SlideShare uma empresa Scribd logo
DISTRIBUÍDO NOS BAIRROS: SANTA CÂNDIDA, BOA VISTA, BACACHERI, TINGUI, ATUBA, AHÚ, CABRAL, JUVEVÊ E CACHOEIRA
DISTRIBUÍDO NOS BAIRROS: SANTA CÂNDIDA, BOA VISTA, BACACHERI, TINGUI, ATUBA, AHÚ, CABRAL, JUVEVÊ E CACHOEIRA
EDIÇÃO 147 | ABRIL DE 2023 - CURITIBA
OBRAS DA LINHA
VERDE, PREVISÃO
DE TERMINO NO
2º SEMESTRE DE
2024 QUE IRÁ FICAR
PRONTO
ATLETAS
BENEFICIADOS PELA
PREFEITURA DE
CURITIBA ESTÃO
PERTO DE
REPRESENTAR O
BRASIL NA
OLIMPÍADA
Página 2
Página 8
VEREADOR
LEONIDAS DIAS
SE REÚNE COM
MORADORES DA
RUA JOSÉ SERRATO
SOBRE OBRAS NO
SANTA CÂNDIDA
Página 7
MÁRCIA HUÇULAK
ENCAMINHA
R$ 1 MILHÃO PARA
REFORMAS
EM ESCOLAS
Página 6
azeta
do Santa Cândida
www.gazetadosantacandida.com.br
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E FA L A R
Rua XV de Novembro, 412 - Loja 12 - Centro - Curitiba - PR
SHOPPING QUINZE CENTER
FEIRA MUNDO BIKE REÚNE
CICLISTAS E AMANTES DO
ESPORTE EM CURITIBA
Página 10
MAIOR PROJETO DO PAÍS,
NOVA FERROESTE LIGARÁ 3
ESTADOS AO 2º MAIOR PORTO
BRASILEIRO Página 11
MENINA DE 6 ANOS RECEBE A
MENINA DE 6 ANOS RECEBE A
VISITA DE POLICIAIS MILITARES
VISITA DE POLICIAIS MILITARES
EM SEU ANIVERSÁRIO
EM SEU ANIVERSÁRIO Página 5
Buffet e para viagem,
10 pratos quentes e 5 saladas.
RESTAURANTE
MeuCantinhoRestauranteCuritiba 41 99684-7710
Rua Delegado Miguel Zacarias, 116, Bairro Boa Vista.
CARDÁPIO
DASEMANA
SEGUNDA-FEIRA: ESTROGONOFE
TERÇA-FEIRA: POLENTA COM FRANGO
QUARTA-FEIRA: QUIRERA
QUINTA-FEIRA: CARNE DE PANELA
SEXTA-FEIRA: BUCHINHO
SÁBADO: FEIJOADA COMPLETA
COM FOGÃO A LENHA
41 99684-7710
Rua Delegado Miguel Zacarias, 116,
Bairro Boa Vista.
MARMITEX A PARTIR DE R$ 10,00
E PRATO FEITO A R$ 12,00
ABERTO DE DOMINGO
A DOMINGO
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
2 Abril
2023
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
EXPEDIENTE
AS MATÉRIAS ASSINADAS NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL
Diretor
Adilson da Costa Moreira
CNPJ: 12.698.306/0001-42
Diagramação: Ulysses de Melo
Site: www.gazetadosantacandida.com.br
gazetasantacandida.blogspot.com
@adilmoreira gazetadosantacandida
azeta
do Santa Cândida
www.gazetadosantacandida.com.br
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
Empresa
Adilson da Costa Moreira
Endereço: Rua Hilário Moro, 526, Tingui.
Colaborador: José Cândido (In memoriam)
Impresso dia: 30 de abril 2023
Departamento Comercial
Johana Choinski
Fone: 41 99211-8943
E-mail: contato@gazetadosantacandida.com.br
adilsongazeta@gmail.com
Tiragem: 5.000 exemplares
Iniciado em setembro do ano passado, acabou
sendo paralisado em dezembro por dez dias após
protesto de trabalhadores da empresa que atua
na área. Na época, a prefeitura informou à CBN
que o prazo de entrega do trecho era março de
2024.
A Linha Verde é uma importante via expressa de
Curitiba que liga a cidade nos dois extremos. A
primeira parte da obra foi finalizada em 2009,
mas o trecho próximo ao bairro Atuba, que tem
cerca de três quilômetros, é o mais complexo,
segundo a prefeitura, e o que tem levado mais
tempo para ficar pronto.
Na obra, a prefeitura realiza diversas iniciativas
como construção de trincheiras, alças de aces-
so, serviços de terraplanagem, pavimentação,
drenagem, paisagismo, sinalização, relocação de
postes de energia, semáforos e acessibilidade. No
local, também serão construídas as estações-tu-
bo Atuba e Solar.
Para quem precisa passar pelo local, a situação é
de transtorno. A Jucimara de Paula é promotora
de vendas em um hipermercado na região e rec-
lama do atraso das obras.
Para Lincon Cronemberg, repositor no hiper-
A policial tem currículo extenso na área de se-
gurança penitenciária, além de experiência em
gestão dentro e fora do órgão. Graduada em
Ciências Sociais e Segurança Pública, Amanda
Teixeira se junta ao time de mulheres que ocu-
pam cargos de relevância no governo federal.
Vale destacar que no primeiro escalão a presença
feminina representa 31%.
Para Cristiano Torquato, diretor do Sistema
Penitenciário Federal, “a nomeação da primei-
ra mulher diretora de uma penitenciária federal
representa a consolidação de um caminho de in-
clusão e acolhimento às mulheres que o Sistema
vem trilhando”. A presença feminina da direção
penitenciária federal é um reconhecimento a to-
das as mulheres que compõem a Secretaria.
Ao longo de 17 anos de história, o Sistema Pen-
itenciário Federal (SPF) tornou-se referência no
combate ao crime organizado. Nas cinco peni-
tenciárias federais, que compõem o Sistema,
nunca se registrou rebelião, fugas ou entrada
de aparelhos celulares. Conhecidas por custod-
iarem os presos mais perigosos do país, as pen-
OBRAS DA LINHA VERDE, PREVISÃO DE
TERMINO NO 2º SEMESTRE DE 2024
PARANAENSE, AMANDA TEIXEIRA É
PRIMEIRA MULHER NA DIREÇÃO DE UMA
PENITENCIÁRIA FEDERAL
mercado localizado no lado da obra, o problema
é grande. Ele precisa vir do centro de Curitiba
até o bairro para poder trabalhar.
O empresário Reinaldo da Silva, que é cliente no
hipermercado, também diz que a obra tem sido
um problema. Ele aponta que o tempo no trânsi-
to na área é muito maior que o que deveria ser se
o projeto estivesse no prazo inicial.
A obra está sendo realizada com recursos repas-
sados por meio da Caixa Econômica Federal, e
a coordenação e fiscalização dos trabalhos são
feitas pela Secretaria Municipal de Obras Públi-
cas.
Na área conhecida como Trevo do Atuba foram
retirados cerca de 90 mil metros³ de terra. Ao
todo, precisam ser retirados 135 mil metros³
para implantação do complexo de trincheiras.
No ponto onde a obra tem atrasado, o projeto
segue com os serviços de tirantes, drenagem, ter-
raplenagem e camadas iniciais de pavimentação
de asfalto na pista.
itenciárias federais são mantidas por servidores
de carreira: policiais penais federais, especialis-
tas e técnicos em execução penal.
Desafio profissional - Para Amanda, “o desafio
profissional é ainda mais significativo por ter
o simbolismo da representação das mulheres”.
Cabe à direção de Penitenciária Federal fazer a
gestão estratégica da unidade de custódia que
abriga presos de perfil específico, que apresen-
tam risco às Unidades da Federação, organi-
zaram rebeliões ou são líderes de facções crim-
inosas.
“A participação das mulheres nos órgãos
de segurança pública aumentou nos últi-
mos anos em todo o país e o SPF vem acom-
panhando esse crescimento e asseguran-
do postos de destaque a essas profissionais”,
conclui Torquato. Os cargos de direção das
penitenciárias federais são de ocupação ex-
clusiva de servidores de carreira e fazem parte
do Ministério da Justiça e Segurança Pública.
Via: Assessoria Senappen.
A nomeação histórica da primeira mulher a assumir a direção de uma peni-
tenciária federal foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quin-
ta-feira (3). Trata-se da policial penal federal Amanda Teixeira, 36 anos, servi-
dora de carreira da Secretaria Nacional de Serviços Penais (Senappen). Com
seis anos de experiência na execução penal federal, ela assume a direção da
Penitenciária Federal em Brasília (PFBRA).
O projeto para entrega das obras da Linha Verde, na região do bairro Atuba,
em Curitiba, deve ficar pronto apenas no segundo semestre de 2024.
A informação foi divulgada pela prefeitura durante visita do prefeito
Rafael Greca (PSD) ao local onde a empreiteira contratada realiza os serviços.
Foto:
Daniel
Castellano
/
SMCS
Prefeito Rafael Greca e Secretário de Obras Rodrigo Rodrigues vistoriam obras da Linha verde Norte na tarde de hoje acompanhado dos vereadores Hernani e Rodrigo Reis.
ANUNCIE
AQUI!
41 99211-8943
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
3
Abril
2023
OGovernodoEstadoreforçouasaçõesparacombat-
er novos casos de mortandade de abelhas nos cam-
pos do Paraná. As investigações feitas pela Agência
de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), que
buscam descobrir as causas das mortes repentinas
em colmeias e apiários e prevenir novas ocorrências,
agora contam com o apoio do Instituto de Tecnolo-
gia do Paraná (Tecpar).
Com a parceria entre os dois órgãos estaduais, o
Tecpar fica responsável por analisar as amostras
coletadas de abelhas mortas, favos e plantas, a fim
de identificar a presença de resíduos de agrotóxicos
que sejam nocivos a estas espécies e prevenir novas
ocorrências.
A gerente do Laboratório de Química do Centro de
Tecnologia em Saúde e Meio Ambiente do Tecpar,
Alessandra Scherer Bispo, destaca que as análises
feitas pelo instituto têm um papel importante na
proteção da biodiversidade e no cuidado com a
saúde da população.
“Temos laboratórios bem estruturados e técnicos
com ampla experiência na análise de resíduos de
agrotóxicos em produtos agrícolas e em amostras
ambientais. Estes ensaios são muito importantes
porque contribuem para evitar que os agrotóxicos
sejam utilizados de forma indiscriminada, causando
danos ambientais, sociais e econômicos”, afirma.
Segundo ela, as informações fornecidas pelo Tecpar
vão ajudar a Adapar a identificar se a morte dos in-
setos foi envenenamento por produto químico, já
que uma das causas apuradas é uso inadequado de
defensivos agrícolas em lavouras.
INVESTIGAÇÃO – O gerente de Sanidade Vegetal
da Adapar, Renato Rezende, explica que após o fiscal
da agência visitar o local onde ocorreu a morte das
abelhas e coletar amostras do material é solicitada
a análise que vai identificar ou não a presença de
resíduos de agrotóxicos.
A partir do laudo emitido pelo Tecpar, começa out-
ra parte da investigação. “Caso o laudo comprove
a presença de agrotóxicos, a Adapar vai analisar
como aconteceu a mortandade, e identificar os re-
sponsáveis”, afirma Rezende.
Boato começou em grupos deWhatsapp da Regional Cajuru, mas foi negado pela SME e pela Guarda Municipal
FAKE NEWS DE ATAQUE À ESCOLA EM CURITIBA É DESMENTIDA AO VIVO NA CÂMARA DE CURITIBA
Na manhã de terça-feira (11), enquanto os ver-
eadores da Câmara Municipal de Curitiba se
preparavam para ouvir dos secretários de Ed-
ucação e Defesa Social os planos para preve-
nir ataques às escolas da capital, uma fake news
começou a circular nos grupos de Whatsapp que
os parlamentares participam. O boato foi trazido
ao plenário no início da sessão e dizia que um
jovem armado e com artefatos, “que podem ser
coquetéis Molotov”, tinha sido apreendido pela
Guarda Municipal em frente a uma escola na Re-
gional Cajuru.
Rapidamente, Serginho do Posto (União) pediu
a palavra para esclarecer o ocorrido, informando
que “um rapaz fez um assalto a uma panificado-
ra com uma arma de brinquedo e foi detido em
Títulos curtos, com imagens e elementos sensoriais
podem ser aliados para quem quer começar a intro-
duzir os livros na vida das crianças
A leitura é uma experiência engrandecedora para
qualquer ser humano. É por meio dos livros que
existe a possibilidade de visitar lugares nunca antes
vistos, dar asas à imaginação e abrir todas as portas
para o aprendizado e o conhecimento. Através desse
pensamento, a Catapulta Editores busca unir todos
os pontos importantes para uma criança ao publicar
títulos infantis.
Atualmente, apesar da tecnologia ser grande ad-
versário contra o hábito da leitura, é importante
incentivar as crianças desde cedo, pois mesmo que
ainda não seja a melhor fase, deixar com que elas
brinquem com um livro, toquem suas páginas e ve-
jam as imagens já é um grande incentivo à formação
desse hábito, que pode ajudá-los a se tornarem pes-
soas leitoras no futuro.
Mesmo que o hábito da leitura nunca esteja tão liga-
do aos brasileiros, as crianças estão consumindo e
gostam de aprender com os livros.. De acordo com
uma pesquisa realizado pelo Instituto Pró-Livro,
com a Abrelivros, a Câmara Brasileira de Livros e
o Snel (Sindicato Nacional dos Editores de Livros),
em 2022 a faixa etária dos 5 aos 10 anos de idade é
justamente o perfil com maior frequência de con-
sumo de livros de literatura.
Para Carmen Pareras, diretora da Catapulta Edi-
tores no Brasil, a criação desta prática não é nada
fácil, o trabalho precisa ser constante e feito com
muita paciência. “Nós sabemos que nem todas as
pessoas gostam de ler. Vivemos em um país em que
31% da população nunca nem comprou um livro.
Esse dado mostra o quanto é importante que a gente
incentive as crianças a lerem desde cedo. A Catapul-
ta pensa muito nos pequenos que ainda não sabem
ler, porque sabemos que se desde bebê eles tiverem
contato com livros, as chances de crescer tendo gos-
to pela leitura é muito grande”, explica.
Os níveis de uma criança leitora podem variar entre
três fases: iniciante, autônomo e experiente, mas é
importante ressaltar que a formação leitora de um
indivíduo corresponde à habilidade de conseguir ler
e interpretar o mundo em suas diversas formas, sen-
do ela imagens, sons e emoções.
Por isso, é essencial entender em qual fase a criança
está e quais tipos de livros você pode oferecer para
ela:
Iniciante: São crianças que não possuem o hábito de
leitura e precisam de um adulto para auxiliar;
Para elas, livros como Toque e escute – A Natureza,
podem ser ótimos aliados no processo, pois a narra-
tiva é apresentada com detalhes da natureza e sons
que remetem ao vento, coruja e outros elementos
presentes no meio ambiente.
Autônomos: Os pequenos autônomos são aqueles
capazes de ler e compreender algumas obras sem a
ajuda de um adulto.
Aos que já estão nessa fase, títulos como Burundi -
Uma Viagem Muito Longa é indicada. Eles possuem
histórias um pouco mais longas com imagens que
ajudam a entender a história.
Experientes: Crianças experientes têm a capacidade
de ler e compreender obras grandes e complexas.
Obras como Gente pequena, GRANDES SONHOS
- Malala Yousafzai são perfeitos para crianças que já
possuem o hábito de leitura e compreende assuntos
complexos e com muitos detalhes sem um adulto
por perto.
Todas as opções de livros podem ser encontradas
nas principais livrarias do país, tanto em lojas físicas
quanto online, além do e-commerce da editora no
www.catapultalivros.com.br.
Ele diz que o trabalho é realizado a partir de con-
sultas ao Sistema de Monitoramento do Comércio
e Uso de Agrotóxicos do Estado do Paraná (Siagro),
visitas a propriedades vizinhas e conversas com os
produtores, por exemplo. “Somente essa análise
completa é capaz de responder de que maneira a
contaminação das abelhas aconteceu”, acrescenta.
CAUSAS – De acordo com a Adapar, uma das prin-
cipais causas da mortandade de abelhas é o mau uso
de agrotóxicos. Os danos podem acontecer por meio
da deriva – quando, durante a pulverização, o pro-
duto cai fora do alvo e atinge locais ou agentes fora
da produção, causando danos econômico e ambien-
tal – ou ainda por meio do uso em desacordo com a
recomendação da bula.
Isso acontece principalmente pela aplicação de de-
terminados produtos durante a fase de florada das
lavouras, quando as abelhas costumam visitar out-
ras propriedades, e acabam sendo contaminadas por
agrotóxicos. “A mortalidade de abelhas é um indica-
dor de que problemas ambientais estão acontecen-
do. Se o produtor identificar mortalidade massiva de
abelhas, pode procurar uma unidade da Adapar no
seu município”, alerta Rezende.
PREVENÇÃO – A aplicação de agrotóxicos preci-
sa obedecer às normas legais e técnicas, para que o
produto utilizado atinja o alvo correto, atue de for-
ma efetiva na lavoura e seja evitada a ocorrência de
deriva – que acontece quando o agrotóxico aplicado
atinge locais indesejados, como lavouras vizinhas,
parreiras de uva e colônias de abelha.
Com relação à aplicação destes produtos, a Adapar
atua em várias frentes de trabalho junto aos agricul-
tores. Uma delas é na fase de pré-aplicação, com a
inspeção de pulverizadores.
Os técnicos da Adapar aproveitam o momento de
pré-safra para conversar com os responsáveis técni-
cos que estão recomendando os produtos e também
orientam os aplicadores sobre os cuidados com o
equipamento de aplicação que vai fazer a pulveri-
zação. A Adapar está sempre disponível para orien-
tar, também, sobre questões legais que envolvem a
aplicação de agrotóxicos.
frente à unidade educacional pela Guarda Mu-
nicipal”. “Ele não adentrou a escola”, confirmou
o vereador, que buscou o contato com a chefe do
Núcleo do Cajuru, Marta de Lima, que estava na
CMC para a apresentação da secretária de Edu-
cação, Maria Bacila. Para tranquilizar familiares, o
vereador pediu a divulgação do desmentido sobre
o incidente.
“Tem que combater essas fake news, tem que
punir e prender”, disse, na sequência, João da
5 Irmãos (União), que também atua na região.
“Grupos estão sendo montados, de whatsapp, com
mães e pais em pânico. Daí a fake news se espalha
e causa mais medo ainda”, alertou Sidnei Toaldo
(Patriota), pedindo apoio dos parlamentares no
combate à desinformação. Ontem, Maria Bacila
informou que funcionários e alunos têm trein-
amentos recorrentes sobre como agir em situações
de emergência e Péricles de Matos, da Defesa So-
cial, confirmou que as escolas municipais têm vig-
ilância em tempo real e em sistema de alerta.
“Eu assevero a cada pai e mãe que têm seus filhos
no sistema municipal de educação que tenham
tranquilidade, pois temos tecnologia, protocolos e
pessoas preparadas para fazer a intervenção. Das
cidades do Brasil, Curitiba é a melhor preparada
para enfrentar eventos dessa natureza”, afirmou
ontem o secretário de Defesa Social. João da 5
Irmãos destacou a decisão da Prefeitura de Curi-
tiba de reforçar o patrulhamento nas escolas, do-
brando o número de viaturas à disposição só nas
unidades educacionais, de 10 para 20 equipes.
Concordando com os colegas sobre os malefícios
da desinformação na internet, Dalton Borba
(PDT) declarou ser a favor da regulação das redes
sociais. “Não é uma competência desta Câmara
Municipal, mas podemos nos manifestar formal-
mente ao Congresso Nacional para que tenhamos
uma legislação que traga um pouco de controle
sobre o uso das redes sociais e da internet, porque
essas comunicações que são feitas em ambientes
obscuros instigam ou facilitam a prática desses
crimes”, opinou. “Precisamos agir com muita fir-
meza e convicção naquilo que pode coibir a práti-
ca desses crimes tão odiosos”, concluiu Borba.
CMC
CRIANÇA LEITORA: COMO O SEU FILHO PODE
DESENVOLVER O HÁBITO?
MORTANDADE DE ABELHAS: ESTADO COM
APOIO DOTECPAR REFORÇA AÇÕES DE
COMBATE
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
4 Abril
2023
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
OIPTUéasegundamaiorfontedereceitasdomunicípio,esuaarrecadação,assimcomoade
outrosimpostos,érevertidaembenefíciosparaapopulação.Vejaalgunsdessesbenefícios:
O número de imóveis isentos de IPTU em 2023
será maior, passandode82milpara127mil.
Isso foi possível porque a nova lei aumentou a
faixa de valor venal dos imóveis para fins
de isenção de R$ 140 mil para R$ 232 mil.
Mais de 170 mil imóveis terão
redução no valor do IPTU.
Mais de 382 mil imóveis
vão pagar entre R$ 135 e R$ 500 em 2023
(valores referentes a IPTU + taxa de coleta de lixo).
282 mil imóveis
vão pagar entre R$ 500 e R$ 1.000 em 2023
(valores referentes a IPTU + taxa de coleta de lixo).
19 mil não terão alteração.
A N T E S
127.038
imóveis isentos
82.000
imóveis isentos
A G O R A
Parcele seu IPTU
Pague à vista
em até 10x sem juros.
com 10% de desconto.
Baixe o CuritibaApp
pelo QR Code
e consulte seu IPTU
agora mesmo.
Com um investimento de R$ 1,2 bilhão em 2022, o SUS Curitibano atendeu uma média diária de 53 mil pessoas, com equipe
de 10 mil profissionais de saúde e 240 milhões de medicamentos.
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
5
Abril
2023
Convidados e a aniversariante, Helena de Melo Shultz, foram surpreendidos em comemoração de 6 anos realizada no dia 30 de abril no Jardim Claudia, Pinhais
MENINA DE 6 ANOS RECEBE A VISITA DE POLICIAIS MILITARES EM SEU ANIVERSÁRIO
O tema da festa voltado para polícia mili-
tar escolhida pela aniversariante. Em con-
vite dos pais, Thyago e Olivia que com-
partilham a admiração pela Instituição de
Segurança, foram até a Corporação da Polícia
Militar do Paraná, mas, não tiveram a garantia
se os soldados poderiam ir com comemoração.
Cientes da docilidade e o carinho da pequena
Helena para o Tema da polícia militar, o 29º
Batalhão deslocou uma viatura com os Solda-
dos; Portela, Martins e Raquel. Na chegada da
viatura com luzes e sirenes em alerta, surpreen-
deram não somente a pequena Helena, que mui-
ta emocionada chegou a chorar; em seguida com
muito sorriso foi carregada no colo pela Solda-
do Raquel que a levou para conhecer a viatura
e, com os três soldados deram uma volta na
quadra com a viatura. Foi não somente surpre-
sa para a família, mas, para todos os convidados
que se sentiram presenteados. Os soldados par-
ticiparam dos parabéns presentearam, com uma
boneca e uma farda mirim, da Polícia Militar do
Paraná, já se fazia vestida a rigor do tema da festa
como se fosse soldado, logo em seguida, preferiu
colocar a farda que ganhou.
Muitas fotos e agradecimentos para a
equipe e a corporação pelas famílias pre-
sentes. Momento inesquecível para a Hel-
ena e familiares, quem sabe poderá en-
vergar a farda para defender a sociedade.
A polícia é a guardiã da sociedade e da
cidadania, portanto é a instituição que se
divide em diferentes tipos e funções.
Os soldados da polícia militar sinalizam através
de uniformes e viaturas caracterizadas ou dis-
tintivos de identificação dos policiais, levam
a qualquer cidadão a consciência que a força
policial é responsável pelo chamado policiamen-
to ostensivo. Isso quer dizer; faz a repressão ao
crime e, é pela presença da PM que acontece a
coibição as ilicitudes, tendo em seu treinamen-
to o potencial coercitivo. Mas, vemos também
o trabalho de orientação e aconselhamento na
segurança do cidadão despertando ao conheci-
mento da lei e a ordem nas comunidades.
Parabéns a Corporação da Polícia Militar ao Co-
mando do 29º Batalhão da Polícia Militar, pela
atenção e o bate papo com a comunidade da
aniversariante.
POLÍCIA MILITAR REGISTRA REDUÇÃO DE 29% NO NÚMERO DE MORTES EM ACIDENTES
NO FERIADO DE TIRADENTES
O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) re-
forçou o policiamento nas rodovias estaduais e
registrou redução de 29% no número de mortes
causadas por acidentes de trânsito durante o fe-
riado de Tiradentes, na comparação com o ano
de 2022. A operação foi iniciada à zero hora da
última quinta-feira (20) e encerrada na manhã
desta segunda-feira (24).
Conforme os dados da Polícia Militar do Paraná
(PMPR), no ano passado, foram registrados
50 acidentes, com sete mortes e 46 feridos. Em
2023, foram registrados 42 acidentes (- 16%),
com cinco mortes (-29%) e 43 feridos (-7%).
Durante a Operação Tiradentes, o BPRv contou
também com cães farejadores, possibilitando
a fiscalização rápida nos veículos para a local-
ização de drogas e armas irregulares. Ao todo,
foram apreendidos 103 quilos de drogas ao lon-
go da operação.
“As ações foram com o objetivo de intensifi-
car a fiscalização nas rodovias estaduais e isso
possibilitou a redução nos acidentes, mortes e
feridos. Além disso, registramos a expressiva
apreensão de mais de 100 quilos de drogas que
eram transportadas pelas rodovias ao longo do
feriado que também contribuiu para maior se-
gurança aos usuários das rodovias”, destacou o
tenente Sidinei Hudach, do Batalhão de Polícia
de Trânsito.
Em relação ao crime de embriaguez ao volante,
foi registrado um aumento de 12% nas notifi-
cações aos motoristas, passando de 17 para 19.
Já em ambos os anos, uma pessoa foi presa por
dirigir sob efeito do álcool.
No total, 5.381 motoristas foram flagrados em
excesso de velocidade nas rodovias paranaens-
es. Além disso, foram feitos 1.384 autos de
infração de trânsito por diferentes irregulari-
dades como, por exemplo, dirigir sem cinto de
segurança, ultrapassagem em local proibido
e uso incorreto da cadeirinha para crianças.
Comunicação PMPR Matinhos,18/02/22 – Operação do BPRv
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
6 Abril
2023
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
A deputada estadual Márcia Huçulak (PSD)
indicou 11 escolas da capital para receberem
recursos para reformas e melhorias, entre elas a
Padre João Wislinski, que fica no Santa Cândida.
O valor total, que é depositado diretamente
na conta dos colégios, é de R$ 1 milhão. Nove
unidades recebem, cada uma, R$ 100 mil; out-
ras duas, R$ 50 mil. O valor varia por causa do
número de estudantes. Quem decide como usar
o dinheiro é a própria escola.
As indicações de Márcia foram feitas para todas
as regionais da cidade, tomando por base con-
sulta com representantes das comunidades ben-
eficiadas.
“A educação merece ações que melhorem de ver-
dade o dia a dia dos professores e estudantes”, diz
Márcia.
Asreformasemelhoriasfazempartedoprograma
dogovernoestadualchamadoEscolaMaisBonita
As escolas beneficiadas:
Escola Guilherme Eduardo Jacobucci, Tarumã;
Escola Lucy Requião, Santa Felicidade; Esco-
la Padre João Wislinski, Santa Cândida; Escola
Polivalente,BoqueirãoEscolaSenhorinhadeMo-
raes Sarmento , Cajuru; Colégio Estadual Eurides
Brandão,CIC;EscolaManoelRibas,PradoVelho;
Colégio Estadual Doracy Cesarino, Parolin; Es-
cola João Loyola, Pinheirinho; Escola Maria Gai,
Caximba; Colégio São Sebastião - Bairro Novo.
MAIS RECUSOS PARA HOSPITAIS
BENEFICENTES
Na área da Saúde, Márcia Huçulak defende a
melhoria do financiamento do Sistema Único de
Saúde (SUS) e das prestadoras de serviços, como
os hospitais beneficentes e santas Casas.
De acordo com ela, caso não ocorram mudanças,
a tendência é de enfraquecimento do SUS e, con-
sequentemente, do comprometimento do aten-
dimento aos usuários.
“Não podemos deixar isso acontecer”, diz. “Pre-
cisamos é melhorar os serviços.”
A deputada vem tratando do tema em diversas
reuniões e encontros com representantes do
setor, gestores públicos, autoridades e fóruns
(como as conferências municipais de saúde).
“É uma luta que precisamos encampar até
que tenhamos melhorias concretas”, afirma.
TRABALHO PARA DIMINUIR DOENÇAS
Márcia Huçulak também vem trabalhando
para reforçar os serviços prestados na Atenção
Primária de Saúde, que são os atendimentos que
garantem mais saúde para as pessoas no lugar de
tratá-las só quando a doença já apareceu.
A Atenção Primária faz, principalmente, pro-
moção e prevenção de saúde, por meio de cuida-
dos com alimentação, peso, acompanhamento
médico periódico e exercícios físicos.
Quando foi secretária de saúde de Curitiba, Már-
cia reforçou muito, por exemplo, o programa
Mãe Curitibana (que é uma referência nacion-
al) e criou o Escute Seu Coração (que promove
cuidados de problemas cardíacos, melhorando a
saúde de forma integral das pessoas).
“Dessa forma, passamos a lidar mais com saúde
do que com doença, que, claro, precisará ser
atendida com eficiência sempre que necessário”,
defenda a deputada.
AUDIÊNCIA PÚBLICA TELESSAÚDE
No dia 23 de maio aconteceu o encontro pro-
movido pela deputada Marcia Huçulak (líder
do Bloco da Saúde) e pelo deputado Tiago Am-
aral (presidente da Comissão de Constituição e
Justiça). Telessaúde são serviços realizados por
meio virtual (como telechamadas) e incluem,
por exemplo, teleconsulta, telediagnóstico, te-
lecirurgia,telemonitoramento e teletriagem. É
um projeto de lei de autoria de Marcia Huçulak,
regulamentando o tema no estado, está em tra-
mitação na Assembleia.
MÁRCIAHUÇULAKENCAMINHAR$1MILHÃOPARAREFORMAS
EMESCOLAS
Com o sucesso de adesão dos curitibanos aos
novos serviços de tele e videoconsulta da Central
Saúde Já Curitiba, lançados pelo prefeito Rafael
Greca no dia 17 de abril, a Secretaria Munici-
pal da Saúde (SMS) vai ampliar a faixa etária de
atendimento. A partir da próxima quinta-feira
(4/5), o serviço estará disponível para pessoas de
18 a 50 anos de idade que estejam com queixas
leves de saúde.
Inicialmente, o serviço havia sido lançado para
o público de 18 a 25 anos. Depois foi ampliado
para pessoas de 26 a 40 anos. E, agora, foi esten-
dido também para aqueles de 41 a 50 anos.Com
presença da ministra Nísia Trindade, Greca am-
plia Central Saúde
“Nossa intenção é facilitar a vida do curitibano,
que pode contar com mais esse ponto de atenção
à saúde ao alcance da mão”, diz a secretária mu-
nicipal da Saúde, Beatriz Battistella.
Segundo ela, aos poucos toda população da ci-
dade poderá usar os serviços de tele e videocon-
sulta para queixas leves.
A Central Saúde Já Curitiba atende pelo telefone
3350-9000, de segunda a sexta-feira, das 7h às
22h, inclusive feriados; e aos sábados e domin-
gos, das 8h às 20h.
Para ter acesso ao atendimento virtual para que-
ixas leves da Central Saúde Já Curitiba, o usuário
precisa ser residente no município, ter de 18 a
50 anos, possuir cadastro definitivo e o Apli-
cativo Saúde Já Curitiba, validado com senha.
Como funciona o serviço - passo a passo
Ao ligar para a Central Saúde Já Curitiba, pelo
telefone 3350-9000, o paciente deverá escolher
para qual serviço está em busca de atendimento:
suspeita de covid (tecle 1); outros sintomas/que-
ixas agudas (2); agendamento de vacina (3); ou
outras informações e orientações (4).
Ao escolher queixas agudas, a ligação será trans-
ferida para que um profissional de saúde faça
a classificação de risco do caso, priorizando
o atendimento de acordo com a gravidade do
quadro.
Se necessário, o paciente será encaminhado para
videoconsulta com médico da SMS, via aplica-
tivo Saúde Já Curitiba. Com o app atualizado,
com senha e cadastro definitivo, o usuário de-
verá clicar na aba “Central Saúde Já” e depois em
“Realizar atendimento”, quando será iniciada a
consulta por vídeo.
O médico poderá prescrever medicamentos e a
receita médica será enviada ao usuário pelo apli-
cativo.
A retirada do medicamento poderá ser realiza-
da diretamente na unidade de saúde, sem a ne-
cessidade de imprimir a receita. Caso a unidade
de saúde esteja fechada, o usuário pode retirar a
prescrição em uma UPA. Se a pessoa quiser ad-
quirir o medicamento em uma farmácia privada,
também é possível apresentar a receita com QR
Code pelo APP.
Se for necessário a emissão de atestado médico
ou declaração, o documento também será envia-
do pelo aplicativo.
Em situações que a equipe de saúde considerar
CENTRAL SAÚDE JÁ CURITIBA AMPLIA VIDEO CONSULTAS
PARA PESSOAS DE 18 A 50 ANOS
necessário o atendimento presencial, o paciente
será encaminhado para uma Unidade de Saúde
ou UPA, conforme a gravidade do caso.
Classificação de risco
O enfermeiro é o responsável pela classificação
de risco, seguindo o que é preconizado pelo
Protocolo de Manchester, da mesma forma que
acontece nas UPAs. O protocolo classifica por
cores o grau de risco dos pacientes e o tempo
para o atendimento: vermelho para emergência;
laranja, muito urgente; amarelo, urgente; verde,
pouco urgente; e azul, não urgente.
As queixas leves são classificadas nas cores
verde, azul e amarela, perfil que deve ser
atendido pela Central. Já as situações
classificadas como laranja e vermelha
são casos para atendimento presen-
cial.
“Ao identificar uma ligação de
caso urgente, orientamos o pa-
ciente a buscar o melhor local
de atendimento para o caso. Se
necessário, a própria Central
transfere a chamada para o Samu
ou solicita que a pessoa procure
uma UPA”, explica o coordenador
médico da Central, Romulo Pereira.
Balanço
Nos quinze dias de ampliação de serviços da
Central Saúde Já Curitiba (17/4 a 1/5), foram
feitos 10.561 atendimentos, uma média de 704
por dia.
Das ligações recebidas, 2.476 foram classificadas
como verde ou azul e 405 como amarelo.
Foram realizadas 3.389 classificações de risco,
2.881 atendimentos médicos, 1.688 atendimen-
tos por suspeita de covid, 832 agendamentos de
vacina covid para bebês e 1.771 pedidos de in-
formações e orientações.
Legenda: Márcia Huçulak faz palestra em seminário em que defende mais recursos para saúde pública.
Foto: Hully Paiva/SMCS
Legenda da foto: Márcia Huçulak com o diretor da Escola Manoel Ribas, Júlio César Bastos: benefício em toda a cidade.
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
7
Abril
2023
O vereador Leonidas Dias esteve reunido com di-
versos moradores da Rua José Serrato, no bairro
Santa Cândida, e anunciou que a rua está contem-
plada no Programa Asfalto Novo, que tem trazido
asfalto novo e de qualidade para toda a Curitiba e
irá contemplar mais 9 vias no Santa Cândida.
Serão 800 metros de obras entre a José Serrato,
desde a Rua Fernando de Noronha até a Rua José
Antônio Leprevost. A revitalização está completa-
da no Pregão Eletrônico 114/2023, que está em fase
de análise de documentação da empresa classifica-
da em primeiro lugar para que, posteriormente, a
Prefeitura possa iniciar os trâmites do contrato.
Desde 2021, quando iniciou o mandato, Leonidas
foi procurado por moradores da Rua José Serrato
para buscar, junto ao Poder Público, melhorias no
trecho. O vereador esteve reunido com o secretário
de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, que re-
forçou o esforço para iniciar as obras de revital-
ização do asfalto até o fim do ano de 2023.
Além do pedido pela Rua José Serrato, o vereador
Leonidas Dias tem trabalhado ao longo do man-
dato para buscar outras melhorias no bairro Santa
Cândida.
VEREADOR LEONIDAS DIAS SE REÚNE COM MORADORES DA RUA JOSÉ SERRATO SOBRE
OBRAS NO SANTA CÂNDIDA
Nas comemorações dos 330 anos de Curitiba, a rede
municipal de ensino ganhou duas novas Unidades
de Educação Integral (UEIs) integradas, no Boa Vis-
ta e no Portão, além de revitalizações de duas UEIs
já existentes no Cajuru.
As UEIS são espaços que atendem estudantes de
várias escolas municipais com atividades pedagógi-
cas que vão além do currículo regular. A estratégia
faz parte do aumento da oferta da educação em
tempo ampliado, que até o final do ano contemplará
estudantes de 156 escolas municipais. As regionais
Cajuru e Portão fecharão este ano com a oferta de
integral para todas as suas unidades.
Atualmente são atendidos 55 mil estudantes em
período integral, em turmas da educação infantil e
do Ensino Fundamental. Em 2017, eram 42 mil.
Para aumentar o tempo de atividades na escola, a
Secretaria Municipal da Educação tem reformado
imóveis maiores e centralizado nesses locais parte
do atendimento integral oferecido na cidade, o que
é feito também em escolas e UEIs menores.
O integral permite que o estudante permaneça com
até 9 horas de atividades na escola e garante acesso a
atividades pedagógicas diferenciadas, como práticas
de movimento, ciência e tecnologia, matemática, ed-
ucação ambiental, língua portuguesa, entre outras.
Os estudantes também recebem alimentação escolar
adequada ao tempo maior em que permanecem na
unidade educacional.
A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia
Bacila, esclarece que a expansão é feita com base em
estudos que levam em conta a demanda da comuni-
dade e a estrutura das escolas.
“Precisamos fazer melhorias e reformas, como au-
mentar a capacidade de um refeitório, por exemplo,
ou chamar mais professores para determinada uni-
dade”, explica a secretária.
“Buscamos qualificar e ampliar essa oferta,
começando com parte das turmas e na sequência
aumentando esse número, dentro da capacidade da
rede. Iniciamos com as turmas com maior deman-
da”, completa Maria Sílvia.
Curitiba ganhou em março a Unidade de Educação
Integral (UEI) Boa Vista, na Rua Professor Guil-
herme Butler, 792, bairro Barreirinha. O investi-
mento foi de R$ 80,8 mil. São atendidos, em cada
turno, 300 estudantes das escolas municipais Jag-
uariaíva, Cerro Azul e Raul Gelbeck.
A UEI tem dois prédios, com 18 salas, além de uma
sala de inspetores, um refeitório, banheiros, biblio-
teca, auditório e cozinhas.
Também foi entregue à comunidade, neste mês de
abril, a UEI Integrada Portão, na Vila Izabel, com
capacidade de atendimento de 600 crianças/dia.
As unidades contempladas são as escolas Cam-
po Mourão, Desembargador Marçal Justen, Maria
Nicolas e Graciliano Ramos.
Já a UEI Professora Maria de Lourdes Pegoraro,
no Cajuru, ganhou reforma total, incluindo pisos,
revestimentos em azulejos, nova entrada de energia,
nova instalação elétrica (quadro, tomadas, ilumi-
nação), manutenção em janelas e portas metálicas,
reforma da cobertura (estrutura, telhas, calhas,
rufos, beiral), pintura total da edificação, novas in-
stalações hidrossanitárias, louças e metais, além de
letreiro da fachada e limpeza geral. O valor investido
foi de R$ 547,5 mil.
Na UEI Ayrton Senna da Silva, também no Caju-
ru, foram aplicados R$ 681,8 mil para revisão do
BARREIRINHA NA REGIONAL BOA VISTA GANHA NOVA UNIDADE DE EDUCAÇÃO
PARA AMPLIAR ATENDIMENTO EM TEMPO INTEGRAL
Prefeito Rafael Greca e Sec. de Educação Maria Silvia Bacila durante Inauguração da Unidade de Educação Integral (UEI) Na Regional BoaVista. Foto: Daniel Castellano / SMCS
telhado, poda de árvores, retirada de alambrado,
execução de muro de divisa e gradil sobre o muro,
adaptações nas esquadrias de ferro, revestimento
em azulejos, concretagem do piso, piso e rodapé em
porcelanato, instalação de caixa d´água de mil litros,
divisórias em dry-wall, peitoris em porcelanato nas
janelas, azulejos e tratamento de trincas.
A expansão do integral é feita de maneira gradativa
na rede municipal de ensino, desde 2017, quando a
rede somava 86 unidades com integral.
Em março de 2018, a capital do Paraná já havia
atingido, antes do prazo previsto, a meta do Plano
Municipal de Educação de oferecer tempo integral
em metade das escolas da rede. Eram 92 escolas
integrais, o equivalente a 50,2% da meta proposta.
Projeto político pedagógico
A ampliação da jornada escolar considera a qualifi-
cação das atividades, sendo que a proposta do cur-
rículo da escola em tempo integral sistematiza nove
horas diárias e articula as áreas do conhecimento
às Práticas Educativas proporcionando ampliação e
diversidade na aprendizagem e os saberes escolares.
A gerente da Educação Integral, Michelle Taís Faria
Feliciano, ressalta que o Referencial da Educação
Integral em Tempo Ampliado traz toda a concepção
sobre toda a Educação Integral e sobre cada uma
das Práticas Educativas para o tempo ampliado. “Os
profissionais podem acessar o referencial, que está
disponível no site da Educação”, lembra Michelle.
Mãos na Massa
Um dos destaques da rede curitibana nas unidades
com integral é o projeto “Mãos na Massa: economia
doméstica para os estudantes da Rede Municipal de
Ensino”. A iniciativa começou em 2021 pelos para
os estudantes das onze escolas municipais do 6º ao
9º ano. E em 2022 estendeu o atendimento para os
estudantes de 4º e 5º ano. O projeto conta ao todo
com mais de 900 estudantes matriculados.
O investimento foi de R$ 37,3 mil por unidade com
o projeto, para viabilizar os espaços maker (faça
você mesmo) com propostas de vivências do cotidi-
ano e atividades manuais, que envolvem culinária e
costura, de maneira articulada com conteúdos cur-
riculares, como matemática e ciências, por exemplo.
Aconteceu no dia 25 de março, no Colégio Estadu-
al Cívico Militar Ermelino de Leão, no bairro Boa
Vista, em Curitiba, o primeiro Treinamento de Se-
gurança Escolar Avançado em escolas da rede estad-
ual. A ação foi organizada pela Polícia Militar, por
meio de equipes do Batalhão de Patrulha Escolar
Comunitária (BPEC), do Batalhão de Operações
Policiais Especiais (BOPE) e também pelo Governo
do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Ed-
ucação.
Com objetivo de ampliar as ações de prevenção
já existentes na rede estadual de ensino, como
o bem-sucedido Programa Brigadas Escolares
(em parceria com a Defesa Civil e o Corpo de
Bombeiros), este projeto-piloto tem o objetivo de
preparar a comunidade escolar diante de possíveis
situações de violência ou ameaças à segurança den-
tro das escolas.
A ação simulou uma invasão real ao colégio, com
uso de simulacros de arma branca e de fogo e foi
conduzida por cerca de 20 instrutores das forças
de segurança, que orientaram alunos e professores
sobre as medidas de emergência. O evento contou
também com patrulhamento da PMPR, que posi-
cionou viaturas para isolar a vizinhança da escola.
Segundo o comandante do BOPE, major Felipe Ser-
bena, protocolos preventivos como esse são essen-
ciais para garantir que alunos e professores saibam
agir diante de possíveis ameaças, até que as forças de
segurança sejam acionadas.
“Os professores e alunos são orientados sobre me-
didas preventivas nos casos de invasão. Tais orien-
tações são fundamentais para evitar possíveis tragé-
dias como a da Escola Municipal Tasso da Silveira,
que aconteceu em 2011 no bairro do Realengo, no
Rio de Janeiro”, ressalta.
Participaram da ação cerca de 60 alunos. Guilherme
da Silva França, 15, matriculado no 9° ano, foi um
dos atores envolvidos na simulação. “Aprendi que a
primeira atitude a ser tomada em caso de invasão é
observar o entorno e procurar um esconderijo”, diz.
Segundo a diretora da escola, Daniela de Liz, o enga-
BAIRRO BOA VISTA: COLÉGIO ESTADUAL ERMELINO DE LEÃO TEM O PRIMEIRA AÇÃO DO
PROGRAMA DE SEGURANÇA AVANÇADO
jamento dos estudantes na atividade fez toda a dif-
erença. “Eles entenderam a necessidade de aprender
sobre como se protegerem. Lições como essa servem
pra vida”, ressalta.
Para o major Ricardo da Costa, comandante do
Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC),
o treinamento servirá como protocolo, tanto para a
comunidade escolar quanto para as forças de segu-
rança. “Essa simulação fará um upgrade no curso
de segurança escolar que já vem sendo aplicado aos
policiais militares e aos profissionais de educação,
agora, de forma prática”, destaca.
A escola também ganhou um novo aparato de se-
gurança. Viabilizado pela Companhia de Tecnologia
da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar),
o Olho Vivo é uma torre de segurança munida de
câmeras e inteligência artificial. Ela também foi usa-
da pela primeira vez durante a simulação.
O equipamento, posicionado em frente ao Colégio
Estadual Cívico Militar Ermelino de Leão, é o pri-
meiro a ser instalado numa escola da rede estadual.
Utilizado para medir comportamentos e situações
que possam representar risco à integridade dos
alunos e servidores, o Olho Vivo permite verificar,
por exemplo, se alguém está armado nas proxim-
idades das escolas ou se algum fugitivo da polícia
está nos arredores do colégio. Assim, a patrulha é
acionada imediatamente, prevenindo problemas
para toda a comunidade escolar.
O Governo do Estado, por meio da Celepar, pre-
tende disponibilizar o Olho Vivo para outros órgãos.
Anualmente são noticiadas diversas ameaças de
ações violentas em escolas, o que gera preocupação
da comunidade escolar e também das forças públi-
cas de segurança. No Brasil, tragédias como a no
bairro do Realengo (Rio de Janeiro) despertaram
a atenção de diretores, professores e pais de alunos
matriculados em escolas ao redor de todo o País.
O Paraná não foi vítima de nenhum episódio
traumático e, justamente por isso, trabalha para
manter sua população a salvo.
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
8 Abril
2023
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
Com investimentos cada vez mais robustos
em equipamentos, instalações, profissionais de
ponta e apoio nos treinamentos, a Prefeitura
de Curitiba está ajudando atletas a conquistar-
em o sonho de todo o esportista: disputar uma
olimpíada.
Nomes como os de Bárbara Domingos, atleta
de ginástica rítmica, Julia Soares, da ginástica
artística, Alexandre Pereira de Camargo, da es-
grima, e de Natasha Padilha Ferreira, do judô,
são quase certos nos Jogos Olímpicos de Paris
2024. Todos são atendidos pelo Programa Mu-
nicipal de Incentivo ao Esporte, coordenado pela
Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juven-
tude e que prevê a captação de recursos do Im-
posto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para
serem investidos em projetos esportivos.
“Nós ficamos muito felizes ao saber que nossos
esforços como gestores públicos estão ajudando
nossos curitibinhas a realizar o sonho de disputar
uma Olimpíada. Curitiba proporciona o que há
demelhoraosnossosatletas,atravésdoPrograma
Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitu-
ra de Curitiba e o resultado deste trabalho nos
enche de orgulho” disse o Prefeito Rafael Greca.
Ginástica rítmica – Bárbara Domingos
Em abril, Bárbara Domingos da ginastica rítmi-
ca foi medalha de ouro na prova da fita no Grand
Prix de Thiais (França). Nunca uma ginasta bra-
sileira havia obtido uma medalha em um evento
deste nível.
“Essa medalha foi construída a tantas mãos...
Estamos fazendo história, deixando um legado
e a Prefeitura está nos ajudando nessa trajetória”,
disse Bárbara.
O ano de 2023 é decisivo para Bárbara, os tre-
inamentos estão mais fortes e exaustivos, já que
o ciclo para a Olimpíada de Paris tem um ano a
menos, devido à pandemia que adiou os Jogos
Olímpicos de Tóquio de 2020 para 2021. Além
disso, o campeonato mundial e o panamericano,
classificatórios para Paris, já acontecem no início
do segundo semestre.
Bárbara pode se classificar no mundial de Valên-
cia, na Espanha. A competição acontece em
agosto e ela garante a vaga se ficar entre as 17
melhores no Individual. Caso seja necessário, a
vaga também pode ser conquistada no Pan, em
setembro.
“Este ano define todo nosso futuro. A ansiedade
é grande, todos nós atletas vivemos com ela, já
que a Olimpíada é no ano que vem. Mas com
a ajuda da minha treinadora, Márcia Naves,
do meu psicólogo e claro da minha família
a tranquilidade aparece”, concluiu Bárbara.
Esgrima – Alexandre Pereira de Camargo
Líder do ranking nacional na Espada, Alexandre
Pereira de Camargo tem um tempo mais longo
para buscar a vaga. A oportunidade de chegar a
Paris só será em abril de 2024, quando ele dispu-
ta o pré-olímpico.
Este ano, Alexandre se prepara em Curitiba e em
Roma, na Itália, onde adquire maior experiência
e técnica para chegar na melhor forma possível
ao pré-olímpico.
“Os treinamentos e competições nacionais e
internacionais neste ano são mais puxados e
intensos. Meu objetivo é me manter na lider-
ança do ranking nacional e garantir a vaga no
pré-olímpico do ano que vem”, disse Alexandre.
Judô – Natasha Padilha Ferreira
Integrante da Seleção Brasileira principal na cat-
egoria Ligeiro (-48kg), Natasha está na briga por
uma vaga em Paris.
Neste ano ela ganhou medalha de bronze no
Grand Slam de Tel Aviv, em Israel, e garantiu
mais 500 pontos no ranking mundial e olímpico
na categoria. Os pontos conquistados colocam a
atleta muito perto da zona de classificação para a
Olimpíada de Paris 2024.
Agora a judoca curitibana vai representar o Bra-
sil na disputa do Campeonato Mundial de Judô,
que acontecerá em Doha, no Catar, de 7 a 14 de
ATLETAS BENEFICIADOS PELA PREFEITURA DE CURITIBA
ESTÃO PERTO DE REPRESENTAR O BRASIL NA OLIMPÍADA
maio. Serão oito mulheres e nove homens rep-
resentando o país em uma das principais com-
petições do ano.
“A preparação está muito forte, são de 12 a 15
sessões de 40 minutos a 1h30 por semana. Fui
convocada para o Campeonato Mundial Sênior,
que é a competição alvo deste ano. Estamos na
França para aclimatação e luto no dia 7 de maio
em Doha . Estou tranquila e espero entrar na
zona de classificação olímpica já nesta com-
petição”,
Natasha ainda deve disputar o World Masters da
Hungria, em agosto, e o Campeonato Pan-Amer-
icano, os Jogos Pan-Americanos de Santiago e
mais cinco etapas de Grand Slam.
Para garantir vaga em Paris, ela tem que
se manter entre as 18 melhores da catego-
ria Ligeiro (-48kg) para se classificar direta-
mente. Ainda existem vagas pele continente
que serão definidas apenas no ano que vem.
Ginastica Artística – Júlia Soares
Na ginástica artística, Júlia Soares é presença
constante na Seleção Brasileira. Ela vem fazendo
história modalidade e aos 15 anos realizou o son-
ho de muitos atletas mundo afora ao homologar
um elemento (o Soares) com seu nome no códi-
go da Federação Internacional de Ginástica com
uma entrada inédita na trave.
Júlia treina em Curitiba, no Cegin, entidade que
também é incentivada pela Prefeitura, e em sua
primeira competição do ano ficou com o ouro
do Solo e o quarto lugar na Trave do tradicional
torneio de Stuttgart, na Alemanha.
“Estamos treinando um pouco mais que o nor-
mal, este é um ano pré-olímpico e isso exige
um preparo intenso. Este ano temos muitas
competições importantes, o Pan-americano e
Sul-americano, na Colômbia, e duas Copas do
Mundo, na Croácia e na França. Mas o mais
importante do ano é o Mundial na Bélgica, em
outubro, aí sim teremos a nossa chance de con-
quistar a vaga”, disse Júlia.
Júlia ainda tem alguns meses de treinamentos e
competições para chegar à disputa da vaga para
Paris e está bastante ansiosa.
“Os treinamentos estão mais intensos, mas tam-
bém a parte psicológica e a parte de fisioterapia
na recuperação física estão andando junto, para
que no final esteja tudo alinhado para conquistar
a vaga olímpica.”
Bárbara Domingos da ginastica rítmica, é uma curitibana praticamente certa nas olimpíadas do ano que vem. Foto: Divulgação
Esgrima – Alexandre Pereira de Camargo Judô – Natasha Padilha Ferreira Ginastica Artística – Júlia Soares
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
9
Abril
2023
A professora Priscila dos Santos e o
auxiliar confeiteiro Leonardo Romão
compareceram à sede da Companhia de
Habitação Popular de Curitiba (Cohab),
no mês de março, para assinarem o
contrato de aquisição de um
apartamento no Residencial Colinas do
Norte, conjunto de 184 unidades,
em construção no Santa Cândida.
Prefeito idoso deixou o partido após a repercussão
na mídia do seu casamento com uma menina de 16
anos. CPI apontou elo do apoiador de Bolsonaro
com laboratório de cocaína e ele chegou a ser preso
por tráfico. Além da sogra, o gestor municipal em-
prega ao menos 6 parentes e é alvo do MP
O prefeito bolsonarista que se casou com uma
adolescente de 16 anos e nomeou a sogra como
secretária no Paraná já foi apontado pela CPI do
Narcotráfico como chefe de um esquema interna-
cional de tráfico de drogas. A Comissão Parlam-
entar de Inquérito também acusou o idoso de 65
anos de manter um laboratório de refino de co-
caína numa chácara com pista para aeronaves. Ele
chegou a ser preso, mas foi solto em seguida.
Hissam Hussein Dehaini (sem partido) foi preso
em março de 2000 após alegar inocência em depo-
imento à CPI (Comissão Parlamentar de Inquéri-
to), no dia 1º daquele mês. Ele também foi acu-
sado pelo crime de formação de quadrilha e por
supostamente ter pago propina a policiais em troca
de proteção em Araucária (PR), onde hoje está à
frente da prefeitura.
O então empresário permaneceu 104 dias na
Prisão Provisória do Ahú em Curitiba, capital pa-
ranaense. Foi solto por decisão da Justiça após pe-
dido da defesa, que havia alegado que o prazo de
prisão provisória havia expirado.
A CPI acusou Hissam de manter um laboratório
de refino de cocaína em uma chácara na cidade de
Campo Largo (PR). Segundo a denúncia, no local
também havia uma pista de pouso para aeronaves.
A chácara ficava a cerca de 30 km de Araucária
(PR).
Hissam declarou ter um patrimônio de R$ 14 mil-
hões ao TSE nas eleições de 2020 — quando foi ree-
leito a prefeito pelo Cidanania, partido que deixou
ontem após a repercussão do seu casamento com
uma menor de idade. A maior parte dos bens está
em imóveis, um helicóptero e dinheiro em espécie.
Ele já foi investigado sob a suspeita de outros
crimes. Em 2007, chegou a ser detido pela Op-
eração Metástase, da PF, que teve como alvo 25
suspeitos de participar de um esquema de fraudes
em licitações da Funasa (Fundação Nacional de
Saúde).
Em março de 2020, Hissam foi condenado em um
processo por corrupção em Roraima. Ele foi apon-
tado em denúncia do MPF como um dos líderes da
organização, que fraudava licitações da Funasa, e
recorre da sentença em segunda instância.
Ao menos seis familiares e parentes do prefeito
de Araucária (PR) possuem cargos na adminis-
tração da cidade. O MP-PR (Ministério Público
do Paraná) tem “procedimentos em andamento”
sobre as acusações de nepotismo na prefeitura da
PREFEITO BOLSONARISTA QUE CASOU COM MENOR DE IDADE TEM ELO COM
LABORATÓRIO DE COCAÍNA
A Marinha promoveu neste mês de março a médi-
ca Maria Cecília Barbosa da Silva Conceição, de
58 anos, ao posto de contra-almirante. A médica
é a terceira mulher e a primeira negra a alcançar o
posto de oficial-general na história da Força.
Maria Cecília também participou da cerimônia de
promoção de oficiais-generais das Forças Arma-
das, no Palácio do Planalto, em que o presidente
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumprimentou os
recém-promovidos. O evento tradicional foi o pri-
meiro de 2023, e costuma ocorrer algumas vezes
por ano.
Após 28 anos de Marinha, Maria Cecília ocupará a
diretoria do Departamento de Saúde e Assistência
Social da Secretaria de Pessoal, Saúde, Desporto e
Projetos Sociais do Ministério da Defesa.
“Me sinto bastante orgulhosa e feliz por estar rep-
resentando uma parcela grande da tripulação da
Marinha, que é a parcela feminina”, declarou em
uma postagem publicada pela Secretaria de Comu-
nicação Social da Presidência da República
À Folha de S.Paulo, Maria Cecília afirmou que
É o primeiro imóvel próprio do casal, adquirido
por um valor especial praticado para os inscritos
na Cohab. Eles e outras 20 famílias com
renda acima de R$1,6 mil assinaram os contratos e
aguardam a finalização das obras
para receberem as chaves de seus apartamentos.
Priscila, que tem 31 anos, conta sobre a conquista
alcançada.
“Sempre pensamos em adquirir um imóvel, mas
tínhamos até medo de ir a uma construtora, por
imaginar que seria muito fora das nossas condições
de pagamento. Fazer a inscrição na Cohab foi óti-
se sente recompensada e feliz com a promoção.
“Nossa carreira na Marinha do Brasil é cercada de
momentos difíceis, momentos bons, e a instituição
abre essa oportunidade para que os oficiais alca-
ncem, por mérito próprio, postos mais elevados
durante a carreira. Me sinto recompensada e feliz
por estar fazendo parte do grupo de almirantes da
Marinha”, disse.
“Acho que isso [promoção] tem que ser um es-
tímulo para que mais mulheres entrem nas Forças
Armadas porque ela pode atingir até o posto
mais alto. As mulheres só começaram a ingressar
na Marinha em 1981 e, a partir de agora, deve se
tornar cada vez mais natural que nós consigamos
atingir os altos níveis, estes postos de almirante”,
acrescentou.
No total, foram 56 novos militares promovidos aos
mais altos cargos nas três Forças: general (Exérci-
to), almirante (Marinha) e brigadeiro (Força Aérea
Brasileira). A promoção foi publicada no último
dia 31 de março.
O evento contou com as presenças do ministro
mo, pelas condições ofertadas e apoio na nego-
ciação”, afirma ela, que atualmente paga aluguel
para morar em um imóvel também no Santa Cân-
dida.
Os apartamentos do residencial Colinas do Norte
estão sendo ofertados para os inscritos com um de-
sconto significativo em relação aos preços pratica-
dos no mercado para a mesma unidade habitacio-
nal. Apartamentos que ultrapassam os R$ 230 mil
no mercado, são vendidos a partir de R$ 166 mil
para quem possui a inscrição no programa habita-
cional do município.
“Nossas parcerias com a iniciativa privada possi-
bilitam boas vantagens para quem faz a inscrição.
Além do menor valor, o inscrito pode incluir as
custas de documentação juntamente ao financia-
mento, diluindo os gastos ao longo dos anos”, ex-
plica o presidente da Cohab, José Lupion Neto.
Os apartamentos podem ser financiados em até 30
anos, desde que a idade do comprador não
ultrapasse 80 anos ao final do contrato. Os benefi-
ciados têm a opção de utilizar o FGTS como
entrada e assim reduzir o valor das prestações.
Os apartamentos têm um ou dois quartos, com
áreas que variam de 39 a 47 m2 (opções com e sem
garden). Os imóveis serão distribuídos em blocos,
com 4 pavimentos e 8 unidades por
andar.
As áreas comuns do condomínio oferecem vagas
de estacionamento, bicicletário, salão
de festas, espaços gourmet, jardim pet, quadra es-
portiva, espaço kids, jogo de tabuleiro ao
MÉDICA DA MARINHA É PRIMEIRA MULHER NEGRA PROMOVIDA A OFICIAL-GENERAL NO BRASIL
ASSINATURA DE
CONTRATOS
GARANTE IMÓVEIS
POPULARES NO
SANTA CÂNDIDA
da Defesa, José Múcio Monteiro, além dos co-
mandantes das três Forças: general Tomás Ribeiro
Paiva (Exército), almirante Marcos Sampaio Olsen
(Marinha) e brigadeiro Marcelo Kanitz Damasce-
no (Força Aérea).
Antes de Maria Cecília, somente duas outras mul-
heres haviam alcançado o posto de almirante —a
cúpula da Marinha. A primeira foi a médica Dalva
Maria Carvalho Mendes, em 2012. Ela entrou na
Marinha em 1981, ano que a Força permitiu o in-
gresso de mulheres.
Em 2018, a Marinha promoveu ao posto de con-
tra-almirante a engenheira Luciana Mascarenhas
da Costa Marroni.
A Marinha e a Aeronáutica já promoveram mul-
heres aos cargos de oficiais-generais na última
década. O Exército foi o último a permitir que
mulheres participassem de cursos preparatórios
para o generalato, e a previsão é que as primeiras
a chegarem ao posto alcancem o posto em 2027.
Para chegar ao cargo de general quatro es-
trelas, o mais alto da carreira, o militar pre-
e piscina.
A região é bem atendida por serviços e equipa-
mentos públicos, além de contar com variadas
opções de comércio. “Temos visitado o local com
frequência, para acompanhar o andamento da
obra. Estamos ansiosos pelo término e muito feliz-
es com a conquista”, destaca Leonardo.
Desde que o prefeito Rafael Greca assumiu a pre-
feitura, 2.170 famílias receberam as chaves da casa
própria, entre inscritos na Cohab e moradores
transferidos de áreas de risco. Outras 6,2 mil
famílias receberam títulos de
propriedade por meio da regularização fundiária.
cisa entrar no Exército pela Academia Mili-
tar das Agulhas Negras (Aman). A primeira
turma com mulheres só finalizou o curso em
2021, após 210 anos de história da instituição.
Com informações da Folha de SP e Agência Brasil
Atualmente a Cohab está com 450 unidades
habitacionais
disponíveis para os inscritos na fila com renda aci-
ma de R$ 1,6 mil.
Estão sendo ofertadas moradias em seis diferentes
conjuntos: Chácara Primavera e Residencial Ci-
dade Vitoritto, ambos no Campo do Santana; Res-
idencial Best Life, no Atuba; Cores da Primavera,
no Umbará; Residencial Colinas do Norte, no San-
ta Cândida, e Residencial San Donato, em Campo
Largo.
cidade paranaense.
O MP disse que não pode dar detalhes sobre o caso
porque eles têm ligação com uma menor de idade,
a nova esposa do prefeito, de 65 anos.
Além da atual sogra, o homem deu cargos na pre-
feitura para a ex-esposa, as duas filhas, a ex-cunha-
da e a tia da atual esposa.
Hissam Hussein Dehaini fez campanha para a ree-
leição do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Em
vídeo, Dehaini afirma que vota “22” porque mes-
mo com pandemia e guerra, o Brasil foi levado
adiante.
“Pegamos guerra, pegamos pandemia e levamos o
país adiante. Eu voto 22 e você deve votar 22. Va-
mos lá, junto com Bolsonaro”, afirmou o prefeito
paranaense na época.
www.pragmatismopolitico.com.br
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
10 Abril
2023
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
A maior feira voltada ao universo ciclístico da
região Sul já tem data confirmada para acon-
tecer em Curitiba. A 3ª edição da Feira Mundo
Bike será realizada entre os dias 26 e 28 de maio,
no Centro de Eventos Positivo, localizado no
Parque Barigui. Os visitantes poderão conferir
exposição de bikes antigas, encontrar orien-
tações para quem quer começar a pedalar, testar
novos modelos, ver lançamentos, tendências,
peças, serviços, acessórios, vestuários, nutrição
esportiva e muita tecnologia para ciclistas ama-
dores e profissionais.
O número de adeptos ao ciclismo vem au-
mentando a cada ano. De acordo com a Ciclo Ig-
uaçu (Associação dos Ciclistas do Alto Iguaçu)
a promessa da Prefeitura de Curitiba é chegar a
400 km de estrutura cicloviária, o que estimula-
ria ainda mais os moradores a aderirem ao uso
das bikes como meio de transporte, para prática
de exercícios ou como lazer. “Em 2019, tínha-
mos 204 km de infraestrutura, e nos últimos 4
anos foram entregues 61km, totalizando 265 km.
Esperamos que a promessa se concretize e haja
o incremento de mais 140km até ano que vem”,
observa a coordenadora geral da Ciclo Iguaçu,
Patrícia Valverde. Ainda, de acordo com a en-
tidade, 2% de todas as viagens realizadas na ci-
dade são feitas utilizando a bicicleta como modal
de transporte.
Esse crescimento também se reflete no comér-
cio de produtos e serviços para atender a essa
demanda. “Participar desta feira é uma opor-
tunidade para as marcas poderem se relacionar
diretamente com o cliente final, mostrar as novi-
dades e fomentar os seus negócios. Já, para os
ciclistas amadores e profissionais, o evento des-
perta curiosidade quanto aos atrativos e as novi-
dades que podem contribuir para mais proteção,
conforto, beleza e performance para o seu treino
A casa de veraneio em Ilhabela, no litoral de São
Paulo, está em nome da igreja, mas é de uso pes-
soal de Valdomiro Santiago, segundo a adminis-
tração municipal
Prefeitura de Ilhabela quer penhora de mansão
do Pastor Valdemiro por dívida de R$ 2,4 mil-
hões em IPTU atrasado
O pastor Valdomiro Santiago, líder da Igreja
Mundial do Poder de Deus, fez um acordo ju-
dicial com a Prefeitura de Ilhabela para parcelar
uma dívida de R$ 2,8 milhões em IPTU atrasado
de uma mansão luxuosa no arquipélago.
Segundo a administração municipal afirmou à
Justiça que, apesar de o imóvel estar em nome da
igreja, a mansão é de uso recreativo (veraneio) e
pessoal do Pastor Valdemiro Santiago. Ainda se-
gundo a prefeitura, o patrimônio de Santiago se
confunde com o da própria instituição religiosa.
ou deslocamento”, comenta Alisson Acosta, or-
ganizador da Feira Mundo Bike.
Pioneiro no Paraná e na região sul, o even-
to irá reunir em um mesmo local, expositores
com lançamentos, peças, serviços, acessórios,
vestuários, nutrição esportiva e muita tecnolo-
gia. Para o público em geral, serve de estímulo
para começar a pedalar e aproveitar os produ-
tos vendidos pelas marcas com preços abaixo do
mercado.
Mas os visitantes da Feira Mundo Bike não
vão encontrar apenas produtos e serviços, pois
poderão conferir diversas atrações, como ex-
posições de bikes antigas, encontro de clubes
de ciclistas, pista para testar vários modelos de
bicicletas, além de debates sobre temas como ci-
cloturismo, sustentabilidade, saúde e bem-estar,
tudo relacionado ao mundo do ciclismo e fitness.
O evento reserva atrativos para a família, com a
participação do Maxx Bazar (onde serão aprox-
imadamente 30 stands com produtos diversos,
Localizada na Praia do Veloso, a mansão tem
uma área de mais de 3 mil metros quadrados que
conta com três piscinas, ginásio, heliponto e 22
quartos com banheira e televisão.
Desde 2015, a prefeitura de Ilhabela tenta rece-
ber os valores. No entanto, apesar do acordo, o
pagamento da dívida só começou a ser efetuado
este ano, após a Justiça determinar a penhora e
leilão da área.
Depois da renegociação, a administração mu-
nicipal solicitou que houvesse a suspensão do
processo por um prazo de seis meses a partir de
fevereiro. A Justiça acatou o pedido.
De acordo com o documento do processo, ne-
gociação foi feita no dia 14 de fevereiro de 2023
e o primeiro pagamento foi feito no dia 22 do
mesmo mês. O acordo prevê que a Igreja Mun-
dial do Poder de Deus pague 60 parcelas de R$
como vestuários femininos, semijoias, calçados,
produtos de beleza e muito mais). Um grande
espaço kids, barbearia e estúdio de tatuagem. E
para quem não quer deixar seu pet em casa, a
feira é pet friendly.
Segundo Alisson Acosta, da 2A eventos, orga-
nizador do evento, a feira tem se consolidado
como um grande ponto de encontro para ciclis-
tas profissionais e amadores do Paraná, Santa
Catarina e Rio Grande do Sul. “Esse mercado
tem seguido uma tendência mundial de cresci-
mento, atingindo cada vez mais pessoas que
buscam aliar a atividade física com a sustentabi-
lidade, cuidando do seu bem estar e também do
planeta”.
Serão três dias de muitas atividades e inovações
que os participantes poderão conferir, valori-
zando e incentivando a prática do ciclismo na
região.
Serviço: FEIRA MUNDO BIKE – 3ª EDIÇÃO
48.075,95, totalizando R$ 2.884.557,55 à prefei-
tura da cidade.
O dizímo pago por fiéis da Igreja Mundial da
Graça de Deus, em Ubatuba , será penhorado
para o pagamento de dívidas da instituição que é
liderada pelo pastor Valdemiro Santiago , deter-
minou a Justiça.
Segundo a decisão, cerca de 10% do valor arreca-
dado pela igreja durante os cultos será ‘pehora-
do’ para o pagamento de uma dívida de aprox-
imadamente R$ 70 mil em honorários devidos
a um advogado que atuou em um processo de
despejo contra o templo.
O pastor Valdemiro Santiago de Oliveira, fun-
dador da ‘Igreja Mundial do Poder de Deus’ foi
condenada a pagar mais de R$ 880 mil em alu-
guéis atrasados para uma professora que locou
um prédio onde funcionava o templo na cidade.
Data: 26 a 28 de maio de 2023
Local: Centro de Eventos Positivo – Parque
Barigui – Curitiba – Paraná
Datas e horários:
Na sexta (26) das 14h às 22h
No sábado (27), das 10h às 22h
No domingo (28), das 10h às 20h
Realização: 2A eventos
Classificação indicativa: livre
Ingressos: Vendas antecipadas pelo Disk Ingres-
sos. Lote 01: R$ 15 a inteira e R$ 7,50 a meia-en-
trada.
Acesse Disk Ingressos:
https://www.diskingressos.com.br/gru-
po/1178/28-05-2023/pr/curitiba/feira-mun-
do-bike-3-edicao
A instituição foi condenada em, pelo menos,
duas instâncias e, agora, a igreja não pode mais
recorrer. No entanto, o processo segue em fase
de execução, já que não houve o pagamento da
dívida.
O valor imposto pela decisão judicial chegou a
ser contestado pela igreja, mas o juiz que assum-
iu o caso rejeitou o pedido. Sem o pagamento,
houve, ainda, a determinação para o bloqueio
das contas da Igreja, no entanto, não foram en-
contrados saldos.
Além dos aluguéis, a igreja, em Ubatuba, foi
condenada a pagar os honorários do advogado
Cesar Augusto Leite e Prates, que representou a
professora no processo.
FEIRA MUNDO BIKE REÚNE CICLISTAS E AMANTES DO ESPORTE EM CURITIBA
PASTOR QUETEM PENHORA DE DÍZIMO DEVE R$ 2,8 MÍLHÕES EM IPTU DE MANSÃO
PRÓ CONT
SOLUÇÕES
EMPRESARIAIS
Contador: Sandro da Silva
Constituição e Encerramento de
Empresas - Imposto de Renda
Assessoria Contábil, Empresarial,
Financeira, RH
Tel: 3357-3601 | 8462-3354 |
9910-5357
Rua Ilda C. Manasczuk, 444,
Jardim Aliança - Santa Cândida -
Curitiba
Rua Delegado Miguel Zacarias, 116, Bairro Boa Vista 41 99684-7710
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
11
Abril
2023
Um gesto de carinho e amor ao próximo e que
também contribui com o meio ambiente. Assim
é a campanha “Tampinha Solidária”, um projeto
social de reciclagem de tampas plásticas, com o
objetivo de garantir recursos financeiros e des-
tinar a aquisição de fraldas geriátricas para lar-
es de idosos carentes. No caso da Assembleia
Legislativa do Paraná, o objetivo da campanha
é arrecadar tampinhas para serem trocadas por
fraldas geriátricas para atender idosas do vivem
no Asilo São Vicente de Paulo, de Curitiba.
A campanha será lançada no próximo dia 02 de
maio, às 13h30, no Espaço Cultural da Assem-
bleia Legislativa do Paraná e será coordenada
pelo grupo de Ações Solidárias do Legislativo
paranaense.
“É solidariedade e sustentabilidade ao mesmo
tempo. É um gesto simples de arrecadar tamp-
inhas plásticas que iriam para o lixo e agora vão
se transformar em fraldas geriátricas benefi-
ciando muitas idosas que vivem na instituição”,
explica a coordenadora do grupo, Rose Traiano.
Ela também destaca que a ação ajuda na preser-
vação ambiental. De acordo com pesquisas o
plástico pode levar mais de 400 anos para se
decomporá na natureza. “É uma corrente do
bem. Ajudamos na reciclagem, na preservação
do meio ambiente e na ação social, beneficiando
uma instituição que acolhe idosas e necessita de
ajuda”, pontuou.
A ação social também atende uma solicitação
do asilo que necessita de muitas doações, entre
elas fraldas geriátricas. “São ações e parcerias
como essa que ajudam a manter a nossa institu-
ição. E campanhas como esta, em parceria com
a Assembleia Legislativa, vem ajudar em dois
momentos: na questão do meio ambiente e na
questão social. Porque é dentro dessa campanha
que as pessoas vão fazer a coletas e guardar es-
sas tampinhas que vão se transformar em fraldas
geriátricas”, destaca o diretor geral do Asilo, pa-
dre José Aparecido Pinto.
O padre conta, que campanhas como estas fazem
Projeto estimado em R$ 35,8 bilhões prevê ligar
o porto de Paranaguá (PR) a cidades do interi-
or do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do
Sul, por meio de ferrovias. A Nova Ferroeste é
avaliada como o maior projeto de infraestrutura
de transportes em andamento no País e nasce a
partir de um trecho já existente de 248 quilômet-
ros, entre os municípios de Cascavel (PR) e
Guarapuava (PR).
O município paranaense dá acesso ao Oceano
Atlântico e contempla o segundo maior por-
to do Brasil, atrás apenas de Santos (SP). Serão
construídas ferrovias em 1.319 quilômetros de
extensão.
O porto de Paranaguá é um dos responsáveis
por boa parte das movimentações do Comér-
cio Internacional e engloba 13 setores de ativ-
idade econômica, sendo que cinco têm maior
destaque: agroindústria e madeira, material
de transporte, alimentos e bebidas, indústria
química e indústria mecânica.
Santa Catarina e Paraná são responsáveis por
70% da exportação da carne de aves e suínos do
Brasil e, essa carga, somada aos grãos de Mato
Grosso do Sul, levariam à captação de 38 mil-
hões de toneladas no primeiro ano de operação
plena da ferrovia. A obra é estimada para ficar
pronta em cerca de sete anos.
Por meio de Foz do Iguaçu, o trajeto ligaria
também o nordeste da Argentina e o leste do
a diferença já que eles utilizam mais de 19 mil
fraldas geriátricas por mês e o custo é elevado
– algo superior a R$ 42 mil. Mensalmente, a in-
stituição como um todo tem um custo médio de
R$ 1,2 milhão. Localizado em Curitiba, o asilo
é uma instituição sem fins lucrativos e referên-
cia nacional no atendimento e na promoção da
qualidade de vida e no resgate à dignidade da
pessoa idosa.
Atualmente é responsável pela garantia
do bem-estar de mais de 150 idosas, com
atendimento de longa permanência que
é dirigido a mulheres que possuem graus
diferenciados de limitações, autonomia e inde-
pendência e demandam cuidados específicos.
Parceria
A supervisora do Serviço Social do Asilo, Mon-
ica Freitas, também falou sobre essa parceria.
“Enquanto instituição de filantropia, nossa ne-
cessidade é permanente. Então estamos sempre
buscando parcerias para poder atender com
Paraguai, por meio de Ciudad del Este, segunda
maior cidade paraguaia.
A previsão é que determinadas rotas sejam en-
curtadas em até cinco vezes, reduzindo custos
em cerca de 30%.
Detalhes - A ferrovia terá 1.567 quilômetros de
extensão e o projeto é liderado por um gover-
no estadual, e não por uma empresa ou órgão
federal. O Governo do Paraná começou a estu-
dar a proposta em 2019, já gastou cerca de R$
40 milhões em fase de estudos de engenharia e
de impacto ambiental e, agora, corre atrás da li-
cença prévia ambiental junto ao Ibama (Instituto
Brasileiro de Meio Ambiente) que, porém, está
sujeita a análise do impacto da obra em dezenas
de TIs (Terras Indígenas).
A licença prévia, documento que assegura a vi-
abilidade ambiental do empreendimento, é vista
como etapa básica para que o projeto avance.
O plano do governo paranaense, que já tem as
licenças de exploração e concessão de todo o
traçado, é conseguir essa autorização ambiental
neste ano para, em 2024, fazer um leilão e ofere-
cer o projeto para empresas e investidores.
Pelo modelo desenhado, o projeto será oferecido
pelo pagamento mínimo de R$ 178 milhões ao
governo do Paraná. Quem fizer a oferta maior
sobre essa cifra, poderá explorar o trecho comer-
cialmente por 99 anos, prazo que pode ser pro-
rrogado.
dignidade as necessidades e as demandas de vida
diária das 150 idosas que aqui residem”, afirmou.
Diante disso, disse que entrou em contato com
a coordenadoria de Ações Solidárias da Assem-
bleia para a realização de uma parceria. “Fica-
mos muito felizes que fomos atendidos pela
Assembleia Legislativa do Paraná, através da
coordenadoria, que vai nos prestigiar e auxiliar
com essa campanha de arrecadação de tamp-
inhas que além de nos ajudar também pensa na
questão da sustentabilidade”.
Importância
Moradora da instituição há mais de sete anos,
Iara Leão, de 68 anos, fala da importância de
ações como estas. “É muito importante para
nós, moradoras, todo tipo de doação e todo tipo
de parceria. Porque nós precisamos de fraldas,
medicação, alimentos, roupas, nós dependemos
muito da ajuda da comunidade”. Ela ainda faz
um apelo: “nosso consumo é muito grande, mais
de 15 mil unidades por mês que aumenta com
Os estudos prévios já encaminhados pelo gov-
erno do Paraná receberam sinal verde de órgãos
federais como o Incra (Instituto Nacional de
Colonização e Reforma Agrária) e o Iphan (In-
stituto do Patrimônio Histórico e Artístico Na-
cional).
O traçado da Nova Ferroeste prevê que seus
trilhos cortem 66 municípios dos três estados.
O traçado principal deve iniciar em Paranaguá
e seguiria até Cascavel. A partir desse ponto,
porém, estão previstas três ramificações.
A primeira iria até Chapecó (SC), a segunda até
Foz do Iguaçu (PR) e a terceira até Dourados e
Maracaju, municípios sul-mato-grossenses dis-
tantes cerca de 251 e 159 quilômetros de Campo
Grande, respectivamente.
No trajeto, ao todo, serão oito cidades de Mato
Grosso do Sul - Mundo Novo, Eldorado, Igua-
temi, Amambai, Caarapó, Dourados, Itaporã e
Maracaju.
O Ibama analisou um traçado parcial do proje-
to, de 1.291 quilômetros, sem incluir o trecho
até Santa Catarina. Os dados apontam que, para
tirar a Nova Ferroeste do papel, será preciso con-
struir 137 pontes, 23 viadutos ferroviários e 54
túneis, totalizando 214 obras desse tipo.
A efeito de comparação, a Malha Oeste - ferro-
via com 1.973 quilômetros - já existe desde 1906
e voltou a operar em março de 2022, após sete
anos desativada. Ela liga Corumbá a Mairinque
a chegada do inverno. Por isso, faço um convite
para que as pessoas participem da campanha e
arrecadem tampinhas. Elas são descartáveis e
muitas vezes acabam no lixo, assim ela não vai
parar no lixo, vem para nós e nos ajuda virando
fraldas”.
Como doar e o que descartar
Quatro coletores de arrecadação serão espalha-
dos pela Casa de Leis para que funcionários e
colaboradores possam fazer as doações.
Além de tampinhas de garrafa pet também po-
dem ser doados outros tipos de tampas plásticas
como as usadas na cozinha (margarina, mantei-
ga, requeijão, achocolatado, maionese, ketchup,
temperos, leite, leite em pó); na área de serviço
(amaciante, sabão líquido, água sanitária, ál-
cool, desinfetante, limpa odores em geral, lustra
móveis, detergente); em produtos de higiene
(shampoo, condicionador, cremes de tratamen-
to, hidratante, creme dental, acetona, sabonete
líquido) e outros como de lenço umedecido,
talco, pomadas, remédios, caneta, canetinhas.
Programa no Paraná
No Paraná, a campanha Tampinha Solidária
foi idealizada pela Associação das Acácias da
Emiliano Perneta e está em atividade desde 2018.
Ao longo desses mais de quatro anos, a iniciativa
já arrecadou mais de 130 toneladas de tampinhas
plásticas que foram enviadas para uma empresa
recicladora. O valor arrecadado com o material
reciclado é revertido integralmente para a com-
pra de fraldas geriátricas para lares de idosos
nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais e
Guarapuava. A cada um quilo e meio de tamp-
inhas o projeto consegue comprar uma fralda
e, em média, 400 tampinhas de refrigerantes ou
água equivalem a um quilo.
ALEP
(SP) e a concessão do Governo Federal decidirá
a gestão nos próximos 60 anos.
Impeditivos - Segundo publicado pelo jornal
Estadão, o Ibama, a Funai (Fundação Nacional
dos Povos Originários) e o ICMBio (Institu-
to Chico Mendes de Biodiversidade) pediram
complementos e informações que o Governo do
Paraná pretende encaminhar até maio. O gover-
no estadual busca a licença prévia porque, com
essa autorização, sinaliza ao mercado que o em-
preendimento é viável do ponto de vista ambi-
ental, trazendo mais segurança jurídica a quem
pretende assumir a empreitada.
Conforme imagens de satélite do CAR (Cadastro
Ambiental Rural), 2.655 estabelecimentos rurais
serão diretamente impactados, além de 589 ca-
sas e demais edificações atingidas, das quais 372
habitações ocupadas. Na prática, trabalhos de
desapropriação, indenização e remoção devem
ser feitos.
No entanto, o MPF (Ministério Público Federal)
em Londrina (PR) alertou para possíveis impac-
tos em aldeias e territórios indígenas. O processo
de licenciamento está em andamento e, portan-
to, os órgãos federais não podem comentar o
assunto
Por Guilherme Correia
AÇÃODAASSEMBLEIAVAICONTRIBUIRCOMINSTITUIÇÃOQUEACOLHEIDOSAS
MAIORPROJETODOPAÍS,NOVAFERROESTELIGARÁTRÊSESTADOSAO
2°MAIORPORTOBRASILEIRO
Obras do Governo do Paraná devem começar até 2025; serão 1,5 mil quilômetros e investimento de R$ 35,8 bilhõesmental em
momentos de crise
Asilo SãoVicente de Paulo atende cerca de 150 idosas. foto Orlando Kissner/Alep
azeta
do Santa Cândida
O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R
12 Abril
2023
O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR
www.gazetadosantacandida.com.br
COMÉRCIO
COMÉRCIO
&
&DELIVERY
DELIVERY
ANÚNCIO ECONÔMICO PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E COMÉRCIO EM GERAL
A oportunidade de fazer-se conhecido, levar sua oferta, o seu negóciio nos bairros: Santa Cândida,
Boa Vista, Atuba, Bacacheri, Tingui, Cachoeira, Ahú, Cabral, Juvevê, e parte do Bairro Alto.
SOLDAS E TORNEARIA
LGM
T O R N E A R I A
SERVIÇOS DE TORNO
SOLDAS EM GERAL
RUA SÃO JOÃO, 64, TINGUI
3144-6292
AUDIÇÃO
Audimax
Rua Barão do Rio Branco, 222, LJ. 06,
3029-9090 Centro
BAR
Bar Makiolka
Av. Monteiro Tourinho, 1000,
3257-5603 Tingui
Bar do Mauro - Jogos televisivos, lanches epetiscos
Av. Paraná, 2531,
99680-8793 Boa Vista
CABELEIREIROS
Elói - Cabeleireiros Unissex
Galeria Andrade - Rua Riachuelo, 90 lj 08,
98825-5700 - 99611-0658 - 3257-1395 Centro
CAFETERIA
Dreon - Panificadora e Cafeteria
Fast Food - Restaurante
Rua Fernando de Noronha, 301,
3019-5841 Boa Vista
CLUBE
Rio Branco Faça parte desta família
Rua Fernando de Noronha, 692,
3256-4445 Boa Vista
CONTABILIDADE
Pró Contabilidade Soluções Empresariais Imposto de Renda - Assessoria Contábil
98462-3354 - 99910-5354 Santa Cândida
DISTRIBUIDORA
Distribuidora Ramos
Av. Erasto Gaetner , 1457,
3079-7744 Bacacheri
ESPETINHOS
Loja de Espetinhos Curitiba
Hambúrgueres - Açai - Mais de 60 sabores de
espetinhos Atacado, Varejo e em Delivery
99270-0016 Curitiba
GÁS E ÁGUA
Gás e Água Rocio
99993-7963 Santa Cândida
INFORMÁTICA | LAN HOUSE
Informática e papelaria Colorir
Rua Fernando de Noronha, 390, Lj.01,
99189-0575 - 3030-3513 Santa Cândida
JORNAL
Gazeta do Santa Cândida
99211-8943 Tingui
LANCHES
Bem Brasil
Lanches, Hamburguer Artesanal e Porções
Solicite nosso cardápio
99538-1286 Boa Vista
MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO
Empório do Pedreiro
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 376,
3503-2131 Bacacheri
MECÂNICA
J.Gaveliki
99975-2964 Boa Vista
ODONTOLOGIA
Dra Nádia
3030-2705 - 99930-9078 Santa Cândida
CUIDAR DE NOSSOS IDOSOS É PRESERVAR
A NOSSA HISTÓRIA É DAR QUALIDADE DE VIDA
41 99892-7874
41 98461-6119
CUIDADOR
CUIDADOR
DE IDOSOS
Higiene ● Alimentação ● Remédios ● interação ● Lúdica
Oferece diversas atividades Esportivas e de Lazer,
Espaço para Eventos, Academia de Natação,
Hidroginástica e Musculação, entre outras.
ATENDIMENTO
Segunda a sexta: 9h00 às 20h00
Sábado: 9h00 às 18h00
TELEFONES
41 3256-4445
41 3356-6155
CLUBE RIO BRANCO
FAÇA PARTE DESTA FAMÍLIA
CONHEÇA AS ATIVIDADES OFERTADAS PELO CLUBE PARA SÓCIO E NÃO-SÓCIOS
Papelaria
Colorir
ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM
COMPUTADORES E NOTEBOOK
MATERIAL ESCOLAR E PRESENTES
(41) 3030-3513 (41) 99189-0575
ÓTICA
Audimax
Rua Alfredo Bufren, 255 Lj.47,
3024-2818 Centro
PANIFICADORA
Dreon - Panificadora e Cafeteria Fast Food - Resturante
Rua Fernando de Noronha, 301,
3019-5841 Boa Vista
PAPELARIA
Papelaria Colorir e informática
Rua Fernando de Noronha, 390 lj.01,
3030-3513 - 99189-0575 Boa Vista
PANFLETOS E CARTÕES
Serviços de Gráfica e Lan House
99770-6422 Santa Cândida
PIZZA
Barolla
99264-1462 Tingui
PET SHOP
Casa da Mel - Banho, tosa e Cafuné
Rua Brigadeiro Arthur C. Peralta, 35 lj.03,
99116-4615 Boa Vista
RADIADORES
Moacir Radiadores
99740-0669 - 3357-9272 Tingui
RESTAURANTE
Meu Cantinho - Buffet
Rua Del. Miguel Zacarias, 116,
99684-7710 Boa Vista
Restaurante Meu Cantinho
Rua Del. Miguel Zacarias, 116,
99684-7710 Boa Vista
RESTAURANTE DELIVERY
Nhoque and Roll
99743-9754
VETERINÁRIO
Clinicão
Rua Vicente Geronasso, 1480,
3257-8791 - 99963-0233 Boa Vista
SAPATEIRO
Oficina do Calçados
Rua Guilherme Ilhenfeldt, 957,
99987-3298 Tingui
41 99684-7710
Rua Delegado Miguel Zacarias, 116,
Bairro Boa Vista.
MARMITEX A PARTIR DE R$ 10,00
E PRATO FEITO A R$ 12,00
ABERTO DE DOMINGO
A DOMINGO

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a GAZETA DO SANTA CANDIDA, ABRIL DE 2023

Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
prefeituraguaruja
 
Gazeta 30 7
Gazeta 30 7Gazeta 30 7
Gazeta 30 7
daquimoc
 
Guaianas 108
Guaianas 108Guaianas 108
Guaianas 108
cocopequeno007
 
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4631_sex_20032015
Jornal digital 4631_sex_20032015Jornal digital 4631_sex_20032015
Jornal digital 4631_sex_20032015
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 07-18
Jornal digital 13 07-18Jornal digital 13 07-18
Jornal digital 13 07-18
Jornal Correio do Sul
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
prefeituraguaruja
 
Jornal digital 4671_ter_19052015
Jornal digital 4671_ter_19052015Jornal digital 4671_ter_19052015
Jornal digital 4671_ter_19052015
Jornal Correio do Sul
 
O dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSA
O dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSAO dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSA
O dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSA
ODiaMais
 
Jornal digital 4679_sex_29052015
Jornal digital 4679_sex_29052015Jornal digital 4679_sex_29052015
Jornal digital 4679_sex_29052015
Jornal Correio do Sul
 
Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015
Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015
Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015
FETAEP
 
Jornal digital 22 06-17
Jornal digital 22 06-17Jornal digital 22 06-17
Jornal digital 22 06-17
Jornal Correio do Sul
 
Folha 221
Folha 221Folha 221
Folha 221
cocopequeno007
 
Jornal digital 19-05-17
Jornal digital 19-05-17Jornal digital 19-05-17
Jornal digital 19-05-17
Jornal Correio do Sul
 
Serrano 178
Serrano 178Serrano 178
Serrano 178
Ecos Alcântaras
 
Guaianas 104
Guaianas 104Guaianas 104
Guaianas 104
cocopequeno007
 
Jornal digital 4805_sex_27112015
Jornal digital 4805_sex_27112015Jornal digital 4805_sex_27112015
Jornal digital 4805_sex_27112015
Jornal Correio do Sul
 
Acontece agora ed329
Acontece agora ed329Acontece agora ed329
Acontece agora ed329
Divaldo Rosa
 
Acontece agora ed329
Acontece agora ed329Acontece agora ed329
Acontece agora ed329
grupoacontece
 
Folha 205
Folha 205Folha 205
Folha 205
cocopequeno007
 

Semelhante a GAZETA DO SANTA CANDIDA, ABRIL DE 2023 (20)

Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
 
Gazeta 30 7
Gazeta 30 7Gazeta 30 7
Gazeta 30 7
 
Guaianas 108
Guaianas 108Guaianas 108
Guaianas 108
 
Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015Jornal digital 4781_sex_23102015
Jornal digital 4781_sex_23102015
 
Jornal digital 4631_sex_20032015
Jornal digital 4631_sex_20032015Jornal digital 4631_sex_20032015
Jornal digital 4631_sex_20032015
 
Jornal digital 13 07-18
Jornal digital 13 07-18Jornal digital 13 07-18
Jornal digital 13 07-18
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
 
Jornal digital 4671_ter_19052015
Jornal digital 4671_ter_19052015Jornal digital 4671_ter_19052015
Jornal digital 4671_ter_19052015
 
O dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSA
O dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSAO dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSA
O dia - MDB QUER EXPULSÃO DE LUCIANO BARBOSA
 
Jornal digital 4679_sex_29052015
Jornal digital 4679_sex_29052015Jornal digital 4679_sex_29052015
Jornal digital 4679_sex_29052015
 
Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015
Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015
Jornal da FETAEP edição 131 - Outubro de 2015
 
Jornal digital 22 06-17
Jornal digital 22 06-17Jornal digital 22 06-17
Jornal digital 22 06-17
 
Folha 221
Folha 221Folha 221
Folha 221
 
Jornal digital 19-05-17
Jornal digital 19-05-17Jornal digital 19-05-17
Jornal digital 19-05-17
 
Serrano 178
Serrano 178Serrano 178
Serrano 178
 
Guaianas 104
Guaianas 104Guaianas 104
Guaianas 104
 
Jornal digital 4805_sex_27112015
Jornal digital 4805_sex_27112015Jornal digital 4805_sex_27112015
Jornal digital 4805_sex_27112015
 
Acontece agora ed329
Acontece agora ed329Acontece agora ed329
Acontece agora ed329
 
Acontece agora ed329
Acontece agora ed329Acontece agora ed329
Acontece agora ed329
 
Folha 205
Folha 205Folha 205
Folha 205
 

Mais de Adilson Moreira

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020
Adilson Moreira
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020
Adilson Moreira
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019
GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019
GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
Adilson Moreira
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019
Adilson Moreira
 

Mais de Adilson Moreira (20)

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA FEVEREIRO 2023
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, SETEMBRO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MARÇO 2021
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, EDIÇÃO DEZEMBRO 2020
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, ABRIL 2020
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2020
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, NOVEMBRO DE 2019
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2019
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, AGOSTO 2019
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO 2019
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JUNHO 2019
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019
GAZETA SANTA CÂNDIDA, MAIO 2019
 
GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019
GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019
GAZETA SANTA CANDIDA, ABRIL 2019
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, FEVEREIRO 2019
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JANEIRO 2019
 

GAZETA DO SANTA CANDIDA, ABRIL DE 2023

  • 1. DISTRIBUÍDO NOS BAIRROS: SANTA CÂNDIDA, BOA VISTA, BACACHERI, TINGUI, ATUBA, AHÚ, CABRAL, JUVEVÊ E CACHOEIRA DISTRIBUÍDO NOS BAIRROS: SANTA CÂNDIDA, BOA VISTA, BACACHERI, TINGUI, ATUBA, AHÚ, CABRAL, JUVEVÊ E CACHOEIRA EDIÇÃO 147 | ABRIL DE 2023 - CURITIBA OBRAS DA LINHA VERDE, PREVISÃO DE TERMINO NO 2º SEMESTRE DE 2024 QUE IRÁ FICAR PRONTO ATLETAS BENEFICIADOS PELA PREFEITURA DE CURITIBA ESTÃO PERTO DE REPRESENTAR O BRASIL NA OLIMPÍADA Página 2 Página 8 VEREADOR LEONIDAS DIAS SE REÚNE COM MORADORES DA RUA JOSÉ SERRATO SOBRE OBRAS NO SANTA CÂNDIDA Página 7 MÁRCIA HUÇULAK ENCAMINHA R$ 1 MILHÃO PARA REFORMAS EM ESCOLAS Página 6 azeta do Santa Cândida www.gazetadosantacandida.com.br O J O R N A L Q U E T E M O Q U E FA L A R Rua XV de Novembro, 412 - Loja 12 - Centro - Curitiba - PR SHOPPING QUINZE CENTER FEIRA MUNDO BIKE REÚNE CICLISTAS E AMANTES DO ESPORTE EM CURITIBA Página 10 MAIOR PROJETO DO PAÍS, NOVA FERROESTE LIGARÁ 3 ESTADOS AO 2º MAIOR PORTO BRASILEIRO Página 11 MENINA DE 6 ANOS RECEBE A MENINA DE 6 ANOS RECEBE A VISITA DE POLICIAIS MILITARES VISITA DE POLICIAIS MILITARES EM SEU ANIVERSÁRIO EM SEU ANIVERSÁRIO Página 5 Buffet e para viagem, 10 pratos quentes e 5 saladas. RESTAURANTE MeuCantinhoRestauranteCuritiba 41 99684-7710 Rua Delegado Miguel Zacarias, 116, Bairro Boa Vista. CARDÁPIO DASEMANA SEGUNDA-FEIRA: ESTROGONOFE TERÇA-FEIRA: POLENTA COM FRANGO QUARTA-FEIRA: QUIRERA QUINTA-FEIRA: CARNE DE PANELA SEXTA-FEIRA: BUCHINHO SÁBADO: FEIJOADA COMPLETA COM FOGÃO A LENHA 41 99684-7710 Rua Delegado Miguel Zacarias, 116, Bairro Boa Vista. MARMITEX A PARTIR DE R$ 10,00 E PRATO FEITO A R$ 12,00 ABERTO DE DOMINGO A DOMINGO
  • 2. azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 2 Abril 2023 O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br EXPEDIENTE AS MATÉRIAS ASSINADAS NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL Diretor Adilson da Costa Moreira CNPJ: 12.698.306/0001-42 Diagramação: Ulysses de Melo Site: www.gazetadosantacandida.com.br gazetasantacandida.blogspot.com @adilmoreira gazetadosantacandida azeta do Santa Cândida www.gazetadosantacandida.com.br O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R Empresa Adilson da Costa Moreira Endereço: Rua Hilário Moro, 526, Tingui. Colaborador: José Cândido (In memoriam) Impresso dia: 30 de abril 2023 Departamento Comercial Johana Choinski Fone: 41 99211-8943 E-mail: contato@gazetadosantacandida.com.br adilsongazeta@gmail.com Tiragem: 5.000 exemplares Iniciado em setembro do ano passado, acabou sendo paralisado em dezembro por dez dias após protesto de trabalhadores da empresa que atua na área. Na época, a prefeitura informou à CBN que o prazo de entrega do trecho era março de 2024. A Linha Verde é uma importante via expressa de Curitiba que liga a cidade nos dois extremos. A primeira parte da obra foi finalizada em 2009, mas o trecho próximo ao bairro Atuba, que tem cerca de três quilômetros, é o mais complexo, segundo a prefeitura, e o que tem levado mais tempo para ficar pronto. Na obra, a prefeitura realiza diversas iniciativas como construção de trincheiras, alças de aces- so, serviços de terraplanagem, pavimentação, drenagem, paisagismo, sinalização, relocação de postes de energia, semáforos e acessibilidade. No local, também serão construídas as estações-tu- bo Atuba e Solar. Para quem precisa passar pelo local, a situação é de transtorno. A Jucimara de Paula é promotora de vendas em um hipermercado na região e rec- lama do atraso das obras. Para Lincon Cronemberg, repositor no hiper- A policial tem currículo extenso na área de se- gurança penitenciária, além de experiência em gestão dentro e fora do órgão. Graduada em Ciências Sociais e Segurança Pública, Amanda Teixeira se junta ao time de mulheres que ocu- pam cargos de relevância no governo federal. Vale destacar que no primeiro escalão a presença feminina representa 31%. Para Cristiano Torquato, diretor do Sistema Penitenciário Federal, “a nomeação da primei- ra mulher diretora de uma penitenciária federal representa a consolidação de um caminho de in- clusão e acolhimento às mulheres que o Sistema vem trilhando”. A presença feminina da direção penitenciária federal é um reconhecimento a to- das as mulheres que compõem a Secretaria. Ao longo de 17 anos de história, o Sistema Pen- itenciário Federal (SPF) tornou-se referência no combate ao crime organizado. Nas cinco peni- tenciárias federais, que compõem o Sistema, nunca se registrou rebelião, fugas ou entrada de aparelhos celulares. Conhecidas por custod- iarem os presos mais perigosos do país, as pen- OBRAS DA LINHA VERDE, PREVISÃO DE TERMINO NO 2º SEMESTRE DE 2024 PARANAENSE, AMANDA TEIXEIRA É PRIMEIRA MULHER NA DIREÇÃO DE UMA PENITENCIÁRIA FEDERAL mercado localizado no lado da obra, o problema é grande. Ele precisa vir do centro de Curitiba até o bairro para poder trabalhar. O empresário Reinaldo da Silva, que é cliente no hipermercado, também diz que a obra tem sido um problema. Ele aponta que o tempo no trânsi- to na área é muito maior que o que deveria ser se o projeto estivesse no prazo inicial. A obra está sendo realizada com recursos repas- sados por meio da Caixa Econômica Federal, e a coordenação e fiscalização dos trabalhos são feitas pela Secretaria Municipal de Obras Públi- cas. Na área conhecida como Trevo do Atuba foram retirados cerca de 90 mil metros³ de terra. Ao todo, precisam ser retirados 135 mil metros³ para implantação do complexo de trincheiras. No ponto onde a obra tem atrasado, o projeto segue com os serviços de tirantes, drenagem, ter- raplenagem e camadas iniciais de pavimentação de asfalto na pista. itenciárias federais são mantidas por servidores de carreira: policiais penais federais, especialis- tas e técnicos em execução penal. Desafio profissional - Para Amanda, “o desafio profissional é ainda mais significativo por ter o simbolismo da representação das mulheres”. Cabe à direção de Penitenciária Federal fazer a gestão estratégica da unidade de custódia que abriga presos de perfil específico, que apresen- tam risco às Unidades da Federação, organi- zaram rebeliões ou são líderes de facções crim- inosas. “A participação das mulheres nos órgãos de segurança pública aumentou nos últi- mos anos em todo o país e o SPF vem acom- panhando esse crescimento e asseguran- do postos de destaque a essas profissionais”, conclui Torquato. Os cargos de direção das penitenciárias federais são de ocupação ex- clusiva de servidores de carreira e fazem parte do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Via: Assessoria Senappen. A nomeação histórica da primeira mulher a assumir a direção de uma peni- tenciária federal foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), desta quin- ta-feira (3). Trata-se da policial penal federal Amanda Teixeira, 36 anos, servi- dora de carreira da Secretaria Nacional de Serviços Penais (Senappen). Com seis anos de experiência na execução penal federal, ela assume a direção da Penitenciária Federal em Brasília (PFBRA). O projeto para entrega das obras da Linha Verde, na região do bairro Atuba, em Curitiba, deve ficar pronto apenas no segundo semestre de 2024. A informação foi divulgada pela prefeitura durante visita do prefeito Rafael Greca (PSD) ao local onde a empreiteira contratada realiza os serviços. Foto: Daniel Castellano / SMCS Prefeito Rafael Greca e Secretário de Obras Rodrigo Rodrigues vistoriam obras da Linha verde Norte na tarde de hoje acompanhado dos vereadores Hernani e Rodrigo Reis. ANUNCIE AQUI! 41 99211-8943
  • 3. O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 3 Abril 2023 OGovernodoEstadoreforçouasaçõesparacombat- er novos casos de mortandade de abelhas nos cam- pos do Paraná. As investigações feitas pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), que buscam descobrir as causas das mortes repentinas em colmeias e apiários e prevenir novas ocorrências, agora contam com o apoio do Instituto de Tecnolo- gia do Paraná (Tecpar). Com a parceria entre os dois órgãos estaduais, o Tecpar fica responsável por analisar as amostras coletadas de abelhas mortas, favos e plantas, a fim de identificar a presença de resíduos de agrotóxicos que sejam nocivos a estas espécies e prevenir novas ocorrências. A gerente do Laboratório de Química do Centro de Tecnologia em Saúde e Meio Ambiente do Tecpar, Alessandra Scherer Bispo, destaca que as análises feitas pelo instituto têm um papel importante na proteção da biodiversidade e no cuidado com a saúde da população. “Temos laboratórios bem estruturados e técnicos com ampla experiência na análise de resíduos de agrotóxicos em produtos agrícolas e em amostras ambientais. Estes ensaios são muito importantes porque contribuem para evitar que os agrotóxicos sejam utilizados de forma indiscriminada, causando danos ambientais, sociais e econômicos”, afirma. Segundo ela, as informações fornecidas pelo Tecpar vão ajudar a Adapar a identificar se a morte dos in- setos foi envenenamento por produto químico, já que uma das causas apuradas é uso inadequado de defensivos agrícolas em lavouras. INVESTIGAÇÃO – O gerente de Sanidade Vegetal da Adapar, Renato Rezende, explica que após o fiscal da agência visitar o local onde ocorreu a morte das abelhas e coletar amostras do material é solicitada a análise que vai identificar ou não a presença de resíduos de agrotóxicos. A partir do laudo emitido pelo Tecpar, começa out- ra parte da investigação. “Caso o laudo comprove a presença de agrotóxicos, a Adapar vai analisar como aconteceu a mortandade, e identificar os re- sponsáveis”, afirma Rezende. Boato começou em grupos deWhatsapp da Regional Cajuru, mas foi negado pela SME e pela Guarda Municipal FAKE NEWS DE ATAQUE À ESCOLA EM CURITIBA É DESMENTIDA AO VIVO NA CÂMARA DE CURITIBA Na manhã de terça-feira (11), enquanto os ver- eadores da Câmara Municipal de Curitiba se preparavam para ouvir dos secretários de Ed- ucação e Defesa Social os planos para preve- nir ataques às escolas da capital, uma fake news começou a circular nos grupos de Whatsapp que os parlamentares participam. O boato foi trazido ao plenário no início da sessão e dizia que um jovem armado e com artefatos, “que podem ser coquetéis Molotov”, tinha sido apreendido pela Guarda Municipal em frente a uma escola na Re- gional Cajuru. Rapidamente, Serginho do Posto (União) pediu a palavra para esclarecer o ocorrido, informando que “um rapaz fez um assalto a uma panificado- ra com uma arma de brinquedo e foi detido em Títulos curtos, com imagens e elementos sensoriais podem ser aliados para quem quer começar a intro- duzir os livros na vida das crianças A leitura é uma experiência engrandecedora para qualquer ser humano. É por meio dos livros que existe a possibilidade de visitar lugares nunca antes vistos, dar asas à imaginação e abrir todas as portas para o aprendizado e o conhecimento. Através desse pensamento, a Catapulta Editores busca unir todos os pontos importantes para uma criança ao publicar títulos infantis. Atualmente, apesar da tecnologia ser grande ad- versário contra o hábito da leitura, é importante incentivar as crianças desde cedo, pois mesmo que ainda não seja a melhor fase, deixar com que elas brinquem com um livro, toquem suas páginas e ve- jam as imagens já é um grande incentivo à formação desse hábito, que pode ajudá-los a se tornarem pes- soas leitoras no futuro. Mesmo que o hábito da leitura nunca esteja tão liga- do aos brasileiros, as crianças estão consumindo e gostam de aprender com os livros.. De acordo com uma pesquisa realizado pelo Instituto Pró-Livro, com a Abrelivros, a Câmara Brasileira de Livros e o Snel (Sindicato Nacional dos Editores de Livros), em 2022 a faixa etária dos 5 aos 10 anos de idade é justamente o perfil com maior frequência de con- sumo de livros de literatura. Para Carmen Pareras, diretora da Catapulta Edi- tores no Brasil, a criação desta prática não é nada fácil, o trabalho precisa ser constante e feito com muita paciência. “Nós sabemos que nem todas as pessoas gostam de ler. Vivemos em um país em que 31% da população nunca nem comprou um livro. Esse dado mostra o quanto é importante que a gente incentive as crianças a lerem desde cedo. A Catapul- ta pensa muito nos pequenos que ainda não sabem ler, porque sabemos que se desde bebê eles tiverem contato com livros, as chances de crescer tendo gos- to pela leitura é muito grande”, explica. Os níveis de uma criança leitora podem variar entre três fases: iniciante, autônomo e experiente, mas é importante ressaltar que a formação leitora de um indivíduo corresponde à habilidade de conseguir ler e interpretar o mundo em suas diversas formas, sen- do ela imagens, sons e emoções. Por isso, é essencial entender em qual fase a criança está e quais tipos de livros você pode oferecer para ela: Iniciante: São crianças que não possuem o hábito de leitura e precisam de um adulto para auxiliar; Para elas, livros como Toque e escute – A Natureza, podem ser ótimos aliados no processo, pois a narra- tiva é apresentada com detalhes da natureza e sons que remetem ao vento, coruja e outros elementos presentes no meio ambiente. Autônomos: Os pequenos autônomos são aqueles capazes de ler e compreender algumas obras sem a ajuda de um adulto. Aos que já estão nessa fase, títulos como Burundi - Uma Viagem Muito Longa é indicada. Eles possuem histórias um pouco mais longas com imagens que ajudam a entender a história. Experientes: Crianças experientes têm a capacidade de ler e compreender obras grandes e complexas. Obras como Gente pequena, GRANDES SONHOS - Malala Yousafzai são perfeitos para crianças que já possuem o hábito de leitura e compreende assuntos complexos e com muitos detalhes sem um adulto por perto. Todas as opções de livros podem ser encontradas nas principais livrarias do país, tanto em lojas físicas quanto online, além do e-commerce da editora no www.catapultalivros.com.br. Ele diz que o trabalho é realizado a partir de con- sultas ao Sistema de Monitoramento do Comércio e Uso de Agrotóxicos do Estado do Paraná (Siagro), visitas a propriedades vizinhas e conversas com os produtores, por exemplo. “Somente essa análise completa é capaz de responder de que maneira a contaminação das abelhas aconteceu”, acrescenta. CAUSAS – De acordo com a Adapar, uma das prin- cipais causas da mortandade de abelhas é o mau uso de agrotóxicos. Os danos podem acontecer por meio da deriva – quando, durante a pulverização, o pro- duto cai fora do alvo e atinge locais ou agentes fora da produção, causando danos econômico e ambien- tal – ou ainda por meio do uso em desacordo com a recomendação da bula. Isso acontece principalmente pela aplicação de de- terminados produtos durante a fase de florada das lavouras, quando as abelhas costumam visitar out- ras propriedades, e acabam sendo contaminadas por agrotóxicos. “A mortalidade de abelhas é um indica- dor de que problemas ambientais estão acontecen- do. Se o produtor identificar mortalidade massiva de abelhas, pode procurar uma unidade da Adapar no seu município”, alerta Rezende. PREVENÇÃO – A aplicação de agrotóxicos preci- sa obedecer às normas legais e técnicas, para que o produto utilizado atinja o alvo correto, atue de for- ma efetiva na lavoura e seja evitada a ocorrência de deriva – que acontece quando o agrotóxico aplicado atinge locais indesejados, como lavouras vizinhas, parreiras de uva e colônias de abelha. Com relação à aplicação destes produtos, a Adapar atua em várias frentes de trabalho junto aos agricul- tores. Uma delas é na fase de pré-aplicação, com a inspeção de pulverizadores. Os técnicos da Adapar aproveitam o momento de pré-safra para conversar com os responsáveis técni- cos que estão recomendando os produtos e também orientam os aplicadores sobre os cuidados com o equipamento de aplicação que vai fazer a pulveri- zação. A Adapar está sempre disponível para orien- tar, também, sobre questões legais que envolvem a aplicação de agrotóxicos. frente à unidade educacional pela Guarda Mu- nicipal”. “Ele não adentrou a escola”, confirmou o vereador, que buscou o contato com a chefe do Núcleo do Cajuru, Marta de Lima, que estava na CMC para a apresentação da secretária de Edu- cação, Maria Bacila. Para tranquilizar familiares, o vereador pediu a divulgação do desmentido sobre o incidente. “Tem que combater essas fake news, tem que punir e prender”, disse, na sequência, João da 5 Irmãos (União), que também atua na região. “Grupos estão sendo montados, de whatsapp, com mães e pais em pânico. Daí a fake news se espalha e causa mais medo ainda”, alertou Sidnei Toaldo (Patriota), pedindo apoio dos parlamentares no combate à desinformação. Ontem, Maria Bacila informou que funcionários e alunos têm trein- amentos recorrentes sobre como agir em situações de emergência e Péricles de Matos, da Defesa So- cial, confirmou que as escolas municipais têm vig- ilância em tempo real e em sistema de alerta. “Eu assevero a cada pai e mãe que têm seus filhos no sistema municipal de educação que tenham tranquilidade, pois temos tecnologia, protocolos e pessoas preparadas para fazer a intervenção. Das cidades do Brasil, Curitiba é a melhor preparada para enfrentar eventos dessa natureza”, afirmou ontem o secretário de Defesa Social. João da 5 Irmãos destacou a decisão da Prefeitura de Curi- tiba de reforçar o patrulhamento nas escolas, do- brando o número de viaturas à disposição só nas unidades educacionais, de 10 para 20 equipes. Concordando com os colegas sobre os malefícios da desinformação na internet, Dalton Borba (PDT) declarou ser a favor da regulação das redes sociais. “Não é uma competência desta Câmara Municipal, mas podemos nos manifestar formal- mente ao Congresso Nacional para que tenhamos uma legislação que traga um pouco de controle sobre o uso das redes sociais e da internet, porque essas comunicações que são feitas em ambientes obscuros instigam ou facilitam a prática desses crimes”, opinou. “Precisamos agir com muita fir- meza e convicção naquilo que pode coibir a práti- ca desses crimes tão odiosos”, concluiu Borba. CMC CRIANÇA LEITORA: COMO O SEU FILHO PODE DESENVOLVER O HÁBITO? MORTANDADE DE ABELHAS: ESTADO COM APOIO DOTECPAR REFORÇA AÇÕES DE COMBATE
  • 4. azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 4 Abril 2023 O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br OIPTUéasegundamaiorfontedereceitasdomunicípio,esuaarrecadação,assimcomoade outrosimpostos,érevertidaembenefíciosparaapopulação.Vejaalgunsdessesbenefícios: O número de imóveis isentos de IPTU em 2023 será maior, passandode82milpara127mil. Isso foi possível porque a nova lei aumentou a faixa de valor venal dos imóveis para fins de isenção de R$ 140 mil para R$ 232 mil. Mais de 170 mil imóveis terão redução no valor do IPTU. Mais de 382 mil imóveis vão pagar entre R$ 135 e R$ 500 em 2023 (valores referentes a IPTU + taxa de coleta de lixo). 282 mil imóveis vão pagar entre R$ 500 e R$ 1.000 em 2023 (valores referentes a IPTU + taxa de coleta de lixo). 19 mil não terão alteração. A N T E S 127.038 imóveis isentos 82.000 imóveis isentos A G O R A Parcele seu IPTU Pague à vista em até 10x sem juros. com 10% de desconto. Baixe o CuritibaApp pelo QR Code e consulte seu IPTU agora mesmo. Com um investimento de R$ 1,2 bilhão em 2022, o SUS Curitibano atendeu uma média diária de 53 mil pessoas, com equipe de 10 mil profissionais de saúde e 240 milhões de medicamentos.
  • 5. O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 5 Abril 2023 Convidados e a aniversariante, Helena de Melo Shultz, foram surpreendidos em comemoração de 6 anos realizada no dia 30 de abril no Jardim Claudia, Pinhais MENINA DE 6 ANOS RECEBE A VISITA DE POLICIAIS MILITARES EM SEU ANIVERSÁRIO O tema da festa voltado para polícia mili- tar escolhida pela aniversariante. Em con- vite dos pais, Thyago e Olivia que com- partilham a admiração pela Instituição de Segurança, foram até a Corporação da Polícia Militar do Paraná, mas, não tiveram a garantia se os soldados poderiam ir com comemoração. Cientes da docilidade e o carinho da pequena Helena para o Tema da polícia militar, o 29º Batalhão deslocou uma viatura com os Solda- dos; Portela, Martins e Raquel. Na chegada da viatura com luzes e sirenes em alerta, surpreen- deram não somente a pequena Helena, que mui- ta emocionada chegou a chorar; em seguida com muito sorriso foi carregada no colo pela Solda- do Raquel que a levou para conhecer a viatura e, com os três soldados deram uma volta na quadra com a viatura. Foi não somente surpre- sa para a família, mas, para todos os convidados que se sentiram presenteados. Os soldados par- ticiparam dos parabéns presentearam, com uma boneca e uma farda mirim, da Polícia Militar do Paraná, já se fazia vestida a rigor do tema da festa como se fosse soldado, logo em seguida, preferiu colocar a farda que ganhou. Muitas fotos e agradecimentos para a equipe e a corporação pelas famílias pre- sentes. Momento inesquecível para a Hel- ena e familiares, quem sabe poderá en- vergar a farda para defender a sociedade. A polícia é a guardiã da sociedade e da cidadania, portanto é a instituição que se divide em diferentes tipos e funções. Os soldados da polícia militar sinalizam através de uniformes e viaturas caracterizadas ou dis- tintivos de identificação dos policiais, levam a qualquer cidadão a consciência que a força policial é responsável pelo chamado policiamen- to ostensivo. Isso quer dizer; faz a repressão ao crime e, é pela presença da PM que acontece a coibição as ilicitudes, tendo em seu treinamen- to o potencial coercitivo. Mas, vemos também o trabalho de orientação e aconselhamento na segurança do cidadão despertando ao conheci- mento da lei e a ordem nas comunidades. Parabéns a Corporação da Polícia Militar ao Co- mando do 29º Batalhão da Polícia Militar, pela atenção e o bate papo com a comunidade da aniversariante. POLÍCIA MILITAR REGISTRA REDUÇÃO DE 29% NO NÚMERO DE MORTES EM ACIDENTES NO FERIADO DE TIRADENTES O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) re- forçou o policiamento nas rodovias estaduais e registrou redução de 29% no número de mortes causadas por acidentes de trânsito durante o fe- riado de Tiradentes, na comparação com o ano de 2022. A operação foi iniciada à zero hora da última quinta-feira (20) e encerrada na manhã desta segunda-feira (24). Conforme os dados da Polícia Militar do Paraná (PMPR), no ano passado, foram registrados 50 acidentes, com sete mortes e 46 feridos. Em 2023, foram registrados 42 acidentes (- 16%), com cinco mortes (-29%) e 43 feridos (-7%). Durante a Operação Tiradentes, o BPRv contou também com cães farejadores, possibilitando a fiscalização rápida nos veículos para a local- ização de drogas e armas irregulares. Ao todo, foram apreendidos 103 quilos de drogas ao lon- go da operação. “As ações foram com o objetivo de intensifi- car a fiscalização nas rodovias estaduais e isso possibilitou a redução nos acidentes, mortes e feridos. Além disso, registramos a expressiva apreensão de mais de 100 quilos de drogas que eram transportadas pelas rodovias ao longo do feriado que também contribuiu para maior se- gurança aos usuários das rodovias”, destacou o tenente Sidinei Hudach, do Batalhão de Polícia de Trânsito. Em relação ao crime de embriaguez ao volante, foi registrado um aumento de 12% nas notifi- cações aos motoristas, passando de 17 para 19. Já em ambos os anos, uma pessoa foi presa por dirigir sob efeito do álcool. No total, 5.381 motoristas foram flagrados em excesso de velocidade nas rodovias paranaens- es. Além disso, foram feitos 1.384 autos de infração de trânsito por diferentes irregulari- dades como, por exemplo, dirigir sem cinto de segurança, ultrapassagem em local proibido e uso incorreto da cadeirinha para crianças. Comunicação PMPR Matinhos,18/02/22 – Operação do BPRv
  • 6. azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 6 Abril 2023 O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br A deputada estadual Márcia Huçulak (PSD) indicou 11 escolas da capital para receberem recursos para reformas e melhorias, entre elas a Padre João Wislinski, que fica no Santa Cândida. O valor total, que é depositado diretamente na conta dos colégios, é de R$ 1 milhão. Nove unidades recebem, cada uma, R$ 100 mil; out- ras duas, R$ 50 mil. O valor varia por causa do número de estudantes. Quem decide como usar o dinheiro é a própria escola. As indicações de Márcia foram feitas para todas as regionais da cidade, tomando por base con- sulta com representantes das comunidades ben- eficiadas. “A educação merece ações que melhorem de ver- dade o dia a dia dos professores e estudantes”, diz Márcia. Asreformasemelhoriasfazempartedoprograma dogovernoestadualchamadoEscolaMaisBonita As escolas beneficiadas: Escola Guilherme Eduardo Jacobucci, Tarumã; Escola Lucy Requião, Santa Felicidade; Esco- la Padre João Wislinski, Santa Cândida; Escola Polivalente,BoqueirãoEscolaSenhorinhadeMo- raes Sarmento , Cajuru; Colégio Estadual Eurides Brandão,CIC;EscolaManoelRibas,PradoVelho; Colégio Estadual Doracy Cesarino, Parolin; Es- cola João Loyola, Pinheirinho; Escola Maria Gai, Caximba; Colégio São Sebastião - Bairro Novo. MAIS RECUSOS PARA HOSPITAIS BENEFICENTES Na área da Saúde, Márcia Huçulak defende a melhoria do financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e das prestadoras de serviços, como os hospitais beneficentes e santas Casas. De acordo com ela, caso não ocorram mudanças, a tendência é de enfraquecimento do SUS e, con- sequentemente, do comprometimento do aten- dimento aos usuários. “Não podemos deixar isso acontecer”, diz. “Pre- cisamos é melhorar os serviços.” A deputada vem tratando do tema em diversas reuniões e encontros com representantes do setor, gestores públicos, autoridades e fóruns (como as conferências municipais de saúde). “É uma luta que precisamos encampar até que tenhamos melhorias concretas”, afirma. TRABALHO PARA DIMINUIR DOENÇAS Márcia Huçulak também vem trabalhando para reforçar os serviços prestados na Atenção Primária de Saúde, que são os atendimentos que garantem mais saúde para as pessoas no lugar de tratá-las só quando a doença já apareceu. A Atenção Primária faz, principalmente, pro- moção e prevenção de saúde, por meio de cuida- dos com alimentação, peso, acompanhamento médico periódico e exercícios físicos. Quando foi secretária de saúde de Curitiba, Már- cia reforçou muito, por exemplo, o programa Mãe Curitibana (que é uma referência nacion- al) e criou o Escute Seu Coração (que promove cuidados de problemas cardíacos, melhorando a saúde de forma integral das pessoas). “Dessa forma, passamos a lidar mais com saúde do que com doença, que, claro, precisará ser atendida com eficiência sempre que necessário”, defenda a deputada. AUDIÊNCIA PÚBLICA TELESSAÚDE No dia 23 de maio aconteceu o encontro pro- movido pela deputada Marcia Huçulak (líder do Bloco da Saúde) e pelo deputado Tiago Am- aral (presidente da Comissão de Constituição e Justiça). Telessaúde são serviços realizados por meio virtual (como telechamadas) e incluem, por exemplo, teleconsulta, telediagnóstico, te- lecirurgia,telemonitoramento e teletriagem. É um projeto de lei de autoria de Marcia Huçulak, regulamentando o tema no estado, está em tra- mitação na Assembleia. MÁRCIAHUÇULAKENCAMINHAR$1MILHÃOPARAREFORMAS EMESCOLAS Com o sucesso de adesão dos curitibanos aos novos serviços de tele e videoconsulta da Central Saúde Já Curitiba, lançados pelo prefeito Rafael Greca no dia 17 de abril, a Secretaria Munici- pal da Saúde (SMS) vai ampliar a faixa etária de atendimento. A partir da próxima quinta-feira (4/5), o serviço estará disponível para pessoas de 18 a 50 anos de idade que estejam com queixas leves de saúde. Inicialmente, o serviço havia sido lançado para o público de 18 a 25 anos. Depois foi ampliado para pessoas de 26 a 40 anos. E, agora, foi esten- dido também para aqueles de 41 a 50 anos.Com presença da ministra Nísia Trindade, Greca am- plia Central Saúde “Nossa intenção é facilitar a vida do curitibano, que pode contar com mais esse ponto de atenção à saúde ao alcance da mão”, diz a secretária mu- nicipal da Saúde, Beatriz Battistella. Segundo ela, aos poucos toda população da ci- dade poderá usar os serviços de tele e videocon- sulta para queixas leves. A Central Saúde Já Curitiba atende pelo telefone 3350-9000, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, inclusive feriados; e aos sábados e domin- gos, das 8h às 20h. Para ter acesso ao atendimento virtual para que- ixas leves da Central Saúde Já Curitiba, o usuário precisa ser residente no município, ter de 18 a 50 anos, possuir cadastro definitivo e o Apli- cativo Saúde Já Curitiba, validado com senha. Como funciona o serviço - passo a passo Ao ligar para a Central Saúde Já Curitiba, pelo telefone 3350-9000, o paciente deverá escolher para qual serviço está em busca de atendimento: suspeita de covid (tecle 1); outros sintomas/que- ixas agudas (2); agendamento de vacina (3); ou outras informações e orientações (4). Ao escolher queixas agudas, a ligação será trans- ferida para que um profissional de saúde faça a classificação de risco do caso, priorizando o atendimento de acordo com a gravidade do quadro. Se necessário, o paciente será encaminhado para videoconsulta com médico da SMS, via aplica- tivo Saúde Já Curitiba. Com o app atualizado, com senha e cadastro definitivo, o usuário de- verá clicar na aba “Central Saúde Já” e depois em “Realizar atendimento”, quando será iniciada a consulta por vídeo. O médico poderá prescrever medicamentos e a receita médica será enviada ao usuário pelo apli- cativo. A retirada do medicamento poderá ser realiza- da diretamente na unidade de saúde, sem a ne- cessidade de imprimir a receita. Caso a unidade de saúde esteja fechada, o usuário pode retirar a prescrição em uma UPA. Se a pessoa quiser ad- quirir o medicamento em uma farmácia privada, também é possível apresentar a receita com QR Code pelo APP. Se for necessário a emissão de atestado médico ou declaração, o documento também será envia- do pelo aplicativo. Em situações que a equipe de saúde considerar CENTRAL SAÚDE JÁ CURITIBA AMPLIA VIDEO CONSULTAS PARA PESSOAS DE 18 A 50 ANOS necessário o atendimento presencial, o paciente será encaminhado para uma Unidade de Saúde ou UPA, conforme a gravidade do caso. Classificação de risco O enfermeiro é o responsável pela classificação de risco, seguindo o que é preconizado pelo Protocolo de Manchester, da mesma forma que acontece nas UPAs. O protocolo classifica por cores o grau de risco dos pacientes e o tempo para o atendimento: vermelho para emergência; laranja, muito urgente; amarelo, urgente; verde, pouco urgente; e azul, não urgente. As queixas leves são classificadas nas cores verde, azul e amarela, perfil que deve ser atendido pela Central. Já as situações classificadas como laranja e vermelha são casos para atendimento presen- cial. “Ao identificar uma ligação de caso urgente, orientamos o pa- ciente a buscar o melhor local de atendimento para o caso. Se necessário, a própria Central transfere a chamada para o Samu ou solicita que a pessoa procure uma UPA”, explica o coordenador médico da Central, Romulo Pereira. Balanço Nos quinze dias de ampliação de serviços da Central Saúde Já Curitiba (17/4 a 1/5), foram feitos 10.561 atendimentos, uma média de 704 por dia. Das ligações recebidas, 2.476 foram classificadas como verde ou azul e 405 como amarelo. Foram realizadas 3.389 classificações de risco, 2.881 atendimentos médicos, 1.688 atendimen- tos por suspeita de covid, 832 agendamentos de vacina covid para bebês e 1.771 pedidos de in- formações e orientações. Legenda: Márcia Huçulak faz palestra em seminário em que defende mais recursos para saúde pública. Foto: Hully Paiva/SMCS Legenda da foto: Márcia Huçulak com o diretor da Escola Manoel Ribas, Júlio César Bastos: benefício em toda a cidade.
  • 7. O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 7 Abril 2023 O vereador Leonidas Dias esteve reunido com di- versos moradores da Rua José Serrato, no bairro Santa Cândida, e anunciou que a rua está contem- plada no Programa Asfalto Novo, que tem trazido asfalto novo e de qualidade para toda a Curitiba e irá contemplar mais 9 vias no Santa Cândida. Serão 800 metros de obras entre a José Serrato, desde a Rua Fernando de Noronha até a Rua José Antônio Leprevost. A revitalização está completa- da no Pregão Eletrônico 114/2023, que está em fase de análise de documentação da empresa classifica- da em primeiro lugar para que, posteriormente, a Prefeitura possa iniciar os trâmites do contrato. Desde 2021, quando iniciou o mandato, Leonidas foi procurado por moradores da Rua José Serrato para buscar, junto ao Poder Público, melhorias no trecho. O vereador esteve reunido com o secretário de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, que re- forçou o esforço para iniciar as obras de revital- ização do asfalto até o fim do ano de 2023. Além do pedido pela Rua José Serrato, o vereador Leonidas Dias tem trabalhado ao longo do man- dato para buscar outras melhorias no bairro Santa Cândida. VEREADOR LEONIDAS DIAS SE REÚNE COM MORADORES DA RUA JOSÉ SERRATO SOBRE OBRAS NO SANTA CÂNDIDA Nas comemorações dos 330 anos de Curitiba, a rede municipal de ensino ganhou duas novas Unidades de Educação Integral (UEIs) integradas, no Boa Vis- ta e no Portão, além de revitalizações de duas UEIs já existentes no Cajuru. As UEIS são espaços que atendem estudantes de várias escolas municipais com atividades pedagógi- cas que vão além do currículo regular. A estratégia faz parte do aumento da oferta da educação em tempo ampliado, que até o final do ano contemplará estudantes de 156 escolas municipais. As regionais Cajuru e Portão fecharão este ano com a oferta de integral para todas as suas unidades. Atualmente são atendidos 55 mil estudantes em período integral, em turmas da educação infantil e do Ensino Fundamental. Em 2017, eram 42 mil. Para aumentar o tempo de atividades na escola, a Secretaria Municipal da Educação tem reformado imóveis maiores e centralizado nesses locais parte do atendimento integral oferecido na cidade, o que é feito também em escolas e UEIs menores. O integral permite que o estudante permaneça com até 9 horas de atividades na escola e garante acesso a atividades pedagógicas diferenciadas, como práticas de movimento, ciência e tecnologia, matemática, ed- ucação ambiental, língua portuguesa, entre outras. Os estudantes também recebem alimentação escolar adequada ao tempo maior em que permanecem na unidade educacional. A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, esclarece que a expansão é feita com base em estudos que levam em conta a demanda da comuni- dade e a estrutura das escolas. “Precisamos fazer melhorias e reformas, como au- mentar a capacidade de um refeitório, por exemplo, ou chamar mais professores para determinada uni- dade”, explica a secretária. “Buscamos qualificar e ampliar essa oferta, começando com parte das turmas e na sequência aumentando esse número, dentro da capacidade da rede. Iniciamos com as turmas com maior deman- da”, completa Maria Sílvia. Curitiba ganhou em março a Unidade de Educação Integral (UEI) Boa Vista, na Rua Professor Guil- herme Butler, 792, bairro Barreirinha. O investi- mento foi de R$ 80,8 mil. São atendidos, em cada turno, 300 estudantes das escolas municipais Jag- uariaíva, Cerro Azul e Raul Gelbeck. A UEI tem dois prédios, com 18 salas, além de uma sala de inspetores, um refeitório, banheiros, biblio- teca, auditório e cozinhas. Também foi entregue à comunidade, neste mês de abril, a UEI Integrada Portão, na Vila Izabel, com capacidade de atendimento de 600 crianças/dia. As unidades contempladas são as escolas Cam- po Mourão, Desembargador Marçal Justen, Maria Nicolas e Graciliano Ramos. Já a UEI Professora Maria de Lourdes Pegoraro, no Cajuru, ganhou reforma total, incluindo pisos, revestimentos em azulejos, nova entrada de energia, nova instalação elétrica (quadro, tomadas, ilumi- nação), manutenção em janelas e portas metálicas, reforma da cobertura (estrutura, telhas, calhas, rufos, beiral), pintura total da edificação, novas in- stalações hidrossanitárias, louças e metais, além de letreiro da fachada e limpeza geral. O valor investido foi de R$ 547,5 mil. Na UEI Ayrton Senna da Silva, também no Caju- ru, foram aplicados R$ 681,8 mil para revisão do BARREIRINHA NA REGIONAL BOA VISTA GANHA NOVA UNIDADE DE EDUCAÇÃO PARA AMPLIAR ATENDIMENTO EM TEMPO INTEGRAL Prefeito Rafael Greca e Sec. de Educação Maria Silvia Bacila durante Inauguração da Unidade de Educação Integral (UEI) Na Regional BoaVista. Foto: Daniel Castellano / SMCS telhado, poda de árvores, retirada de alambrado, execução de muro de divisa e gradil sobre o muro, adaptações nas esquadrias de ferro, revestimento em azulejos, concretagem do piso, piso e rodapé em porcelanato, instalação de caixa d´água de mil litros, divisórias em dry-wall, peitoris em porcelanato nas janelas, azulejos e tratamento de trincas. A expansão do integral é feita de maneira gradativa na rede municipal de ensino, desde 2017, quando a rede somava 86 unidades com integral. Em março de 2018, a capital do Paraná já havia atingido, antes do prazo previsto, a meta do Plano Municipal de Educação de oferecer tempo integral em metade das escolas da rede. Eram 92 escolas integrais, o equivalente a 50,2% da meta proposta. Projeto político pedagógico A ampliação da jornada escolar considera a qualifi- cação das atividades, sendo que a proposta do cur- rículo da escola em tempo integral sistematiza nove horas diárias e articula as áreas do conhecimento às Práticas Educativas proporcionando ampliação e diversidade na aprendizagem e os saberes escolares. A gerente da Educação Integral, Michelle Taís Faria Feliciano, ressalta que o Referencial da Educação Integral em Tempo Ampliado traz toda a concepção sobre toda a Educação Integral e sobre cada uma das Práticas Educativas para o tempo ampliado. “Os profissionais podem acessar o referencial, que está disponível no site da Educação”, lembra Michelle. Mãos na Massa Um dos destaques da rede curitibana nas unidades com integral é o projeto “Mãos na Massa: economia doméstica para os estudantes da Rede Municipal de Ensino”. A iniciativa começou em 2021 pelos para os estudantes das onze escolas municipais do 6º ao 9º ano. E em 2022 estendeu o atendimento para os estudantes de 4º e 5º ano. O projeto conta ao todo com mais de 900 estudantes matriculados. O investimento foi de R$ 37,3 mil por unidade com o projeto, para viabilizar os espaços maker (faça você mesmo) com propostas de vivências do cotidi- ano e atividades manuais, que envolvem culinária e costura, de maneira articulada com conteúdos cur- riculares, como matemática e ciências, por exemplo. Aconteceu no dia 25 de março, no Colégio Estadu- al Cívico Militar Ermelino de Leão, no bairro Boa Vista, em Curitiba, o primeiro Treinamento de Se- gurança Escolar Avançado em escolas da rede estad- ual. A ação foi organizada pela Polícia Militar, por meio de equipes do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e também pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Ed- ucação. Com objetivo de ampliar as ações de prevenção já existentes na rede estadual de ensino, como o bem-sucedido Programa Brigadas Escolares (em parceria com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros), este projeto-piloto tem o objetivo de preparar a comunidade escolar diante de possíveis situações de violência ou ameaças à segurança den- tro das escolas. A ação simulou uma invasão real ao colégio, com uso de simulacros de arma branca e de fogo e foi conduzida por cerca de 20 instrutores das forças de segurança, que orientaram alunos e professores sobre as medidas de emergência. O evento contou também com patrulhamento da PMPR, que posi- cionou viaturas para isolar a vizinhança da escola. Segundo o comandante do BOPE, major Felipe Ser- bena, protocolos preventivos como esse são essen- ciais para garantir que alunos e professores saibam agir diante de possíveis ameaças, até que as forças de segurança sejam acionadas. “Os professores e alunos são orientados sobre me- didas preventivas nos casos de invasão. Tais orien- tações são fundamentais para evitar possíveis tragé- dias como a da Escola Municipal Tasso da Silveira, que aconteceu em 2011 no bairro do Realengo, no Rio de Janeiro”, ressalta. Participaram da ação cerca de 60 alunos. Guilherme da Silva França, 15, matriculado no 9° ano, foi um dos atores envolvidos na simulação. “Aprendi que a primeira atitude a ser tomada em caso de invasão é observar o entorno e procurar um esconderijo”, diz. Segundo a diretora da escola, Daniela de Liz, o enga- BAIRRO BOA VISTA: COLÉGIO ESTADUAL ERMELINO DE LEÃO TEM O PRIMEIRA AÇÃO DO PROGRAMA DE SEGURANÇA AVANÇADO jamento dos estudantes na atividade fez toda a dif- erença. “Eles entenderam a necessidade de aprender sobre como se protegerem. Lições como essa servem pra vida”, ressalta. Para o major Ricardo da Costa, comandante do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), o treinamento servirá como protocolo, tanto para a comunidade escolar quanto para as forças de segu- rança. “Essa simulação fará um upgrade no curso de segurança escolar que já vem sendo aplicado aos policiais militares e aos profissionais de educação, agora, de forma prática”, destaca. A escola também ganhou um novo aparato de se- gurança. Viabilizado pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), o Olho Vivo é uma torre de segurança munida de câmeras e inteligência artificial. Ela também foi usa- da pela primeira vez durante a simulação. O equipamento, posicionado em frente ao Colégio Estadual Cívico Militar Ermelino de Leão, é o pri- meiro a ser instalado numa escola da rede estadual. Utilizado para medir comportamentos e situações que possam representar risco à integridade dos alunos e servidores, o Olho Vivo permite verificar, por exemplo, se alguém está armado nas proxim- idades das escolas ou se algum fugitivo da polícia está nos arredores do colégio. Assim, a patrulha é acionada imediatamente, prevenindo problemas para toda a comunidade escolar. O Governo do Estado, por meio da Celepar, pre- tende disponibilizar o Olho Vivo para outros órgãos. Anualmente são noticiadas diversas ameaças de ações violentas em escolas, o que gera preocupação da comunidade escolar e também das forças públi- cas de segurança. No Brasil, tragédias como a no bairro do Realengo (Rio de Janeiro) despertaram a atenção de diretores, professores e pais de alunos matriculados em escolas ao redor de todo o País. O Paraná não foi vítima de nenhum episódio traumático e, justamente por isso, trabalha para manter sua população a salvo.
  • 8. azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 8 Abril 2023 O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br Com investimentos cada vez mais robustos em equipamentos, instalações, profissionais de ponta e apoio nos treinamentos, a Prefeitura de Curitiba está ajudando atletas a conquistar- em o sonho de todo o esportista: disputar uma olimpíada. Nomes como os de Bárbara Domingos, atleta de ginástica rítmica, Julia Soares, da ginástica artística, Alexandre Pereira de Camargo, da es- grima, e de Natasha Padilha Ferreira, do judô, são quase certos nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Todos são atendidos pelo Programa Mu- nicipal de Incentivo ao Esporte, coordenado pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juven- tude e que prevê a captação de recursos do Im- posto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para serem investidos em projetos esportivos. “Nós ficamos muito felizes ao saber que nossos esforços como gestores públicos estão ajudando nossos curitibinhas a realizar o sonho de disputar uma Olimpíada. Curitiba proporciona o que há demelhoraosnossosatletas,atravésdoPrograma Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitu- ra de Curitiba e o resultado deste trabalho nos enche de orgulho” disse o Prefeito Rafael Greca. Ginástica rítmica – Bárbara Domingos Em abril, Bárbara Domingos da ginastica rítmi- ca foi medalha de ouro na prova da fita no Grand Prix de Thiais (França). Nunca uma ginasta bra- sileira havia obtido uma medalha em um evento deste nível. “Essa medalha foi construída a tantas mãos... Estamos fazendo história, deixando um legado e a Prefeitura está nos ajudando nessa trajetória”, disse Bárbara. O ano de 2023 é decisivo para Bárbara, os tre- inamentos estão mais fortes e exaustivos, já que o ciclo para a Olimpíada de Paris tem um ano a menos, devido à pandemia que adiou os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 para 2021. Além disso, o campeonato mundial e o panamericano, classificatórios para Paris, já acontecem no início do segundo semestre. Bárbara pode se classificar no mundial de Valên- cia, na Espanha. A competição acontece em agosto e ela garante a vaga se ficar entre as 17 melhores no Individual. Caso seja necessário, a vaga também pode ser conquistada no Pan, em setembro. “Este ano define todo nosso futuro. A ansiedade é grande, todos nós atletas vivemos com ela, já que a Olimpíada é no ano que vem. Mas com a ajuda da minha treinadora, Márcia Naves, do meu psicólogo e claro da minha família a tranquilidade aparece”, concluiu Bárbara. Esgrima – Alexandre Pereira de Camargo Líder do ranking nacional na Espada, Alexandre Pereira de Camargo tem um tempo mais longo para buscar a vaga. A oportunidade de chegar a Paris só será em abril de 2024, quando ele dispu- ta o pré-olímpico. Este ano, Alexandre se prepara em Curitiba e em Roma, na Itália, onde adquire maior experiência e técnica para chegar na melhor forma possível ao pré-olímpico. “Os treinamentos e competições nacionais e internacionais neste ano são mais puxados e intensos. Meu objetivo é me manter na lider- ança do ranking nacional e garantir a vaga no pré-olímpico do ano que vem”, disse Alexandre. Judô – Natasha Padilha Ferreira Integrante da Seleção Brasileira principal na cat- egoria Ligeiro (-48kg), Natasha está na briga por uma vaga em Paris. Neste ano ela ganhou medalha de bronze no Grand Slam de Tel Aviv, em Israel, e garantiu mais 500 pontos no ranking mundial e olímpico na categoria. Os pontos conquistados colocam a atleta muito perto da zona de classificação para a Olimpíada de Paris 2024. Agora a judoca curitibana vai representar o Bra- sil na disputa do Campeonato Mundial de Judô, que acontecerá em Doha, no Catar, de 7 a 14 de ATLETAS BENEFICIADOS PELA PREFEITURA DE CURITIBA ESTÃO PERTO DE REPRESENTAR O BRASIL NA OLIMPÍADA maio. Serão oito mulheres e nove homens rep- resentando o país em uma das principais com- petições do ano. “A preparação está muito forte, são de 12 a 15 sessões de 40 minutos a 1h30 por semana. Fui convocada para o Campeonato Mundial Sênior, que é a competição alvo deste ano. Estamos na França para aclimatação e luto no dia 7 de maio em Doha . Estou tranquila e espero entrar na zona de classificação olímpica já nesta com- petição”, Natasha ainda deve disputar o World Masters da Hungria, em agosto, e o Campeonato Pan-Amer- icano, os Jogos Pan-Americanos de Santiago e mais cinco etapas de Grand Slam. Para garantir vaga em Paris, ela tem que se manter entre as 18 melhores da catego- ria Ligeiro (-48kg) para se classificar direta- mente. Ainda existem vagas pele continente que serão definidas apenas no ano que vem. Ginastica Artística – Júlia Soares Na ginástica artística, Júlia Soares é presença constante na Seleção Brasileira. Ela vem fazendo história modalidade e aos 15 anos realizou o son- ho de muitos atletas mundo afora ao homologar um elemento (o Soares) com seu nome no códi- go da Federação Internacional de Ginástica com uma entrada inédita na trave. Júlia treina em Curitiba, no Cegin, entidade que também é incentivada pela Prefeitura, e em sua primeira competição do ano ficou com o ouro do Solo e o quarto lugar na Trave do tradicional torneio de Stuttgart, na Alemanha. “Estamos treinando um pouco mais que o nor- mal, este é um ano pré-olímpico e isso exige um preparo intenso. Este ano temos muitas competições importantes, o Pan-americano e Sul-americano, na Colômbia, e duas Copas do Mundo, na Croácia e na França. Mas o mais importante do ano é o Mundial na Bélgica, em outubro, aí sim teremos a nossa chance de con- quistar a vaga”, disse Júlia. Júlia ainda tem alguns meses de treinamentos e competições para chegar à disputa da vaga para Paris e está bastante ansiosa. “Os treinamentos estão mais intensos, mas tam- bém a parte psicológica e a parte de fisioterapia na recuperação física estão andando junto, para que no final esteja tudo alinhado para conquistar a vaga olímpica.” Bárbara Domingos da ginastica rítmica, é uma curitibana praticamente certa nas olimpíadas do ano que vem. Foto: Divulgação Esgrima – Alexandre Pereira de Camargo Judô – Natasha Padilha Ferreira Ginastica Artística – Júlia Soares
  • 9. O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 9 Abril 2023 A professora Priscila dos Santos e o auxiliar confeiteiro Leonardo Romão compareceram à sede da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), no mês de março, para assinarem o contrato de aquisição de um apartamento no Residencial Colinas do Norte, conjunto de 184 unidades, em construção no Santa Cândida. Prefeito idoso deixou o partido após a repercussão na mídia do seu casamento com uma menina de 16 anos. CPI apontou elo do apoiador de Bolsonaro com laboratório de cocaína e ele chegou a ser preso por tráfico. Além da sogra, o gestor municipal em- prega ao menos 6 parentes e é alvo do MP O prefeito bolsonarista que se casou com uma adolescente de 16 anos e nomeou a sogra como secretária no Paraná já foi apontado pela CPI do Narcotráfico como chefe de um esquema interna- cional de tráfico de drogas. A Comissão Parlam- entar de Inquérito também acusou o idoso de 65 anos de manter um laboratório de refino de co- caína numa chácara com pista para aeronaves. Ele chegou a ser preso, mas foi solto em seguida. Hissam Hussein Dehaini (sem partido) foi preso em março de 2000 após alegar inocência em depo- imento à CPI (Comissão Parlamentar de Inquéri- to), no dia 1º daquele mês. Ele também foi acu- sado pelo crime de formação de quadrilha e por supostamente ter pago propina a policiais em troca de proteção em Araucária (PR), onde hoje está à frente da prefeitura. O então empresário permaneceu 104 dias na Prisão Provisória do Ahú em Curitiba, capital pa- ranaense. Foi solto por decisão da Justiça após pe- dido da defesa, que havia alegado que o prazo de prisão provisória havia expirado. A CPI acusou Hissam de manter um laboratório de refino de cocaína em uma chácara na cidade de Campo Largo (PR). Segundo a denúncia, no local também havia uma pista de pouso para aeronaves. A chácara ficava a cerca de 30 km de Araucária (PR). Hissam declarou ter um patrimônio de R$ 14 mil- hões ao TSE nas eleições de 2020 — quando foi ree- leito a prefeito pelo Cidanania, partido que deixou ontem após a repercussão do seu casamento com uma menor de idade. A maior parte dos bens está em imóveis, um helicóptero e dinheiro em espécie. Ele já foi investigado sob a suspeita de outros crimes. Em 2007, chegou a ser detido pela Op- eração Metástase, da PF, que teve como alvo 25 suspeitos de participar de um esquema de fraudes em licitações da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). Em março de 2020, Hissam foi condenado em um processo por corrupção em Roraima. Ele foi apon- tado em denúncia do MPF como um dos líderes da organização, que fraudava licitações da Funasa, e recorre da sentença em segunda instância. Ao menos seis familiares e parentes do prefeito de Araucária (PR) possuem cargos na adminis- tração da cidade. O MP-PR (Ministério Público do Paraná) tem “procedimentos em andamento” sobre as acusações de nepotismo na prefeitura da PREFEITO BOLSONARISTA QUE CASOU COM MENOR DE IDADE TEM ELO COM LABORATÓRIO DE COCAÍNA A Marinha promoveu neste mês de março a médi- ca Maria Cecília Barbosa da Silva Conceição, de 58 anos, ao posto de contra-almirante. A médica é a terceira mulher e a primeira negra a alcançar o posto de oficial-general na história da Força. Maria Cecília também participou da cerimônia de promoção de oficiais-generais das Forças Arma- das, no Palácio do Planalto, em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumprimentou os recém-promovidos. O evento tradicional foi o pri- meiro de 2023, e costuma ocorrer algumas vezes por ano. Após 28 anos de Marinha, Maria Cecília ocupará a diretoria do Departamento de Saúde e Assistência Social da Secretaria de Pessoal, Saúde, Desporto e Projetos Sociais do Ministério da Defesa. “Me sinto bastante orgulhosa e feliz por estar rep- resentando uma parcela grande da tripulação da Marinha, que é a parcela feminina”, declarou em uma postagem publicada pela Secretaria de Comu- nicação Social da Presidência da República À Folha de S.Paulo, Maria Cecília afirmou que É o primeiro imóvel próprio do casal, adquirido por um valor especial praticado para os inscritos na Cohab. Eles e outras 20 famílias com renda acima de R$1,6 mil assinaram os contratos e aguardam a finalização das obras para receberem as chaves de seus apartamentos. Priscila, que tem 31 anos, conta sobre a conquista alcançada. “Sempre pensamos em adquirir um imóvel, mas tínhamos até medo de ir a uma construtora, por imaginar que seria muito fora das nossas condições de pagamento. Fazer a inscrição na Cohab foi óti- se sente recompensada e feliz com a promoção. “Nossa carreira na Marinha do Brasil é cercada de momentos difíceis, momentos bons, e a instituição abre essa oportunidade para que os oficiais alca- ncem, por mérito próprio, postos mais elevados durante a carreira. Me sinto recompensada e feliz por estar fazendo parte do grupo de almirantes da Marinha”, disse. “Acho que isso [promoção] tem que ser um es- tímulo para que mais mulheres entrem nas Forças Armadas porque ela pode atingir até o posto mais alto. As mulheres só começaram a ingressar na Marinha em 1981 e, a partir de agora, deve se tornar cada vez mais natural que nós consigamos atingir os altos níveis, estes postos de almirante”, acrescentou. No total, foram 56 novos militares promovidos aos mais altos cargos nas três Forças: general (Exérci- to), almirante (Marinha) e brigadeiro (Força Aérea Brasileira). A promoção foi publicada no último dia 31 de março. O evento contou com as presenças do ministro mo, pelas condições ofertadas e apoio na nego- ciação”, afirma ela, que atualmente paga aluguel para morar em um imóvel também no Santa Cân- dida. Os apartamentos do residencial Colinas do Norte estão sendo ofertados para os inscritos com um de- sconto significativo em relação aos preços pratica- dos no mercado para a mesma unidade habitacio- nal. Apartamentos que ultrapassam os R$ 230 mil no mercado, são vendidos a partir de R$ 166 mil para quem possui a inscrição no programa habita- cional do município. “Nossas parcerias com a iniciativa privada possi- bilitam boas vantagens para quem faz a inscrição. Além do menor valor, o inscrito pode incluir as custas de documentação juntamente ao financia- mento, diluindo os gastos ao longo dos anos”, ex- plica o presidente da Cohab, José Lupion Neto. Os apartamentos podem ser financiados em até 30 anos, desde que a idade do comprador não ultrapasse 80 anos ao final do contrato. Os benefi- ciados têm a opção de utilizar o FGTS como entrada e assim reduzir o valor das prestações. Os apartamentos têm um ou dois quartos, com áreas que variam de 39 a 47 m2 (opções com e sem garden). Os imóveis serão distribuídos em blocos, com 4 pavimentos e 8 unidades por andar. As áreas comuns do condomínio oferecem vagas de estacionamento, bicicletário, salão de festas, espaços gourmet, jardim pet, quadra es- portiva, espaço kids, jogo de tabuleiro ao MÉDICA DA MARINHA É PRIMEIRA MULHER NEGRA PROMOVIDA A OFICIAL-GENERAL NO BRASIL ASSINATURA DE CONTRATOS GARANTE IMÓVEIS POPULARES NO SANTA CÂNDIDA da Defesa, José Múcio Monteiro, além dos co- mandantes das três Forças: general Tomás Ribeiro Paiva (Exército), almirante Marcos Sampaio Olsen (Marinha) e brigadeiro Marcelo Kanitz Damasce- no (Força Aérea). Antes de Maria Cecília, somente duas outras mul- heres haviam alcançado o posto de almirante —a cúpula da Marinha. A primeira foi a médica Dalva Maria Carvalho Mendes, em 2012. Ela entrou na Marinha em 1981, ano que a Força permitiu o in- gresso de mulheres. Em 2018, a Marinha promoveu ao posto de con- tra-almirante a engenheira Luciana Mascarenhas da Costa Marroni. A Marinha e a Aeronáutica já promoveram mul- heres aos cargos de oficiais-generais na última década. O Exército foi o último a permitir que mulheres participassem de cursos preparatórios para o generalato, e a previsão é que as primeiras a chegarem ao posto alcancem o posto em 2027. Para chegar ao cargo de general quatro es- trelas, o mais alto da carreira, o militar pre- e piscina. A região é bem atendida por serviços e equipa- mentos públicos, além de contar com variadas opções de comércio. “Temos visitado o local com frequência, para acompanhar o andamento da obra. Estamos ansiosos pelo término e muito feliz- es com a conquista”, destaca Leonardo. Desde que o prefeito Rafael Greca assumiu a pre- feitura, 2.170 famílias receberam as chaves da casa própria, entre inscritos na Cohab e moradores transferidos de áreas de risco. Outras 6,2 mil famílias receberam títulos de propriedade por meio da regularização fundiária. cisa entrar no Exército pela Academia Mili- tar das Agulhas Negras (Aman). A primeira turma com mulheres só finalizou o curso em 2021, após 210 anos de história da instituição. Com informações da Folha de SP e Agência Brasil Atualmente a Cohab está com 450 unidades habitacionais disponíveis para os inscritos na fila com renda aci- ma de R$ 1,6 mil. Estão sendo ofertadas moradias em seis diferentes conjuntos: Chácara Primavera e Residencial Ci- dade Vitoritto, ambos no Campo do Santana; Res- idencial Best Life, no Atuba; Cores da Primavera, no Umbará; Residencial Colinas do Norte, no San- ta Cândida, e Residencial San Donato, em Campo Largo. cidade paranaense. O MP disse que não pode dar detalhes sobre o caso porque eles têm ligação com uma menor de idade, a nova esposa do prefeito, de 65 anos. Além da atual sogra, o homem deu cargos na pre- feitura para a ex-esposa, as duas filhas, a ex-cunha- da e a tia da atual esposa. Hissam Hussein Dehaini fez campanha para a ree- leição do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Em vídeo, Dehaini afirma que vota “22” porque mes- mo com pandemia e guerra, o Brasil foi levado adiante. “Pegamos guerra, pegamos pandemia e levamos o país adiante. Eu voto 22 e você deve votar 22. Va- mos lá, junto com Bolsonaro”, afirmou o prefeito paranaense na época. www.pragmatismopolitico.com.br
  • 10. azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 10 Abril 2023 O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br A maior feira voltada ao universo ciclístico da região Sul já tem data confirmada para acon- tecer em Curitiba. A 3ª edição da Feira Mundo Bike será realizada entre os dias 26 e 28 de maio, no Centro de Eventos Positivo, localizado no Parque Barigui. Os visitantes poderão conferir exposição de bikes antigas, encontrar orien- tações para quem quer começar a pedalar, testar novos modelos, ver lançamentos, tendências, peças, serviços, acessórios, vestuários, nutrição esportiva e muita tecnologia para ciclistas ama- dores e profissionais. O número de adeptos ao ciclismo vem au- mentando a cada ano. De acordo com a Ciclo Ig- uaçu (Associação dos Ciclistas do Alto Iguaçu) a promessa da Prefeitura de Curitiba é chegar a 400 km de estrutura cicloviária, o que estimula- ria ainda mais os moradores a aderirem ao uso das bikes como meio de transporte, para prática de exercícios ou como lazer. “Em 2019, tínha- mos 204 km de infraestrutura, e nos últimos 4 anos foram entregues 61km, totalizando 265 km. Esperamos que a promessa se concretize e haja o incremento de mais 140km até ano que vem”, observa a coordenadora geral da Ciclo Iguaçu, Patrícia Valverde. Ainda, de acordo com a en- tidade, 2% de todas as viagens realizadas na ci- dade são feitas utilizando a bicicleta como modal de transporte. Esse crescimento também se reflete no comér- cio de produtos e serviços para atender a essa demanda. “Participar desta feira é uma opor- tunidade para as marcas poderem se relacionar diretamente com o cliente final, mostrar as novi- dades e fomentar os seus negócios. Já, para os ciclistas amadores e profissionais, o evento des- perta curiosidade quanto aos atrativos e as novi- dades que podem contribuir para mais proteção, conforto, beleza e performance para o seu treino A casa de veraneio em Ilhabela, no litoral de São Paulo, está em nome da igreja, mas é de uso pes- soal de Valdomiro Santiago, segundo a adminis- tração municipal Prefeitura de Ilhabela quer penhora de mansão do Pastor Valdemiro por dívida de R$ 2,4 mil- hões em IPTU atrasado O pastor Valdomiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, fez um acordo ju- dicial com a Prefeitura de Ilhabela para parcelar uma dívida de R$ 2,8 milhões em IPTU atrasado de uma mansão luxuosa no arquipélago. Segundo a administração municipal afirmou à Justiça que, apesar de o imóvel estar em nome da igreja, a mansão é de uso recreativo (veraneio) e pessoal do Pastor Valdemiro Santiago. Ainda se- gundo a prefeitura, o patrimônio de Santiago se confunde com o da própria instituição religiosa. ou deslocamento”, comenta Alisson Acosta, or- ganizador da Feira Mundo Bike. Pioneiro no Paraná e na região sul, o even- to irá reunir em um mesmo local, expositores com lançamentos, peças, serviços, acessórios, vestuários, nutrição esportiva e muita tecnolo- gia. Para o público em geral, serve de estímulo para começar a pedalar e aproveitar os produ- tos vendidos pelas marcas com preços abaixo do mercado. Mas os visitantes da Feira Mundo Bike não vão encontrar apenas produtos e serviços, pois poderão conferir diversas atrações, como ex- posições de bikes antigas, encontro de clubes de ciclistas, pista para testar vários modelos de bicicletas, além de debates sobre temas como ci- cloturismo, sustentabilidade, saúde e bem-estar, tudo relacionado ao mundo do ciclismo e fitness. O evento reserva atrativos para a família, com a participação do Maxx Bazar (onde serão aprox- imadamente 30 stands com produtos diversos, Localizada na Praia do Veloso, a mansão tem uma área de mais de 3 mil metros quadrados que conta com três piscinas, ginásio, heliponto e 22 quartos com banheira e televisão. Desde 2015, a prefeitura de Ilhabela tenta rece- ber os valores. No entanto, apesar do acordo, o pagamento da dívida só começou a ser efetuado este ano, após a Justiça determinar a penhora e leilão da área. Depois da renegociação, a administração mu- nicipal solicitou que houvesse a suspensão do processo por um prazo de seis meses a partir de fevereiro. A Justiça acatou o pedido. De acordo com o documento do processo, ne- gociação foi feita no dia 14 de fevereiro de 2023 e o primeiro pagamento foi feito no dia 22 do mesmo mês. O acordo prevê que a Igreja Mun- dial do Poder de Deus pague 60 parcelas de R$ como vestuários femininos, semijoias, calçados, produtos de beleza e muito mais). Um grande espaço kids, barbearia e estúdio de tatuagem. E para quem não quer deixar seu pet em casa, a feira é pet friendly. Segundo Alisson Acosta, da 2A eventos, orga- nizador do evento, a feira tem se consolidado como um grande ponto de encontro para ciclis- tas profissionais e amadores do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Esse mercado tem seguido uma tendência mundial de cresci- mento, atingindo cada vez mais pessoas que buscam aliar a atividade física com a sustentabi- lidade, cuidando do seu bem estar e também do planeta”. Serão três dias de muitas atividades e inovações que os participantes poderão conferir, valori- zando e incentivando a prática do ciclismo na região. Serviço: FEIRA MUNDO BIKE – 3ª EDIÇÃO 48.075,95, totalizando R$ 2.884.557,55 à prefei- tura da cidade. O dizímo pago por fiéis da Igreja Mundial da Graça de Deus, em Ubatuba , será penhorado para o pagamento de dívidas da instituição que é liderada pelo pastor Valdemiro Santiago , deter- minou a Justiça. Segundo a decisão, cerca de 10% do valor arreca- dado pela igreja durante os cultos será ‘pehora- do’ para o pagamento de uma dívida de aprox- imadamente R$ 70 mil em honorários devidos a um advogado que atuou em um processo de despejo contra o templo. O pastor Valdemiro Santiago de Oliveira, fun- dador da ‘Igreja Mundial do Poder de Deus’ foi condenada a pagar mais de R$ 880 mil em alu- guéis atrasados para uma professora que locou um prédio onde funcionava o templo na cidade. Data: 26 a 28 de maio de 2023 Local: Centro de Eventos Positivo – Parque Barigui – Curitiba – Paraná Datas e horários: Na sexta (26) das 14h às 22h No sábado (27), das 10h às 22h No domingo (28), das 10h às 20h Realização: 2A eventos Classificação indicativa: livre Ingressos: Vendas antecipadas pelo Disk Ingres- sos. Lote 01: R$ 15 a inteira e R$ 7,50 a meia-en- trada. Acesse Disk Ingressos: https://www.diskingressos.com.br/gru- po/1178/28-05-2023/pr/curitiba/feira-mun- do-bike-3-edicao A instituição foi condenada em, pelo menos, duas instâncias e, agora, a igreja não pode mais recorrer. No entanto, o processo segue em fase de execução, já que não houve o pagamento da dívida. O valor imposto pela decisão judicial chegou a ser contestado pela igreja, mas o juiz que assum- iu o caso rejeitou o pedido. Sem o pagamento, houve, ainda, a determinação para o bloqueio das contas da Igreja, no entanto, não foram en- contrados saldos. Além dos aluguéis, a igreja, em Ubatuba, foi condenada a pagar os honorários do advogado Cesar Augusto Leite e Prates, que representou a professora no processo. FEIRA MUNDO BIKE REÚNE CICLISTAS E AMANTES DO ESPORTE EM CURITIBA PASTOR QUETEM PENHORA DE DÍZIMO DEVE R$ 2,8 MÍLHÕES EM IPTU DE MANSÃO PRÓ CONT SOLUÇÕES EMPRESARIAIS Contador: Sandro da Silva Constituição e Encerramento de Empresas - Imposto de Renda Assessoria Contábil, Empresarial, Financeira, RH Tel: 3357-3601 | 8462-3354 | 9910-5357 Rua Ilda C. Manasczuk, 444, Jardim Aliança - Santa Cândida - Curitiba Rua Delegado Miguel Zacarias, 116, Bairro Boa Vista 41 99684-7710
  • 11. O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 11 Abril 2023 Um gesto de carinho e amor ao próximo e que também contribui com o meio ambiente. Assim é a campanha “Tampinha Solidária”, um projeto social de reciclagem de tampas plásticas, com o objetivo de garantir recursos financeiros e des- tinar a aquisição de fraldas geriátricas para lar- es de idosos carentes. No caso da Assembleia Legislativa do Paraná, o objetivo da campanha é arrecadar tampinhas para serem trocadas por fraldas geriátricas para atender idosas do vivem no Asilo São Vicente de Paulo, de Curitiba. A campanha será lançada no próximo dia 02 de maio, às 13h30, no Espaço Cultural da Assem- bleia Legislativa do Paraná e será coordenada pelo grupo de Ações Solidárias do Legislativo paranaense. “É solidariedade e sustentabilidade ao mesmo tempo. É um gesto simples de arrecadar tamp- inhas plásticas que iriam para o lixo e agora vão se transformar em fraldas geriátricas benefi- ciando muitas idosas que vivem na instituição”, explica a coordenadora do grupo, Rose Traiano. Ela também destaca que a ação ajuda na preser- vação ambiental. De acordo com pesquisas o plástico pode levar mais de 400 anos para se decomporá na natureza. “É uma corrente do bem. Ajudamos na reciclagem, na preservação do meio ambiente e na ação social, beneficiando uma instituição que acolhe idosas e necessita de ajuda”, pontuou. A ação social também atende uma solicitação do asilo que necessita de muitas doações, entre elas fraldas geriátricas. “São ações e parcerias como essa que ajudam a manter a nossa institu- ição. E campanhas como esta, em parceria com a Assembleia Legislativa, vem ajudar em dois momentos: na questão do meio ambiente e na questão social. Porque é dentro dessa campanha que as pessoas vão fazer a coletas e guardar es- sas tampinhas que vão se transformar em fraldas geriátricas”, destaca o diretor geral do Asilo, pa- dre José Aparecido Pinto. O padre conta, que campanhas como estas fazem Projeto estimado em R$ 35,8 bilhões prevê ligar o porto de Paranaguá (PR) a cidades do interi- or do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, por meio de ferrovias. A Nova Ferroeste é avaliada como o maior projeto de infraestrutura de transportes em andamento no País e nasce a partir de um trecho já existente de 248 quilômet- ros, entre os municípios de Cascavel (PR) e Guarapuava (PR). O município paranaense dá acesso ao Oceano Atlântico e contempla o segundo maior por- to do Brasil, atrás apenas de Santos (SP). Serão construídas ferrovias em 1.319 quilômetros de extensão. O porto de Paranaguá é um dos responsáveis por boa parte das movimentações do Comér- cio Internacional e engloba 13 setores de ativ- idade econômica, sendo que cinco têm maior destaque: agroindústria e madeira, material de transporte, alimentos e bebidas, indústria química e indústria mecânica. Santa Catarina e Paraná são responsáveis por 70% da exportação da carne de aves e suínos do Brasil e, essa carga, somada aos grãos de Mato Grosso do Sul, levariam à captação de 38 mil- hões de toneladas no primeiro ano de operação plena da ferrovia. A obra é estimada para ficar pronta em cerca de sete anos. Por meio de Foz do Iguaçu, o trajeto ligaria também o nordeste da Argentina e o leste do a diferença já que eles utilizam mais de 19 mil fraldas geriátricas por mês e o custo é elevado – algo superior a R$ 42 mil. Mensalmente, a in- stituição como um todo tem um custo médio de R$ 1,2 milhão. Localizado em Curitiba, o asilo é uma instituição sem fins lucrativos e referên- cia nacional no atendimento e na promoção da qualidade de vida e no resgate à dignidade da pessoa idosa. Atualmente é responsável pela garantia do bem-estar de mais de 150 idosas, com atendimento de longa permanência que é dirigido a mulheres que possuem graus diferenciados de limitações, autonomia e inde- pendência e demandam cuidados específicos. Parceria A supervisora do Serviço Social do Asilo, Mon- ica Freitas, também falou sobre essa parceria. “Enquanto instituição de filantropia, nossa ne- cessidade é permanente. Então estamos sempre buscando parcerias para poder atender com Paraguai, por meio de Ciudad del Este, segunda maior cidade paraguaia. A previsão é que determinadas rotas sejam en- curtadas em até cinco vezes, reduzindo custos em cerca de 30%. Detalhes - A ferrovia terá 1.567 quilômetros de extensão e o projeto é liderado por um gover- no estadual, e não por uma empresa ou órgão federal. O Governo do Paraná começou a estu- dar a proposta em 2019, já gastou cerca de R$ 40 milhões em fase de estudos de engenharia e de impacto ambiental e, agora, corre atrás da li- cença prévia ambiental junto ao Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) que, porém, está sujeita a análise do impacto da obra em dezenas de TIs (Terras Indígenas). A licença prévia, documento que assegura a vi- abilidade ambiental do empreendimento, é vista como etapa básica para que o projeto avance. O plano do governo paranaense, que já tem as licenças de exploração e concessão de todo o traçado, é conseguir essa autorização ambiental neste ano para, em 2024, fazer um leilão e ofere- cer o projeto para empresas e investidores. Pelo modelo desenhado, o projeto será oferecido pelo pagamento mínimo de R$ 178 milhões ao governo do Paraná. Quem fizer a oferta maior sobre essa cifra, poderá explorar o trecho comer- cialmente por 99 anos, prazo que pode ser pro- rrogado. dignidade as necessidades e as demandas de vida diária das 150 idosas que aqui residem”, afirmou. Diante disso, disse que entrou em contato com a coordenadoria de Ações Solidárias da Assem- bleia para a realização de uma parceria. “Fica- mos muito felizes que fomos atendidos pela Assembleia Legislativa do Paraná, através da coordenadoria, que vai nos prestigiar e auxiliar com essa campanha de arrecadação de tamp- inhas que além de nos ajudar também pensa na questão da sustentabilidade”. Importância Moradora da instituição há mais de sete anos, Iara Leão, de 68 anos, fala da importância de ações como estas. “É muito importante para nós, moradoras, todo tipo de doação e todo tipo de parceria. Porque nós precisamos de fraldas, medicação, alimentos, roupas, nós dependemos muito da ajuda da comunidade”. Ela ainda faz um apelo: “nosso consumo é muito grande, mais de 15 mil unidades por mês que aumenta com Os estudos prévios já encaminhados pelo gov- erno do Paraná receberam sinal verde de órgãos federais como o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e o Iphan (In- stituto do Patrimônio Histórico e Artístico Na- cional). O traçado da Nova Ferroeste prevê que seus trilhos cortem 66 municípios dos três estados. O traçado principal deve iniciar em Paranaguá e seguiria até Cascavel. A partir desse ponto, porém, estão previstas três ramificações. A primeira iria até Chapecó (SC), a segunda até Foz do Iguaçu (PR) e a terceira até Dourados e Maracaju, municípios sul-mato-grossenses dis- tantes cerca de 251 e 159 quilômetros de Campo Grande, respectivamente. No trajeto, ao todo, serão oito cidades de Mato Grosso do Sul - Mundo Novo, Eldorado, Igua- temi, Amambai, Caarapó, Dourados, Itaporã e Maracaju. O Ibama analisou um traçado parcial do proje- to, de 1.291 quilômetros, sem incluir o trecho até Santa Catarina. Os dados apontam que, para tirar a Nova Ferroeste do papel, será preciso con- struir 137 pontes, 23 viadutos ferroviários e 54 túneis, totalizando 214 obras desse tipo. A efeito de comparação, a Malha Oeste - ferro- via com 1.973 quilômetros - já existe desde 1906 e voltou a operar em março de 2022, após sete anos desativada. Ela liga Corumbá a Mairinque a chegada do inverno. Por isso, faço um convite para que as pessoas participem da campanha e arrecadem tampinhas. Elas são descartáveis e muitas vezes acabam no lixo, assim ela não vai parar no lixo, vem para nós e nos ajuda virando fraldas”. Como doar e o que descartar Quatro coletores de arrecadação serão espalha- dos pela Casa de Leis para que funcionários e colaboradores possam fazer as doações. Além de tampinhas de garrafa pet também po- dem ser doados outros tipos de tampas plásticas como as usadas na cozinha (margarina, mantei- ga, requeijão, achocolatado, maionese, ketchup, temperos, leite, leite em pó); na área de serviço (amaciante, sabão líquido, água sanitária, ál- cool, desinfetante, limpa odores em geral, lustra móveis, detergente); em produtos de higiene (shampoo, condicionador, cremes de tratamen- to, hidratante, creme dental, acetona, sabonete líquido) e outros como de lenço umedecido, talco, pomadas, remédios, caneta, canetinhas. Programa no Paraná No Paraná, a campanha Tampinha Solidária foi idealizada pela Associação das Acácias da Emiliano Perneta e está em atividade desde 2018. Ao longo desses mais de quatro anos, a iniciativa já arrecadou mais de 130 toneladas de tampinhas plásticas que foram enviadas para uma empresa recicladora. O valor arrecadado com o material reciclado é revertido integralmente para a com- pra de fraldas geriátricas para lares de idosos nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais e Guarapuava. A cada um quilo e meio de tamp- inhas o projeto consegue comprar uma fralda e, em média, 400 tampinhas de refrigerantes ou água equivalem a um quilo. ALEP (SP) e a concessão do Governo Federal decidirá a gestão nos próximos 60 anos. Impeditivos - Segundo publicado pelo jornal Estadão, o Ibama, a Funai (Fundação Nacional dos Povos Originários) e o ICMBio (Institu- to Chico Mendes de Biodiversidade) pediram complementos e informações que o Governo do Paraná pretende encaminhar até maio. O gover- no estadual busca a licença prévia porque, com essa autorização, sinaliza ao mercado que o em- preendimento é viável do ponto de vista ambi- ental, trazendo mais segurança jurídica a quem pretende assumir a empreitada. Conforme imagens de satélite do CAR (Cadastro Ambiental Rural), 2.655 estabelecimentos rurais serão diretamente impactados, além de 589 ca- sas e demais edificações atingidas, das quais 372 habitações ocupadas. Na prática, trabalhos de desapropriação, indenização e remoção devem ser feitos. No entanto, o MPF (Ministério Público Federal) em Londrina (PR) alertou para possíveis impac- tos em aldeias e territórios indígenas. O processo de licenciamento está em andamento e, portan- to, os órgãos federais não podem comentar o assunto Por Guilherme Correia AÇÃODAASSEMBLEIAVAICONTRIBUIRCOMINSTITUIÇÃOQUEACOLHEIDOSAS MAIORPROJETODOPAÍS,NOVAFERROESTELIGARÁTRÊSESTADOSAO 2°MAIORPORTOBRASILEIRO Obras do Governo do Paraná devem começar até 2025; serão 1,5 mil quilômetros e investimento de R$ 35,8 bilhõesmental em momentos de crise Asilo SãoVicente de Paulo atende cerca de 150 idosas. foto Orlando Kissner/Alep
  • 12. azeta do Santa Cândida O J O R N A L Q U E T E M O Q U E F A L A R 12 Abril 2023 O JORNAL QUE TEM O QUE FALAR www.gazetadosantacandida.com.br COMÉRCIO COMÉRCIO & &DELIVERY DELIVERY ANÚNCIO ECONÔMICO PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E COMÉRCIO EM GERAL A oportunidade de fazer-se conhecido, levar sua oferta, o seu negóciio nos bairros: Santa Cândida, Boa Vista, Atuba, Bacacheri, Tingui, Cachoeira, Ahú, Cabral, Juvevê, e parte do Bairro Alto. SOLDAS E TORNEARIA LGM T O R N E A R I A SERVIÇOS DE TORNO SOLDAS EM GERAL RUA SÃO JOÃO, 64, TINGUI 3144-6292 AUDIÇÃO Audimax Rua Barão do Rio Branco, 222, LJ. 06, 3029-9090 Centro BAR Bar Makiolka Av. Monteiro Tourinho, 1000, 3257-5603 Tingui Bar do Mauro - Jogos televisivos, lanches epetiscos Av. Paraná, 2531, 99680-8793 Boa Vista CABELEIREIROS Elói - Cabeleireiros Unissex Galeria Andrade - Rua Riachuelo, 90 lj 08, 98825-5700 - 99611-0658 - 3257-1395 Centro CAFETERIA Dreon - Panificadora e Cafeteria Fast Food - Restaurante Rua Fernando de Noronha, 301, 3019-5841 Boa Vista CLUBE Rio Branco Faça parte desta família Rua Fernando de Noronha, 692, 3256-4445 Boa Vista CONTABILIDADE Pró Contabilidade Soluções Empresariais Imposto de Renda - Assessoria Contábil 98462-3354 - 99910-5354 Santa Cândida DISTRIBUIDORA Distribuidora Ramos Av. Erasto Gaetner , 1457, 3079-7744 Bacacheri ESPETINHOS Loja de Espetinhos Curitiba Hambúrgueres - Açai - Mais de 60 sabores de espetinhos Atacado, Varejo e em Delivery 99270-0016 Curitiba GÁS E ÁGUA Gás e Água Rocio 99993-7963 Santa Cândida INFORMÁTICA | LAN HOUSE Informática e papelaria Colorir Rua Fernando de Noronha, 390, Lj.01, 99189-0575 - 3030-3513 Santa Cândida JORNAL Gazeta do Santa Cândida 99211-8943 Tingui LANCHES Bem Brasil Lanches, Hamburguer Artesanal e Porções Solicite nosso cardápio 99538-1286 Boa Vista MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO Empório do Pedreiro Rua Guilherme Ihlenfeldt, 376, 3503-2131 Bacacheri MECÂNICA J.Gaveliki 99975-2964 Boa Vista ODONTOLOGIA Dra Nádia 3030-2705 - 99930-9078 Santa Cândida CUIDAR DE NOSSOS IDOSOS É PRESERVAR A NOSSA HISTÓRIA É DAR QUALIDADE DE VIDA 41 99892-7874 41 98461-6119 CUIDADOR CUIDADOR DE IDOSOS Higiene ● Alimentação ● Remédios ● interação ● Lúdica Oferece diversas atividades Esportivas e de Lazer, Espaço para Eventos, Academia de Natação, Hidroginástica e Musculação, entre outras. ATENDIMENTO Segunda a sexta: 9h00 às 20h00 Sábado: 9h00 às 18h00 TELEFONES 41 3256-4445 41 3356-6155 CLUBE RIO BRANCO FAÇA PARTE DESTA FAMÍLIA CONHEÇA AS ATIVIDADES OFERTADAS PELO CLUBE PARA SÓCIO E NÃO-SÓCIOS Papelaria Colorir ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM COMPUTADORES E NOTEBOOK MATERIAL ESCOLAR E PRESENTES (41) 3030-3513 (41) 99189-0575 ÓTICA Audimax Rua Alfredo Bufren, 255 Lj.47, 3024-2818 Centro PANIFICADORA Dreon - Panificadora e Cafeteria Fast Food - Resturante Rua Fernando de Noronha, 301, 3019-5841 Boa Vista PAPELARIA Papelaria Colorir e informática Rua Fernando de Noronha, 390 lj.01, 3030-3513 - 99189-0575 Boa Vista PANFLETOS E CARTÕES Serviços de Gráfica e Lan House 99770-6422 Santa Cândida PIZZA Barolla 99264-1462 Tingui PET SHOP Casa da Mel - Banho, tosa e Cafuné Rua Brigadeiro Arthur C. Peralta, 35 lj.03, 99116-4615 Boa Vista RADIADORES Moacir Radiadores 99740-0669 - 3357-9272 Tingui RESTAURANTE Meu Cantinho - Buffet Rua Del. Miguel Zacarias, 116, 99684-7710 Boa Vista Restaurante Meu Cantinho Rua Del. Miguel Zacarias, 116, 99684-7710 Boa Vista RESTAURANTE DELIVERY Nhoque and Roll 99743-9754 VETERINÁRIO Clinicão Rua Vicente Geronasso, 1480, 3257-8791 - 99963-0233 Boa Vista SAPATEIRO Oficina do Calçados Rua Guilherme Ilhenfeldt, 957, 99987-3298 Tingui 41 99684-7710 Rua Delegado Miguel Zacarias, 116, Bairro Boa Vista. MARMITEX A PARTIR DE R$ 10,00 E PRATO FEITO A R$ 12,00 ABERTO DE DOMINGO A DOMINGO