SlideShare uma empresa Scribd logo
19/11/2017 BDQ Prova
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2064118&classId=855344&topicId=2622556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034… 1/2
PAULA PRAXEDES DO NASCIMENTO
201702148882 MOREIRA CAMPOS
Voltar
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Simulado: GST0087_SM_201702148882 V.1
Aluno(a): PAULA PRAXEDES DO NASCIMENTO Matrícula: 201702148882
Desempenho: 0,3 de 0,5 Data: 05/11/2017 21:02:26 (Finalizada)
1a Questão (Ref.: 201702381992) Pontos: 0,1 / 0,1
De acordo com a IAS 16 - Ativo Imobilizado os principais pontos a serem considerados na contabilização do ativo
imobilizado são o reconhecimento dos ativos, a determinação dos seus valores contábeis e os valores de
depreciação e perdas por desvalorização a serem reconhecidas em relação aos mesmos. Analise as afirmativas
abaixo quanto ao Ativo Imobilizado:
I- Um item do ativo imobilizado que seja classificado para reconhecimento como ativo deve ser mensurado pelo seu
custo;
II- Após o reconhecimento como ativo, um item do ativo imobilizado deve ser apresentado ao custo menos
qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas;
III- Após o reconhecimento como um ativo, o item do ativo imobilizado cujo valor justo possa ser mensurado
confiavelmente pode ser apresentado, se permitido por lei, pelo seu valor reavaliado, correspondente ao seu valor
justo à data da reavaliação menos qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas
subsequentes.
Estão corretas:
todas as afirmativas
somente, I e II
somente, I e III
somente, II e III
somente, III
Gabarito Comentado.
2a Questão (Ref.: 201702381994) Pontos: 0,0 / 0,1
Os principais pontos a serem considerados na contabilização do ativo imobilizado são o reconhecimento dos ativos,
a determinação dos seus valores contábeis e os valores de depreciação e perdas por desvalorização a serem
reconhecidas em relação aos mesmos. Analise as afirmativas abaixo quanto ao Ativo Imobilizado:
I- Um item do ativo imobilizado que seja classificado para reconhecimento como ativo deve ser mensurado pelo seu
valor de mercado;
II- Após o reconhecimento como ativo, um item do ativo imobilizado deve ser apresentado ao custo menos
qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas;
III- Após o reconhecimento como um ativo, o item do ativo imobilizado cujo valor justo possa ser mensurado
confiavelmente pode ser apresentado, se permitido por lei, pelo seu valor reavaliado, correspondente ao seu valor
justo à data da reavaliação menos qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas
subsequentes.
Estão corretas:
19/11/2017 BDQ Prova
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2064118&classId=855344&topicId=2622556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034… 2/2
todas as afirmativas
apenas, I e III
apenas, I
apenas, I e II
apenas, II e III
Gabarito Comentado.
3a Questão (Ref.: 201702766661) Pontos: 0,1 / 0,1
De acordo com o IAS2 (CPC 16) qual o método de mensuração dos estoques?
Custo ou valor justo, dos dois o maior
Custo ou valor realizável líquido, dos dois o menor
Nenhuma das respostas anteriores
Custo ou valor justo, dos dois o menor
Custo ou valor realizável líquido, dos dois o maior
4a Questão (Ref.: 201702232020) Pontos: 0,1 / 0,1
Qual é o organismo nacional responsável pela edição e publicação das normas internacionais de contabilidade?
Conselho Federal de Contabilidade
Comitê de Pronunciamentos Contábeis
Instituto dos Auditores Independentes do Brasil
Comissão de Valores Contábeis
Conselho Regional de Contabilidade
5a Questão (Ref.: 201702947014) Pontos: 0,0 / 0,1
De acordo com a IAS1 - Apresentação das Demonstrações Contábeis, todas as alternativas estão corretas,
EXCETO:
Os relatório contábeis deverão ser apresentados no mínimo anualmente, com a inclusão da informação
comparativa do ano anterior.
A IAS 1 estabelece os requisitos gerais para a apresentação das demonstrações contábeis, as diretrizes
para as suas estruturas e as exigências mínimas quanto aos seus conteúdos.
Regime de Caixa e Continuidade são apresentados na Estrutura Conceitual para Elaboração e Apresentação
das Demonstrações Contábeis como pressupostos básicos.
A informação comparativa de período anterior deverá ser divulgada para todos os valores apresentados nas
demonstrações contábeis, exceto quando for exigido de outra forma.
As orientações da IAS 1 são aplicáveis a todas as demonstrações contábeis de propósitos gerais, que são
aquelas direcionadas ao atendimento dos usuários que não estão em posição de exigir relatórios que
atendam às suas necessidades informacionais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividade de revisão de Contabilidade
Atividade de revisão de ContabilidadeAtividade de revisão de Contabilidade
Atividade de revisão de Contabilidade
Jaguar Souza
 
Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)
BSuelly
 
05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial
05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial 05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial
05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial
Faculdade de Itaituba
 
Contabilidade topicos avançados 9
Contabilidade topicos avançados 9Contabilidade topicos avançados 9
Contabilidade topicos avançados 9
J M
 
Va contabilidade intermediaria_aula_01_impressao
Va contabilidade intermediaria_aula_01_impressaoVa contabilidade intermediaria_aula_01_impressao
Va contabilidade intermediaria_aula_01_impressao
Carlos Campos - MBA,ADM.
 
Contabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exerciciosContabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exercicios
capitulocontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
contacontabil
 
Prova cfc 02 2014 comentada
Prova cfc 02 2014   comentadaProva cfc 02 2014   comentada
Prova cfc 02 2014 comentada
Fernando Machado
 
Contabilidade 1
Contabilidade 1Contabilidade 1
Contabilidade 1
1989chanaetomazia
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBC
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBCTurma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBC
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBC
Marta Chaves
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06
Thiago Chaim
 
Contabilidade missagia e velter
Contabilidade   missagia e velterContabilidade   missagia e velter
Contabilidade missagia e velter
J M
 
Prova crc 09.2011
Prova crc 09.2011Prova crc 09.2011
Prova crc 09.2011
Alexandra Petilo
 
Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1
zeramento contabil
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeis
simuladocontabil
 
Apostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exerciciosApostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exercicios
apostilacontabil
 
Contas a receber
Contas a receberContas a receber
Contas a receber
Rafaela Nojosa
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
FATECOU
 
Simulado ate fiscal-contabil
Simulado ate fiscal-contabilSimulado ate fiscal-contabil
Simulado ate fiscal-contabil
Neon Online
 

Mais procurados (19)

Atividade de revisão de Contabilidade
Atividade de revisão de ContabilidadeAtividade de revisão de Contabilidade
Atividade de revisão de Contabilidade
 
Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)
 
05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial
05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial 05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial
05 exercicio 04 estoques avaliacao parcial
 
Contabilidade topicos avançados 9
Contabilidade topicos avançados 9Contabilidade topicos avançados 9
Contabilidade topicos avançados 9
 
Va contabilidade intermediaria_aula_01_impressao
Va contabilidade intermediaria_aula_01_impressaoVa contabilidade intermediaria_aula_01_impressao
Va contabilidade intermediaria_aula_01_impressao
 
Contabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exerciciosContabilidade geral exercicios
Contabilidade geral exercicios
 
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedraExercicios resolvidos contabilidade geral   aula 05 cathedra
Exercicios resolvidos contabilidade geral aula 05 cathedra
 
Prova cfc 02 2014 comentada
Prova cfc 02 2014   comentadaProva cfc 02 2014   comentada
Prova cfc 02 2014 comentada
 
Contabilidade 1
Contabilidade 1Contabilidade 1
Contabilidade 1
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBC
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBCTurma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBC
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Princípios de Contabilidade e NBC
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 06
 
Contabilidade missagia e velter
Contabilidade   missagia e velterContabilidade   missagia e velter
Contabilidade missagia e velter
 
Prova crc 09.2011
Prova crc 09.2011Prova crc 09.2011
Prova crc 09.2011
 
Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1
 
Resolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeisResolução de questões contabeis
Resolução de questões contabeis
 
Apostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exerciciosApostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exercicios
 
Contas a receber
Contas a receberContas a receber
Contas a receber
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Simulado ate fiscal-contabil
Simulado ate fiscal-contabilSimulado ate fiscal-contabil
Simulado ate fiscal-contabil
 

Semelhante a Av 2 internacional

Cont. inter. avaliando o aprendizado 03
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03
Cont. inter. avaliando o aprendizado 03
adelaideh
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 03-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 03-1
adelaideh
 
Av 4 internacional
Av 4 internacionalAv 4 internacional
Av 4 internacional
adelaideh
 
Av internacional 03
Av internacional 03Av internacional 03
Av internacional 03
adelaideh
 
Av 3 internacional
Av 3 internacionalAv 3 internacional
Av 3 internacional
adelaideh
 
Av internacional 02
Av internacional 02Av internacional 02
Av internacional 02
adelaideh
 
IRB 2022
IRB 2022IRB 2022
IRB 2022
DIana776890
 
Av internacional 01
Av internacional 01Av internacional 01
Av internacional 01
adelaideh
 
Aula 04 contabilidade
Aula 04 contabilidadeAula 04 contabilidade
Aula 04 contabilidade
contacontabil
 
Simulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita FederalSimulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita Federal
Portal Silvio Sande
 
Atps contabilidade
Atps contabilidadeAtps contabilidade
Atps contabilidade
deltagrajau
 
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Claudio Parra
 
Apostila aidc 2010_2
Apostila aidc 2010_2Apostila aidc 2010_2
Apostila aidc 2010_2
Ailton Menezes Cunha Junior
 
Demonstrações financeiras anuais completas
Demonstrações financeiras anuais completasDemonstrações financeiras anuais completas
Demonstrações financeiras anuais completas
Jorge Meline
 
Prova 2011 02_tecnico
Prova 2011 02_tecnicoProva 2011 02_tecnico
Prova 2011 02_tecnico
Helena Hatsugai
 
Prova tecnico exame_2_2011_
Prova tecnico exame_2_2011_Prova tecnico exame_2_2011_
Prova tecnico exame_2_2011_
acmartins9
 
Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)
  Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)  Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)
Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)
Editora Síntese
 
11 Pdfsam Sumario
11 Pdfsam Sumario11 Pdfsam Sumario
11 Pdfsam Sumario
guest81fa1f
 
CONTABILIDADE PÚBLICA
CONTABILIDADE PÚBLICA CONTABILIDADE PÚBLICA
CONTABILIDADE PÚBLICA
LeandroSilva539817
 
Exame de suficiência 2 2013
Exame de suficiência 2 2013Exame de suficiência 2 2013
Exame de suficiência 2 2013
Oscar Lopes da Silva
 

Semelhante a Av 2 internacional (20)

Cont. inter. avaliando o aprendizado 03
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03
Cont. inter. avaliando o aprendizado 03
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 03-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 03-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 03-1
 
Av 4 internacional
Av 4 internacionalAv 4 internacional
Av 4 internacional
 
Av internacional 03
Av internacional 03Av internacional 03
Av internacional 03
 
Av 3 internacional
Av 3 internacionalAv 3 internacional
Av 3 internacional
 
Av internacional 02
Av internacional 02Av internacional 02
Av internacional 02
 
IRB 2022
IRB 2022IRB 2022
IRB 2022
 
Av internacional 01
Av internacional 01Av internacional 01
Av internacional 01
 
Aula 04 contabilidade
Aula 04 contabilidadeAula 04 contabilidade
Aula 04 contabilidade
 
Simulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita FederalSimulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita Federal
 
Atps contabilidade
Atps contabilidadeAtps contabilidade
Atps contabilidade
 
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...Tc58   renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
Tc58 renato vila nova - contabilidade geral - aula 9 .:. www.tc58n.wordpres...
 
Apostila aidc 2010_2
Apostila aidc 2010_2Apostila aidc 2010_2
Apostila aidc 2010_2
 
Demonstrações financeiras anuais completas
Demonstrações financeiras anuais completasDemonstrações financeiras anuais completas
Demonstrações financeiras anuais completas
 
Prova 2011 02_tecnico
Prova 2011 02_tecnicoProva 2011 02_tecnico
Prova 2011 02_tecnico
 
Prova tecnico exame_2_2011_
Prova tecnico exame_2_2011_Prova tecnico exame_2_2011_
Prova tecnico exame_2_2011_
 
Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)
  Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)  Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)
Sidmf.caixa_sidmf_controller_sintetico_extrato_pf2007 (1)
 
11 Pdfsam Sumario
11 Pdfsam Sumario11 Pdfsam Sumario
11 Pdfsam Sumario
 
CONTABILIDADE PÚBLICA
CONTABILIDADE PÚBLICA CONTABILIDADE PÚBLICA
CONTABILIDADE PÚBLICA
 
Exame de suficiência 2 2013
Exame de suficiência 2 2013Exame de suficiência 2 2013
Exame de suficiência 2 2013
 

Mais de adelaideh

Disciplina controladoria avaliando
Disciplina controladoria  avaliandoDisciplina controladoria  avaliando
Disciplina controladoria avaliando
adelaideh
 
Controladoria3 1
Controladoria3 1Controladoria3 1
Controladoria3 1
adelaideh
 
Controladoria3
Controladoria3Controladoria3
Controladoria3
adelaideh
 
Controladoria 1
Controladoria 1Controladoria 1
Controladoria 1
adelaideh
 
Controladoria
ControladoriaControladoria
Controladoria
adelaideh
 
Controladoria
ControladoriaControladoria
Controladoria
adelaideh
 
Controladoria 4
Controladoria 4Controladoria 4
Controladoria 4
adelaideh
 
Controladoria 2
Controladoria 2Controladoria 2
Controladoria 2
adelaideh
 
Controladoria 1
Controladoria 1Controladoria 1
Controladoria 1
adelaideh
 
Avaliando controladoria.pdf
Avaliando controladoria.pdfAvaliando controladoria.pdf
Avaliando controladoria.pdf
adelaideh
 
Av controladoria 04 1
Av controladoria 04 1Av controladoria 04 1
Av controladoria 04 1
adelaideh
 
Av controladoria 04
Av controladoria 04Av controladoria 04
Av controladoria 04
adelaideh
 
Av controladoria 03 1
Av controladoria 03 1Av controladoria 03 1
Av controladoria 03 1
adelaideh
 
Av controladoria 03
Av controladoria 03Av controladoria 03
Av controladoria 03
adelaideh
 
Av controladoria 02
Av controladoria 02Av controladoria 02
Av controladoria 02
adelaideh
 
Av controladoria 01
Av controladoria 01Av controladoria 01
Av controladoria 01
adelaideh
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 04-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 04-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 04-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 04-1
adelaideh
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02-1
adelaideh
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02
adelaideh
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 01-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 01-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 01-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 01-1
adelaideh
 

Mais de adelaideh (20)

Disciplina controladoria avaliando
Disciplina controladoria  avaliandoDisciplina controladoria  avaliando
Disciplina controladoria avaliando
 
Controladoria3 1
Controladoria3 1Controladoria3 1
Controladoria3 1
 
Controladoria3
Controladoria3Controladoria3
Controladoria3
 
Controladoria 1
Controladoria 1Controladoria 1
Controladoria 1
 
Controladoria
ControladoriaControladoria
Controladoria
 
Controladoria
ControladoriaControladoria
Controladoria
 
Controladoria 4
Controladoria 4Controladoria 4
Controladoria 4
 
Controladoria 2
Controladoria 2Controladoria 2
Controladoria 2
 
Controladoria 1
Controladoria 1Controladoria 1
Controladoria 1
 
Avaliando controladoria.pdf
Avaliando controladoria.pdfAvaliando controladoria.pdf
Avaliando controladoria.pdf
 
Av controladoria 04 1
Av controladoria 04 1Av controladoria 04 1
Av controladoria 04 1
 
Av controladoria 04
Av controladoria 04Av controladoria 04
Av controladoria 04
 
Av controladoria 03 1
Av controladoria 03 1Av controladoria 03 1
Av controladoria 03 1
 
Av controladoria 03
Av controladoria 03Av controladoria 03
Av controladoria 03
 
Av controladoria 02
Av controladoria 02Av controladoria 02
Av controladoria 02
 
Av controladoria 01
Av controladoria 01Av controladoria 01
Av controladoria 01
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 04-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 04-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 04-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 04-1
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02-1
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02Cont. inter.   avaliando o aprendizado 02
Cont. inter. avaliando o aprendizado 02
 
Cont. inter. avaliando o aprendizado 01-1
Cont. inter.   avaliando o aprendizado 01-1Cont. inter.   avaliando o aprendizado 01-1
Cont. inter. avaliando o aprendizado 01-1
 

Último

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 

Av 2 internacional

  • 1. 19/11/2017 BDQ Prova http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2064118&classId=855344&topicId=2622556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034… 1/2 PAULA PRAXEDES DO NASCIMENTO 201702148882 MOREIRA CAMPOS Voltar CONTABILIDADE INTERNACIONAL Simulado: GST0087_SM_201702148882 V.1 Aluno(a): PAULA PRAXEDES DO NASCIMENTO Matrícula: 201702148882 Desempenho: 0,3 de 0,5 Data: 05/11/2017 21:02:26 (Finalizada) 1a Questão (Ref.: 201702381992) Pontos: 0,1 / 0,1 De acordo com a IAS 16 - Ativo Imobilizado os principais pontos a serem considerados na contabilização do ativo imobilizado são o reconhecimento dos ativos, a determinação dos seus valores contábeis e os valores de depreciação e perdas por desvalorização a serem reconhecidas em relação aos mesmos. Analise as afirmativas abaixo quanto ao Ativo Imobilizado: I- Um item do ativo imobilizado que seja classificado para reconhecimento como ativo deve ser mensurado pelo seu custo; II- Após o reconhecimento como ativo, um item do ativo imobilizado deve ser apresentado ao custo menos qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas; III- Após o reconhecimento como um ativo, o item do ativo imobilizado cujo valor justo possa ser mensurado confiavelmente pode ser apresentado, se permitido por lei, pelo seu valor reavaliado, correspondente ao seu valor justo à data da reavaliação menos qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas subsequentes. Estão corretas: todas as afirmativas somente, I e II somente, I e III somente, II e III somente, III Gabarito Comentado. 2a Questão (Ref.: 201702381994) Pontos: 0,0 / 0,1 Os principais pontos a serem considerados na contabilização do ativo imobilizado são o reconhecimento dos ativos, a determinação dos seus valores contábeis e os valores de depreciação e perdas por desvalorização a serem reconhecidas em relação aos mesmos. Analise as afirmativas abaixo quanto ao Ativo Imobilizado: I- Um item do ativo imobilizado que seja classificado para reconhecimento como ativo deve ser mensurado pelo seu valor de mercado; II- Após o reconhecimento como ativo, um item do ativo imobilizado deve ser apresentado ao custo menos qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas; III- Após o reconhecimento como um ativo, o item do ativo imobilizado cujo valor justo possa ser mensurado confiavelmente pode ser apresentado, se permitido por lei, pelo seu valor reavaliado, correspondente ao seu valor justo à data da reavaliação menos qualquer depreciação e perda por redução ao valor recuperável acumuladas subsequentes. Estão corretas:
  • 2. 19/11/2017 BDQ Prova http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2064118&classId=855344&topicId=2622556&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f034… 2/2 todas as afirmativas apenas, I e III apenas, I apenas, I e II apenas, II e III Gabarito Comentado. 3a Questão (Ref.: 201702766661) Pontos: 0,1 / 0,1 De acordo com o IAS2 (CPC 16) qual o método de mensuração dos estoques? Custo ou valor justo, dos dois o maior Custo ou valor realizável líquido, dos dois o menor Nenhuma das respostas anteriores Custo ou valor justo, dos dois o menor Custo ou valor realizável líquido, dos dois o maior 4a Questão (Ref.: 201702232020) Pontos: 0,1 / 0,1 Qual é o organismo nacional responsável pela edição e publicação das normas internacionais de contabilidade? Conselho Federal de Contabilidade Comitê de Pronunciamentos Contábeis Instituto dos Auditores Independentes do Brasil Comissão de Valores Contábeis Conselho Regional de Contabilidade 5a Questão (Ref.: 201702947014) Pontos: 0,0 / 0,1 De acordo com a IAS1 - Apresentação das Demonstrações Contábeis, todas as alternativas estão corretas, EXCETO: Os relatório contábeis deverão ser apresentados no mínimo anualmente, com a inclusão da informação comparativa do ano anterior. A IAS 1 estabelece os requisitos gerais para a apresentação das demonstrações contábeis, as diretrizes para as suas estruturas e as exigências mínimas quanto aos seus conteúdos. Regime de Caixa e Continuidade são apresentados na Estrutura Conceitual para Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis como pressupostos básicos. A informação comparativa de período anterior deverá ser divulgada para todos os valores apresentados nas demonstrações contábeis, exceto quando for exigido de outra forma. As orientações da IAS 1 são aplicáveis a todas as demonstrações contábeis de propósitos gerais, que são aquelas direcionadas ao atendimento dos usuários que não estão em posição de exigir relatórios que atendam às suas necessidades informacionais.