SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 51
A PALESTRA ESTÁ SENDO GRAVADA
E FICARÁ DISPONÍVEL NO MEU CANAL DO YOUTUBE:
http://www.youtube.com/cnepomuceno
Os slides já estão no meu canal do Slide Share:
http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/
Minhas reflexões estão no meu blog:
www.nepo.com.br
Ou links no Twitter:
@cnepomuceno
Liberalismo 3.0
Quando as ideias das
revolucionárias escolas
canadense de
comunicação e austríaca
de economia se juntam
para mudar o mundo!
Quando as pontas definem o centro!
• O meio é a mensagem! – McLuhan;
• O mercado é definido pelo consumo – Mises.
•O meio é o mercado!
•E a mensagem é o
consumo!
Friedrich Hayek
“A tarefa
do mercado
e dos preços
é transmitir
e processar
o conhecimento
humano disperso”.
Pierre Lévy.
“A inteligência
coletiva
surge
da colaboração
de muitos
indivíduos
em suas
diversidades. ”.
Pg. 30
Só existem dois
movimentos
políticos e econômicos
na história
(a dicotomia
esquerda-direita é ilógica)
Os 2 movimentos:
• Descentralização de poder – as pontas definem o
centro – liberalista – o ser humano é perverso,
precisa ser fiscalizado e se define no processo. Visão
do ser humana aberta, sujeita à inovação;
• Centralização de poder – o centro define as pontas –
centralista – o ser humano é bom e
precisa de uma reengenharia social, que o centro
(bom) sabe como fazer. Visão do ser humano
fechada, sujeita à doutrinação.
O que favorece movimentos
centralistas?
• Evoluções Cognitivas Centralizadoras – que
geram crises produtivas, aumento de
massificação, redução de diversidade e, por
sua vez, concentração de mídia, renda e
poder. Causa: aumento demográfico.
O que favorece movimentos
liberalistas?
• Revoluções Cognitivas (sempre
descentralizadoras) – que vêm reduzir as crises
produtivas, aumentam a diversificação, reduzem
a massificação e, por sua vez, estimulam a
descentralização de mídia, renda e poder.
Consequência: crises produtivas geradas pelo
aumento demográfico, que o novo ambiente
produtivo viabiliza.
O paradoxo liberal
• O liberalismo favorece picos
demográficos e picos demográficos
minam o liberalismo!
Movimentos liberais, liberalistas, de
descentralização de poder são
possíveis quando temos mídias
descentralizadoras.
Movimentos centralistas, de
centralização de poder são possíveis
quando temos mídias centralizadoras.
LIBERALISMO
1.0
LIBERALISMO
3.0
LIBERALISMO
2.0
GRÉCIA – ALFABETO GREGO
EUROPA – PAPEL IMPRESSO
MUNDO - INTERNET
O LIBERALISMO NA HISTÓRIA
DIANTE DE REVOLUÇÕES COGNITIVAS
Todo movimento liberal vem “montado” em
uma nova mídia.
Ser liberal é estimular que a mídia
empodere as pontas.
E as pontas empoderadas pela nova mídia
recriem a sociedade, descentralizando o
poder.
Não existe, assim, liberal, mas sempre um
tecno-liberal!
Como é possível sermos tão
dependentes dos ambientes
cognitivos? E das tecnologias
cognitivas?
Motivo: o conceito da tecno-espécie!
Nós somos naturalmente
artificiais! Ou tecnologicamente
naturais!
Somos uma tecno-espécie!
A
TEORIA
DO
QUITINETE
DE
COPACABANA
(Valores em milhões)
Fator complexidade:
3 bilhões
21 bilhões
COMPLEXIDADE DA LOGÍSTICA
Menos de 1 bilhão Mais de 1 bilhão 7 bilhões
Ser humano e complexidade Complexidade = Demanda x Oferta
Complexidade A:
Complexidade B:1800 - 2014
CRESCIMENTO POPULACIONAL DO BRASIL
Crescimento de 23 vezes em
cerca de 140 anos no Rio de Janeiro
Meu avô
Meu pai
Meu filho mais velho
Eu
Gêmeos
• Picos demográficos provocam
Revoluções Cognitivas;
• Revoluções Cognitivas provocam
modelos mais descentralizados e
sofisticados de Governança e picos
liberais;
• Modelos mais sofisticados e liberais
de Governança provocam picos
demográficos.
“O ser humano é a única espécie viva que cresce
sem limitação de número de membros,
pois consegue reinventar a sua tecno-ecologia!”
Quando temos crescimento
populacional acentuado surge
uma latência pela redução de
poder dos antigos
intermediadores e picos liberais.
Revolução Cognitiva Revolução Cognitiva
Crise da espécie Crise da espécieCrise da espécie
Revolução Cognitiva
Aumento da demografia
Nova
Governança
da espécie
Nova
Governança
da espécie
Nova
Governança
da espécie
PRODUÇÃO COMUNICAÇÃO
GOVERNANÇA
COMPLEXIDADE
DEMOGRÁFICA
AMBIENTE
TECNO-CULTURAL
Crise
da
espécie
Revolução Cognitiva vem ajudar a resolver crises da espécie, a saber:
• Cosmovisões envelhecidas, que funcionam pela
repetição, mas perderam a capacidade de se
manter pela narrativa;
• Monopólios organizacionais estatais ou privados;
• Baixa capacidade de pensamento, de projeção, de
estratégia;
• Valores corporativos com mais força do que valores
dos cidadãos/consumidores;
• Obsolescência da Governança da Espécie, com
solução de problemas com alto custo e baixo
benefício social.
MUNDO ORAL
1.0
MUNDO DIGITAL
3.0
MUNDO ESCRITO
2.0
?
6.00O ANOS
50 ANOS
AS REVOLUÇÕES COGNITIVAS
NA HISTÓRIA
COMPLEXIDADE DA LOGÍSTICA x MUNDO ANIMAL
COMPLEXIDADE DA LOGÍSTICA x AMBIENTE COGNITIVO
A COMUNICAÇÃO COMPLEXA DAS FORMIGAS
Liberalismo 3.0
- Todo poder ao
cidadão/consumidor, via
novas Plataformas Digitais
Participativas.
Liberalismo 3.0
É preciso se desintoxicar
da cultura centralizadora (
o que inclui conceitos,
narrativas e ações) e
recriar uma nova cultura
descentralizadora!
Liberalismo 3.0
- Refazer a república, com
mais participação do
cidadão, via Plataformas
Digitais Participativas;
Liberalismo 3.0
- Refazer o capitalismo
(empresismo), com mais
participação do
consumidor, via
Plataformas Digitais
Participativas;
Liberalismo 3.0
- Refazer as instituições
(escola, academia,
empresas, governo) com
mais participação da
sociedade, via Plataformas
Digitais Participativas;
Liberalismo 3.0
- Não é conservador, pois
quer promover profundas
mudanças na sociedade.
Liberalismo 3.0
- Não é de direita, pois
este conceito não faz
sentido. É um
descentralizador de poder,
contra os que querem
centralizá-lo!
Liberalismo 3.0
- Não é em defesa das
empresas, mas do
consumidor/cidadão, com a
garantia constitucional da livre
concorrência! O liberal defende
livre concorrência e não
empresas!
Liberalismo 3.0
- Não é clássico, pois parte
dos clássicos para recriar o
liberalismo impresso 2.0
de 1 bilhão de pessoas
para o liberalismo digital
3.0 para um mundo de 7
bilhões.
A PALESTRA ESTÁ SENDO GRAVADA
E FICARÁ DISPONÍVEL NO MEU CANAL DO YOUTUBE:
http://www.youtube.com/cnepomuceno
Os slides já estão no meu canal do Slide Share:
http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/
Minhas reflexões estão no meu blog:
www.nepo.com.br
Ou links no Twitter:
@cnepomuceno

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria da comunicação resumo
Teoria da comunicação resumoTeoria da comunicação resumo
Teoria da comunicação resumoHein Comunicação
 
Educação, pós modernidade e globalização
Educação, pós modernidade e globalizaçãoEducação, pós modernidade e globalização
Educação, pós modernidade e globalizaçãoSilvânio Barcelos
 
Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...
Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...
Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...Marina Polo
 
Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart Jr.
Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart  Jr.Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart  Jr.
Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart Jr.Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Descentralismo - Conceitos Fundamentais
Descentralismo - Conceitos FundamentaisDescentralismo - Conceitos Fundamentais
Descentralismo - Conceitos FundamentaisHudson Augusto
 
Aula 05 Teorias do Jornalismo_Espiral de Silêncio
Aula 05   Teorias do Jornalismo_Espiral de SilêncioAula 05   Teorias do Jornalismo_Espiral de Silêncio
Aula 05 Teorias do Jornalismo_Espiral de SilêncioElizeu Nascimento Silva
 
Slides Boaventura - grupo 2
Slides Boaventura - grupo 2Slides Boaventura - grupo 2
Slides Boaventura - grupo 2Lívia Willborn
 
Teoria hipodérmica
Teoria hipodérmicaTeoria hipodérmica
Teoria hipodérmicaTiago Castro
 
Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...
Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...
Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...Carlos Jonathan Santos
 
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Design  gráfico   3a aula - Teoria HipodérmicaDesign  gráfico   3a aula - Teoria Hipodérmica
Design gráfico 3a aula - Teoria HipodérmicaUnip e Uniplan
 
Sociologia das ausencias
Sociologia das ausenciasSociologia das ausencias
Sociologia das ausenciasrfolhes
 
Pós-modernidade - 1ª aula e 2ª aula
Pós-modernidade - 1ª aula e 2ª aulaPós-modernidade - 1ª aula e 2ª aula
Pós-modernidade - 1ª aula e 2ª aulaSérgio Czajkowski Jr
 

Mais procurados (20)

Teoria da comunicação resumo
Teoria da comunicação resumoTeoria da comunicação resumo
Teoria da comunicação resumo
 
Educação, pós modernidade e globalização
Educação, pós modernidade e globalizaçãoEducação, pós modernidade e globalização
Educação, pós modernidade e globalização
 
1.globalizacao e direito (2)
1.globalizacao e direito (2)1.globalizacao e direito (2)
1.globalizacao e direito (2)
 
Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...
Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...
Tecnologia e Ideologia: algumas reflexões sobre o fetichismo que envolve as t...
 
Teoria Hipodérmica
Teoria HipodérmicaTeoria Hipodérmica
Teoria Hipodérmica
 
Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart Jr.
Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart  Jr.Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart  Jr.
Introdução ao Liberalismo Frases retiradas do livro de Donald Stwewart Jr.
 
Idologia sociologia - 1ºano
Idologia   sociologia - 1ºanoIdologia   sociologia - 1ºano
Idologia sociologia - 1ºano
 
Descentralismo - Conceitos Fundamentais
Descentralismo - Conceitos FundamentaisDescentralismo - Conceitos Fundamentais
Descentralismo - Conceitos Fundamentais
 
POS MODERNIDADE
POS MODERNIDADEPOS MODERNIDADE
POS MODERNIDADE
 
Aula 05 Teorias do Jornalismo_Espiral de Silêncio
Aula 05   Teorias do Jornalismo_Espiral de SilêncioAula 05   Teorias do Jornalismo_Espiral de Silêncio
Aula 05 Teorias do Jornalismo_Espiral de Silêncio
 
Slides Boaventura - grupo 2
Slides Boaventura - grupo 2Slides Boaventura - grupo 2
Slides Boaventura - grupo 2
 
Pós modernidade slides. 32 mp
Pós modernidade slides. 32 mpPós modernidade slides. 32 mp
Pós modernidade slides. 32 mp
 
VOCÊ É O INIMIGO
VOCÊ É O INIMIGOVOCÊ É O INIMIGO
VOCÊ É O INIMIGO
 
Teoria hipodérmica
Teoria hipodérmicaTeoria hipodérmica
Teoria hipodérmica
 
Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...
Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...
Da sociedade pós industrial à pós-moderna- novas teorias sobre o mundo con...
 
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Design  gráfico   3a aula - Teoria HipodérmicaDesign  gráfico   3a aula - Teoria Hipodérmica
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
 
O indivíduo em bauman, hall, augé
O indivíduo em bauman, hall, augéO indivíduo em bauman, hall, augé
O indivíduo em bauman, hall, augé
 
Sociologia das ausencias
Sociologia das ausenciasSociologia das ausencias
Sociologia das ausencias
 
Pós-modernidade - 1ª aula e 2ª aula
Pós-modernidade - 1ª aula e 2ª aulaPós-modernidade - 1ª aula e 2ª aula
Pós-modernidade - 1ª aula e 2ª aula
 
Teoria hipodermica
Teoria hipodermicaTeoria hipodermica
Teoria hipodermica
 

Destaque

Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.
Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.
Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Ciência da informação quando chegamos ao "Ponto G"
Ciência da informação   quando chegamos ao "Ponto G"Ciência da informação   quando chegamos ao "Ponto G"
Ciência da informação quando chegamos ao "Ponto G"Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...
2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...
2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...Rafael Pons
 
3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)
3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)
3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)Rafael Pons
 
Aula 2 grandes debates alunos
Aula 2 grandes debates alunosAula 2 grandes debates alunos
Aula 2 grandes debates alunosVanChamma
 
Teorias contemporâneas de Relações Internacionais
Teorias contemporâneas de Relações InternacionaisTeorias contemporâneas de Relações Internacionais
Teorias contemporâneas de Relações InternacionaisLuiz Henrique Dias da Silva
 
Realismo e relações internacionais
Realismo e relações internacionaisRealismo e relações internacionais
Realismo e relações internacionaisRafael Ávila
 
Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoRafael Pinto
 
Aula 1 - Introdução as Relações Internacionais
Aula 1 - Introdução as Relações InternacionaisAula 1 - Introdução as Relações Internacionais
Aula 1 - Introdução as Relações InternacionaisSergio Santos
 
O Estado E As RelaçõEs Internacionais Bogea
O Estado E As RelaçõEs Internacionais BogeaO Estado E As RelaçõEs Internacionais Bogea
O Estado E As RelaçõEs Internacionais BogeaAlmir
 
Conceitos básicos em relações internacionais
Conceitos básicos em relações internacionaisConceitos básicos em relações internacionais
Conceitos básicos em relações internacionaisRafael Ávila
 
Aula liberalismo
Aula liberalismoAula liberalismo
Aula liberalismoOver Lane
 
O Papel das Organizações Internacionais
O Papel das Organizações InternacionaisO Papel das Organizações Internacionais
O Papel das Organizações InternacionaisJorge Barbosa
 

Destaque (19)

Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.
Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.
Razão é emoção refletida. As camadas da percepção.
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
Ciência chega de pares vamos aos ímpares!
Ciência   chega de pares vamos aos ímpares!Ciência   chega de pares vamos aos ímpares!
Ciência chega de pares vamos aos ímpares!
 
Ciência da informação quando chegamos ao "Ponto G"
Ciência da informação   quando chegamos ao "Ponto G"Ciência da informação   quando chegamos ao "Ponto G"
Ciência da informação quando chegamos ao "Ponto G"
 
2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...
2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...
2 evolução da disciplina das relações internacionais (cap 1 gilberto sarfati ...
 
Escola austríaca - fundamentos
Escola austríaca - fundamentosEscola austríaca - fundamentos
Escola austríaca - fundamentos
 
3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)
3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)
3 paradigmas e níveis de análise (cap 2 gilberto sarfati + cap 3 mingst p51 55)
 
Aula 2 grandes debates alunos
Aula 2 grandes debates alunosAula 2 grandes debates alunos
Aula 2 grandes debates alunos
 
Teorias contemporâneas de Relações Internacionais
Teorias contemporâneas de Relações InternacionaisTeorias contemporâneas de Relações Internacionais
Teorias contemporâneas de Relações Internacionais
 
Realismo e relações internacionais
Realismo e relações internacionaisRealismo e relações internacionais
Realismo e relações internacionais
 
Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneo
 
Aula 1 - Introdução as Relações Internacionais
Aula 1 - Introdução as Relações InternacionaisAula 1 - Introdução as Relações Internacionais
Aula 1 - Introdução as Relações Internacionais
 
O Estado E As RelaçõEs Internacionais Bogea
O Estado E As RelaçõEs Internacionais BogeaO Estado E As RelaçõEs Internacionais Bogea
O Estado E As RelaçõEs Internacionais Bogea
 
Conceitos básicos em relações internacionais
Conceitos básicos em relações internacionaisConceitos básicos em relações internacionais
Conceitos básicos em relações internacionais
 
Aula liberalismo
Aula liberalismoAula liberalismo
Aula liberalismo
 
O Papel das Organizações Internacionais
O Papel das Organizações InternacionaisO Papel das Organizações Internacionais
O Papel das Organizações Internacionais
 
L I B E R A L I S M O
L I B E R A L I S M O L I B E R A L I S M O
L I B E R A L I S M O
 
Organizações Internacionais
Organizações InternacionaisOrganizações Internacionais
Organizações Internacionais
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 

Semelhante a Liberalismo 3.0

O tecno liberalismo e seus movimentos na história
O tecno liberalismo e seus movimentos na históriaO tecno liberalismo e seus movimentos na história
O tecno liberalismo e seus movimentos na históriaCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Teoria da comunicação unidade vi
Teoria da comunicação unidade viTeoria da comunicação unidade vi
Teoria da comunicação unidade viHarutchy
 
Industria cultural.pptx
Industria cultural.pptxIndustria cultural.pptx
Industria cultural.pptxValdemar27
 
40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdfCristiane Pantoja
 
40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdfCristiane Pantoja
 
Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...
Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...
Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Globalização, Mercado e Produções simbólicas
Globalização, Mercado e Produções simbólicasGlobalização, Mercado e Produções simbólicas
Globalização, Mercado e Produções simbólicasALCIONE
 
O ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva Canadense
O ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva CanadenseO ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva Canadense
O ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva CanadenseCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
A Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamento
A Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamentoA Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamento
A Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamentoCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Aula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobreza
Aula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobrezaAula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobreza
Aula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobrezaAntonio Pessoa
 
O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...
O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...
O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...Fernando Alcoforado
 
Aula 06 Cultura: concepções e derivações
Aula 06   Cultura: concepções e derivaçõesAula 06   Cultura: concepções e derivações
Aula 06 Cultura: concepções e derivaçõesElizeu Nascimento Silva
 
Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...
Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...
Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...Vítor Vieira
 

Semelhante a Liberalismo 3.0 (20)

O tecno liberalismo e seus movimentos na história
O tecno liberalismo e seus movimentos na históriaO tecno liberalismo e seus movimentos na história
O tecno liberalismo e seus movimentos na história
 
Teoria da comunicação unidade vi
Teoria da comunicação unidade viTeoria da comunicação unidade vi
Teoria da comunicação unidade vi
 
Design gráfico
Design  gráficoDesign  gráfico
Design gráfico
 
As bases do Descentralismo 3.0
As bases do Descentralismo 3.0As bases do Descentralismo 3.0
As bases do Descentralismo 3.0
 
Industria cultural.pptx
Industria cultural.pptxIndustria cultural.pptx
Industria cultural.pptx
 
40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
 
40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
40 CPV 08072020 FILOSOFIA E SOCIOLOGIA CRIS PANTOJA BUNKER.pdf
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...
Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...
Macro-história e Antropologia Cognitiva - Pêndulo Cognitivo e o movimento li...
 
Globalização, Mercado e Produções simbólicas
Globalização, Mercado e Produções simbólicasGlobalização, Mercado e Produções simbólicas
Globalização, Mercado e Produções simbólicas
 
Descentralismo conceitos estruturantes
Descentralismo   conceitos estruturantesDescentralismo   conceitos estruturantes
Descentralismo conceitos estruturantes
 
O ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva Canadense
O ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva CanadenseO ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva Canadense
O ramo brasileiro da Antropologia Cognitiva Canadense
 
A Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamento
A Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamentoA Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamento
A Crise Demográfica-Cognitiva: diagnóstico e tratamento
 
Aula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobreza
Aula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobrezaAula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobreza
Aula 09 e 16 04-2014 - socialismo e geografia da pobreza
 
O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...
O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...
O imperativo da reinvenção do iluminismo para enfrentar e vencer o neoliberal...
 
TC - Escola de Frankfurt
TC - Escola de FrankfurtTC - Escola de Frankfurt
TC - Escola de Frankfurt
 
Aula 06 Cultura: concepções e derivações
Aula 06   Cultura: concepções e derivaçõesAula 06   Cultura: concepções e derivações
Aula 06 Cultura: concepções e derivações
 
Exemplo
ExemploExemplo
Exemplo
 
Cultura da convergência
Cultura da convergênciaCultura da convergência
Cultura da convergência
 
Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...
Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...
Breves comentários críticos sobre o conceito de cultura em tempos de Pós-Mode...
 

Mais de Carlos Nepomuceno (Nepô)

Nepô: melhores frases dos artigos de setembro
Nepô: melhores frases dos artigos de setembroNepô: melhores frases dos artigos de setembro
Nepô: melhores frases dos artigos de setembroCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Nepo frases dos artigos de julho slide share
Nepo frases dos artigos de julho slide shareNepo frases dos artigos de julho slide share
Nepo frases dos artigos de julho slide shareCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
As 10 frases que mais gostei de ter escrito em junho
As 10 frases que mais gostei de ter escrito em junhoAs 10 frases que mais gostei de ter escrito em junho
As 10 frases que mais gostei de ter escrito em junhoCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Nepô - melhores frases de junho as 30 melhores
Nepô -  melhores frases de junho as 30 melhoresNepô -  melhores frases de junho as 30 melhores
Nepô - melhores frases de junho as 30 melhoresCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...
As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...
As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
A arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidas
A arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidasA arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidas
A arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidasCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliário
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliárioA “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliário
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliárioCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúde
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúdeA “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúde
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúdeCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Inovação 3.0: Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva!
Inovação 3.0:  Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva! Inovação 3.0:  Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva!
Inovação 3.0: Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva! Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.
McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.
McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.
Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.
Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!
Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!
Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Complexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thought
Complexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thoughtComplexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thought
Complexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thoughtCarlos Nepomuceno (Nepô)
 

Mais de Carlos Nepomuceno (Nepô) (20)

Nepô - frases dos artigos de Outubro
Nepô -  frases dos artigos de OutubroNepô -  frases dos artigos de Outubro
Nepô - frases dos artigos de Outubro
 
Nepô: melhores frases dos artigos de setembro
Nepô: melhores frases dos artigos de setembroNepô: melhores frases dos artigos de setembro
Nepô: melhores frases dos artigos de setembro
 
Nepo frases dos artigos de agosto
Nepo frases dos artigos de agostoNepo frases dos artigos de agosto
Nepo frases dos artigos de agosto
 
Nepo frases dos artigos de julho slide share
Nepo frases dos artigos de julho slide shareNepo frases dos artigos de julho slide share
Nepo frases dos artigos de julho slide share
 
As 10 frases que mais gostei de ter escrito em junho
As 10 frases que mais gostei de ter escrito em junhoAs 10 frases que mais gostei de ter escrito em junho
As 10 frases que mais gostei de ter escrito em junho
 
Nepô - melhores frases de junho as 30 melhores
Nepô -  melhores frases de junho as 30 melhoresNepô -  melhores frases de junho as 30 melhores
Nepô - melhores frases de junho as 30 melhores
 
Nepo melhores frases de junho
Nepo melhores frases de junhoNepo melhores frases de junho
Nepo melhores frases de junho
 
Por que nao entendemos o novo seculo?
Por que nao entendemos o novo seculo?Por que nao entendemos o novo seculo?
Por que nao entendemos o novo seculo?
 
As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...
As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...
As melhores frases das minhas leituras compartilhadas sobre formação e transf...
 
07 dicas para anfitriões do airbnb
07 dicas para anfitriões do airbnb07 dicas para anfitriões do airbnb
07 dicas para anfitriões do airbnb
 
Carlos Nepomuceno - Portfólio
Carlos Nepomuceno - PortfólioCarlos Nepomuceno - Portfólio
Carlos Nepomuceno - Portfólio
 
A arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidas
A arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidasA arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidas
A arte da visão de longo prazo - Peter Schwartz - Frases escolhidas
 
Portifolio
PortifolioPortifolio
Portifolio
 
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliário
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliárioA “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliário
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor imobiliário
 
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúde
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúdeA “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúde
A “uberização” da sociedade e os impactos no setor de saúde
 
Inovação 3.0: Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva!
Inovação 3.0:  Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva! Inovação 3.0:  Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva!
Inovação 3.0: Reflexões e práticas da Inovação Disruptiva!
 
McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.
McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.
McLuhan 3.0: revisitando o pensador canadense a partir do Digital.
 
Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.
Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.
Qualidade 3.0: os impactos do digital no conceito de qualidade.
 
Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!
Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!
Zeca Pagodinho 3.0: quando a vida não vai mais te levar!
 
Complexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thought
Complexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thoughtComplexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thought
Complexity 3.0: Reflections on changes in post-digital human thought
 

Liberalismo 3.0

  • 1.
  • 2. A PALESTRA ESTÁ SENDO GRAVADA E FICARÁ DISPONÍVEL NO MEU CANAL DO YOUTUBE: http://www.youtube.com/cnepomuceno Os slides já estão no meu canal do Slide Share: http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/ Minhas reflexões estão no meu blog: www.nepo.com.br Ou links no Twitter: @cnepomuceno
  • 3. Liberalismo 3.0 Quando as ideias das revolucionárias escolas canadense de comunicação e austríaca de economia se juntam para mudar o mundo!
  • 4. Quando as pontas definem o centro! • O meio é a mensagem! – McLuhan; • O mercado é definido pelo consumo – Mises.
  • 5. •O meio é o mercado! •E a mensagem é o consumo!
  • 6. Friedrich Hayek “A tarefa do mercado e dos preços é transmitir e processar o conhecimento humano disperso”.
  • 7. Pierre Lévy. “A inteligência coletiva surge da colaboração de muitos indivíduos em suas diversidades. ”. Pg. 30
  • 8. Só existem dois movimentos políticos e econômicos na história (a dicotomia esquerda-direita é ilógica)
  • 9. Os 2 movimentos: • Descentralização de poder – as pontas definem o centro – liberalista – o ser humano é perverso, precisa ser fiscalizado e se define no processo. Visão do ser humana aberta, sujeita à inovação; • Centralização de poder – o centro define as pontas – centralista – o ser humano é bom e precisa de uma reengenharia social, que o centro (bom) sabe como fazer. Visão do ser humano fechada, sujeita à doutrinação.
  • 10. O que favorece movimentos centralistas? • Evoluções Cognitivas Centralizadoras – que geram crises produtivas, aumento de massificação, redução de diversidade e, por sua vez, concentração de mídia, renda e poder. Causa: aumento demográfico.
  • 11. O que favorece movimentos liberalistas? • Revoluções Cognitivas (sempre descentralizadoras) – que vêm reduzir as crises produtivas, aumentam a diversificação, reduzem a massificação e, por sua vez, estimulam a descentralização de mídia, renda e poder. Consequência: crises produtivas geradas pelo aumento demográfico, que o novo ambiente produtivo viabiliza.
  • 12. O paradoxo liberal • O liberalismo favorece picos demográficos e picos demográficos minam o liberalismo!
  • 13. Movimentos liberais, liberalistas, de descentralização de poder são possíveis quando temos mídias descentralizadoras. Movimentos centralistas, de centralização de poder são possíveis quando temos mídias centralizadoras.
  • 14. LIBERALISMO 1.0 LIBERALISMO 3.0 LIBERALISMO 2.0 GRÉCIA – ALFABETO GREGO EUROPA – PAPEL IMPRESSO MUNDO - INTERNET O LIBERALISMO NA HISTÓRIA DIANTE DE REVOLUÇÕES COGNITIVAS
  • 15. Todo movimento liberal vem “montado” em uma nova mídia. Ser liberal é estimular que a mídia empodere as pontas. E as pontas empoderadas pela nova mídia recriem a sociedade, descentralizando o poder. Não existe, assim, liberal, mas sempre um tecno-liberal!
  • 16. Como é possível sermos tão dependentes dos ambientes cognitivos? E das tecnologias cognitivas? Motivo: o conceito da tecno-espécie!
  • 17. Nós somos naturalmente artificiais! Ou tecnologicamente naturais! Somos uma tecno-espécie!
  • 18.
  • 22. COMPLEXIDADE DA LOGÍSTICA Menos de 1 bilhão Mais de 1 bilhão 7 bilhões
  • 23. Ser humano e complexidade Complexidade = Demanda x Oferta
  • 26. Crescimento de 23 vezes em cerca de 140 anos no Rio de Janeiro Meu avô Meu pai Meu filho mais velho Eu Gêmeos
  • 27. • Picos demográficos provocam Revoluções Cognitivas; • Revoluções Cognitivas provocam modelos mais descentralizados e sofisticados de Governança e picos liberais; • Modelos mais sofisticados e liberais de Governança provocam picos demográficos.
  • 28. “O ser humano é a única espécie viva que cresce sem limitação de número de membros, pois consegue reinventar a sua tecno-ecologia!”
  • 29. Quando temos crescimento populacional acentuado surge uma latência pela redução de poder dos antigos intermediadores e picos liberais.
  • 30. Revolução Cognitiva Revolução Cognitiva Crise da espécie Crise da espécieCrise da espécie Revolução Cognitiva Aumento da demografia Nova Governança da espécie Nova Governança da espécie Nova Governança da espécie
  • 32. Crise da espécie Revolução Cognitiva vem ajudar a resolver crises da espécie, a saber: • Cosmovisões envelhecidas, que funcionam pela repetição, mas perderam a capacidade de se manter pela narrativa; • Monopólios organizacionais estatais ou privados; • Baixa capacidade de pensamento, de projeção, de estratégia; • Valores corporativos com mais força do que valores dos cidadãos/consumidores; • Obsolescência da Governança da Espécie, com solução de problemas com alto custo e baixo benefício social.
  • 33. MUNDO ORAL 1.0 MUNDO DIGITAL 3.0 MUNDO ESCRITO 2.0 ? 6.00O ANOS 50 ANOS AS REVOLUÇÕES COGNITIVAS NA HISTÓRIA
  • 34.
  • 35. COMPLEXIDADE DA LOGÍSTICA x MUNDO ANIMAL
  • 36. COMPLEXIDADE DA LOGÍSTICA x AMBIENTE COGNITIVO
  • 37. A COMUNICAÇÃO COMPLEXA DAS FORMIGAS
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42. Liberalismo 3.0 - Todo poder ao cidadão/consumidor, via novas Plataformas Digitais Participativas.
  • 43. Liberalismo 3.0 É preciso se desintoxicar da cultura centralizadora ( o que inclui conceitos, narrativas e ações) e recriar uma nova cultura descentralizadora!
  • 44. Liberalismo 3.0 - Refazer a república, com mais participação do cidadão, via Plataformas Digitais Participativas;
  • 45. Liberalismo 3.0 - Refazer o capitalismo (empresismo), com mais participação do consumidor, via Plataformas Digitais Participativas;
  • 46. Liberalismo 3.0 - Refazer as instituições (escola, academia, empresas, governo) com mais participação da sociedade, via Plataformas Digitais Participativas;
  • 47. Liberalismo 3.0 - Não é conservador, pois quer promover profundas mudanças na sociedade.
  • 48. Liberalismo 3.0 - Não é de direita, pois este conceito não faz sentido. É um descentralizador de poder, contra os que querem centralizá-lo!
  • 49. Liberalismo 3.0 - Não é em defesa das empresas, mas do consumidor/cidadão, com a garantia constitucional da livre concorrência! O liberal defende livre concorrência e não empresas!
  • 50. Liberalismo 3.0 - Não é clássico, pois parte dos clássicos para recriar o liberalismo impresso 2.0 de 1 bilhão de pessoas para o liberalismo digital 3.0 para um mundo de 7 bilhões.
  • 51. A PALESTRA ESTÁ SENDO GRAVADA E FICARÁ DISPONÍVEL NO MEU CANAL DO YOUTUBE: http://www.youtube.com/cnepomuceno Os slides já estão no meu canal do Slide Share: http://pt.slideshare.net/cnepomuceno/ Minhas reflexões estão no meu blog: www.nepo.com.br Ou links no Twitter: @cnepomuceno