SlideShare uma empresa Scribd logo
Por: Flávia Juliano e César Perrusi
“ A vida espiritual do iniciado no ocultismo deve-se estar voltado para o seu progresso humano de maneira que não profane o que é sagrado e nem esteja distante dos métodos utilizados pelos primeiros iniciados do passado por estarem repletos de forças psíquicas e serem a primeira chave na qual abriram e fecharam tantas outras portas.” “Nessa sociedade cada vez mais materialista e quem a espiritualidade tem sido conduzida de qualquer modo e na realização de interesses próprios como obtenção de riquezas, poder e domínio é preciso conservar a essência que nos foi concedida a partir do nosso nascimento que nos possibilita estarmos além das formas, caminhando em direção a evolução não só física, mas também espirituais que nos direcionam por meio da nossa intuição e vozes interiores a manifestar aquilo que chamam de sobrenatural.” Santo  Inácio de Loyola
Os Magi:  No século VI a.C., os magi eram conhecidos por sua profunda sabedoria e por seus dons de profecia. Adeptos do líder religioso Zoroastro, eles interpretavam sonhos, praticavam a astrologia e davam conselhos aos soberanos a respeito de questões importantes Magia e religião:  Em todas as sociedades antigas, a magia e a religião estavam interligadas. Acreditava-se que havia muitos deuses e espíritos secundários, bons ou maus, que controlavam a maioria das coisas da vida, eram responsáveis pelo sol e pela chuva, pela prosperidade e pela pobreza, pela doença e pela saúde. 0 propósito da magia era agradar ou controlar esses espíritos. Assim como a religião, a magia compreendia rituais e cerimônias que apelavam aos deuses. As pessoas acreditavam que os mágicos, assim como os sacerdotes, tinham um acesso privilegiado aos deuses. Só que, em vez de adorar essas divindades, os mágicos lhes pediam, ou até exigiam, favores.
Semelhanças com a religião tradicional. Objetivos elevados Humano como versão do universo em miniatura ( Microcosmo) Desenvolvimento de intuição e imaginação Dedicação. Objetivos  imediatos  e mundanos( sorte,dinheiro,sucesso,fama…) A  partir do século VI muitos homens e mulheres  tornaram-se feitiçeiros e adivinhos. Incluia leitura da sorte, preparar poções, lançar feitiços Baixa Magia
Os Grimoires ( Grimórios)  livros escritos de forma anônima, muitas vezes atribuídos a grandes nomes como Moisés:Noé,Alexandre e o Rei Salomão entre outros, esse livros possuíam fórmulas que  supostamente permitiriam a invocação de espíritos de épocas antigas, em seu conteúdo prometiam trazer amor, felicidades, beleza, curar doentes, ficar invisível, achar  tesouros e por isso eram tão famosos e procurados. Por sua dificuldade de realização as fórmulas presentes nos grimorios ficaram conhecidas como Magia cerimonial ou Magia ritual, esses rituais embora  difundidos, eram realizados, em sua maioria, pelos sacerdotes e estudiosos da Magia que entendiam a complexidade e função real do ritual.
Em essência, a magia ritual seguia os mesmos passos utilizados, milhares de anos antes, para invocar deuses e espíritos. Primeiro, o mago traçava um grande círculo no chão, no qual inscrevia palavras mágicas, nomes sagrados e símbolos. Em seguida, se colocava dentro do círculo (que o protegia dos espíritos que ele invocaria ) e por fim pronunciava os encantamentos. Mas, antes que tudo isso pudesse ser posto à prova, haveria semanas, e até meses, de preparação. Segundo muitos Grimoires, todo o aparato usado na cerimônia - velas, perfumes, incenso, a espada usada para traçar o círculo mágico, a varinha mágica - têm de ser "virgens" ou sem uso, além de devidamente consagrados e exorcizados novo em folha.
Também não se pode simplesmente comprar as coisas necessárias. Muitos objetos cerimoniais têm de ser moldadas pessoalmente pelo mago. A baqueta mágica tem de ser recém -entalhada, de um galho de aveleira cortado de uma árvore com um golpe de uma espada recém -fabricada. As tintas coloridas usadas para traçar desenhos nos talismãs mágicos têm de ser preparadas na hora e guardadas num tinteiro novo. Além disso, segundo A Chave de Salomão, a pluma usada para desenhar os talismãs tem de ser feita com a terceira pena da asa direita de um ganso. Cada etapa tem de ser cumprida segundo os princípios da astrologia, sob a influência dos planetas adequados, conforme as várias épocas do ano. O Mago também têm de se preparar espiritualmente para a cerimônia mediante uma dieta especial, jejum, banho ritual e outros procedimentos de purificação.
Sem a observância de detalhes, é claro, nada garante que algo irá acontecer durante a cerimônia. Na verdade, as instruções são tão minuciosas, quanto específicas e, em geral, bizarras, com o fito de tornar ao profano quase impossível executar tudo conforme vinha determinado. Não admira, portanto, que, apesar de repetidas súplicas, encantamentos e de toda a sinceridade, os espíritos costumassem não aparecer, exceto, na imaginação de certos praticantes e dos autores de grimoires. Mas  fácil explicar os fracassos: com tantos detalhes complicados, em algum ponto, de alguma forma, tinha de se cometer um engano. Outras vezes mesmo que de forma invisível o magista despreparado, cria vórtices, abre portais inconscientemente, que podem lhe prejudicar muito seriamente . 
Repetição constante do uso de um instrumento. Auxiliar  a  consciência do Mago Atenção e cuidado com os instrumentos mágicos Efetividade do instrumento mágico Faculdades  simbólicas.
O altar Pentáculo Chave Mágica Sino Livro das Sombras Punhal ou átame (athame) Bolline Vareta Caldeirão Cálice Vassoura Espelho Mágico Buril
http://murmuriosdasbrumas.blogspot.com http://www.cursosdemagia.com.br/historia_magia.htm
 
 
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Magia goetica
Magia goeticaMagia goetica
Magia goetica
Helio Kerykeion
 
Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila versão-dez0
Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila   versão-dez0Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila   versão-dez0
Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila versão-dez0
Yaoloorisa Osunseyi Lili
 
Encantamentos em pdf
Encantamentos em pdfEncantamentos em pdf
Encantamentos em pdf
Regina Oliveira
 
Xamanismo a verdadeira_cura_pdf
Xamanismo a verdadeira_cura_pdfXamanismo a verdadeira_cura_pdf
Xamanismo a verdadeira_cura_pdf
Alceu Roveda
 
Ministérios Da Alegria de Satan
Ministérios Da Alegria de SatanMinistérios Da Alegria de Satan
Ministérios Da Alegria de Satan
RODRIGO ORION
 
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
Carlos Alberto Freire De Souza
 
As cartas cigana1 espiritualidade
As cartas cigana1 espiritualidadeAs cartas cigana1 espiritualidade
As cartas cigana1 espiritualidade
Alecione Vanessa Moura
 
Ataque e defesa astral
Ataque e defesa astralAtaque e defesa astral
Ataque e defesa astral
Leonardo Toledo
 
Biblia da-numerologia-cabalistica
Biblia da-numerologia-cabalisticaBiblia da-numerologia-cabalistica
Goetia site - goethe e fausto
Goetia   site - goethe e faustoGoetia   site - goethe e fausto
Goetia site - goethe e fausto
Andre Fernandez
 
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDASINFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
Rodrigo Leite
 
Magias
MagiasMagias
Magias
lobo9000
 
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006   arquétipos de oxossiBoletim c.b. 006   arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
guerreirosdaluz
 
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporalPrimeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
CeiClarencio
 
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas   1,5hInfluência dos espíritos em nossas vidas   1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
home
 
Cartas Xamânicas - Sandra Reginna Moreira
Cartas Xamânicas - Sandra Reginna MoreiraCartas Xamânicas - Sandra Reginna Moreira
Cartas Xamânicas - Sandra Reginna Moreira
Vilma e José Antonio Oliveira
 
derval-gramacho-magia-xamanica
 derval-gramacho-magia-xamanica derval-gramacho-magia-xamanica
derval-gramacho-magia-xamanica
Indioê Alan Autovicz
 
Goetia site - goétia satanista
Goetia   site - goétia satanistaGoetia   site - goétia satanista
Goetia site - goétia satanista
Andre Fernandez
 
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritosTerceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
CeiClarencio
 
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
contatodoutrina2013
 

Mais procurados (20)

Magia goetica
Magia goeticaMagia goetica
Magia goetica
 
Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila versão-dez0
Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila   versão-dez0Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila   versão-dez0
Feitiçaria, talismãs e amuletos (apostila versão-dez0
 
Encantamentos em pdf
Encantamentos em pdfEncantamentos em pdf
Encantamentos em pdf
 
Xamanismo a verdadeira_cura_pdf
Xamanismo a verdadeira_cura_pdfXamanismo a verdadeira_cura_pdf
Xamanismo a verdadeira_cura_pdf
 
Ministérios Da Alegria de Satan
Ministérios Da Alegria de SatanMinistérios Da Alegria de Satan
Ministérios Da Alegria de Satan
 
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
 
As cartas cigana1 espiritualidade
As cartas cigana1 espiritualidadeAs cartas cigana1 espiritualidade
As cartas cigana1 espiritualidade
 
Ataque e defesa astral
Ataque e defesa astralAtaque e defesa astral
Ataque e defesa astral
 
Biblia da-numerologia-cabalistica
Biblia da-numerologia-cabalisticaBiblia da-numerologia-cabalistica
Biblia da-numerologia-cabalistica
 
Goetia site - goethe e fausto
Goetia   site - goethe e faustoGoetia   site - goethe e fausto
Goetia site - goethe e fausto
 
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDASINFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
 
Magias
MagiasMagias
Magias
 
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006   arquétipos de oxossiBoletim c.b. 006   arquétipos de oxossi
Boletim c.b. 006 arquétipos de oxossi
 
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporalPrimeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
 
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas   1,5hInfluência dos espíritos em nossas vidas   1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
 
Cartas Xamânicas - Sandra Reginna Moreira
Cartas Xamânicas - Sandra Reginna MoreiraCartas Xamânicas - Sandra Reginna Moreira
Cartas Xamânicas - Sandra Reginna Moreira
 
derval-gramacho-magia-xamanica
 derval-gramacho-magia-xamanica derval-gramacho-magia-xamanica
derval-gramacho-magia-xamanica
 
Goetia site - goétia satanista
Goetia   site - goétia satanistaGoetia   site - goétia satanista
Goetia site - goétia satanista
 
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritosTerceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
Terceiro Módulo - 3ª aula - Da identificação dos espíritos
 
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
 

Destaque

Manual brasileiro de_cortes_suinos
Manual brasileiro de_cortes_suinosManual brasileiro de_cortes_suinos
Manual brasileiro de_cortes_suinos
Carmen Prisco
 
As portas da percepção
As portas da percepçãoAs portas da percepção
As portas da percepção
Indioê Alan Autovicz
 
My Friend Andy - Living Forever
My Friend Andy - Living ForeverMy Friend Andy - Living Forever
My Friend Andy - Living Forever
Carlos Torres
 
Carlos Castaneda - Segundo círculo do poder
Carlos Castaneda -  Segundo círculo do poderCarlos Castaneda -  Segundo círculo do poder
Carlos Castaneda - Segundo círculo do poder
Indioê Alan Autovicz
 
As forcas das trevas um guia de autoprotecao.docx
As forcas das trevas um guia de autoprotecao.docxAs forcas das trevas um guia de autoprotecao.docx
As forcas das trevas um guia de autoprotecao.docx
HogwartsSchoolHouseCup
 
Sumindo o relógio - mágica
Sumindo o relógio - mágicaSumindo o relógio - mágica
Sumindo o relógio - mágica
Serginho Sucesso
 
Caos
CaosCaos
A arvore da vida estudo sobre magia
A arvore da vida   estudo sobre magiaA arvore da vida   estudo sobre magia
A arvore da vida estudo sobre magia
Rogério Takeshi Hirano
 
Rosa Cruz Hermética
Rosa Cruz HerméticaRosa Cruz Hermética
Rosa Cruz Hermética
Paulo Viana
 
Konstantinos convocando-espiritus
Konstantinos convocando-espiritusKonstantinos convocando-espiritus
Konstantinos convocando-espiritus
Jazmin Sanabria
 
Falando de amor
Falando de amorFalando de amor
Falando de amor
Andre Fernandez
 
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Ricardo Ricco
 
10 maneiras de encantar seu cliente
10 maneiras de encantar seu cliente10 maneiras de encantar seu cliente
10 maneiras de encantar seu cliente
Serginho Sucesso
 
Ar Rannou
Ar RannouAr Rannou
Ervas para acidente vascular cerebral
Ervas para  acidente vascular cerebralErvas para  acidente vascular cerebral
Ervas para acidente vascular cerebral
Carmen Prisco
 
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os temposTop 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
REPRESENTANTE COMERCIAL NA AREA DE IMOBILIARIA
 
Um guia de transfiguração para iniciantes
Um guia de transfiguração para iniciantesUm guia de transfiguração para iniciantes
Um guia de transfiguração para iniciantes
HogwartsSchoolHouseCup
 
Experiencia psicodelica
Experiencia psicodelicaExperiencia psicodelica
Experiencia psicodelica
Indioê Alan Autovicz
 
Fora do corpo obra sobre projeção astral robert b…
Fora do corpo obra sobre projeção astral   robert b…Fora do corpo obra sobre projeção astral   robert b…
Fora do corpo obra sobre projeção astral robert b…
Indioê Alan Autovicz
 

Destaque (20)

Manual brasileiro de_cortes_suinos
Manual brasileiro de_cortes_suinosManual brasileiro de_cortes_suinos
Manual brasileiro de_cortes_suinos
 
As portas da percepção
As portas da percepçãoAs portas da percepção
As portas da percepção
 
My Friend Andy - Living Forever
My Friend Andy - Living ForeverMy Friend Andy - Living Forever
My Friend Andy - Living Forever
 
O instinto do_amor
O instinto do_amorO instinto do_amor
O instinto do_amor
 
Carlos Castaneda - Segundo círculo do poder
Carlos Castaneda -  Segundo círculo do poderCarlos Castaneda -  Segundo círculo do poder
Carlos Castaneda - Segundo círculo do poder
 
As forcas das trevas um guia de autoprotecao.docx
As forcas das trevas um guia de autoprotecao.docxAs forcas das trevas um guia de autoprotecao.docx
As forcas das trevas um guia de autoprotecao.docx
 
Sumindo o relógio - mágica
Sumindo o relógio - mágicaSumindo o relógio - mágica
Sumindo o relógio - mágica
 
Caos
CaosCaos
Caos
 
A arvore da vida estudo sobre magia
A arvore da vida   estudo sobre magiaA arvore da vida   estudo sobre magia
A arvore da vida estudo sobre magia
 
Rosa Cruz Hermética
Rosa Cruz HerméticaRosa Cruz Hermética
Rosa Cruz Hermética
 
Konstantinos convocando-espiritus
Konstantinos convocando-espiritusKonstantinos convocando-espiritus
Konstantinos convocando-espiritus
 
Falando de amor
Falando de amorFalando de amor
Falando de amor
 
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
Manual de Reiki PDF Com 55 Técnicas Passo a Passo [Gratuito]
 
10 maneiras de encantar seu cliente
10 maneiras de encantar seu cliente10 maneiras de encantar seu cliente
10 maneiras de encantar seu cliente
 
Ar Rannou
Ar RannouAr Rannou
Ar Rannou
 
Ervas para acidente vascular cerebral
Ervas para  acidente vascular cerebralErvas para  acidente vascular cerebral
Ervas para acidente vascular cerebral
 
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os temposTop 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
 
Um guia de transfiguração para iniciantes
Um guia de transfiguração para iniciantesUm guia de transfiguração para iniciantes
Um guia de transfiguração para iniciantes
 
Experiencia psicodelica
Experiencia psicodelicaExperiencia psicodelica
Experiencia psicodelica
 
Fora do corpo obra sobre projeção astral robert b…
Fora do corpo obra sobre projeção astral   robert b…Fora do corpo obra sobre projeção astral   robert b…
Fora do corpo obra sobre projeção astral robert b…
 

Semelhante a Magia Cerimonial

O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)
O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)
O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)
Angela Venancio
 
A[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.Magia
A[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.MagiaA[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.Magia
A[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.Magia
Perillo Jose Sabino Nunes
 
o_mago.pdf
o_mago.pdfo_mago.pdf
o_mago.pdf
CyberBronzil
 
199200311 magus-francis-barrett
199200311 magus-francis-barrett199200311 magus-francis-barrett
199200311 magus-francis-barrett
José Carlos Cavalheiro
 
Magia
MagiaMagia
Magia
HOME
 
A Magia E O Mago E.W.Butler
A Magia E O Mago   E.W.ButlerA Magia E O Mago   E.W.Butler
A Magia E O Mago E.W.Butler
HOME
 
WICCA PRATICA
WICCA PRATICAWICCA PRATICA
NAOS (traduzido por diabolus shugara)
NAOS (traduzido por diabolus shugara)NAOS (traduzido por diabolus shugara)
NAOS (traduzido por diabolus shugara)
Yog Bhowel
 
Magismo e manismoo
Magismo e manismooMagismo e manismoo
Magismo e manismoo
Universidade Positivo
 
Derval-Gramacho-Magia-Xamanica
Derval-Gramacho-Magia-XamanicaDerval-Gramacho-Magia-Xamanica
Derval-Gramacho-Magia-Xamanica
AlessandraFerraro4
 
Magia xamânica
Magia xamânicaMagia xamânica
Magia xamânica
Nunes 777
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 19 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 19 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 19 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 19 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
10ª aula riscos da mediunidade - coem
10ª aula   riscos da mediunidade - coem10ª aula   riscos da mediunidade - coem
10ª aula riscos da mediunidade - coem
Wagner Quadros
 
Consultas espirituais - que cuidados devemos ter
Consultas  espirituais - que cuidados devemos terConsultas  espirituais - que cuidados devemos ter
Consultas espirituais - que cuidados devemos ter
Henrique Vieira
 
Arquétipo do Mago
Arquétipo do MagoArquétipo do Mago
Arquétipo do Mago
Lorena Souza
 
Magia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdf
Magia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdfMagia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdf
Magia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdf
Baltazar Maciel
 
Recado mediuns
Recado mediunsRecado mediuns
Recado mediuns
annamoon7
 
Segredos da magia de umbanda e quimbanda bom
Segredos da magia de umbanda e quimbanda   bomSegredos da magia de umbanda e quimbanda   bom
Segredos da magia de umbanda e quimbanda bom
Leonardo Toledo
 
A magia e_o_mago_e_w_butler
A magia e_o_mago_e_w_butlerA magia e_o_mago_e_w_butler
A magia e_o_mago_e_w_butler
João Candido Oliveira Neto
 
Magia
MagiaMagia

Semelhante a Magia Cerimonial (20)

O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)
O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)
O que é mediunidade! (edvaldo kulcheski e maria aparecida romano)
 
A[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.Magia
A[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.MagiaA[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.Magia
A[1].Arvore.Da.Vida.2 Estudo.Sobre.Magia
 
o_mago.pdf
o_mago.pdfo_mago.pdf
o_mago.pdf
 
199200311 magus-francis-barrett
199200311 magus-francis-barrett199200311 magus-francis-barrett
199200311 magus-francis-barrett
 
Magia
MagiaMagia
Magia
 
A Magia E O Mago E.W.Butler
A Magia E O Mago   E.W.ButlerA Magia E O Mago   E.W.Butler
A Magia E O Mago E.W.Butler
 
WICCA PRATICA
WICCA PRATICAWICCA PRATICA
WICCA PRATICA
 
NAOS (traduzido por diabolus shugara)
NAOS (traduzido por diabolus shugara)NAOS (traduzido por diabolus shugara)
NAOS (traduzido por diabolus shugara)
 
Magismo e manismoo
Magismo e manismooMagismo e manismoo
Magismo e manismoo
 
Derval-Gramacho-Magia-Xamanica
Derval-Gramacho-Magia-XamanicaDerval-Gramacho-Magia-Xamanica
Derval-Gramacho-Magia-Xamanica
 
Magia xamânica
Magia xamânicaMagia xamânica
Magia xamânica
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 19 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 19 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 19 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 19 doc
 
10ª aula riscos da mediunidade - coem
10ª aula   riscos da mediunidade - coem10ª aula   riscos da mediunidade - coem
10ª aula riscos da mediunidade - coem
 
Consultas espirituais - que cuidados devemos ter
Consultas  espirituais - que cuidados devemos terConsultas  espirituais - que cuidados devemos ter
Consultas espirituais - que cuidados devemos ter
 
Arquétipo do Mago
Arquétipo do MagoArquétipo do Mago
Arquétipo do Mago
 
Magia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdf
Magia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdfMagia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdf
Magia de Redencao (psicografia Hercilio Maes - espirito Ramatis).pdf
 
Recado mediuns
Recado mediunsRecado mediuns
Recado mediuns
 
Segredos da magia de umbanda e quimbanda bom
Segredos da magia de umbanda e quimbanda   bomSegredos da magia de umbanda e quimbanda   bom
Segredos da magia de umbanda e quimbanda bom
 
A magia e_o_mago_e_w_butler
A magia e_o_mago_e_w_butlerA magia e_o_mago_e_w_butler
A magia e_o_mago_e_w_butler
 
Magia
MagiaMagia
Magia
 

Mais de Regina Oliveira

Feng shui
Feng shuiFeng shui
Feng shui
Regina Oliveira
 
Horóscopo chinês
Horóscopo chinêsHoróscopo chinês
Horóscopo chinês
Regina Oliveira
 
Xamanismo I
Xamanismo IXamanismo I
Xamanismo I
Regina Oliveira
 
Xamanismo II
Xamanismo IIXamanismo II
Xamanismo II
Regina Oliveira
 
Xamanismo
XamanismoXamanismo
Xamanismo
Regina Oliveira
 
Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)
Regina Oliveira
 
As 4 leis da espiritualidade
As 4 leis da espiritualidadeAs 4 leis da espiritualidade
As 4 leis da espiritualidade
Regina Oliveira
 
As cores
As coresAs cores
As cores
Regina Oliveira
 
Encantamentos
EncantamentosEncantamentos
Encantamentos
Regina Oliveira
 
Livro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magiaLivro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magia
Regina Oliveira
 
Elementais, instrumentos e pedras
Elementais, instrumentos e pedrasElementais, instrumentos e pedras
Elementais, instrumentos e pedras
Regina Oliveira
 
Livro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magiaLivro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magia
Regina Oliveira
 
Mitologia Grega e Astrologia
Mitologia Grega e AstrologiaMitologia Grega e Astrologia
Mitologia Grega e Astrologia
Regina Oliveira
 
Chakras
ChakrasChakras
Lei da correspondência
Lei da correspondênciaLei da correspondência
Lei da correspondência
Regina Oliveira
 
Ética na Magia
Ética na MagiaÉtica na Magia
Ética na Magia
Regina Oliveira
 
Mitologia Nórdica
Mitologia NórdicaMitologia Nórdica
Mitologia Nórdica
Regina Oliveira
 

Mais de Regina Oliveira (19)

Feng shui
Feng shuiFeng shui
Feng shui
 
Horóscopo chinês
Horóscopo chinêsHoróscopo chinês
Horóscopo chinês
 
Xamanismo I
Xamanismo IXamanismo I
Xamanismo I
 
Xamanismo II
Xamanismo IIXamanismo II
Xamanismo II
 
Xamanismo
XamanismoXamanismo
Xamanismo
 
Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)Os mistérios wiccanos (apresentação)
Os mistérios wiccanos (apresentação)
 
As 4 leis da espiritualidade
As 4 leis da espiritualidadeAs 4 leis da espiritualidade
As 4 leis da espiritualidade
 
As cores
As coresAs cores
As cores
 
Encantamentos
EncantamentosEncantamentos
Encantamentos
 
Livro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magiaLivro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magia
 
Elementais, instrumentos e pedras
Elementais, instrumentos e pedrasElementais, instrumentos e pedras
Elementais, instrumentos e pedras
 
Livro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magiaLivro fundamentos da magia
Livro fundamentos da magia
 
Os mistérios de Isis
Os mistérios de Isis Os mistérios de Isis
Os mistérios de Isis
 
Mitologia Grega e Astrologia
Mitologia Grega e AstrologiaMitologia Grega e Astrologia
Mitologia Grega e Astrologia
 
Mitologia e Astrologia
Mitologia e AstrologiaMitologia e Astrologia
Mitologia e Astrologia
 
Chakras
ChakrasChakras
Chakras
 
Lei da correspondência
Lei da correspondênciaLei da correspondência
Lei da correspondência
 
Ética na Magia
Ética na MagiaÉtica na Magia
Ética na Magia
 
Mitologia Nórdica
Mitologia NórdicaMitologia Nórdica
Mitologia Nórdica
 

Último

quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 

Último (20)

quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 

Magia Cerimonial

  • 1. Por: Flávia Juliano e César Perrusi
  • 2. “ A vida espiritual do iniciado no ocultismo deve-se estar voltado para o seu progresso humano de maneira que não profane o que é sagrado e nem esteja distante dos métodos utilizados pelos primeiros iniciados do passado por estarem repletos de forças psíquicas e serem a primeira chave na qual abriram e fecharam tantas outras portas.” “Nessa sociedade cada vez mais materialista e quem a espiritualidade tem sido conduzida de qualquer modo e na realização de interesses próprios como obtenção de riquezas, poder e domínio é preciso conservar a essência que nos foi concedida a partir do nosso nascimento que nos possibilita estarmos além das formas, caminhando em direção a evolução não só física, mas também espirituais que nos direcionam por meio da nossa intuição e vozes interiores a manifestar aquilo que chamam de sobrenatural.” Santo Inácio de Loyola
  • 3. Os Magi: No século VI a.C., os magi eram conhecidos por sua profunda sabedoria e por seus dons de profecia. Adeptos do líder religioso Zoroastro, eles interpretavam sonhos, praticavam a astrologia e davam conselhos aos soberanos a respeito de questões importantes Magia e religião: Em todas as sociedades antigas, a magia e a religião estavam interligadas. Acreditava-se que havia muitos deuses e espíritos secundários, bons ou maus, que controlavam a maioria das coisas da vida, eram responsáveis pelo sol e pela chuva, pela prosperidade e pela pobreza, pela doença e pela saúde. 0 propósito da magia era agradar ou controlar esses espíritos. Assim como a religião, a magia compreendia rituais e cerimônias que apelavam aos deuses. As pessoas acreditavam que os mágicos, assim como os sacerdotes, tinham um acesso privilegiado aos deuses. Só que, em vez de adorar essas divindades, os mágicos lhes pediam, ou até exigiam, favores.
  • 4. Semelhanças com a religião tradicional. Objetivos elevados Humano como versão do universo em miniatura ( Microcosmo) Desenvolvimento de intuição e imaginação Dedicação. Objetivos imediatos e mundanos( sorte,dinheiro,sucesso,fama…) A partir do século VI muitos homens e mulheres tornaram-se feitiçeiros e adivinhos. Incluia leitura da sorte, preparar poções, lançar feitiços Baixa Magia
  • 5. Os Grimoires ( Grimórios) livros escritos de forma anônima, muitas vezes atribuídos a grandes nomes como Moisés:Noé,Alexandre e o Rei Salomão entre outros, esse livros possuíam fórmulas que supostamente permitiriam a invocação de espíritos de épocas antigas, em seu conteúdo prometiam trazer amor, felicidades, beleza, curar doentes, ficar invisível, achar tesouros e por isso eram tão famosos e procurados. Por sua dificuldade de realização as fórmulas presentes nos grimorios ficaram conhecidas como Magia cerimonial ou Magia ritual, esses rituais embora difundidos, eram realizados, em sua maioria, pelos sacerdotes e estudiosos da Magia que entendiam a complexidade e função real do ritual.
  • 6. Em essência, a magia ritual seguia os mesmos passos utilizados, milhares de anos antes, para invocar deuses e espíritos. Primeiro, o mago traçava um grande círculo no chão, no qual inscrevia palavras mágicas, nomes sagrados e símbolos. Em seguida, se colocava dentro do círculo (que o protegia dos espíritos que ele invocaria ) e por fim pronunciava os encantamentos. Mas, antes que tudo isso pudesse ser posto à prova, haveria semanas, e até meses, de preparação. Segundo muitos Grimoires, todo o aparato usado na cerimônia - velas, perfumes, incenso, a espada usada para traçar o círculo mágico, a varinha mágica - têm de ser "virgens" ou sem uso, além de devidamente consagrados e exorcizados novo em folha.
  • 7. Também não se pode simplesmente comprar as coisas necessárias. Muitos objetos cerimoniais têm de ser moldadas pessoalmente pelo mago. A baqueta mágica tem de ser recém -entalhada, de um galho de aveleira cortado de uma árvore com um golpe de uma espada recém -fabricada. As tintas coloridas usadas para traçar desenhos nos talismãs mágicos têm de ser preparadas na hora e guardadas num tinteiro novo. Além disso, segundo A Chave de Salomão, a pluma usada para desenhar os talismãs tem de ser feita com a terceira pena da asa direita de um ganso. Cada etapa tem de ser cumprida segundo os princípios da astrologia, sob a influência dos planetas adequados, conforme as várias épocas do ano. O Mago também têm de se preparar espiritualmente para a cerimônia mediante uma dieta especial, jejum, banho ritual e outros procedimentos de purificação.
  • 8. Sem a observância de detalhes, é claro, nada garante que algo irá acontecer durante a cerimônia. Na verdade, as instruções são tão minuciosas, quanto específicas e, em geral, bizarras, com o fito de tornar ao profano quase impossível executar tudo conforme vinha determinado. Não admira, portanto, que, apesar de repetidas súplicas, encantamentos e de toda a sinceridade, os espíritos costumassem não aparecer, exceto, na imaginação de certos praticantes e dos autores de grimoires. Mas  fácil explicar os fracassos: com tantos detalhes complicados, em algum ponto, de alguma forma, tinha de se cometer um engano. Outras vezes mesmo que de forma invisível o magista despreparado, cria vórtices, abre portais inconscientemente, que podem lhe prejudicar muito seriamente . 
  • 9. Repetição constante do uso de um instrumento. Auxiliar a consciência do Mago Atenção e cuidado com os instrumentos mágicos Efetividade do instrumento mágico Faculdades simbólicas.
  • 10. O altar Pentáculo Chave Mágica Sino Livro das Sombras Punhal ou átame (athame) Bolline Vareta Caldeirão Cálice Vassoura Espelho Mágico Buril
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.