOLOSESIGNOS.,[object Object]
O JARDIM,
Joan Miro,  Painting "Daybreak"
Mulheres Rodeadas pelo Voo de um Pássaro.
Constelação, Acordar de Manhã
Mulher Perante o Sol, 1950
Mulher e pássaro
Mulher e Pássaro ao Luar (1949), Joan Miró.
Loversplayingwithalmondblossoms. Maquette for thesculpturalgroupatLaDéfense (Paris), 1975Paintedsyntheticresin300 x 160 x 140 cmFundació Joan Miró
Escultura de ¿Miró? en el patio del Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía de Madrid (España)
Mulher e Pássaro Última escultura de Miró, 22 metros de Altura e é feita de cimento coberto de cerâmica
Mulher e pássaro, 1967Bronze Pintado120 x 48,2 x 45 cmFundació Joan Miró Jovem Rapariga evadindo-se 1968Bronze Pintado216 x 50 x 56 cmFundació Joan Miró
A Carícia de um pássaro, 1967Bronze Pintado 311 x 111 x 38 cmFundació Joan Miró

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adivinhas animais domésticos
Adivinhas animais domésticosAdivinhas animais domésticos
Adivinhas animais domésticos
José Martins
 
A fada oriana joaquim santos 5ºg
A fada oriana   joaquim santos 5ºgA fada oriana   joaquim santos 5ºg
A fada oriana joaquim santos 5ºg
IsabelPereira2010
 
Livro poemas 5ºs anos
Livro poemas 5ºs anosLivro poemas 5ºs anos
Livro poemas 5ºs anos
Gaborin Gaboriela
 
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriososRoteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
RitaGasparCardoso
 
Ficha Diagnóstica Matematica 1º ano
Ficha Diagnóstica Matematica 1º anoFicha Diagnóstica Matematica 1º ano
Ficha Diagnóstica Matematica 1º ano
Paula Santos
 
Brincar a ser expressão dramática
Brincar a ser expressão dramáticaBrincar a ser expressão dramática
Brincar a ser expressão dramática
Sónia Alves
 
Animais que hibernam
Animais que hibernamAnimais que hibernam
Animais que hibernam
susana cruz
 
LP: Ficha da BD
LP: Ficha da BDLP: Ficha da BD
LP: Ficha da BD
7F
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
Bertilia Madeira
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
Ana Beatriz Cargnin
 
Grafismos dos números até 9
Grafismos dos números até 9Grafismos dos números até 9
Grafismos dos números até 9
Sónia Rodrigues
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Luana Colosio
 
Arte africana ndebele
Arte africana ndebeleArte africana ndebele
Arte africana ndebele
Tatiana Cobucci
 
Trabalho cinema
Trabalho  cinemaTrabalho  cinema
Trabalho cinema
Franciscab25
 
Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
edivalbal
 
A bruxa mimi e o dragao
A bruxa mimi e o dragaoA bruxa mimi e o dragao
A bruxa mimi e o dragao
marizajoaninha82
 
O Conto Da Baratinha
O Conto Da BaratinhaO Conto Da Baratinha
O Conto Da Baratinha
Maria Babo
 
Art história do cinema
Art   história do cinemaArt   história do cinema
Art história do cinema
sergioborgato
 
Luísa ducla soares power point
Luísa ducla soares power pointLuísa ducla soares power point
Luísa ducla soares power point
osabichaodaserra
 
Versos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistasVersos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistas
Albertina Pereira
 

Mais procurados (20)

Adivinhas animais domésticos
Adivinhas animais domésticosAdivinhas animais domésticos
Adivinhas animais domésticos
 
A fada oriana joaquim santos 5ºg
A fada oriana   joaquim santos 5ºgA fada oriana   joaquim santos 5ºg
A fada oriana joaquim santos 5ºg
 
Livro poemas 5ºs anos
Livro poemas 5ºs anosLivro poemas 5ºs anos
Livro poemas 5ºs anos
 
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriososRoteiro De Leitura de os ovos misteriosos
Roteiro De Leitura de os ovos misteriosos
 
Ficha Diagnóstica Matematica 1º ano
Ficha Diagnóstica Matematica 1º anoFicha Diagnóstica Matematica 1º ano
Ficha Diagnóstica Matematica 1º ano
 
Brincar a ser expressão dramática
Brincar a ser expressão dramáticaBrincar a ser expressão dramática
Brincar a ser expressão dramática
 
Animais que hibernam
Animais que hibernamAnimais que hibernam
Animais que hibernam
 
LP: Ficha da BD
LP: Ficha da BDLP: Ficha da BD
LP: Ficha da BD
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
Grafismos dos números até 9
Grafismos dos números até 9Grafismos dos números até 9
Grafismos dos números até 9
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Arte africana ndebele
Arte africana ndebeleArte africana ndebele
Arte africana ndebele
 
Trabalho cinema
Trabalho  cinemaTrabalho  cinema
Trabalho cinema
 
Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
 
A bruxa mimi e o dragao
A bruxa mimi e o dragaoA bruxa mimi e o dragao
A bruxa mimi e o dragao
 
O Conto Da Baratinha
O Conto Da BaratinhaO Conto Da Baratinha
O Conto Da Baratinha
 
Art história do cinema
Art   história do cinemaArt   história do cinema
Art história do cinema
 
Luísa ducla soares power point
Luísa ducla soares power pointLuísa ducla soares power point
Luísa ducla soares power point
 
Versos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistasVersos personalizados para finalistas
Versos personalizados para finalistas
 

Semelhante a Miró

Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
guest9bd847
 
Miró
MiróMiró
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Lú Carvalho
 
Movimentos artísticos
Movimentos artísticosMovimentos artísticos
Movimentos artísticos
Daniele Duque
 
História da Arte: Surrealismo
História da Arte: SurrealismoHistória da Arte: Surrealismo
História da Arte: Surrealismo
Raphael Lanzillotte
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Giovana Pimentel
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Sónia Ribeiro
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Ana Paula Silva
 
Obras de miro
Obras de miroObras de miro
Obras de miro
David Antunes
 
Surrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptx
Surrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptxSurrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptx
Surrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptx
Lipa Vimaranes
 
Centro de ensino edison lobão1
Centro de ensino edison lobão1Centro de ensino edison lobão1
Centro de ensino edison lobão1
centrodeensinoedisonlobao
 
Movimento Surrealista - Prof. Altair Aguilar
Movimento Surrealista - Prof. Altair AguilarMovimento Surrealista - Prof. Altair Aguilar
Movimento Surrealista - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Mariana Castro
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
João C.
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
Lismara de Oliveira
 
Artes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EVArtes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EV
ammarahmonteiro
 
Ruptura e inovação nas artes e na literatura inês modesto
Ruptura e inovação nas artes e na literatura inês modestoRuptura e inovação nas artes e na literatura inês modesto
Ruptura e inovação nas artes e na literatura inês modesto
ceufaias
 
arte_3série_Slide aula 16.pptx
arte_3série_Slide aula 16.pptxarte_3série_Slide aula 16.pptx
arte_3série_Slide aula 16.pptx
Milena Domingues
 
Joan miró
Joan miróJoan miró
Joan miró
miicudo
 
Seminários história da arte 04
Seminários história da arte   04Seminários história da arte   04
Seminários história da arte 04
Gabriela Lemos
 

Semelhante a Miró (20)

Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Miró
MiróMiró
Miró
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Movimentos artísticos
Movimentos artísticosMovimentos artísticos
Movimentos artísticos
 
História da Arte: Surrealismo
História da Arte: SurrealismoHistória da Arte: Surrealismo
História da Arte: Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Obras de miro
Obras de miroObras de miro
Obras de miro
 
Surrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptx
Surrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptxSurrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptx
Surrealismo_Joan_Miró_reflexão_incentivo.pptx
 
Centro de ensino edison lobão1
Centro de ensino edison lobão1Centro de ensino edison lobão1
Centro de ensino edison lobão1
 
Movimento Surrealista - Prof. Altair Aguilar
Movimento Surrealista - Prof. Altair AguilarMovimento Surrealista - Prof. Altair Aguilar
Movimento Surrealista - Prof. Altair Aguilar
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
 
Artes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EVArtes - Trabalho de história e EV
Artes - Trabalho de história e EV
 
Ruptura e inovação nas artes e na literatura inês modesto
Ruptura e inovação nas artes e na literatura inês modestoRuptura e inovação nas artes e na literatura inês modesto
Ruptura e inovação nas artes e na literatura inês modesto
 
arte_3série_Slide aula 16.pptx
arte_3série_Slide aula 16.pptxarte_3série_Slide aula 16.pptx
arte_3série_Slide aula 16.pptx
 
Joan miró
Joan miróJoan miró
Joan miró
 
Seminários história da arte 04
Seminários história da arte   04Seminários história da arte   04
Seminários história da arte 04
 

Miró

  • 1.
  • 2. Joan Miró  (Barcelona, 20 de Abril de 1893 — Palma de Maiorca, 25 de Dezembro de 1983) foi um importante escultor e pintor surrealista catalão.
  • 3. Auto-retrato de Joan Miró, 1917
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Arte naïf ou arte primitiva moderna é, em termos gerais, a arte que é produzida por artistas sem preparação académica na arte que executam (o que não implica que a qualidade das suas obras seja inferior).
  • 8.
  • 9. Em 1928, viajou para a Holanda, tendo pintado as duas obras Interiores holandeses I e Interiores holandeses II.
  • 10. Em 1937, trabalhou em pinturas-mural.Miro-Wand_in_Ludwigshafen
  • 11.
  • 12.
  • 13. Já nos anos seguintes; durante um período muito produtivo, trabalhou entre Paris e Barcelona.
  • 14.
  • 15. Contudo, o ponto e a linha também são técnicas utilizadas por este artista catalão. Os pontos, quando ligados, são capazes de dirigir o olhar, e isso é bastante visível nas obras deste pintor. Quando os pontos estão muito próximos entre si, torna-se impossível identificá-los individualmente. Assim, a cadeia de pontos transforma-se num outro elemento visual distintivo: a linha. Nas obras de Miró, a linha tem uma grande energia que nunca é estática.
  • 16. …é obvio que este autor não utilizou as técnicas aqui referidas, no quadro “Personagem atirando pedras a um pássaro”; em contraste com as cores fortes do céu e da terra mostram que o artista não se limitava pela naturalidade das cores. O efeito é de grande profundidade e vigor e a terra parece movimentar-se no seu amarelo marcante.
  • 17. personagem atirando uma pedra a um pássaro, 1926
  • 18.
  • 19.
  • 21. Joan Miro, Painting "Daybreak"
  • 22.
  • 23. Mulheres Rodeadas pelo Voo de um Pássaro.
  • 24.
  • 26. Mulher Perante o Sol, 1950
  • 27.
  • 29. Mulher e Pássaro ao Luar (1949), Joan Miró.
  • 30.
  • 31.
  • 32. Loversplayingwithalmondblossoms. Maquette for thesculpturalgroupatLaDéfense (Paris), 1975Paintedsyntheticresin300 x 160 x 140 cmFundació Joan Miró
  • 33. Escultura de ¿Miró? en el patio del Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía de Madrid (España)
  • 34. Mulher e Pássaro Última escultura de Miró, 22 metros de Altura e é feita de cimento coberto de cerâmica
  • 35. Mulher e pássaro, 1967Bronze Pintado120 x 48,2 x 45 cmFundació Joan Miró Jovem Rapariga evadindo-se 1968Bronze Pintado216 x 50 x 56 cmFundació Joan Miró
  • 36.
  • 37. A Carícia de um pássaro, 1967Bronze Pintado 311 x 111 x 38 cmFundació Joan Miró
  • 38. A Carícia de um pássaro, 1967Bronze Pintado 311 x 111 x 38 cmFundació Joan Miró