SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
Geral
Anitarecebeoito
indicaçõesem
festivaldecinema
Filme
3Página
Históriasmostramo
valordadoaçãodeórgãos
Transplantados
10e11Páginas
ANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.012
TERÇA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2016
R$ 2,00
www.grupocorreiodosul.com.br
Grupo
21º 8º
Parcialmente Nublado - Sol entre poucas nuvens.
Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense
R$670,00unitário
DisputaemArroiodeixoudeserpolítica
Pelo andar da carruagem, tudo leva
a crer que o PMDB deverá ser, de fato, o
partido com o maior número de prefeitos
eleitos na região. A expectativa de que a
sigla elegeria oito candidatos, no entanto,
não deve se confirmar. O mais provável é
que os peemedebistas emplaquem cinco
ou seis prefeitos no pleito deste ano. Já
o PSD deve eleger entre quatro e cinco
candidatos que disputam o comando das
prefeituras de nossa região, o que está
dentro da meta do partido. O PP mantém
a expectativa de eleger quatro ou cinco
candidatos, mas o mais provável é que
consiga chegar apenas ao comando de
três prefeituras. Já o PSDB deve empla-
car uma. Uma das incógnitas do pleito
deste ano é a bipolarização em Meleiro,
com PSB e PSD disputando voto a voto
o comando do executivo. Nesta lógica, há
a possibilidade de que o PSB eleja pela
primeiravezumprefeitoaquinoExtremo
Sul. Por fora, de um modo geral, há uma
série de outras siglas disputando executi-
vos, na teoria, com iguais chances.
Afunilando Éticadeocasião
Haja crimePrimo e o Samae
ADVOCACIA EMPRESARIAL
FONE: (48) 3533-0145
“Mesmo que não consigamos vencer um desafio ao qual nos
propomos, já alcançamos a vitória meramente por termos nos
exposto a querê-lo alcançar”.
Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016
rolando_coelho@hotmail.com
(48) 9945.6787
José de Alencar (1829/1877)
Escritor brasileiro
Repercussão de divulgação de re-
sultado de pesquisa eleitoral é algo que
mereceria uma tese de mestrado. Via de
regra, quem está na frente concorda com
o resultado e quem está atrás não o aceita
de forma alguma. Isto parece ser uma
cláusula pétrea. A situações, no entanto,
que soam ao ridículo. Os PP’s de Sombrio
e de Balneário Gaivota, por exemplo,
possuem uma fortíssima ligação. Nos
dois municípios, os progressistas estão
para lá de juntos e misturados. Em Gai-
vota, de acordo com pesquisa do Incope/
Correio do Sul, registrada no TRE/SC sob
o número 01841/2016, o candidato do PP
apareceu na frente. Por conta disto, o PP
de Gaivota e de Sombrio concordaram
plenamente com o resultado da pesquisa.
Já em Sombrio, a pesquisa Incope/Cor-
reio do Sul, registrada no TRE/SC sob o
número 00217/2016, mostrou o candidato
do PP atrás. Neste caso, os progressistas
dos dois municípios não concordam em
absolutocomoresultado.Éafamosaética
de ocasião.
B
alneário Arroio do Sil-
va tem protagonizado
no pleito eleitoral des-
te ano o que pode ser
considerado o pior embate político
majoritário de toda nossa região. A
nítida impressão que se tem é que as
discussões alusivas, e necessárias,
para as soluções dos problemas do
município foram deixadas de lado.
Ao invés disto o que se tem visto é
um frenético cruzamento de ataques
pessoais entre aqueles que defendem
a candidatura do vice-prefeito Fer-
nando Borges (PP) e, por outro lado,
do empresário Juscelino Guimarães,
o Mineirinho (PSD).
Na semana passada Fernando
Borges trouxe à tona uma série de
denúncias contra Mineirinho, mos-
trando ao grande público o que teria
sido o passado nebuloso de seu adver-
sário, supostamente ligado a crimes
de várias ordens, como assalto a mão
armada. Mineirinho se disse redimido
de seu passado, alegando que nem
sua família sabia de tais fatos aventa-
dos por Fernando. Em contrapartida,
o candidato progressista disse que
só mostrou o passado de Mineirinho
porque vinha sendo atacado em sua
integridade familiar. De acordo com
Fernando, os ataques têm como foco
principalmente o fato dele ter estabe-
lecido uma segunda união conjugal.
“Chegaram a usar uma pessoa sem
crédito e sem moral para gravar uma
conversa da minha ex-esposa, e mãe
dos meus filhos, para colocar nas re-
des sociais. Fizeram e fazem isto sem
nunca terem pensado como ficariam
meus filhos diante de uma exposição
como esta, ouvindo sua mãe dizendo
coisas horríveis e não verdadeiras
(...) Fui atingido primeiro. Meus fi-
lhos foram massacrados primeiro”,
comentou Fernando.
E neste tom tem caminhado a
campanha em Arroio do Silva. Por
óbvio que ‘a coisa’ é muito mais pesa-
da, e, por conta disto, impublicável,
até mesmo para que se preserve a
condição de dignidade das partes en-
volvidas. De todo modo, o que se pode
sugerir é que os dois grupos repensem
seus atos nesta reta final da campa-
nha, tornando-a mais propositiva e
menos agressiva.
Vale lembrar que existem leis
normatizando a participação de
candidatos em pleitos eleitorais. Se
nenhuma, nem outra candidatura
foi enquadrada nestas leis é porque,
em princípio, ambas estão apitas a
administrar o município. Afora isto,
todos os demais fatos são meramen-
te ideológicos. Se Mineirinho teve
problemas no passado com a justiça,
este é um problema que compete a ele
digerir, e não a sociedade. Seria dife-
rente, por certo, se ele continuasse a
cometer atos que infringissem a lei, o
que não é o caso. Do mesmo modo, se
Fernando teve problemas conjugais,
e destes decorreram outras situações,
isto é algo que compete a ele resolver,
não ao grande público.
Toda esta exposição é desnecessá-
ria e equivocada. Mais que isto. Em
nada contribui para o desenvolvimen-
to de Balneário Arroio do Silva, que
já tem demandas de mais para ficar
se preocupando com a vida particular
de seus candidatos. As particularida-
des só diriam respeito aos eleitores
se estes pudessem ser atingidos,
no presente, por elas. Votar em um
candidato que fosse um traficante,
por exemplo, seria uma temeridade,
mas não é uma situação como esta
que esta em voga. O que se tem enfa-
tizado é o particular, e em política, o
particular não nunca deve ser tratado
como coletivo.
As redes sociais, e em especial o
Facebook,estãoinfestadasdecrimeselei-
torais.Agrande maioria ligados a criação
de perfis falsos, através dos quais se di-
vulgaramfatostotalmenteinverídicos.De
acordocomaResolução23.457/15doTSE,
oanonimatonainternet,comoobjetivode
prejudicardeliberadamentealguém,pode
gerar multa de até R$ 30 mil, além de
todasasdemaispenalidadesprevistasno
CódigoPenal.Aculpatambémrecaisobre
aqueles que impulsionam as informações
falsas, através de compartilhamentos, ou
se mostram favoráveis a elas, através de
curtidas ou comentários. Na mesma pro-
porção em que são criados os perfis falsos
emnossaregião,tambémsãoimpetradas
ações judiciais para apurar a respon-
sabilidade dos responsáveis. Na região
de Araranguá um perfil no Facebook,
intitulado “Jornalistas Independentes de
Santa Catarina” tem feito misérias neste
pleito eleitoral. A Justiça Eleitoral e a
comum, aliás, precisam ser enérgicas em
relação a esta situação, afinal de contas,
cidadãos de bem acabam ficando a mercê
de bandidos que se escondem atrás de
computadores.
Nos últimos dias, uma série de pos-
tagens nas redes sociais têm afirmado
que o candidato progressista a Prefeitura
de Araranguá, Mariano Mazzuco Neto,
caso eleito, venderia o Samae para o ex-
-prefeitoPrimoMenegalli(PR).Aindaque
a especulação possa parecer totalmente
sem nexo, já que qualquer processo de
privatização passa necessariamente por
concorrência pública, o que atrairia uma
grande quantidade de interessados no
negócio, o fato é que ‘a conversa’ acabou
virando um dos clichês de campanha da
oposição a Mariano, que tem como seu
candidato a vice o empresário Primo
Júnior (PR), filho de Primo Menegalli.
Em sua página no Facebook, Primo
Menegalli, que via de regra costuma
manter postura diplomática em relação
a assuntos políticos que tentem atingi-lo,
desabafou: “O Samae é do povo e vai con-
tinuar sendo. Não de ouvidos a mentiras
de pessoas despreparadas. Um grande
abraço a todos amigos, ótima semana e
rumo a vitória”. A campanha eleitoral
deste ano, aliás, tem batido recordes de
boataria.Quantomaiorodesespero,mais
boatos e menos fatos.
Geral 3Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016
dia Gemeli Wiltgen.
Ela levantou reflexão
sobre temas como: Por
que casamos?, princi-
pais dificuldades en-
frentadas pelo casal e
possibilidades pra viver
melhor. “No relaciona-
mento conjugal é de
suma importância que
o casal caminhe lado
a lado. O propósito da
palestra realizada foi
de oferecer aos partici-
pantes momentos de re-
flexão, que evidenciem
a reciprocidade entre o
casal de forma positi-
va”, declara Elisabete.
Para Raquel e
Emerson Mezzari, a
Cooperja se preocupa
não somente com as
questões agropecuá-
rias, mas com o bem
estar da família como
um todo. “Esperamos
que estes programas
especiais para casais
continue. Foi restaura-
dor, divertido e recons-
trutor. Fundamental
para a nossa relação
familiar”, explica o ca-
sal associado.
> J. MACHADO
A Cooperja cos-
tuma realizar trei-
namentos e outras
atividades técnicas e
sociais para agricul-
tores e associados.
Sendo assim, em se-
tembro, a cooperativa
ofereceu uma palestra
para casais, os quais
as esposas são inte-
grantes dos Núcleos
Femininos.
Segundo a coorde-
nadora social da Co-
operja, Elisabete Biz
dos Santos, o objetivo
da palestra foi propor-
cionar um momento
especial para os ca-
sais. “É importante
incluir os maridos
nesta caminhada dos
Núcleos Femininos e
assim, fortalecer os
laços entre cada um
dos casais” afirma a
coordenadora.
O título da pa-
lestra foi Relação de
Casal - A Base da Fa-
mília, proferida pela
médica Gianne Clau-
Cooperjaoferece
palestraparacasais
são uma grata surpresa.
“Depois que fomos con-
vidados para uma exibi-
ção especial no Festival
de Gramado, em meio
a mais de 900 filmes
inscritos, sabíamos que
o futuro de Anita seria
muito gratificante. Só
não sabíamos que seria
tão gratificante assim”,
comentou Christian,
ressaltando que espe-
rava que o filme fosse
concorrer “em uma ou
duas categorias”.
Para Lize Souza,
que interpreta Anita
Garibaldi e concorre
na categoria de Melhor
Atriz, “a indicação por
si só já é um prêmio
por todo o esforço e a
dedicação para que o
filme desse certo”. Sua
afirmação é endossada
por Sebastião Fonseca,
que interpreta Bento
Ribeiro, o pai de Anita,
e que foi indicado para
a categoria de Melhor
Ator. “Esta é uma da-
> GAIVOTA/SOMBRIO
Lo n g a m e t r a -
gem Anita, que
foi produzido pelo Gru-
po Correio do Sul, com
foco na juventude da
heroína catarinense
Anita Garibaldi, rece-
beu a indicação para
concorrer a oito prêmios
no Festival Internacio-
nal de Cinema Cristão,
no Rio de Janeiro. O
Festival, que tem como
foco filmes de profundo
apelo dramático, acon-
tecerá entre os dias 12
e 16 de novembro na ca-
pital fluminense. Anita
estará concorrendo nas
categorias de Melhor
Direção, Melhor Rotei-
ro, Melhor Ator, Melhor
Atriz, Melhor Figurino,
Melhor Trilha Sonora,
Melhor Fotografia e
Melhor Direção de Arte.
Para o produtor exe-
cutivo do filme, jorna-
lista Rolando Christian
Coelho, as indicações
Anita vai a novo Festival de Cinema
Depois de Gramado
Palestra fala sobre relacionamento entre casais
Lize Souza e Sebastião Fonseca foram indicados nas categorias de melhor atriz e melhor ator por filha e pai
FilmedoGrupoCorreiodoSulrecebeuoitoindicações,premiaçãoaconteceemnovembronoRiodeJaneiro
quelas situações que a
gente espera sem espe-
rar, porque não se trata
de um filme com apelo
comercial, e sim cultu-
ral. É muito bom saber
que a cultura ainda é
valorizada em nosso
país”, comentou.
Além dos dois ato-
res, também estão con-
correndo Olindo Este-
vam, na categoria de
Melhor Direção; Rolan-
do Christian Coelho,
na categoria de Melhor
Roteiro; Aurelino da
Cunha Pereira, na ca-
tegoria de Melhor Fi-
gurino e Ricardo Prado
e Lincoln Antônio, na
categoria de Melhor
Trilha Sonora. A foto-
grafia do filme foi feita
por Olindo Estevam e
Jerê Nunes, e, portanto,
ambos são indicados
para o prêmio. Já a Di-
reção de Arte foi feita
por Rolando e Olindo,
com ambos, do mesmo
modo, concorrendo pelo
filme nesta categoria.
Em nível regional,
Anita continua per-
correndo os municípios
do Extremo Sul antes
de ganhar os grandes
centros. Nesta quinta-
-feira, estará sendo
exibido em Timbé do
Sul. “Até o final de
outubro nossa intenção
é dar ampla oportuni-
dade para que a popu-
lação de nossa região
tenha acesso ao filme.
Após isto vamos levar
a produção para outros
centros”, comenta o
produtor.
Para que você possa
se inteirar mais sobre
o Festival de Cinema
que Anita irá concor-
rer, basta acessar o site
www.cinemacristao.
com.br. Clicando o íco-
ne “Chamado Oficial
do Festival de Cinema”
você assistirá a um
vídeo com todos prin-
cipais concorrentes,
dentre eles, Anita.
4 Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016 Publicidade
JABSON MULLER
Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016
jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9955.5313
PassodeTorresparaofuturo
C
andidato a pre-
feito em Passo de
Torres, o vereador
Jonas Gomes de
Souza (PMDB), tem feito uma
campanha bastante propositi-
va, se recusando a tecer críti-
cas a atual administração mu-
nicipal mesmo em entrevistas
aos veículos de comunicação.
Jonas e o candidato a vice-
-prefeito Áureo Henrique,
também do PMDB, compõem a
coligação Passo de Torres Para
o Futuro e têm apoio do PSDB
e do PCdo B. O jovem candi-
dato de 34 anos diz que desde
2008 se dedica as causas co-
munitárias, com participação
em entidades como o Conseg
(Conselho de Segurança).Em
2012 assumiu uma vaga na
Câmara de Vereadores e este
ano busca chegar ao executi-
vo municipal. Entre as suas
propostas de governo, cita
com frequência ‘voltar o olhar
as pessoas, pois temos muita
pobreza no município’. Quer
também que os moradores da
cidade tenham uma praia, o
que parece óbvio em um mu-
nicípio que está localizado a
beira mar.Apopulação, porém,
não pode aproveitar a faixa
de areia próxima aos molhes,
devido a sujeira. Para o can-
didato, recuperar a área não
significa somente ir a praia,
mas mudar a visão do muni-
cípio também aos olhos dos
investidores, responsáveis por
geração de emprego e renda.
Estas e outras questões Jo-
nas tratou durante entrevista
ao programa Correio Notícias,
da Rádio 93 FM.
- Quais os três setores que
mais o preocupam no muni-
cípio?
Jonas: Nós pensamos em
transformar nosso município
a partir de 2017 baseado nos
pilares de uma administração
mais justa, transparente e efi-
ciente. Temos convicção de que
o município tem muitas carên-
cias e a saúde nos preocupa
bastante, tendo em vista que
não temos hospital na cidade.
A saúde será uma das nossas
prioridades, trabalharemos a
humanização e a eficiência no
atendimento. A parte social
também tem grandes proble-
mas, em relação a habitação,
planejamento familiar e falta de
emprego. Queremos cuidar das
pessoas,fazertodasasobrasque
estejam ao nosso alcance, mas
o foco será cuidar das famílias.
E por fim, pensando no desen-
volvimento da cidade, citamos
o planejamento urbano. Passo
está atraindo investimentos
imobiliários e comerciais, e pre-
cisa se adequar a esta realidade,
fazer um trabalho renovador do
planejamento urbano.Além dis-
so, temos que lembrar sempre
de nossa maior atividade produ-
tiva que é a pesca. Faço questão
de tratar pessoalmente deste
assunto,poisnãoépossívelfalar
em Passo de Torres sem falar do
pescador, já que 60% a 70% da
nossa economia está ligada ao
setor pesqueiro.
- Qual a sua visão para a ge-
ração de emprego e renda?
Jonas: Vamos trabalhar
para atrair investidores. Passo
de Torres está sendo vista como
local de prosperidade e futuro,
principalmente pelo ramo
imobiliário e vários loteamen-
tos estão sendo construídos.
Precisamos remodelar o setor
de planejamento, dando mais
eficiência a quem quer inves-
tir. Precisamos urgentemente
buscar saneamento básico, que
pode atrair a construção civil
instalada em Torres também
para Passo, fazendo a eco-
nomia girar e beneficiando a
todos. Temos ainda um plano
de fortalecimento do comércio
local, a ser discutido com os
comerciantes.
- Existe alguma obra ou pro-
jeto da atual gestão que o se-
nhor dará continuidade caso
seja eleito?
Jonas: O que é bom deve
permanecerealgumasaçõesconti-
nuarão,comoaspavimentaçõesde
ruas,quesãonecessáriasevamos
continuar fazendo. Porém, Passo
precisa de mais, precisa ganhar
umardeurbanização,quemchega
nacidadetemqueencherosolhos.
- Que papel os partidos da
sua coligação e o seu vice
terão em um governo seu, se
o senhor for eleito?
Jonas: Nosso governo tem
a p r o p o s -
ta de fazer
uma aliança
com o povo,
sendo um go-
verno aberto
e transparente. O uso dos
recursos será discutido com as
comunidades e os partidos que
se irmanaram a nós é por acre-
ditar que esta administração
vai dar certo. Todos estão enga-
jados neste projeto e sabem que
faremos um governo muito pé
no chão, sem enganação.
- Como a prefeitura pode co-
laborar com dois problemas
que hoje assustam a popu-
lação: a criminalidade e as
drogas?
Jonas: Passo de Torres
tem alguns agravantes em
relação a segurança pública. É
uma divisa de estado e a Bri-
gada Militar gaúcha é muito
ativa. Passo, por outro lado,
tem falta de efetivo policial.
A Polícia Civil precisa de pelo
menos mais cinco pessoas, e
a PM às vezes tem um único
policial trabalhando. Diante
disso, já viemos a cerca de dois
anos em busca de reforço para
o efetivo, junto com os demais
vereadores. Estaremos for-
talecendo essa reivindicação
e algumas ações que podem
ajudar na prevenção, como
a instalação de câmeras de
monitoramento.
Outra questão é que os
municípios litorâneos crescem
mais do que os de interior.
Passo está crescendo muito, e
isso traz muitas coisas boas,
mas problemas também.
Quanto as drogas, fa-
remos um trabalho de edu-
cação e fortalecimento das
famílias, queremos trazer
a família pra escola. Onde
tem família com problema, os
filhos podem entrar por cami-
nhos não muito certos. O que
o poder púb lico municipal
pode fazer ainda é trabalhar
a questão social.
- Como o senhor pensa em
desenvolver o turismo?
Jonas: Nós temos um mu-
nicípio com potencial enorme,
com praias, lagoas, rios, pró-
ximo a BR 101 e a serra, e ao
lado de uma cidade conhecida
internacionalmente, que é Tor-
res. Por isso, temos que nos
estruturar, ter saneamento é
muito importante, sinalização
dos pontos turísticos, e fazer
um trabalho de marketing e
divulgação eficiente. Temos
possibilidade de desenvolver
o turismo rural e a pesca de
lazer. Precisamos potenciali-
zar as ações e transformar a
beleza do nosso município em
produto turístico, e vamos,
com dedicação, estuturar este
setor.
- Quanto a Bella Torres, o que
o senhor planeja?
Jonas: Temos um projeto
integrado, em que o município
é tratado de forma igual. Jun-
to com Bella Torres podemos
citar também a Lagoa da
Tapera. Nos comprometemos
a fazer a limpeza e manu-
tenção dos balneários o ano
todo. Bella Torres tem uma
associação de moradores que
trabalha bastante e vamos
ser parceiros dela e de outras
entidades, organizando um
calendário de eventos e de
melhorias.
- Por que o eleitor de Passo de
Torres este ano deve votar na
oposição?
Jonas: Nossa candidatura
representa um governo mais
ético, justo e humano. O eleitor
quer algo novo e tem esperança
em nosso projeto de construção
de uma sociedade melhor.
Geral6 Correio do Sul
Terça-feira,
27 de setembro de 2016
Publicações legais:
tomaz@grupocorreiodosul.com.br
Financeiro
financeiro@grupocorreiodosul.com.br
Comercial:
l48l 3533.0870
comercial@grupocorreiodosul.com.br
Diretor Geral
Jabson Muller
l48l 9955.5313
diretor@grupocorreiodosul.com.br
Diagramação/Arte:
correiodosul@grupocorreiodosul.com.br
Sul Gráfica
sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br
Redação:
editor@grupocorreiodosul.com.br
Radio 93FM
radio93fm@grupocorreiodosul.com.br
Circulação/Assinatura
l48l 3533.0870
assinaturas@grupocorreiodosul.com.br
Plano para fomentar o Turismo
A
Rota Estratégica de Turismo, planejamento do setor para os próxi-
mos seis anos, foi lançada ontem, em Florianópolis. O trabalho resul-
ta da parceria da Federação das Indústrias (Fiesc), com a Federação
do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-SC) e Sebrae-SC, e
faz parte do Programa de Desenvolvimento Industrial Catarinense (PDIC
2022). Participaram do ato os presidentes das duas federações, Glauco José
Côrte e Bruno Breithaup, respectivamente, e o superintendente do Sebrae-
-SC, Carlos Guilherme Zigelli, com a presença do presidente da Embratur,
o catarinense Vinícius Lummertz, e do secretário de Estado da área, Filipe
Mello. O coordenador do trabalho, Sidney Manoel Rodrigues, da Fiesc, ex-
plicou que mais de 100 pessoas participaram do processo de elaboração das
propostas e que industriais de todas as regiões colocaram o Turismo como
setor estratégico para o estado. O levantamento levou em conta alguns desa-
fios, como a competição com outros destinos turísticos, nacionais, regionais e
mundiais, mudança do perfil e da faixa etária dos turistas, exigência por pro-
dutos diferenciados e integração de forças entre agentes e setores. Com base
nisso, foram definidas 503 ações nos segmentos de gestão, informação e co-
nhecimento, infraestrutura, integração, ofertas, pessoas/talentos e políticas
públicas. Ao final do evento, em uma conversa com a Coluna Pelo Estado,
Lummertz, lembrou que ele mesmo coordenou o Plano Nacional de Turismo,
também em um cenário até 2022. “O plano estadual foi muito bem feito,
bem orientado e com uma participação muito densa da sociedade. O que nós
precisamos derivar desse plano é um melhor ambiente de negócios, para que
tenhamos mais investimentos no Turismo de Santa Catarina.”
Gastança x Ganhança Chamou a
atenção do presidente da Embratur, Viní-
cius Lummertz, a presença de apenas um
candidato a prefeito no evento de lança-
mento da Rota do Turismo, mesmo San-
ta Catarina tendo tantos municípios com
vocação turística. Para ele, até em Floria-
nópolis, cujo PIB é formado em 15% pelo
Turismo, ainda é baixo o reconhecimento
sobre os impactos do setor na economia
e na sociedade. “Existe um sentimento
contra o capital, que trata mal o empre-
endedor. É uma ideologização retrógra-
da. A classe empresarial é que mantém
as cidades vivas. Essas eleições são sobre
gastança e eu quero saber de onde vem a
ganhança.”
Reformas 1 O ministro do Trabalho,
Ronaldo Nogueira, participou da reunião
de conselheiros da Fecomércio, a portas
fechadas, antes do evento do Turismo.
Segundo o presidente da entidade, Bruno
Breithaupt, Nogueira falou das mudan-
ças e da modernização pretendida para a
legislação trabalhista com o objetivo de
aumentar a competitividade do produto
nacional. “Ele falou muito em diálogo en-
tre as categorias sindicais, tanto laborais
quanto patronais, para que se construam
as melhores mudanças para o trabalhador
e para o empresariado. Ou não vamos al-
cançar riqueza e tampouco justiça social.”
Reformas 2 Antes da reunião com a
Fecomércio, Ronaldo Nogueira esteve na
Fiesc e recebeu do presidente da entidade,
Glauco José Côrte, um documento com
seis pontos considerados essenciais com
vistas à modernização das relações traba-
lhistas. “As propostas são fundamentais
para que o Brasil tenha mais e melhores
postos de trabalho, cidadania e desenvol-
vimento”, argumentou Côrte.
Falando em Turismo... Será lançada
no dia 6 de outubro, quinta-feira da pró-
xima semana, a Arena Petry, um comple-
xo multiuso já em construção no municí-
pio de São José, na Grande Florianópolis.
Com quase 23 mil m² de área construída,
o empreendimento será o maior comple-
xo turístico do estado e terá capacidade
para receber grandes shows e eventos. A
inauguração está prevista para o primeiro
semestre de 2018.
Com o Sebrae
todo mundo pode.
Por Andréa Leonora
redacao@peloestado.com.br
27/Set/2016
No pé do ouvido
O presidente do PSDB-SC, deputado
Marcos Vieira, confirma neste período
eleitoral a fama de incansável. No final de
semana atingiu 160 municípios visitados
em pouco mais de 30 dias, praticamente
todos onde os tucanos disputam a majori-
tária no próximo domingo. Em boa parte
das visitas, Vieira teve a companhia do
senador Dalirio Beber. Só no sábado e no
domingo, a dupla passou por Santo Ama-
ro da Imperatriz, Itapema, Lages, São
Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste,
Maravilha, Pinhalzinho, Xaxim, Caçador
e Joaçaba. A última semana de campanha
reserva visitas a cidades consideradas es-
tratégicas para o tucanato catarinense.
DivulgaçãoPSDB-SC
Geral 7Correio do Sul
Terça-feira,
27 de setembro de 2016
Zênio (esquerda) e Gilberto ouviram reivindicações dos membros da associação
Associaçãocobracompromissos
Plano de Governo
> SOMBRIO
AAssociação de Assis-
tência e Desenvol-
vimento Integral à Pessoa
com Deficiência de Sombrio
(Aadiped), promoveu nesta
segunda-feira uma reunião
com os candidatos a prefeito
do município. A presidente
da entidade, Lisandra Graeff
Valerim, comentou que o obje-
tivo é levar mais informações
aos associados e conscientizar
os políticos sobre as condições
sociais que os deficientes en-
frentam na cidade. "Uma das
missõesdaAadipedéinformar
aspessoascomdeficiência,por
isso, achamos importante os
candidatos expor o que eles
têm de projetos para elas.
A acessibilidade, a inclusão
escolar e muitas outras coisas
têm que ser olhadas pelos
municipios", ressaltou.
A sala onde se realizou o
encontro ficou lotada, prin-
cipalmente por associados e
familiares de crianças e pes-
soas com deficiência, e muitos
momentos foram de divergên-
cia. Para Rosilane Padilha
Ricardo, mãe de João Paulo,
Pais de crianças com deficiência se reúnem com candidatos a prefeito para reivindicar mais atenção a inclusão
essaéahoradecobrarações
e apontar os problemas.
“Acho muito importante
trazer os candidatos porque
nós temos muitos custos
com essas crianças. Faltam
carros para transportá-las,
e o fornecimento de leite e
fraldas é irregular, então
são várias questões”, disse
Rosilane.
Váriasperguntasforam
feitas aos candidatos Zênio
CardosoeGilbertoOliveira,
mas havia uma coisa que
todos ali queriam: visibili-
dade. “Espero que olhem
mas para nós, tanto para
as crianças quanto para os
pais, pois lutamos muito
por uma vida melhor para
os nossos filhos”, defendeu
Rosilane. Lisandra acres-
centou: “esperamos que os
prefeitos olhem os portado-
res de deficiências, já que
às vezes não encontramos
nada pensado para eles
nos planos de governo”.
A reunião ainda tinha
outros objetivos, como ca-
dastramento de sócios e
apresentação e nomeação
de novos membros da di-
retoria.
O que disseram os can-
didatos:
Gilberto Oliveira
“Achointeressanteessa
mobilizaçãopelofatodeque
é um problema que merece
atenção. É o momento de
firmar compromissos com
essas pessoas especiais,
crianças e suas famílias.
Primeiro é preciso uma
estrutura, com pessoas ca-
pacitadas, comissão junto
a associação, é um assun-
to abrangente na área da
saúde, da educação, então
é necessária haver essa
comunicação com a prefei-
tura.”
Zênio Cardoso
“Acho a iniciativa da
associação importante. É
uma luta constante e as
famílias também são es-
peciais. Temos sempre que
procurar atendê-los da me-
lhorformaporquenós,mui-
tas vezes, não vivenciamos
essas experiências, não nos
colocamos no lugar deles.
Buscamossempreentender
que eles não pedem para si,
mas para pessoas que têm
direitos. Estamos cami-
nhando passo a passo para
dar a eles esses direitos.”
Aline Bauer
Celescentraemgreve
> REGIÃO
Funcionários da Celesc
entraram em greve por
tempo indeterminado em
todo o estado. Ontem foi o
primeiro dia do movimento
e de acordo com o sindicato
da categoria, a adesão foi
grande. Os trabalhado-
res querem reajuste pelo
ICV Dieese mais 2,61%
(totalizando cerca de 10%)
de reposição salarial. A
empresa oferece apenas
4,28% e estaria ameaçando
a retirada de direitos para
os novos trabalhadores.
A Intercel, intersindical
dos sindicatos dos eletri-
citários de todo estado, já
solicitou mediação da Su-
perintendência Regional
do Trabalho e Ministério
Público do Trabalho. Os
trabalhadores realizaram
às 13 horas assembleias
em todo estado para ava-
liar uma proposta apre-
sentada pela companhia,
e deliberaram a continui-
dade do movimento.
Em Sombrio são 22
funcionários paralisa-
dos, atendendo apenas ao
plantão de emergência.
Outubro é a data-base
da categoria, e segundo a
auxiliar administrativo
Melisa Claudino da Cunha,
a última negociação foi bas-
tante difícil. “A gente sabe
que a situação do país está
complicada, mas alguma
coisa precisa beneficiar o
funcionário”, comentou.
Para alguns colaboradores
da empresa, há planos de
privatizar a Celesc e, por
isso, há negligência por
parte da direção. “Não
vamos deixar a popula-
ção ser prejudicada, mas
vamos cobrar nossos di-
reitos. Tem gente que vai
ficar indignada, porém
não estamos lutando ape-
nas por nós. A Celesc está
na mira da privatização e
a companhia está sendo
sucateada”, relatou Joa-
cir Cunha de Carvalho,
eletricista.
No site da empresa,
as orientações são para
que os clientes evitem
atendimento presencial
e resolvam as pendências
através da agência web ou
pelo telefone.
Aline Bauer
Grevistas se reuniram em frente a Celesc de Sombrio
Entretenimento Novelas-Horóscopo-Diversão
Novelas
Sol Nascente -18h
Haja Coração -19h
Velho Chico -21h
C
hica, Vanda e as caiçaras comemoram a volta de seus
maridos e filhos. Ana e Carol estranham a atitude de
Elisa. Hideo, Vittorio, Gaetano e Geppina se surpreen-
dem com a beleza de Milena. Geppina consola Vittorio e o
incentiva a desfrutar o luau com Lenita.
S
afiraavisaqueapoiaráFedora,casoelaaumenteofaturamento
doGrandBazzar.AparíciotentafazerCamilaselembrardeque
estava apaixonada por Giovanni antes de perder a memória.
Vitória avisa a Jéssica que quer Shirlei fora da vida de seu filho o
maisrápidopossível.TamaraconsegueconvencerBetoajantarcom
Penélopeparasereconciliarcomamãe.RodrigoinformaaBetoque
HenriquenãoaceitouoconviteparavoltaratrabalharnaPeripécia.
Rapidinhas
Correio do Sul Sexta-feira, 23 de setembro de 2016
Áries 21/03a20/04
O elemento fogo contribuirá para o bem da sua força de
vontade. Não deve deixar de tomar iniciativa que será a
palavra central para o seu dia. Porém Vênus contribuirá
negativamente para o seu lado mais egoísta.
Leão 21/07a20/08
Sagitário 21/11a20/12
Suafaltaderesponsabilidadepodeviraserelevadadevido
à influência negativa de Mercúrio. Sua energia para per-
sistiremodificarsituaçõesdeveserexploradoomáximo
possível.Nãodeixedebuscaroseusonho.
Gêmeos 21/05a20/06
EstarámaisagitadodevidoumaintervençãodeJúpiterno
decorrerdoseudia.Entraráemcontradiçãocomalgunsde
seusprincípios.Evitefalardemasiadamente,controleseus
impulsos.Marteiráajudarnestaquestão.
Libra 21/09a20/10
Muitasopçõespoderãogerarumaindecisãoouumatomada
de decisão superficial e precipitada. O Sol influenciará de
formamaispesadaqueSaturnoeVênusnestaconstelação.
Devebuscarmudaratravésdasuasociabilidade.
Aquário 21/01a18/02
Touro 21/04a20/05
Despertaráaolongodadiaumasensibilidademuitogrande
para avaliar situações e objetos. Notará falhas com mais fa-
cilidade, o que irá proporcionar melhores resultados. Porém
Plutão lhe deixará muito possessivo.
Virgem 21/08a20/09
Sua capacidade de mudar tende a ser favorável no
andamento do seu dia. Mercúrio será muito útil e con-
vergirá a favor no aspecto emocional e mutável da sua
personalidade. Júpiter tentará empurrá-lo para solidão.
Capricórnio 21/12a20/01
Despertar o lado criativo deve ser explorado, pois no
momentoestáofuscadopelaLua.ÉbombuscaremLeão
essa força criativa e unir com sua capacidade trabalhar.
Evitetambémpensamentospessimistas.
Câncer 21/06a20/07
Irá se apresentar uma pessoa mais cuidadosa em relação
àqueles que são mais próximos. Júpiter irá exaltar essa sua
qualidadetãorelevanteepreciosa.Nãodeixequeainfluência
de Marte atrapalhe a sua vida.
Escorpião 21/10a20/11
Seus sentimentos que estavam aprisionados serão apre-
sentados de forma bem intensa. Urano irá despertar essa
grande transformação no seu momento sentimental.
Procureaproveitaromelhorpossívelessafase.
Peixes 19/02a20/03
RegidoporNetunonestediatodooseuamorpodeserapre-
sentadoparaquemestáaoseulado.Virgemirálhefazerbem
para conquistar novos degraus na sua vida. Irá deixar você
mais a vontade neste dia.
Doreslombarespodemestarligadascomsuascostasque
fazpartedaanatomiadosignodeLeão.Ostresscausado
por sua veemência irá lhe causar indisposição. Tente ser
menosausteroemaiscalmo.
A reunião com pessoas próximas será muito interessante
para desenvolver boas ideias. Tente equilibrar o seu jeito
tranquilo com sua excentricidade. Saturno virá a ser um
fortealiadoparaevoluir.
Helen Ganzarolli recebeu diversos
elogios em sua página no Instagram, nesta
segunda-feira (26). Tudo porque a morena
postou foto em que aparecia usando um
vestido longo estiloso.
Não demorou muito para os fãs apro-
varem o look e ainda elogiarem sua boa
forma esbelta.
“Magrinha, tá diva!”, “Belíssima” e
“arrasou”, foram alguns dos comentários
deixados pelos internautas.
Dois astros do cenário nacional podem
sair premiados no próximo Prêmio Emmy.
A Academia Internacional das Artes & Ci-
ências Televisivas divulgou os indicados à
premiação e o entretenimento da TV Globo
tem seis indicados em cinco categorias.
Entre eles, Grazi Massafera e Alexandre
Nero vão concorrer como Melhor Atriz e
Ator por seus papeis em Verdades Secretas
e A Regra do Jogo, respectivamente. Como
se não bastasse, as duas tramas também
disputam o prêmio de Melhor Novela.
O Zorra Total vai disputar o prêmio de
Melhor Série de Comédia e Os Experientes
de Melhor Minissérie.
B
eatriz e Padre Benício lideram os encontros políticos para
atenderàsdemandasdapopulação.LuziagaranteaPieda-
de que Bento está mais seguro na prisão. Santo encontra
um envelope deixado na sua porta. Olívia discute com Miguel.
Santo leva as fotos tiradas por Martim até Bento. Dalva decide
deixaramansãodosdeSáRibeiro.CíceroconversacomAfrânio
sobre Dalva.
TÂNIA DUARTE
Correio do Sul
Terça-feira,
27 de setembro de 2016
tania@grupocorreiodosul.com.br
facebook.com/tania.duartecoelho
48 3533.0762
Lojas Adelino
em expansão
As Lojas Adelino inauguram
a primeira filial em um shopping
center no dia 4 de outubro.Com um
mix variado de produtos nas linhas
de móveis, eletrodomésticos, eletro-
eletrônicos,entreoutros,anovaloja,
será instalada no Center Shopping
de Araranguá. Ramon Zilli, respon-
sávelpelosetordecomprasdasLojas
Adelino,comentaqueessaseráa19ª
filial do grupo. Durante a trajetória,
a família Zilli, responsável pelo
sucesso das Lojas Adelino, sempre
priorizou um atendimento persona-
lizadoaosseusclientes;mantendo-se
atualizadacomasúltimasnovidades
do mercado, oferecendo as melhores
condições de venda.
Jantar dos Co-
merciários
O 2º Jantar Dançante dos Co-
merciários, organizado pelo Sindi-
cato dos Comerciários do Vale do
Araranguá – Sitracom, acontece
no dia 29 de outubro, no Centro de
Eventos Praiano. O evento oferece-
rá, de forma gratuita aos sócios do
sindicato, buffet acompanhado de
uma ótima trilha sonora, ao som
do DJ JB.
Cooperja
reinaugura loja
Foi reinaugurada na semana
passada a Loja Agropecuária Coo-
perja de Praia Grande. O número
de clientes e o mix de produtos au-
mentaram na mesma proporção e a
antiga estrutura já não comportava
a demanda. Com 1.023m², sendo
347m² apenas de área de venda,
a nova loja está localizada ao lado
da antiga, onde antes estava o Su-
permercado Cooperja. Muito mais
moderna, ampla e confortável para
atender a todos.
Amanda Sasso do blog Fofochic, foi uma das
presenças Vips no Sunset no último sábado (24), na
foto com Márcia Vargas, Marina e Kátia Maragno, esta
colunista e Claudia Caporal.
Gilvan Simão e Queli Machado casaram-se no
último sábado (24), na foto com a filha Júlia.
Parabéns!!!
Thaeme & Thiago fizeram
muitas selfs com a galera!
Mais uma do Sunset... Izabel Daboit, esta
colunista, Geisiane Coelho, Cintia Fontana e Priscila
Santos, festa ótima!
A aniversariante de sábado (24), Kátia Maragno,
comemorou no Sunset, rodeada pela amiga Lucy Zilli e
a irmã Claudia Caporal. Parabéns amiga!
Especial10 Correio do Sul
Terça-feira,
27 de setembro de 2016
Data incentiva ato de solidariedade que pode mudar vidas. Correio do Sul conta duas histórias, de pessoas que passaram por transplantes e tiveram a chance de recomeçar
As pessoas disseram sim e eu renasci
Valdinei Bitencourt Tomas
usados para transplante
são: pulmões, pâncreas,
rins, fígado, intestino, estô-
mago, medula óssea, ossos,
pele, coração e córneas.
Caso todos os seus ór-
gãos sejam doados, um
único doador com morte
encefálica é capaz de aju-
dar até 25 pessoas. Preci-
saríamos de 63 mil órgãos
para acabar com a fila de
espera no Brasil. Porém,
o país só consegue captar
pouco mais de mil órgãos
ao ano (isso sem contar a
córnea que, na verdade, é
um tecido).
O Correio do Sul co-
nheceu duas histórias emo-
rem, mas depois, com
o tempo, passa a levar
a vida normal e até
esquece. Na primeira
vez que me ligaram
foi às 11 da manhã
e tinha que estar em
Blumenau ao meio-dia,
mas não tinha como, já
que daqui lá são cinco
horas de viagem. No
dia 22 de julho me liga-
ram de madrugada me
dizendo que tinha um
rim para mim. Acordei
minha sogra, cunhada,
deixei minha filha com
elas e fui. Naquele dia,
outra pessoa recebeu
o outro rim do mesmo
doador que eu, mas ela
não resistiu. Quando
acordei, tinha muita
dor. Minha coluna in-
comodavamuito,talvez
pela posição na cama.
Eu urinava cerca de
cinco litros por dia no
começo. E tinha que re-
por isso bebendo água.
Era muito complicado.
Eu tomava só água
mineral. A dieta era
bem diferenciada, e
eu era acompanhado
direto pela nutricio-
nista. Eu não levo uma
vida normal porque os
remédios que eu tomei
deixaram consequên-
cias. Não posso pegar
sol sem protetor solar,
pois posso ter câncer, e
tem ainda vários medi-
camentos que eu tomo.
Sei pouca coisa do meu
doador, que descobri
por acaso. Sei que era
> REGIÃO
Vinte e sete de
setembro é Dia
Nacional da Doação de
Órgãos e Tecidos. Segundo
especialistas,transplante é
o ato de colher um órgão,
membro, tecido ou células
vivas de um doador para
um receptor com o objetivo
de restaurar uma função
perdida. Portanto, doação
de órgãos é a remoção de
órgão de um doador vivo
ou morto há pouquíssimo
tempo para um receptor.
Os órgãos e tecidos mais
“Eu estava pintan-
do uma igreja, e subiu
minha pressão. Fui ao
médico e ele me medi-
cou e mandou fazer al-
guns exames. Fiz mas
não consegui mostrar
os resultados para o clí-
nico geral, quem mos-
troufoiminhacunhada
que trabalha no posto
de saúde. Ele olhou e
me mandou na hora
para a hemodiálise.
Fui para Criciúma e fiz
tratamentos com cor-
ticóide, fiquei bem in-
chado, fiz uma biópsia
renal, me deu hemor-
ragia, fiquei desacor-
dado alguns minutos,
fiz quimioterapia para
estabilizar a doença,
queeraautoimune.Em
11 de março de 2013
eu fiz minha primeira
sessão de hemodiálise.
No meu caso, o rim
funcionava, eliminava
a urina, só não filtra-
va o sangue. O come-
ço da hemodiálise foi
horrível. Dos dez que
estavam lutando co-
migo, só eu e mais um
sobrevivemos. Fiquei
um ano, quatro meses
e onze dias na fila de
espera. Eu ficava na
expectativa por que
sabia de histórias de
pessoas que entravam
num dia e saíam no
outro da fila, e também
de gente que ficava 20
anos na hemodiálise.
No começo a gente fica
esperando eles liga-
HojeéDiaNacionaldaDoaçãodeÓrgãoseTecidos
Uma Boa Causa
Aline Bauer cionantes de pessoas que
precisaram recorrer ao
transplante para continuar
a viver com qualidade. A
primeira é de Valdinei Bit-
tencourt Tomas, morador
de São João do Sul, num
certo dia, descobriu que
tinha Nefropatia por IGA,
uma doença autoimune, e
por isso, precisava de um
transplante para continuar
vivendo. Junto com a filha
e a esposa, ele contou passo
a passo, como foi a jornada
até o dia do transplante.
Asegunda história é de
Danielle Martins, que foi
salva da cegueira graças a
uma córnea doada.
um senhor de São José,
de48anos,trabalhador
da construção civil e
que tinha falecido de
AVC. Porém, eles não
falam, para não criar
vínculos.Éummomen-
to difícil. É alguém com
48 anos, jovem, talvez
com uma filha da idade
da minha, e, por causa
daquelas pessoas, que
disseram um sim, foi
queeurecebiorim.Um
dos meus irmãos ia ser
meu doador, nós dois
somos idênticos gene-
ticamente, porém ele
tem um probleminha
em uma das veias e o
médico decidiu esperar
um pouco mais pela
fila. O doador vivo é
mais complicado. Fi-
quei 11 dias no hos-
pital e outros 20 em
um apartamento. No
primeiro mês, precisa
fazer exames duas ve-
zes por semana para
controlar a medica-
ção. A gente fica com
medo, já que algumas
pessoas morrem pela
rejeição. Mas, no fim,
da minha turma dos
que estavam doentes,
quem sobreviveu foi
quem fez transplante.
Me sinto feliz em estar
bem, em ter minha fi-
lha, minha esposa que
estão sempre comigo
e em saber que outra
pessoa, mesmo fale-
cendo, ajudou outras
pessoas que estavam
precisando.”
Especial 11Correio do Sul
Terça-feira,
27 de setembro de 2016
Data incentiva ato de solidariedade que pode mudar vidas. Correio do Sul conta duas histórias, de pessoas que passaram por transplantes e tiveram a chance de recomeçar
Vendo a vida com outros olhos
Danielle Martins
Sombrio
que foi que houve.
Meu colírio só ti-
nha em Porto Ale-
gre, eu comecei a
ficar irritada, cada
vez mais triste, não
queria que nin-
guém perguntasse
nada, não queria
comer, não queria
que ninguém viesse
na minha casa, não
levantava a cabeça,
inflamou meu olho,
que ficava sempre
inchado, enfim, eu
via que tudo estava
piorando, que cada
dia era pior. Depois
de 40 dias de trata-
mento com colírio,
pensamos em uma
segunda opinião.
Fomos a Joinville e
lá o médico me disse
que minha córnea
estava perfurada e
que eu estava per-
dendo líquido. Ele
fez uma colagem e
mandou que eu vol-
tasse a Criciúma e
fosse encaminhada
a um transplante
urgente. Eu nem
fiquei na fila. Cinco
dias depois, recebi o
transplante, no dia
18 de dezembro. O
que sei do meu doa-
dor é que ele era um
rapaz de 20 anos,
morador de Curi-
tiba e que morreu
de acidente. No dia
de Natal, abri os
olhos e agradeci a
Deus por estar en-
“Tudo começou
do nada. Em uma
sexta-feira cheguei
em casa com os
olhos lacrimejando
e doendo. Lavei os
olhos e não dor-
mi a noite inteira.
Fui na farmácia no
outro dia e me de-
ram colírio, porém,
não resolveu. Fui a
um oftalmologista
em Sombrio e ele
diagnosticou meu
problema como her-
pes. Tratamos como
herpes, no início,
mas minha córnea
começou a esbran-
quiçar. Percebi que
estava perdendo
a visão. O médico
então me encami-
nhou para Porto
Alegre. Mudei de
oftalmologista, mas
continuei tratando
como herpes. Nes-
sa parte já era um
olho só, o outro nor-
malizou. O médico
pensou que era um
fungo. Um mês de-
pois, o médico lavou
as mãos do meu
caso e me mandou
para Criciúma. O
especialista disse
que minha córnea
estava bem debi-
litada e que seria
difícil reverter. Eu
ia três vezes por
semana para Cri-
ciúma. Os exames
nunca deram nada,
até hoje não sei o
HojeéDiaNacionaldaDoaçãodeÓrgãoseTecidos
Uma Boa Causa
xergando e sem dor.
A cirurgia foi fecha-
da com 18 pontos.
Pode ser que não
rejeite nunca ou
que rejeite daqui
há dez anos.Tudo
foi muito rápido
e muito intenso.
O transplante vai
completar quatro
anos em dezembro.
Tenho que ir de seis
em seis meses ao
médico para saber
se está se alinhan-
do. Minha família
inteira é doadora
de córnea, minha
outra também pode
doar. Sobre o que
dizem, não muda
a cor nem nada,
é u m a p e l í c u l a
transparente. Às
vezes eu penso que
Graças a Deus que
deu tudo certo. Na
época, amigas pe-
garam saíram pela
rua para pedir aju-
da, foi um momento
que vi que tinha
muita gente que
realmente gosta-
va de mim. Minha
vida mudou, minha
forma de pensar
também. Hoje eu
penso muito que
q u a n d o a l g u é m
falecer, a família
deve doar,pois isso
salva vidas. Hoje
sou mais tranquila,
mais confiante que
tudo vai passar”.
Publicidade12 Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016 Segurança 13Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016
entorpecentes.
A Vila Samaria fica
localizada no Centro de
Araranguá e conforme Gi-
raldi, ele e seus policiais já
tinham conhecimento de
que a maioria dos pedin-
tes, que circulam pela área
central da cidade, costuma
ir até o local para comprar
droga.
Segundo o delegado,
após investigação, os poli-
ciais da DIC descobriram
> ARARANGUÁ
Após várias incur-
sõesnaVilaSama-
ria, mais conhecida como
Buraco Quente, agentes
da DIC de Araranguá, co-
ordenados pelo delegado
Jorge Giraldi, prenderam
na tarde desta segunda-
-feira, Natal Albino, de 46
anos, natural de Tijucas,
pelo crime de tráfico de
DICestouraQGnaVilaSamaria
PMprendehomemcomdrogas
Veículo capota na
marginal da BR
Ladrões largam
cofre em milharal
Tráfico
Giraldi comemora prisão e grande apreensão de droga
Natal foi preso durante operação na Vila Samaria
que nos fundos da Vila Sa-
maria havia uma casa,
de propriedade de Na-
tal, que seria o Quartel
General da Droga. Na
casa foi encontrado um
tijolo de 530 gramas de
maconha e dez compri-
midos de ecstasy. Além
de Natal, estava no QG
da Droga um adolescen-
te de 17 anos, um usu-
ário que pulou o muro
e conseguiu fugir dos
policiais e mais duas
testemunhas, um menor
e outro maior de idade.
O adolescente tinha
saído no mesmo dia do
Centro de Atendimento
Sócio Educativo Provi-
sório (Casep) de Lages,
onde cumpria pena por
envolvimento em uma
> ARARANGUÁ
P o r v o l t a d a s
2h10min desta segunda-
-feira, a Polícia Militar
de Araranguá prendeu
um homem de 30 anos
portando 24,9 gramas
de maconha, oito com-
primidos de ecstasy e
15 gramas de cocaína.
O homem estava em um
Fiat Uno cinza, com pla-
cas deAraranguá, parado
na marginal da BR-101,
em frente a uma casa
> MARACAJÁ
Um acidente de trân-
sito foi registrado em
Maracajá, na madruga-
da desta segunda-feira,
quando o motorista de
um Honda Civic, com
placas de Içara, perdeu o
controle do veículo e ca-
potou próximo ao elevado
da Vila Beatriz, por volta
de 1h45min.
O capotamento acon-
teceu na marginal da BR-
101 e além do motorista
havia um caroneiro no
Civic. As vítimas foram
> J. MACHADO
Como diriam os ve-
lhos frequentadores do
tradicional tradicional
bar da esquina, se foi o
tempo em que Jacinto
Machado era conhecida
como um cidade pacata.
Hoje a cidade, como as
demais da região, está
na mira dos marginais.
Na madrugada desta
segunda- feira, dois fur-
tos resultaram em mais
de R$ 7 mil de prejuízo
para os proprietários de
dois estabelecimentos
comerciais. Segundo a
Polícia Militar, um dos
comércios furtados foi
uma joalheria, de onde
foram levados 50 conjun-
tos de joias e mais uns
130 pares de brinco. Nem
as peças de clientes que
estavam para ser conser-
Gislaine Fontoura
Gislaine Fontoura
tentativa de homicídio.
O jovem foi novamente
autuado por Giraldi,
desta vez pelo tráfico,
e com ele os policiais
apreenderam R$ 44,00
em dinheiro.
Segundo o delegado,
foi a maior apreensão
de maconha nos últimos
tempos que ele lembra
ter feito na Vila Sa-
maria. “Normalmente
a gente apreende em
quantidades menores,
como ali há uma certa
vigilância por parte de
olheiros dos traficantes,
é mais difícil a apreensão,
mas hoje nós chegamos no
momento exato na casa,
onde eles costumam picar
a droga, para entregar aos
usuários”, comemorou.
noturna, no bairro Mato
Alto, quando foi abordado
pelos militares.
Após a abordagem,
os policiais realizaram a
busca veicular e encon-
traram a droga no inte-
rior do automóvel, dando
voz de prisão ao homem,
que foi encaminhado à
Central de Polícia. Além
da droga, o acusado es-
tava com R$ 162,60 em
dinheiro, que segundo
a PM, é proveniente da
venda de drogas.
atendidas pelo Corpo de
Bombeiros deAraranguá.
Segundo informações
dos socorristas, o moto-
rista não apresentava
ferimentos aparentes e se
queixava de dores no pei-
to, já o caroneiro, estava
com um corte no crânio,
parte posterior e dores
na perna direita. Ambos
estavam fora do automó-
vel quando os bombeiros
chegaram.
As vítimas foram en-
caminhadas ao Hospital
Regional de Araranguá,
após atendimento pré-
-hospitalar.
tadas foram poupadas.
Os donos só tive-
ram conhecimento do
arrombamento quan-
do chegaram pela ma-
nhã para trabalhae e
se depararam com a
bagunça,muita mer-
cadoria fora do lu-
gar e deram falta dos
produtos. Mais tarde,
o cofre da loja e al-
gumas joias foram
encontrados no meio
de um milharal em
Santa Rosa do Sul.
Ainda na madru-
gada de ontem, uma
agropecuária foi ar-
rombada e os ban-
didos levaram cin-
co carabinas, entre
outros produtos. A
polícia acredita que
os mesmos ladrões
estiveram nos dois
estabelecimentos.
Publicidade14 Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016 Publicidade 15Correio do Sul
Ter;a-Feira,
27 de setembro de 2016
O dia das crianças está chegando e a tay tay
brinquedos está com muitas novidades esperando por
você como: Baby alive, avengers, hot wheels, Barbie,
Polly, Shopkins, jogos da estrela, legos, motocas,
patinetes e muitos outros brinquedos que fazem a
cabeça da criançada!
E tem mais no dia 08/09 venha a até a loja vai ter tem
palhaço, brincadeiras, cama elástica, piscina de
bolinha e muita diversão ... Traga seu filho, seu neto,
seu sobrinho, afilhado, seu vizinho... para se divertir na
Tay Tay brinquedos
Dia das crianças é na Tay Tay as crianças se divertem
e você encontra os melhores preços e condições!!!
Presentei aquele que faz a sua vida todo dia mais
colorida, divertida e feliz!!!
Av. Nereu Ramos 339, Centro, Sombrio-SC
Tay Tay Brinquedos
48 3533-1071 48 9927-1071
DIA DAS CRIANÇAS NA TAY TAY BRINQUEDOS!!DIA DAS CRIANÇAS NA TAY TAY BRINQUEDOS!!
até
6Xno Cartão
Dias 8,10 e 11 a Tay Tay brinquedos estará aberta das 8:00 às 20:00 sem fechar ao meio dia!!!
Geral16 Correio do Sul
Terça-Feira,
27 de setembro de 2016
OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA COMARCA DE SOMBRIO/SC
EDITAL DE LOTEAMENTO
Raquel Lemos da Costa Amorim, Oficial Titular do Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Sombrio, Estado de Santa Catarina,
na forma da Lei,
FAZ PÚBLICO, para ciência dos interessados, em cumprimento ao disposto no artigo 19, § 3º da Lei 6.766 de 19/12/1979, que os
proprietários, EZEQUIEL DOS SANTOS BARBOSA, RG 3.628.157-SESPDC/SC, CPF 000.624.779-27, nascido em 12/12/1977, motorista,
casado(a) pelo Regime da Comunhão Parcial de Bens, na vigência da Lei 6.515/77, com CHALIMAR PEDRO BARBOSA, RG 4.568.976-
SESPDC/SC, CPF 032.344.589-60, nascida em 02/09/1981, do lar, brasileiros, residentes e domiciliados na Rua Dr. Antônio Botini, número 179,
Centro, Sombrio/SC; e JOSÉ ANTÔNIO BARBOSA, RG 3.649.342-SSP/SC, CPF 003.739.629-32, brasileiro, nascido em 15/12/1979,
divorciado, autônomo, residente e domiciliado na Rua Dr. Antônio Botini, número 179, Bairro Centro, Sombrio/SC, depositaram, nesta serventia,
o projeto e demais documentos exigidos por lei para registro do “LOTEAMENTO SANTO ANTÔNIO III”, referente ao imóvel situado no
perímetro urbano do Município de Balneário Gaivota, na localidade Lagoa de Fora, às margens da Rodovia José Tiscoski (SC 485), com a área de
40.117,761m², matriculado sob nº 65.735, do Livro 2-Registro Geral, desta Serventia.
Conforme projeto aprovado sob número 02/2010, em 09/03/2016, pela Prefeitura do Município de Balneário Gaivota, o loteamento será
composto por 73 (setenta e três) lotes urbanos, 02 (duas) Áreas Verdes localizadas nas quadras E e H; 04 (quatro) Áreas de Utilidade Pública,
localizadas nas quadras FF, GG, HH e H; e 08 (oito) vias públicas, conforme croqui abaixo exposto.
O loteamento foi licenciado pelo órgão ambiental FATMA – Fundação do Meio Ambiente, conforme Licença Ambiental de Operação - LAO
número 6906/2015, datada de 18/12/2015, instruída com o Ofício 207/2016, de 18/03/2016, e Ofício 703/2016, de 29/07/2016, e examinado, com
parecer favorável do representante do Ministério Público do Estado de Santa Catarina/SC, em 15/09/2016.
Havendo impugnações, estas deverão ser apresentadas no Ofício de Registro de Imóveis de Sombrio, localizado na Avenida Nereu
Ramos, nº 418, Centro, 4º andar do Edifício Centro Profissional de Santa Catarina, Sombrio/SC, durante o horário de expediente, dentro do prazo
legal de 15 (quinze) dias, a contar da data da última publicação deste edital, o qual será publicado em 3 (três) dias consecutivos. Não havendo
impugnações, será feito de imediato o registro do loteamento.
Publicidade 17Correio do Sul
Ter;a-Feira,
27 de setembro de 2016
Preços e condições de financiamento válidos até 30/09/2016 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. Ka SE 1.0 2017 (cat KCC7) a partir de R$ 39.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 25.993,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 828,00 na
modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 40.897,50. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,67% a.m. e 8,34% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ka SEL 1.0 2017 (cat KEA7)
a partir de R$ 46.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 70% de entrada (R$ 32.893,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 627,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$
47.941,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 26/08/2016 a partir de 0,53% a.m. e 6,54% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ka+ SE 1.0 2017 (cat ZCC7) a partir de R$ 42.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 27.943,50) e saldo em 18 parcelas
mensais de R$ 888,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 43.927,50. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,64% a.m. e 8,01% a.a., por meio do Programa Ford Credit.
Ka+ SEL 1.0 2017 (cat ZEA7) a partir de R$ 49.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 70% de entrada (R$ 34.993,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 667,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF).
Valor total a prazo de R$ 51.001,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 26/08/2016 a partir de 0,53% a.m. e 6,53% a.a., por meio do Programa Ford Credit. New Fiesta Hatch SE 1.6 2017 (cat RCA7) a partir de R$ 48.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 0,00% a.a, 60% de entrada
(R$ 29.394,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 863,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 50.106,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,45% a.m. e 5,51%
a.a., por meio do Programa Ford Credit. New Fiesta Hatch SEL 1.6 2017 (cat RCB7) a partir de R$ 55.790,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 0,00% a.a, 60% de entrada (R$ 33.474,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 979,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da
1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 56.970,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,42% a.m. e 5,11% a.a., por meio do Programa Ford Credit. EcoSport FreeStyle 1.6 2017 (cat EFA7) a partir de R$ 69.990,00 à vista ou financiado com
taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 41.994,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 1.222,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 71.322,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data
de 25/08/2016 a partir de 0,38% a.m. e 4,60% a.a., por meio do Programa Ford Credit. EcoSport SE 1.6 2017 (cat ECG7) a partir de R$ 65.300,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 39.180,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 1.142,00 na modalidade CDC
com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 66.588,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 26/08/2016 a partir de 0,39% a.m. e 4,77% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Focus Fastback SE Plus 2.0 AT 2016 (cat
RDJ6) a partir de R$ 76.990 à vista. Focus SE Plus 1.6 2016 (cat QBN6) a partir de R$ 69.990,00 à vista.Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pelo Distribuidor. Sujeito à aprovação de crédito. O valor de composição do CET
poderá sofrer alteração, quando da data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente, custos de Registros de Cartórios variáveis de acordo com a UF (não incluso no valor das parcelas e no cálculo da CET) na data da contratação. Contratos de Financiamento
e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Valores válidos para cores sólidas. Frete incluso.
*Promoçãoválidaaté30desetembrode2016ouenquantoduraremosestoques.
Na cidade, somos todos pedestres.
Av. Centenário, 6000. Próspera
CRICIÚMA
(48) 3461.6000
R. Ascendino Moraes de Sá, 991
ARARANGUÁ
(48) 3521.2200
Preços e condições de financiamento válidos até 30/09/2016 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. Ka SE 1.0 2017 (cat KCC7) a partir de R$ 39.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 25.993,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 828,00 na
APROVEITE E FAÇA UM
TEST DRIVE
NA NOVA RANGER!
Preços e condições de financiamento válidos até 30/09/2016 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. Ka SE 1.0 2017 (cat KCC7) a partir de R$ 39.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 25.993,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 828,00 na
Focus SE Plus
Confira os outros
modelos da linha.
2016
(CAT QBN6)
à vista
a partir de
R$ 69.990,00
EcoSport 1.6
Confira os outros
modelos da linha.
2017
(CAT ECG7)
à vista
a partir de
R$ 65.300,00
New Fiesta
Hatch 1.6
Confira os outros
modelos da linha.
2017
(CAT RCA7)
à vista
a partir de
R$ 48.990,00
Novo Ka 1.0
Confira os outros
modelos da linha.
2017
(CAT KCC7)
à vista
a partir de
R$ 39.990,00
Focus SE Plus
à vista69.990,00
69.990,00
69.990,
Confira os outros
modelos da linha.
(CAT ECG7)
a partir de
R$ 65.300,
*Promoçãoválidaaté30desetembrode2016ouenquantoduraremosestoques.
Confira os outros
modelos da linha.
à vista48.990,00
48.990,00
48.990,
Confira os outros
modelos da linha.
(CAT KCC7)
a partir de
R$ 39.990,
PROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTO
Chegouaprimavera,ecomelaosmelhorespreços*
!
anos
Terça-feira, 27 de setembro de 2016
> ESTADO
Ofutsal de San-
t a C a t a r i n a
nos Jogos Escolares
da Juventude, 12 a
14 anos, em João Pes-
soa, na Paraíba, está
sendo a sensação do
torneio. O time do Co-
légio Rogacionista Pio
II, de Criciúma, fez
dois jogos com duas
goleadas. A primeira,
na estreia no domingo,
fez um 5 a 0 diante
Escola Estadual João
Gabo Sobrinho, de São
Paulo. Nesta segunda,
aplicou uma goleada
de 10 a 0 sobre IMEC
Instituto Metodista,
do Rio Grande do Sul.
Em dois jogos são
15 gols e nenhum so-
Futebolfemininoédestaque
09-31-63-69-70CONCURSO
4.193
QUINA 26/09
frido o que lhe garan-
tiu vaga na semifinal.
A partida desta terça,
27, contra o Paraná só
servirá para a defini-
ção do primeiro lugar
da chave. Mas, segun-
do o treinador será o
jogo mais difícil, já que
o adverário é bastante
qualificado.
Para o técnico Mar-
celo Just o segredo do
10-30-36-40-44-60
CONCURSO
1.860
MEGA SENA
24/09
time é o conjunto. “Es-
sas meninas já estão
há três anos comigo.
É uma equipe que tem
várias formas de jogar.
Se é jogo para toque de
bola, jogamos assim.
Se é para jogar mar-
cando atrás também
fazemos. Se é para
fazer o pivô também
podemos jogar desta
maneira”, explica o
treinador.
Até o momento a
pivô Paulinha está
sendo a destaque do
time com seis gols.
“Ela é uma atleta mui-
to habilidosa, rápida,
não é qualquer uma
que consegue marcá-
-la”, Elogia Marcelo
Justo.
E no grupo todas
podem ser considera-
das titulares, pois a
qualidade técnica é
alta e o rodízio duran-
te a partida é cons-
tante. Assim, Pauli-
nha, Rafa, Kemili, Rai,
Shai, Gabi, Lara e
Hagta têm tudo para
serem campeãs brasi-
leiras escolar e marcar
seus nomes na história
no esporte de Santa
Catarina.
Política 19Correio do Sul
Terça-Feira
27 de setembro de 2016
> SOMBRIO
Ma i s u m d o -
m i n g o d e
competição foi reali-
zado em Sombrio, com
jogos nas categorias
de base sub 17, em que
Amjasedestacaemcompetição
Central Gre-Nal analisa
momento da Dupla
o Gaivotense venceu o
Argafit por 2 x 1. Tam-
bém rolou o jogo do sub
14, que por sinal foi o
destaque do dia, pela
grande quantidade de
gols. O time da Amja
destacou-se, marcan-
do 4 gols contra o São
Luís, que acabou não
balançando a rede do
adversário nenhuma
vez. Mérito dos joga-
dores e do professor
Sérgio Ricardo, que
está fazendo um ótimo
trabalho com os meni-
nos no esporte.
> PORTO ALEGRE
Uma vitória e uma
derrota, ainda assim si-
tuações ruins no returno
do Campeonato Brasilei-
ro. O Grêmio encerrou
um jejum de sete jogos
sem vencer e ganhou da
Chapecoense por 1 a 0
nestedomingo,naArena.
Já o Inter perdeu para o
Atlético-MG, no Indepen-
dência, por 3 a 1 e viu sua
situaçãosecomplicarainda
mais na parte debaixo da
tabela. Tudo isso foi tema
do Central Gre-Nal desta
segunda-feira.
O programa foi apre-
sentado pelo repórter do
GloboEsporte.com, Edu-
ardo Moura, e teve a par-
ticipação do comentarista
da Rádio Gaúcha, Gustavo
Fogaça, do repórter do Glo-
boEsporte.com, Eduardo
Deconto, e do comentarista
daRBSTV,MárcioChagas.
O Central Gre-Nal vai
ao ar, ao vivo, em todas as
segundas-feiras, às 14h
(excepcionalmentenaspró-
ximas quatro semanas).
São 15 minutos de opinião,
análiseeinformaçõessobre
oGrêmioeoutros15minu-
tos sobre o Inter.
TERÇA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2016

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal digital 16 de janeiro de 2017
Jornal digital   16 de janeiro de 2017Jornal digital   16 de janeiro de 2017
Jornal digital 16 de janeiro de 2017Jornal Correio do Sul
 

Mais procurados (20)

Jornal digital 16 de janeiro de 2017
Jornal digital   16 de janeiro de 2017Jornal digital   16 de janeiro de 2017
Jornal digital 16 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 4940_qui_16062016
Jornal digital 4940_qui_16062016Jornal digital 4940_qui_16062016
Jornal digital 4940_qui_16062016
 
Jornal digital 26 06-17
Jornal digital 26 06-17Jornal digital 26 06-17
Jornal digital 26 06-17
 
Jornal digital 4718 sex-24072015
Jornal digital 4718 sex-24072015Jornal digital 4718 sex-24072015
Jornal digital 4718 sex-24072015
 
Jornal digital 08 01-18
Jornal digital 08 01-18Jornal digital 08 01-18
Jornal digital 08 01-18
 
Jornal digital 4956_sex_08072016
Jornal digital 4956_sex_08072016Jornal digital 4956_sex_08072016
Jornal digital 4956_sex_08072016
 
Jornal digital 18 12-17
Jornal digital 18 12-17Jornal digital 18 12-17
Jornal digital 18 12-17
 
Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17
 
Jornal digital 4961_sex_15072016
Jornal digital 4961_sex_15072016Jornal digital 4961_sex_15072016
Jornal digital 4961_sex_15072016
 
Jornal digital 15-03-17
Jornal digital 15-03-17Jornal digital 15-03-17
Jornal digital 15-03-17
 
Jornal digital 4950_qui_30062016
Jornal digital 4950_qui_30062016Jornal digital 4950_qui_30062016
Jornal digital 4950_qui_30062016
 
Jornal digital 17 10-17
Jornal digital 17 10-17Jornal digital 17 10-17
Jornal digital 17 10-17
 
Jornal digital 09 08-17
Jornal digital 09 08-17Jornal digital 09 08-17
Jornal digital 09 08-17
 
Jornal digital 4871_ter_07032016
Jornal digital 4871_ter_07032016Jornal digital 4871_ter_07032016
Jornal digital 4871_ter_07032016
 
Jornal digital 4955_qui_07072016
Jornal digital 4955_qui_07072016Jornal digital 4955_qui_07072016
Jornal digital 4955_qui_07072016
 
Jornal digital 31 08-17
Jornal digital 31 08-17Jornal digital 31 08-17
Jornal digital 31 08-17
 
Jornal digital 4847_seg_01022016
Jornal digital 4847_seg_01022016Jornal digital 4847_seg_01022016
Jornal digital 4847_seg_01022016
 
Diz Jornal - Edição 223
Diz Jornal - Edição 223Diz Jornal - Edição 223
Diz Jornal - Edição 223
 
Jornal digital 4893_sex_08042016
Jornal digital 4893_sex_08042016Jornal digital 4893_sex_08042016
Jornal digital 4893_sex_08042016
 
Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal digital 4973_ter_02082016Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal digital 4973_ter_02082016
 

Destaque (12)

Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal digital 5021 qua_28092016Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal digital 5021 qua_28092016
 
Jornal digital 5003 qua_14092016
Jornal digital 5003 qua_14092016Jornal digital 5003 qua_14092016
Jornal digital 5003 qua_14092016
 
Jornal digital 5015 sex_30092016
Jornal digital 5015 sex_30092016Jornal digital 5015 sex_30092016
Jornal digital 5015 sex_30092016
 
Jornal digital 4883_qui_24032016
Jornal digital 4883_qui_24032016Jornal digital 4883_qui_24032016
Jornal digital 4883_qui_24032016
 
Jornal digital 4881_ter_22032016
Jornal digital 4881_ter_22032016Jornal digital 4881_ter_22032016
Jornal digital 4881_ter_22032016
 
Jornal digital 5007 ter_20092016
Jornal digital 5007 ter_20092016Jornal digital 5007 ter_20092016
Jornal digital 5007 ter_20092016
 
Jornal digital 4988 ter_13092016
Jornal digital 4988 ter_13092016Jornal digital 4988 ter_13092016
Jornal digital 4988 ter_13092016
 
Jornal digital 5011 seg_26092016
Jornal digital 5011 seg_26092016Jornal digital 5011 seg_26092016
Jornal digital 5011 seg_26092016
 
Jornal digital 5008 qua_21092016
Jornal digital 5008 qua_21092016Jornal digital 5008 qua_21092016
Jornal digital 5008 qua_21092016
 
Jornal digital 5006 seg_19092016
Jornal digital 5006 seg_19092016Jornal digital 5006 seg_19092016
Jornal digital 5006 seg_19092016
 
Jornal digital 5014 qui_29092016
Jornal digital 5014 qui_29092016Jornal digital 5014 qui_29092016
Jornal digital 5014 qui_29092016
 
Jornal digital 5049_qua_23112016
Jornal digital 5049_qua_23112016Jornal digital 5049_qua_23112016
Jornal digital 5049_qua_23112016
 

Semelhante a Jornal digital 5012 ter_27092016

Semelhante a Jornal digital 5012 ter_27092016 (20)

Jornal digital 21 09-17
Jornal digital 21 09-17Jornal digital 21 09-17
Jornal digital 21 09-17
 
Jornal digital 14 07-17
Jornal digital 14 07-17Jornal digital 14 07-17
Jornal digital 14 07-17
 
Jornal digital 23-02-17
Jornal digital 23-02-17Jornal digital 23-02-17
Jornal digital 23-02-17
 
Jornal digital 14 06-17
Jornal digital 14 06-17Jornal digital 14 06-17
Jornal digital 14 06-17
 
Jornal digital 27 de janeiro de 2017
Jornal digital   27 de janeiro de 2017Jornal digital   27 de janeiro de 2017
Jornal digital 27 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 4982 seg_15082016
Jornal digital 4982 seg_15082016Jornal digital 4982 seg_15082016
Jornal digital 4982 seg_15082016
 
Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal digital 4958_ter_12072016Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal digital 4958_ter_12072016
 
Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018
 
Jornal digital 21 12-16
Jornal digital 21 12-16Jornal digital 21 12-16
Jornal digital 21 12-16
 
Jornal digital 17 08-17
Jornal digital 17 08-17Jornal digital 17 08-17
Jornal digital 17 08-17
 
Jornal digital 08 12-17
Jornal digital 08 12-17Jornal digital 08 12-17
Jornal digital 08 12-17
 
Jornal digital 5057 seg_05122016
Jornal digital 5057 seg_05122016Jornal digital 5057 seg_05122016
Jornal digital 5057 seg_05122016
 
Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal digital 4992 seg_29082016Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal digital 4992 seg_29082016
 
Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17
 
Jornal digital 01 08-17
Jornal digital 01 08-17Jornal digital 01 08-17
Jornal digital 01 08-17
 
Jornal digital 20 10-17
Jornal digital 20 10-17Jornal digital 20 10-17
Jornal digital 20 10-17
 
Jornal digital 4988 ter_23082016
Jornal digital 4988 ter_23082016Jornal digital 4988 ter_23082016
Jornal digital 4988 ter_23082016
 
Jornal digital 27 12-17
Jornal digital 27 12-17Jornal digital 27 12-17
Jornal digital 27 12-17
 
Diz114
Diz114Diz114
Diz114
 
Jornal digital 24 09-2018
Jornal digital 24 09-2018Jornal digital 24 09-2018
Jornal digital 24 09-2018
 

Mais de Jornal Correio do Sul (20)

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 

Último

Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Maurílio Júnior
 
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas  - Paper Excellence.. -.pdfInvest Minas  - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdfEditora 247
 
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasAção popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasJoaquim de Carvalho
 
Anteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfAnteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfEditora 247
 
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Durango Duarte
 
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Maurílio Júnior
 

Último (6)

Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
Diário Oficial publica convocação de 85 aprovados no concurso da Saúde e Cíce...
 
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas  - Paper Excellence.. -.pdfInvest Minas  - Paper Excellence.. -.pdf
Invest Minas - Paper Excellence.. -.pdf
 
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre EletrobrasAção popular de Requião sobre Eletrobras
Ação popular de Requião sobre Eletrobras
 
Anteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdfAnteprojeto de Lei------------------.pdf
Anteprojeto de Lei------------------.pdf
 
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
Perspectiva Durango: Eleições Manaus 2024
 
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
Novos trechos são liberados para banho após operação 'Praia Limpa', em João P...
 

Jornal digital 5012 ter_27092016

  • 1. Geral Anitarecebeoito indicaçõesem festivaldecinema Filme 3Página Históriasmostramo valordadoaçãodeórgãos Transplantados 10e11Páginas ANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.012 TERÇA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2016 R$ 2,00 www.grupocorreiodosul.com.br Grupo 21º 8º Parcialmente Nublado - Sol entre poucas nuvens. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense R$670,00unitário
  • 2. DisputaemArroiodeixoudeserpolítica Pelo andar da carruagem, tudo leva a crer que o PMDB deverá ser, de fato, o partido com o maior número de prefeitos eleitos na região. A expectativa de que a sigla elegeria oito candidatos, no entanto, não deve se confirmar. O mais provável é que os peemedebistas emplaquem cinco ou seis prefeitos no pleito deste ano. Já o PSD deve eleger entre quatro e cinco candidatos que disputam o comando das prefeituras de nossa região, o que está dentro da meta do partido. O PP mantém a expectativa de eleger quatro ou cinco candidatos, mas o mais provável é que consiga chegar apenas ao comando de três prefeituras. Já o PSDB deve empla- car uma. Uma das incógnitas do pleito deste ano é a bipolarização em Meleiro, com PSB e PSD disputando voto a voto o comando do executivo. Nesta lógica, há a possibilidade de que o PSB eleja pela primeiravezumprefeitoaquinoExtremo Sul. Por fora, de um modo geral, há uma série de outras siglas disputando executi- vos, na teoria, com iguais chances. Afunilando Éticadeocasião Haja crimePrimo e o Samae ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 “Mesmo que não consigamos vencer um desafio ao qual nos propomos, já alcançamos a vitória meramente por termos nos exposto a querê-lo alcançar”. Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 rolando_coelho@hotmail.com (48) 9945.6787 José de Alencar (1829/1877) Escritor brasileiro Repercussão de divulgação de re- sultado de pesquisa eleitoral é algo que mereceria uma tese de mestrado. Via de regra, quem está na frente concorda com o resultado e quem está atrás não o aceita de forma alguma. Isto parece ser uma cláusula pétrea. A situações, no entanto, que soam ao ridículo. Os PP’s de Sombrio e de Balneário Gaivota, por exemplo, possuem uma fortíssima ligação. Nos dois municípios, os progressistas estão para lá de juntos e misturados. Em Gai- vota, de acordo com pesquisa do Incope/ Correio do Sul, registrada no TRE/SC sob o número 01841/2016, o candidato do PP apareceu na frente. Por conta disto, o PP de Gaivota e de Sombrio concordaram plenamente com o resultado da pesquisa. Já em Sombrio, a pesquisa Incope/Cor- reio do Sul, registrada no TRE/SC sob o número 00217/2016, mostrou o candidato do PP atrás. Neste caso, os progressistas dos dois municípios não concordam em absolutocomoresultado.Éafamosaética de ocasião. B alneário Arroio do Sil- va tem protagonizado no pleito eleitoral des- te ano o que pode ser considerado o pior embate político majoritário de toda nossa região. A nítida impressão que se tem é que as discussões alusivas, e necessárias, para as soluções dos problemas do município foram deixadas de lado. Ao invés disto o que se tem visto é um frenético cruzamento de ataques pessoais entre aqueles que defendem a candidatura do vice-prefeito Fer- nando Borges (PP) e, por outro lado, do empresário Juscelino Guimarães, o Mineirinho (PSD). Na semana passada Fernando Borges trouxe à tona uma série de denúncias contra Mineirinho, mos- trando ao grande público o que teria sido o passado nebuloso de seu adver- sário, supostamente ligado a crimes de várias ordens, como assalto a mão armada. Mineirinho se disse redimido de seu passado, alegando que nem sua família sabia de tais fatos aventa- dos por Fernando. Em contrapartida, o candidato progressista disse que só mostrou o passado de Mineirinho porque vinha sendo atacado em sua integridade familiar. De acordo com Fernando, os ataques têm como foco principalmente o fato dele ter estabe- lecido uma segunda união conjugal. “Chegaram a usar uma pessoa sem crédito e sem moral para gravar uma conversa da minha ex-esposa, e mãe dos meus filhos, para colocar nas re- des sociais. Fizeram e fazem isto sem nunca terem pensado como ficariam meus filhos diante de uma exposição como esta, ouvindo sua mãe dizendo coisas horríveis e não verdadeiras (...) Fui atingido primeiro. Meus fi- lhos foram massacrados primeiro”, comentou Fernando. E neste tom tem caminhado a campanha em Arroio do Silva. Por óbvio que ‘a coisa’ é muito mais pesa- da, e, por conta disto, impublicável, até mesmo para que se preserve a condição de dignidade das partes en- volvidas. De todo modo, o que se pode sugerir é que os dois grupos repensem seus atos nesta reta final da campa- nha, tornando-a mais propositiva e menos agressiva. Vale lembrar que existem leis normatizando a participação de candidatos em pleitos eleitorais. Se nenhuma, nem outra candidatura foi enquadrada nestas leis é porque, em princípio, ambas estão apitas a administrar o município. Afora isto, todos os demais fatos são meramen- te ideológicos. Se Mineirinho teve problemas no passado com a justiça, este é um problema que compete a ele digerir, e não a sociedade. Seria dife- rente, por certo, se ele continuasse a cometer atos que infringissem a lei, o que não é o caso. Do mesmo modo, se Fernando teve problemas conjugais, e destes decorreram outras situações, isto é algo que compete a ele resolver, não ao grande público. Toda esta exposição é desnecessá- ria e equivocada. Mais que isto. Em nada contribui para o desenvolvimen- to de Balneário Arroio do Silva, que já tem demandas de mais para ficar se preocupando com a vida particular de seus candidatos. As particularida- des só diriam respeito aos eleitores se estes pudessem ser atingidos, no presente, por elas. Votar em um candidato que fosse um traficante, por exemplo, seria uma temeridade, mas não é uma situação como esta que esta em voga. O que se tem enfa- tizado é o particular, e em política, o particular não nunca deve ser tratado como coletivo. As redes sociais, e em especial o Facebook,estãoinfestadasdecrimeselei- torais.Agrande maioria ligados a criação de perfis falsos, através dos quais se di- vulgaramfatostotalmenteinverídicos.De acordocomaResolução23.457/15doTSE, oanonimatonainternet,comoobjetivode prejudicardeliberadamentealguém,pode gerar multa de até R$ 30 mil, além de todasasdemaispenalidadesprevistasno CódigoPenal.Aculpatambémrecaisobre aqueles que impulsionam as informações falsas, através de compartilhamentos, ou se mostram favoráveis a elas, através de curtidas ou comentários. Na mesma pro- porção em que são criados os perfis falsos emnossaregião,tambémsãoimpetradas ações judiciais para apurar a respon- sabilidade dos responsáveis. Na região de Araranguá um perfil no Facebook, intitulado “Jornalistas Independentes de Santa Catarina” tem feito misérias neste pleito eleitoral. A Justiça Eleitoral e a comum, aliás, precisam ser enérgicas em relação a esta situação, afinal de contas, cidadãos de bem acabam ficando a mercê de bandidos que se escondem atrás de computadores. Nos últimos dias, uma série de pos- tagens nas redes sociais têm afirmado que o candidato progressista a Prefeitura de Araranguá, Mariano Mazzuco Neto, caso eleito, venderia o Samae para o ex- -prefeitoPrimoMenegalli(PR).Aindaque a especulação possa parecer totalmente sem nexo, já que qualquer processo de privatização passa necessariamente por concorrência pública, o que atrairia uma grande quantidade de interessados no negócio, o fato é que ‘a conversa’ acabou virando um dos clichês de campanha da oposição a Mariano, que tem como seu candidato a vice o empresário Primo Júnior (PR), filho de Primo Menegalli. Em sua página no Facebook, Primo Menegalli, que via de regra costuma manter postura diplomática em relação a assuntos políticos que tentem atingi-lo, desabafou: “O Samae é do povo e vai con- tinuar sendo. Não de ouvidos a mentiras de pessoas despreparadas. Um grande abraço a todos amigos, ótima semana e rumo a vitória”. A campanha eleitoral deste ano, aliás, tem batido recordes de boataria.Quantomaiorodesespero,mais boatos e menos fatos. Geral 3Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 dia Gemeli Wiltgen. Ela levantou reflexão sobre temas como: Por que casamos?, princi- pais dificuldades en- frentadas pelo casal e possibilidades pra viver melhor. “No relaciona- mento conjugal é de suma importância que o casal caminhe lado a lado. O propósito da palestra realizada foi de oferecer aos partici- pantes momentos de re- flexão, que evidenciem a reciprocidade entre o casal de forma positi- va”, declara Elisabete. Para Raquel e Emerson Mezzari, a Cooperja se preocupa não somente com as questões agropecuá- rias, mas com o bem estar da família como um todo. “Esperamos que estes programas especiais para casais continue. Foi restaura- dor, divertido e recons- trutor. Fundamental para a nossa relação familiar”, explica o ca- sal associado. > J. MACHADO A Cooperja cos- tuma realizar trei- namentos e outras atividades técnicas e sociais para agricul- tores e associados. Sendo assim, em se- tembro, a cooperativa ofereceu uma palestra para casais, os quais as esposas são inte- grantes dos Núcleos Femininos. Segundo a coorde- nadora social da Co- operja, Elisabete Biz dos Santos, o objetivo da palestra foi propor- cionar um momento especial para os ca- sais. “É importante incluir os maridos nesta caminhada dos Núcleos Femininos e assim, fortalecer os laços entre cada um dos casais” afirma a coordenadora. O título da pa- lestra foi Relação de Casal - A Base da Fa- mília, proferida pela médica Gianne Clau- Cooperjaoferece palestraparacasais são uma grata surpresa. “Depois que fomos con- vidados para uma exibi- ção especial no Festival de Gramado, em meio a mais de 900 filmes inscritos, sabíamos que o futuro de Anita seria muito gratificante. Só não sabíamos que seria tão gratificante assim”, comentou Christian, ressaltando que espe- rava que o filme fosse concorrer “em uma ou duas categorias”. Para Lize Souza, que interpreta Anita Garibaldi e concorre na categoria de Melhor Atriz, “a indicação por si só já é um prêmio por todo o esforço e a dedicação para que o filme desse certo”. Sua afirmação é endossada por Sebastião Fonseca, que interpreta Bento Ribeiro, o pai de Anita, e que foi indicado para a categoria de Melhor Ator. “Esta é uma da- > GAIVOTA/SOMBRIO Lo n g a m e t r a - gem Anita, que foi produzido pelo Gru- po Correio do Sul, com foco na juventude da heroína catarinense Anita Garibaldi, rece- beu a indicação para concorrer a oito prêmios no Festival Internacio- nal de Cinema Cristão, no Rio de Janeiro. O Festival, que tem como foco filmes de profundo apelo dramático, acon- tecerá entre os dias 12 e 16 de novembro na ca- pital fluminense. Anita estará concorrendo nas categorias de Melhor Direção, Melhor Rotei- ro, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora, Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte. Para o produtor exe- cutivo do filme, jorna- lista Rolando Christian Coelho, as indicações Anita vai a novo Festival de Cinema Depois de Gramado Palestra fala sobre relacionamento entre casais Lize Souza e Sebastião Fonseca foram indicados nas categorias de melhor atriz e melhor ator por filha e pai FilmedoGrupoCorreiodoSulrecebeuoitoindicações,premiaçãoaconteceemnovembronoRiodeJaneiro quelas situações que a gente espera sem espe- rar, porque não se trata de um filme com apelo comercial, e sim cultu- ral. É muito bom saber que a cultura ainda é valorizada em nosso país”, comentou. Além dos dois ato- res, também estão con- correndo Olindo Este- vam, na categoria de Melhor Direção; Rolan- do Christian Coelho, na categoria de Melhor Roteiro; Aurelino da Cunha Pereira, na ca- tegoria de Melhor Fi- gurino e Ricardo Prado e Lincoln Antônio, na categoria de Melhor Trilha Sonora. A foto- grafia do filme foi feita por Olindo Estevam e Jerê Nunes, e, portanto, ambos são indicados para o prêmio. Já a Di- reção de Arte foi feita por Rolando e Olindo, com ambos, do mesmo modo, concorrendo pelo filme nesta categoria. Em nível regional, Anita continua per- correndo os municípios do Extremo Sul antes de ganhar os grandes centros. Nesta quinta- -feira, estará sendo exibido em Timbé do Sul. “Até o final de outubro nossa intenção é dar ampla oportuni- dade para que a popu- lação de nossa região tenha acesso ao filme. Após isto vamos levar a produção para outros centros”, comenta o produtor. Para que você possa se inteirar mais sobre o Festival de Cinema que Anita irá concor- rer, basta acessar o site www.cinemacristao. com.br. Clicando o íco- ne “Chamado Oficial do Festival de Cinema” você assistirá a um vídeo com todos prin- cipais concorrentes, dentre eles, Anita.
  • 3. 4 Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 Publicidade JABSON MULLER Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br (48) 9955.5313 PassodeTorresparaofuturo C andidato a pre- feito em Passo de Torres, o vereador Jonas Gomes de Souza (PMDB), tem feito uma campanha bastante propositi- va, se recusando a tecer críti- cas a atual administração mu- nicipal mesmo em entrevistas aos veículos de comunicação. Jonas e o candidato a vice- -prefeito Áureo Henrique, também do PMDB, compõem a coligação Passo de Torres Para o Futuro e têm apoio do PSDB e do PCdo B. O jovem candi- dato de 34 anos diz que desde 2008 se dedica as causas co- munitárias, com participação em entidades como o Conseg (Conselho de Segurança).Em 2012 assumiu uma vaga na Câmara de Vereadores e este ano busca chegar ao executi- vo municipal. Entre as suas propostas de governo, cita com frequência ‘voltar o olhar as pessoas, pois temos muita pobreza no município’. Quer também que os moradores da cidade tenham uma praia, o que parece óbvio em um mu- nicípio que está localizado a beira mar.Apopulação, porém, não pode aproveitar a faixa de areia próxima aos molhes, devido a sujeira. Para o can- didato, recuperar a área não significa somente ir a praia, mas mudar a visão do muni- cípio também aos olhos dos investidores, responsáveis por geração de emprego e renda. Estas e outras questões Jo- nas tratou durante entrevista ao programa Correio Notícias, da Rádio 93 FM. - Quais os três setores que mais o preocupam no muni- cípio? Jonas: Nós pensamos em transformar nosso município a partir de 2017 baseado nos pilares de uma administração mais justa, transparente e efi- ciente. Temos convicção de que o município tem muitas carên- cias e a saúde nos preocupa bastante, tendo em vista que não temos hospital na cidade. A saúde será uma das nossas prioridades, trabalharemos a humanização e a eficiência no atendimento. A parte social também tem grandes proble- mas, em relação a habitação, planejamento familiar e falta de emprego. Queremos cuidar das pessoas,fazertodasasobrasque estejam ao nosso alcance, mas o foco será cuidar das famílias. E por fim, pensando no desen- volvimento da cidade, citamos o planejamento urbano. Passo está atraindo investimentos imobiliários e comerciais, e pre- cisa se adequar a esta realidade, fazer um trabalho renovador do planejamento urbano.Além dis- so, temos que lembrar sempre de nossa maior atividade produ- tiva que é a pesca. Faço questão de tratar pessoalmente deste assunto,poisnãoépossívelfalar em Passo de Torres sem falar do pescador, já que 60% a 70% da nossa economia está ligada ao setor pesqueiro. - Qual a sua visão para a ge- ração de emprego e renda? Jonas: Vamos trabalhar para atrair investidores. Passo de Torres está sendo vista como local de prosperidade e futuro, principalmente pelo ramo imobiliário e vários loteamen- tos estão sendo construídos. Precisamos remodelar o setor de planejamento, dando mais eficiência a quem quer inves- tir. Precisamos urgentemente buscar saneamento básico, que pode atrair a construção civil instalada em Torres também para Passo, fazendo a eco- nomia girar e beneficiando a todos. Temos ainda um plano de fortalecimento do comércio local, a ser discutido com os comerciantes. - Existe alguma obra ou pro- jeto da atual gestão que o se- nhor dará continuidade caso seja eleito? Jonas: O que é bom deve permanecerealgumasaçõesconti- nuarão,comoaspavimentaçõesde ruas,quesãonecessáriasevamos continuar fazendo. Porém, Passo precisa de mais, precisa ganhar umardeurbanização,quemchega nacidadetemqueencherosolhos. - Que papel os partidos da sua coligação e o seu vice terão em um governo seu, se o senhor for eleito? Jonas: Nosso governo tem a p r o p o s - ta de fazer uma aliança com o povo, sendo um go- verno aberto e transparente. O uso dos recursos será discutido com as comunidades e os partidos que se irmanaram a nós é por acre- ditar que esta administração vai dar certo. Todos estão enga- jados neste projeto e sabem que faremos um governo muito pé no chão, sem enganação. - Como a prefeitura pode co- laborar com dois problemas que hoje assustam a popu- lação: a criminalidade e as drogas? Jonas: Passo de Torres tem alguns agravantes em relação a segurança pública. É uma divisa de estado e a Bri- gada Militar gaúcha é muito ativa. Passo, por outro lado, tem falta de efetivo policial. A Polícia Civil precisa de pelo menos mais cinco pessoas, e a PM às vezes tem um único policial trabalhando. Diante disso, já viemos a cerca de dois anos em busca de reforço para o efetivo, junto com os demais vereadores. Estaremos for- talecendo essa reivindicação e algumas ações que podem ajudar na prevenção, como a instalação de câmeras de monitoramento. Outra questão é que os municípios litorâneos crescem mais do que os de interior. Passo está crescendo muito, e isso traz muitas coisas boas, mas problemas também. Quanto as drogas, fa- remos um trabalho de edu- cação e fortalecimento das famílias, queremos trazer a família pra escola. Onde tem família com problema, os filhos podem entrar por cami- nhos não muito certos. O que o poder púb lico municipal pode fazer ainda é trabalhar a questão social. - Como o senhor pensa em desenvolver o turismo? Jonas: Nós temos um mu- nicípio com potencial enorme, com praias, lagoas, rios, pró- ximo a BR 101 e a serra, e ao lado de uma cidade conhecida internacionalmente, que é Tor- res. Por isso, temos que nos estruturar, ter saneamento é muito importante, sinalização dos pontos turísticos, e fazer um trabalho de marketing e divulgação eficiente. Temos possibilidade de desenvolver o turismo rural e a pesca de lazer. Precisamos potenciali- zar as ações e transformar a beleza do nosso município em produto turístico, e vamos, com dedicação, estuturar este setor. - Quanto a Bella Torres, o que o senhor planeja? Jonas: Temos um projeto integrado, em que o município é tratado de forma igual. Jun- to com Bella Torres podemos citar também a Lagoa da Tapera. Nos comprometemos a fazer a limpeza e manu- tenção dos balneários o ano todo. Bella Torres tem uma associação de moradores que trabalha bastante e vamos ser parceiros dela e de outras entidades, organizando um calendário de eventos e de melhorias. - Por que o eleitor de Passo de Torres este ano deve votar na oposição? Jonas: Nossa candidatura representa um governo mais ético, justo e humano. O eleitor quer algo novo e tem esperança em nosso projeto de construção de uma sociedade melhor.
  • 4. Geral6 Correio do Sul Terça-feira, 27 de setembro de 2016 Publicações legais: tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 diretor@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: editor@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Plano para fomentar o Turismo A Rota Estratégica de Turismo, planejamento do setor para os próxi- mos seis anos, foi lançada ontem, em Florianópolis. O trabalho resul- ta da parceria da Federação das Indústrias (Fiesc), com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-SC) e Sebrae-SC, e faz parte do Programa de Desenvolvimento Industrial Catarinense (PDIC 2022). Participaram do ato os presidentes das duas federações, Glauco José Côrte e Bruno Breithaup, respectivamente, e o superintendente do Sebrae- -SC, Carlos Guilherme Zigelli, com a presença do presidente da Embratur, o catarinense Vinícius Lummertz, e do secretário de Estado da área, Filipe Mello. O coordenador do trabalho, Sidney Manoel Rodrigues, da Fiesc, ex- plicou que mais de 100 pessoas participaram do processo de elaboração das propostas e que industriais de todas as regiões colocaram o Turismo como setor estratégico para o estado. O levantamento levou em conta alguns desa- fios, como a competição com outros destinos turísticos, nacionais, regionais e mundiais, mudança do perfil e da faixa etária dos turistas, exigência por pro- dutos diferenciados e integração de forças entre agentes e setores. Com base nisso, foram definidas 503 ações nos segmentos de gestão, informação e co- nhecimento, infraestrutura, integração, ofertas, pessoas/talentos e políticas públicas. Ao final do evento, em uma conversa com a Coluna Pelo Estado, Lummertz, lembrou que ele mesmo coordenou o Plano Nacional de Turismo, também em um cenário até 2022. “O plano estadual foi muito bem feito, bem orientado e com uma participação muito densa da sociedade. O que nós precisamos derivar desse plano é um melhor ambiente de negócios, para que tenhamos mais investimentos no Turismo de Santa Catarina.” Gastança x Ganhança Chamou a atenção do presidente da Embratur, Viní- cius Lummertz, a presença de apenas um candidato a prefeito no evento de lança- mento da Rota do Turismo, mesmo San- ta Catarina tendo tantos municípios com vocação turística. Para ele, até em Floria- nópolis, cujo PIB é formado em 15% pelo Turismo, ainda é baixo o reconhecimento sobre os impactos do setor na economia e na sociedade. “Existe um sentimento contra o capital, que trata mal o empre- endedor. É uma ideologização retrógra- da. A classe empresarial é que mantém as cidades vivas. Essas eleições são sobre gastança e eu quero saber de onde vem a ganhança.” Reformas 1 O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, participou da reunião de conselheiros da Fecomércio, a portas fechadas, antes do evento do Turismo. Segundo o presidente da entidade, Bruno Breithaupt, Nogueira falou das mudan- ças e da modernização pretendida para a legislação trabalhista com o objetivo de aumentar a competitividade do produto nacional. “Ele falou muito em diálogo en- tre as categorias sindicais, tanto laborais quanto patronais, para que se construam as melhores mudanças para o trabalhador e para o empresariado. Ou não vamos al- cançar riqueza e tampouco justiça social.” Reformas 2 Antes da reunião com a Fecomércio, Ronaldo Nogueira esteve na Fiesc e recebeu do presidente da entidade, Glauco José Côrte, um documento com seis pontos considerados essenciais com vistas à modernização das relações traba- lhistas. “As propostas são fundamentais para que o Brasil tenha mais e melhores postos de trabalho, cidadania e desenvol- vimento”, argumentou Côrte. Falando em Turismo... Será lançada no dia 6 de outubro, quinta-feira da pró- xima semana, a Arena Petry, um comple- xo multiuso já em construção no municí- pio de São José, na Grande Florianópolis. Com quase 23 mil m² de área construída, o empreendimento será o maior comple- xo turístico do estado e terá capacidade para receber grandes shows e eventos. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2018. Com o Sebrae todo mundo pode. Por Andréa Leonora redacao@peloestado.com.br 27/Set/2016 No pé do ouvido O presidente do PSDB-SC, deputado Marcos Vieira, confirma neste período eleitoral a fama de incansável. No final de semana atingiu 160 municípios visitados em pouco mais de 30 dias, praticamente todos onde os tucanos disputam a majori- tária no próximo domingo. Em boa parte das visitas, Vieira teve a companhia do senador Dalirio Beber. Só no sábado e no domingo, a dupla passou por Santo Ama- ro da Imperatriz, Itapema, Lages, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Maravilha, Pinhalzinho, Xaxim, Caçador e Joaçaba. A última semana de campanha reserva visitas a cidades consideradas es- tratégicas para o tucanato catarinense. DivulgaçãoPSDB-SC Geral 7Correio do Sul Terça-feira, 27 de setembro de 2016 Zênio (esquerda) e Gilberto ouviram reivindicações dos membros da associação Associaçãocobracompromissos Plano de Governo > SOMBRIO AAssociação de Assis- tência e Desenvol- vimento Integral à Pessoa com Deficiência de Sombrio (Aadiped), promoveu nesta segunda-feira uma reunião com os candidatos a prefeito do município. A presidente da entidade, Lisandra Graeff Valerim, comentou que o obje- tivo é levar mais informações aos associados e conscientizar os políticos sobre as condições sociais que os deficientes en- frentam na cidade. "Uma das missõesdaAadipedéinformar aspessoascomdeficiência,por isso, achamos importante os candidatos expor o que eles têm de projetos para elas. A acessibilidade, a inclusão escolar e muitas outras coisas têm que ser olhadas pelos municipios", ressaltou. A sala onde se realizou o encontro ficou lotada, prin- cipalmente por associados e familiares de crianças e pes- soas com deficiência, e muitos momentos foram de divergên- cia. Para Rosilane Padilha Ricardo, mãe de João Paulo, Pais de crianças com deficiência se reúnem com candidatos a prefeito para reivindicar mais atenção a inclusão essaéahoradecobrarações e apontar os problemas. “Acho muito importante trazer os candidatos porque nós temos muitos custos com essas crianças. Faltam carros para transportá-las, e o fornecimento de leite e fraldas é irregular, então são várias questões”, disse Rosilane. Váriasperguntasforam feitas aos candidatos Zênio CardosoeGilbertoOliveira, mas havia uma coisa que todos ali queriam: visibili- dade. “Espero que olhem mas para nós, tanto para as crianças quanto para os pais, pois lutamos muito por uma vida melhor para os nossos filhos”, defendeu Rosilane. Lisandra acres- centou: “esperamos que os prefeitos olhem os portado- res de deficiências, já que às vezes não encontramos nada pensado para eles nos planos de governo”. A reunião ainda tinha outros objetivos, como ca- dastramento de sócios e apresentação e nomeação de novos membros da di- retoria. O que disseram os can- didatos: Gilberto Oliveira “Achointeressanteessa mobilizaçãopelofatodeque é um problema que merece atenção. É o momento de firmar compromissos com essas pessoas especiais, crianças e suas famílias. Primeiro é preciso uma estrutura, com pessoas ca- pacitadas, comissão junto a associação, é um assun- to abrangente na área da saúde, da educação, então é necessária haver essa comunicação com a prefei- tura.” Zênio Cardoso “Acho a iniciativa da associação importante. É uma luta constante e as famílias também são es- peciais. Temos sempre que procurar atendê-los da me- lhorformaporquenós,mui- tas vezes, não vivenciamos essas experiências, não nos colocamos no lugar deles. Buscamossempreentender que eles não pedem para si, mas para pessoas que têm direitos. Estamos cami- nhando passo a passo para dar a eles esses direitos.” Aline Bauer Celescentraemgreve > REGIÃO Funcionários da Celesc entraram em greve por tempo indeterminado em todo o estado. Ontem foi o primeiro dia do movimento e de acordo com o sindicato da categoria, a adesão foi grande. Os trabalhado- res querem reajuste pelo ICV Dieese mais 2,61% (totalizando cerca de 10%) de reposição salarial. A empresa oferece apenas 4,28% e estaria ameaçando a retirada de direitos para os novos trabalhadores. A Intercel, intersindical dos sindicatos dos eletri- citários de todo estado, já solicitou mediação da Su- perintendência Regional do Trabalho e Ministério Público do Trabalho. Os trabalhadores realizaram às 13 horas assembleias em todo estado para ava- liar uma proposta apre- sentada pela companhia, e deliberaram a continui- dade do movimento. Em Sombrio são 22 funcionários paralisa- dos, atendendo apenas ao plantão de emergência. Outubro é a data-base da categoria, e segundo a auxiliar administrativo Melisa Claudino da Cunha, a última negociação foi bas- tante difícil. “A gente sabe que a situação do país está complicada, mas alguma coisa precisa beneficiar o funcionário”, comentou. Para alguns colaboradores da empresa, há planos de privatizar a Celesc e, por isso, há negligência por parte da direção. “Não vamos deixar a popula- ção ser prejudicada, mas vamos cobrar nossos di- reitos. Tem gente que vai ficar indignada, porém não estamos lutando ape- nas por nós. A Celesc está na mira da privatização e a companhia está sendo sucateada”, relatou Joa- cir Cunha de Carvalho, eletricista. No site da empresa, as orientações são para que os clientes evitem atendimento presencial e resolvam as pendências através da agência web ou pelo telefone. Aline Bauer Grevistas se reuniram em frente a Celesc de Sombrio
  • 5. Entretenimento Novelas-Horóscopo-Diversão Novelas Sol Nascente -18h Haja Coração -19h Velho Chico -21h C hica, Vanda e as caiçaras comemoram a volta de seus maridos e filhos. Ana e Carol estranham a atitude de Elisa. Hideo, Vittorio, Gaetano e Geppina se surpreen- dem com a beleza de Milena. Geppina consola Vittorio e o incentiva a desfrutar o luau com Lenita. S afiraavisaqueapoiaráFedora,casoelaaumenteofaturamento doGrandBazzar.AparíciotentafazerCamilaselembrardeque estava apaixonada por Giovanni antes de perder a memória. Vitória avisa a Jéssica que quer Shirlei fora da vida de seu filho o maisrápidopossível.TamaraconsegueconvencerBetoajantarcom Penélopeparasereconciliarcomamãe.RodrigoinformaaBetoque HenriquenãoaceitouoconviteparavoltaratrabalharnaPeripécia. Rapidinhas Correio do Sul Sexta-feira, 23 de setembro de 2016 Áries 21/03a20/04 O elemento fogo contribuirá para o bem da sua força de vontade. Não deve deixar de tomar iniciativa que será a palavra central para o seu dia. Porém Vênus contribuirá negativamente para o seu lado mais egoísta. Leão 21/07a20/08 Sagitário 21/11a20/12 Suafaltaderesponsabilidadepodeviraserelevadadevido à influência negativa de Mercúrio. Sua energia para per- sistiremodificarsituaçõesdeveserexploradoomáximo possível.Nãodeixedebuscaroseusonho. Gêmeos 21/05a20/06 EstarámaisagitadodevidoumaintervençãodeJúpiterno decorrerdoseudia.Entraráemcontradiçãocomalgunsde seusprincípios.Evitefalardemasiadamente,controleseus impulsos.Marteiráajudarnestaquestão. Libra 21/09a20/10 Muitasopçõespoderãogerarumaindecisãoouumatomada de decisão superficial e precipitada. O Sol influenciará de formamaispesadaqueSaturnoeVênusnestaconstelação. Devebuscarmudaratravésdasuasociabilidade. Aquário 21/01a18/02 Touro 21/04a20/05 Despertaráaolongodadiaumasensibilidademuitogrande para avaliar situações e objetos. Notará falhas com mais fa- cilidade, o que irá proporcionar melhores resultados. Porém Plutão lhe deixará muito possessivo. Virgem 21/08a20/09 Sua capacidade de mudar tende a ser favorável no andamento do seu dia. Mercúrio será muito útil e con- vergirá a favor no aspecto emocional e mutável da sua personalidade. Júpiter tentará empurrá-lo para solidão. Capricórnio 21/12a20/01 Despertar o lado criativo deve ser explorado, pois no momentoestáofuscadopelaLua.ÉbombuscaremLeão essa força criativa e unir com sua capacidade trabalhar. Evitetambémpensamentospessimistas. Câncer 21/06a20/07 Irá se apresentar uma pessoa mais cuidadosa em relação àqueles que são mais próximos. Júpiter irá exaltar essa sua qualidadetãorelevanteepreciosa.Nãodeixequeainfluência de Marte atrapalhe a sua vida. Escorpião 21/10a20/11 Seus sentimentos que estavam aprisionados serão apre- sentados de forma bem intensa. Urano irá despertar essa grande transformação no seu momento sentimental. Procureaproveitaromelhorpossívelessafase. Peixes 19/02a20/03 RegidoporNetunonestediatodooseuamorpodeserapre- sentadoparaquemestáaoseulado.Virgemirálhefazerbem para conquistar novos degraus na sua vida. Irá deixar você mais a vontade neste dia. Doreslombarespodemestarligadascomsuascostasque fazpartedaanatomiadosignodeLeão.Ostresscausado por sua veemência irá lhe causar indisposição. Tente ser menosausteroemaiscalmo. A reunião com pessoas próximas será muito interessante para desenvolver boas ideias. Tente equilibrar o seu jeito tranquilo com sua excentricidade. Saturno virá a ser um fortealiadoparaevoluir. Helen Ganzarolli recebeu diversos elogios em sua página no Instagram, nesta segunda-feira (26). Tudo porque a morena postou foto em que aparecia usando um vestido longo estiloso. Não demorou muito para os fãs apro- varem o look e ainda elogiarem sua boa forma esbelta. “Magrinha, tá diva!”, “Belíssima” e “arrasou”, foram alguns dos comentários deixados pelos internautas. Dois astros do cenário nacional podem sair premiados no próximo Prêmio Emmy. A Academia Internacional das Artes & Ci- ências Televisivas divulgou os indicados à premiação e o entretenimento da TV Globo tem seis indicados em cinco categorias. Entre eles, Grazi Massafera e Alexandre Nero vão concorrer como Melhor Atriz e Ator por seus papeis em Verdades Secretas e A Regra do Jogo, respectivamente. Como se não bastasse, as duas tramas também disputam o prêmio de Melhor Novela. O Zorra Total vai disputar o prêmio de Melhor Série de Comédia e Os Experientes de Melhor Minissérie. B eatriz e Padre Benício lideram os encontros políticos para atenderàsdemandasdapopulação.LuziagaranteaPieda- de que Bento está mais seguro na prisão. Santo encontra um envelope deixado na sua porta. Olívia discute com Miguel. Santo leva as fotos tiradas por Martim até Bento. Dalva decide deixaramansãodosdeSáRibeiro.CíceroconversacomAfrânio sobre Dalva. TÂNIA DUARTE Correio do Sul Terça-feira, 27 de setembro de 2016 tania@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/tania.duartecoelho 48 3533.0762 Lojas Adelino em expansão As Lojas Adelino inauguram a primeira filial em um shopping center no dia 4 de outubro.Com um mix variado de produtos nas linhas de móveis, eletrodomésticos, eletro- eletrônicos,entreoutros,anovaloja, será instalada no Center Shopping de Araranguá. Ramon Zilli, respon- sávelpelosetordecomprasdasLojas Adelino,comentaqueessaseráa19ª filial do grupo. Durante a trajetória, a família Zilli, responsável pelo sucesso das Lojas Adelino, sempre priorizou um atendimento persona- lizadoaosseusclientes;mantendo-se atualizadacomasúltimasnovidades do mercado, oferecendo as melhores condições de venda. Jantar dos Co- merciários O 2º Jantar Dançante dos Co- merciários, organizado pelo Sindi- cato dos Comerciários do Vale do Araranguá – Sitracom, acontece no dia 29 de outubro, no Centro de Eventos Praiano. O evento oferece- rá, de forma gratuita aos sócios do sindicato, buffet acompanhado de uma ótima trilha sonora, ao som do DJ JB. Cooperja reinaugura loja Foi reinaugurada na semana passada a Loja Agropecuária Coo- perja de Praia Grande. O número de clientes e o mix de produtos au- mentaram na mesma proporção e a antiga estrutura já não comportava a demanda. Com 1.023m², sendo 347m² apenas de área de venda, a nova loja está localizada ao lado da antiga, onde antes estava o Su- permercado Cooperja. Muito mais moderna, ampla e confortável para atender a todos. Amanda Sasso do blog Fofochic, foi uma das presenças Vips no Sunset no último sábado (24), na foto com Márcia Vargas, Marina e Kátia Maragno, esta colunista e Claudia Caporal. Gilvan Simão e Queli Machado casaram-se no último sábado (24), na foto com a filha Júlia. Parabéns!!! Thaeme & Thiago fizeram muitas selfs com a galera! Mais uma do Sunset... Izabel Daboit, esta colunista, Geisiane Coelho, Cintia Fontana e Priscila Santos, festa ótima! A aniversariante de sábado (24), Kátia Maragno, comemorou no Sunset, rodeada pela amiga Lucy Zilli e a irmã Claudia Caporal. Parabéns amiga!
  • 6. Especial10 Correio do Sul Terça-feira, 27 de setembro de 2016 Data incentiva ato de solidariedade que pode mudar vidas. Correio do Sul conta duas histórias, de pessoas que passaram por transplantes e tiveram a chance de recomeçar As pessoas disseram sim e eu renasci Valdinei Bitencourt Tomas usados para transplante são: pulmões, pâncreas, rins, fígado, intestino, estô- mago, medula óssea, ossos, pele, coração e córneas. Caso todos os seus ór- gãos sejam doados, um único doador com morte encefálica é capaz de aju- dar até 25 pessoas. Preci- saríamos de 63 mil órgãos para acabar com a fila de espera no Brasil. Porém, o país só consegue captar pouco mais de mil órgãos ao ano (isso sem contar a córnea que, na verdade, é um tecido). O Correio do Sul co- nheceu duas histórias emo- rem, mas depois, com o tempo, passa a levar a vida normal e até esquece. Na primeira vez que me ligaram foi às 11 da manhã e tinha que estar em Blumenau ao meio-dia, mas não tinha como, já que daqui lá são cinco horas de viagem. No dia 22 de julho me liga- ram de madrugada me dizendo que tinha um rim para mim. Acordei minha sogra, cunhada, deixei minha filha com elas e fui. Naquele dia, outra pessoa recebeu o outro rim do mesmo doador que eu, mas ela não resistiu. Quando acordei, tinha muita dor. Minha coluna in- comodavamuito,talvez pela posição na cama. Eu urinava cerca de cinco litros por dia no começo. E tinha que re- por isso bebendo água. Era muito complicado. Eu tomava só água mineral. A dieta era bem diferenciada, e eu era acompanhado direto pela nutricio- nista. Eu não levo uma vida normal porque os remédios que eu tomei deixaram consequên- cias. Não posso pegar sol sem protetor solar, pois posso ter câncer, e tem ainda vários medi- camentos que eu tomo. Sei pouca coisa do meu doador, que descobri por acaso. Sei que era > REGIÃO Vinte e sete de setembro é Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos. Segundo especialistas,transplante é o ato de colher um órgão, membro, tecido ou células vivas de um doador para um receptor com o objetivo de restaurar uma função perdida. Portanto, doação de órgãos é a remoção de órgão de um doador vivo ou morto há pouquíssimo tempo para um receptor. Os órgãos e tecidos mais “Eu estava pintan- do uma igreja, e subiu minha pressão. Fui ao médico e ele me medi- cou e mandou fazer al- guns exames. Fiz mas não consegui mostrar os resultados para o clí- nico geral, quem mos- troufoiminhacunhada que trabalha no posto de saúde. Ele olhou e me mandou na hora para a hemodiálise. Fui para Criciúma e fiz tratamentos com cor- ticóide, fiquei bem in- chado, fiz uma biópsia renal, me deu hemor- ragia, fiquei desacor- dado alguns minutos, fiz quimioterapia para estabilizar a doença, queeraautoimune.Em 11 de março de 2013 eu fiz minha primeira sessão de hemodiálise. No meu caso, o rim funcionava, eliminava a urina, só não filtra- va o sangue. O come- ço da hemodiálise foi horrível. Dos dez que estavam lutando co- migo, só eu e mais um sobrevivemos. Fiquei um ano, quatro meses e onze dias na fila de espera. Eu ficava na expectativa por que sabia de histórias de pessoas que entravam num dia e saíam no outro da fila, e também de gente que ficava 20 anos na hemodiálise. No começo a gente fica esperando eles liga- HojeéDiaNacionaldaDoaçãodeÓrgãoseTecidos Uma Boa Causa Aline Bauer cionantes de pessoas que precisaram recorrer ao transplante para continuar a viver com qualidade. A primeira é de Valdinei Bit- tencourt Tomas, morador de São João do Sul, num certo dia, descobriu que tinha Nefropatia por IGA, uma doença autoimune, e por isso, precisava de um transplante para continuar vivendo. Junto com a filha e a esposa, ele contou passo a passo, como foi a jornada até o dia do transplante. Asegunda história é de Danielle Martins, que foi salva da cegueira graças a uma córnea doada. um senhor de São José, de48anos,trabalhador da construção civil e que tinha falecido de AVC. Porém, eles não falam, para não criar vínculos.Éummomen- to difícil. É alguém com 48 anos, jovem, talvez com uma filha da idade da minha, e, por causa daquelas pessoas, que disseram um sim, foi queeurecebiorim.Um dos meus irmãos ia ser meu doador, nós dois somos idênticos gene- ticamente, porém ele tem um probleminha em uma das veias e o médico decidiu esperar um pouco mais pela fila. O doador vivo é mais complicado. Fi- quei 11 dias no hos- pital e outros 20 em um apartamento. No primeiro mês, precisa fazer exames duas ve- zes por semana para controlar a medica- ção. A gente fica com medo, já que algumas pessoas morrem pela rejeição. Mas, no fim, da minha turma dos que estavam doentes, quem sobreviveu foi quem fez transplante. Me sinto feliz em estar bem, em ter minha fi- lha, minha esposa que estão sempre comigo e em saber que outra pessoa, mesmo fale- cendo, ajudou outras pessoas que estavam precisando.” Especial 11Correio do Sul Terça-feira, 27 de setembro de 2016 Data incentiva ato de solidariedade que pode mudar vidas. Correio do Sul conta duas histórias, de pessoas que passaram por transplantes e tiveram a chance de recomeçar Vendo a vida com outros olhos Danielle Martins Sombrio que foi que houve. Meu colírio só ti- nha em Porto Ale- gre, eu comecei a ficar irritada, cada vez mais triste, não queria que nin- guém perguntasse nada, não queria comer, não queria que ninguém viesse na minha casa, não levantava a cabeça, inflamou meu olho, que ficava sempre inchado, enfim, eu via que tudo estava piorando, que cada dia era pior. Depois de 40 dias de trata- mento com colírio, pensamos em uma segunda opinião. Fomos a Joinville e lá o médico me disse que minha córnea estava perfurada e que eu estava per- dendo líquido. Ele fez uma colagem e mandou que eu vol- tasse a Criciúma e fosse encaminhada a um transplante urgente. Eu nem fiquei na fila. Cinco dias depois, recebi o transplante, no dia 18 de dezembro. O que sei do meu doa- dor é que ele era um rapaz de 20 anos, morador de Curi- tiba e que morreu de acidente. No dia de Natal, abri os olhos e agradeci a Deus por estar en- “Tudo começou do nada. Em uma sexta-feira cheguei em casa com os olhos lacrimejando e doendo. Lavei os olhos e não dor- mi a noite inteira. Fui na farmácia no outro dia e me de- ram colírio, porém, não resolveu. Fui a um oftalmologista em Sombrio e ele diagnosticou meu problema como her- pes. Tratamos como herpes, no início, mas minha córnea começou a esbran- quiçar. Percebi que estava perdendo a visão. O médico então me encami- nhou para Porto Alegre. Mudei de oftalmologista, mas continuei tratando como herpes. Nes- sa parte já era um olho só, o outro nor- malizou. O médico pensou que era um fungo. Um mês de- pois, o médico lavou as mãos do meu caso e me mandou para Criciúma. O especialista disse que minha córnea estava bem debi- litada e que seria difícil reverter. Eu ia três vezes por semana para Cri- ciúma. Os exames nunca deram nada, até hoje não sei o HojeéDiaNacionaldaDoaçãodeÓrgãoseTecidos Uma Boa Causa xergando e sem dor. A cirurgia foi fecha- da com 18 pontos. Pode ser que não rejeite nunca ou que rejeite daqui há dez anos.Tudo foi muito rápido e muito intenso. O transplante vai completar quatro anos em dezembro. Tenho que ir de seis em seis meses ao médico para saber se está se alinhan- do. Minha família inteira é doadora de córnea, minha outra também pode doar. Sobre o que dizem, não muda a cor nem nada, é u m a p e l í c u l a transparente. Às vezes eu penso que Graças a Deus que deu tudo certo. Na época, amigas pe- garam saíram pela rua para pedir aju- da, foi um momento que vi que tinha muita gente que realmente gosta- va de mim. Minha vida mudou, minha forma de pensar também. Hoje eu penso muito que q u a n d o a l g u é m falecer, a família deve doar,pois isso salva vidas. Hoje sou mais tranquila, mais confiante que tudo vai passar”.
  • 7. Publicidade12 Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 Segurança 13Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 entorpecentes. A Vila Samaria fica localizada no Centro de Araranguá e conforme Gi- raldi, ele e seus policiais já tinham conhecimento de que a maioria dos pedin- tes, que circulam pela área central da cidade, costuma ir até o local para comprar droga. Segundo o delegado, após investigação, os poli- ciais da DIC descobriram > ARARANGUÁ Após várias incur- sõesnaVilaSama- ria, mais conhecida como Buraco Quente, agentes da DIC de Araranguá, co- ordenados pelo delegado Jorge Giraldi, prenderam na tarde desta segunda- -feira, Natal Albino, de 46 anos, natural de Tijucas, pelo crime de tráfico de DICestouraQGnaVilaSamaria PMprendehomemcomdrogas Veículo capota na marginal da BR Ladrões largam cofre em milharal Tráfico Giraldi comemora prisão e grande apreensão de droga Natal foi preso durante operação na Vila Samaria que nos fundos da Vila Sa- maria havia uma casa, de propriedade de Na- tal, que seria o Quartel General da Droga. Na casa foi encontrado um tijolo de 530 gramas de maconha e dez compri- midos de ecstasy. Além de Natal, estava no QG da Droga um adolescen- te de 17 anos, um usu- ário que pulou o muro e conseguiu fugir dos policiais e mais duas testemunhas, um menor e outro maior de idade. O adolescente tinha saído no mesmo dia do Centro de Atendimento Sócio Educativo Provi- sório (Casep) de Lages, onde cumpria pena por envolvimento em uma > ARARANGUÁ P o r v o l t a d a s 2h10min desta segunda- -feira, a Polícia Militar de Araranguá prendeu um homem de 30 anos portando 24,9 gramas de maconha, oito com- primidos de ecstasy e 15 gramas de cocaína. O homem estava em um Fiat Uno cinza, com pla- cas deAraranguá, parado na marginal da BR-101, em frente a uma casa > MARACAJÁ Um acidente de trân- sito foi registrado em Maracajá, na madruga- da desta segunda-feira, quando o motorista de um Honda Civic, com placas de Içara, perdeu o controle do veículo e ca- potou próximo ao elevado da Vila Beatriz, por volta de 1h45min. O capotamento acon- teceu na marginal da BR- 101 e além do motorista havia um caroneiro no Civic. As vítimas foram > J. MACHADO Como diriam os ve- lhos frequentadores do tradicional tradicional bar da esquina, se foi o tempo em que Jacinto Machado era conhecida como um cidade pacata. Hoje a cidade, como as demais da região, está na mira dos marginais. Na madrugada desta segunda- feira, dois fur- tos resultaram em mais de R$ 7 mil de prejuízo para os proprietários de dois estabelecimentos comerciais. Segundo a Polícia Militar, um dos comércios furtados foi uma joalheria, de onde foram levados 50 conjun- tos de joias e mais uns 130 pares de brinco. Nem as peças de clientes que estavam para ser conser- Gislaine Fontoura Gislaine Fontoura tentativa de homicídio. O jovem foi novamente autuado por Giraldi, desta vez pelo tráfico, e com ele os policiais apreenderam R$ 44,00 em dinheiro. Segundo o delegado, foi a maior apreensão de maconha nos últimos tempos que ele lembra ter feito na Vila Sa- maria. “Normalmente a gente apreende em quantidades menores, como ali há uma certa vigilância por parte de olheiros dos traficantes, é mais difícil a apreensão, mas hoje nós chegamos no momento exato na casa, onde eles costumam picar a droga, para entregar aos usuários”, comemorou. noturna, no bairro Mato Alto, quando foi abordado pelos militares. Após a abordagem, os policiais realizaram a busca veicular e encon- traram a droga no inte- rior do automóvel, dando voz de prisão ao homem, que foi encaminhado à Central de Polícia. Além da droga, o acusado es- tava com R$ 162,60 em dinheiro, que segundo a PM, é proveniente da venda de drogas. atendidas pelo Corpo de Bombeiros deAraranguá. Segundo informações dos socorristas, o moto- rista não apresentava ferimentos aparentes e se queixava de dores no pei- to, já o caroneiro, estava com um corte no crânio, parte posterior e dores na perna direita. Ambos estavam fora do automó- vel quando os bombeiros chegaram. As vítimas foram en- caminhadas ao Hospital Regional de Araranguá, após atendimento pré- -hospitalar. tadas foram poupadas. Os donos só tive- ram conhecimento do arrombamento quan- do chegaram pela ma- nhã para trabalhae e se depararam com a bagunça,muita mer- cadoria fora do lu- gar e deram falta dos produtos. Mais tarde, o cofre da loja e al- gumas joias foram encontrados no meio de um milharal em Santa Rosa do Sul. Ainda na madru- gada de ontem, uma agropecuária foi ar- rombada e os ban- didos levaram cin- co carabinas, entre outros produtos. A polícia acredita que os mesmos ladrões estiveram nos dois estabelecimentos.
  • 8. Publicidade14 Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 Publicidade 15Correio do Sul Ter;a-Feira, 27 de setembro de 2016 O dia das crianças está chegando e a tay tay brinquedos está com muitas novidades esperando por você como: Baby alive, avengers, hot wheels, Barbie, Polly, Shopkins, jogos da estrela, legos, motocas, patinetes e muitos outros brinquedos que fazem a cabeça da criançada! E tem mais no dia 08/09 venha a até a loja vai ter tem palhaço, brincadeiras, cama elástica, piscina de bolinha e muita diversão ... Traga seu filho, seu neto, seu sobrinho, afilhado, seu vizinho... para se divertir na Tay Tay brinquedos Dia das crianças é na Tay Tay as crianças se divertem e você encontra os melhores preços e condições!!! Presentei aquele que faz a sua vida todo dia mais colorida, divertida e feliz!!! Av. Nereu Ramos 339, Centro, Sombrio-SC Tay Tay Brinquedos 48 3533-1071 48 9927-1071 DIA DAS CRIANÇAS NA TAY TAY BRINQUEDOS!!DIA DAS CRIANÇAS NA TAY TAY BRINQUEDOS!! até 6Xno Cartão Dias 8,10 e 11 a Tay Tay brinquedos estará aberta das 8:00 às 20:00 sem fechar ao meio dia!!!
  • 9. Geral16 Correio do Sul Terça-Feira, 27 de setembro de 2016 OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DA COMARCA DE SOMBRIO/SC EDITAL DE LOTEAMENTO Raquel Lemos da Costa Amorim, Oficial Titular do Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Sombrio, Estado de Santa Catarina, na forma da Lei, FAZ PÚBLICO, para ciência dos interessados, em cumprimento ao disposto no artigo 19, § 3º da Lei 6.766 de 19/12/1979, que os proprietários, EZEQUIEL DOS SANTOS BARBOSA, RG 3.628.157-SESPDC/SC, CPF 000.624.779-27, nascido em 12/12/1977, motorista, casado(a) pelo Regime da Comunhão Parcial de Bens, na vigência da Lei 6.515/77, com CHALIMAR PEDRO BARBOSA, RG 4.568.976- SESPDC/SC, CPF 032.344.589-60, nascida em 02/09/1981, do lar, brasileiros, residentes e domiciliados na Rua Dr. Antônio Botini, número 179, Centro, Sombrio/SC; e JOSÉ ANTÔNIO BARBOSA, RG 3.649.342-SSP/SC, CPF 003.739.629-32, brasileiro, nascido em 15/12/1979, divorciado, autônomo, residente e domiciliado na Rua Dr. Antônio Botini, número 179, Bairro Centro, Sombrio/SC, depositaram, nesta serventia, o projeto e demais documentos exigidos por lei para registro do “LOTEAMENTO SANTO ANTÔNIO III”, referente ao imóvel situado no perímetro urbano do Município de Balneário Gaivota, na localidade Lagoa de Fora, às margens da Rodovia José Tiscoski (SC 485), com a área de 40.117,761m², matriculado sob nº 65.735, do Livro 2-Registro Geral, desta Serventia. Conforme projeto aprovado sob número 02/2010, em 09/03/2016, pela Prefeitura do Município de Balneário Gaivota, o loteamento será composto por 73 (setenta e três) lotes urbanos, 02 (duas) Áreas Verdes localizadas nas quadras E e H; 04 (quatro) Áreas de Utilidade Pública, localizadas nas quadras FF, GG, HH e H; e 08 (oito) vias públicas, conforme croqui abaixo exposto. O loteamento foi licenciado pelo órgão ambiental FATMA – Fundação do Meio Ambiente, conforme Licença Ambiental de Operação - LAO número 6906/2015, datada de 18/12/2015, instruída com o Ofício 207/2016, de 18/03/2016, e Ofício 703/2016, de 29/07/2016, e examinado, com parecer favorável do representante do Ministério Público do Estado de Santa Catarina/SC, em 15/09/2016. Havendo impugnações, estas deverão ser apresentadas no Ofício de Registro de Imóveis de Sombrio, localizado na Avenida Nereu Ramos, nº 418, Centro, 4º andar do Edifício Centro Profissional de Santa Catarina, Sombrio/SC, durante o horário de expediente, dentro do prazo legal de 15 (quinze) dias, a contar da data da última publicação deste edital, o qual será publicado em 3 (três) dias consecutivos. Não havendo impugnações, será feito de imediato o registro do loteamento. Publicidade 17Correio do Sul Ter;a-Feira, 27 de setembro de 2016 Preços e condições de financiamento válidos até 30/09/2016 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. Ka SE 1.0 2017 (cat KCC7) a partir de R$ 39.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 25.993,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 828,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 40.897,50. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,67% a.m. e 8,34% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ka SEL 1.0 2017 (cat KEA7) a partir de R$ 46.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 70% de entrada (R$ 32.893,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 627,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 47.941,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 26/08/2016 a partir de 0,53% a.m. e 6,54% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ka+ SE 1.0 2017 (cat ZCC7) a partir de R$ 42.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 27.943,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 888,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 43.927,50. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,64% a.m. e 8,01% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ka+ SEL 1.0 2017 (cat ZEA7) a partir de R$ 49.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 70% de entrada (R$ 34.993,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 667,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 51.001,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 26/08/2016 a partir de 0,53% a.m. e 6,53% a.a., por meio do Programa Ford Credit. New Fiesta Hatch SE 1.6 2017 (cat RCA7) a partir de R$ 48.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 0,00% a.a, 60% de entrada (R$ 29.394,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 863,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 50.106,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,45% a.m. e 5,51% a.a., por meio do Programa Ford Credit. New Fiesta Hatch SEL 1.6 2017 (cat RCB7) a partir de R$ 55.790,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 0,00% a.a, 60% de entrada (R$ 33.474,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 979,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 56.970,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,42% a.m. e 5,11% a.a., por meio do Programa Ford Credit. EcoSport FreeStyle 1.6 2017 (cat EFA7) a partir de R$ 69.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 41.994,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 1.222,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 71.322,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 25/08/2016 a partir de 0,38% a.m. e 4,60% a.a., por meio do Programa Ford Credit. EcoSport SE 1.6 2017 (cat ECG7) a partir de R$ 65.300,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 39.180,00) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 1.142,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 66.588,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 26/08/2016 a partir de 0,39% a.m. e 4,77% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Focus Fastback SE Plus 2.0 AT 2016 (cat RDJ6) a partir de R$ 76.990 à vista. Focus SE Plus 1.6 2016 (cat QBN6) a partir de R$ 69.990,00 à vista.Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pelo Distribuidor. Sujeito à aprovação de crédito. O valor de composição do CET poderá sofrer alteração, quando da data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente, custos de Registros de Cartórios variáveis de acordo com a UF (não incluso no valor das parcelas e no cálculo da CET) na data da contratação. Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Valores válidos para cores sólidas. Frete incluso. *Promoçãoválidaaté30desetembrode2016ouenquantoduraremosestoques. Na cidade, somos todos pedestres. Av. Centenário, 6000. Próspera CRICIÚMA (48) 3461.6000 R. Ascendino Moraes de Sá, 991 ARARANGUÁ (48) 3521.2200 Preços e condições de financiamento válidos até 30/09/2016 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. Ka SE 1.0 2017 (cat KCC7) a partir de R$ 39.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 25.993,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 828,00 na APROVEITE E FAÇA UM TEST DRIVE NA NOVA RANGER! Preços e condições de financiamento válidos até 30/09/2016 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. Ka SE 1.0 2017 (cat KCC7) a partir de R$ 39.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 65% de entrada (R$ 25.993,50) e saldo em 18 parcelas mensais de R$ 828,00 na Focus SE Plus Confira os outros modelos da linha. 2016 (CAT QBN6) à vista a partir de R$ 69.990,00 EcoSport 1.6 Confira os outros modelos da linha. 2017 (CAT ECG7) à vista a partir de R$ 65.300,00 New Fiesta Hatch 1.6 Confira os outros modelos da linha. 2017 (CAT RCA7) à vista a partir de R$ 48.990,00 Novo Ka 1.0 Confira os outros modelos da linha. 2017 (CAT KCC7) à vista a partir de R$ 39.990,00 Focus SE Plus à vista69.990,00 69.990,00 69.990, Confira os outros modelos da linha. (CAT ECG7) a partir de R$ 65.300, *Promoçãoválidaaté30desetembrode2016ouenquantoduraremosestoques. Confira os outros modelos da linha. à vista48.990,00 48.990,00 48.990, Confira os outros modelos da linha. (CAT KCC7) a partir de R$ 39.990, PROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTOPROMOÇÃOFORAUTO Chegouaprimavera,ecomelaosmelhorespreços* ! anos
  • 10. Terça-feira, 27 de setembro de 2016 > ESTADO Ofutsal de San- t a C a t a r i n a nos Jogos Escolares da Juventude, 12 a 14 anos, em João Pes- soa, na Paraíba, está sendo a sensação do torneio. O time do Co- légio Rogacionista Pio II, de Criciúma, fez dois jogos com duas goleadas. A primeira, na estreia no domingo, fez um 5 a 0 diante Escola Estadual João Gabo Sobrinho, de São Paulo. Nesta segunda, aplicou uma goleada de 10 a 0 sobre IMEC Instituto Metodista, do Rio Grande do Sul. Em dois jogos são 15 gols e nenhum so- Futebolfemininoédestaque 09-31-63-69-70CONCURSO 4.193 QUINA 26/09 frido o que lhe garan- tiu vaga na semifinal. A partida desta terça, 27, contra o Paraná só servirá para a defini- ção do primeiro lugar da chave. Mas, segun- do o treinador será o jogo mais difícil, já que o adverário é bastante qualificado. Para o técnico Mar- celo Just o segredo do 10-30-36-40-44-60 CONCURSO 1.860 MEGA SENA 24/09 time é o conjunto. “Es- sas meninas já estão há três anos comigo. É uma equipe que tem várias formas de jogar. Se é jogo para toque de bola, jogamos assim. Se é para jogar mar- cando atrás também fazemos. Se é para fazer o pivô também podemos jogar desta maneira”, explica o treinador. Até o momento a pivô Paulinha está sendo a destaque do time com seis gols. “Ela é uma atleta mui- to habilidosa, rápida, não é qualquer uma que consegue marcá- -la”, Elogia Marcelo Justo. E no grupo todas podem ser considera- das titulares, pois a qualidade técnica é alta e o rodízio duran- te a partida é cons- tante. Assim, Pauli- nha, Rafa, Kemili, Rai, Shai, Gabi, Lara e Hagta têm tudo para serem campeãs brasi- leiras escolar e marcar seus nomes na história no esporte de Santa Catarina. Política 19Correio do Sul Terça-Feira 27 de setembro de 2016 > SOMBRIO Ma i s u m d o - m i n g o d e competição foi reali- zado em Sombrio, com jogos nas categorias de base sub 17, em que Amjasedestacaemcompetição Central Gre-Nal analisa momento da Dupla o Gaivotense venceu o Argafit por 2 x 1. Tam- bém rolou o jogo do sub 14, que por sinal foi o destaque do dia, pela grande quantidade de gols. O time da Amja destacou-se, marcan- do 4 gols contra o São Luís, que acabou não balançando a rede do adversário nenhuma vez. Mérito dos joga- dores e do professor Sérgio Ricardo, que está fazendo um ótimo trabalho com os meni- nos no esporte. > PORTO ALEGRE Uma vitória e uma derrota, ainda assim si- tuações ruins no returno do Campeonato Brasilei- ro. O Grêmio encerrou um jejum de sete jogos sem vencer e ganhou da Chapecoense por 1 a 0 nestedomingo,naArena. Já o Inter perdeu para o Atlético-MG, no Indepen- dência, por 3 a 1 e viu sua situaçãosecomplicarainda mais na parte debaixo da tabela. Tudo isso foi tema do Central Gre-Nal desta segunda-feira. O programa foi apre- sentado pelo repórter do GloboEsporte.com, Edu- ardo Moura, e teve a par- ticipação do comentarista da Rádio Gaúcha, Gustavo Fogaça, do repórter do Glo- boEsporte.com, Eduardo Deconto, e do comentarista daRBSTV,MárcioChagas. O Central Gre-Nal vai ao ar, ao vivo, em todas as segundas-feiras, às 14h (excepcionalmentenaspró- ximas quatro semanas). São 15 minutos de opinião, análiseeinformaçõessobre oGrêmioeoutros15minu- tos sobre o Inter.
  • 11. TERÇA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2016