SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Anderson Cavalcante Andrea Venzke Camila Feitosa Diogo Torquato José Carneiro Rafael Coelho
1858  –  1941  O Petróleo no Brasil 1953  – Presidente Getúlio Vargas -  Lei intensa 2004, que estabeleceu o monopólio estatal da pesquisa e lavra, refino e transporte do petróleo e seus derivados.  Criou a Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras.  1963  – Monopólio no petróleo brasileiro foi ampliado, abraçando também as atividades de importação e exportação de petróleo e seus derivados.  1997  – Brasil no seleto grupo – 16  Países com mais de um milhão de barris/dia. 1997  – Lei n º 9.478  Atividades da indústria petrolífera à iniciativa privada. 1997  – ANP -  Agência Nacional do Petróleo (ANP), encarregada de regular, contratar e fiscalizar as atividades do setor;  Petrobras - livre competição, ampliando novas perspectivas de negócios e tendo maior autonomia empresarial.  História do Petróleo no Brasil
Concorrentes ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Maiores Exportadores de petróleo Maiores  Importadores de petróleo Exportadores / Importadores 1. Arábia Saudita (OPEP) 8,6 2. Rússia 6,5 3. Noruega  2,5 4. Irã (OPEP) 2,5 5. Emirados Árabes Unidos (OPEP) 2,5 6. Venezuela (OPEP) 2,2 7. Kuwait (OPEP) 2,1 8. Nigéria (OPEP) 2,1 9. Algéria (OPEP) 1,8 10. México  1,6 11. Líbia  (OPEP) 1,5 12. Iraque (OPEP) 1,4 13. Argélia (OPEP) 1,3 14. Cazaquistão 1,1 15. Canadá 1,0 1.   Estados Unidos 12,2 2.   Japão 5,0 3.   República Popular da China 3,4 4.   Alemanha 2,4 5.   Coreia do Sul 2,1 6.   França 1,8 7.   Índia 1,6 8.   Itália 1,5 9.   Espanha 1,5 10. Taiwan 0,942 11.   Países Baixos 0,936 12.   Singapura 0,787 13.   Tailândia 0,606 14.   Turquia 0,576 15.   Bélgica 0,546
Fonte: Relatório anual Petrobrás, 2008/atualizado 2009
Camada pré-sal -  faixa de 800  Km entre ES e SC. 3  bacias sedimentares (Espírito Santo, Campos e Santos). Fonte: Relatório anual Petrobrás, 2008/atualizado 2009
[object Object],[object Object],Atuação Internacional da Petrobrás  Visão Geral Fonte: Relatório anual Petrobrás, 2008/atualizado 2009 Houston Col ô mbia Argentina Angola Reino Unido EUA BRA Z IL Bol í via Rio de Janeiro Nig é ria Venezuela Equador Peru México Tanzânia Irã China Japão New York Urugua i L íbi a Turquia Cingapura Paraguai Moçambique Senegal Paquistão Portugal Índia Chile E&P COMERCIALIZAÇÃO SEDE ABASTECIMENTO G ÁS  &  ENERGIA ESCRITÓRIO DE REPRESENTAÇÃO
Evolução Financeira Desempenho 2008 ,[object Object],[object Object],A agressiva revisão do Plano de Negócios da Petrobras para o período de 2009-2013 não foi bem digerida pela maior parcela dos especialistas Espera-se reação negativa das ações “ A geração de caixa está caindo“- Equipe de análise do Citi e da Link. Ativa  - plano ousado. Difícil execução. Financiamento -  O Unibanco, lado político. BNDES. Outro lado Banif  -  Aumento - Dobrar sua capacidade em 2015". Merrill Lynch – Petrobras.  Uma das maiores petrolíferas no início de 2015.  Projeto – Investimento de  US$ 174,4 bilhões 2009/2013. 2008 a 2012 indicava US$ 112,4 bilhões.  Plano de Negócios  -  período de 2009-2013
65,1 29,6 6,7 4,3 2,6 2,6 Plano de Investimentos  Distribuição por Segmento de Negócio Período  2008-12 US$ 112,4 bilhões  E&P RTC G&E Petroquímica Distribuição Corporativo Biocombustível 1,5 ,[object Object],97,4 15,0 ,[object Object],[object Object],Fonte: Relatório anual Petrobrás, 2008/atualizado 2009
Valor de Mercado ,[object Object],[object Object],[object Object],Desempenho 2008 Expectativa 2009 ,[object Object]
Análise SWOT ANÁLISE INTERNA ANÁLISE EXTERNA Presente Futuro PONTOS FORTES OPORTUNIDADES ANÁLISE INTERNA ANÁLISE EXTERNA Presente Futuro PONTOS FRACOS AMEAÇAS
Estrutura Organizacional – Desenho Divisional
Estratégia Corporativa Desenvolver e liderar o mercado brasileiro de gás natural e atuar de forma integrada nos mercados de gás e energia elétrica com foco na  América do Sul Expandir a atuação integrada em refino, comercialização, logística e  distribuição com foco na Bacia do Atlântico Atuar, globalmente, na  comercialização e logística de biocombustíveis, liderando a produção nacional de biodiesel e ampliando a participação no negócio de etanol Ampliar a atuação em petroquímica no Brasil e na América do Sul, de forma integrada com os demais negócios  do Sistema PETROBRAS Crescer produção  e reservas de petróleo e gás, de forma sustentável, e ser reconhecida pela  excelência na atuação em E&P Ampliar a atuação  nos mercados-alvo de petróleo, derivados, petroquímico,  gás e energia, biocombustíveis e distribuição,  sendo referência mundial como uma empresa integrada de energia Comprometimento com o desenvolvimento sustentável Gás & Energia E&P Downstream (RTC) Distribuição Petroquímica Biocombustíveis Excelência operacional, em gestão, recursos humanos e  tecnologia Crescimento Integrado Rentabilidade Responsabilidade Social e Ambiental Estratégia Corporativa Estratégias por Segmento de Negócio
Visão 2020 e Missão  VISÃO 2020 Seremos uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida pelos nossos públicos de interesse MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social  e ambiental, nos mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e  serviços adequados às necessidades dos  clientes  e  contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua.
O Plano destaca a atuação com excelência operacional, em gestão, recursos humanos e tecnologia de acordo com as seguintes estratégias: Plano Estratégico Petrobrás 2020  •  Exploração e Produção •  Downstream e distribuição •  Petroquímica •  Gás e Energia •  Biocombustíveis
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Influências.
DESAFIO: Tomada de decisão em ambiente de incertezas
Aspectos centrais na PEST Analysis   -  Opiniões de especialistas Influência sobre estratégia 1 a 5 ( Menor – Maior ) – Macro ambiente Político –  De 2 para 4 Econômico – De 1 para 3 ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Socio-Cultural – De 1 para 3 Tecnológico – De 1 para 3 ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Analise Setorial Os novos entrantes Produtos Substitutos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Fornecedores Compradores ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Vantagens competitivas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Estratégia – Escola Empreendedora
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Conclusão
Dúvidas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 02 a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiais
Aula 02   a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiaisAula 02   a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiais
Aula 02 a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiais
Julyanne Rodrigues
 
Cinética e equilíbrio químico
Cinética e equilíbrio químicoCinética e equilíbrio químico
Cinética e equilíbrio químico
Marilena Meira
 
Pegada ecológica
Pegada ecológicaPegada ecológica
Pegada ecológica
zeopas
 
Processos industrias x impactos ambientais
Processos industrias x impactos ambientaisProcessos industrias x impactos ambientais
Processos industrias x impactos ambientais
Jasmim Dias
 
A prática dos 3 rs com eletrônicos
A prática dos 3 rs com eletrônicosA prática dos 3 rs com eletrônicos
A prática dos 3 rs com eletrônicos
Mirieli Zanetti
 
Produção e consumo dos combustíveis fosseis
Produção e consumo dos combustíveis fosseisProdução e consumo dos combustíveis fosseis
Produção e consumo dos combustíveis fosseis
Professor
 
Escassez De Agua
Escassez De AguaEscassez De Agua
Escassez De Agua
sandrabio
 

Mais procurados (20)

Carvão mineral e vegetal
Carvão mineral e vegetalCarvão mineral e vegetal
Carvão mineral e vegetal
 
Energia Eólica - Cenário no Brasil
Energia Eólica  - Cenário no BrasilEnergia Eólica  - Cenário no Brasil
Energia Eólica - Cenário no Brasil
 
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 1)
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 1)Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 1)
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 1)
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Trabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de cursoTrabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de curso
 
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
 
Aula 02 a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiais
Aula 02   a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiaisAula 02   a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiais
Aula 02 a política nacional de resíduos sólidos e a reciclagem de materiais
 
Cinética e equilíbrio químico
Cinética e equilíbrio químicoCinética e equilíbrio químico
Cinética e equilíbrio químico
 
A tecnologia: Possibilidades e desafios para o meio ambiente natural.
A tecnologia: Possibilidades e desafios para o meio ambiente natural.A tecnologia: Possibilidades e desafios para o meio ambiente natural.
A tecnologia: Possibilidades e desafios para o meio ambiente natural.
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Pegada ecológica
Pegada ecológicaPegada ecológica
Pegada ecológica
 
Processos industrias x impactos ambientais
Processos industrias x impactos ambientaisProcessos industrias x impactos ambientais
Processos industrias x impactos ambientais
 
A prática dos 3 rs com eletrônicos
A prática dos 3 rs com eletrônicosA prática dos 3 rs com eletrônicos
A prática dos 3 rs com eletrônicos
 
Apresentação energia eólica x
Apresentação energia eólica xApresentação energia eólica x
Apresentação energia eólica x
 
Meio ambiente e suas influência em nossas vidas!
Meio ambiente e suas influência em nossas vidas!Meio ambiente e suas influência em nossas vidas!
Meio ambiente e suas influência em nossas vidas!
 
Produção e consumo dos combustíveis fosseis
Produção e consumo dos combustíveis fosseisProdução e consumo dos combustíveis fosseis
Produção e consumo dos combustíveis fosseis
 
O Bioma Caatinga
O Bioma Caatinga O Bioma Caatinga
O Bioma Caatinga
 
Escassez De Agua
Escassez De AguaEscassez De Agua
Escassez De Agua
 

Semelhante a Estratégia de Negócio - Petrobras

Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010
Petrobras
 
Clube Militar Marco Regulatório V
Clube  Militar    Marco  Regulatório    VClube  Militar    Marco  Regulatório    V
Clube Militar Marco Regulatório V
FatoseDados
 

Semelhante a Estratégia de Negócio - Petrobras (20)

Os desafios do Brasil na próxima década
Os desafios do Brasil na próxima década Os desafios do Brasil na próxima década
Os desafios do Brasil na próxima década
 
Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010Relatório de Sustentabilidade 2010
Relatório de Sustentabilidade 2010
 
Apres Camara270509
Apres Camara270509Apres Camara270509
Apres Camara270509
 
Rede Petro Brasil - A Rede das Redes Petro
Rede Petro Brasil - A Rede das Redes PetroRede Petro Brasil - A Rede das Redes Petro
Rede Petro Brasil - A Rede das Redes Petro
 
Petrobras produção do conhecimento internacionalização de empresas
Petrobras   produção do conhecimento internacionalização de empresasPetrobras   produção do conhecimento internacionalização de empresas
Petrobras produção do conhecimento internacionalização de empresas
 
Palestra do engº Ricardo Maranhão - petróleo, petrobrás, tecnologia e sobera...
Palestra do  engº Ricardo Maranhão - petróleo, petrobrás, tecnologia e sobera...Palestra do  engº Ricardo Maranhão - petróleo, petrobrás, tecnologia e sobera...
Palestra do engº Ricardo Maranhão - petróleo, petrobrás, tecnologia e sobera...
 
Apresentação do ex-presidente do BNDES Demian Fiocca
Apresentação do ex-presidente do BNDES Demian FioccaApresentação do ex-presidente do BNDES Demian Fiocca
Apresentação do ex-presidente do BNDES Demian Fiocca
 
Apresentação do ex-presidente do BNDES Demian Fiocca
Apresentação do ex-presidente do BNDES Demian FioccaApresentação do ex-presidente do BNDES Demian Fiocca
Apresentação do ex-presidente do BNDES Demian Fiocca
 
Apresentação da presidenta da Petrobras, Graça Foster, na Comissões de Assunt...
Apresentação da presidenta da Petrobras, Graça Foster, na Comissões de Assunt...Apresentação da presidenta da Petrobras, Graça Foster, na Comissões de Assunt...
Apresentação da presidenta da Petrobras, Graça Foster, na Comissões de Assunt...
 
Apresentação no Instituto Ethos sobre o pré sal
Apresentação no Instituto Ethos sobre o pré salApresentação no Instituto Ethos sobre o pré sal
Apresentação no Instituto Ethos sobre o pré sal
 
O futuro da petrobras em jogo
O futuro da petrobras em jogoO futuro da petrobras em jogo
O futuro da petrobras em jogo
 
Panorama 2013
Panorama 2013Panorama 2013
Panorama 2013
 
Clube Militar Marco Regulatório V
Clube  Militar    Marco  Regulatório    VClube  Militar    Marco  Regulatório    V
Clube Militar Marco Regulatório V
 
Balanço Gestão
Balanço Gestão Balanço Gestão
Balanço Gestão
 
Organizações Reguladoras dos Principais Países Produtores de Petróleo e Gás N...
Organizações Reguladoras dos Principais Países Produtores de Petróleo e Gás N...Organizações Reguladoras dos Principais Países Produtores de Petróleo e Gás N...
Organizações Reguladoras dos Principais Países Produtores de Petróleo e Gás N...
 
J.gabrieli
J.gabrieliJ.gabrieli
J.gabrieli
 
Petrobras_Maranhao.pptx
Petrobras_Maranhao.pptxPetrobras_Maranhao.pptx
Petrobras_Maranhao.pptx
 
Apresentação SPEtro 17-10-2017
Apresentação SPEtro 17-10-2017Apresentação SPEtro 17-10-2017
Apresentação SPEtro 17-10-2017
 
Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
Plano Estratégico 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014-2018
 
SLK Óleo e Gás - Trabalho MBA - Relacionamento com Investidores
SLK Óleo e Gás - Trabalho MBA - Relacionamento com InvestidoresSLK Óleo e Gás - Trabalho MBA - Relacionamento com Investidores
SLK Óleo e Gás - Trabalho MBA - Relacionamento com Investidores
 

Estratégia de Negócio - Petrobras

  • 1. Anderson Cavalcante Andrea Venzke Camila Feitosa Diogo Torquato José Carneiro Rafael Coelho
  • 2. 1858 – 1941 O Petróleo no Brasil 1953 – Presidente Getúlio Vargas - Lei intensa 2004, que estabeleceu o monopólio estatal da pesquisa e lavra, refino e transporte do petróleo e seus derivados. Criou a Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobras. 1963 – Monopólio no petróleo brasileiro foi ampliado, abraçando também as atividades de importação e exportação de petróleo e seus derivados. 1997 – Brasil no seleto grupo – 16 Países com mais de um milhão de barris/dia. 1997 – Lei n º 9.478 Atividades da indústria petrolífera à iniciativa privada. 1997 – ANP - Agência Nacional do Petróleo (ANP), encarregada de regular, contratar e fiscalizar as atividades do setor; Petrobras - livre competição, ampliando novas perspectivas de negócios e tendo maior autonomia empresarial. História do Petróleo no Brasil
  • 3.
  • 4. Maiores Exportadores de petróleo Maiores Importadores de petróleo Exportadores / Importadores 1. Arábia Saudita (OPEP) 8,6 2. Rússia 6,5 3. Noruega 2,5 4. Irã (OPEP) 2,5 5. Emirados Árabes Unidos (OPEP) 2,5 6. Venezuela (OPEP) 2,2 7. Kuwait (OPEP) 2,1 8. Nigéria (OPEP) 2,1 9. Algéria (OPEP) 1,8 10. México 1,6 11. Líbia (OPEP) 1,5 12. Iraque (OPEP) 1,4 13. Argélia (OPEP) 1,3 14. Cazaquistão 1,1 15. Canadá 1,0 1.   Estados Unidos 12,2 2.   Japão 5,0 3.   República Popular da China 3,4 4.   Alemanha 2,4 5.   Coreia do Sul 2,1 6.   França 1,8 7.   Índia 1,6 8.   Itália 1,5 9.   Espanha 1,5 10. Taiwan 0,942 11.   Países Baixos 0,936 12.   Singapura 0,787 13.   Tailândia 0,606 14.   Turquia 0,576 15.   Bélgica 0,546
  • 5. Fonte: Relatório anual Petrobrás, 2008/atualizado 2009
  • 6. Camada pré-sal - faixa de 800 Km entre ES e SC. 3 bacias sedimentares (Espírito Santo, Campos e Santos). Fonte: Relatório anual Petrobrás, 2008/atualizado 2009
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Análise SWOT ANÁLISE INTERNA ANÁLISE EXTERNA Presente Futuro PONTOS FORTES OPORTUNIDADES ANÁLISE INTERNA ANÁLISE EXTERNA Presente Futuro PONTOS FRACOS AMEAÇAS
  • 12. Estrutura Organizacional – Desenho Divisional
  • 13. Estratégia Corporativa Desenvolver e liderar o mercado brasileiro de gás natural e atuar de forma integrada nos mercados de gás e energia elétrica com foco na América do Sul Expandir a atuação integrada em refino, comercialização, logística e distribuição com foco na Bacia do Atlântico Atuar, globalmente, na comercialização e logística de biocombustíveis, liderando a produção nacional de biodiesel e ampliando a participação no negócio de etanol Ampliar a atuação em petroquímica no Brasil e na América do Sul, de forma integrada com os demais negócios do Sistema PETROBRAS Crescer produção e reservas de petróleo e gás, de forma sustentável, e ser reconhecida pela excelência na atuação em E&P Ampliar a atuação nos mercados-alvo de petróleo, derivados, petroquímico, gás e energia, biocombustíveis e distribuição, sendo referência mundial como uma empresa integrada de energia Comprometimento com o desenvolvimento sustentável Gás & Energia E&P Downstream (RTC) Distribuição Petroquímica Biocombustíveis Excelência operacional, em gestão, recursos humanos e tecnologia Crescimento Integrado Rentabilidade Responsabilidade Social e Ambiental Estratégia Corporativa Estratégias por Segmento de Negócio
  • 14. Visão 2020 e Missão VISÃO 2020 Seremos uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida pelos nossos públicos de interesse MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades dos clientes e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua.
  • 15. O Plano destaca a atuação com excelência operacional, em gestão, recursos humanos e tecnologia de acordo com as seguintes estratégias: Plano Estratégico Petrobrás 2020 • Exploração e Produção • Downstream e distribuição • Petroquímica • Gás e Energia • Biocombustíveis
  • 16.
  • 17. DESAFIO: Tomada de decisão em ambiente de incertezas
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.