SlideShare uma empresa Scribd logo
Consequências de Viver no Pecado
Duas formas de pecar
-Contra nosso corpo:
1. Cor. 6:18b mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
-Fora do nosso corpo:
1. Cor. 6:18a Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo;
Dois tipos de pecados
-Incidentais:
1.Jo.2:1b ...mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o
justo.
Mat. 18: 15 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir,
terás ganho teu irmão;
-Habituais/de costume:
1.Cor. 6:9b:10 Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros,
nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos,
nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.
Dois estágios do pecado
-Inteção - Mat. 5: 28 Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para
a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela
-Ato -. Mat. 5:27 Ouvistes que foi dito: Não adulterarás.
Para Deus os dois são iguais
Duas consequências para os pecados
-Para incidentais 1.Jo. 2:1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis;
mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
-Para estados, se não confessados e deixados, a PERDIÇÃO ETERNA. 1. Cor. 6:10 ... não
herdarão o reino de Deus.
Três tipos de reação ao admoestamento
1-Encobrir:
Sal. 32:3 Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido
durante o dia todo.
2-Admitir mas querer preservar a honra:
Rei Saúl 1. Sam. 15:259 e 30a Agora, pois, perdoa o meu pecado, e volta comigo, para que
eu adore ao Senhor. Ao que disse Saúl: Pequei; honra-me, porém, agora diante dos anciãos
do meu povo, e diante de Israel,
3-Confessa-lo sem condicionante e deixa-lo – Rei Davi
2.Sam 12:13 Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor
Ps. 32:5 Confessei-te o meu pecado, e a minha iniqüidade não encobri. Disse eu:
Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.
-As consequências para Saúl:
1. Sam. 15:26b e 28 porquanto rejeitaste a palavra do Senhor, e o Senhor te rejeitou a ti,
para que não sejas rei sobre Israel:
O Senhor rasgou de ti hoje o reino de Israel, e o deu a um teu próximo, que é melhor do que
tu. (não há menção que Saúl obteve perdão).
-As consequências para Davi:
2.Sam 12:11 Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres
perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres à luz
deste sol.
12 Pois tu o fizeste em oculto; mas eu farei este negócio perante todo o Israel e à luz do sol.
2. Sam. 12: 13b e 14b Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morreras. O filho que
te nasceu certamente morrerá.
Duas formas de lidar com os pecados dos outros
-Incidentais:
Mat. 18:15-17 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te
ouvir, terás ganho teu irmão, mas se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que
pela boca de duas ou três testemunhas toda palavra seja confirmada. Se recusar ouvi-los,
dize-o à igreja; e, se também recusar ouvir a igreja, considera-o como gentio e publicano.
Gál. 6:1a Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, vós que sois
espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão;
-Habituais/de costume:
1. Tim. 5:20 Aos que vivem no pecado, repreende-os na presença de todos, para que
também os outros tenham temor.
Adultério/fornicação
Jó nos ensinou uma boa maneira de como lidar com este problema.
Jó 31:1 Fiz pacto com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem?
Se não fizermos esse pacto com os nossos olhos, um pacto sério, possivelmente cairemos
neste pecado. Depois passamos a aceitar tal situação como quase normal, todo mundo faz,
portanto não é inevitável e antes de nos apercebermos estamos no estado de pecado
permanente.
As consequências são tão sérias que Jesus recomenda: Mat. 5: 29-30 Se o teu olho direito te
faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros
do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca
um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno.
Isto ele falou no contesto ao adultério, recomendou, portanto, por tabela, a castração
expontânea, para não se perder o reino de Deus, fato que tem respaldo em Mat. 19:12b: e
outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode
aceitar isso, aceite-o.
1. Cor. 5:11 Mas agora vos escrevo que não vos comuniqueis com aquele que, dizendo-se
irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com
esse tal nem sequer comais.
1. Cor. 11: 27-32 De modo que qualquer que comer do pão, ou beber do cálice do Senhor
indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a
si mesmo, e assim coma do pão e beba do cálice. Porque quem come e bebe, come e bebe
para sua própria condenação, se não discernir o corpo do Senhor. Por causa disto há entre
vós muitos fracos e enfermos, e muitos que dormem. Mas, se nós nos julgássemos a nós
mesmos, não seríamos julgados; quando, porém, somos julgados pelo Senhor, somos
corrigidos, para não sermos condenados com o mundo.
“Não repreendas ao escarnecedor, para que não te odeie; repreende ao sábio, e amar-te-á.
Instrui ao sábio, e ele se fará mais
sábio; ensina ao justo, e ele crescerá em entendimento. O temor do Senhor é o princípio da
sabedoria; e o conhecimento do
Santo é o entendimento.” Prov.9:8-10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Isaias 10
Isaias 10Isaias 10
Verdade
VerdadeVerdade
Verdade
lucena
 
Estudos porque não pecar
Estudos  porque não pecarEstudos  porque não pecar
Estudos porque não pecar
Joel Silva
 
Fugindo de deus
Fugindo de deusFugindo de deus
Fugindo de deus
Pastor Robson Colaço
 
Entrega Daniela Araújo
Entrega Daniela AraújoEntrega Daniela Araújo
Entrega Daniela Araújo
conexaoad
 
Encontro Com Deus
Encontro Com DeusEncontro Com Deus
Encontro Com Deus
lucena
 
Jesus esta voltando folhetao
Jesus esta voltando   folhetaoJesus esta voltando   folhetao
Jesus esta voltando folhetao
Márcio E Maria
 
Subindo mais alto
Subindo mais altoSubindo mais alto
Subindo mais alto
Marcos De Oliveira Leite
 
Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...
Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...
Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...
Servo33
 
Pérgamo - A Igreja que Fraquejou
Pérgamo - A Igreja que FraquejouPérgamo - A Igreja que Fraquejou
Pérgamo - A Igreja que Fraquejou
IBMemorialJC
 
lição 7 Pureza Total
lição 7 Pureza Totallição 7 Pureza Total
lição 7 Pureza Total
Leidiane Souza
 
JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70
trabalho como autonomo
 
9 o pecado de acã e suas consequências
9 o pecado de acã e suas consequências9 o pecado de acã e suas consequências
9 o pecado de acã e suas consequências
Josenilton Pinheiro Pinheiro
 
Vencedo as tentações nos dias atuais
Vencedo as tentações nos dias atuaisVencedo as tentações nos dias atuais
Vencedo as tentações nos dias atuais
Jose Costa
 
Crescimento do pecado
Crescimento do pecadoCrescimento do pecado
Crescimento do pecado
Pastor Robson Colaço
 
Apocalipse 2
Apocalipse 2Apocalipse 2
Apocalipse 2
Elva Judy Nieri
 
Nunca saia da presença de Deus
Nunca saia da presença de DeusNunca saia da presença de Deus
Nunca saia da presença de Deus
Almy Alves
 
Apocalipse 2
Apocalipse 2Apocalipse 2
Apocalipse 2
Elva Judy Nieri
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
Vivaldo Linhares
 
Quanto custa sair da presença de Deus?
Quanto custa sair da presença de Deus?Quanto custa sair da presença de Deus?
Quanto custa sair da presença de Deus?
Almy Alves
 

Mais procurados (20)

Isaias 10
Isaias 10Isaias 10
Isaias 10
 
Verdade
VerdadeVerdade
Verdade
 
Estudos porque não pecar
Estudos  porque não pecarEstudos  porque não pecar
Estudos porque não pecar
 
Fugindo de deus
Fugindo de deusFugindo de deus
Fugindo de deus
 
Entrega Daniela Araújo
Entrega Daniela AraújoEntrega Daniela Araújo
Entrega Daniela Araújo
 
Encontro Com Deus
Encontro Com DeusEncontro Com Deus
Encontro Com Deus
 
Jesus esta voltando folhetao
Jesus esta voltando   folhetaoJesus esta voltando   folhetao
Jesus esta voltando folhetao
 
Subindo mais alto
Subindo mais altoSubindo mais alto
Subindo mais alto
 
Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...
Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...
Carta alegria de zaqueu - Filho meu, houve a instrução de teu pai e não deixe...
 
Pérgamo - A Igreja que Fraquejou
Pérgamo - A Igreja que FraquejouPérgamo - A Igreja que Fraquejou
Pérgamo - A Igreja que Fraquejou
 
lição 7 Pureza Total
lição 7 Pureza Totallição 7 Pureza Total
lição 7 Pureza Total
 
JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70JORMI - Jornal Missionário n° 70
JORMI - Jornal Missionário n° 70
 
9 o pecado de acã e suas consequências
9 o pecado de acã e suas consequências9 o pecado de acã e suas consequências
9 o pecado de acã e suas consequências
 
Vencedo as tentações nos dias atuais
Vencedo as tentações nos dias atuaisVencedo as tentações nos dias atuais
Vencedo as tentações nos dias atuais
 
Crescimento do pecado
Crescimento do pecadoCrescimento do pecado
Crescimento do pecado
 
Apocalipse 2
Apocalipse 2Apocalipse 2
Apocalipse 2
 
Nunca saia da presença de Deus
Nunca saia da presença de DeusNunca saia da presença de Deus
Nunca saia da presença de Deus
 
Apocalipse 2
Apocalipse 2Apocalipse 2
Apocalipse 2
 
A infidelidade conjugal
A infidelidade conjugalA infidelidade conjugal
A infidelidade conjugal
 
Quanto custa sair da presença de Deus?
Quanto custa sair da presença de Deus?Quanto custa sair da presença de Deus?
Quanto custa sair da presença de Deus?
 

Destaque

Aborto nos casos difíceis
Aborto nos casos difíceisAborto nos casos difíceis
Aborto nos casos difíceis
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892
A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892
A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Aborto tragédia ou direito
Aborto tragédia ou direitoAborto tragédia ou direito
Aborto tragédia ou direito
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
A programação da televisão ensina adultério e perversões sex
A programação da televisão ensina adultério e perversões sexA programação da televisão ensina adultério e perversões sex
A programação da televisão ensina adultério e perversões sex
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Adultério conjugal
Adultério conjugalAdultério conjugal
Adultério conjugal
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Confissão de pecados
Confissão de pecadosConfissão de pecados
Confissão de pecados
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
A chave para se vencer o pecado
A chave para se vencer o pecadoA chave para se vencer o pecado
A chave para se vencer o pecado
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Davi e bate seba
Davi e bate sebaDavi e bate seba
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Estudo o pecado na vida do crente
Estudo o pecado na vida do crenteEstudo o pecado na vida do crente
Estudo o pecado na vida do crente
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?
Elder Moraes
 
Slides apologética o que é e qual suas funções
Slides   apologética o que é e qual suas funçõesSlides   apologética o que é e qual suas funções
Slides apologética o que é e qual suas funções
Abdias Barreto
 
Criacionismo x evolucionismo
Criacionismo x evolucionismoCriacionismo x evolucionismo
Criacionismo x evolucionismo
Elisa Dos Santos Cardoso
 
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblicaPr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pastor W. Costa
 
Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]
Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]
Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]
Click QI
 
Adaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominan
Adaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominanAdaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominan
Adaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominan
farafaraly
 
12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha
12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha
12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddhaBursulitquaor
 
Apresentação da Empresa
Apresentação da EmpresaApresentação da Empresa
Apresentação da Empresa
agivis
 
Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092
Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092
Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092Naumy Kurui
 

Destaque (20)

Aborto nos casos difíceis
Aborto nos casos difíceisAborto nos casos difíceis
Aborto nos casos difíceis
 
A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892
A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892
A5guiadeestudobiblico 151011171109-lva1-app6892
 
Aborto tragédia ou direito
Aborto tragédia ou direitoAborto tragédia ou direito
Aborto tragédia ou direito
 
A programação da televisão ensina adultério e perversões sex
A programação da televisão ensina adultério e perversões sexA programação da televisão ensina adultério e perversões sex
A programação da televisão ensina adultério e perversões sex
 
Adultério conjugal
Adultério conjugalAdultério conjugal
Adultério conjugal
 
Confissão de pecados
Confissão de pecadosConfissão de pecados
Confissão de pecados
 
A chave para se vencer o pecado
A chave para se vencer o pecadoA chave para se vencer o pecado
A chave para se vencer o pecado
 
Davi e bate seba
Davi e bate sebaDavi e bate seba
Davi e bate seba
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
 
Estudo o pecado na vida do crente
Estudo o pecado na vida do crenteEstudo o pecado na vida do crente
Estudo o pecado na vida do crente
 
Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?
 
Slides apologética o que é e qual suas funções
Slides   apologética o que é e qual suas funçõesSlides   apologética o que é e qual suas funções
Slides apologética o que é e qual suas funções
 
Criacionismo x evolucionismo
Criacionismo x evolucionismoCriacionismo x evolucionismo
Criacionismo x evolucionismo
 
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblicaPr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
Pr. Weverton Costa - Hermenêutica bíblica
 
Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]
Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]
Treinamento Click QI [ tecnicas e analises na gestão do email marketing ]
 
Raw images
Raw imagesRaw images
Raw images
 
Adaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominan
Adaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominanAdaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominan
Adaptasi PH tanah terhadap tumbuhan dominan
 
12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha
12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha
12.25 in. w x 8.5 in. d x 39.75 in. h enlightened buddha
 
Apresentação da Empresa
Apresentação da EmpresaApresentação da Empresa
Apresentação da Empresa
 
Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092
Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092
Naumy Jemutai Kurui Certificate OSH ADV 092
 

Semelhante a Consequências de viver no pecado

O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32
O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32
O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32
Pr Neto
 
O trabalho de conversão - John Owen
O trabalho de conversão - John OwenO trabalho de conversão - John Owen
O trabalho de conversão - John Owen
Silvio Dutra
 
Plano de salvação adesivo de papel.
Plano de salvação adesivo de papel.Plano de salvação adesivo de papel.
Plano de salvação adesivo de papel.
felipe_higa
 
❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR
❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR
❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR
Gerson G. Ramos
 
evangelho biblico esquecido.pptx
evangelho biblico esquecido.pptxevangelho biblico esquecido.pptx
evangelho biblico esquecido.pptx
evanoliver
 
3ª palestra segundo o coração de Deus
3ª palestra   segundo o coração de Deus3ª palestra   segundo o coração de Deus
3ª palestra segundo o coração de Deus
Moisés Sampaio
 
3palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp01
3palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp013palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp01
3palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp01
Fernando Serafim
 
Porque nossos pedidos a Deus não são atendidos
Porque nossos pedidos a Deus não são atendidosPorque nossos pedidos a Deus não são atendidos
Porque nossos pedidos a Deus não são atendidos
Bruno Da Montanha
 
Sobre o Fim do Mundo - William Perkins
Sobre o Fim do Mundo -  William Perkins Sobre o Fim do Mundo -  William Perkins
Sobre o Fim do Mundo - William Perkins
Silvio Dutra
 
Guarda o teu coraçã#
Guarda o teu coraçã#Guarda o teu coraçã#
Guarda o teu coraçã#
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Terceira Epistolade Sao Joao
Terceira Epistolade Sao JoaoTerceira Epistolade Sao Joao
Terceira Epistolade Sao Joao
JNR
 
O pecado do rei x a misericórdia de deus
O pecado do rei x a misericórdia de deusO pecado do rei x a misericórdia de deus
O pecado do rei x a misericórdia de deus
Instituto Teológico Gamaliel
 
50 desafios do crente azul
50 desafios do crente azul50 desafios do crente azul
50 desafios do crente azul
Orlando Lopes
 
ACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.doc
ACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.docACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.doc
ACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.doc
Léia Mayer
 
Eclesiastes 5
Eclesiastes 5Eclesiastes 5
Eclesiastes 5
Enerliz
 
Romanos 10
Romanos 10Romanos 10
Romanos 10
Mensagens Virtuais
 
Licao 11 4 t - 2019 - a consequencias do pecado de davi
Licao 11   4 t - 2019 - a consequencias do pecado de daviLicao 11   4 t - 2019 - a consequencias do pecado de davi
Licao 11 4 t - 2019 - a consequencias do pecado de davi
Vilma Longuini
 
O amor que corrige
O amor que corrigeO amor que corrige
O amor que corrige
Paulo Da Rocha
 
Quarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano CQuarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano C
José Lima
 
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de CriseA Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
Márcio Martins
 

Semelhante a Consequências de viver no pecado (20)

O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32
O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32
O arrependimento - Texto Básico: Salmos 32
 
O trabalho de conversão - John Owen
O trabalho de conversão - John OwenO trabalho de conversão - John Owen
O trabalho de conversão - John Owen
 
Plano de salvação adesivo de papel.
Plano de salvação adesivo de papel.Plano de salvação adesivo de papel.
Plano de salvação adesivo de papel.
 
❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR
❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR
❉ Respostas 312016_A rebelião global e os patriarcas_GGR
 
evangelho biblico esquecido.pptx
evangelho biblico esquecido.pptxevangelho biblico esquecido.pptx
evangelho biblico esquecido.pptx
 
3ª palestra segundo o coração de Deus
3ª palestra   segundo o coração de Deus3ª palestra   segundo o coração de Deus
3ª palestra segundo o coração de Deus
 
3palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp01
3palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp013palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp01
3palestra segundoocoraodedeus-120920162830-phpapp01
 
Porque nossos pedidos a Deus não são atendidos
Porque nossos pedidos a Deus não são atendidosPorque nossos pedidos a Deus não são atendidos
Porque nossos pedidos a Deus não são atendidos
 
Sobre o Fim do Mundo - William Perkins
Sobre o Fim do Mundo -  William Perkins Sobre o Fim do Mundo -  William Perkins
Sobre o Fim do Mundo - William Perkins
 
Guarda o teu coraçã#
Guarda o teu coraçã#Guarda o teu coraçã#
Guarda o teu coraçã#
 
Terceira Epistolade Sao Joao
Terceira Epistolade Sao JoaoTerceira Epistolade Sao Joao
Terceira Epistolade Sao Joao
 
O pecado do rei x a misericórdia de deus
O pecado do rei x a misericórdia de deusO pecado do rei x a misericórdia de deus
O pecado do rei x a misericórdia de deus
 
50 desafios do crente azul
50 desafios do crente azul50 desafios do crente azul
50 desafios do crente azul
 
ACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.doc
ACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.docACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.doc
ACEITAÇÃO- Passagens Bíblicas.doc
 
Eclesiastes 5
Eclesiastes 5Eclesiastes 5
Eclesiastes 5
 
Romanos 10
Romanos 10Romanos 10
Romanos 10
 
Licao 11 4 t - 2019 - a consequencias do pecado de davi
Licao 11   4 t - 2019 - a consequencias do pecado de daviLicao 11   4 t - 2019 - a consequencias do pecado de davi
Licao 11 4 t - 2019 - a consequencias do pecado de davi
 
O amor que corrige
O amor que corrigeO amor que corrige
O amor que corrige
 
Quarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano CQuarta feira de cinzas - Ano C
Quarta feira de cinzas - Ano C
 
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de CriseA Sobrevivencia Em Tempos de Crise
A Sobrevivencia Em Tempos de Crise
 

Mais de Edmir Tavares de Arruda Junior

4 meios físicos ópticos
4 meios físicos ópticos4 meios físicos ópticos
4 meios físicos ópticos
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura
5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura
5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
3 meios físicos de cobre
3 meios físicos de cobre3 meios físicos de cobre
3 meios físicos de cobre
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão
2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão
2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede
1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede
1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Perfeição
PerfeiçãoPerfeição
Oração pai nosso e a garota
Oração pai nosso e a garotaOração pai nosso e a garota
Oração pai nosso e a garota
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Formulário de inscrição
Formulário de inscriçãoFormulário de inscrição
Formulário de inscrição
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Capa um ladrão na noite e a grande tormenta
Capa um ladrão na noite e a grande tormentaCapa um ladrão na noite e a grande tormenta
Capa um ladrão na noite e a grande tormenta
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Capa o pastoe e última batalha
Capa o pastoe e última batalhaCapa o pastoe e última batalha
Capa o pastoe e última batalha
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Capa o apocalipse
Capa o apocalipseCapa o apocalipse
Arte edmir rpg
Arte edmir rpgArte edmir rpg
Secretaria de desenvolvimento social
Secretaria de desenvolvimento socialSecretaria de desenvolvimento social
Secretaria de desenvolvimento social
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Relatório das atividades desenvolvidas no cras
Relatório das atividades desenvolvidas no crasRelatório das atividades desenvolvidas no cras
Relatório das atividades desenvolvidas no cras
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
Agenda 14
Agenda  14Agenda  14
33879 milagresda amizade
33879 milagresda amizade33879 milagresda amizade
33879 milagresda amizade
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
13 passos para o bem
13 passos para o bem13 passos para o bem
13 passos para o bem
Edmir Tavares de Arruda Junior
 
13conselhosparaavida
13conselhosparaavida13conselhosparaavida
13conselhosparaavida
Edmir Tavares de Arruda Junior
 

Mais de Edmir Tavares de Arruda Junior (19)

4 meios físicos ópticos
4 meios físicos ópticos4 meios físicos ópticos
4 meios físicos ópticos
 
5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura
5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura
5 componentes, ferramentas e documentação de infraestrutura
 
3 meios físicos de cobre
3 meios físicos de cobre3 meios físicos de cobre
3 meios físicos de cobre
 
2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão
2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão
2 cabeamento estruturado e ambiente de conexão
 
1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede
1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede
1 noções básicas de transmissão e meios físicos de rede
 
Perfeição
PerfeiçãoPerfeição
Perfeição
 
Oração pai nosso e a garota
Oração pai nosso e a garotaOração pai nosso e a garota
Oração pai nosso e a garota
 
Formulário de inscrição
Formulário de inscriçãoFormulário de inscrição
Formulário de inscrição
 
Capa um ladrão na noite e a grande tormenta
Capa um ladrão na noite e a grande tormentaCapa um ladrão na noite e a grande tormenta
Capa um ladrão na noite e a grande tormenta
 
Capa o pastoe e última batalha
Capa o pastoe e última batalhaCapa o pastoe e última batalha
Capa o pastoe e última batalha
 
Capa o apocalipse
Capa o apocalipseCapa o apocalipse
Capa o apocalipse
 
Arte edmir rpg
Arte edmir rpgArte edmir rpg
Arte edmir rpg
 
Secretaria de desenvolvimento social
Secretaria de desenvolvimento socialSecretaria de desenvolvimento social
Secretaria de desenvolvimento social
 
Relatório das atividades desenvolvidas no cras
Relatório das atividades desenvolvidas no crasRelatório das atividades desenvolvidas no cras
Relatório das atividades desenvolvidas no cras
 
Agenda 14
Agenda  14Agenda  14
Agenda 14
 
A nbsp grande_nbsp_cavalgada
A nbsp grande_nbsp_cavalgadaA nbsp grande_nbsp_cavalgada
A nbsp grande_nbsp_cavalgada
 
33879 milagresda amizade
33879 milagresda amizade33879 milagresda amizade
33879 milagresda amizade
 
13 passos para o bem
13 passos para o bem13 passos para o bem
13 passos para o bem
 
13conselhosparaavida
13conselhosparaavida13conselhosparaavida
13conselhosparaavida
 

Último

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 

Último (20)

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 

Consequências de viver no pecado

  • 1. Consequências de Viver no Pecado Duas formas de pecar -Contra nosso corpo: 1. Cor. 6:18b mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. -Fora do nosso corpo: 1. Cor. 6:18a Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; Dois tipos de pecados -Incidentais: 1.Jo.2:1b ...mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. Mat. 18: 15 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão; -Habituais/de costume: 1.Cor. 6:9b:10 Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. Dois estágios do pecado -Inteção - Mat. 5: 28 Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela -Ato -. Mat. 5:27 Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Para Deus os dois são iguais Duas consequências para os pecados -Para incidentais 1.Jo. 2:1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. -Para estados, se não confessados e deixados, a PERDIÇÃO ETERNA. 1. Cor. 6:10 ... não herdarão o reino de Deus. Três tipos de reação ao admoestamento 1-Encobrir: Sal. 32:3 Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o dia todo. 2-Admitir mas querer preservar a honra: Rei Saúl 1. Sam. 15:259 e 30a Agora, pois, perdoa o meu pecado, e volta comigo, para que eu adore ao Senhor. Ao que disse Saúl: Pequei; honra-me, porém, agora diante dos anciãos do meu povo, e diante de Israel, 3-Confessa-lo sem condicionante e deixa-lo – Rei Davi 2.Sam 12:13 Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor Ps. 32:5 Confessei-te o meu pecado, e a minha iniqüidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado. -As consequências para Saúl: 1. Sam. 15:26b e 28 porquanto rejeitaste a palavra do Senhor, e o Senhor te rejeitou a ti,
  • 2. para que não sejas rei sobre Israel: O Senhor rasgou de ti hoje o reino de Israel, e o deu a um teu próximo, que é melhor do que tu. (não há menção que Saúl obteve perdão). -As consequências para Davi: 2.Sam 12:11 Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres à luz deste sol. 12 Pois tu o fizeste em oculto; mas eu farei este negócio perante todo o Israel e à luz do sol. 2. Sam. 12: 13b e 14b Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morreras. O filho que te nasceu certamente morrerá. Duas formas de lidar com os pecados dos outros -Incidentais: Mat. 18:15-17 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão, mas se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda palavra seja confirmada. Se recusar ouvi-los, dize-o à igreja; e, se também recusar ouvir a igreja, considera-o como gentio e publicano. Gál. 6:1a Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, vós que sois espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão; -Habituais/de costume: 1. Tim. 5:20 Aos que vivem no pecado, repreende-os na presença de todos, para que também os outros tenham temor. Adultério/fornicação Jó nos ensinou uma boa maneira de como lidar com este problema. Jó 31:1 Fiz pacto com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem? Se não fizermos esse pacto com os nossos olhos, um pacto sério, possivelmente cairemos neste pecado. Depois passamos a aceitar tal situação como quase normal, todo mundo faz, portanto não é inevitável e antes de nos apercebermos estamos no estado de pecado permanente. As consequências são tão sérias que Jesus recomenda: Mat. 5: 29-30 Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Isto ele falou no contesto ao adultério, recomendou, portanto, por tabela, a castração expontânea, para não se perder o reino de Deus, fato que tem respaldo em Mat. 19:12b: e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode aceitar isso, aceite-o. 1. Cor. 5:11 Mas agora vos escrevo que não vos comuniqueis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal nem sequer comais.
  • 3. 1. Cor. 11: 27-32 De modo que qualquer que comer do pão, ou beber do cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma do pão e beba do cálice. Porque quem come e bebe, come e bebe para sua própria condenação, se não discernir o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e enfermos, e muitos que dormem. Mas, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados; quando, porém, somos julgados pelo Senhor, somos corrigidos, para não sermos condenados com o mundo. “Não repreendas ao escarnecedor, para que não te odeie; repreende ao sábio, e amar-te-á. Instrui ao sábio, e ele se fará mais sábio; ensina ao justo, e ele crescerá em entendimento. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; e o conhecimento do Santo é o entendimento.” Prov.9:8-10