SlideShare uma empresa Scribd logo
Climas do Brasil
Entendendo como funcionam os climas brasileiros.
Brasil
Brasil, oficialmente República Federativa do
Brasil é o maior país da América do Sul e da
região da América Latina, sendo o quinto maior
do mundo em área territorial (equivalente a
47,3% do território sul-americano), com 8 514
876 km², e o sexto em população(com mais de
207,8 milhões de habitantes). É o único país
na América onde se fala majoritariamente
a língua portuguesa e o maior país lusófono do
planeta. Sua atual Constituição, promulgada em
1988, concebe o Brasil como uma república
federativa presidencialista, formada pela união
dos 26 estados, do Distrito Federal e dos
5 570 municípios.
O vasto território brasileiro
abriga um extraordinário
mosaico de ecossistemas,
que acompanham sua
diversidade climática e
topográfica.
Floresta amazônica (2015).
Tipos de climas no Brasil
As regiões brasileiras apresentam 6 tipos de climas classificados
com relação às "zonas térmicas" da Terra, são eles:
•Equatorial
•Tropical
•Tropical Semiárido
•Tropical de Altitude
•Tropical Litorâneo
•Subtropical
climas do brasil.pdf
Clima Equatorial
O clima equatorial é encontrado em regiões localizadas nas
proximidades da linha do Equador. Apresenta temperaturas
elevadas e grande quantidade de chuvas durante a maior parte
do ano.
Portanto, o clima equatorial se apresenta quente e úmido. Ele
predomina em toda a Região Norte e em parte do Centro-Oeste.
A temperatura média anual é superior a 25 ºC, e a amplitude
térmica anual (diferença entre a máxima e a mínima
temperatura) é pequena. O regime de chuvas varia de acordo
com a ação das massas de ar.
Clima Tropical
O clima tropical é encontrado na região central do Brasil,
com maior predominância na Região Centro-Oeste.
Esse clima apresenta duas estações bem
definidas: inverno com temperaturas amenas e seco,
e verão quente e chuvoso.
As temperaturas médias anuais são superiores a 18 ºC e
amplitude térmica anual de até 7 ºC. As chuvas variam de
1.000 a 1.500 mm/ano.
Quanto a umidade, na região central do país predomina o
clima semi-úmido.
Clima Tropical Semiárido
O clima tropical semi-árido é típico das Região
Nordeste do Brasil, compreende uma área com chuvas e
outra onde as chuvas são raras e ocorrem as temperaturas
mais altas do país.
Apresenta temperaturas médias anuais em torno de 27 ºC
e amplitude térmica ao redor de 5 ºC. As chuvas, além de
irregulares, não excedem os 800 mm/ano. Compreende a
região do Polígono das Secas.
Clima Tropical de Altitude
O clima tropical de altitude predomina nas áreas serranas
da Região Sudeste. Por causa da altitude mais elevada,
apresentam as temperaturas mais baixas de todo o domínio
tropical, com média inferior a 18 ºC.
Apresenta ainda amplitude térmica anual entre 7 ºC e 9
ºC, com regime de chuvas semelhante ao do clima
tropical. A entrada de frentes frias no inverno pode
provocar geadas.
Clima Tropical Litorâneo
O clima tropical litorâneo predomina em grande parte do
litoral do país, se estende desde o Rio Grande do Norte
até o estado do Rio de Janeiro. Influenciado pela atuação
da massa de ar Tropical Atlântica, o clima nessa região é
quente e chuvoso.
Com temperaturas médias anuais entre 18 ºC e 26 ºC e
índice pluviométrico de cerca de 1.500 mm/ano. Sendo
que no litoral do Nordeste as chuvas são mais intensas no
outono e no inverno. No litoral do sudeste, são mais fortes
no verão.
Clima Subtropical
O clima subtropical ocorre na Região Sul do país, abaixo
do Trópico de Capricórnio, e daí seu nome Subtropical.
O clima subtropical apresenta duas estações do ano bem
demarcadas: verão quente e inverno rigoroso, quando
podem ocorrer geadas ou neve.
As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano, entre
1.500 mm e 2.000 mm/ano. As temperaturas médias
anuais quase sempre ficam abaixo de 18 ºC, com
amplitudes térmicas entre 9 ºC e 13 ºC.
Fatores que influenciam o clima.
• Altitude.
• Latitude.
• Continentalidade
• Relevo.
• Vegetação.
Altitude
Altitude ou altura é uma
medida de distância,
geralmente na direção vertical
entre um dado de referência e
um ponto ou objeto.
Latidude
A latitude é a distância em
graus medida entre qualquer
ponto na superfície terrestre e
a linha do equador, que
corresponde ao paralelo de
0°. As latitudes variam de 0 a
90° ao norte e de 0 a -90° ao
sul.
Relevo
O relevo é o conjunto de feições da superfície terrestre.
As quatro grandes formas de relevo são montanha, planalto,
depressão e planície.
climas do brasil.pdf
Vegetação
A vegetação é uma cobertura vegetal de um espaço geográfico,
e sua formação é determinada diretamente pelo clima. São
divididas em dois tipos:
• Vegetação florestal.
• Vegetaçãl rasteira.
Clima do Brasil entre 1991-2022
O slide posterior apresentará o contexto climático do Brasil
para a climatologia atual, 1991-2020, derivado de dados
históricos observados. As informações devem ser usadas
para construir um forte entendimento das condições
climáticas atuais, a fim de apreciar cenários climáticos
futuros e mudanças projetadas.
Temperatura média anual
observada entre 1991-2020.
Brasil
O aumento da emissão de
gases estufa como o dióxido
de carbono por nós,
humanos, é em grande parte
responsável por isso.
Muito obrigado.
Sites consultados
https://www.britannica.com/place/Brazil/Cli
mate
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Climate
_of_Brazil
https://climateknowledgeportal.worldbank.o
rg/country/brazil/climate-data-historical
climas do brasil.pdf

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evolução geológica da terra
Evolução geológica da terraEvolução geológica da terra
Evolução geológica da terra
Láyla Vieira
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
Prof. Francesco Torres
 
Continentes
ContinentesContinentes
Continentes
Paula Lopes
 
7° ano região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul7° ano   região sudeste e sul
7° ano região sudeste e sul
Tiago Marinho
 
Dia Mundial da Agua
Dia Mundial da AguaDia Mundial da Agua
Dia Mundial da Agua
Produções HUMORDATRETA
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
Mateus Silva
 
Caatinga
CaatingaCaatinga
Caatinga
Marina Godoy
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
Fernanda Clara
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Estudando o SOLO
Estudando o SOLOEstudando o SOLO
Estudando o SOLO
Hayana Oliveira
 
Fauna e flora região centro oeste
Fauna e flora região centro oesteFauna e flora região centro oeste
Fauna e flora região centro oeste
Annaviiv
 
Agroecologia e Agricultura Orgânica
Agroecologia e Agricultura OrgânicaAgroecologia e Agricultura Orgânica
Agroecologia e Agricultura Orgânica
Milena Loures
 
Slide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTIL
Slide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTILSlide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTIL
Slide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTIL
Edneide Lima
 
Hidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º anoHidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º ano
Márcia Dutra
 
Aula impacto ambiental em biomas brasileiros
Aula   impacto ambiental em biomas brasileiros Aula   impacto ambiental em biomas brasileiros
Aula impacto ambiental em biomas brasileiros
Omar Fürst
 
Semana do meio ambiente natureza e sociedade
Semana do meio ambiente natureza e sociedadeSemana do meio ambiente natureza e sociedade
Semana do meio ambiente natureza e sociedade
ADILSON RIBEIRO DE ARAUJO
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Regionalização
RegionalizaçãoRegionalização
Regionalização
Ricardinho Alves
 
Aula 01 solos-funções
Aula 01 solos-funçõesAula 01 solos-funções
Aula 01 solos-funções
Romulo Vinicius Tio Rominho
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
Professor
 

Mais procurados (20)

Evolução geológica da terra
Evolução geológica da terraEvolução geológica da terra
Evolução geológica da terra
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
 
Continentes
ContinentesContinentes
Continentes
 
7° ano região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul7° ano   região sudeste e sul
7° ano região sudeste e sul
 
Dia Mundial da Agua
Dia Mundial da AguaDia Mundial da Agua
Dia Mundial da Agua
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
 
Caatinga
CaatingaCaatinga
Caatinga
 
Classificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo BrasileiroClassificação do Relevo Brasileiro
Classificação do Relevo Brasileiro
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
 
Estudando o SOLO
Estudando o SOLOEstudando o SOLO
Estudando o SOLO
 
Fauna e flora região centro oeste
Fauna e flora região centro oesteFauna e flora região centro oeste
Fauna e flora região centro oeste
 
Agroecologia e Agricultura Orgânica
Agroecologia e Agricultura OrgânicaAgroecologia e Agricultura Orgânica
Agroecologia e Agricultura Orgânica
 
Slide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTIL
Slide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTILSlide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTIL
Slide sobre o meio ambiente PARA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Hidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º anoHidrosfera 6º ano
Hidrosfera 6º ano
 
Aula impacto ambiental em biomas brasileiros
Aula   impacto ambiental em biomas brasileiros Aula   impacto ambiental em biomas brasileiros
Aula impacto ambiental em biomas brasileiros
 
Semana do meio ambiente natureza e sociedade
Semana do meio ambiente natureza e sociedadeSemana do meio ambiente natureza e sociedade
Semana do meio ambiente natureza e sociedade
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Regionalização
RegionalizaçãoRegionalização
Regionalização
 
Aula 01 solos-funções
Aula 01 solos-funçõesAula 01 solos-funções
Aula 01 solos-funções
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 

Semelhante a climas do brasil.pdf

Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
Camila Fernandes Grecco
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
Fatima Freitas
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
Raiane Lucena
 
Climas do Brasil - Um estudo sobre os climas do Brasil
Climas do Brasil - Um estudo sobre os climas do BrasilClimas do Brasil - Um estudo sobre os climas do Brasil
Climas do Brasil - Um estudo sobre os climas do Brasil
RICARDODESOUSAREBOUC
 
Quadro climatobotânico do brasil reginaldo 3 o ano
Quadro climatobotânico do brasil  reginaldo 3 o anoQuadro climatobotânico do brasil  reginaldo 3 o ano
Quadro climatobotânico do brasil reginaldo 3 o ano
stjamesmkt
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
Raquel Avila
 
Seminário clima
Seminário climaSeminário clima
Seminário clima
LUIS ABREU
 
Clima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do BrasilClima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do Brasil
Portal do Vestibulando
 
Clima e Vegetação
Clima e VegetaçãoClima e Vegetação
Clima e Vegetação
geochp
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
Dora Amarante
 
Clima brasileiro
Clima brasileiroClima brasileiro
Clima brasileiro
Adriana Gomes Messias
 
Clima e regioes subtropical e outros
Clima e regioes subtropical e outrosClima e regioes subtropical e outros
Clima e regioes subtropical e outros
Willes Marques Farias
 
Climas no brasil
Climas no brasilClimas no brasil
Climas no brasil
Flávio Alexandre
 
Climas no brasil
Climas no brasilClimas no brasil
Climas no brasil
Flávio Alexandre
 
Climas e climogramas do brasil
Climas e climogramas do brasilClimas e climogramas do brasil
Climas e climogramas do brasil
Camila Brito
 
O clima e a vegetação
O clima e a vegetaçãoO clima e a vegetação
O clima e a vegetação
Rosângela Ferreira Luz
 
Clima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoClima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetação
Débora Sales
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
gustavogeo
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
karolpoa
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
Blog do Prof. Elienai
 

Semelhante a climas do brasil.pdf (20)

Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
Climas do Brasil - Um estudo sobre os climas do Brasil
Climas do Brasil - Um estudo sobre os climas do BrasilClimas do Brasil - Um estudo sobre os climas do Brasil
Climas do Brasil - Um estudo sobre os climas do Brasil
 
Quadro climatobotânico do brasil reginaldo 3 o ano
Quadro climatobotânico do brasil  reginaldo 3 o anoQuadro climatobotânico do brasil  reginaldo 3 o ano
Quadro climatobotânico do brasil reginaldo 3 o ano
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
Seminário clima
Seminário climaSeminário clima
Seminário clima
 
Clima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do BrasilClima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do Brasil
 
Clima e Vegetação
Clima e VegetaçãoClima e Vegetação
Clima e Vegetação
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
 
Clima brasileiro
Clima brasileiroClima brasileiro
Clima brasileiro
 
Clima e regioes subtropical e outros
Clima e regioes subtropical e outrosClima e regioes subtropical e outros
Clima e regioes subtropical e outros
 
Climas no brasil
Climas no brasilClimas no brasil
Climas no brasil
 
Climas no brasil
Climas no brasilClimas no brasil
Climas no brasil
 
Climas e climogramas do brasil
Climas e climogramas do brasilClimas e climogramas do brasil
Climas e climogramas do brasil
 
O clima e a vegetação
O clima e a vegetaçãoO clima e a vegetação
O clima e a vegetação
 
Clima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoClima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetação
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
 
Climas do brasil
Climas do brasilClimas do brasil
Climas do brasil
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
 

Último

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

climas do brasil.pdf

  • 1. Climas do Brasil Entendendo como funcionam os climas brasileiros.
  • 2. Brasil Brasil, oficialmente República Federativa do Brasil é o maior país da América do Sul e da região da América Latina, sendo o quinto maior do mundo em área territorial (equivalente a 47,3% do território sul-americano), com 8 514 876 km², e o sexto em população(com mais de 207,8 milhões de habitantes). É o único país na América onde se fala majoritariamente a língua portuguesa e o maior país lusófono do planeta. Sua atual Constituição, promulgada em 1988, concebe o Brasil como uma república federativa presidencialista, formada pela união dos 26 estados, do Distrito Federal e dos 5 570 municípios.
  • 3. O vasto território brasileiro abriga um extraordinário mosaico de ecossistemas, que acompanham sua diversidade climática e topográfica. Floresta amazônica (2015).
  • 4. Tipos de climas no Brasil As regiões brasileiras apresentam 6 tipos de climas classificados com relação às "zonas térmicas" da Terra, são eles: •Equatorial •Tropical •Tropical Semiárido •Tropical de Altitude •Tropical Litorâneo •Subtropical
  • 6. Clima Equatorial O clima equatorial é encontrado em regiões localizadas nas proximidades da linha do Equador. Apresenta temperaturas elevadas e grande quantidade de chuvas durante a maior parte do ano. Portanto, o clima equatorial se apresenta quente e úmido. Ele predomina em toda a Região Norte e em parte do Centro-Oeste. A temperatura média anual é superior a 25 ºC, e a amplitude térmica anual (diferença entre a máxima e a mínima temperatura) é pequena. O regime de chuvas varia de acordo com a ação das massas de ar.
  • 7. Clima Tropical O clima tropical é encontrado na região central do Brasil, com maior predominância na Região Centro-Oeste. Esse clima apresenta duas estações bem definidas: inverno com temperaturas amenas e seco, e verão quente e chuvoso. As temperaturas médias anuais são superiores a 18 ºC e amplitude térmica anual de até 7 ºC. As chuvas variam de 1.000 a 1.500 mm/ano. Quanto a umidade, na região central do país predomina o clima semi-úmido.
  • 8. Clima Tropical Semiárido O clima tropical semi-árido é típico das Região Nordeste do Brasil, compreende uma área com chuvas e outra onde as chuvas são raras e ocorrem as temperaturas mais altas do país. Apresenta temperaturas médias anuais em torno de 27 ºC e amplitude térmica ao redor de 5 ºC. As chuvas, além de irregulares, não excedem os 800 mm/ano. Compreende a região do Polígono das Secas.
  • 9. Clima Tropical de Altitude O clima tropical de altitude predomina nas áreas serranas da Região Sudeste. Por causa da altitude mais elevada, apresentam as temperaturas mais baixas de todo o domínio tropical, com média inferior a 18 ºC. Apresenta ainda amplitude térmica anual entre 7 ºC e 9 ºC, com regime de chuvas semelhante ao do clima tropical. A entrada de frentes frias no inverno pode provocar geadas.
  • 10. Clima Tropical Litorâneo O clima tropical litorâneo predomina em grande parte do litoral do país, se estende desde o Rio Grande do Norte até o estado do Rio de Janeiro. Influenciado pela atuação da massa de ar Tropical Atlântica, o clima nessa região é quente e chuvoso. Com temperaturas médias anuais entre 18 ºC e 26 ºC e índice pluviométrico de cerca de 1.500 mm/ano. Sendo que no litoral do Nordeste as chuvas são mais intensas no outono e no inverno. No litoral do sudeste, são mais fortes no verão.
  • 11. Clima Subtropical O clima subtropical ocorre na Região Sul do país, abaixo do Trópico de Capricórnio, e daí seu nome Subtropical. O clima subtropical apresenta duas estações do ano bem demarcadas: verão quente e inverno rigoroso, quando podem ocorrer geadas ou neve. As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano, entre 1.500 mm e 2.000 mm/ano. As temperaturas médias anuais quase sempre ficam abaixo de 18 ºC, com amplitudes térmicas entre 9 ºC e 13 ºC.
  • 12. Fatores que influenciam o clima. • Altitude. • Latitude. • Continentalidade • Relevo. • Vegetação.
  • 13. Altitude Altitude ou altura é uma medida de distância, geralmente na direção vertical entre um dado de referência e um ponto ou objeto.
  • 14. Latidude A latitude é a distância em graus medida entre qualquer ponto na superfície terrestre e a linha do equador, que corresponde ao paralelo de 0°. As latitudes variam de 0 a 90° ao norte e de 0 a -90° ao sul.
  • 15. Relevo O relevo é o conjunto de feições da superfície terrestre. As quatro grandes formas de relevo são montanha, planalto, depressão e planície.
  • 17. Vegetação A vegetação é uma cobertura vegetal de um espaço geográfico, e sua formação é determinada diretamente pelo clima. São divididas em dois tipos: • Vegetação florestal. • Vegetaçãl rasteira.
  • 18. Clima do Brasil entre 1991-2022 O slide posterior apresentará o contexto climático do Brasil para a climatologia atual, 1991-2020, derivado de dados históricos observados. As informações devem ser usadas para construir um forte entendimento das condições climáticas atuais, a fim de apreciar cenários climáticos futuros e mudanças projetadas.
  • 19. Temperatura média anual observada entre 1991-2020. Brasil
  • 20. O aumento da emissão de gases estufa como o dióxido de carbono por nós, humanos, é em grande parte responsável por isso.