SlideShare uma empresa Scribd logo
Situação de Aprendizagem
Texto: Avestruz
Autor: Mário Prata
Público-alvo: 6º ano
Antes da leitura
Conhecimento de mundo; antecipação ou
predição; checagem de hipóteses
1º passo: O professor, antes da leitura, faz
algumas perguntas:
• Você sabe o nome desse animal?
• Você já viu um avestruz?
• Pelo título podemos saber o assunto do
texto?
• Seria ideal ter um avestruz como animal
de estimação?
• Você tem animal de estimação? Qual?
• Você conhece a expressão “estômago de
avestruz”? Qual o seu significado?
Durante a leitura
Leitura autônoma ou compartilhada
2º passo: Fazer a leitura do texto
Avestruz
O filho de uma grande amiga pediu, de presente pelos seus 10
anos, um avestruz. Cismou, fazer o quê? Moram em um
apartamento em Higienópolis, São Paulo. E ela me mandou um e-
mail dizendo que a culpa era minha. Sim, porque foi aqui ao lado
de casa, em Floripa, que o menino conheceu os avestruzes. Tem
uma plantação, digo, criação deles. Aquilo impressionou o garoto.
Culpado, fui até o local saber se eles vendiam filhotes de
avestruz. E se entregavam em domicílio.
E fiquei a observar a ave. Se é que podemos chamar aquilo de
ave. O avestruz foi um erro da natureza, minha amiga. Na hora
de criar o avestruz, Deus devia estar muito cansado e cometeu
alguns erros. Deve ter criado primeiro o corpo, que se assemelha,
em tamanho, a um boi. Sabe quanto pesa um avestruz? Entre 100
e 160 quilos, fui logo avisando a minha amiga. E a altura pode
chegar a quase 3 metros - 2,70 para ser mais exato.
Mas eu estava falando da sua criação por Deus. Colocou um
pescoço que não tem absolutamente nada a ver com o corpo. Não
devia mais ter estoque de asas no paraíso, então colocou asas
atrofiadas. Talvez até sabiamente para evitar que saíssem voando
em bandos por aí, assustando as demais aves normais.
Outra coisa que faltou foram dedos para os pés. Colocou
apenas dois dedos em cada pé. Sacanagem, Senhor!
Depois olhou para sua obra e não sabia se era uma ave ou um
camelo. Tanto é que, logo depois, Adão, dando os nomes a tudo o
que via pela frente, olhou para aquele ser meio abominável e disse:
Struthio camelus australis. Que é o nome oficial da coisa. Acho que
o struthio deve ser aquele pescoço fino em forma de salsicha.
Pois um animal daquele tamanho deveria botar ovos
proporcionais ao seu corpo. Outro erro. É grande, mas nem tanto. E
me explicava o criador que os avestruzes vivem até os 70 anos e se
reproduzem plenamente até os 40, entrando depois na menopausa.
Não têm, portanto, TPM. Uma fêmea de avestruz com TPM é
perigosíssima!
Podem gerar de dez a 30 crias por ano, expliquei ao garoto, filho
da minha amiga. Pois ele ficou mais animado ainda, imaginando
aquele bando de avestruzes correndo pela sala do apartamento.
Ele insiste, quer que eu leve um avestruz para ele de avião,
no domingo. Não sabia mais o que fazer.
Foi quando descobri que eles comem o que encontram pela
frente, inclusive pedaços de ferro e madeiras. Joguinhos
eletrônicos, por exemplo. Máquina digital de fotografia, times
inteiros de futebol de botão e, principalmente, chuteiras. E, se
descuidar, um mouse de vez em quando cai bem.
Parece que convenci o garoto. Me telefonou e disse que troca
o avestruz por cinco gaivotas e um urubu.
Pedi para a minha amiga levar o garoto a um psicólogo.
Afinal, tenho mais o que fazer do que ser gigolô de avestruz.
3º passo:
• Quem é o narrador do texto?
• Por que você acha que o menino queria
um avestruz de estimação?
• É possível descrever psicologicamente o
menino?
Depois da leitura
Localização de informações no texto;
comparação de informações; generalizações
4º passo: Preencha a ficha técnica com base
nas informações do texto
FICHA TÉCNICA
NOME CIENTÍFICO:
PESO:
ALTURA:
EXPECTATIVA DE VIDA:
PERÍODO DE REPRODUÇÃO:
O texto narra uma história. Complete o
quadro com os elementos da narrativa:
ELEMENTOS DA NARRATIVA
PERSONAGENS:
ENREDO:
ESPAÇO:
TEMPO:
FOCO NARRATIVO:
Conte um experiência inesquecível que você
vivenciou com um animal de estimação
( produção oral ou escrita)
Produção de inferências locais; produção de
inferências globais
5º passo: Responda às questões:
• Você sabe por que os animais têm nomes
científicos?
• Na sua opinião, por que o garoto desistiu
de ter o avestruz como animal de
estimação?
• Explique a expressão “Uma avestruz de
TPM é perigosíssima.”
Recuperação do contexto de produção;
definição de finalidade e metas da atividade
de leitura
6º passo:
• Qual o gênero do texto?
• Quem você acha que lê este tipo de texto?
• Quais são as características da crônica
narrativa?
• Quem é o autor do texto? Você já leu
outro texto do autor?
• Biografia do autor
Mário Prata
Mario Alberto Campos de Morais Prata é natural de Uberaba
(MG), onde nasceu no dia 11 de fevereiro de 1946. Foi criado em
Lins, interior de São Paulo. Com 10 anos de idade já escrevia
crônicas. Nesse período de sua vida era o redator do jornalzinho
de sua classe na escola. Sendo vizinho de frente do jornal A
Gazeta de Lins, com 14 anos começou a escrever a coluna social
com o pseudônimo de Franco Abbiazzi. Passou, com o tempo,a
fazer de tudo no jornal, desde editoriais a reportagens esportivas
e artigos de peso. Além de escrever Mário se dedicava ao tênis e,
defendendo o Clube Atlético Linense, acabou sendo o campeão
noroestino infantil na década de 60. Lia tudo o que lhe caia nas
mãos, em especial as famosas revistas da época. Aos 16 anos
recebe um convite de Roberto Filipelli, que foi depois diretor da
Globo em Londres, para fazer com ele o "Jornal do Lar". Samuel
Wainer, vislumbrando seu grande talento, levou-o, nessa época,
para escrever no jornal "Última Hora. Na década de 60, em plena
revolução, inicia o curso de Economia na U.S.P. Apesar da opinião
contrária dos familiares e dos amigos, e movido pela vontade
cada vez maior de ser escritor, resolveu pedir demissão do Banco
do Brasil e abandonar a faculdade de Economia. A partir de então
vem obtendo sucesso com inúmeros livros, novelas, peças,
roteiros, etc., tendo sido agraciado com diversos prêmios
nacionais e internacionais. Morou em Portugal por 2 anos.
Atualmente mora em São Paulo e diz que gosta de escrever de
manhã. Escreveu, semanalmente, na revista "Época" e no jornal
"O Estado de São Paulo" por vários anos.
Mário Prata
Percepção das relações de intertextualidade;
percepção das relações de
interdiscursividade
7º passo:
• Observe a música XTUDO e o avestruz, de
Hélio Ziskind e compare as informações
referentes às características do avestruz
com as informações na letra da música.
X-TUDO e o avestruz
(Hélio Ziskind)
Papagaio, beija-flor, galinha, urubu,
são aves
Na África
Vive a maior ave do mundo.
É grande dá pra montar;
com um chute pode matar;
quando corre,
chega a 70 Km por hora;
é capaz de comer
pedra, arame, galho, grama,
relógio, anel,
bola de gude
COME TUDO!
X – Tudo
É pernudo, pescoçudo,
tem pena macia
põe um ovo enorme
que parece melancia
É ave
mas não voa
Quem sabe o nome dela?
Nunca fala nada
come X-tudo.
A-ves-truz
é mu-do.
(dá pra repetir?)
• Leia o texto informativo da Revista
O avestruz é a maior ave do mundo, só que não voa! Veja 10
curiosidades sobre o bicho
• 1. O avestruz é a maior ave que existe. Mas ele não voa. Suas asas
servem de proteção e ajudam o bicho a se equilibrar quando corre.
• 2. Existe apenas uma espécie de avestruz. Ela é originária da África,
onde a ave vive nas savanas e estepes. Como é muito resistente e
se adapta a vários climas, foi levada para várias partes do mundo,
inclusive o Brasil.
• 3. O avestruz adora calor. Ele consegue suportar temperaturas
muito altas, de cerca de 55 graus centígrados.
• 4. O alimento preferido do avestruz é um besouro que tem cor de
metal. Por isso, tudo o que brilha chama a atenção dele e pode
acabar comendo pregos, relógios e outros objetos por engano.
• 5. O avestruz também engole areia e pedregulhos. Ele tem dois
estômagos. Um deles digere os alimentos pela ação de enzimas. No
outro, os pedregulhos ajudam a triturar o que não foi dissolvido
pelas enzimas.
• 6. Essa ave é tão gulosa que costuma colocar a cabeça em buracos
para procurar mais comida. Ela não faz isso porque é tímida, não.
• 7. O avestruz é gigante, mas tem a cabeça bem pequena. Tanto que
os olhos dessa ave são maiores do que o cérebro. As pernas são
musculosas e dão chutes fortes nos inimigos. Os pés têm dois
dedos, apenas um deles com unha.
• 8. O avestruz macho é maior do que a fêmea. Ela faz o ninho, bota
cerca de 50 ovos, dois por semana, e choca-os durante o dia. À
noite, é a vez de o macho aquecer os ovos com o corpo.
• 9. O ovo de avestruz é o maior que existe. Pesa quase 1 quilo e
meio e seu tamanho corresponde a 25 ovos de galinha. A casca é
tão grossa que é usada por alguns povos para carregar água e
comida.
• 10. O filhote de avestruz nasce depois de 40 dias em que o ovo é
chocado, aquecido pelo corpo dos pais. Com 1 dia de vida ele já
deixa o ninho e com 1 ano já está do tamanho de um avestruz
adulto.
(www.recreio.com.br/licao-de-casa/voce-sabiaavestruz?)
Percepção de outras linguagens;
elaboração de apreciações estéticas e
/ou afetivas; elaboração de apreciações
relativas a valores éticos e/ou políticos
8º passo:
Atividade oral:
• Debate sobre a imposição de limites pelos
pais:
 Você acha normal o pedido do garoto?
 É normal uma criança de 10 anos querer
as coisas por birra?
Você concorda com a atitude dos pais de
atenderem ao pedido do garoto?
• Assista ao desenho A turma do Pica-Pau:
Samuel – O ovo do avestruz e eu...
disponível em www.youtube.com/watch?V=MHw5nnrsYAw
e discuta quais as complicações para criar
um avestruz em casa:
• Assista ao vídeo Avestruz disponível em
www.youtube.com/watch?V=PrAtxOwcAE e compare as
informações do vídeo com o texto:
E. E. José Theodoro de Moraes
• Equipe:
Alexandra Cristina de Almeida Grillo
Daniela Pozan Mizael
Fernanda Oliveira do Amaral
Heloísa Morais Delfino Goskos
Maria Regina Barroso da Silva
Silvana Aparecida Marques Pereira Binotti

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
Mocinha05
 
Avestruz.Situação de Aprendizagem
Avestruz.Situação de AprendizagemAvestruz.Situação de Aprendizagem
Avestruz.Situação de Aprendizagem
Mariwata
 
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
Sequãšncia didãtica   curso n line 2013Sequãšncia didãtica   curso n line 2013
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
gis22
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013
Cintia Sitta
 
Sequencia didatica grupo 6
Sequencia didatica grupo 6Sequencia didatica grupo 6
Sequencia didatica grupo 6
Cristina Pereira
 
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruzSituação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
washingtonac
 
Turma 2 avestruz 1
Turma 2   avestruz 1Turma 2   avestruz 1
Turma 2 avestruz 1
viajandonasentrelinhas
 
Texto Avestruz - Mário Prata
Texto Avestruz - Mário PrataTexto Avestruz - Mário Prata
Texto Avestruz - Mário Prata
Rosangela Fulini Rodrigues
 
Sequência didática mário
Sequência didática márioSequência didática mário
Sequência didática mário
tcpthais
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
lmoreira13
 
Saresp 2010
Saresp 2010Saresp 2010
Bárbara avestruz
Bárbara avestruzBárbara avestruz
Bárbara avestruz
Anaayres
 
Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)
Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)
Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)
queilebpromero
 

Mais procurados (13)

Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
 
Avestruz.Situação de Aprendizagem
Avestruz.Situação de AprendizagemAvestruz.Situação de Aprendizagem
Avestruz.Situação de Aprendizagem
 
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
Sequãšncia didãtica   curso n line 2013Sequãšncia didãtica   curso n line 2013
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013
 
Sequencia didatica grupo 6
Sequencia didatica grupo 6Sequencia didatica grupo 6
Sequencia didatica grupo 6
 
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruzSituação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
Situação de aprendizagem desenvolvida a partir da crônica avestruz
 
Turma 2 avestruz 1
Turma 2   avestruz 1Turma 2   avestruz 1
Turma 2 avestruz 1
 
Texto Avestruz - Mário Prata
Texto Avestruz - Mário PrataTexto Avestruz - Mário Prata
Texto Avestruz - Mário Prata
 
Sequência didática mário
Sequência didática márioSequência didática mário
Sequência didática mário
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Saresp 2010
Saresp 2010Saresp 2010
Saresp 2010
 
Bárbara avestruz
Bárbara avestruzBárbara avestruz
Bárbara avestruz
 
Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)
Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)
Avestruz.trabalho final.grupo 6 (3) (1)
 

Semelhante a Avestruz - Situação de Aprendizagem

Avestruz mgme
Avestruz   mgmeAvestruz   mgme
Avestruz mgme
Caroline Canales
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
Mocinha05
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
Mocinha05
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013
Cintia Sitta
 
O avestruz grupo 6
O avestruz grupo 6O avestruz grupo 6
O avestruz grupo 6
gruposeismgme
 
Bárbara avestruz
Bárbara avestruzBárbara avestruz
Bárbara avestruz
Anaayres
 
Avestruz (1)
Avestruz (1)Avestruz (1)
Avestruz (1)
Eliana Freitas
 
Gina power point
Gina power pointGina power point
Gina power point
Edna Meda
 
Situação de aprendizagem texto avestruz
Situação de aprendizagem texto avestruzSituação de aprendizagem texto avestruz
Situação de aprendizagem texto avestruz
mariaprui
 
Situação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)aSituação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)a
Roberta Marcon
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2
limpmari
 
Sa1 o avestruz (2)
Sa1   o avestruz (2)Sa1   o avestruz (2)
Sa1 o avestruz (2)
danilozerlotti
 
Avestruz - Mário Prata
Avestruz - Mário PrataAvestruz - Mário Prata
Avestruz - Mário Prata
viajandocomaspalavras
 
Seq. didática 2 (marcela)
Seq. didática 2 (marcela)Seq. didática 2 (marcela)
Seq. didática 2 (marcela)
Mar_Siq_Lim
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
aracelinogueira
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
Pacinicelia
 
Sequencia didatica de maria clara
Sequencia didatica de maria claraSequencia didatica de maria clara
Sequencia didatica de maria clara
Mari_Ogata
 
Estratégias de leitura - Avestruz - MGME
Estratégias de leitura - Avestruz - MGMEEstratégias de leitura - Avestruz - MGME
Estratégias de leitura - Avestruz - MGME
profcarla
 
Sa avestruz
Sa avestruzSa avestruz
Sa avestruz
Simone Machado
 
Atividade avestruz
Atividade avestruzAtividade avestruz
Atividade avestruz
LHJR78
 

Semelhante a Avestruz - Situação de Aprendizagem (20)

Avestruz mgme
Avestruz   mgmeAvestruz   mgme
Avestruz mgme
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013
 
O avestruz grupo 6
O avestruz grupo 6O avestruz grupo 6
O avestruz grupo 6
 
Bárbara avestruz
Bárbara avestruzBárbara avestruz
Bárbara avestruz
 
Avestruz (1)
Avestruz (1)Avestruz (1)
Avestruz (1)
 
Gina power point
Gina power pointGina power point
Gina power point
 
Situação de aprendizagem texto avestruz
Situação de aprendizagem texto avestruzSituação de aprendizagem texto avestruz
Situação de aprendizagem texto avestruz
 
Situação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)aSituação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)a
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2
 
Sa1 o avestruz (2)
Sa1   o avestruz (2)Sa1   o avestruz (2)
Sa1 o avestruz (2)
 
Avestruz - Mário Prata
Avestruz - Mário PrataAvestruz - Mário Prata
Avestruz - Mário Prata
 
Seq. didática 2 (marcela)
Seq. didática 2 (marcela)Seq. didática 2 (marcela)
Seq. didática 2 (marcela)
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Sequencia didatica de maria clara
Sequencia didatica de maria claraSequencia didatica de maria clara
Sequencia didatica de maria clara
 
Estratégias de leitura - Avestruz - MGME
Estratégias de leitura - Avestruz - MGMEEstratégias de leitura - Avestruz - MGME
Estratégias de leitura - Avestruz - MGME
 
Sa avestruz
Sa avestruzSa avestruz
Sa avestruz
 
Atividade avestruz
Atividade avestruzAtividade avestruz
Atividade avestruz
 

Avestruz - Situação de Aprendizagem

  • 1. Situação de Aprendizagem Texto: Avestruz Autor: Mário Prata Público-alvo: 6º ano
  • 2. Antes da leitura Conhecimento de mundo; antecipação ou predição; checagem de hipóteses 1º passo: O professor, antes da leitura, faz algumas perguntas: • Você sabe o nome desse animal?
  • 3. • Você já viu um avestruz? • Pelo título podemos saber o assunto do texto? • Seria ideal ter um avestruz como animal de estimação? • Você tem animal de estimação? Qual? • Você conhece a expressão “estômago de avestruz”? Qual o seu significado?
  • 4. Durante a leitura Leitura autônoma ou compartilhada 2º passo: Fazer a leitura do texto Avestruz O filho de uma grande amiga pediu, de presente pelos seus 10 anos, um avestruz. Cismou, fazer o quê? Moram em um apartamento em Higienópolis, São Paulo. E ela me mandou um e- mail dizendo que a culpa era minha. Sim, porque foi aqui ao lado de casa, em Floripa, que o menino conheceu os avestruzes. Tem uma plantação, digo, criação deles. Aquilo impressionou o garoto. Culpado, fui até o local saber se eles vendiam filhotes de avestruz. E se entregavam em domicílio. E fiquei a observar a ave. Se é que podemos chamar aquilo de ave. O avestruz foi um erro da natureza, minha amiga. Na hora de criar o avestruz, Deus devia estar muito cansado e cometeu alguns erros. Deve ter criado primeiro o corpo, que se assemelha, em tamanho, a um boi. Sabe quanto pesa um avestruz? Entre 100 e 160 quilos, fui logo avisando a minha amiga. E a altura pode chegar a quase 3 metros - 2,70 para ser mais exato.
  • 5. Mas eu estava falando da sua criação por Deus. Colocou um pescoço que não tem absolutamente nada a ver com o corpo. Não devia mais ter estoque de asas no paraíso, então colocou asas atrofiadas. Talvez até sabiamente para evitar que saíssem voando em bandos por aí, assustando as demais aves normais. Outra coisa que faltou foram dedos para os pés. Colocou apenas dois dedos em cada pé. Sacanagem, Senhor! Depois olhou para sua obra e não sabia se era uma ave ou um camelo. Tanto é que, logo depois, Adão, dando os nomes a tudo o que via pela frente, olhou para aquele ser meio abominável e disse: Struthio camelus australis. Que é o nome oficial da coisa. Acho que o struthio deve ser aquele pescoço fino em forma de salsicha. Pois um animal daquele tamanho deveria botar ovos proporcionais ao seu corpo. Outro erro. É grande, mas nem tanto. E me explicava o criador que os avestruzes vivem até os 70 anos e se reproduzem plenamente até os 40, entrando depois na menopausa. Não têm, portanto, TPM. Uma fêmea de avestruz com TPM é perigosíssima! Podem gerar de dez a 30 crias por ano, expliquei ao garoto, filho da minha amiga. Pois ele ficou mais animado ainda, imaginando aquele bando de avestruzes correndo pela sala do apartamento.
  • 6. Ele insiste, quer que eu leve um avestruz para ele de avião, no domingo. Não sabia mais o que fazer. Foi quando descobri que eles comem o que encontram pela frente, inclusive pedaços de ferro e madeiras. Joguinhos eletrônicos, por exemplo. Máquina digital de fotografia, times inteiros de futebol de botão e, principalmente, chuteiras. E, se descuidar, um mouse de vez em quando cai bem. Parece que convenci o garoto. Me telefonou e disse que troca o avestruz por cinco gaivotas e um urubu. Pedi para a minha amiga levar o garoto a um psicólogo. Afinal, tenho mais o que fazer do que ser gigolô de avestruz.
  • 7. 3º passo: • Quem é o narrador do texto? • Por que você acha que o menino queria um avestruz de estimação? • É possível descrever psicologicamente o menino?
  • 8. Depois da leitura Localização de informações no texto; comparação de informações; generalizações 4º passo: Preencha a ficha técnica com base nas informações do texto FICHA TÉCNICA NOME CIENTÍFICO: PESO: ALTURA: EXPECTATIVA DE VIDA: PERÍODO DE REPRODUÇÃO:
  • 9. O texto narra uma história. Complete o quadro com os elementos da narrativa: ELEMENTOS DA NARRATIVA PERSONAGENS: ENREDO: ESPAÇO: TEMPO: FOCO NARRATIVO:
  • 10. Conte um experiência inesquecível que você vivenciou com um animal de estimação ( produção oral ou escrita) Produção de inferências locais; produção de inferências globais 5º passo: Responda às questões: • Você sabe por que os animais têm nomes científicos? • Na sua opinião, por que o garoto desistiu de ter o avestruz como animal de estimação? • Explique a expressão “Uma avestruz de TPM é perigosíssima.”
  • 11. Recuperação do contexto de produção; definição de finalidade e metas da atividade de leitura 6º passo: • Qual o gênero do texto? • Quem você acha que lê este tipo de texto? • Quais são as características da crônica narrativa? • Quem é o autor do texto? Você já leu outro texto do autor? • Biografia do autor
  • 12. Mário Prata Mario Alberto Campos de Morais Prata é natural de Uberaba (MG), onde nasceu no dia 11 de fevereiro de 1946. Foi criado em Lins, interior de São Paulo. Com 10 anos de idade já escrevia crônicas. Nesse período de sua vida era o redator do jornalzinho de sua classe na escola. Sendo vizinho de frente do jornal A Gazeta de Lins, com 14 anos começou a escrever a coluna social com o pseudônimo de Franco Abbiazzi. Passou, com o tempo,a fazer de tudo no jornal, desde editoriais a reportagens esportivas e artigos de peso. Além de escrever Mário se dedicava ao tênis e, defendendo o Clube Atlético Linense, acabou sendo o campeão noroestino infantil na década de 60. Lia tudo o que lhe caia nas mãos, em especial as famosas revistas da época. Aos 16 anos recebe um convite de Roberto Filipelli, que foi depois diretor da Globo em Londres, para fazer com ele o "Jornal do Lar". Samuel Wainer, vislumbrando seu grande talento, levou-o, nessa época, para escrever no jornal "Última Hora. Na década de 60, em plena revolução, inicia o curso de Economia na U.S.P. Apesar da opinião contrária dos familiares e dos amigos, e movido pela vontade cada vez maior de ser escritor, resolveu pedir demissão do Banco do Brasil e abandonar a faculdade de Economia. A partir de então vem obtendo sucesso com inúmeros livros, novelas, peças, roteiros, etc., tendo sido agraciado com diversos prêmios nacionais e internacionais. Morou em Portugal por 2 anos. Atualmente mora em São Paulo e diz que gosta de escrever de manhã. Escreveu, semanalmente, na revista "Época" e no jornal "O Estado de São Paulo" por vários anos.
  • 14. Percepção das relações de intertextualidade; percepção das relações de interdiscursividade 7º passo: • Observe a música XTUDO e o avestruz, de Hélio Ziskind e compare as informações referentes às características do avestruz com as informações na letra da música.
  • 15. X-TUDO e o avestruz (Hélio Ziskind) Papagaio, beija-flor, galinha, urubu, são aves Na África Vive a maior ave do mundo. É grande dá pra montar; com um chute pode matar; quando corre, chega a 70 Km por hora; é capaz de comer pedra, arame, galho, grama, relógio, anel, bola de gude COME TUDO! X – Tudo É pernudo, pescoçudo, tem pena macia põe um ovo enorme que parece melancia É ave mas não voa Quem sabe o nome dela? Nunca fala nada come X-tudo. A-ves-truz é mu-do. (dá pra repetir?)
  • 16. • Leia o texto informativo da Revista O avestruz é a maior ave do mundo, só que não voa! Veja 10 curiosidades sobre o bicho • 1. O avestruz é a maior ave que existe. Mas ele não voa. Suas asas servem de proteção e ajudam o bicho a se equilibrar quando corre. • 2. Existe apenas uma espécie de avestruz. Ela é originária da África, onde a ave vive nas savanas e estepes. Como é muito resistente e se adapta a vários climas, foi levada para várias partes do mundo, inclusive o Brasil. • 3. O avestruz adora calor. Ele consegue suportar temperaturas muito altas, de cerca de 55 graus centígrados. • 4. O alimento preferido do avestruz é um besouro que tem cor de metal. Por isso, tudo o que brilha chama a atenção dele e pode acabar comendo pregos, relógios e outros objetos por engano.
  • 17. • 5. O avestruz também engole areia e pedregulhos. Ele tem dois estômagos. Um deles digere os alimentos pela ação de enzimas. No outro, os pedregulhos ajudam a triturar o que não foi dissolvido pelas enzimas. • 6. Essa ave é tão gulosa que costuma colocar a cabeça em buracos para procurar mais comida. Ela não faz isso porque é tímida, não. • 7. O avestruz é gigante, mas tem a cabeça bem pequena. Tanto que os olhos dessa ave são maiores do que o cérebro. As pernas são musculosas e dão chutes fortes nos inimigos. Os pés têm dois dedos, apenas um deles com unha. • 8. O avestruz macho é maior do que a fêmea. Ela faz o ninho, bota cerca de 50 ovos, dois por semana, e choca-os durante o dia. À noite, é a vez de o macho aquecer os ovos com o corpo. • 9. O ovo de avestruz é o maior que existe. Pesa quase 1 quilo e meio e seu tamanho corresponde a 25 ovos de galinha. A casca é tão grossa que é usada por alguns povos para carregar água e comida. • 10. O filhote de avestruz nasce depois de 40 dias em que o ovo é chocado, aquecido pelo corpo dos pais. Com 1 dia de vida ele já deixa o ninho e com 1 ano já está do tamanho de um avestruz adulto. (www.recreio.com.br/licao-de-casa/voce-sabiaavestruz?)
  • 18. Percepção de outras linguagens; elaboração de apreciações estéticas e /ou afetivas; elaboração de apreciações relativas a valores éticos e/ou políticos 8º passo: Atividade oral: • Debate sobre a imposição de limites pelos pais:  Você acha normal o pedido do garoto?  É normal uma criança de 10 anos querer as coisas por birra?
  • 19. Você concorda com a atitude dos pais de atenderem ao pedido do garoto? • Assista ao desenho A turma do Pica-Pau: Samuel – O ovo do avestruz e eu... disponível em www.youtube.com/watch?V=MHw5nnrsYAw e discuta quais as complicações para criar um avestruz em casa: • Assista ao vídeo Avestruz disponível em www.youtube.com/watch?V=PrAtxOwcAE e compare as informações do vídeo com o texto:
  • 20. E. E. José Theodoro de Moraes • Equipe: Alexandra Cristina de Almeida Grillo Daniela Pozan Mizael Fernanda Oliveira do Amaral Heloísa Morais Delfino Goskos Maria Regina Barroso da Silva Silvana Aparecida Marques Pereira Binotti