SlideShare uma empresa Scribd logo
www.grupocorreiodosul.com.br
ANO XXVI EDIÇÃO Nº 4.982
SEGUNDA-FEIRA, 15 DE AGOSTO DE 2016
R$ 2,00
Grupo
26º 11º
Pancadas de Chuva a Tarde - Predomínio de sol
pela manhã. À tarde chove com trovoada.
Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense
Geral
Segurança
Policia
(48) 9955.5313
Dnitalertaparaleicontra
publicidadenaBR101
Almoçoacabaembriga
efacadaentreirmãos
Feiraincentivaadoação,
vendaetrocadelivros
Não Pode
Em Família
Turvo
7
18
3
Página
Página
Página
Sombrio
13Página
Ladrões entram pelo
telhado em joalheria
Campanhacomeçaamanhãcommudanças
PT deAraranguá confirmou subs-
tituição em sua chapa majoritária.
Na disputa pela prefeitura, o partido
encaminhou para registro junto a
Justiça Eleitoral a dobradinha com-
posta pelo vereador Chico Merêncio
e pela economista Maria Amater
Casagrande Dallavechia. Em prin-
cípio, quando foi divulgado que o PT
concorreria ao executivo da Cidade
dasAvenidas tendo uma mulher como
candidata a vice, o nome indicado foi
o da ex-secretária da Saúde, Cida
Casagrande. Desde o princípio, no
entanto, o partido já vinha ressaltado
que Cida poderia ser substituída, o
que de fato acabou acontecendo.Afora
este caso, resta agora saber se o PPS
de São João do Sul de fato vai man-
ter as candidaturas de João Cardoso
e Igor Scandolara ao executivo, ou
ainda, se um dos dois será substituído
por outro nome da sigla ao longo do
processo eleitoral.
Substituição Nosbastidores
FocadoNovos ventos
ADVOCACIA EMPRESARIAL
FONE: (48) 3533-0145
“O político moderado não se perde. O exagerado destrói a si e
aos seus”.
Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
rolando_coelho@hotmail.com
(48) 9945.6787
Confúcio (551 a.C/479 a.C)
Filósofo chinês
Cúpula do PMDB de Araranguá,
que tem como candidato a prefeito
Anísio Prêmoli, vai tentar convencer
o PT a abrir mão de sua candidatu-
ra ao executivo, visando a união de
forças dos dois grupos para tentar
melar a tentativa do ex-prefeito Ma-
riano Mazzuco Neto (PP) de voltar ao
comando da prefeitura. A proposta
parece inusitada, se formos levar
em conta de que nos últimos três
meses todas as tentativas que visa-
vam fazer com que os dois partidos
estivessem na mesma coligação não
deram certas. Os peemedebista, no
entanto, estão apostando que com o
decorrer da campanha haverá uma
bipolarização entre as candidatu-
ras de Anísio e Mariano, com Chico
Merêncio (PT) ficando na terceira, e
distante, colocação. Este seria o sinal
para a conversão petista ao PMDB.
Oficialmente o PT não quer nem
ouvir falar na proposta.
Começa amanhã, oficialmente, a
campanha eleitoral com vistas à elei-
ção de 15 prefeitos e 15 vice-prefeitos,
além de 143 vereadores em nossa
região. Em principio teremos 34 cha-
pas majoritárias registradas, além de
quase 700 candidatos ao legislativo.
Deste total de candidatos a verea-
dor, cerca de 200 são mulheres. Em
princípio, somente 30% delas devem
mesmo concorrer. As demais apenas
cederam seus nomes para que parti-
dos ou coligações cumpram requisitos
legais impostos pela legislação. Uma
lástima.
Já no que diz respeito aos seus
aspectos gerais, a eleição deste ano
será uma novidade para políticos e
eleitores. É que seu espaço foi literal-
mente cortado pela metade. Até 2012
o período eleitoral ocupava os meses
de julho, agosto e setembro, com elei-
ção no primeiro domingo de outubro.
Agora, a campanha propriamente
dita, começa no dia 16 de agosto, dan-
do aos candidatos um mês e meio para
o embate. Na prática, este um mês
e meio vai se resumir apenas a um
mês. É que as campanhas só podem
estar de forma efetiva na rua depois
de tudo registrado na Justiça Eleito-
ral. Além disto, é preciso abrir uma
conta bancária e a contabilidade para
a prestação de receitas e despesas de
campanha de cada candidato, o que
deve ser feito ao longo desta semana.
Estes fatos, ligados a outros,
como, por exemplo, a impressão de
materiais gráficos, confecção de ade-
sivos, e os demais etcetaras publici-
tários de uma campanha, acabarão,
de forma inevitável, restringindo a
discussão pública da eleição deste
ano ao mês de setembro. Para quem
já tem o nome consolidado junto a co-
munidade este fato é uma maravilha.
No entanto, para aquele que precisa
se fazer conhecido isto é um ponto
para lá de negativo.
Nas mudanças promovidas na
legislação fica bastante claro que o
Brasil começará a passar por uma re-
forma em seu conceito de democracia.
Depois de uma ditadura de 21 anos,
entre 1964 e 1985, os legisladores se
preocuparam muito em criar meca-
nismos de amplo debate democrático,
tanto é que em nosso país realizamos
eleições a cada dois anos. Passadas
três décadas do exercício constante
da arte do voto, há a nítida intenção
de se criar regras mais enxutas, e
eficientes, para o exercício da demo-
cracia. Neste contesto vemos uma
legislação começando a priorizar o
eleitor, a começar pela diminuição do
tempo de campanha. Paralelo a isto,
vamos observar também candidatos
mais centrados, pois eles terão que
ser menos invasivos em nossas vidas.
Qualquer um que tenha lhe pedido
voto antes do dia de hoje, por exem-
plo, pode ter o registro de candidatura
cassado, pois a campanha de forma
efetiva só começa amanhã. Como
tudo isto é novidade, muitos destes
fatos acabarão passando de forma
despercebida em 2016. Já em 2018
não serão tão despercebidos assim, e
em 2020 muito menos.
Nesta linha de enxugamento,
será fatal ainda o alinhamento de
campanhas eleitorais, de vereador a
Presidente da República. Se a lógica
é a de não ‘incomodar’ o eleitor, a ver-
ticalização das eleições é uma questão
de tempo. Como consequência destas
mudanças, num futuro não muito dis-
tante, também deveremos saborear a
não obrigatoriedade do voto, algo já
recorrente nos países verdadeiramen-
te democráticos.
Candidato a reeleição, prefeito
de Sombrio, Zênio Cardoso (PMDB),
não pretende cair na campanha
eleitoral tão em breve. De acordo
com ele, a prioridade continua sendo
dar seguimento a sua gestão, tra-
balhando para que os projetos em
andamento não fiquem parados por
conta do pleito deste ano. De acordo
com Zênio, a campanha propria-
mente dita deverá ser desencadeada
mesmo só daqui a um mês, depois
do dia 15 de setembro. Ainda assim,
em horários fora do expediente de
trabalho, já que ele não pretende se
licenciar de suas funções de prefeito
para se dedicar às questões eleito-
rais. A coordenação da campanha
de Zênio também não pretende fazer
mega-comícios ou utilizar de outros
recursos de grande concentração
popular. Está apostando 100% no
reconhecimento da população ao
trabalho realizado até agora, e na
expectativa de que o eleitor opte por
sua continuidade.
Fechadas as majoritárias, foram
contabilizados seis casos onde o can-
didato a prefeito e o vice estavam em
palanques opostos em 2012 e agora
enfrentarão o pleito municipal jun-
tos. Em Sombrio isto é configurado
através da dobradinha entre Zênio
Cardoso (PMDB) e Gislaine Cunha
(PR). Em Arroio do Silva o fato é
constatado na dupla composta por
Fernando Borges (PP) e Vera Vitor
(PMDB). Em Passo de Torres os
ex-adversários e novos amigos são
Jones Souza (PMDB) e Áureo Hen-
rique (PMDB). Jonas era do PT. Em
Santa Rosa do Sul Geci Casagrande
(PMDB) terá como vice o vereador
Agenor Carvalho (PR), que veio
do PP. Em Jacinto Machado, João
Batista Mezzari (PMDB) terá como
vice Aldo Brognolli (PSD). Em 2012
PMDB e PSD foram adversários.
Em Ermo o PMDB de Donato Della
Vechia, ex-adversário do PSD do
prefeito Zica Cadorin, será seu vice
agora.
Geral 3Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
do hospital. “Somos uma
instituição filantrópica e
temos muito a agradecer
às voluntárias que promo-
vem uma série de eventos
para arrecadar recursos
e à comunidade que nos
ajudamuito.Hojetodasas
nossas contas estão pagas
e tudo está em dia com
funcionários e fornecedo-
res. Não nos sobra muito
por que tudo o que sobra,
nós investimos no que é
preciso”, comentou.
Entre os novos proje-
tos está a mudança física
do setor de recepção, que
deve começar ainda este
ano.“Queremosremodelar
aqueleespaçoparareceber
nosso paciente com mais
conforto”, adianta Renato.
Já Helmedio, falou sobre
melhorias no quadro mé-
dico para a realização de
cirurgias, já que hospitais
deoutrosmunicípiosmani-
festaram interesse no ser-
viço em Jacinto Machado.
“Estamoscaminhandocom
muitoempenhoemrelação
a tratativas com médicos
para melhorar nossa ala
cirúrgica. Não em questão
de equipamento, mas de
profissionais mesmo. Já
recebemos propostas para
voltar a internar aqui e
Feiradelivrosganhaadeptos> TURVO
“Aleitura é a essência
de tudo, e acho que ajuda
muito socialmente, na in-
terpretação,nasconversas
com amigos”. A frase é de
ÍsisSimonOlivo,umaapai-
xonadaporlivrosque,junto
com a irmã Laís, resolveu
criar uma forma onde ou-
trosapaixonadosporlivros
possam trocar os que têm
ou comprar novos a preços
populares. Percebendo a
falta de um lugar assim
emTurvo,elascomeçaram
a buscar obras doadas por
amigos e, em uma sala de
um centro comercial da
cidade, colocaram o acervo
à disposição do público. A
resposta não poderia ser
melhor. “Pensamos: se der
certo, ótimo, e se não der,
sãolivros.Nãotemporque
não tentar. Compramos os
armários e preparamos a
sala. Na primeira edição
tivemos uma adesão muito
boa”, relata Isis.
Na segunda edição da
feirabatizadadeMaisLeitu-
ra,MaisEducação,realizada
neste sábado, a expectativa
continuavagrande.Segundo
Isis,muitaspessoasestavam
procurando livros e havia
quem trocava e adquiria
títulos. “Muita gente vem
com um livro e pergunta:
posso trocar isso por livro de
medicina?,eficafelizquando
eu digo que pode”, comenta.
O acervo ainda não é
tão vasto quanto ela e a
irmã, que mora na Irlanda,
gostariam, por isso elas con-
tinuamaceitandodoaçõesde
títulos. Sobre o sentimento
de estar proporcionando
uma forma mais fácil para
que as pessoas consigam ler
mais, Isis consegue resumir
bem a sensação. “Estamos
gostando,estoubemfelizea
experiência está sendo bem
legal. Os exemplares estão
> JACINTO MACHADO
Natardedesexta-fei-
ra, o hospital São
Roque de Jacinto Machado
recebeu uma verba oriunda
de emenda parlamentar da
deputadaestadualGiovânia
deSá.
“Esse recurso já estava
prometido a vários muni-
cípios e nós poderíamos es-
colher onde ele poderia ser
aplicado. Escolhemos o hos-
pital. Foi encaminhado em
meados de junho e já nos foi
passado”,afirmouHelmedio
Astor Kuentzer, presidente
dacomissãodeinstalaçãoda
AlaGeriátricadoSãoRoque.
Foram repassados R$
150mildaemenda,enquan-
to o hospital entrou com
cerca de R$ 3 mil de contra-
partida,montante utilizado
para a compra de novos
equipamentos necessários
à instituição hospitalar. “Te-
mosumarelaçãodomaterial
que estamos precisando e
logo começaremos os proce-
dimentos para a realização
depregõesparaadquirirmos
pelomelhorpreços”,explicou
opresidentedohospital,Re-
nato Zanatta. Ele elogiou a
colaboraçãodacomunidade,
que ajuda na manutenção
HospitalrecebeR$150mildeemenda
Bem vinda
³Recurso de emenda foi oficialmente entregue em uma solenidade no hospital
³Feira de livros surgiu de uma ideia inovadora
CursodeLibrastemencontro
> ARARANGUÁ
O setor de Educação
Especial e Diversidade
da Gerência Regional
de Educação promo-
veu na tarde de sexta-
-feira,mais um encon-
tro do curso básico de
Libras.
O curso está sendo
ministrado pelo instru-
tor de Libras na região,
professor Rodolfo Rocha
Pirolla, que é surdo, e
contou com a participa-
ção de professores dos
AEE (Atendimento Edu-
cacional Especializado).
Entre as ativida-
des o grupo assistiu ao
filme E o seu nome é
Jonas, que apresenta as
dificuldades encontradas
por uma criança com de-
ficiência auditiva em uma
época em que a limitação
era enorme.
³Professores aprendem a linguagem de sinais
bemvariados,etodomundo
está animado”, completa.
No entanto, animada mes-
moestavaGildaRosso, que
foi sorteada com um livro
atravésdasredessociaisda
feira. ”Compartilhei a pos-
tagem e ontem recebi men-
sagens. Fiquei super feliz e
achei a ideia bem legal”, re-
latou a administradora que
escolheu um livro famoso e
que estava procurando há
bastante tempo.Ao falar de
seu passatempo favorito,
elacompartilhadaopinião
de uma das idealizadoras
do projeto. “Acho que a
leitura é um dos pontos
iniciais para tudo. É um
hobby e eu leio de tudo.
Gosto de estar informa-
da”. A proposta é fazer
edições mensais da feira
para fomentar cada vez
mais o gosto pela leitura
no município e em toda
a região.
O curso terá no total
80 horas de capacitação,
divididas em encontros
quinzenais com previsão
de encerramento em de-
zembro.
isso é algo que vale a pena
ressaltar. Muita gente pre-
cisasairdaquietemmuita
gente que quer vir para cá
também”, explicou.
4 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016 Publicidade
JABSON MULLER
Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9955.5313
A
subseção da Or-
dem dos Advo-
gados do Brasil
(OAB) de Sombrio,
que abrange também Meleiro,
Turvo e Santa Rosa do Sul,
realizou na noite de sexta-feira
um encontro festivo da catego-
ria pela passagem do Dia do
Advogado, comemorado em 11
de agosto. Na quinta, as sedes
da AOB já ofereceram um café
especial aos associados.
Também para marcar a
data, o presidente da subseção,
André Barreto, e o secretário
geral Reinaldo Pereira, parti-
ciparam do programa Correio
Notícias, da Rádio 93 FM, do
Grupo Correio do Sul.
Acompanhe a entrevista:
- A advocacia é uma pro-
fissão muito antiga. Como foi
sua evolução e por que o seu
dia é comemorado em 11 de
agosto?
André: Comemorar esta
data é uma tradição que vem
desde o Primeiro Império, com
dom Pedro I. No dia 11 de agos-
to de 1827 foram criados os
dois primeiros cursos de direito
do Brasil. A profissão, claro, é
muito mais antiga. Jesus já
era uma espécie de advogado
intercedendo pelas pessoas,
e desde o Império Romano e
depois na democracia grega
foi se fortalecendo a figura do
defensor que podia falar repre-
sentando outra pessoa.
- Como a categoria é vista
hoje?
André: Por ser uma das
profissões mais antigas,a advo-
cacia, como toda profissão, tem
o seu desgaste e a sua impor-
tância. Hoje seu papel é funda-
mental para a democracia. No
Brasil a OAB se envolve nas
discussões mais importantes e
OAB para o advogado e a sociedadeem algumas ocasiões é pioneira
nas ações. Sua função é de se
relacionar e se envolver com as
principais questões públicas.
O advogado é fundamental
para a administração da justi-
ça, ele é que vai representar a
sociedade perante a justiça na
solução de conflitos.
- A população sente que
existe uma insegurança jurí-
dica, em que às vezes uma
causa é decidida de um jeito e
depois de outro. Como vocês
veem este aspecto do direito?
André: Realmente, a vida
do profissional de advocacia
não é fácil, pois somos meros
intermediários, não decidimos
o processo, que fica vinculado
a decisão do magistrado e do
desembargador, do tribunal. A
insegurança jurídica é muito
grande, para cada situação
podem existir várias decisões
diferentes e às vezes até con-
flitantes. É o grande desafio
do advogado, que é ao mesmo
tempo desgastante e gratifi-
cante. Porém, quando a justiça
é feita não tem preço, quando
se faz com que o direito seja re-
conhecido, é muito bom. Quem
faz o direito ser reconhecido é
o trabalho do advogado, este
é o espírito da profissão, fazer
reconhecerajustiçanoprocesso.
Quando o resultado é o que se
esperava, os anos e toda a dedi-
cação aquele processo acabam
sendo gratificantes.
Reinaldo: Por outro lado,
também é interessante que a
visão do magistrado não seja
estanque, pois essa é a essência
da democracia.
- Às vezes a vitória pode
não completa, mas minimizar
o prejuizo do cliente também
é positivo, não é?
André:Sim,
nocontextoatu-
al, o advoga-
do tem papel
fundamental
para equilibrar
conflitos na so-
ciedade. Infelizmente, vivemos
em um país em que as pessoas
não conseguem resolver seus
litígios sozinhas. Muitas vezes
as pessoas não conseguem mais
conversar e impor limites, e isso
acaba assoberbando o judiciário,
com comarcas superlotadas. O
advogado tem de estar atento a
isso, tem que apaziguar, buscar
solução do conflito dentro do
escritório.
Reinaldo: Entre os advo-
gados existe parceria e bom
trato. Busca-se muito conciliar
e em alguns casos o advogado
julga necessário sentar para
conversar com a outra parte e
amenizar a situação.
- Como está a estrutura
do judiciário hoje, é suficiente
para atender a demanda?
André: Ainda é precária,
deveriaterumaestruturamaior
para contemplar as demandas.
Vivemos na região mais pobre
do estado, em que os indicadores
econômicos e sociais têm reflexo
na área criminal e no judiciário.
Sempre estamos em busca de
melhor estrutura, na nossa
ela é razoável, mas poderia ser
melhor.
- A OAB parece estar mais
envolvida com a sociedade.
André: Quando nos pro-
pusemos a atuar na linha de
frente da Ordem, sentamos um
grupo de colegas que desejavam
a mesma coisa e decidimos que
uma das questões importantes
seria aproximar a Ordem da so-
ciedade. Esta é uma das linhas
de atuação, mostrar a cara da
Ordem. Monstamos as comis-
sões temáticas da subseção para
que as coisas comecem a evoluir
e mostrar que a OAB não existe
só para defender os interesses
da categria, mas também para
contribuir com a sociedade. Cito
duas campanhas de interesse
geral que estamos abraçando,
a da carga tributária e do voto
consciente, que é de fundamen-
tal importância neste momento
de eleições.
Outro objetivo nosso é tra-
zer o advogado para dentro
da Ordem e uma boa notícia é
que foi autorizada a reforma
da nossa sede campestre em
Balneário Gaivota, afinal tam-
bém é importante podermos
confraternizar.
Geral6 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
Publicações legais:
tomaz@grupocorreiodosul.com.br
Financeiro
financeiro@grupocorreiodosul.com.br
Comercial:
l48l 3533.0870
comercial@grupocorreiodosul.com.br
Diretor Geral
Jabson Muller
l48l 9955.5313
diretor@grupocorreiodosul.com.br
Diagramação/Arte:
correiodosul@grupocorreiodosul.com.br
Sul Gráfica
sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br
Redação:
editor@grupocorreiodosul.com.br
Radio 93FM
radio93fm@grupocorreiodosul.com.br
Circulação/Assinatura
l48l 3533.0870
assinaturas@grupocorreiodosul.com.br
Morango Rosa @morangorosa
Rua dos imigrantes, 401 - Balneário Gaivota
Super promoção
com até
50%As melhores marcas com
os melhores preços
botas
e cintos
Super promoção
com até
50%As melhores marcas com
os melhores preços
botas
e cintos
mente visível e legível.
Por isso, a fixação de
cartazes ou banners
afeta a visualização da
sinalização. Nas vias
públicas, diz o Código,
é proibido colocar luzes
(que não façam parte do
sistema de iluminação
da estrutura), publici-
dade, inscrições, vege-
tação e mobiliário que
possam gerar confusão,
interferir na visibilida-
de da sinalização e com-
prometer a segurança
do trânsito. É proibido
também, dispor sobre a
sinalização de trânsito
e aos suportes, ou a
ambos, qualquer tipo de
publicidade, inscrições,
legendas e símbolos que
não se relacionem com
a mensagem da sinali-
zação.
Para a afixação de
publicidade ao longo
da rodovia é necessário
7Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016Geral
Ruaserápavimentadaembairro
Encontrotratadepastagemdeinverno
> SOMBRIO
AprefeituradeSombrio
entregou a ordem de servi-
ço que autoriza a empresa
Concretubos Urbanização, a
executaraobradepavimen-
tação com lajota sextavada
de concreto na rua Zeferino
Alves, no bairro São José,
numa extensão de 266,41
metros. O investimento é de
R$ 183 mil que serão pagos
integralmente através de
convênio.
No ato da entrega da
ordemdeserviço,omunicípio
foirepresentadopelosecretá-
> MARACAJÁ
AEpagrideMaracajá
promoveu na sexta-feira,
na propriedade do agri-
cultor Enedir Gonçalves
Pedro, na localidade de
Garajuva,umamanhãde
campoabordandoasprin-
cipais técnicas utilizadas
para a sobressemeadura
e manejo de pastagens de
inverno.
Oengenheiroagrôno-
mo da Epagri do muicípio
RicardoMartins,destacou
a importância da divisão
das pastagens, correção e
fertilidade do solo, princi-
paisespéciesforrageirase
astécnicasutilizadaspara
a produção de forragem
em quantidade e qualida-
de. “A sobressemeadura
de pastagens de aveia e
azevémpossibilitaofertar
pastagens de qualidade,
comaltoteordeproteínas,
em épocas em que as pas-
tagensdeverãoparalisam
seu crescimento, logo é
Código de Trânsito proíbe que viadutos e placas sejam utilizados para colocar material de propaganda
> REGIÃO
ODepartamento
Nacional de In-
fraestrutura de Trans-
portes (Dnit) pede a
população que evite a
colocação de cartazes,
banners e outros mate-
riais de divulgação para
eventos, às margens da
BR 101 e em locais como
viadutos. Além de proibi-
do pela lei federal 9.503,
de 1997, que instituiu
o Código de Trânsito
Brasileiro (CTB), esses
materiais confundem e
distraem os motoristas.
Segundo o texto do
CBT, nos artigos 80 ao
84, ao longo das vias,
sempre que necessário,
será implantada sinali-
zação, que é destinada a
condutores e pedestres,
sendo que será colocada
em posição e condições
que a tornem perfeita-
Dnitalertaparacartazesna101
Perigo na Pista
prévia aprovação do ór-
gão ou entidade respon-
sável pela gestão da via.
No caso da BR-101 Sul,
antes de fixar publicida-
des é preciso autorização
expedida pelo Dnit, na
Superintendência Esta-
dual em Florianópolis ou
nas unidades locais, que
avaliarão se está de acor-
do com a legislação. Sem
a aprovação, o órgão ou
entidade de trânsito res-
ponsável pela via poderá
retirar ou determinar
a imediata retirada de
qualquer elemento que
prejudique a visibilidade
da sinalização viária e a
segurança do trânsito,
com ônus para quem o
tenha colocado.
Dentro das atividades
de conservação e limpeza
da BR-101 Sul é feita a
remoção dos cartazes e
banners que estão des-
conformes com a lei.
³Cartazes e outras formas de propaganda podem atrapalhar visão do motorista
³Entrega da ordem de serviço para a empresa
³Agricultores conheceram formas de pastagem
rio da Administração, Planeja-
mento e Finanças José Sidnei
Januárioepeloengenheirocivil
fundamental que a técnica
seja realizada em períodos
de outono e inverno”, res-
saltou.
Osagricultorestambém
puderam conhecer uma
área de pastagem de trevo
branco implantada na pro-
priedade, com orientação
daEpagri.“Otrevobrancoé
umaleguminosadeinverno
que possui a habilidade
de fixar o nitrogênio da
atmosfera e incorporar ao
solo, reduzindo os custos na
aquisição de fertilizantes
RamonBittencourt.Aempre-
satemoprazodetrêsmeses
paraexecuçãodosserviços.
nitrogenados e proporcio-
nando alto valor nutritivo
paraosanimais”,explicou
o agrônomo.
O encontro contou
ainda com a participação
dos jovens agricultores
produtores de leite, An-
dersonDaros(SantaRosa
do Sul) e Cássia Esteves
(Forquilhinha),querelata-
ram suas experiências na
condução das pastagens,
entre elas, a implantação
demudasdepastagenspe-
renes e produção de feno.
Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão
Novelas
Êta mundo bom -18h
Haja Coração -19h
Velho Chico -21h
S
andraexplicaseuplanoaErnesto.Ildenãogostadereceber
ordensdeClarice.FilomenacomentacomCaméliaqueteme
que algo atrapalhe seu casamento com Candinho. Emma
cobraumaposiçãodeLauro.GerusachoraescondidodeCamélia
e Osório. Sarita sugere que Zé dos Porcos impeça o casamento
deMafalda.ManuelarevelaquegostariadesecasarcomJosias.
B
etoconfessaaHenriquequevaiarmarparaTancinhapegarApo-
lonoflagracomoutranodiadocasamento.Camilaéagressiva
comaplateiaqueassisteLucrécianoconcursodecanto.Bruna
fingeparaGiovanniquevaiajudá-lonoGrandBazzar.Rebecadevolve
opresentedeAparício.CamiladizaLucréciaquetemequeaCamila
dopassadovolte.
Rapidinhas
Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016
Áries 21/03 a 20/04
O elemento fogo contribuirá para o bem da sua força de
vontade. Não deve deixar de tomar iniciativa que será a
palavra central para o seu dia. Porém Vênus contribuirá
negativamente para o seu lado mais egoísta.
Leão 21/07 a 20/08
Sagitário 21/11 a 20/12
Suafaltaderesponsabilidadepodeviraserelevadadevido
à influência negativa de Mercúrio. Sua energia para per-
sistiremodificarsituaçõesdeveserexploradoomáximo
possível.Nãodeixedebuscaroseusonho.
Gêmeos 21/05 a 20/06
EstarámaisagitadodevidoumaintervençãodeJúpiterno
decorrerdoseudia.Entraráemcontradiçãocomalgunsde
seusprincípios.Evitefalardemasiadamente,controleseus
impulsos.Marteiráajudarnestaquestão.
Libra 21/09 a 20/10
Muitasopçõespoderãogerarumaindecisãoouumatomada
de decisão superficial e precipitada. O Sol influenciará de
formamaispesadaqueSaturnoeVênusnestaconstelação.
Devebuscarmudaratravésdasuasociabilidade.
Aquário 21/01 a 18/02
Touro 21/04 a 20/05
Despertaráaolongodadiaumasensibilidademuitogrande
para avaliar situações e objetos. Notará falhas com mais fa-
cilidade, o que irá proporcionar melhores resultados. Porém
Plutão lhe deixará muito possessivo.
Virgem 21/08a20/09
Sua capacidade de mudar tende a ser favorável no
andamento do seu dia. Mercúrio será muito útil e con-
vergirá a favor no aspecto emocional e mutável da sua
personalidade. Júpiter tentará empurrá-lo para solidão.
Capricórnio 21/12 a 20/01
Despertar o lado criativo deve ser explorado, pois no
momentoestáofuscadopelaLua.ÉbombuscaremLeão
essa força criativa e unir com sua capacidade trabalhar.
Evitetambémpensamentospessimistas.
Câncer 21/06 a 20/07
Irá se apresentar uma pessoa mais cuidadosa em relação
àqueles que são mais próximos. Júpiter irá exaltar essa sua
qualidadetãorelevanteepreciosa.Nãodeixequeainfluência
de Marte atrapalhe a sua vida.
Escorpião 21/10 a 20/11
Seus sentimentos que estavam aprisionados serão apre-
sentados de forma bem intensa. Urano irá despertar essa
grande transformação no seu momento sentimental.
Procureaproveitaromelhorpossívelessafase.
Peixes 19/02 a 20/03
RegidoporNetunonestediatodooseuamorpodeserapre-
sentadoparaquemestáaoseulado.Virgemirálhefazerbem
para conquistar novos degraus na sua vida. Irá deixar você
mais a vontade neste dia.
Doreslombarespodemestarligadascomsuascostasque
fazpartedaanatomiadosignodeLeão.Ostresscausado
por sua veemência irá lhe causar indisposição. Tente ser
menosausteroemaiscalmo.
A reunião com pessoas próximas será muito interessante
para desenvolver boas ideias. Tente equilibrar o seu jeito
tranquilo com sua excentricidade. Saturno virá a ser um
fortealiadoparaevoluir.
Não há alegria maior para um pai do que
o carinho dos filhos, principalmente neste
domingo (14), quando é comemorado o Dia
dos Pais.
Edson Celulari é um desses paizões que
está sempre juntinho com os herdeiros e apro-
veitou o dia caloroso para compartilhar uma
foto em clima família, agradecendo a presença
da dupla em sua vida.
“Obrigado pelo amor, carinho, cuidado e
pelos respetidos ‘paaaaaaaai’”, escreveu ele.
O carinho dos filhos tem sido essencial
para Edson Celulari, que atualmente enfrenta
uma batalha contra um linfoma não-Hodgkin,
um tipo de câncer no sistema linfático.
Michael Phelps surpreendeu muitos nesta
Olimpíada, depois de conquistar ganhar cinco
ouros e uma prata de maneira inédita em todo
o mundo. No entanto, nem tudo são flores,
ainda mais quando envolve dinheiro e taxas
burocráticas.
O feito conquistado pelo nadador norte-
-americano irá aumentar também o valor da
despesa com impostos nos Estados Unidos.
Segundo artigo publicado no site Inc.com,
atletas de elite “que valem milhões”, como
Phelps, estão na faixa tributária cara.
Como cada atleta olímpico dos Estados
Unidos recebe um prêmio de R$ 80 mil por
medalha de ouro, R$ 48 mil por prata e R$ 32
mil por bronze, Phelps precisará pagar aproxi-
madamente R$ 54,9 mil para pagar impostos,
exigidos pelo governo.
A quantia exigida pelos atletas ameri-
canos varia de acordo com sua arrecadação
como atleta e suas respectivas conquistas,
uma espécie de medição da “fama”.
O
s peritos investigam a morte do preso dentro da cadeia.
Miguel tenta fazer com que Olívia saia do luto. Luzia se
emociona com Miguel. Beatriz repreende Martim por
tentar fazer com que Bento investigue o atentado contra Santo.
Bento tenta convencer os cooperados a confiarem em Miguel.
Martim enfrenta Carlos. Sophie avisa a Miguel que voltará para
Paris. Olívia vê Lucas e Sophie se beijando.
³Leo mostra ferimentos e diz que volta ao hospital
criminosos foram alveja-
dos, um deles morreu no
local e outro ainda tentou
fugir a pé, sendo preso
pelos policiais. A quantia
de R$ 2 mil roubada do
posto de combustíveis,
ficouespalhadapelapista
e foi recuperada pela PM.
O assaltante que veio
a óbito tinha várias pas-
sagensportráficoeroubo,
cumpria pena no regime
aberto desde dezembro
de 2015. Quando saiu
do presídio de Tubarão,
onde foi encarcerado pelo
crime de roubo, foi morar
em Araranguá. Seu com-
parsa, que levou um tiro
na perna e acabou preso,
tem várias passagens
policiais e é morador de
Araranguá.
Seis meses após a
tristeocorrência,quesen-
sibilizou os colegas de
farda e a sociedade ara-
ranguaense, os soldados
Estevam e Alexandre
receberam de seus supe-
riores uma homenagem
9Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016Segurança
Policiaisfazemnovotreinamento
> ARARANGUÁ
O 19º Batalhão da
Polícia Militar realizou
mais uma instrução de
Técnicas Policiais, Cul-
tura Organizacional e
Prática Reflexiva.
O intuito é melho-
rar e aumentar o grau
de preparo técnico dos
policiais através de
treinamento de ações
de polícia ostensiva
preventiva, cultura or-
ganizacional e prática
reflexiva.
Anecessidade da re-
vitalização anual do efe-
tivo ocorre para manter
os policiais motivados,
proporcionando mo-
mentos de aprendizagem
e troca de experiências,
sendo de fundamental im-
portância para o trabalho
que é realizado em prol da
segurança pública.
Durante a instrução
o capitão Alberto Car-
doso Cichella repassou
informações relativas aos
princípios das Técnicas
de Polícia Ostensiva e as
Técnicas Policiais Preli-
minares relacionadas ao
uso do terreno, abrigos,
coberturas, deslocamen-
tos, progressão e o uso
progressivo da força.
Para Cichella, “a re-
vitalização e o constante
aprimoramento das técni-
cas policiais são importan-
tes para que os policiais
militares mantenham-se
atualizados e para que
ocorra a interação entre
a tropa”.
A disciplina cultura
organizacional e prática
reflexiva foi ministrada
pelo 1º tenente Diego
Schwartz, onde foram
relembradas regras de
condutas tradicionais
dos policiais militares,
respeito aos símbolos
nacionais e os deveres
e direitos dos militares
previstos no regulamen-
to de continência, hon-
ras, sinais de respeito e
cerimonial militar das
ForçasArmadas, aplicá-
vel a Polícia Militar.
Gislaine Fontoura
> ARARANGUÁ
Na madrugada do
dia 23 de feve-
reiro, um assalto foi re-
gistrado em um posto de
combustíveis em Maraca-
já.Seriasómaisumaocor-
rência de roubo naquele
município, se um policial
militar não tivesse sido
baleado em confronto com
os marginais.
O assalto ocorreu por
volta das 4 horas da ma-
drugada e a guarnição
composta pelos soldados
EstevameAlexandreiden-
tificou os criminosos em
fuga, de moto, pela BR-
101. Um dos bandidos
estavaarmadoeteveinício
uma troca de tiros. Foram
efetuados quatro disparos
contra a viatura da PM e
umdelesacertouovidrodo
lado do caroneiro, atingin-
do o soldado Estevam no
ombro esquerdo. Os dois
Policialbaleadoéhomenageado
Solenidade
por destaque na atuação,
quefoientreguenamanhã
da última quinta-feira.
O capitão Alberto Ci-
chella falou sobre a bra-
vura dos homenageados.
“O policial militar quando
entraparaainstituiçãofaz
um juramento, que é o de
proteger a sociedade, mes-
mo com o risco da própria
vida e estes dois fizeram
efetivamente isto”, disse.
Questionado sobre
como se sente por ter re-
cebido a homenagem, o
soldado Estevam foi bre-
ve: “Só sinto que o dever
foi cumprido”. O soldado
Alexandredirigiaaviatura
naquele dia e viu o compa-
nheiro ser baleado. “Mes-
mo sob tiros, continuamos
indo atrás dos marginais,
prendemos e recuperamos
o dinheiro roubado”, lem-
brou.
Mais homenagens
Além de Alexandre e
³Soldados Estevam e Alexandre posam com o comandante (centro) do batalhão
³Policiais treinam com armas durante mais uma instrução de técnicas
Apesar da troca de tiros, dinheiro roubado foi recuperado e um dos assaltantes preso
Estevam, outros três po-
liciais militares foram
homenageados, por terem
prendido uma quadrilha
e apreendido armas de
fogo e um veículo rouba-
do, em Timbé do Sul. Em
abril, o soldado Pedro, o
soldado Alessandro e o
cabo Fabrício, de Turvo
e Timbé do Sul, mes-
mo em número menor,
prenderam sete bandidos
armados. O bando tentou
roubar um veículo na Ser-
ra da Rocinha atirando
em direção ao motorista
e depois fugiu, sendo in-
terceptado e preso pelos
militares.
O major MaikeAdria-
no Valgas, destacou a
bravura dos policiais. “A
homenagem prestada a
eles é muito justa. A ocor-
rência chamou bastante
atenção pelo número de
pessoas envolvidas, que
eram superiores ao nú-
mero de policiais, a abor-
dagem aos criminosos
foi exitosa, prendendo os
envolvidos, recuperando
um veículo furtado e apre-
endendo armas de fogo”
ponderou.
Publicidade10 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
Comunidade 11Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
Eleições12 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
21.379
SUPERIOR COMPLETO
SUPERIOR INCOMPLETO
ENSINO MÉDIO COMPLETO
ENSINO MÉDIO INCOMPLETO
ENSINO FUNDAMENTALCOMPLETO
ENSINO FUNDAMENTALINCOMPLETO
LÊ E ESCREVE
ANALFABETO
2.26%
3.33%
13.42%
22.81%
9.38%
38.20%
6.84%
2.76%
Número de Eleitores
SOMBRIO
Grau de Instrução
Pirâmide Etária Sexo
Estatísticas eleitorais 2016
Eleitorado
25/07/2016 Eleições 2016 — Tribunal Superior Eleitoral
http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas­eleitorais­2016/eleicoes­2016 3/3
2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
5500
Pirâmide Etária
mais detalhes
­500 ­400 ­300 ­200 ­100 0 100 200 300 400 500 600
Superior a 79 anos
75 a 79 anos
70 a 74 anos
65 a 69 anos
60 a 64 anos
55 a 59 anos
50 a 54 anos
45 a 49 anos
40 a 44 anos
35 a 39 anos
30 a 34 anos
25 a 29 anos
21 a 24 anos
20 anos
19 anos
18 anos
17 anos
16 anos
Sexo
mais detalhes
Feminino 50%Masculino 50%
IGREJA MATRIZ SANTO ANTONIO DE PÁDUA
Feminino 52%
Masculino 48%
³Homem chegou ao hospital com ferimentos
Polícia 13Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
³Câmeras flagraram dois bandidos escolhendo calmamente peças na loja
bem o local, tendo co-
nhecimento do que foram
buscar e sabendo que não
tinhavigiaduranteanoite
no shopping. O grande
estrago só foi descoberto
na manhã de sábado,
quando o proprietário e
> SOMBRIO
Furto avaliado em
mais de R$200
mil aconteceu em uma jo-
alheria no Sombrio Moda
Shopping. A loja foi ar-
rombada na madrugada
de sábado,por volta das
duas horas. Em uma ação
inimaginável e cinema-
tográfica, dois bandidos
entraram pelo telhado do
shopping, tiveram acesso
ao forro de gesso, que foi
estourado, e escalaram o
mostruário da joalheria,
tendo enfim acesso ao seu
interior. A partir daí pu-
deram roubar com calma.
Durante cerca de 40 mi-
nutos a dupla teve tempo
de sobra para procurar as
chaves dos mostruários,
selecionar o que queriam
levar optando pelas peças
mais caras, principal-
mente relógios. Mais de
150 foram levados, além
de óculos o outras joias.
A ação foi registrada
pelo circuito de câmeras
de segurança da loja,
mostrando que os bandi-
dos já tinham estudado
Ladrõesfazemfurtocinematográfico
Ousados
um funcionário chega-
ram para trabalhar e ao
entrar se depararam com
o mostruário vazio e com
pedaços de gesso no chão.
As Polícias Militar e
Civil e o Instituto Geral
de Perícias foram acio-
Maridoflagramulher
eamantesaipelado
Homemsofretentativadehomicídio
> SOMBRIO
A história acon-
teceu no bairro São
Luiz, no município de
Sombrio, onde um ca-
minhoneiro confirmou
a suspeita que tinha.
Desconfiado de que
> ARARANGUÁ
Pouco depois da
meia-noite de sábado, a
Polícia Militar de Ara-
ranguá foi acionada por
funcionários do Hospital
Regional de Araranguá
(HRA), que informaram
sobre um paciente que
deu entrada na unida-
de hospitalar vítima de
disparos de arma de fogo
nas costas. O homem
baleado tem 39 anos e
já esteve encarcerado
no Presídio Regional de
Araranguá pelo crime de
tráfico de entorpecentes,
a última passagem dele
foi no ano de 2012.
A tentativa de ho-
micídio ocorreu quan-
estava sendo traído, na
semana passada ele vol-
tou mais cedo da viagem
e não avisou a mulher.
Ele chegou ao aparta-
mento onde mora e pe-
gou a esposa e o amante
na cama. Iniciou-se uma
briga e a Polícia Militar
foi acionada. Segundo
relatos extra-oficiais, o a
do a vítima estava che-
gando de carro na casa
do irmão,que mora no
bairro Jardim das Ave-
nidas. Policiais militares
se dirigiram até o HRA e
conversaram com ele, que
amante teria agredido
marido e depois saiu
em fuga sem roupa,
como diz aquela músi-
ca ‘pelado, pelado, nu
com a mão no bolso’. O
motorista traído foi até
a delegacia da Polícia
Civil e registrou um
boletim de ocorrência
por agressão.
não soube identificar o
possível autor dos dis-
paros. A PM fez rondas,
porém nenhum suspeito
foi localizado. O crime
passa a ser investigado
pela Polícia Civil
Eles subem no telhado do shopping, quebram forro de gesso, entram em joalheria e esvaziam mostruário
nados e as imagens das
câmeras entregues para
investigação. O ‘modus
operandi’ dos bandidos
chamou a atenção de
todos, já que trata-se
de um furto qualificado
diferente na região e pela
primeira vez o alvo foi
uma loja dentro de um
shopping.
Os policiais acreditam
que a logística do crime foi
bastante planejada,com
estudo da localização da
joalheria e da chegada até
ela pelo telhado, conhe-
cimento sobre o forro de
gesso e consciência de que
o alarme do shopping não
iria disparar, pois ele só foi
desligado por volta das 7h
de sábado, horário em que
os funcionários começam
a chegar.
Um dos sócios da
loja, que não quis se
identificar,lamentou o
prejuízo, se disse supres-
so pela forma do roubo e
manifestou confiança no
trabalho polícia para en-
contrar os responsáveis.
Publicidade14 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
Geral 15Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
EDITAL DE INTIMAÇÃO
ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE
TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP
88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente
EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três)
dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar
conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que
nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto.
PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ
Prot: 149598; Devedor(es): EZIO JOSE OTAVIO - 288.807.819-87, End: Rua Pedro Coelho, 675, Sombrio; Tip:
Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: REDE FURNAS COMERCIO DE COMBUSTIVEIS LTDA; Sac: REDE
FURNAS COMERCIO DE COMBUSTIVEIS LTDA; Tit: 604 ; Apr: FCDL; VEN: 11/07/2016; Esp: Cheque; Val: R$
200,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 -
Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 149630; Devedor(es): JULIANA PACHECO SILVANO MATEUS - 064.330.289-18, End: Rua Pref. Pedro
José Amorim, 1109, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: POLIGRESS DO BRASIL LTDA;
Sac: POLIGRESS DO BRASIL LTDA; Tit: 55762/02 ; Apr: POLIGRESS DO BRASIL LTDA; VEN: 06/08/2016;
Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 210,48 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86.
Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 -
Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 149634; Devedor(es): P&B COM DE PECAS E TRANSP LTDA ME - 08.251.080/0001-60, End: Rua
Vereador Oscar Manoel Monteiro, 267, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: BANCO
COOPERATIVO DO BRASIL S.A.; Sac: AUTODIESEL CHAPEACAO; Tit: 1015 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA;
VEN: 05/08/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 300,00 + Juros Legais (1% a.m.);
Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução
R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 15/08/2016.
Sombrio - SC, 15/08/2016
ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
Entrevista16 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
Prefeitos - 213
Vice-prefeitos - 146
Vereadores - 3 mil (estimativa)
O PMDB já é o maior partido
do estado e por isso mesmo não
tem muito espaço para crescer.
Por isso, segundo o deputado
Valdir Cobalchini, coordenador
geral das eleições municipais
da sigla, o esforço maior é para
manter a mobilização, ampliar o
número de filiados e evitar o en-
colhimento. O partido cumpriu
uma estratégia firmada na Cara-
vana de líderes a todas as regiões.
Mais recentemente, investiu no
programa PMDB Sem Dúvidas,
para esclarecimento aos candida-
tos sobre as novas regras eleitorais.
Para Cobalchini, as próximas
eleições podem ser marcadas pela
volta do partido a algumas ci-
dades importantes, como Itajaí e
Florianópolis, além de Joinville,
onde aposta na reeleição do atu-
al prefeito, Udo Döhler. “Vamos
manter nossa tradição de co-
mando na maioria das pequenas
e médias cidades catarinenses,
mas também vamos nos for-
talecer conquistando algumas
das maiores prefeituras”, prevê.
O partido está presente na cha-
pa majoritária de 277 municípios
e em 82 em chapa pura. As re-
gionais de Palmitos, Rio do Sul e
Braço do Norte terão 100% dos
municípios com candidatos pee-
medebistas. E em pelo menos três
cidades - Tigrinhos, Cordilheira
Alta e Salto Veloso, todas no Oes-
te -, os peemedebistas já podem
contar vitória. É que por lá são
candidatos únicos às prefeituras.
PeloEstado Especial ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016
Na segunda-feira (15) o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC)
encerrará o prazo para o requerimento de registro de candidaturas
aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador dos 295 municípios
de Santa Catarina para as eleições de 2 de outubro. O plantão
para recebimento dos registros nos cartórios eleitorais será das 9
às 19 horas. Entretanto, antes mesmo do fim do prazo, a Coluna
Pelo Estado obteve junto aos partidos o resultado das convenções.
Atualmente Santa Catarina tem registrados 35 partidos. No site
do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atualizado em julho, o
maior é o PMDB, com 196.255 filiados, e o menor é o PCO-SC,
com apenas 11. Para seguir um critério, nossa reportagem ouviu
os partidos com mais filiados e também com mais assentos na
Assembleia Legislativa, resultando no PMDB, com 10 deputados,
PSD (sete deputados e 44.669 filiados), PSDB (cinco deputados
e 102.719 filiados), PT (também com cinco deputados e 58.842
filiados) e o PP (quatro deputados e 142.066 filiados). O número
de candidaturas desses cinco partidos dará ao leitor uma projeção
do mapa eleitoral após a apuração dos votos. E também uma
perspectiva das forças para as eleições de 2018 para governo do
Estado, Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado.
Maiores partidos fazem balanço sobre candidaturas
Por Andréa Leonora
redacao@peloestado.com.br
AssessoriadeComunicaçãoSocial-TRE-SC
Prefeitos - 104
Vice-prefeitos - 98
Vereadores - 2.011
O PSDB catarinense fez um
planejamento para chegar a,
pelo menos, 150 candidaturas em
chapas majoritárias, objetivo su-
perado com folga. De acordo com
o presidente estadual da sigla,
deputado Marcos Vieira, a expli-
cação para este resultado está na
forte mobilização da Executiva
estadual no último ano, com a
realização de 70 seminários em
todas as regiões e o envolvimento
direto de cerca de 5 mil lideranças.
“O trabalho de mobilização
foi feito junto com o trabalho
de filiação, onde conquistamos
10 mil novos filiados. Com isso,
o PSDB de Santa Catarina al-
cançou 105 mil filiados (dado
não atualizado no site do TSE)”,
comemora. Vieira também desta-
ca o fato de o partido ter 14 can-
didaturas a prefeito em 20 dos
maiores municípios catarinens-
es, o maior número registrado
entre os principais partidos.
Não há partidos preferenciais
em coligações. O PSDB definiu,
em cada uma das 295 cidades
catarinenses, especialmente, nas
291 cidades onde está instalado,
que o melhor projeto para cidade,
independentemente do partido,
seria a melhor opção. “A dis-
tribuição de candidatos é regular
em todas as regiões, mas registra-
mos o maior número de candida-
turas a prefeito no Alto e Médio
Vale do Itajaí, com 26 candidatu-
ras a prefeito e 23 a vice-prefeito
nos 64 municípios das regionais.”
Prefeitos - 61
Vice-prefeitos - 73
Vereadores - 185
O PT-SC apresentou recuo no
número de candidaturas, mas,
mesmo assim, de acordo com o co-
ordenador do Grupo de Trabalho
Eleitoral (GTE), deputado Dirceu
Dresch, o objetivo foi alcançado.
A explicação vem de uma situação
classificada por ele como atípica:
“Nós temos muitos prefeitos no
Oeste e agora estamos cumprindo
os acordos feitos, ou seja, apoian-
do partidos da coligação que
passam à cabeça de chapa. Itapi-
ranga, Pinhalzinho, Dionísio Cer-
queira, Nova Erechim e Coronel
Freitas, por exemplo, o PT gover-
nou por oito anos.” Ele estima que
mais de dez municípios estão nes-
ta situação em diferentes regiões.
Considerando essa peculiari-
dade, Dresch afirma que o núme-
ro de candidaturas é muito posi-
tivo, incluindo as de vereadores,
cargo que o PT disputará em
praticamente todas as cidades.
Mas a principal comemoração é
pelo número expressivo de pre-
sença nas majoritárias dos 20
maiores municípios. “Temos 13
candidatos a prefeito e dois a
vice-prefeitos. Uma excelente rep-
resentatividade, mesmo com todo
o ataque que o PT tem sofrido.”
Segundo o deputado, o tra-
balho de mobilização e formação
política com vistas às eleições de
outubro começou há mais de um
ano. Uma das preocupações foi a
capacitação para atendimento às
novas regras eleitorais. O PT saiu
com chapa pura em 24 cidades.
Prefeitos - 104
Vice-prefeitos - 73
Vereadores - não informado
Entre as candidaturas do PP-
SC, 23 são em chapa pura. Apesar
de não terem atingido o objetivo
inicial, de 120 candidatos a pre-
feito, o vice-presidente da sigla,
Aldo Rosa, afirmaqueosnúmeros
superaram os das eleições de 2012.
Ele explicou que mais partidos
entraram na disputa e com mais
chances, diluindo as candidaturas
e fazendo com que nenhum parti-
do atingisse as metas. “PSB, PR,
PPS e PSC, por exemplo, conse-
guiram ampliar espaços”, disse
A estratégia do PP catarinense
foi usar seu patrimônio par-
tidário. “Em que pese as dificul-
dades, temos representação na
maioria dos municípios.” Rosa
destacou a aliança com o PSD em
mais de 150 municípios e deixou
claro que, pelo menos para o PP,
essa é a base para a candidatura
e eleição do deputado federal Es-
peridião Amin ao governo do Es-
tado. “Uma das dificuldades foi
não estar no governo. A rigor, to-
dos os partidos estão. Nós estamos
fora e sem qualquer estrutura.
O pepista avalia que seu par-
tido tem mais chances de eleição
no Sul do estado, região onde a
sigla é mais forte. Mas ressaltou o
que chamou de “reação” no Oes-
te, com aumento no número de
candidatos. “Vamos fazer uma
boa votação. Os 104 que se candi-
dataram têm composição sólida e
por isso boa perspectiva de eleição.
Quem não tinha muita con-
vicção ou estrutura já desistiu.”
Prefeitos - 140
Vice-prefeitos - 74
Vereadores - não informado
O PSD-SC é o mais novo par-
tido entre os maiores e registrou
crescimento. Em sua segunda par-
ticipação em eleições municipais –
a primeira foi em 2012 -, está com
12,9%maiscandidatosaprefeitos.
Uma das estratégias de crescimen-
to foi a realização de um acordo de
apoio mútuo com o PSB e o PR.
Além disso, o presidente estadual
da sigla, deputado Gelson Merisio,
que também preside a Assembleia
Legislativa, fez reuniões em todas
as regiões, com encontros nas ci-
dades-polo e incentivo à candida-
tura própria em cada município.
Ele fez isso nas regiões Sul,
Norte, Meio Oeste, Oeste, Grande
Florianópolis e, na região da Ser-
ra, acompanhou o governador
Raimundo Colombo na tarefa. Os
deputados da bancada do PSD
e outras lideranças seguiram a
mesma estratégia em conversas
pontuais e suas regiões de base.
Apesar do crescimento observa-
do, o partido não atingiu sua meta
inicial, de 170 cabeças de chapa.
Merisio acredita que as desistên-
cias ocorridas foram motivadas
pela maior dificuldade para cum-
primento das regras eleitorais.
“Está muito difícil pessoas novas
ingressarem na vida pública. Fru-
to também desse ambiente que
vivemos em nível nacional. É uma
soma de fatores. Mesmo assim,
queremos passar dos 52 eleitos
em 2012 para no mínimo 70 em
2016.” As maiores apostas do
partido são Joinville e Blumenau.
Publicidade 17Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
Av. Santa Catarina, n° 504, Loja 2 - Baln. Gaivota - SC
- Sombrio - SC
Polícia18 Correio do Sul
Segunda-feira,
15 de Agosto de 2016
mília que estava reunida
já embriagado, batendo
na mesa e ofendendo os
presentes. Edilson cha-
mou a atenção do irmão
e segundo familiares os
dois começaram a bri-
gar. Edilson pegou uma
faca e atingiu Alessan-
dro, que caiu no chão.
Enquanto o Samu e a
polícia eram acionados,
Alessandro, que estava
ferido, se levantou e ten-
tou atingir Edilson com
uma espeto.
Edilson foi condu-
zido para a delegacia
e Alessandro encami-
nhado ao Hospital Dom
Joaquim.
Vândalosdepredamnovapraça
Festaterminanadelegacia
> ARARANGUÁ
A prefeitura de
Araranguá, buscando
investir no lazer da
população, inaugurou
na manhã da última
quinta-feira, a Praça
das Águas. O espaço
público está localizado
ao lado da pista de ska-
te, no Centro, entre as
avenidas Capitão Pedro
Fernandes e Coronel
João Fernandes.
Na quinta mesmo,
um vídeo de jovens an-
dando de skate em cima
de bancos e do chafariz
> SANTA ROSA
Uma festa realizada
em um sítio no interior
de Santa Rosa do Sul
neste final de semana
deu trabalho a polícia
na manhã deste do-
mingo.
Um grupo de aproxi-
madamente 20 pessoas
resolveu organizar uma
balada sem hora para
acabar, na comunidade
de Sanga da Areia. Se-
gundo os moradores, era
Gislaine Fontoura
> SOMBRIO
Acombinação ca-
chaça, festa e faca
nunca dá bom resultado,
mesmo que seja em famí-
lia. Foi o que aconteceu
na tarde de sábado na
comunidade de Sanga da
Toca, às margens da BR
101, em Araranguá. Os
irmãos Edilson Fontana,
de 26 anos e Alessandro
Fontana,33, tiveram um
bate boca, partiram para
a agressão verbal e depois
física, terminando em
uma facada.
A confusão começou
quando Alessandro teria
chegado ao almoço da fa-
Brigadeirmãosacabaemfacada
Olha a Faca
³Edilson foi detido e levado a delegacia depois de briga de faca com o irmão
³Rapazes detidos discutiram com os policiais
da praça circulou no Fa-
cebook e indignou inter-
nautas. Segundo uma
professora aposentada,
que ao ver o vídeo foi até
a praça com a intenção de
mandar os depredadores
embora, a estrutura foi
danificada já no dia da
inauguração, apresen-
tando lascas nas beiradas
dos bancos e do chafariz.
A obra foi feita pelo
Serviço Autônomo Mu-
nicipal de Água e Esgoto
(Samae) de Araranguá e
recebeu elogios da comu-
nidade pela beleza e por
ser um bom ambiente de
lazer para as famílias.
Além da professora,
a quarta vez que a festa
acontecia, tirando o sos-
sego dos vizinhos. Como
os sítios são próximos, o
barulho provocado pelo
som alto incomodou as
famílias, que acionaram
a Polícia Militar.
Os policiais chegaram
de surpresa por volta do
meio-dia de ontem e dois
jovens bateram boca com
eles, e ainda ameaçaram
colocar fogo na casa do vi-
zinho. Os dois receberam
voz de prisão e foram con-
outros internautas fi-
caram indignados com
a depredação. “Tem que
tomar conhecimento de
quem são, comunicar os
pais e fazê-los pintarem
os estragos”, protestou
uma secretária.
Além da Praça das
Águas, o Samae inau-
gurou na última se-
mana uma Estação de
Tratamento de Água,
no bairro Urussangui-
nha, a ETA III. Outras
praças serão entregues
a população antes do
final do ano, a exemplo
de uma que será inau-
gurada esta semana em
Morro dos Conventos.
duzidos para a delegacia
de Santa Rosa do Sul,
junto com o aparelho de
som de um carro apre-
endido, e uma pequena
porção de maconha.
Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016
³ 07-32-40-52-74CONCURSO
4.157
QUINA 13/08
³ 01-06-45-49-50-57
CONCURSO
1.847
MEGA SENA
13/08
Detirarofôlego:Robson
derrotarivalcubano
> RIO 2016
Amissãodestedomin-
go foi cumprida. Robson
Conceição queria presen-
tear a si mesmo pelo Dia
dos Pais "mudando a cor
damedalha",comoelemes-
mo disse após garantir o
bronze com a vitória nas
quartas de final. Pai de
Sophia, que completa dois
anosnodia19,eletambém
prometeu a medalha de
ouroparaela.Destavez,na
semifinal, teve seu grande
rival, Lazaro Alvarez, de
Cuba, no caminho. Fácil,
é claro, não seria, afinal, o
adversário era um tricam-
> PORTO ALEGRE
OdomingodeDiados
Pais foi de alegria
para os gremistas. Com
direito a recorde de público
naArena, o Grêmio aplicou
3a0sobreoCorinthians,em
dueloválidopela20ªrodada
do Brasileirão com uma
atuação consistente. Não à
toa, os gremistas deixaram
o gramado eufóricos com
um triunfo "justo", graças à
pontariadoataqueeaonível
de concentração da equipe
nos 90 minutos.
Autor do gol que abriu
caminho para a vitória, em
Grêmiocomconcentraçãoeboapontaria
belajogadaindividual,Pedro
Rocha ressaltou justamente
a postura própria e de seus
companheiros para bater o
Timão.
– É importante. Entra-
mos muito bem concentra-
dos. É o que a gente queria.
Graças a Deus. Fizemos um
bom jogo e saímos com a
vitória.Temqueserassim.O
Roger pede bastante para a
gentedecidirajogadarápido.
Pude ser feliz no gol – afir-
mou o atacante.
Wallace Reis admitiu
as dificuldades que a equipe
tem enfrentado devido a
alguns desfalques recorren-
tes.Aindaassim,vibroucom
um triunfo "justo" dentro de
campo.
Companheiro de Walla-
ce na zaga, Geromel exaltou
a luta da equipe, além da
pontariaafiadadoataque.O
zagueiro ainda vibrou com a
alegria dada ao torcedor no
Dia dos Pais.
–Dábastanteforçapara
continuar a luta, está todo
mundo em cima. Tem que
ganhartodososjogos,vamos
tentar levar esse espírito
para todos os jogos. Quando
o ataque funciona, o outro
time tem que se expor. É
mais uma alegria para os
pais. Demos no ano passado
edemosesseano.Temosque
manteresseníveldeatuação.
Tivemosfelicidadedefazeros
golseissofeztodaadiferença
– disse Geromel, lembrando
avitóriapor5a0noGre-Nal
em 2015.
ComavitóriasobreoCo-
rinthians, o Grêmio retorna
ao G-4 do Brasileirão. O Tri-
color ocupa a 2ª colocação da
tabela,com35pontos–ainda
temumjogoamenos,adiado,
contra o Botafogo. A equipe
volta a campo no próximo
domingo, às 11h, quando
encaraoFlamengo,noMané
Garrincha,emBrasília,pela
21ª rodada do Nacional.
peãomundial,medalhistade
bronze em Londres 2012 e
primeirocolocadonoranking
daAIBA(AssociaçãoInterna-
cional de BoxeAmador). En-
tretanto, o baiano, vice-líder
da categoria peso-leve (até
60kg) conseguiu o triunfo
pordecisãounânime,com3
a 0 (29-28, 29-28 e 30-27) e
está na grande decisão do
ouro, que será disputada
na próxima terça-feira, às
19h15.
Caso vença a decisão,
Robson alcançará o maior
resultado da história do
boxe brasileiro em Olim-
píadas. O país não tem ne-
nhumamedalhadeourona
modalidade. Nos Jogos de
2012,emLondres,Esquiva
Falcão bateu na trave e
ficou com a prata.
16h15 X
18h30 X
Pos. Equipes P J V E D GP GC SG %
16h00
11h00
Sábado 13/08/16
16h00 X
X
X
X
20° Rodada
Domingo 14/08/16
X
X
20h00 X
18h30 X
11h00
16h00
16h00
1 0
2 0
1 0
3 0
2 2
3 0
2 2
0 1
20h00 X
Segunda-feira 15/08/16
*
Jogo em andamento durante o término deste jornal*
Brasileirão
Série A
SEGUNDA-FEIRA, 15 DE AGOSTO DE 2016

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal digital 08 08-18
Jornal digital 08 08-18Jornal digital 08 08-18
Jornal digital 08 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 27 de janeiro de 2017
Jornal digital   27 de janeiro de 2017Jornal digital   27 de janeiro de 2017
Jornal digital 27 de janeiro de 2017
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 17 10-17
Jornal digital 17 10-17Jornal digital 17 10-17
Jornal digital 17 10-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 24 07-17
Jornal digital 24 07-17Jornal digital 24 07-17
Jornal digital 24 07-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 30 10-2018
Jornal digital 30  10-2018Jornal digital 30  10-2018
Jornal digital 30 10-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal digital 5046_sex_18112016Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 16 04-18
Jornal digital 16 04-18Jornal digital 16 04-18
Jornal digital 16 04-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 14 06-17
Jornal digital 14 06-17Jornal digital 14 06-17
Jornal digital 14 06-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 31 de janeiro de 2017
Jornal digital   31 de janeiro de 2017Jornal digital   31 de janeiro de 2017
Jornal digital 31 de janeiro de 2017
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal digital   13 de janeiro de 2017Jornal digital   13 de janeiro de 2017
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal digital 5021 qua_28092016Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 26 09-2018
Jornal digital 26 09-2018Jornal digital 26 09-2018
Jornal digital 26 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 30 08-18
Jornal digital 30 08-18Jornal digital 30 08-18
Jornal digital 30 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4875_seg_14032016
Jornal digital 4875_seg_14032016Jornal digital 4875_seg_14032016
Jornal digital 4875_seg_14032016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal digital 5060 qui_08122016Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17
Jornal Correio do Sul
 

Mais procurados (20)

Jornal digital 08 08-18
Jornal digital 08 08-18Jornal digital 08 08-18
Jornal digital 08 08-18
 
Jornal digital 27 de janeiro de 2017
Jornal digital   27 de janeiro de 2017Jornal digital   27 de janeiro de 2017
Jornal digital 27 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 17 10-17
Jornal digital 17 10-17Jornal digital 17 10-17
Jornal digital 17 10-17
 
Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018
 
Jornal digital 24 07-17
Jornal digital 24 07-17Jornal digital 24 07-17
Jornal digital 24 07-17
 
Jornal digital 30 10-2018
Jornal digital 30  10-2018Jornal digital 30  10-2018
Jornal digital 30 10-2018
 
Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016
 
Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal digital 5046_sex_18112016Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal digital 5046_sex_18112016
 
Jornal digital 16 04-18
Jornal digital 16 04-18Jornal digital 16 04-18
Jornal digital 16 04-18
 
Jornal digital 14 06-17
Jornal digital 14 06-17Jornal digital 14 06-17
Jornal digital 14 06-17
 
Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18
 
Jornal digital 31 de janeiro de 2017
Jornal digital   31 de janeiro de 2017Jornal digital   31 de janeiro de 2017
Jornal digital 31 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal digital   13 de janeiro de 2017Jornal digital   13 de janeiro de 2017
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal digital 5021 qua_28092016Jornal digital 5021 qua_28092016
Jornal digital 5021 qua_28092016
 
Jornal digital 26 09-2018
Jornal digital 26 09-2018Jornal digital 26 09-2018
Jornal digital 26 09-2018
 
Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17
 
Jornal digital 30 08-18
Jornal digital 30 08-18Jornal digital 30 08-18
Jornal digital 30 08-18
 
Jornal digital 4875_seg_14032016
Jornal digital 4875_seg_14032016Jornal digital 4875_seg_14032016
Jornal digital 4875_seg_14032016
 
Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal digital 5060 qui_08122016Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal digital 5060 qui_08122016
 
Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17
 

Destaque

Jornal digital 4944_qua_22062016
Jornal digital 4944_qua_22062016Jornal digital 4944_qua_22062016
Jornal digital 4944_qua_22062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4959_qua_13072016
Jornal digital 4959_qua_13072016Jornal digital 4959_qua_13072016
Jornal digital 4959_qua_13072016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal digital 4992 seg_29082016Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5026_ter_18102016
Jornal digital 5026_ter_18102016Jornal digital 5026_ter_18102016
Jornal digital 5026_ter_18102016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5037_sex_04112016
Jornal digital 5037_sex_04112016Jornal digital 5037_sex_04112016
Jornal digital 5037_sex_04112016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal digital 5051_sex_25112016Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal digital 4973_ter_02082016Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5029_sex_21102016
Jornal digital 5029_sex_21102016Jornal digital 5029_sex_21102016
Jornal digital 5029_sex_21102016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal digital 5050_qui_24112016Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5045_qui_17112016
Jornal digital 5045_qui_17112016Jornal digital 5045_qui_17112016
Jornal digital 5045_qui_17112016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4941_sex_17062016
Jornal digital 4941_sex_17062016Jornal digital 4941_sex_17062016
Jornal digital 4941_sex_17062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4989 qua_24082016
Jornal digital 4989 qua_24082016Jornal digital 4989 qua_24082016
Jornal digital 4989 qua_24082016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal digital 5030_seg_24102016Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4937_seg_13062016
Jornal digital 4937_seg_13062016Jornal digital 4937_seg_13062016
Jornal digital 4937_seg_13062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4983 ter_16082016
Jornal digital 4983 ter_16082016Jornal digital 4983 ter_16082016
Jornal digital 4983 ter_16082016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal digital 4958_ter_12072016Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal Correio do Sul
 

Destaque (17)

Jornal digital 4944_qua_22062016
Jornal digital 4944_qua_22062016Jornal digital 4944_qua_22062016
Jornal digital 4944_qua_22062016
 
Jornal digital 4959_qua_13072016
Jornal digital 4959_qua_13072016Jornal digital 4959_qua_13072016
Jornal digital 4959_qua_13072016
 
Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal digital 4992 seg_29082016Jornal digital 4992 seg_29082016
Jornal digital 4992 seg_29082016
 
Jornal digital 5026_ter_18102016
Jornal digital 5026_ter_18102016Jornal digital 5026_ter_18102016
Jornal digital 5026_ter_18102016
 
Jornal digital 5037_sex_04112016
Jornal digital 5037_sex_04112016Jornal digital 5037_sex_04112016
Jornal digital 5037_sex_04112016
 
Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal digital 5051_sex_25112016Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal digital 5051_sex_25112016
 
Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal digital 4973_ter_02082016Jornal digital 4973_ter_02082016
Jornal digital 4973_ter_02082016
 
Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016Jornal digital 4946_sex_24062016
Jornal digital 4946_sex_24062016
 
Jornal digital 5029_sex_21102016
Jornal digital 5029_sex_21102016Jornal digital 5029_sex_21102016
Jornal digital 5029_sex_21102016
 
Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal digital 5050_qui_24112016Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal digital 5050_qui_24112016
 
Jornal digital 5045_qui_17112016
Jornal digital 5045_qui_17112016Jornal digital 5045_qui_17112016
Jornal digital 5045_qui_17112016
 
Jornal digital 4941_sex_17062016
Jornal digital 4941_sex_17062016Jornal digital 4941_sex_17062016
Jornal digital 4941_sex_17062016
 
Jornal digital 4989 qua_24082016
Jornal digital 4989 qua_24082016Jornal digital 4989 qua_24082016
Jornal digital 4989 qua_24082016
 
Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal digital 5030_seg_24102016Jornal digital 5030_seg_24102016
Jornal digital 5030_seg_24102016
 
Jornal digital 4937_seg_13062016
Jornal digital 4937_seg_13062016Jornal digital 4937_seg_13062016
Jornal digital 4937_seg_13062016
 
Jornal digital 4983 ter_16082016
Jornal digital 4983 ter_16082016Jornal digital 4983 ter_16082016
Jornal digital 4983 ter_16082016
 
Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal digital 4958_ter_12072016Jornal digital 4958_ter_12072016
Jornal digital 4958_ter_12072016
 

Semelhante a Jornal digital 4982 seg_15082016

Jornal digital 4985 qui_18082016
Jornal digital 4985 qui_18082016Jornal digital 4985 qui_18082016
Jornal digital 4985 qui_18082016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 14 07-17
Jornal digital 14 07-17Jornal digital 14 07-17
Jornal digital 14 07-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 04 09-2018
Jornal digital 04 09-2018Jornal digital 04 09-2018
Jornal digital 04 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 18 08-17
Jornal digital 18 08-17Jornal digital 18 08-17
Jornal digital 18 08-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4878_qui_17032016
Jornal digital 4878_qui_17032016Jornal digital 4878_qui_17032016
Jornal digital 4878_qui_17032016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 08-18
Jornal digital 13 08-18Jornal digital 13 08-18
Jornal digital 13 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 06-18
Jornal digital 13 06-18Jornal digital 13 06-18
Jornal digital 13 06-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 14 08-18
Jornal digital 14 08-18Jornal digital 14 08-18
Jornal digital 14 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 20 08-18
Jornal digital 20 08-18Jornal digital 20 08-18
Jornal digital 20 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5032_qua_26102016
Jornal digital 5032_qua_26102016Jornal digital 5032_qua_26102016
Jornal digital 5032_qua_26102016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 01 08-17
Jornal digital 01 08-17Jornal digital 01 08-17
Jornal digital 01 08-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 10 09-2018
Jornal digital 10 09-2018Jornal digital 10 09-2018
Jornal digital 10 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4890_ter_05042016
Jornal digital 4890_ter_05042016Jornal digital 4890_ter_05042016
Jornal digital 4890_ter_05042016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 03 08-17
Jornal digital 03 08-17Jornal digital 03 08-17
Jornal digital 03 08-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 20 07-17
Jornal digital 20 07-17Jornal digital 20 07-17
Jornal digital 20 07-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4925_qua_25052016
Jornal digital 4925_qua_25052016Jornal digital 4925_qua_25052016
Jornal digital 4925_qua_25052016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 23 08-18
Jornal digital 23 08-18Jornal digital 23 08-18
Jornal digital 23 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17
Jornal Correio do Sul
 

Semelhante a Jornal digital 4982 seg_15082016 (20)

Jornal digital 4985 qui_18082016
Jornal digital 4985 qui_18082016Jornal digital 4985 qui_18082016
Jornal digital 4985 qui_18082016
 
Jornal digital 14 07-17
Jornal digital 14 07-17Jornal digital 14 07-17
Jornal digital 14 07-17
 
Jornal digital 04 09-2018
Jornal digital 04 09-2018Jornal digital 04 09-2018
Jornal digital 04 09-2018
 
Jornal digital 18 08-17
Jornal digital 18 08-17Jornal digital 18 08-17
Jornal digital 18 08-17
 
Jornal digital 4878_qui_17032016
Jornal digital 4878_qui_17032016Jornal digital 4878_qui_17032016
Jornal digital 4878_qui_17032016
 
Jornal digital 13 08-18
Jornal digital 13 08-18Jornal digital 13 08-18
Jornal digital 13 08-18
 
Jornal digital 13 06-18
Jornal digital 13 06-18Jornal digital 13 06-18
Jornal digital 13 06-18
 
Jornal digital 14 08-18
Jornal digital 14 08-18Jornal digital 14 08-18
Jornal digital 14 08-18
 
Jornal digital 20 08-18
Jornal digital 20 08-18Jornal digital 20 08-18
Jornal digital 20 08-18
 
Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18
 
Jornal digital 5032_qua_26102016
Jornal digital 5032_qua_26102016Jornal digital 5032_qua_26102016
Jornal digital 5032_qua_26102016
 
Jornal digital 01 08-17
Jornal digital 01 08-17Jornal digital 01 08-17
Jornal digital 01 08-17
 
Jornal digital 10 09-2018
Jornal digital 10 09-2018Jornal digital 10 09-2018
Jornal digital 10 09-2018
 
Jornal digital 4890_ter_05042016
Jornal digital 4890_ter_05042016Jornal digital 4890_ter_05042016
Jornal digital 4890_ter_05042016
 
Jornal digital 03 08-17
Jornal digital 03 08-17Jornal digital 03 08-17
Jornal digital 03 08-17
 
Jornal digital 20 07-17
Jornal digital 20 07-17Jornal digital 20 07-17
Jornal digital 20 07-17
 
Jornal digital 4925_qua_25052016
Jornal digital 4925_qua_25052016Jornal digital 4925_qua_25052016
Jornal digital 4925_qua_25052016
 
Jornal digital 23 08-18
Jornal digital 23 08-18Jornal digital 23 08-18
Jornal digital 23 08-18
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
 
Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17
 

Mais de Jornal Correio do Sul

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018
Jornal Correio do Sul
 

Mais de Jornal Correio do Sul (20)

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 
Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018
 

Jornal digital 4982 seg_15082016

  • 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXVI EDIÇÃO Nº 4.982 SEGUNDA-FEIRA, 15 DE AGOSTO DE 2016 R$ 2,00 Grupo 26º 11º Pancadas de Chuva a Tarde - Predomínio de sol pela manhã. À tarde chove com trovoada. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Geral Segurança Policia (48) 9955.5313 Dnitalertaparaleicontra publicidadenaBR101 Almoçoacabaembriga efacadaentreirmãos Feiraincentivaadoação, vendaetrocadelivros Não Pode Em Família Turvo 7 18 3 Página Página Página Sombrio 13Página Ladrões entram pelo telhado em joalheria
  • 2. Campanhacomeçaamanhãcommudanças PT deAraranguá confirmou subs- tituição em sua chapa majoritária. Na disputa pela prefeitura, o partido encaminhou para registro junto a Justiça Eleitoral a dobradinha com- posta pelo vereador Chico Merêncio e pela economista Maria Amater Casagrande Dallavechia. Em prin- cípio, quando foi divulgado que o PT concorreria ao executivo da Cidade dasAvenidas tendo uma mulher como candidata a vice, o nome indicado foi o da ex-secretária da Saúde, Cida Casagrande. Desde o princípio, no entanto, o partido já vinha ressaltado que Cida poderia ser substituída, o que de fato acabou acontecendo.Afora este caso, resta agora saber se o PPS de São João do Sul de fato vai man- ter as candidaturas de João Cardoso e Igor Scandolara ao executivo, ou ainda, se um dos dois será substituído por outro nome da sigla ao longo do processo eleitoral. Substituição Nosbastidores FocadoNovos ventos ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 “O político moderado não se perde. O exagerado destrói a si e aos seus”. Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 rolando_coelho@hotmail.com (48) 9945.6787 Confúcio (551 a.C/479 a.C) Filósofo chinês Cúpula do PMDB de Araranguá, que tem como candidato a prefeito Anísio Prêmoli, vai tentar convencer o PT a abrir mão de sua candidatu- ra ao executivo, visando a união de forças dos dois grupos para tentar melar a tentativa do ex-prefeito Ma- riano Mazzuco Neto (PP) de voltar ao comando da prefeitura. A proposta parece inusitada, se formos levar em conta de que nos últimos três meses todas as tentativas que visa- vam fazer com que os dois partidos estivessem na mesma coligação não deram certas. Os peemedebista, no entanto, estão apostando que com o decorrer da campanha haverá uma bipolarização entre as candidatu- ras de Anísio e Mariano, com Chico Merêncio (PT) ficando na terceira, e distante, colocação. Este seria o sinal para a conversão petista ao PMDB. Oficialmente o PT não quer nem ouvir falar na proposta. Começa amanhã, oficialmente, a campanha eleitoral com vistas à elei- ção de 15 prefeitos e 15 vice-prefeitos, além de 143 vereadores em nossa região. Em principio teremos 34 cha- pas majoritárias registradas, além de quase 700 candidatos ao legislativo. Deste total de candidatos a verea- dor, cerca de 200 são mulheres. Em princípio, somente 30% delas devem mesmo concorrer. As demais apenas cederam seus nomes para que parti- dos ou coligações cumpram requisitos legais impostos pela legislação. Uma lástima. Já no que diz respeito aos seus aspectos gerais, a eleição deste ano será uma novidade para políticos e eleitores. É que seu espaço foi literal- mente cortado pela metade. Até 2012 o período eleitoral ocupava os meses de julho, agosto e setembro, com elei- ção no primeiro domingo de outubro. Agora, a campanha propriamente dita, começa no dia 16 de agosto, dan- do aos candidatos um mês e meio para o embate. Na prática, este um mês e meio vai se resumir apenas a um mês. É que as campanhas só podem estar de forma efetiva na rua depois de tudo registrado na Justiça Eleito- ral. Além disto, é preciso abrir uma conta bancária e a contabilidade para a prestação de receitas e despesas de campanha de cada candidato, o que deve ser feito ao longo desta semana. Estes fatos, ligados a outros, como, por exemplo, a impressão de materiais gráficos, confecção de ade- sivos, e os demais etcetaras publici- tários de uma campanha, acabarão, de forma inevitável, restringindo a discussão pública da eleição deste ano ao mês de setembro. Para quem já tem o nome consolidado junto a co- munidade este fato é uma maravilha. No entanto, para aquele que precisa se fazer conhecido isto é um ponto para lá de negativo. Nas mudanças promovidas na legislação fica bastante claro que o Brasil começará a passar por uma re- forma em seu conceito de democracia. Depois de uma ditadura de 21 anos, entre 1964 e 1985, os legisladores se preocuparam muito em criar meca- nismos de amplo debate democrático, tanto é que em nosso país realizamos eleições a cada dois anos. Passadas três décadas do exercício constante da arte do voto, há a nítida intenção de se criar regras mais enxutas, e eficientes, para o exercício da demo- cracia. Neste contesto vemos uma legislação começando a priorizar o eleitor, a começar pela diminuição do tempo de campanha. Paralelo a isto, vamos observar também candidatos mais centrados, pois eles terão que ser menos invasivos em nossas vidas. Qualquer um que tenha lhe pedido voto antes do dia de hoje, por exem- plo, pode ter o registro de candidatura cassado, pois a campanha de forma efetiva só começa amanhã. Como tudo isto é novidade, muitos destes fatos acabarão passando de forma despercebida em 2016. Já em 2018 não serão tão despercebidos assim, e em 2020 muito menos. Nesta linha de enxugamento, será fatal ainda o alinhamento de campanhas eleitorais, de vereador a Presidente da República. Se a lógica é a de não ‘incomodar’ o eleitor, a ver- ticalização das eleições é uma questão de tempo. Como consequência destas mudanças, num futuro não muito dis- tante, também deveremos saborear a não obrigatoriedade do voto, algo já recorrente nos países verdadeiramen- te democráticos. Candidato a reeleição, prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (PMDB), não pretende cair na campanha eleitoral tão em breve. De acordo com ele, a prioridade continua sendo dar seguimento a sua gestão, tra- balhando para que os projetos em andamento não fiquem parados por conta do pleito deste ano. De acordo com Zênio, a campanha propria- mente dita deverá ser desencadeada mesmo só daqui a um mês, depois do dia 15 de setembro. Ainda assim, em horários fora do expediente de trabalho, já que ele não pretende se licenciar de suas funções de prefeito para se dedicar às questões eleito- rais. A coordenação da campanha de Zênio também não pretende fazer mega-comícios ou utilizar de outros recursos de grande concentração popular. Está apostando 100% no reconhecimento da população ao trabalho realizado até agora, e na expectativa de que o eleitor opte por sua continuidade. Fechadas as majoritárias, foram contabilizados seis casos onde o can- didato a prefeito e o vice estavam em palanques opostos em 2012 e agora enfrentarão o pleito municipal jun- tos. Em Sombrio isto é configurado através da dobradinha entre Zênio Cardoso (PMDB) e Gislaine Cunha (PR). Em Arroio do Silva o fato é constatado na dupla composta por Fernando Borges (PP) e Vera Vitor (PMDB). Em Passo de Torres os ex-adversários e novos amigos são Jones Souza (PMDB) e Áureo Hen- rique (PMDB). Jonas era do PT. Em Santa Rosa do Sul Geci Casagrande (PMDB) terá como vice o vereador Agenor Carvalho (PR), que veio do PP. Em Jacinto Machado, João Batista Mezzari (PMDB) terá como vice Aldo Brognolli (PSD). Em 2012 PMDB e PSD foram adversários. Em Ermo o PMDB de Donato Della Vechia, ex-adversário do PSD do prefeito Zica Cadorin, será seu vice agora.
  • 3. Geral 3Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 do hospital. “Somos uma instituição filantrópica e temos muito a agradecer às voluntárias que promo- vem uma série de eventos para arrecadar recursos e à comunidade que nos ajudamuito.Hojetodasas nossas contas estão pagas e tudo está em dia com funcionários e fornecedo- res. Não nos sobra muito por que tudo o que sobra, nós investimos no que é preciso”, comentou. Entre os novos proje- tos está a mudança física do setor de recepção, que deve começar ainda este ano.“Queremosremodelar aqueleespaçoparareceber nosso paciente com mais conforto”, adianta Renato. Já Helmedio, falou sobre melhorias no quadro mé- dico para a realização de cirurgias, já que hospitais deoutrosmunicípiosmani- festaram interesse no ser- viço em Jacinto Machado. “Estamoscaminhandocom muitoempenhoemrelação a tratativas com médicos para melhorar nossa ala cirúrgica. Não em questão de equipamento, mas de profissionais mesmo. Já recebemos propostas para voltar a internar aqui e Feiradelivrosganhaadeptos> TURVO “Aleitura é a essência de tudo, e acho que ajuda muito socialmente, na in- terpretação,nasconversas com amigos”. A frase é de ÍsisSimonOlivo,umaapai- xonadaporlivrosque,junto com a irmã Laís, resolveu criar uma forma onde ou- trosapaixonadosporlivros possam trocar os que têm ou comprar novos a preços populares. Percebendo a falta de um lugar assim emTurvo,elascomeçaram a buscar obras doadas por amigos e, em uma sala de um centro comercial da cidade, colocaram o acervo à disposição do público. A resposta não poderia ser melhor. “Pensamos: se der certo, ótimo, e se não der, sãolivros.Nãotemporque não tentar. Compramos os armários e preparamos a sala. Na primeira edição tivemos uma adesão muito boa”, relata Isis. Na segunda edição da feirabatizadadeMaisLeitu- ra,MaisEducação,realizada neste sábado, a expectativa continuavagrande.Segundo Isis,muitaspessoasestavam procurando livros e havia quem trocava e adquiria títulos. “Muita gente vem com um livro e pergunta: posso trocar isso por livro de medicina?,eficafelizquando eu digo que pode”, comenta. O acervo ainda não é tão vasto quanto ela e a irmã, que mora na Irlanda, gostariam, por isso elas con- tinuamaceitandodoaçõesde títulos. Sobre o sentimento de estar proporcionando uma forma mais fácil para que as pessoas consigam ler mais, Isis consegue resumir bem a sensação. “Estamos gostando,estoubemfelizea experiência está sendo bem legal. Os exemplares estão > JACINTO MACHADO Natardedesexta-fei- ra, o hospital São Roque de Jacinto Machado recebeu uma verba oriunda de emenda parlamentar da deputadaestadualGiovânia deSá. “Esse recurso já estava prometido a vários muni- cípios e nós poderíamos es- colher onde ele poderia ser aplicado. Escolhemos o hos- pital. Foi encaminhado em meados de junho e já nos foi passado”,afirmouHelmedio Astor Kuentzer, presidente dacomissãodeinstalaçãoda AlaGeriátricadoSãoRoque. Foram repassados R$ 150mildaemenda,enquan- to o hospital entrou com cerca de R$ 3 mil de contra- partida,montante utilizado para a compra de novos equipamentos necessários à instituição hospitalar. “Te- mosumarelaçãodomaterial que estamos precisando e logo começaremos os proce- dimentos para a realização depregõesparaadquirirmos pelomelhorpreços”,explicou opresidentedohospital,Re- nato Zanatta. Ele elogiou a colaboraçãodacomunidade, que ajuda na manutenção HospitalrecebeR$150mildeemenda Bem vinda ³Recurso de emenda foi oficialmente entregue em uma solenidade no hospital ³Feira de livros surgiu de uma ideia inovadora CursodeLibrastemencontro > ARARANGUÁ O setor de Educação Especial e Diversidade da Gerência Regional de Educação promo- veu na tarde de sexta- -feira,mais um encon- tro do curso básico de Libras. O curso está sendo ministrado pelo instru- tor de Libras na região, professor Rodolfo Rocha Pirolla, que é surdo, e contou com a participa- ção de professores dos AEE (Atendimento Edu- cacional Especializado). Entre as ativida- des o grupo assistiu ao filme E o seu nome é Jonas, que apresenta as dificuldades encontradas por uma criança com de- ficiência auditiva em uma época em que a limitação era enorme. ³Professores aprendem a linguagem de sinais bemvariados,etodomundo está animado”, completa. No entanto, animada mes- moestavaGildaRosso, que foi sorteada com um livro atravésdasredessociaisda feira. ”Compartilhei a pos- tagem e ontem recebi men- sagens. Fiquei super feliz e achei a ideia bem legal”, re- latou a administradora que escolheu um livro famoso e que estava procurando há bastante tempo.Ao falar de seu passatempo favorito, elacompartilhadaopinião de uma das idealizadoras do projeto. “Acho que a leitura é um dos pontos iniciais para tudo. É um hobby e eu leio de tudo. Gosto de estar informa- da”. A proposta é fazer edições mensais da feira para fomentar cada vez mais o gosto pela leitura no município e em toda a região. O curso terá no total 80 horas de capacitação, divididas em encontros quinzenais com previsão de encerramento em de- zembro. isso é algo que vale a pena ressaltar. Muita gente pre- cisasairdaquietemmuita gente que quer vir para cá também”, explicou.
  • 4. 4 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 Publicidade
  • 5. JABSON MULLER Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br (48) 9955.5313 A subseção da Or- dem dos Advo- gados do Brasil (OAB) de Sombrio, que abrange também Meleiro, Turvo e Santa Rosa do Sul, realizou na noite de sexta-feira um encontro festivo da catego- ria pela passagem do Dia do Advogado, comemorado em 11 de agosto. Na quinta, as sedes da AOB já ofereceram um café especial aos associados. Também para marcar a data, o presidente da subseção, André Barreto, e o secretário geral Reinaldo Pereira, parti- ciparam do programa Correio Notícias, da Rádio 93 FM, do Grupo Correio do Sul. Acompanhe a entrevista: - A advocacia é uma pro- fissão muito antiga. Como foi sua evolução e por que o seu dia é comemorado em 11 de agosto? André: Comemorar esta data é uma tradição que vem desde o Primeiro Império, com dom Pedro I. No dia 11 de agos- to de 1827 foram criados os dois primeiros cursos de direito do Brasil. A profissão, claro, é muito mais antiga. Jesus já era uma espécie de advogado intercedendo pelas pessoas, e desde o Império Romano e depois na democracia grega foi se fortalecendo a figura do defensor que podia falar repre- sentando outra pessoa. - Como a categoria é vista hoje? André: Por ser uma das profissões mais antigas,a advo- cacia, como toda profissão, tem o seu desgaste e a sua impor- tância. Hoje seu papel é funda- mental para a democracia. No Brasil a OAB se envolve nas discussões mais importantes e OAB para o advogado e a sociedadeem algumas ocasiões é pioneira nas ações. Sua função é de se relacionar e se envolver com as principais questões públicas. O advogado é fundamental para a administração da justi- ça, ele é que vai representar a sociedade perante a justiça na solução de conflitos. - A população sente que existe uma insegurança jurí- dica, em que às vezes uma causa é decidida de um jeito e depois de outro. Como vocês veem este aspecto do direito? André: Realmente, a vida do profissional de advocacia não é fácil, pois somos meros intermediários, não decidimos o processo, que fica vinculado a decisão do magistrado e do desembargador, do tribunal. A insegurança jurídica é muito grande, para cada situação podem existir várias decisões diferentes e às vezes até con- flitantes. É o grande desafio do advogado, que é ao mesmo tempo desgastante e gratifi- cante. Porém, quando a justiça é feita não tem preço, quando se faz com que o direito seja re- conhecido, é muito bom. Quem faz o direito ser reconhecido é o trabalho do advogado, este é o espírito da profissão, fazer reconhecerajustiçanoprocesso. Quando o resultado é o que se esperava, os anos e toda a dedi- cação aquele processo acabam sendo gratificantes. Reinaldo: Por outro lado, também é interessante que a visão do magistrado não seja estanque, pois essa é a essência da democracia. - Às vezes a vitória pode não completa, mas minimizar o prejuizo do cliente também é positivo, não é? André:Sim, nocontextoatu- al, o advoga- do tem papel fundamental para equilibrar conflitos na so- ciedade. Infelizmente, vivemos em um país em que as pessoas não conseguem resolver seus litígios sozinhas. Muitas vezes as pessoas não conseguem mais conversar e impor limites, e isso acaba assoberbando o judiciário, com comarcas superlotadas. O advogado tem de estar atento a isso, tem que apaziguar, buscar solução do conflito dentro do escritório. Reinaldo: Entre os advo- gados existe parceria e bom trato. Busca-se muito conciliar e em alguns casos o advogado julga necessário sentar para conversar com a outra parte e amenizar a situação. - Como está a estrutura do judiciário hoje, é suficiente para atender a demanda? André: Ainda é precária, deveriaterumaestruturamaior para contemplar as demandas. Vivemos na região mais pobre do estado, em que os indicadores econômicos e sociais têm reflexo na área criminal e no judiciário. Sempre estamos em busca de melhor estrutura, na nossa ela é razoável, mas poderia ser melhor. - A OAB parece estar mais envolvida com a sociedade. André: Quando nos pro- pusemos a atuar na linha de frente da Ordem, sentamos um grupo de colegas que desejavam a mesma coisa e decidimos que uma das questões importantes seria aproximar a Ordem da so- ciedade. Esta é uma das linhas de atuação, mostrar a cara da Ordem. Monstamos as comis- sões temáticas da subseção para que as coisas comecem a evoluir e mostrar que a OAB não existe só para defender os interesses da categria, mas também para contribuir com a sociedade. Cito duas campanhas de interesse geral que estamos abraçando, a da carga tributária e do voto consciente, que é de fundamen- tal importância neste momento de eleições. Outro objetivo nosso é tra- zer o advogado para dentro da Ordem e uma boa notícia é que foi autorizada a reforma da nossa sede campestre em Balneário Gaivota, afinal tam- bém é importante podermos confraternizar.
  • 6. Geral6 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 Publicações legais: tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 diretor@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: editor@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Morango Rosa @morangorosa Rua dos imigrantes, 401 - Balneário Gaivota Super promoção com até 50%As melhores marcas com os melhores preços botas e cintos Super promoção com até 50%As melhores marcas com os melhores preços botas e cintos
  • 7. mente visível e legível. Por isso, a fixação de cartazes ou banners afeta a visualização da sinalização. Nas vias públicas, diz o Código, é proibido colocar luzes (que não façam parte do sistema de iluminação da estrutura), publici- dade, inscrições, vege- tação e mobiliário que possam gerar confusão, interferir na visibilida- de da sinalização e com- prometer a segurança do trânsito. É proibido também, dispor sobre a sinalização de trânsito e aos suportes, ou a ambos, qualquer tipo de publicidade, inscrições, legendas e símbolos que não se relacionem com a mensagem da sinali- zação. Para a afixação de publicidade ao longo da rodovia é necessário 7Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016Geral Ruaserápavimentadaembairro Encontrotratadepastagemdeinverno > SOMBRIO AprefeituradeSombrio entregou a ordem de servi- ço que autoriza a empresa Concretubos Urbanização, a executaraobradepavimen- tação com lajota sextavada de concreto na rua Zeferino Alves, no bairro São José, numa extensão de 266,41 metros. O investimento é de R$ 183 mil que serão pagos integralmente através de convênio. No ato da entrega da ordemdeserviço,omunicípio foirepresentadopelosecretá- > MARACAJÁ AEpagrideMaracajá promoveu na sexta-feira, na propriedade do agri- cultor Enedir Gonçalves Pedro, na localidade de Garajuva,umamanhãde campoabordandoasprin- cipais técnicas utilizadas para a sobressemeadura e manejo de pastagens de inverno. Oengenheiroagrôno- mo da Epagri do muicípio RicardoMartins,destacou a importância da divisão das pastagens, correção e fertilidade do solo, princi- paisespéciesforrageirase astécnicasutilizadaspara a produção de forragem em quantidade e qualida- de. “A sobressemeadura de pastagens de aveia e azevémpossibilitaofertar pastagens de qualidade, comaltoteordeproteínas, em épocas em que as pas- tagensdeverãoparalisam seu crescimento, logo é Código de Trânsito proíbe que viadutos e placas sejam utilizados para colocar material de propaganda > REGIÃO ODepartamento Nacional de In- fraestrutura de Trans- portes (Dnit) pede a população que evite a colocação de cartazes, banners e outros mate- riais de divulgação para eventos, às margens da BR 101 e em locais como viadutos. Além de proibi- do pela lei federal 9.503, de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), esses materiais confundem e distraem os motoristas. Segundo o texto do CBT, nos artigos 80 ao 84, ao longo das vias, sempre que necessário, será implantada sinali- zação, que é destinada a condutores e pedestres, sendo que será colocada em posição e condições que a tornem perfeita- Dnitalertaparacartazesna101 Perigo na Pista prévia aprovação do ór- gão ou entidade respon- sável pela gestão da via. No caso da BR-101 Sul, antes de fixar publicida- des é preciso autorização expedida pelo Dnit, na Superintendência Esta- dual em Florianópolis ou nas unidades locais, que avaliarão se está de acor- do com a legislação. Sem a aprovação, o órgão ou entidade de trânsito res- ponsável pela via poderá retirar ou determinar a imediata retirada de qualquer elemento que prejudique a visibilidade da sinalização viária e a segurança do trânsito, com ônus para quem o tenha colocado. Dentro das atividades de conservação e limpeza da BR-101 Sul é feita a remoção dos cartazes e banners que estão des- conformes com a lei. ³Cartazes e outras formas de propaganda podem atrapalhar visão do motorista ³Entrega da ordem de serviço para a empresa ³Agricultores conheceram formas de pastagem rio da Administração, Planeja- mento e Finanças José Sidnei Januárioepeloengenheirocivil fundamental que a técnica seja realizada em períodos de outono e inverno”, res- saltou. Osagricultorestambém puderam conhecer uma área de pastagem de trevo branco implantada na pro- priedade, com orientação daEpagri.“Otrevobrancoé umaleguminosadeinverno que possui a habilidade de fixar o nitrogênio da atmosfera e incorporar ao solo, reduzindo os custos na aquisição de fertilizantes RamonBittencourt.Aempre- satemoprazodetrêsmeses paraexecuçãodosserviços. nitrogenados e proporcio- nando alto valor nutritivo paraosanimais”,explicou o agrônomo. O encontro contou ainda com a participação dos jovens agricultores produtores de leite, An- dersonDaros(SantaRosa do Sul) e Cássia Esteves (Forquilhinha),querelata- ram suas experiências na condução das pastagens, entre elas, a implantação demudasdepastagenspe- renes e produção de feno.
  • 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Novelas Êta mundo bom -18h Haja Coração -19h Velho Chico -21h S andraexplicaseuplanoaErnesto.Ildenãogostadereceber ordensdeClarice.FilomenacomentacomCaméliaqueteme que algo atrapalhe seu casamento com Candinho. Emma cobraumaposiçãodeLauro.GerusachoraescondidodeCamélia e Osório. Sarita sugere que Zé dos Porcos impeça o casamento deMafalda.ManuelarevelaquegostariadesecasarcomJosias. B etoconfessaaHenriquequevaiarmarparaTancinhapegarApo- lonoflagracomoutranodiadocasamento.Camilaéagressiva comaplateiaqueassisteLucrécianoconcursodecanto.Bruna fingeparaGiovanniquevaiajudá-lonoGrandBazzar.Rebecadevolve opresentedeAparício.CamiladizaLucréciaquetemequeaCamila dopassadovolte. Rapidinhas Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 Áries 21/03 a 20/04 O elemento fogo contribuirá para o bem da sua força de vontade. Não deve deixar de tomar iniciativa que será a palavra central para o seu dia. Porém Vênus contribuirá negativamente para o seu lado mais egoísta. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Suafaltaderesponsabilidadepodeviraserelevadadevido à influência negativa de Mercúrio. Sua energia para per- sistiremodificarsituaçõesdeveserexploradoomáximo possível.Nãodeixedebuscaroseusonho. Gêmeos 21/05 a 20/06 EstarámaisagitadodevidoumaintervençãodeJúpiterno decorrerdoseudia.Entraráemcontradiçãocomalgunsde seusprincípios.Evitefalardemasiadamente,controleseus impulsos.Marteiráajudarnestaquestão. Libra 21/09 a 20/10 Muitasopçõespoderãogerarumaindecisãoouumatomada de decisão superficial e precipitada. O Sol influenciará de formamaispesadaqueSaturnoeVênusnestaconstelação. Devebuscarmudaratravésdasuasociabilidade. Aquário 21/01 a 18/02 Touro 21/04 a 20/05 Despertaráaolongodadiaumasensibilidademuitogrande para avaliar situações e objetos. Notará falhas com mais fa- cilidade, o que irá proporcionar melhores resultados. Porém Plutão lhe deixará muito possessivo. Virgem 21/08a20/09 Sua capacidade de mudar tende a ser favorável no andamento do seu dia. Mercúrio será muito útil e con- vergirá a favor no aspecto emocional e mutável da sua personalidade. Júpiter tentará empurrá-lo para solidão. Capricórnio 21/12 a 20/01 Despertar o lado criativo deve ser explorado, pois no momentoestáofuscadopelaLua.ÉbombuscaremLeão essa força criativa e unir com sua capacidade trabalhar. Evitetambémpensamentospessimistas. Câncer 21/06 a 20/07 Irá se apresentar uma pessoa mais cuidadosa em relação àqueles que são mais próximos. Júpiter irá exaltar essa sua qualidadetãorelevanteepreciosa.Nãodeixequeainfluência de Marte atrapalhe a sua vida. Escorpião 21/10 a 20/11 Seus sentimentos que estavam aprisionados serão apre- sentados de forma bem intensa. Urano irá despertar essa grande transformação no seu momento sentimental. Procureaproveitaromelhorpossívelessafase. Peixes 19/02 a 20/03 RegidoporNetunonestediatodooseuamorpodeserapre- sentadoparaquemestáaoseulado.Virgemirálhefazerbem para conquistar novos degraus na sua vida. Irá deixar você mais a vontade neste dia. Doreslombarespodemestarligadascomsuascostasque fazpartedaanatomiadosignodeLeão.Ostresscausado por sua veemência irá lhe causar indisposição. Tente ser menosausteroemaiscalmo. A reunião com pessoas próximas será muito interessante para desenvolver boas ideias. Tente equilibrar o seu jeito tranquilo com sua excentricidade. Saturno virá a ser um fortealiadoparaevoluir. Não há alegria maior para um pai do que o carinho dos filhos, principalmente neste domingo (14), quando é comemorado o Dia dos Pais. Edson Celulari é um desses paizões que está sempre juntinho com os herdeiros e apro- veitou o dia caloroso para compartilhar uma foto em clima família, agradecendo a presença da dupla em sua vida. “Obrigado pelo amor, carinho, cuidado e pelos respetidos ‘paaaaaaaai’”, escreveu ele. O carinho dos filhos tem sido essencial para Edson Celulari, que atualmente enfrenta uma batalha contra um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer no sistema linfático. Michael Phelps surpreendeu muitos nesta Olimpíada, depois de conquistar ganhar cinco ouros e uma prata de maneira inédita em todo o mundo. No entanto, nem tudo são flores, ainda mais quando envolve dinheiro e taxas burocráticas. O feito conquistado pelo nadador norte- -americano irá aumentar também o valor da despesa com impostos nos Estados Unidos. Segundo artigo publicado no site Inc.com, atletas de elite “que valem milhões”, como Phelps, estão na faixa tributária cara. Como cada atleta olímpico dos Estados Unidos recebe um prêmio de R$ 80 mil por medalha de ouro, R$ 48 mil por prata e R$ 32 mil por bronze, Phelps precisará pagar aproxi- madamente R$ 54,9 mil para pagar impostos, exigidos pelo governo. A quantia exigida pelos atletas ameri- canos varia de acordo com sua arrecadação como atleta e suas respectivas conquistas, uma espécie de medição da “fama”. O s peritos investigam a morte do preso dentro da cadeia. Miguel tenta fazer com que Olívia saia do luto. Luzia se emociona com Miguel. Beatriz repreende Martim por tentar fazer com que Bento investigue o atentado contra Santo. Bento tenta convencer os cooperados a confiarem em Miguel. Martim enfrenta Carlos. Sophie avisa a Miguel que voltará para Paris. Olívia vê Lucas e Sophie se beijando. ³Leo mostra ferimentos e diz que volta ao hospital
  • 9. criminosos foram alveja- dos, um deles morreu no local e outro ainda tentou fugir a pé, sendo preso pelos policiais. A quantia de R$ 2 mil roubada do posto de combustíveis, ficouespalhadapelapista e foi recuperada pela PM. O assaltante que veio a óbito tinha várias pas- sagensportráficoeroubo, cumpria pena no regime aberto desde dezembro de 2015. Quando saiu do presídio de Tubarão, onde foi encarcerado pelo crime de roubo, foi morar em Araranguá. Seu com- parsa, que levou um tiro na perna e acabou preso, tem várias passagens policiais e é morador de Araranguá. Seis meses após a tristeocorrência,quesen- sibilizou os colegas de farda e a sociedade ara- ranguaense, os soldados Estevam e Alexandre receberam de seus supe- riores uma homenagem 9Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016Segurança Policiaisfazemnovotreinamento > ARARANGUÁ O 19º Batalhão da Polícia Militar realizou mais uma instrução de Técnicas Policiais, Cul- tura Organizacional e Prática Reflexiva. O intuito é melho- rar e aumentar o grau de preparo técnico dos policiais através de treinamento de ações de polícia ostensiva preventiva, cultura or- ganizacional e prática reflexiva. Anecessidade da re- vitalização anual do efe- tivo ocorre para manter os policiais motivados, proporcionando mo- mentos de aprendizagem e troca de experiências, sendo de fundamental im- portância para o trabalho que é realizado em prol da segurança pública. Durante a instrução o capitão Alberto Car- doso Cichella repassou informações relativas aos princípios das Técnicas de Polícia Ostensiva e as Técnicas Policiais Preli- minares relacionadas ao uso do terreno, abrigos, coberturas, deslocamen- tos, progressão e o uso progressivo da força. Para Cichella, “a re- vitalização e o constante aprimoramento das técni- cas policiais são importan- tes para que os policiais militares mantenham-se atualizados e para que ocorra a interação entre a tropa”. A disciplina cultura organizacional e prática reflexiva foi ministrada pelo 1º tenente Diego Schwartz, onde foram relembradas regras de condutas tradicionais dos policiais militares, respeito aos símbolos nacionais e os deveres e direitos dos militares previstos no regulamen- to de continência, hon- ras, sinais de respeito e cerimonial militar das ForçasArmadas, aplicá- vel a Polícia Militar. Gislaine Fontoura > ARARANGUÁ Na madrugada do dia 23 de feve- reiro, um assalto foi re- gistrado em um posto de combustíveis em Maraca- já.Seriasómaisumaocor- rência de roubo naquele município, se um policial militar não tivesse sido baleado em confronto com os marginais. O assalto ocorreu por volta das 4 horas da ma- drugada e a guarnição composta pelos soldados EstevameAlexandreiden- tificou os criminosos em fuga, de moto, pela BR- 101. Um dos bandidos estavaarmadoeteveinício uma troca de tiros. Foram efetuados quatro disparos contra a viatura da PM e umdelesacertouovidrodo lado do caroneiro, atingin- do o soldado Estevam no ombro esquerdo. Os dois Policialbaleadoéhomenageado Solenidade por destaque na atuação, quefoientreguenamanhã da última quinta-feira. O capitão Alberto Ci- chella falou sobre a bra- vura dos homenageados. “O policial militar quando entraparaainstituiçãofaz um juramento, que é o de proteger a sociedade, mes- mo com o risco da própria vida e estes dois fizeram efetivamente isto”, disse. Questionado sobre como se sente por ter re- cebido a homenagem, o soldado Estevam foi bre- ve: “Só sinto que o dever foi cumprido”. O soldado Alexandredirigiaaviatura naquele dia e viu o compa- nheiro ser baleado. “Mes- mo sob tiros, continuamos indo atrás dos marginais, prendemos e recuperamos o dinheiro roubado”, lem- brou. Mais homenagens Além de Alexandre e ³Soldados Estevam e Alexandre posam com o comandante (centro) do batalhão ³Policiais treinam com armas durante mais uma instrução de técnicas Apesar da troca de tiros, dinheiro roubado foi recuperado e um dos assaltantes preso Estevam, outros três po- liciais militares foram homenageados, por terem prendido uma quadrilha e apreendido armas de fogo e um veículo rouba- do, em Timbé do Sul. Em abril, o soldado Pedro, o soldado Alessandro e o cabo Fabrício, de Turvo e Timbé do Sul, mes- mo em número menor, prenderam sete bandidos armados. O bando tentou roubar um veículo na Ser- ra da Rocinha atirando em direção ao motorista e depois fugiu, sendo in- terceptado e preso pelos militares. O major MaikeAdria- no Valgas, destacou a bravura dos policiais. “A homenagem prestada a eles é muito justa. A ocor- rência chamou bastante atenção pelo número de pessoas envolvidas, que eram superiores ao nú- mero de policiais, a abor- dagem aos criminosos foi exitosa, prendendo os envolvidos, recuperando um veículo furtado e apre- endendo armas de fogo” ponderou.
  • 10. Publicidade10 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016
  • 11. Comunidade 11Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016
  • 12. Eleições12 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 21.379 SUPERIOR COMPLETO SUPERIOR INCOMPLETO ENSINO MÉDIO COMPLETO ENSINO MÉDIO INCOMPLETO ENSINO FUNDAMENTALCOMPLETO ENSINO FUNDAMENTALINCOMPLETO LÊ E ESCREVE ANALFABETO 2.26% 3.33% 13.42% 22.81% 9.38% 38.20% 6.84% 2.76% Número de Eleitores SOMBRIO Grau de Instrução Pirâmide Etária Sexo Estatísticas eleitorais 2016 Eleitorado 25/07/2016 Eleições 2016 — Tribunal Superior Eleitoral http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas­eleitorais­2016/eleicoes­2016 3/3 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 5500 Pirâmide Etária mais detalhes ­500 ­400 ­300 ­200 ­100 0 100 200 300 400 500 600 Superior a 79 anos 75 a 79 anos 70 a 74 anos 65 a 69 anos 60 a 64 anos 55 a 59 anos 50 a 54 anos 45 a 49 anos 40 a 44 anos 35 a 39 anos 30 a 34 anos 25 a 29 anos 21 a 24 anos 20 anos 19 anos 18 anos 17 anos 16 anos Sexo mais detalhes Feminino 50%Masculino 50% IGREJA MATRIZ SANTO ANTONIO DE PÁDUA Feminino 52% Masculino 48%
  • 13. ³Homem chegou ao hospital com ferimentos Polícia 13Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 ³Câmeras flagraram dois bandidos escolhendo calmamente peças na loja bem o local, tendo co- nhecimento do que foram buscar e sabendo que não tinhavigiaduranteanoite no shopping. O grande estrago só foi descoberto na manhã de sábado, quando o proprietário e > SOMBRIO Furto avaliado em mais de R$200 mil aconteceu em uma jo- alheria no Sombrio Moda Shopping. A loja foi ar- rombada na madrugada de sábado,por volta das duas horas. Em uma ação inimaginável e cinema- tográfica, dois bandidos entraram pelo telhado do shopping, tiveram acesso ao forro de gesso, que foi estourado, e escalaram o mostruário da joalheria, tendo enfim acesso ao seu interior. A partir daí pu- deram roubar com calma. Durante cerca de 40 mi- nutos a dupla teve tempo de sobra para procurar as chaves dos mostruários, selecionar o que queriam levar optando pelas peças mais caras, principal- mente relógios. Mais de 150 foram levados, além de óculos o outras joias. A ação foi registrada pelo circuito de câmeras de segurança da loja, mostrando que os bandi- dos já tinham estudado Ladrõesfazemfurtocinematográfico Ousados um funcionário chega- ram para trabalhar e ao entrar se depararam com o mostruário vazio e com pedaços de gesso no chão. As Polícias Militar e Civil e o Instituto Geral de Perícias foram acio- Maridoflagramulher eamantesaipelado Homemsofretentativadehomicídio > SOMBRIO A história acon- teceu no bairro São Luiz, no município de Sombrio, onde um ca- minhoneiro confirmou a suspeita que tinha. Desconfiado de que > ARARANGUÁ Pouco depois da meia-noite de sábado, a Polícia Militar de Ara- ranguá foi acionada por funcionários do Hospital Regional de Araranguá (HRA), que informaram sobre um paciente que deu entrada na unida- de hospitalar vítima de disparos de arma de fogo nas costas. O homem baleado tem 39 anos e já esteve encarcerado no Presídio Regional de Araranguá pelo crime de tráfico de entorpecentes, a última passagem dele foi no ano de 2012. A tentativa de ho- micídio ocorreu quan- estava sendo traído, na semana passada ele vol- tou mais cedo da viagem e não avisou a mulher. Ele chegou ao aparta- mento onde mora e pe- gou a esposa e o amante na cama. Iniciou-se uma briga e a Polícia Militar foi acionada. Segundo relatos extra-oficiais, o a do a vítima estava che- gando de carro na casa do irmão,que mora no bairro Jardim das Ave- nidas. Policiais militares se dirigiram até o HRA e conversaram com ele, que amante teria agredido marido e depois saiu em fuga sem roupa, como diz aquela músi- ca ‘pelado, pelado, nu com a mão no bolso’. O motorista traído foi até a delegacia da Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência por agressão. não soube identificar o possível autor dos dis- paros. A PM fez rondas, porém nenhum suspeito foi localizado. O crime passa a ser investigado pela Polícia Civil Eles subem no telhado do shopping, quebram forro de gesso, entram em joalheria e esvaziam mostruário nados e as imagens das câmeras entregues para investigação. O ‘modus operandi’ dos bandidos chamou a atenção de todos, já que trata-se de um furto qualificado diferente na região e pela primeira vez o alvo foi uma loja dentro de um shopping. Os policiais acreditam que a logística do crime foi bastante planejada,com estudo da localização da joalheria e da chegada até ela pelo telhado, conhe- cimento sobre o forro de gesso e consciência de que o alarme do shopping não iria disparar, pois ele só foi desligado por volta das 7h de sábado, horário em que os funcionários começam a chegar. Um dos sócios da loja, que não quis se identificar,lamentou o prejuízo, se disse supres- so pela forma do roubo e manifestou confiança no trabalho polícia para en- contrar os responsáveis.
  • 14. Publicidade14 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016
  • 15. Geral 15Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 149598; Devedor(es): EZIO JOSE OTAVIO - 288.807.819-87, End: Rua Pedro Coelho, 675, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: REDE FURNAS COMERCIO DE COMBUSTIVEIS LTDA; Sac: REDE FURNAS COMERCIO DE COMBUSTIVEIS LTDA; Tit: 604 ; Apr: FCDL; VEN: 11/07/2016; Esp: Cheque; Val: R$ 200,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 149630; Devedor(es): JULIANA PACHECO SILVANO MATEUS - 064.330.289-18, End: Rua Pref. Pedro José Amorim, 1109, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: POLIGRESS DO BRASIL LTDA; Sac: POLIGRESS DO BRASIL LTDA; Tit: 55762/02 ; Apr: POLIGRESS DO BRASIL LTDA; VEN: 06/08/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 210,48 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 149634; Devedor(es): P&B COM DE PECAS E TRANSP LTDA ME - 08.251.080/0001-60, End: Rua Vereador Oscar Manoel Monteiro, 267, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: BANCO COOPERATIVO DO BRASIL S.A.; Sac: AUTODIESEL CHAPEACAO; Tit: 1015 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 05/08/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 300,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 15/08/2016. Sombrio - SC, 15/08/2016 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  • 16. Entrevista16 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 Prefeitos - 213 Vice-prefeitos - 146 Vereadores - 3 mil (estimativa) O PMDB já é o maior partido do estado e por isso mesmo não tem muito espaço para crescer. Por isso, segundo o deputado Valdir Cobalchini, coordenador geral das eleições municipais da sigla, o esforço maior é para manter a mobilização, ampliar o número de filiados e evitar o en- colhimento. O partido cumpriu uma estratégia firmada na Cara- vana de líderes a todas as regiões. Mais recentemente, investiu no programa PMDB Sem Dúvidas, para esclarecimento aos candida- tos sobre as novas regras eleitorais. Para Cobalchini, as próximas eleições podem ser marcadas pela volta do partido a algumas ci- dades importantes, como Itajaí e Florianópolis, além de Joinville, onde aposta na reeleição do atu- al prefeito, Udo Döhler. “Vamos manter nossa tradição de co- mando na maioria das pequenas e médias cidades catarinenses, mas também vamos nos for- talecer conquistando algumas das maiores prefeituras”, prevê. O partido está presente na cha- pa majoritária de 277 municípios e em 82 em chapa pura. As re- gionais de Palmitos, Rio do Sul e Braço do Norte terão 100% dos municípios com candidatos pee- medebistas. E em pelo menos três cidades - Tigrinhos, Cordilheira Alta e Salto Veloso, todas no Oes- te -, os peemedebistas já podem contar vitória. É que por lá são candidatos únicos às prefeituras. PeloEstado Especial ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016 Na segunda-feira (15) o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) encerrará o prazo para o requerimento de registro de candidaturas aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador dos 295 municípios de Santa Catarina para as eleições de 2 de outubro. O plantão para recebimento dos registros nos cartórios eleitorais será das 9 às 19 horas. Entretanto, antes mesmo do fim do prazo, a Coluna Pelo Estado obteve junto aos partidos o resultado das convenções. Atualmente Santa Catarina tem registrados 35 partidos. No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atualizado em julho, o maior é o PMDB, com 196.255 filiados, e o menor é o PCO-SC, com apenas 11. Para seguir um critério, nossa reportagem ouviu os partidos com mais filiados e também com mais assentos na Assembleia Legislativa, resultando no PMDB, com 10 deputados, PSD (sete deputados e 44.669 filiados), PSDB (cinco deputados e 102.719 filiados), PT (também com cinco deputados e 58.842 filiados) e o PP (quatro deputados e 142.066 filiados). O número de candidaturas desses cinco partidos dará ao leitor uma projeção do mapa eleitoral após a apuração dos votos. E também uma perspectiva das forças para as eleições de 2018 para governo do Estado, Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado. Maiores partidos fazem balanço sobre candidaturas Por Andréa Leonora redacao@peloestado.com.br AssessoriadeComunicaçãoSocial-TRE-SC Prefeitos - 104 Vice-prefeitos - 98 Vereadores - 2.011 O PSDB catarinense fez um planejamento para chegar a, pelo menos, 150 candidaturas em chapas majoritárias, objetivo su- perado com folga. De acordo com o presidente estadual da sigla, deputado Marcos Vieira, a expli- cação para este resultado está na forte mobilização da Executiva estadual no último ano, com a realização de 70 seminários em todas as regiões e o envolvimento direto de cerca de 5 mil lideranças. “O trabalho de mobilização foi feito junto com o trabalho de filiação, onde conquistamos 10 mil novos filiados. Com isso, o PSDB de Santa Catarina al- cançou 105 mil filiados (dado não atualizado no site do TSE)”, comemora. Vieira também desta- ca o fato de o partido ter 14 can- didaturas a prefeito em 20 dos maiores municípios catarinens- es, o maior número registrado entre os principais partidos. Não há partidos preferenciais em coligações. O PSDB definiu, em cada uma das 295 cidades catarinenses, especialmente, nas 291 cidades onde está instalado, que o melhor projeto para cidade, independentemente do partido, seria a melhor opção. “A dis- tribuição de candidatos é regular em todas as regiões, mas registra- mos o maior número de candida- turas a prefeito no Alto e Médio Vale do Itajaí, com 26 candidatu- ras a prefeito e 23 a vice-prefeito nos 64 municípios das regionais.” Prefeitos - 61 Vice-prefeitos - 73 Vereadores - 185 O PT-SC apresentou recuo no número de candidaturas, mas, mesmo assim, de acordo com o co- ordenador do Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE), deputado Dirceu Dresch, o objetivo foi alcançado. A explicação vem de uma situação classificada por ele como atípica: “Nós temos muitos prefeitos no Oeste e agora estamos cumprindo os acordos feitos, ou seja, apoian- do partidos da coligação que passam à cabeça de chapa. Itapi- ranga, Pinhalzinho, Dionísio Cer- queira, Nova Erechim e Coronel Freitas, por exemplo, o PT gover- nou por oito anos.” Ele estima que mais de dez municípios estão nes- ta situação em diferentes regiões. Considerando essa peculiari- dade, Dresch afirma que o núme- ro de candidaturas é muito posi- tivo, incluindo as de vereadores, cargo que o PT disputará em praticamente todas as cidades. Mas a principal comemoração é pelo número expressivo de pre- sença nas majoritárias dos 20 maiores municípios. “Temos 13 candidatos a prefeito e dois a vice-prefeitos. Uma excelente rep- resentatividade, mesmo com todo o ataque que o PT tem sofrido.” Segundo o deputado, o tra- balho de mobilização e formação política com vistas às eleições de outubro começou há mais de um ano. Uma das preocupações foi a capacitação para atendimento às novas regras eleitorais. O PT saiu com chapa pura em 24 cidades. Prefeitos - 104 Vice-prefeitos - 73 Vereadores - não informado Entre as candidaturas do PP- SC, 23 são em chapa pura. Apesar de não terem atingido o objetivo inicial, de 120 candidatos a pre- feito, o vice-presidente da sigla, Aldo Rosa, afirmaqueosnúmeros superaram os das eleições de 2012. Ele explicou que mais partidos entraram na disputa e com mais chances, diluindo as candidaturas e fazendo com que nenhum parti- do atingisse as metas. “PSB, PR, PPS e PSC, por exemplo, conse- guiram ampliar espaços”, disse A estratégia do PP catarinense foi usar seu patrimônio par- tidário. “Em que pese as dificul- dades, temos representação na maioria dos municípios.” Rosa destacou a aliança com o PSD em mais de 150 municípios e deixou claro que, pelo menos para o PP, essa é a base para a candidatura e eleição do deputado federal Es- peridião Amin ao governo do Es- tado. “Uma das dificuldades foi não estar no governo. A rigor, to- dos os partidos estão. Nós estamos fora e sem qualquer estrutura. O pepista avalia que seu par- tido tem mais chances de eleição no Sul do estado, região onde a sigla é mais forte. Mas ressaltou o que chamou de “reação” no Oes- te, com aumento no número de candidatos. “Vamos fazer uma boa votação. Os 104 que se candi- dataram têm composição sólida e por isso boa perspectiva de eleição. Quem não tinha muita con- vicção ou estrutura já desistiu.” Prefeitos - 140 Vice-prefeitos - 74 Vereadores - não informado O PSD-SC é o mais novo par- tido entre os maiores e registrou crescimento. Em sua segunda par- ticipação em eleições municipais – a primeira foi em 2012 -, está com 12,9%maiscandidatosaprefeitos. Uma das estratégias de crescimen- to foi a realização de um acordo de apoio mútuo com o PSB e o PR. Além disso, o presidente estadual da sigla, deputado Gelson Merisio, que também preside a Assembleia Legislativa, fez reuniões em todas as regiões, com encontros nas ci- dades-polo e incentivo à candida- tura própria em cada município. Ele fez isso nas regiões Sul, Norte, Meio Oeste, Oeste, Grande Florianópolis e, na região da Ser- ra, acompanhou o governador Raimundo Colombo na tarefa. Os deputados da bancada do PSD e outras lideranças seguiram a mesma estratégia em conversas pontuais e suas regiões de base. Apesar do crescimento observa- do, o partido não atingiu sua meta inicial, de 170 cabeças de chapa. Merisio acredita que as desistên- cias ocorridas foram motivadas pela maior dificuldade para cum- primento das regras eleitorais. “Está muito difícil pessoas novas ingressarem na vida pública. Fru- to também desse ambiente que vivemos em nível nacional. É uma soma de fatores. Mesmo assim, queremos passar dos 52 eleitos em 2012 para no mínimo 70 em 2016.” As maiores apostas do partido são Joinville e Blumenau.
  • 17. Publicidade 17Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 Av. Santa Catarina, n° 504, Loja 2 - Baln. Gaivota - SC - Sombrio - SC
  • 18. Polícia18 Correio do Sul Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 mília que estava reunida já embriagado, batendo na mesa e ofendendo os presentes. Edilson cha- mou a atenção do irmão e segundo familiares os dois começaram a bri- gar. Edilson pegou uma faca e atingiu Alessan- dro, que caiu no chão. Enquanto o Samu e a polícia eram acionados, Alessandro, que estava ferido, se levantou e ten- tou atingir Edilson com uma espeto. Edilson foi condu- zido para a delegacia e Alessandro encami- nhado ao Hospital Dom Joaquim. Vândalosdepredamnovapraça Festaterminanadelegacia > ARARANGUÁ A prefeitura de Araranguá, buscando investir no lazer da população, inaugurou na manhã da última quinta-feira, a Praça das Águas. O espaço público está localizado ao lado da pista de ska- te, no Centro, entre as avenidas Capitão Pedro Fernandes e Coronel João Fernandes. Na quinta mesmo, um vídeo de jovens an- dando de skate em cima de bancos e do chafariz > SANTA ROSA Uma festa realizada em um sítio no interior de Santa Rosa do Sul neste final de semana deu trabalho a polícia na manhã deste do- mingo. Um grupo de aproxi- madamente 20 pessoas resolveu organizar uma balada sem hora para acabar, na comunidade de Sanga da Areia. Se- gundo os moradores, era Gislaine Fontoura > SOMBRIO Acombinação ca- chaça, festa e faca nunca dá bom resultado, mesmo que seja em famí- lia. Foi o que aconteceu na tarde de sábado na comunidade de Sanga da Toca, às margens da BR 101, em Araranguá. Os irmãos Edilson Fontana, de 26 anos e Alessandro Fontana,33, tiveram um bate boca, partiram para a agressão verbal e depois física, terminando em uma facada. A confusão começou quando Alessandro teria chegado ao almoço da fa- Brigadeirmãosacabaemfacada Olha a Faca ³Edilson foi detido e levado a delegacia depois de briga de faca com o irmão ³Rapazes detidos discutiram com os policiais da praça circulou no Fa- cebook e indignou inter- nautas. Segundo uma professora aposentada, que ao ver o vídeo foi até a praça com a intenção de mandar os depredadores embora, a estrutura foi danificada já no dia da inauguração, apresen- tando lascas nas beiradas dos bancos e do chafariz. A obra foi feita pelo Serviço Autônomo Mu- nicipal de Água e Esgoto (Samae) de Araranguá e recebeu elogios da comu- nidade pela beleza e por ser um bom ambiente de lazer para as famílias. Além da professora, a quarta vez que a festa acontecia, tirando o sos- sego dos vizinhos. Como os sítios são próximos, o barulho provocado pelo som alto incomodou as famílias, que acionaram a Polícia Militar. Os policiais chegaram de surpresa por volta do meio-dia de ontem e dois jovens bateram boca com eles, e ainda ameaçaram colocar fogo na casa do vi- zinho. Os dois receberam voz de prisão e foram con- outros internautas fi- caram indignados com a depredação. “Tem que tomar conhecimento de quem são, comunicar os pais e fazê-los pintarem os estragos”, protestou uma secretária. Além da Praça das Águas, o Samae inau- gurou na última se- mana uma Estação de Tratamento de Água, no bairro Urussangui- nha, a ETA III. Outras praças serão entregues a população antes do final do ano, a exemplo de uma que será inau- gurada esta semana em Morro dos Conventos. duzidos para a delegacia de Santa Rosa do Sul, junto com o aparelho de som de um carro apre- endido, e uma pequena porção de maconha.
  • 19. Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016 ³ 07-32-40-52-74CONCURSO 4.157 QUINA 13/08 ³ 01-06-45-49-50-57 CONCURSO 1.847 MEGA SENA 13/08 Detirarofôlego:Robson derrotarivalcubano > RIO 2016 Amissãodestedomin- go foi cumprida. Robson Conceição queria presen- tear a si mesmo pelo Dia dos Pais "mudando a cor damedalha",comoelemes- mo disse após garantir o bronze com a vitória nas quartas de final. Pai de Sophia, que completa dois anosnodia19,eletambém prometeu a medalha de ouroparaela.Destavez,na semifinal, teve seu grande rival, Lazaro Alvarez, de Cuba, no caminho. Fácil, é claro, não seria, afinal, o adversário era um tricam- > PORTO ALEGRE OdomingodeDiados Pais foi de alegria para os gremistas. Com direito a recorde de público naArena, o Grêmio aplicou 3a0sobreoCorinthians,em dueloválidopela20ªrodada do Brasileirão com uma atuação consistente. Não à toa, os gremistas deixaram o gramado eufóricos com um triunfo "justo", graças à pontariadoataqueeaonível de concentração da equipe nos 90 minutos. Autor do gol que abriu caminho para a vitória, em Grêmiocomconcentraçãoeboapontaria belajogadaindividual,Pedro Rocha ressaltou justamente a postura própria e de seus companheiros para bater o Timão. – É importante. Entra- mos muito bem concentra- dos. É o que a gente queria. Graças a Deus. Fizemos um bom jogo e saímos com a vitória.Temqueserassim.O Roger pede bastante para a gentedecidirajogadarápido. Pude ser feliz no gol – afir- mou o atacante. Wallace Reis admitiu as dificuldades que a equipe tem enfrentado devido a alguns desfalques recorren- tes.Aindaassim,vibroucom um triunfo "justo" dentro de campo. Companheiro de Walla- ce na zaga, Geromel exaltou a luta da equipe, além da pontariaafiadadoataque.O zagueiro ainda vibrou com a alegria dada ao torcedor no Dia dos Pais. –Dábastanteforçapara continuar a luta, está todo mundo em cima. Tem que ganhartodososjogos,vamos tentar levar esse espírito para todos os jogos. Quando o ataque funciona, o outro time tem que se expor. É mais uma alegria para os pais. Demos no ano passado edemosesseano.Temosque manteresseníveldeatuação. Tivemosfelicidadedefazeros golseissofeztodaadiferença – disse Geromel, lembrando avitóriapor5a0noGre-Nal em 2015. ComavitóriasobreoCo- rinthians, o Grêmio retorna ao G-4 do Brasileirão. O Tri- color ocupa a 2ª colocação da tabela,com35pontos–ainda temumjogoamenos,adiado, contra o Botafogo. A equipe volta a campo no próximo domingo, às 11h, quando encaraoFlamengo,noMané Garrincha,emBrasília,pela 21ª rodada do Nacional. peãomundial,medalhistade bronze em Londres 2012 e primeirocolocadonoranking daAIBA(AssociaçãoInterna- cional de BoxeAmador). En- tretanto, o baiano, vice-líder da categoria peso-leve (até 60kg) conseguiu o triunfo pordecisãounânime,com3 a 0 (29-28, 29-28 e 30-27) e está na grande decisão do ouro, que será disputada na próxima terça-feira, às 19h15. Caso vença a decisão, Robson alcançará o maior resultado da história do boxe brasileiro em Olim- píadas. O país não tem ne- nhumamedalhadeourona modalidade. Nos Jogos de 2012,emLondres,Esquiva Falcão bateu na trave e ficou com a prata. 16h15 X 18h30 X Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % 16h00 11h00 Sábado 13/08/16 16h00 X X X X 20° Rodada Domingo 14/08/16 X X 20h00 X 18h30 X 11h00 16h00 16h00 1 0 2 0 1 0 3 0 2 2 3 0 2 2 0 1 20h00 X Segunda-feira 15/08/16 * Jogo em andamento durante o término deste jornal* Brasileirão Série A
  • 20. SEGUNDA-FEIRA, 15 DE AGOSTO DE 2016