SlideShare uma empresa Scribd logo
UM INIMIGO PERIGOSO   Quem será ele? É Satanás? São as drogas? É o tráfico? É a violência? São os sequestradores? É a prostituição? São as leis estranhas no congresso nacional? São os Políticos?
Este inimigo é diferente. Nós o enfrentamos o tempo todo e podemos ser usados por ele Mora numa caverna misteriosa chamada boca Está protegido por uma muralha chamada dentes Aguardando o momento certo de dar o bote. Cuidado... Esse inimigo pode estar te controlando.
Já sabe quem é esse inimigo perigoso? Não? Aí está ele, ou ela: a Língua. Parece inofensiva, mas....
Pode causar grandes estragos dependendo da forma que ela é usada Leiamos Tiago 3.1-12:
Um dos maiores problemas hoje, no tocante a língua é sem dúvidas a maledicência, vulgo, “fofoca”, que tem causado muitos males ao mundo. Algumas considerações sobre a fofoca, que nos servem de alerta: A língua está carregada de veneno mortífero Tiago 1.8
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Por causa da fofoca : Casais se separam Há homicídios Famílias estão divididas Uma guerra está sendo travada nas igrejas Pessoas entram em depressão Amigos rompem laços de amizades A reputação das pessoas é prejudicada Ministérios são destruídos O ódio é incitado Demissões injustas acontecem  Há infidelidade Há desconfiança
Tiago nos recomenda dominarmos nossa língua e assim  dominaremos todo o nosso corpo. (v. 2) Mas quando a língua não é domada, quais os males que ela pode  causar à luz da Palavra de Deus?
COLOCA A VIDA DAS PESSOAS EM RISCO  (I Samuel 22.9-19) Oitenta e cinco sacerdotes do Senhor foram mortos pela fofoca de um homem chamado Doegue, o Edomita.  A fofoca pode trazer morte. Já vi pessoas matarem e morrerem por causa do pecado da língua.
PREJUDICA A COMUNHÃO COM DEUS  (Tiago 4.11 e 12) A língua venenosa nos desqualifica para estarmos em comunhão com Deus. Se falamos mal uns dos outros nos equiparamos a Deus como juiz, e não cumprimos com a lei de Deus, e se não cumprimos com a lei de Deus nos tornamos “melhores do que os outros”.  Precisamos cuidar do nosso altar
PREJUDICA A PRÓPRIA IMAGEM (Provérbios 25.9,10) O mexeriqueiro não é digno de confiança, e mais cedo ou mais tarde ele se destacará no  meio das pessoas como intrigueiro, mentiroso, e será taxado como fofoqueiro pelo resto de sua vida. Conheço pessoas assim. São conhecidas não pelo tamanho do coração, mas pelo comprimento da língua.
PREJUDICA NOSSA COMUNHÃO COM AS PESSOAS.  (Provérbios 20.19) A Bíblia ordena que nos afastemos dos fofoqueiros. O fofoqueiro perde a comunhão pois como medida corretiva, Deus ordena que ele seja evitado. E isso acaba com a comunhão no meio da igreja. Uma hora dessas o fofoqueiro, sem lugar na igreja, por que todos vão fugir dele, migrará para outra igreja, para levar lutas para a pobre igreja.
TRAZ DEMAGOGIA ECLESIÁSTICA PARA DENTRO DA IGREJA  (Tiago 1.26) Vive uma religião morta, vazia, sem fruto. Ele até defende a igreja, mas da forma errada. Ele até quer ver a igreja avançando, mas não acorda e não percebe que ele pode ser uma das causas para a estagnação espiritual e numérica na sua igreja. Ele enxerga o cisco no olho de seus irmãos mas não vê um galho de árvore no seu. Supõe ser religioso, mas se engana, pois não refreia sua língua, e quem não consegue refrear sua língua não refreia o corpo. Por isso é que acontece todos os dias assassinatos, ofensas, brigas corporais, roubos, sequestros, adultérios, e isso não poderia acontecer no meio do povo de Deus.
VIVE OSCILANDO E TRAZENDO MALES PARA AS PESSOAS  (Tiago 3. 9-12) Ele canta, louva, prega, serve a Deus na igreja, fala sobre as almas que precisam ser salvas mas vive envenenando com sua língua mortífera as almas que já estão salvas dentro da igreja. Ele consegue enganar a muitos, que olham e pensam: “que crente fiel”, “que exemplo”, “que pessoa santa”, mas depois se revela destilando seu veneno. Fala mal da igreja, das pessoas, do pastor, dos presbíteros, da liderança da igreja fala mal até mesmo da própria família. Ele bendiz e amaldiçoa, adoça e amarga ao mesmo tempo. Ainda não converteu e seu coração está misturado com coisas boas e ruins, mas as ruins estão prevalecendo. Ninguém bebe água limpa misturada com água suja. Mas o fofoqueiro sim.  Como vencer a fofoca?
A resposta de Deus para a fofoca está nos versículos 13 a 18. Mas isso não implica que a igreja não deva tratar das fofocas. A igreja, a liderança, pastores, conselhos e demais líderes estão habilitados por Deus para corrigir. Onde não há disciplina o povo se corrompe. Por mais que amemos as pessoas, corrigir também é amar (2 Timóteo 3.14-17).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Christian Lepelletier
 
O chamado ministerial
O chamado ministerialO chamado ministerial
O chamado ministerial
Wilson Paulo de Santana Paulo
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Moisés Sampaio
 
Como dirigir um culto
Como dirigir um cultoComo dirigir um culto
Como dirigir um culto
Paulo Roberto
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
Márcio Martins
 
PRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADEPRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADE
Idpb São Jose I
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
As 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma famíliaAs 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma família
Pastor Juscelino Freitas
 
Slide Teologia
Slide TeologiaSlide Teologia
Slide Teologia
valmarques
 
O Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito SantoO Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito Santo
Quenia Damata
 
A importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na AtualidadeA importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na Atualidade
Amor pela EBD
 
Treinamento para diáconos
Treinamento para diáconosTreinamento para diáconos
Treinamento para diáconos
Carlos Cirleno Neves
 
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
Joary Jossué Carlesso
 
Os 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito SantoOs 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito Santo
Roberto Trindade
 
Treinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASDTreinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASD
Gilson Barbosa
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
Adenísio dos Reis
 
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
TH
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
PASTOR CARLOS SILVA
 
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisEducação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Rodrigo Fragoso
 
Obreiro aprovado
Obreiro aprovadoObreiro aprovado
Obreiro aprovado
shalonahr
 

Mais procurados (20)

Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
 
O chamado ministerial
O chamado ministerialO chamado ministerial
O chamado ministerial
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Como dirigir um culto
Como dirigir um cultoComo dirigir um culto
Como dirigir um culto
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
PRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADEPRINCÍPIO DA LEALDADE
PRINCÍPIO DA LEALDADE
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
As 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma famíliaAs 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma família
 
Slide Teologia
Slide TeologiaSlide Teologia
Slide Teologia
 
O Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito SantoO Fruto do Espírito Santo
O Fruto do Espírito Santo
 
A importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na AtualidadeA importância da Escola Dominical na Atualidade
A importância da Escola Dominical na Atualidade
 
Treinamento para diáconos
Treinamento para diáconosTreinamento para diáconos
Treinamento para diáconos
 
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
AS BASES DO DISCIPULADO - EBO CURITIBA 2015
 
Os 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito SantoOs 9 dons do Espírito Santo
Os 9 dons do Espírito Santo
 
Treinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASDTreinamento Diáconos IASD
Treinamento Diáconos IASD
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
 
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
 
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisEducação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
 
Obreiro aprovado
Obreiro aprovadoObreiro aprovado
Obreiro aprovado
 

Destaque

Os cinco tipos de Fofoqueiros.
Os cinco tipos de Fofoqueiros.Os cinco tipos de Fofoqueiros.
Os cinco tipos de Fofoqueiros.
Rodrigo Mendonça
 
Fofoca 1mxeerj
Fofoca 1mxeerjFofoca 1mxeerj
Fofoca 1mxeerj
Nayara Alencar
 
Descubra oito maneiras de fazer fofoca
Descubra oito maneiras de fazer fofocaDescubra oito maneiras de fazer fofoca
Descubra oito maneiras de fazer fofoca
Juraci Rocha
 
A maledicencia
A maledicenciaA maledicencia
Maledicência
MaledicênciaMaledicência
Maledicência
Victor Passos
 
Fofoca - RH
Fofoca - RHFofoca - RH
Fofoca - RH
Fernando Salles
 
15 04 2016 A FOFOCA E O PRECONTEITO
15 04 2016   A FOFOCA E O PRECONTEITO15 04 2016   A FOFOCA E O PRECONTEITO
15 04 2016 A FOFOCA E O PRECONTEITO
Lar Irmã Zarabatana
 
Maledicencia e fofoca
Maledicencia e fofocaMaledicencia e fofoca
Maledicencia e fofoca
Dagmar Wendt
 
Roteiro 1 influência dos espíritos
Roteiro 1   influência dos espíritosRoteiro 1   influência dos espíritos
Roteiro 1 influência dos espíritos
Bruno Cechinel Filho
 
A maledicência
A maledicênciaA maledicência
A maledicência
Daniel Junior
 
Fofocas, Mentiras E Palavras Ofensivas
Fofocas, Mentiras E Palavras OfensivasFofocas, Mentiras E Palavras Ofensivas
Fofocas, Mentiras E Palavras Ofensivas
Clube de Lideres Online
 
As tres peneiras
As tres peneirasAs tres peneiras
As tres peneiras
lifeassis1
 
Toc Espiritismo
Toc EspiritismoToc Espiritismo
Toc Espiritismo
Nelson Soares
 
Slide malecidência preparada pela ulmara
Slide malecidência   preparada pela ulmaraSlide malecidência   preparada pela ulmara
Slide malecidência preparada pela ulmara
bonattinho
 
O servo de Deus
O servo de DeusO servo de Deus
O servo de Deus
profsempre
 
PENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTEPENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTE
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
O Poder da Palavra
O Poder da PalavraO Poder da Palavra
O Poder da Palavra
Ricardo Azevedo
 
Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola DonminicalA FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
yosseph2013
 
O poder da língua
O poder da línguaO poder da língua
O poder da língua
Luciane Belchior
 

Destaque (20)

Os cinco tipos de Fofoqueiros.
Os cinco tipos de Fofoqueiros.Os cinco tipos de Fofoqueiros.
Os cinco tipos de Fofoqueiros.
 
Fofoca 1mxeerj
Fofoca 1mxeerjFofoca 1mxeerj
Fofoca 1mxeerj
 
Descubra oito maneiras de fazer fofoca
Descubra oito maneiras de fazer fofocaDescubra oito maneiras de fazer fofoca
Descubra oito maneiras de fazer fofoca
 
A maledicencia
A maledicenciaA maledicencia
A maledicencia
 
Maledicência
MaledicênciaMaledicência
Maledicência
 
Fofoca - RH
Fofoca - RHFofoca - RH
Fofoca - RH
 
15 04 2016 A FOFOCA E O PRECONTEITO
15 04 2016   A FOFOCA E O PRECONTEITO15 04 2016   A FOFOCA E O PRECONTEITO
15 04 2016 A FOFOCA E O PRECONTEITO
 
Maledicencia e fofoca
Maledicencia e fofocaMaledicencia e fofoca
Maledicencia e fofoca
 
Roteiro 1 influência dos espíritos
Roteiro 1   influência dos espíritosRoteiro 1   influência dos espíritos
Roteiro 1 influência dos espíritos
 
A maledicência
A maledicênciaA maledicência
A maledicência
 
Fofocas, Mentiras E Palavras Ofensivas
Fofocas, Mentiras E Palavras OfensivasFofocas, Mentiras E Palavras Ofensivas
Fofocas, Mentiras E Palavras Ofensivas
 
As tres peneiras
As tres peneirasAs tres peneiras
As tres peneiras
 
Toc Espiritismo
Toc EspiritismoToc Espiritismo
Toc Espiritismo
 
Slide malecidência preparada pela ulmara
Slide malecidência   preparada pela ulmaraSlide malecidência   preparada pela ulmara
Slide malecidência preparada pela ulmara
 
O servo de Deus
O servo de DeusO servo de Deus
O servo de Deus
 
PENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTEPENSAR POSITIVAMENTE
PENSAR POSITIVAMENTE
 
O Poder da Palavra
O Poder da PalavraO Poder da Palavra
O Poder da Palavra
 
Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)
 
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola DonminicalA FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR - Lição 06 – Escola Donminical
 
O poder da língua
O poder da línguaO poder da língua
O poder da língua
 

Semelhante a Fofoca

O perfil de um murmurador
O perfil de um murmuradorO perfil de um murmurador
O perfil de um murmurador
Instituto Teológico Gamaliel
 
As características de um murmurador
As características de um murmuradorAs características de um murmurador
As características de um murmurador
Instituto Teológico Gamaliel
 
Reconquiste sua família
Reconquiste sua famíliaReconquiste sua família
Reconquiste sua família
Mauro RS
 
Aprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansãoAprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansão
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Murmuradores
MurmuradoresMurmuradores
O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.
Antonio Fernandes
 
Boletim Outubro 2013
Boletim Outubro 2013Boletim Outubro 2013
Boletim Outubro 2013
willams
 
A Bíblia fala de bullying?
A Bíblia fala de bullying? A Bíblia fala de bullying?
A Bíblia fala de bullying?
Juraci Rocha
 
Aprendendo com os erros
Aprendendo com os errosAprendendo com os erros
Aprendendo com os erros
Ederson Cunha
 
Evangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho Perdido
Evangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho PerdidoEvangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho Perdido
Evangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho Perdido
ELIAS OMEGA
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
Antonio Rodrigues
 
O pecado é uma fraude
O pecado é uma fraudeO pecado é uma fraude
O pecado é uma fraude
Denivaldo Rufino
 
Violência retrato de uma sociedade sem deus
Violência   retrato de uma sociedade sem deusViolência   retrato de uma sociedade sem deus
Violência retrato de uma sociedade sem deus
adolescenteconnectado
 
A desintegração da famíla.atual
A desintegração da famíla.atualA desintegração da famíla.atual
A desintegração da famíla.atual
justinofilho
 
Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65
trabalho como autonomo
 
Roubar o coração dos homens
Roubar o coração dos homensRoubar o coração dos homens
Roubar o coração dos homens
Pastor Robson Colaço
 
Um inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistidoUm inimigo precisa ser resistido
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
Ailton da Silva
 
Lição 6 a infidelidade conjugal
Lição 6  a infidelidade conjugalLição 6  a infidelidade conjugal
Lição 6 a infidelidade conjugal
Silas Rodrigues
 
Viver às custas dos pecados alheios.pdf
Viver às custas dos pecados alheios.pdfViver às custas dos pecados alheios.pdf
Viver às custas dos pecados alheios.pdf
Pastor Robson Colaço
 

Semelhante a Fofoca (20)

O perfil de um murmurador
O perfil de um murmuradorO perfil de um murmurador
O perfil de um murmurador
 
As características de um murmurador
As características de um murmuradorAs características de um murmurador
As características de um murmurador
 
Reconquiste sua família
Reconquiste sua famíliaReconquiste sua família
Reconquiste sua família
 
Aprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansãoAprendendo com os erros de sansão
Aprendendo com os erros de sansão
 
Murmuradores
MurmuradoresMurmuradores
Murmuradores
 
O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.
 
Boletim Outubro 2013
Boletim Outubro 2013Boletim Outubro 2013
Boletim Outubro 2013
 
A Bíblia fala de bullying?
A Bíblia fala de bullying? A Bíblia fala de bullying?
A Bíblia fala de bullying?
 
Aprendendo com os erros
Aprendendo com os errosAprendendo com os erros
Aprendendo com os erros
 
Evangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho Perdido
Evangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho PerdidoEvangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho Perdido
Evangelho perdido-Existe uma GUERRA a qual você é o PRÊMIO! _ Evangelho Perdido
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
 
O pecado é uma fraude
O pecado é uma fraudeO pecado é uma fraude
O pecado é uma fraude
 
Violência retrato de uma sociedade sem deus
Violência   retrato de uma sociedade sem deusViolência   retrato de uma sociedade sem deus
Violência retrato de uma sociedade sem deus
 
A desintegração da famíla.atual
A desintegração da famíla.atualA desintegração da famíla.atual
A desintegração da famíla.atual
 
Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65Jormi - Jornal Missionário n° 65
Jormi - Jornal Missionário n° 65
 
Roubar o coração dos homens
Roubar o coração dos homensRoubar o coração dos homens
Roubar o coração dos homens
 
Um inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistidoUm inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistido
 
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
 
Lição 6 a infidelidade conjugal
Lição 6  a infidelidade conjugalLição 6  a infidelidade conjugal
Lição 6 a infidelidade conjugal
 
Viver às custas dos pecados alheios.pdf
Viver às custas dos pecados alheios.pdfViver às custas dos pecados alheios.pdf
Viver às custas dos pecados alheios.pdf
 

Último

Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 

Último (20)

Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 

Fofoca

  • 1. UM INIMIGO PERIGOSO Quem será ele? É Satanás? São as drogas? É o tráfico? É a violência? São os sequestradores? É a prostituição? São as leis estranhas no congresso nacional? São os Políticos?
  • 2. Este inimigo é diferente. Nós o enfrentamos o tempo todo e podemos ser usados por ele Mora numa caverna misteriosa chamada boca Está protegido por uma muralha chamada dentes Aguardando o momento certo de dar o bote. Cuidado... Esse inimigo pode estar te controlando.
  • 3. Já sabe quem é esse inimigo perigoso? Não? Aí está ele, ou ela: a Língua. Parece inofensiva, mas....
  • 4. Pode causar grandes estragos dependendo da forma que ela é usada Leiamos Tiago 3.1-12:
  • 5. Um dos maiores problemas hoje, no tocante a língua é sem dúvidas a maledicência, vulgo, “fofoca”, que tem causado muitos males ao mundo. Algumas considerações sobre a fofoca, que nos servem de alerta: A língua está carregada de veneno mortífero Tiago 1.8
  • 6.
  • 7. Por causa da fofoca : Casais se separam Há homicídios Famílias estão divididas Uma guerra está sendo travada nas igrejas Pessoas entram em depressão Amigos rompem laços de amizades A reputação das pessoas é prejudicada Ministérios são destruídos O ódio é incitado Demissões injustas acontecem Há infidelidade Há desconfiança
  • 8. Tiago nos recomenda dominarmos nossa língua e assim dominaremos todo o nosso corpo. (v. 2) Mas quando a língua não é domada, quais os males que ela pode causar à luz da Palavra de Deus?
  • 9. COLOCA A VIDA DAS PESSOAS EM RISCO (I Samuel 22.9-19) Oitenta e cinco sacerdotes do Senhor foram mortos pela fofoca de um homem chamado Doegue, o Edomita. A fofoca pode trazer morte. Já vi pessoas matarem e morrerem por causa do pecado da língua.
  • 10. PREJUDICA A COMUNHÃO COM DEUS (Tiago 4.11 e 12) A língua venenosa nos desqualifica para estarmos em comunhão com Deus. Se falamos mal uns dos outros nos equiparamos a Deus como juiz, e não cumprimos com a lei de Deus, e se não cumprimos com a lei de Deus nos tornamos “melhores do que os outros”. Precisamos cuidar do nosso altar
  • 11. PREJUDICA A PRÓPRIA IMAGEM (Provérbios 25.9,10) O mexeriqueiro não é digno de confiança, e mais cedo ou mais tarde ele se destacará no meio das pessoas como intrigueiro, mentiroso, e será taxado como fofoqueiro pelo resto de sua vida. Conheço pessoas assim. São conhecidas não pelo tamanho do coração, mas pelo comprimento da língua.
  • 12. PREJUDICA NOSSA COMUNHÃO COM AS PESSOAS. (Provérbios 20.19) A Bíblia ordena que nos afastemos dos fofoqueiros. O fofoqueiro perde a comunhão pois como medida corretiva, Deus ordena que ele seja evitado. E isso acaba com a comunhão no meio da igreja. Uma hora dessas o fofoqueiro, sem lugar na igreja, por que todos vão fugir dele, migrará para outra igreja, para levar lutas para a pobre igreja.
  • 13. TRAZ DEMAGOGIA ECLESIÁSTICA PARA DENTRO DA IGREJA (Tiago 1.26) Vive uma religião morta, vazia, sem fruto. Ele até defende a igreja, mas da forma errada. Ele até quer ver a igreja avançando, mas não acorda e não percebe que ele pode ser uma das causas para a estagnação espiritual e numérica na sua igreja. Ele enxerga o cisco no olho de seus irmãos mas não vê um galho de árvore no seu. Supõe ser religioso, mas se engana, pois não refreia sua língua, e quem não consegue refrear sua língua não refreia o corpo. Por isso é que acontece todos os dias assassinatos, ofensas, brigas corporais, roubos, sequestros, adultérios, e isso não poderia acontecer no meio do povo de Deus.
  • 14. VIVE OSCILANDO E TRAZENDO MALES PARA AS PESSOAS (Tiago 3. 9-12) Ele canta, louva, prega, serve a Deus na igreja, fala sobre as almas que precisam ser salvas mas vive envenenando com sua língua mortífera as almas que já estão salvas dentro da igreja. Ele consegue enganar a muitos, que olham e pensam: “que crente fiel”, “que exemplo”, “que pessoa santa”, mas depois se revela destilando seu veneno. Fala mal da igreja, das pessoas, do pastor, dos presbíteros, da liderança da igreja fala mal até mesmo da própria família. Ele bendiz e amaldiçoa, adoça e amarga ao mesmo tempo. Ainda não converteu e seu coração está misturado com coisas boas e ruins, mas as ruins estão prevalecendo. Ninguém bebe água limpa misturada com água suja. Mas o fofoqueiro sim. Como vencer a fofoca?
  • 15. A resposta de Deus para a fofoca está nos versículos 13 a 18. Mas isso não implica que a igreja não deva tratar das fofocas. A igreja, a liderança, pastores, conselhos e demais líderes estão habilitados por Deus para corrigir. Onde não há disciplina o povo se corrompe. Por mais que amemos as pessoas, corrigir também é amar (2 Timóteo 3.14-17).