SlideShare uma empresa Scribd logo
PERSONALIZAÇÃO DA TELEVISÃO:
   HISTÓRIA E PERSPECTIVAS
 JOÃO CORREIA - JOSÉ GUILHERME MARQUES - PAULO CALHAU - PEDRO AMORIM - RITA MONIZ
televisão interactiva
contextualização histórica
televisão interactiva
contextualização histórica



os primórdios - fotografia

Niépce (1826)


E. Muybrigde (c. 1890)
televisão interactiva
contextualização histórica



os primórdios - cinema

Lumiére (1895)


Mélies (1902)
televisão interactiva
contextualização histórica




televisão

início da emissões regulares
pela BBC (1936) 


democratização do aparelho
televisivo (anos 50)
televisão interactiva
contextualização histórica




televisão interactiva
arranque tímido


Winky Dinky and You
(1953) 


Celfax (anos 70)
televisão interactiva
contextualização histórica




televisão interactiva
desenvolvimento


Qube (1977) 


Hugo (anos 90)
perspectivas de mudança no consumo de conteúdos
televisivos
hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0
perspectivas de mudança no consumo de conteúdos
televisivos
hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0




espectadores encontram-se “perdidos” devidos ao excesso de
programação e outros (ex: VOD) a todo o momento disponíveis

na web existe o mesmo problema: excesso de conteúdos e dificuldade
em encontrar facilmente o que se quer ver

necessidade de existência de sistemas de recomendação que
“indiquem” ao utilizador o que este quer ver
perspectivas de mudança no consumo de conteúdos
televisivos
hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0



Em 2004 surge a Web 2.0 

Novas plataformas que permitem uma maior interacção

 Dar a conhecer ao espectador uma nova forma de assistir a
conteúdos AV

Maior dinâmica e interacção
perspectivas de mudança no consumo de conteúdos
televisivos
hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0


                                      subscrições de canais

                                      recomendações baseadas
                                      naquilo que o utilizador tem por
                                      hábito assistir

                                      recomendações baseadas no
                                      que os contactos gostaram de
                                      assistir (possibilidade de
                                      interacção com redes sociais)
perspectivas de mudança no consumo de conteúdos
televisivos
hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0




Youtube surgiu em 2005, pouco tempo depois do início da Web 2.0, e conta
agora com 2 bilhões de visitas diárias (Fonte: Veja)  

Democratização do acesso a conteúdos AV

Precursor do caminho que a TV convencional deve seguir
acesso personalizado a conteúdos televisivos
acesso personalizado a conteúdos televisivos




comunicação massificada

comunicação segmentada
comunicação personalizada

                                  interactividade
                                  utilizador - aparelho
acesso personalizado a conteúdos televisivos




                                                 iTV




comunicação personalizada

                                  interactividade
                                  utilizador - aparelho
acesso personalizado a conteúdos televisivos




mais que uma programação                           iTV
utilizador activo produtor de imagens e conteúdo

vizualização de diferentes conteúdos

tecnologias PVR, VOD, Set-Top Box
acesso personalizado a conteúdos televisivos



porquê?

interactividade

retorno das tendências do utilizador
perfil de utilizador
focalização de conteúdos
acesso personalizado a conteúdos televisivos



o que falta implementar?
base tecnológica e conceptual bem organizada

maior e melhor aproximação junto dos consumidores
(e seus comportamentos)
sistemas de personalização
sistemas de personalização



Filtragem de conteúdos, baseado nas preferências do utilizador

Ciências da computação e Web

Adaptar estes sistemas de acordo com os hábitos de visualização de televisão 

         sistemas baseados em contexto
         (Context-Aware)

         sistemas baseados em recomendações
         (Recommender Systems)
sistemas de personalização



sistemas baseados em contextos (Context-Aware)

ideia de contextos
recursos computacionais que se adaptem ao comportamento humano
não intrusivo 
tem em conta o meio que rodeia o utilizador
descartar interacções "fora do contexto" (noise-preferences)

contexto infra-estrutura, contexto do sistema, contexto de domínio 
nível interno do sistema, relações semânticas entre os dispositivos
sistemas de personalização



sistemas baseados em contextos (Context-Aware)

contexto de ambiente (localização, luminosidade, temperatura, etc.)
proposta melhoria do modelo TV-Anytime Forum (Rudinei Goularte, 2003)
histórico dos utilizadores
descrições detalhadas dos conteúdos agregando fluxos de tansmissão vídeo
baseados em MPEG-4 MPEG-7
computacionalmente pesado
sistemas de personalização



sistemas baseados em recomendações (Recommender Systems)

Amazon e Netflix (e-commerce)
aplicação do conceito em operadores de IPTV
organizar e sugerir conteúdos de acordo com preferências dos utilizadores
operador oferece melhor serviço - cliente mais satisfeito - maior número de
vendas

publicidade focalizada (Targeted Advertisement)
sistemas de personalização



                             exemplo de recomendação da
                             Amazon




                             exemplo de funcionamento para
                             IPTV da Content Wise
sistemas de personalização


Informação explícita
(classificações dos conteúdos pelos utilizadores)

fácil implementação; "leve" para o sistema MAS o
utilizador pode não estar interessado em participar
activamente

Ímplicita (processo invísivel ao utilizador)
complexos algoritmos

Recomendação baseada em conteúdos (análise
histórico do utilizador + meta-informação dos
conteúdos = conteúdos similiares)

Recomendações Colaborativas (inferência através
da análise de outros utilizadores)
sistemas de personalização


Content-Wise                  (já em fase de comercialização)

interface e organização da informação

2 horas após recomendação de um item: 17% aumento 

24 horas: 19,8%

7 dias: 24,7%

Aspecto negativo
Cold-Starts (ausência de histórico de novos utilizadores + ausência de ratings de novos itens)
perspectivas futuras
linhas actuais de investigação e rumos de futuro
perspectivas futuras
linhas actuais de investigação e rumos de futuro




modelo reactivo

modelo interactivo

desenvolvimento das funcionalidades interactivas e personalizáveis do
modelo interactivo
perspectivas futuras
linhas actuais de investigação e rumos de futuro




Rumo da iTV 

1 Edição de conteúdo

2 Partilha de conteúdo

3 Controlo de conteúdo
perspectivas futuras
linhas actuais de investigação e rumos de futuro




implementar novas funcionalidades em dispositivos distintos (características,
capacidades e modelos de negócios diferentes)

integração da experiência de visualização do conteúdo com as redes sociais
dos espectadores

sistemas que deverão ter em conta a comunicação síncrona e assíncrona,
verbal e não verbal, indicação de presença e actividade de espectadores com
interesses semelhantes
GRUPO A - CONTEÚDOS AV PARA NOVOS MEDIA - MCMMAVD - 22 10 2010
JOÃO CORREIA - JOSÉ GUILHERME MARQUES - PAULO CALHAU - PEDRO AMORIM - RITA MONIZ

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Receitas aproveitamento integral dos alimentos livreto
Receitas aproveitamento integral dos alimentos livretoReceitas aproveitamento integral dos alimentos livreto
Receitas aproveitamento integral dos alimentos livreto
quituteira quitutes
 
Resp violência gia
Resp violência giaResp violência gia
Resp violência gia
Msaude
 
Livro Olha O Olho Da Menina(2)
Livro Olha O Olho Da Menina(2)Livro Olha O Olho Da Menina(2)
Livro Olha O Olho Da Menina(2)
Eunice Morais
 
Satcatcher
SatcatcherSatcatcher
Satcatcher
TELE-satellite por
 
Spaun
SpaunSpaun
Edição dezembro 2009
Edição dezembro 2009Edição dezembro 2009
Edição dezembro 2009
cspego
 
Clasificaciones 17 3 2010
Clasificaciones 17 3 2010Clasificaciones 17 3 2010
Clasificaciones 17 3 2010cbzzaragoza
 
Planear a pesquisa
Planear a pesquisaPlanear a pesquisa
Planear a pesquisa
sandy
 
Tenow
TenowTenow
Clases 1
Clases 1Clases 1
Clases 1
solnaciente2013
 
Reinodasplantas 130731180649-phpapp01
Reinodasplantas 130731180649-phpapp01Reinodasplantas 130731180649-phpapp01
Reinodasplantas 130731180649-phpapp01
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Microsoft Word Trabalho Da Sessão 5
Microsoft  Word    Trabalho Da Sessão 5Microsoft  Word    Trabalho Da Sessão 5
Microsoft Word Trabalho Da Sessão 5
catiarodriguessousa
 
Decreto 5548 - Goiás Transparente
Decreto 5548 - Goiás TransparenteDecreto 5548 - Goiás Transparente
Decreto 5548 - Goiás Transparente
Marconi Ferreira Perillo Jr.
 
ReuniãO – Conselho Superior Facierc
ReuniãO – Conselho Superior FaciercReuniãO – Conselho Superior Facierc
ReuniãO – Conselho Superior Facierc
Thiago Francisco
 
Ciencias
CienciasCiencias
Trabajo para el lunes completo
Trabajo para el lunes completoTrabajo para el lunes completo
Trabajo para el lunes completo
duvan sebastian
 
Prepmap bc
Prepmap bcPrepmap bc
Prepmap bc
Marcelo Franco
 
Tarefa 5
Tarefa 5Tarefa 5
Global Invacom
Global InvacomGlobal Invacom
Global Invacom
TELE-satellite por
 
áLbum LouvorzãO
áLbum LouvorzãOáLbum LouvorzãO
áLbum LouvorzãO
Gisely20
 

Destaque (20)

Receitas aproveitamento integral dos alimentos livreto
Receitas aproveitamento integral dos alimentos livretoReceitas aproveitamento integral dos alimentos livreto
Receitas aproveitamento integral dos alimentos livreto
 
Resp violência gia
Resp violência giaResp violência gia
Resp violência gia
 
Livro Olha O Olho Da Menina(2)
Livro Olha O Olho Da Menina(2)Livro Olha O Olho Da Menina(2)
Livro Olha O Olho Da Menina(2)
 
Satcatcher
SatcatcherSatcatcher
Satcatcher
 
Spaun
SpaunSpaun
Spaun
 
Edição dezembro 2009
Edição dezembro 2009Edição dezembro 2009
Edição dezembro 2009
 
Clasificaciones 17 3 2010
Clasificaciones 17 3 2010Clasificaciones 17 3 2010
Clasificaciones 17 3 2010
 
Planear a pesquisa
Planear a pesquisaPlanear a pesquisa
Planear a pesquisa
 
Tenow
TenowTenow
Tenow
 
Clases 1
Clases 1Clases 1
Clases 1
 
Reinodasplantas 130731180649-phpapp01
Reinodasplantas 130731180649-phpapp01Reinodasplantas 130731180649-phpapp01
Reinodasplantas 130731180649-phpapp01
 
Microsoft Word Trabalho Da Sessão 5
Microsoft  Word    Trabalho Da Sessão 5Microsoft  Word    Trabalho Da Sessão 5
Microsoft Word Trabalho Da Sessão 5
 
Decreto 5548 - Goiás Transparente
Decreto 5548 - Goiás TransparenteDecreto 5548 - Goiás Transparente
Decreto 5548 - Goiás Transparente
 
ReuniãO – Conselho Superior Facierc
ReuniãO – Conselho Superior FaciercReuniãO – Conselho Superior Facierc
ReuniãO – Conselho Superior Facierc
 
Ciencias
CienciasCiencias
Ciencias
 
Trabajo para el lunes completo
Trabajo para el lunes completoTrabajo para el lunes completo
Trabajo para el lunes completo
 
Prepmap bc
Prepmap bcPrepmap bc
Prepmap bc
 
Tarefa 5
Tarefa 5Tarefa 5
Tarefa 5
 
Global Invacom
Global InvacomGlobal Invacom
Global Invacom
 
áLbum LouvorzãO
áLbum LouvorzãOáLbum LouvorzãO
áLbum LouvorzãO
 

Semelhante a Conteúdos AV para novos media

Plano de Investigação
Plano de InvestigaçãoPlano de Investigação
Plano de Investigação
Frederico Cerdeira
 
Projeto no tube
Projeto no tubeProjeto no tube
Projeto no tube
Izequiel Norões
 
Introdução à TV digital interativa
Introdução à TV digital interativaIntrodução à TV digital interativa
Introdução à TV digital interativa
Maurilio Alberone
 
“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...
“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...
“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...
Adriana Amaral
 
YouTube em Portugal - Resumo da Tese de Mestrado
YouTube em Portugal - Resumo da Tese de MestradoYouTube em Portugal - Resumo da Tese de Mestrado
YouTube em Portugal - Resumo da Tese de Mestrado
Joao Canais
 
Sistema de recomendação para tv digital portátil
Sistema de recomendação para tv digital portátilSistema de recomendação para tv digital portátil
Sistema de recomendação para tv digital portátil
Elaine Cecília Gatto
 
4 alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...
4  alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...4  alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...
4 alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...
claudio alfonso
 
Apresentação do plano de investigação
Apresentação do plano de investigaçãoApresentação do plano de investigação
Apresentação do plano de investigação
Bruno Teles
 
C409 m trabalho final
C409 m trabalho finalC409 m trabalho final
C409 m trabalho final
Professor Sérgio Duarte
 
Web 2.0 para bibliotecas
Web 2.0 para bibliotecasWeb 2.0 para bibliotecas
Web 2.0 para bibliotecas
leitmanuela
 
Social TV - Congresso ABTA 2010
Social TV - Congresso ABTA 2010Social TV - Congresso ABTA 2010
Social TV - Congresso ABTA 2010
Maurilio Alberone
 
Organizações Virtuais - 2º sem. 2012
Organizações Virtuais - 2º sem. 2012Organizações Virtuais - 2º sem. 2012
Organizações Virtuais - 2º sem. 2012
Mário Edson Morales Mendes
 
Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...
Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...
Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...
Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo
 
Comportamentos Sociais Av
Comportamentos Sociais AvComportamentos Sociais Av
Comportamentos Sociais Av
Cenarios Douro
 
Cibercultura e redes sociais - aula 01
Cibercultura e redes sociais - aula 01Cibercultura e redes sociais - aula 01
Cibercultura e redes sociais - aula 01
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008
Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008
Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008
Gustavo Fischer
 
Web 2.0 e Biblioteca 2.0
Web 2.0 e Biblioteca 2.0Web 2.0 e Biblioteca 2.0
Web 2.0 e Biblioteca 2.0
Julio dos Anjos
 
Apresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptx
Apresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptxApresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptx
Apresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptx
UNIFOR E UECE
 
Oeiras Biblioteca 2.0
Oeiras Biblioteca 2.0Oeiras Biblioteca 2.0
Oeiras Biblioteca 2.0
Maria José Amândio
 
Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...
Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...
Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...
recurty
 

Semelhante a Conteúdos AV para novos media (20)

Plano de Investigação
Plano de InvestigaçãoPlano de Investigação
Plano de Investigação
 
Projeto no tube
Projeto no tubeProjeto no tube
Projeto no tube
 
Introdução à TV digital interativa
Introdução à TV digital interativaIntrodução à TV digital interativa
Introdução à TV digital interativa
 
“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...
“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...
“I´m Watching!”: Consumo cultural e experiências de vinculações audiovisuais ...
 
YouTube em Portugal - Resumo da Tese de Mestrado
YouTube em Portugal - Resumo da Tese de MestradoYouTube em Portugal - Resumo da Tese de Mestrado
YouTube em Portugal - Resumo da Tese de Mestrado
 
Sistema de recomendação para tv digital portátil
Sistema de recomendação para tv digital portátilSistema de recomendação para tv digital portátil
Sistema de recomendação para tv digital portátil
 
4 alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...
4  alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...4  alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...
4 alexandre pacheco - apresentação - rastreamento de dados pessoais e acesso...
 
Apresentação do plano de investigação
Apresentação do plano de investigaçãoApresentação do plano de investigação
Apresentação do plano de investigação
 
C409 m trabalho final
C409 m trabalho finalC409 m trabalho final
C409 m trabalho final
 
Web 2.0 para bibliotecas
Web 2.0 para bibliotecasWeb 2.0 para bibliotecas
Web 2.0 para bibliotecas
 
Social TV - Congresso ABTA 2010
Social TV - Congresso ABTA 2010Social TV - Congresso ABTA 2010
Social TV - Congresso ABTA 2010
 
Organizações Virtuais - 2º sem. 2012
Organizações Virtuais - 2º sem. 2012Organizações Virtuais - 2º sem. 2012
Organizações Virtuais - 2º sem. 2012
 
Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...
Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...
Artigo "Radiojornalismo em apps: potencialidades, rupturas e continuidades em...
 
Comportamentos Sociais Av
Comportamentos Sociais AvComportamentos Sociais Av
Comportamentos Sociais Av
 
Cibercultura e redes sociais - aula 01
Cibercultura e redes sociais - aula 01Cibercultura e redes sociais - aula 01
Cibercultura e redes sociais - aula 01
 
Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008
Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008
Apresentacao tese de doutorado - Prof. Gustavo Daudt Fischer - dezembro de 2008
 
Web 2.0 e Biblioteca 2.0
Web 2.0 e Biblioteca 2.0Web 2.0 e Biblioteca 2.0
Web 2.0 e Biblioteca 2.0
 
Apresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptx
Apresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptxApresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptx
Apresentacao portfolio-luqs-2012-quixada.pptx
 
Oeiras Biblioteca 2.0
Oeiras Biblioteca 2.0Oeiras Biblioteca 2.0
Oeiras Biblioteca 2.0
 
Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...
Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...
Aplicação de recursos da Web 2.0 em bibliotecas: novas possibilidades para os...
 

Último

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 

Último (8)

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 

Conteúdos AV para novos media

  • 1. PERSONALIZAÇÃO DA TELEVISÃO: HISTÓRIA E PERSPECTIVAS JOÃO CORREIA - JOSÉ GUILHERME MARQUES - PAULO CALHAU - PEDRO AMORIM - RITA MONIZ
  • 3. televisão interactiva contextualização histórica os primórdios - fotografia Niépce (1826) E. Muybrigde (c. 1890)
  • 4. televisão interactiva contextualização histórica os primórdios - cinema Lumiére (1895) Mélies (1902)
  • 5. televisão interactiva contextualização histórica televisão início da emissões regulares pela BBC (1936)  democratização do aparelho televisivo (anos 50)
  • 6. televisão interactiva contextualização histórica televisão interactiva arranque tímido Winky Dinky and You (1953)  Celfax (anos 70)
  • 7. televisão interactiva contextualização histórica televisão interactiva desenvolvimento Qube (1977)  Hugo (anos 90)
  • 8. perspectivas de mudança no consumo de conteúdos televisivos hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0
  • 9. perspectivas de mudança no consumo de conteúdos televisivos hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0 espectadores encontram-se “perdidos” devidos ao excesso de programação e outros (ex: VOD) a todo o momento disponíveis na web existe o mesmo problema: excesso de conteúdos e dificuldade em encontrar facilmente o que se quer ver necessidade de existência de sistemas de recomendação que “indiquem” ao utilizador o que este quer ver
  • 10. perspectivas de mudança no consumo de conteúdos televisivos hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0 Em 2004 surge a Web 2.0  Novas plataformas que permitem uma maior interacção  Dar a conhecer ao espectador uma nova forma de assistir a conteúdos AV Maior dinâmica e interacção
  • 11. perspectivas de mudança no consumo de conteúdos televisivos hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0 subscrições de canais recomendações baseadas naquilo que o utilizador tem por hábito assistir recomendações baseadas no que os contactos gostaram de assistir (possibilidade de interacção com redes sociais)
  • 12. perspectivas de mudança no consumo de conteúdos televisivos hábitos de acesso a conteúdos av na era web 2.0 Youtube surgiu em 2005, pouco tempo depois do início da Web 2.0, e conta agora com 2 bilhões de visitas diárias (Fonte: Veja)   Democratização do acesso a conteúdos AV Precursor do caminho que a TV convencional deve seguir
  • 13. acesso personalizado a conteúdos televisivos
  • 14. acesso personalizado a conteúdos televisivos comunicação massificada comunicação segmentada comunicação personalizada interactividade utilizador - aparelho
  • 15. acesso personalizado a conteúdos televisivos iTV comunicação personalizada interactividade utilizador - aparelho
  • 16. acesso personalizado a conteúdos televisivos mais que uma programação iTV utilizador activo produtor de imagens e conteúdo vizualização de diferentes conteúdos tecnologias PVR, VOD, Set-Top Box
  • 17. acesso personalizado a conteúdos televisivos porquê? interactividade retorno das tendências do utilizador perfil de utilizador focalização de conteúdos
  • 18. acesso personalizado a conteúdos televisivos o que falta implementar? base tecnológica e conceptual bem organizada maior e melhor aproximação junto dos consumidores (e seus comportamentos)
  • 20. sistemas de personalização Filtragem de conteúdos, baseado nas preferências do utilizador Ciências da computação e Web Adaptar estes sistemas de acordo com os hábitos de visualização de televisão  sistemas baseados em contexto (Context-Aware) sistemas baseados em recomendações (Recommender Systems)
  • 21. sistemas de personalização sistemas baseados em contextos (Context-Aware) ideia de contextos recursos computacionais que se adaptem ao comportamento humano não intrusivo  tem em conta o meio que rodeia o utilizador descartar interacções "fora do contexto" (noise-preferences) contexto infra-estrutura, contexto do sistema, contexto de domínio  nível interno do sistema, relações semânticas entre os dispositivos
  • 22. sistemas de personalização sistemas baseados em contextos (Context-Aware) contexto de ambiente (localização, luminosidade, temperatura, etc.) proposta melhoria do modelo TV-Anytime Forum (Rudinei Goularte, 2003) histórico dos utilizadores descrições detalhadas dos conteúdos agregando fluxos de tansmissão vídeo baseados em MPEG-4 MPEG-7 computacionalmente pesado
  • 23. sistemas de personalização sistemas baseados em recomendações (Recommender Systems) Amazon e Netflix (e-commerce) aplicação do conceito em operadores de IPTV organizar e sugerir conteúdos de acordo com preferências dos utilizadores operador oferece melhor serviço - cliente mais satisfeito - maior número de vendas publicidade focalizada (Targeted Advertisement)
  • 24. sistemas de personalização exemplo de recomendação da Amazon exemplo de funcionamento para IPTV da Content Wise
  • 25. sistemas de personalização Informação explícita (classificações dos conteúdos pelos utilizadores) fácil implementação; "leve" para o sistema MAS o utilizador pode não estar interessado em participar activamente Ímplicita (processo invísivel ao utilizador) complexos algoritmos Recomendação baseada em conteúdos (análise histórico do utilizador + meta-informação dos conteúdos = conteúdos similiares) Recomendações Colaborativas (inferência através da análise de outros utilizadores)
  • 26. sistemas de personalização Content-Wise (já em fase de comercialização) interface e organização da informação 2 horas após recomendação de um item: 17% aumento  24 horas: 19,8% 7 dias: 24,7% Aspecto negativo Cold-Starts (ausência de histórico de novos utilizadores + ausência de ratings de novos itens)
  • 27. perspectivas futuras linhas actuais de investigação e rumos de futuro
  • 28. perspectivas futuras linhas actuais de investigação e rumos de futuro modelo reactivo modelo interactivo desenvolvimento das funcionalidades interactivas e personalizáveis do modelo interactivo
  • 29. perspectivas futuras linhas actuais de investigação e rumos de futuro Rumo da iTV  1 Edição de conteúdo 2 Partilha de conteúdo 3 Controlo de conteúdo
  • 30. perspectivas futuras linhas actuais de investigação e rumos de futuro implementar novas funcionalidades em dispositivos distintos (características, capacidades e modelos de negócios diferentes) integração da experiência de visualização do conteúdo com as redes sociais dos espectadores sistemas que deverão ter em conta a comunicação síncrona e assíncrona, verbal e não verbal, indicação de presença e actividade de espectadores com interesses semelhantes
  • 31. GRUPO A - CONTEÚDOS AV PARA NOVOS MEDIA - MCMMAVD - 22 10 2010 JOÃO CORREIA - JOSÉ GUILHERME MARQUES - PAULO CALHAU - PEDRO AMORIM - RITA MONIZ