SlideShare uma empresa Scribd logo
Lei de conservação
Brahma Vishnu Shiva
Joanna de Angelis
“A mente humana é co-criadora, preservando ou
tropeando as células do corpo físico.
A saúde, além de decorrer dos compromissos
cármicos, resulta também, das ondas mentais
elaboradas e mantidas”.
do livro “Desperte e seja feliz”
“Ninguém vive sem esforço.
Ultrapassados os limites dos fenômenos
automáticos, a vida exige o empenho da
vontade, a aplicação e direcionamento das energias.
Quem se esforça em um sentido, fá-lo também
em outro, se quiser.”
do livro “Plenitude”
“Os sentimentos nobres que não são
estimulados à ação por largo período
embotam-se, debilitam, quase desaparecem.
Desse modo, a bondade cresce por
meio do exercício, tornando-se um
hábito de vida ou desaparecendo
por falta de ação.”
do livro “Plenitude”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Doenças da alma
Doenças da almaDoenças da alma
Doenças da alma
João Lister Pereira
 
Sistema energético humano
Sistema energético humanoSistema energético humano
Sistema energético humano
Grupo Espírita Mensageiros
 
Palestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins Soares
Palestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins SoaresPalestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins Soares
Palestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins Soares
Dra. Myrian Marino
 
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da almaObsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
igmateus
 
Saude integral aula 2
Saude integral aula 2Saude integral aula 2
Saude integral aula 2
Andre Luiz Campos
 
BANHO DA LONGEVIDADE
BANHO DA LONGEVIDADEBANHO DA LONGEVIDADE
BANHO DA LONGEVIDADE
Antonio Marchi
 
Banho da longevidade
Banho da longevidadeBanho da longevidade
Banho da longevidade
Antonio Marchi
 
Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4
Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4
Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4
Patricia Farias
 
Cura jun 2014
Cura jun 2014Cura jun 2014
Cura jun 2014
Patricia Farias
 
Harmonia final - Estratégia para o bem-estar integral
Harmonia final - Estratégia para o bem-estar integralHarmonia final - Estratégia para o bem-estar integral
Harmonia final - Estratégia para o bem-estar integral
Ponte de Luz ASEC
 
Primeira reuniao GECD - 2014
Primeira reuniao GECD - 2014Primeira reuniao GECD - 2014
Primeira reuniao GECD - 2014
Patricia Farias
 
Vf165
Vf165Vf165
Pensamento e vida
Pensamento e vidaPensamento e vida
Pensamento e vida
Manoel Gamas
 
Alma, corpo físico e espiritual e as doenças
Alma, corpo físico e espiritual  e  as doençasAlma, corpo físico e espiritual  e  as doenças
Alma, corpo físico e espiritual e as doenças
Dr. Walter Cury
 
Doença – a cura – a autocura
Doença – a cura – a autocuraDoença – a cura – a autocura
Doença – a cura – a autocura
Victor Passos
 
A saúde na visão espirita
A saúde na visão espiritaA saúde na visão espirita
A saúde na visão espirita
carlos freire
 
Para equilibrar energia é preciso cuidar de mente
Para equilibrar energia é preciso cuidar de mentePara equilibrar energia é preciso cuidar de mente
Para equilibrar energia é preciso cuidar de mente
Marian de Souza
 
Saúde e espiritualidade
Saúde e espiritualidadeSaúde e espiritualidade
Saúde e espiritualidade
Victor Passos
 
A medicina e o espiritismo
A medicina e o espiritismoA medicina e o espiritismo
A medicina e o espiritismo
Francisco de Assis Alencar
 
Ambiente mental
Ambiente mental Ambiente mental
Ambiente mental
Dr. Walter Cury
 

Mais procurados (20)

Doenças da alma
Doenças da almaDoenças da alma
Doenças da alma
 
Sistema energético humano
Sistema energético humanoSistema energético humano
Sistema energético humano
 
Palestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins Soares
Palestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins SoaresPalestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins Soares
Palestra "A Cura Através das Emoções" Dra. Myrian Marino Martins Soares
 
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da almaObsessão e suas relações com as doenças da alma
Obsessão e suas relações com as doenças da alma
 
Saude integral aula 2
Saude integral aula 2Saude integral aula 2
Saude integral aula 2
 
BANHO DA LONGEVIDADE
BANHO DA LONGEVIDADEBANHO DA LONGEVIDADE
BANHO DA LONGEVIDADE
 
Banho da longevidade
Banho da longevidadeBanho da longevidade
Banho da longevidade
 
Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4
Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4
Doenças e curas - sob a ótica Espírita – Parte 4
 
Cura jun 2014
Cura jun 2014Cura jun 2014
Cura jun 2014
 
Harmonia final - Estratégia para o bem-estar integral
Harmonia final - Estratégia para o bem-estar integralHarmonia final - Estratégia para o bem-estar integral
Harmonia final - Estratégia para o bem-estar integral
 
Primeira reuniao GECD - 2014
Primeira reuniao GECD - 2014Primeira reuniao GECD - 2014
Primeira reuniao GECD - 2014
 
Vf165
Vf165Vf165
Vf165
 
Pensamento e vida
Pensamento e vidaPensamento e vida
Pensamento e vida
 
Alma, corpo físico e espiritual e as doenças
Alma, corpo físico e espiritual  e  as doençasAlma, corpo físico e espiritual  e  as doenças
Alma, corpo físico e espiritual e as doenças
 
Doença – a cura – a autocura
Doença – a cura – a autocuraDoença – a cura – a autocura
Doença – a cura – a autocura
 
A saúde na visão espirita
A saúde na visão espiritaA saúde na visão espirita
A saúde na visão espirita
 
Para equilibrar energia é preciso cuidar de mente
Para equilibrar energia é preciso cuidar de mentePara equilibrar energia é preciso cuidar de mente
Para equilibrar energia é preciso cuidar de mente
 
Saúde e espiritualidade
Saúde e espiritualidadeSaúde e espiritualidade
Saúde e espiritualidade
 
A medicina e o espiritismo
A medicina e o espiritismoA medicina e o espiritismo
A medicina e o espiritismo
 
Ambiente mental
Ambiente mental Ambiente mental
Ambiente mental
 

Destaque

Básica circuitos
Básica circuitosBásica circuitos
Básica circuitos
rodrigoateneu
 
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais -  - Instituto Espírita de EducaçãoLeis Morais -  - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Visão Espírita do Carnaval
Visão Espírita do CarnavalVisão Espírita do Carnaval
Visão Espírita do Carnaval
PAN1911
 
Educação espírita para a infância
Educação espírita para a infânciaEducação espírita para a infância
Educação espírita para a infância
Dalila Melo
 
Agua
AguaAgua
Agua
PAN1911
 
Culto Do Evangelho No Lar
Culto  Do  Evangelho No   LarCulto  Do  Evangelho No   Lar
Culto Do Evangelho No Lar
Home
 

Destaque (6)

Básica circuitos
Básica circuitosBásica circuitos
Básica circuitos
 
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais -  - Instituto Espírita de EducaçãoLeis Morais -  - Instituto Espírita de Educação
Leis Morais - - Instituto Espírita de Educação
 
Visão Espírita do Carnaval
Visão Espírita do CarnavalVisão Espírita do Carnaval
Visão Espírita do Carnaval
 
Educação espírita para a infância
Educação espírita para a infânciaEducação espírita para a infância
Educação espírita para a infância
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
Culto Do Evangelho No Lar
Culto  Do  Evangelho No   LarCulto  Do  Evangelho No   Lar
Culto Do Evangelho No Lar
 

Mais de grupodepais

Evangelho maos nao lavadas
Evangelho   maos nao lavadasEvangelho   maos nao lavadas
Evangelho maos nao lavadas
grupodepais
 
Evangelho cap VIII - adulterio
Evangelho cap VIII - adulterioEvangelho cap VIII - adulterio
Evangelho cap VIII - adulterio
grupodepais
 
Penas e gozos terrestres - Felicidade e infelicidade relativas
Penas e gozos terrestres -  Felicidade e infelicidade relativasPenas e gozos terrestres -  Felicidade e infelicidade relativas
Penas e gozos terrestres - Felicidade e infelicidade relativas
grupodepais
 
Perfeição moral ii
Perfeição moral   iiPerfeição moral   ii
Perfeição moral ii
grupodepais
 
Renovando atitudes
Renovando atitudesRenovando atitudes
Renovando atitudes
grupodepais
 
Perfeição moral
Perfeição moralPerfeição moral
Perfeição moral
grupodepais
 
Futurologista
FuturologistaFuturologista
Futurologista
grupodepais
 
Saúde
SaúdeSaúde
Saúde
grupodepais
 
Spinoza
Spinoza Spinoza
Spinoza
grupodepais
 
Liberdade ubaldi 2
Liberdade ubaldi 2Liberdade ubaldi 2
Liberdade ubaldi 2
grupodepais
 
Liberdade 4
Liberdade 4Liberdade 4
Liberdade 4
grupodepais
 
Liberdade 3
Liberdade 3Liberdade 3
Liberdade 3
grupodepais
 
Medo grupo de pais 2011
Medo grupo de pais 2011Medo grupo de pais 2011
Medo grupo de pais 2011
grupodepais
 
Lei de destruicao II
Lei de destruicao IILei de destruicao II
Lei de destruicao II
grupodepais
 
Lei de destruicao IV
Lei de destruicao IVLei de destruicao IV
Lei de destruicao IV
grupodepais
 
Lei de destruiçao III
Lei de destruiçao IIILei de destruiçao III
Lei de destruiçao III
grupodepais
 
Lei de destruiçao II b
Lei de destruiçao II bLei de destruiçao II b
Lei de destruiçao II b
grupodepais
 
Lei de destruicao I
Lei de destruicao ILei de destruicao I
Lei de destruicao I
grupodepais
 

Mais de grupodepais (18)

Evangelho maos nao lavadas
Evangelho   maos nao lavadasEvangelho   maos nao lavadas
Evangelho maos nao lavadas
 
Evangelho cap VIII - adulterio
Evangelho cap VIII - adulterioEvangelho cap VIII - adulterio
Evangelho cap VIII - adulterio
 
Penas e gozos terrestres - Felicidade e infelicidade relativas
Penas e gozos terrestres -  Felicidade e infelicidade relativasPenas e gozos terrestres -  Felicidade e infelicidade relativas
Penas e gozos terrestres - Felicidade e infelicidade relativas
 
Perfeição moral ii
Perfeição moral   iiPerfeição moral   ii
Perfeição moral ii
 
Renovando atitudes
Renovando atitudesRenovando atitudes
Renovando atitudes
 
Perfeição moral
Perfeição moralPerfeição moral
Perfeição moral
 
Futurologista
FuturologistaFuturologista
Futurologista
 
Saúde
SaúdeSaúde
Saúde
 
Spinoza
Spinoza Spinoza
Spinoza
 
Liberdade ubaldi 2
Liberdade ubaldi 2Liberdade ubaldi 2
Liberdade ubaldi 2
 
Liberdade 4
Liberdade 4Liberdade 4
Liberdade 4
 
Liberdade 3
Liberdade 3Liberdade 3
Liberdade 3
 
Medo grupo de pais 2011
Medo grupo de pais 2011Medo grupo de pais 2011
Medo grupo de pais 2011
 
Lei de destruicao II
Lei de destruicao IILei de destruicao II
Lei de destruicao II
 
Lei de destruicao IV
Lei de destruicao IVLei de destruicao IV
Lei de destruicao IV
 
Lei de destruiçao III
Lei de destruiçao IIILei de destruiçao III
Lei de destruiçao III
 
Lei de destruiçao II b
Lei de destruiçao II bLei de destruiçao II b
Lei de destruiçao II b
 
Lei de destruicao I
Lei de destruicao ILei de destruicao I
Lei de destruicao I
 

Último

10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf
CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdfCAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf
CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf
tintcha62
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
mfixa3824
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 

Último (20)

10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf
CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdfCAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf
CAPACITAÇÃO MINISTÉRIO INFANTIL.pptx_20240413_005855_0000.pdf
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 

Lei de conservação 1

  • 4. “A mente humana é co-criadora, preservando ou tropeando as células do corpo físico. A saúde, além de decorrer dos compromissos cármicos, resulta também, das ondas mentais elaboradas e mantidas”. do livro “Desperte e seja feliz”
  • 5. “Ninguém vive sem esforço. Ultrapassados os limites dos fenômenos automáticos, a vida exige o empenho da vontade, a aplicação e direcionamento das energias. Quem se esforça em um sentido, fá-lo também em outro, se quiser.” do livro “Plenitude”
  • 6. “Os sentimentos nobres que não são estimulados à ação por largo período embotam-se, debilitam, quase desaparecem. Desse modo, a bondade cresce por meio do exercício, tornando-se um hábito de vida ou desaparecendo por falta de ação.” do livro “Plenitude”