SlideShare uma empresa Scribd logo
AUDITORIA EM
MARKETING
Auditoria em marketing como instrumento de avaliação das estratégias comerciais
das empresas
SALVADOR - 2018
ALUNOS
Ana Kelly Sousa Santos Silva;
Fabrício Fernandes da Silva;
Fernando José da Glória Santos;
RailanOliveira Rodrigues;
Ramayana Vaz Vargens Neta;
Vinicius Brittes de Jesus Leal Almeida.
Orientador: Prof. MSc. Georges Rebouças Ferreira
ARTIGO APRESENTADO COMO REQUISITO PARA
OBTENÇÃO DA NOTA DA AV2 DA DISCIPLINA DE
PROJETO INTEGRADOR DO 2º SEMESTRE DO CURSO
DE TECNÓLOGO EM MARKETING DA UNIJORGE.
O artigo tem como objetivo esclarecer e auxiliar o
melhoramento da auditoria nas organizações com o intuito de
avaliar as estratégias comerciais das mesmas ao determinar se
estas cumprem os objetivos e metas de marketing planejados
no começo de cada período. Para construção do artigo será
realizada uma pesquisa majoritariamente bibliográfica,
baseada na coleta de dados por meio de livros, periódicos e
revistas eletrônicas relacionadas ao tema.
Palavras-chaves: auditoria; marketing; empreendedorismo;
estratégias; negócios.
RESUMO
ASSUNTO
Auditoria em Marketing
TEMA
Auditoria em Marketing como instrumento de avaliação das
estratégias comerciais das empresas.
PROBLEMA
Quais as causas que levam os executivos a darem pouca
importância a Auditoria de Marketing?
HIPÓTESE
• Falta de conhecimento sobre o que é a Auditoria de Marketing
e suas vantagens.
• Os Executivos não compreendem a importância que possui a
Auditoria de Marketing quando a mesma está relacionada ao
cumprimento das metas da empresa.
ANTE-PROJETO
OBJETIVO GERAL
Divulgar os conceitos sobre a Auditoria de Marketing e
fomentar a compreensão da importância que ela possui
dentro das organizações para o cumprimento das metas.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Descrever os elementos da Auditoria de Marketing;
• Definir as características e fases da Auditoria de Marketing;
• Destacar a importância da Auditoria de Marketing dentro das
organizações empresariais;
• Determinar as necessidades que as empresas têm para
aplicar a Auditoria de Marketing;
ANTE-PROJETO
METODOLOGIA
Revisão bibliográfica através de livros, periódicos e revistas
eletrônicas.
JUSTIFICATIVA
Por se tratar de um tema pouco conhecido na área do
Marketing por parte dos estudantes, procura-se auxiliar no
entendimento do tema para que posteriormente as
organizações possam melhorar as estratégias comerciais e
determinar se elas cumprem os objetivos e metas de Marketing
planejados.
ANTE-PROJETO
KOTLER (1978) define a auditoria de marketing como: “um exame
independente de todo o esforço de marketing de uma organização
que cobre os objetivos, os programas, a implementação, a
organização e o controle, com o propósito de determinar e avaliar o
que está sendo feito e de recomendar o que deve ser feito no
futuro.” (p., p. 69-89)
KOTLER (1978) “a razão comum para se admitir uma auditoria de
marketing é de que a organização se defronta com um problema
importante que surge dos seus mercados, de seus produtos ou de
seus métodos de marketing.” É a maneira de se avaliar a atuação
de uma organização dentro de uma abordagem de marketing. (p., p.
69-89)
FICHAMENTOS
REFERÊNCIA:
KOTLER, Philip. Marketing para organizações que não visam o lucro. São
Paulo: Atlas, 1978.p., p. 69-89
URBANO (2003) "À medida que as organizações públicas e
privadas se desenvolvem e sua gestão se torna mais complexa,
novas ferramentas de pesquisa, avaliação e controle são essenciais
para detectar falhas atuais e futuras e com base nas
recomendações que são emitidas, implementar as medidas
corretivas necessárias para alcançar uma maior eficiência de seus
recursos " (p.28)
HOLTJE (1991), "inclui todos os esforços feitos por uma empresa
neste campo, ou é orientada para uma atividade de marketing
específica dentro do programa geral. Basicamente, a auditoria tenta
determinar o que está sendo feito, avaliar o que está sendo feito e
depois recomendar o que deve ser feito "(p.138).
FICHAMENTOS
URBANO, J. (1993). Auditoria de Personal. (1a Ed). Colombia: Centro Editorial.
Tradução por Ramayana Vargens.
HOLTJE, H. Mercadotecnia. México: McGraw Hill, 1991, pág. 138.
Tradução por Ramayana Vargens.
Este artigo focaliza a relevância da auditoria em marketing
dentro das organizações empresariais. Isso requer a
identificação dos diferentes segmentos, trabalhando para eles
e com eles, fazendo com que o marketing se torne um requisito
essencial para as empresas permanecerem no mercado.
No entanto, quando as estratégias de marketing não reportam
resultados satisfatórios em termos de aumento de vendas,
participação de mercado ou lucratividade, é necessário que as
empresas identifiquem os fatores que afetam sua atividade.
INTRODUÇÃO
A auditoria de marketing é uma linha de pesquisa que está
diretamente ligada à auditoria operacional, pois avalia e
valoriza a relevância, eficiência e eficácia das informações
existentes em uma empresa, o que permite alcançar e melhorar
continuamente o desempenho dos componentes de marketing,
bem como os procedimentos, métodos e políticas de uma
organização.
Um processo de auditoria em Marketing permite uma visão
organizacional sistêmica, uma vez que analisa e identifica
dados e situações referentes a toda e qualquer particularidade
mercadológica da organização. Essa é uma auditagem que vai
interferir na organização, à luz do mercado em que ela atua,
permitindo ainda conhecer e atuar em eventuais distorções na
imagem e na marca da empresa.
FUNDAMENTAÇÃO
TEÓRICA
Por meio dela serão definidas as soluções dos
problemas de marketing que possam surgir. As
soluções são propostas de acordo com as
observações e o raciocínio de um especialista em
marketing.
A Auditoria de Marketing, é uma ferramenta de trabalho que
permite à empresa analisar e avaliar os programas e ações da
área comercial e de marketing, bem como sua adaptação ao
meio ambiente e a situação do momento. Por meio de
auditorias de marketing, todas as áreas que afetam a eficácia
do marketing são examinadas para determinar oportunidades e
problemas futuros como base para planos de melhoria. O
resultado dessas análises resultará na recomendação ou não
de um plano de ação para melhorar a rentabilidade da
empresa.
DIFICULDADES DA
REALIZAÇÃO DA
AUDITORIA EM
MARKETING
No entanto, no setor empresarial soteropolitano, as auditorias
de marketing são quase que inexistentes. As possíveis causas
que levam os executivos a dar pouca importância a esse tipo
de auditoria podem ser as seguintes:
• Falta de conhecimento sobre a Auditoria de Marketing e suas
vantagens.
• Informações insuficientes ou diretrizes que permitem ao
auditor executar seu trabalho de maneira criativa, sistemática e
ordenada.
• Os auditores não estão totalmente preparados para a
mudança, são sobrecarregados pela rotina de auditoria
tradicional.
DIFICULDADES DA
REALIZAÇÃO DA
AUDITORIA EM
MARKETING
Percebe-se que as empresas em geral, por não
implementar auditorias de marketing como uma
ferramenta estratégica, têm limitações para detectar
situações como: a concorrência, mudanças nos hábitos
de consumo e a falta de coordenação nos programas de
marketing; o que ocasiona soluções inadequadas ou
objetivos irrealistas.
COMO
SOLUCIONAR?
1. A gestão precisa
analisar e corrigir
eventuais desvios
do mercado;
2. Descobrir áreas
em que se deve
agir para
melhorá-lo;
3. Focando suas
estratégias de
marketing para o
atendimento e a
satisfação dos
desejos dos clientes,
de forma a aumentar
a rentabilidade da
empresa.
“MARKETING É A ATIVIDADE, CONJUNTO DE
INSTITUIÇÕES E PROCESSOS PARA CRIAR,
COMUNICAR, DISTRIBUIR E EFETUAR A TROCA DE
OFERTAS QUE TENHAM VALOR PARA
CONSUMIDORES, CLIENTES, PARCEIROS E A
SOCIEDADE COMO UM TODO “
(AMA, 2008)
De acordo com LIMA FILHO (1969):
a) Todo programa de auditoria deve ser
integrado, sistemático e independente de
idéias pré-concebidas;
b) Os programas de auditoria devem ser
efetuados de forma periódica, de maneira
coordenada e sem tonalidades ou
conotações de instrumento de controle, sob
pena de perder suas características.
ASPECTOS
FUNDAMENTAIS
a) Planejamento de auditoria;
b) Estabelecimento da posição situacional da empresa;
c) Análise da divergência entre o desempenho da empresa e o
das firmas competidoras;
d) Análise de conjuntura, incluindo determinação da demanda e
demais previsões do mercado, bem como a avaliação do
instrumental e dos ativos mercadológicos da empresa;
e) Diagnóstico;
f) Definição da função funcional da empresa;
g) Determinação da “posição ótima” mediante recomendação
sobre as características e dimensões que deve apresentar o
composto mercadológico para ser compatível com o mercado e
permitir a empresa obter uma vantagem diferencial competitiva.
UMA AUDITORIA SÓ É
COMPLETA MEDIANTE
EXECUÇÃO DE SETE FASES:
FERBER E
VERDOORN
(1962)
A AUDITORIA EM MARKETING MUITAS VEZES É
CONFUNDIDA COMO UMA PESQUISA DE
MARKETING QUE AS EMPRESAS EFETUAM COM A
FINALIDADE DE CONQUISTAR NOVOS CLIENTES;
ISSO NÃO SE APLICA, VISTO QUE A AUDITORIA EM
MARKETING É BEM MAIS AMPLA E DIRECIONADA A
TODAS AS AÇÕES MERCADOLÓGICAS DA
ORGANIZAÇÃO COMO UM TODO.
A auditoria em marketing passa pela situação
interna, que envolve o perfil do produto, ou seja,
modelos sazonais, novos produtos. Modelo de
distribuição, como as características do produto e
utilização de transporte.
A situação externa, que envolve o perfil do
mercado fornecedor que tem a ver com
fornecedores alternativos; perfil do mercado
consumidor, ou seja, novos mercados; perfil da
competitividade, força dos competidores; perfil do
canal de distribuição, níveis de distribuição;
regulamentação governamental, relacionados aos
produtos, embalagem e estocagem, e vai até o
desempenho do mix de marketing da empresa e os
4P’s do marketing.
Segundo GALINDO (1995) "É conveniente distinguir quatro
elementos que intervêm no processo de auditoria de marketing,
e que são de vital importância para o estudo de todas as
situações das atividades da empresa; eles tentam produzir as
correções necessárias para o bom desenvolvimento e fácil
alcance dos objetivos gerais da empresa: (p.21 - 22).
ELEMENTOS DA
AUDITORIA DE
MARKETING a) Objetivos.
b) O programa.
c) Execução.
d) Organização.
De acordo com as organizações, vários tipos de auditorias são
realizadas, tais como: operacional, administrativa, financeira e
de gestão. No entanto, nenhuma empresa realiza auditorias de
marketing; o que explica porque nenhuma avaliação é feita
para as estratégias ou planos de marketing da empresa,
quando se sabe que uma das principais dificuldades são os
altos custos exigidos pela sua implementação e a falta de
iniciativa dos executivos para que isso aconteça. Qualquer
processo de auditoria, não deve ser considerado como um
gasto, mas sim como um investimento, já que com base em
seus resultados, decisões podem ser tomadas para tomar
ações corretivas para melhorar os serviços, aumentar a
participação de mercado e, portanto, aumentar a rentabilidade
da empresa.
CONCLUSÃO
REFERÊNCIAS
• ABE SCHUCHMAN, Analysing and Improving Marketing
Performance "Marketing Audits", in Theory and Practice,
Nova Iorque: American Management Association, Management
Report, n.º 32, 1959, págs. 11 a 19.
• AMA – American Marketing Association – The American
Marketing Association Releases New Definition for Marketing
– Press Release – Chicago – 14 de Janeiro de 2008. Dísponivel
em http://www.marketingpower.com/AboutAMA.pdf
Acesso em: 21 de Setembro de 2018.
• ATTIE, William. Auditoria: conceito e aplicações, 3ª edição,
São Paulo: Atlas, 1998.
• COBRA, Marcos - Marketing Básico – São Paulo: Atlas, 1997.
• COAD/ADN - Administração de Negócios - Ano VI - No. 34.
Disponível em http://cesarramos.com.br/wp-
content/uploads/2013/08/Revista-COAD-jul-ago-2013.pdf
Acesso em 30 de Setembro de 2018.
REFERÊNCIAS
• EUGENE KELLEY, Marketing: Strategy and Functions,
Englewood Cliffs, New Jersey: Prentice-Hall, 1965, pág. 36.
Tradução por Fernando José.
• HOLTJE, H. Mercadotecnia. México: McGraw Hill, 1991, pág.
138. Tradução por Ramayana Vargens
• JOHN B. MATTHEWS JR e outros. Marketing- An
Introductiony Analyâsis. Nova Iorque: McGraw-Hill,1964,
p.520. Tradução por Fabrício Fernandes.
• KOTLER, Philip. Marketing para organizações que não
visam o lucro. São Paulo: Atlas, 1978.p., p. 69-89.
• KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise,
planejamento, implementação e controle, 5ª edição, São
Paulo: Atlas, 1998.
REFERÊNCIAS
• KOTLER, Philip e ARMSTRONG, Gary - Princípios de
Marketing – Rio de Janeiro: Prentice-Hall, 1993.
• OLIVEIRA LIMA, Alberto, Auditoria em Marketing, Revista de
Administração FGV nº 23/junho de 1967. Disponível em
http://www.rae.com.br/artigos/2540pdf e
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-
75901967000200002 .
Acesso em: 22 de Setembro de 2018.
• OZENFELD, A. R. - Marketing: Audit as a Total, Evaluation
Program - American Marketing Association, USA. Tradução por
Vinicius Brittes.
• RICHERS, Raimar - Um Roteiro para Diagnóstico de
Marketing – São Paulo, FGV-EAESP.
• ROBERT FERBER e P. J. VERDOORN, Research Methods in
Economics and Business, Nova Iorque: MacMillan, 1962, pág.
14. Tradução por Ramayana Vargens.
REFERÊNCIAS
• SANTI, Paulo Adolpho. Introdução à auditoria. São Paulo:
Atlas, 1988.
• SILVA, Antomar Marins e Silva - O Controle de Marketing –
Rio de Janeiro, ESPM.
• STANTON, W., Etzel, M. & Walker Bruce (2004). Fundamentos
de Marketing. (13a Ed). México: McGraw – Hill Interamericana.
• Urbano, J. (1993). Auditoria de Personal. (1a Ed). Colombia:
Centro Editorial. Tradução por Ramayana Vargens.
• WROE ALDERSON e PAUL GREEN, Planning and Problem
Solving in Marketing, Homewood Ill.: Richard Irwin, 1964. pág.
391. Tradução por Vinicius Brittes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estruturas organizacionais apoio
Estruturas organizacionais apoioEstruturas organizacionais apoio
Estruturas organizacionais apoio
Oseas_Lima
 
Estratégia de comunicação digital
Estratégia de comunicação digitalEstratégia de comunicação digital
Módulo IV Aula 2
Módulo IV Aula 2Módulo IV Aula 2
Módulo IV Aula 2
CETUR
 
Warfare Strategies
Warfare StrategiesWarfare Strategies
Warfare Strategies
Kaminee Iresha
 
Content Guide - How To Improve Content Creation
Content Guide - How To Improve Content CreationContent Guide - How To Improve Content Creation
Content Guide - How To Improve Content Creation
Ilya Bilbao
 
Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...
Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...
Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...
Diego Alexandre Santos Souza
 
Como Elaborar Um Plano De Marketing 1
Como  Elaborar Um  Plano De  Marketing 1Como  Elaborar Um  Plano De  Marketing 1
Como Elaborar Um Plano De Marketing 1
Sami Oliveira
 
Guia Planejamento de Comunicação Integrada
Guia Planejamento de Comunicação IntegradaGuia Planejamento de Comunicação Integrada
Guia Planejamento de Comunicação Integrada
Comunicação Integrada - Cursos e Soluções (Isabela Pimentel)
 
Etapas do Planejamento de Comunicação Integrada
Etapas do Planejamento de Comunicação IntegradaEtapas do Planejamento de Comunicação Integrada
Etapas do Planejamento de Comunicação Integrada
Comunicação Integrada - Cursos e Soluções (Isabela Pimentel)
 
Macro ambiente
Macro ambienteMacro ambiente
Macro ambiente
Isadora
 
Exercicios financas empresariais
Exercicios financas empresariaisExercicios financas empresariais
Exercicios financas empresariais
Universidade Pedagogica
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
Claudio Parra
 
redes sociais
redes sociaisredes sociais
redes sociais
Aline Corso
 
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketingTrabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
daavydsvaz
 
Elaboração projeto investimento
Elaboração projeto investimentoElaboração projeto investimento
Elaboração projeto investimento
Alexandra Alcantara
 
Staff development
Staff developmentStaff development
Staff development
Gayden Gutierrez
 
Measuring learning impact & effectiveness
Measuring learning impact & effectivenessMeasuring learning impact & effectiveness
Measuring learning impact & effectiveness
Joko Suseno
 
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresasEstratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Avantare Inteligência Interativa
 
Ética e Comunicação no Marketing Social
Ética e Comunicação no Marketing SocialÉtica e Comunicação no Marketing Social
Ética e Comunicação no Marketing Social
ana cláudia campos
 
Composto de comunicação
Composto de comunicaçãoComposto de comunicação
Composto de comunicação
Ana Cristina D Assumpcão
 

Mais procurados (20)

Estruturas organizacionais apoio
Estruturas organizacionais apoioEstruturas organizacionais apoio
Estruturas organizacionais apoio
 
Estratégia de comunicação digital
Estratégia de comunicação digitalEstratégia de comunicação digital
Estratégia de comunicação digital
 
Módulo IV Aula 2
Módulo IV Aula 2Módulo IV Aula 2
Módulo IV Aula 2
 
Warfare Strategies
Warfare StrategiesWarfare Strategies
Warfare Strategies
 
Content Guide - How To Improve Content Creation
Content Guide - How To Improve Content CreationContent Guide - How To Improve Content Creation
Content Guide - How To Improve Content Creation
 
Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...
Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...
Apresentação TCC - Marketing Digital - Novas Mídias na Internet - Caso da Emp...
 
Como Elaborar Um Plano De Marketing 1
Como  Elaborar Um  Plano De  Marketing 1Como  Elaborar Um  Plano De  Marketing 1
Como Elaborar Um Plano De Marketing 1
 
Guia Planejamento de Comunicação Integrada
Guia Planejamento de Comunicação IntegradaGuia Planejamento de Comunicação Integrada
Guia Planejamento de Comunicação Integrada
 
Etapas do Planejamento de Comunicação Integrada
Etapas do Planejamento de Comunicação IntegradaEtapas do Planejamento de Comunicação Integrada
Etapas do Planejamento de Comunicação Integrada
 
Macro ambiente
Macro ambienteMacro ambiente
Macro ambiente
 
Exercicios financas empresariais
Exercicios financas empresariaisExercicios financas empresariais
Exercicios financas empresariais
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 
redes sociais
redes sociaisredes sociais
redes sociais
 
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketingTrabalho escrito plano e estratégia de marketing
Trabalho escrito plano e estratégia de marketing
 
Elaboração projeto investimento
Elaboração projeto investimentoElaboração projeto investimento
Elaboração projeto investimento
 
Staff development
Staff developmentStaff development
Staff development
 
Measuring learning impact & effectiveness
Measuring learning impact & effectivenessMeasuring learning impact & effectiveness
Measuring learning impact & effectiveness
 
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresasEstratégia de marketing para redes sociais nas empresas
Estratégia de marketing para redes sociais nas empresas
 
Ética e Comunicação no Marketing Social
Ética e Comunicação no Marketing SocialÉtica e Comunicação no Marketing Social
Ética e Comunicação no Marketing Social
 
Composto de comunicação
Composto de comunicaçãoComposto de comunicação
Composto de comunicação
 

Semelhante a Auditoria em marketing

Gerenciamento de marketing empresaria okl
Gerenciamento de marketing empresaria oklGerenciamento de marketing empresaria okl
Gerenciamento de marketing empresaria okl
salvadorjr10
 
Planejamento Estratégico de Marketing
Planejamento Estratégico de MarketingPlanejamento Estratégico de Marketing
Planejamento Estratégico de Marketing
Rafael Gomes
 
Marketing Realidade Ou IntuiçãO
Marketing Realidade Ou IntuiçãOMarketing Realidade Ou IntuiçãO
Marketing Realidade Ou IntuiçãO
keilajsantos
 
Plano de marketing
Plano de marketingPlano de marketing
Plano de marketing
William Santana
 
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETINGA VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
Rodrigo de Oliveira
 
Capítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdf
Capítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdfCapítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdf
Capítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdf
Roxane Dias
 
Cap2 planeamento estratégico
Cap2 planeamento estratégicoCap2 planeamento estratégico
Cap2 planeamento estratégico
Vera Carlos
 
Controle
ControleControle
Plano de marketing
Plano de marketingPlano de marketing
Plano de marketing
Francisco Pavão Nunes
 
Planode marketing
Planode marketingPlanode marketing
Planode marketing
Jaqueline Cruz
 
Negócios mais atraentes
Negócios mais atraentesNegócios mais atraentes
Negócios mais atraentes
Jussara Goulart da Silva
 
Plano de marketing_passo_a_passo
Plano de marketing_passo_a_passoPlano de marketing_passo_a_passo
Plano de marketing_passo_a_passo
Luiz Carrisi
 
Adm. de Marketing I - 16.09
Adm. de Marketing I - 16.09Adm. de Marketing I - 16.09
Adm. de Marketing I - 16.09
Elton Rodrigues
 
Plano de Marketing Para Lançamento de Produtos
Plano de Marketing Para Lançamento de ProdutosPlano de Marketing Para Lançamento de Produtos
Plano de Marketing Para Lançamento de Produtos
PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas
 
Parte VI Planejamento de Mkt Janaira Franca
Parte VI   Planejamento de Mkt Janaira FrancaParte VI   Planejamento de Mkt Janaira Franca
Parte VI Planejamento de Mkt Janaira Franca
Profa. Janaíra França
 
Pmelink
PmelinkPmelink
Pmelink
CRIST1976
 
Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02
Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02
Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02
Davi Jabes Lobo
 
0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf
0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf
0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf
DanielaTomsConsultor
 
Planejamento marketing FGV
Planejamento marketing FGVPlanejamento marketing FGV
Planejamento marketing FGV
latricta
 
05 desenvolver uma estratégia de marketing
05   desenvolver uma estratégia de marketing05   desenvolver uma estratégia de marketing
05 desenvolver uma estratégia de marketing
Januário Esteves
 

Semelhante a Auditoria em marketing (20)

Gerenciamento de marketing empresaria okl
Gerenciamento de marketing empresaria oklGerenciamento de marketing empresaria okl
Gerenciamento de marketing empresaria okl
 
Planejamento Estratégico de Marketing
Planejamento Estratégico de MarketingPlanejamento Estratégico de Marketing
Planejamento Estratégico de Marketing
 
Marketing Realidade Ou IntuiçãO
Marketing Realidade Ou IntuiçãOMarketing Realidade Ou IntuiçãO
Marketing Realidade Ou IntuiçãO
 
Plano de marketing
Plano de marketingPlano de marketing
Plano de marketing
 
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETINGA VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
A VENDA NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING
 
Capítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdf
Capítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdfCapítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdf
Capítulo 2 — Elaboração de estratégias e planos de marketing.pdf.pdf
 
Cap2 planeamento estratégico
Cap2 planeamento estratégicoCap2 planeamento estratégico
Cap2 planeamento estratégico
 
Controle
ControleControle
Controle
 
Plano de marketing
Plano de marketingPlano de marketing
Plano de marketing
 
Planode marketing
Planode marketingPlanode marketing
Planode marketing
 
Negócios mais atraentes
Negócios mais atraentesNegócios mais atraentes
Negócios mais atraentes
 
Plano de marketing_passo_a_passo
Plano de marketing_passo_a_passoPlano de marketing_passo_a_passo
Plano de marketing_passo_a_passo
 
Adm. de Marketing I - 16.09
Adm. de Marketing I - 16.09Adm. de Marketing I - 16.09
Adm. de Marketing I - 16.09
 
Plano de Marketing Para Lançamento de Produtos
Plano de Marketing Para Lançamento de ProdutosPlano de Marketing Para Lançamento de Produtos
Plano de Marketing Para Lançamento de Produtos
 
Parte VI Planejamento de Mkt Janaira Franca
Parte VI   Planejamento de Mkt Janaira FrancaParte VI   Planejamento de Mkt Janaira Franca
Parte VI Planejamento de Mkt Janaira Franca
 
Pmelink
PmelinkPmelink
Pmelink
 
Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02
Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02
Analisedaconcorrencia 110825173954-phpapp02
 
0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf
0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf
0366 - Plano de Marketing - PPT.pdf
 
Planejamento marketing FGV
Planejamento marketing FGVPlanejamento marketing FGV
Planejamento marketing FGV
 
05 desenvolver uma estratégia de marketing
05   desenvolver uma estratégia de marketing05   desenvolver uma estratégia de marketing
05 desenvolver uma estratégia de marketing
 

Último

FERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdf
FERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdfFERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdf
FERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdf
Maycon Souza
 
Modelo de Ficha para cadastro de funcionários
Modelo de Ficha para cadastro de funcionáriosModelo de Ficha para cadastro de funcionários
Modelo de Ficha para cadastro de funcionários
sindiconet
 
460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf
460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf
460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf
Humberto Waltrick
 
Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!
Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!
Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!
missb2315
 
Brands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdf
Brands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdfBrands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdf
Brands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdf
Humberto Waltrick
 
Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...
Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...
Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...
Jorge Mariano
 

Último (6)

FERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdf
FERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdfFERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdf
FERRAMENTAS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA OS NEGÓCIOS.pdf
 
Modelo de Ficha para cadastro de funcionários
Modelo de Ficha para cadastro de funcionáriosModelo de Ficha para cadastro de funcionários
Modelo de Ficha para cadastro de funcionários
 
460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf
460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf
460 Certificados - Humberto Waltrick.pdf
 
Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!
Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!
Catálogo Campanha de Verão 2025 Miss Blue!
 
Brands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdf
Brands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdfBrands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdf
Brands Become Name - Marcas Sinônimos de Produtos - Humberto Waltrick.pdf
 
Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...
Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...
Lu, do Magalu, como Garota Propaganda do Burger King: O Que Você Achou Dessa ...
 

Auditoria em marketing

  • 1. AUDITORIA EM MARKETING Auditoria em marketing como instrumento de avaliação das estratégias comerciais das empresas SALVADOR - 2018
  • 2. ALUNOS Ana Kelly Sousa Santos Silva; Fabrício Fernandes da Silva; Fernando José da Glória Santos; RailanOliveira Rodrigues; Ramayana Vaz Vargens Neta; Vinicius Brittes de Jesus Leal Almeida. Orientador: Prof. MSc. Georges Rebouças Ferreira ARTIGO APRESENTADO COMO REQUISITO PARA OBTENÇÃO DA NOTA DA AV2 DA DISCIPLINA DE PROJETO INTEGRADOR DO 2º SEMESTRE DO CURSO DE TECNÓLOGO EM MARKETING DA UNIJORGE.
  • 3. O artigo tem como objetivo esclarecer e auxiliar o melhoramento da auditoria nas organizações com o intuito de avaliar as estratégias comerciais das mesmas ao determinar se estas cumprem os objetivos e metas de marketing planejados no começo de cada período. Para construção do artigo será realizada uma pesquisa majoritariamente bibliográfica, baseada na coleta de dados por meio de livros, periódicos e revistas eletrônicas relacionadas ao tema. Palavras-chaves: auditoria; marketing; empreendedorismo; estratégias; negócios. RESUMO
  • 4. ASSUNTO Auditoria em Marketing TEMA Auditoria em Marketing como instrumento de avaliação das estratégias comerciais das empresas. PROBLEMA Quais as causas que levam os executivos a darem pouca importância a Auditoria de Marketing? HIPÓTESE • Falta de conhecimento sobre o que é a Auditoria de Marketing e suas vantagens. • Os Executivos não compreendem a importância que possui a Auditoria de Marketing quando a mesma está relacionada ao cumprimento das metas da empresa. ANTE-PROJETO
  • 5. OBJETIVO GERAL Divulgar os conceitos sobre a Auditoria de Marketing e fomentar a compreensão da importância que ela possui dentro das organizações para o cumprimento das metas. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Descrever os elementos da Auditoria de Marketing; • Definir as características e fases da Auditoria de Marketing; • Destacar a importância da Auditoria de Marketing dentro das organizações empresariais; • Determinar as necessidades que as empresas têm para aplicar a Auditoria de Marketing; ANTE-PROJETO
  • 6. METODOLOGIA Revisão bibliográfica através de livros, periódicos e revistas eletrônicas. JUSTIFICATIVA Por se tratar de um tema pouco conhecido na área do Marketing por parte dos estudantes, procura-se auxiliar no entendimento do tema para que posteriormente as organizações possam melhorar as estratégias comerciais e determinar se elas cumprem os objetivos e metas de Marketing planejados. ANTE-PROJETO
  • 7. KOTLER (1978) define a auditoria de marketing como: “um exame independente de todo o esforço de marketing de uma organização que cobre os objetivos, os programas, a implementação, a organização e o controle, com o propósito de determinar e avaliar o que está sendo feito e de recomendar o que deve ser feito no futuro.” (p., p. 69-89) KOTLER (1978) “a razão comum para se admitir uma auditoria de marketing é de que a organização se defronta com um problema importante que surge dos seus mercados, de seus produtos ou de seus métodos de marketing.” É a maneira de se avaliar a atuação de uma organização dentro de uma abordagem de marketing. (p., p. 69-89) FICHAMENTOS REFERÊNCIA: KOTLER, Philip. Marketing para organizações que não visam o lucro. São Paulo: Atlas, 1978.p., p. 69-89
  • 8. URBANO (2003) "À medida que as organizações públicas e privadas se desenvolvem e sua gestão se torna mais complexa, novas ferramentas de pesquisa, avaliação e controle são essenciais para detectar falhas atuais e futuras e com base nas recomendações que são emitidas, implementar as medidas corretivas necessárias para alcançar uma maior eficiência de seus recursos " (p.28) HOLTJE (1991), "inclui todos os esforços feitos por uma empresa neste campo, ou é orientada para uma atividade de marketing específica dentro do programa geral. Basicamente, a auditoria tenta determinar o que está sendo feito, avaliar o que está sendo feito e depois recomendar o que deve ser feito "(p.138). FICHAMENTOS URBANO, J. (1993). Auditoria de Personal. (1a Ed). Colombia: Centro Editorial. Tradução por Ramayana Vargens. HOLTJE, H. Mercadotecnia. México: McGraw Hill, 1991, pág. 138. Tradução por Ramayana Vargens.
  • 9. Este artigo focaliza a relevância da auditoria em marketing dentro das organizações empresariais. Isso requer a identificação dos diferentes segmentos, trabalhando para eles e com eles, fazendo com que o marketing se torne um requisito essencial para as empresas permanecerem no mercado. No entanto, quando as estratégias de marketing não reportam resultados satisfatórios em termos de aumento de vendas, participação de mercado ou lucratividade, é necessário que as empresas identifiquem os fatores que afetam sua atividade. INTRODUÇÃO
  • 10. A auditoria de marketing é uma linha de pesquisa que está diretamente ligada à auditoria operacional, pois avalia e valoriza a relevância, eficiência e eficácia das informações existentes em uma empresa, o que permite alcançar e melhorar continuamente o desempenho dos componentes de marketing, bem como os procedimentos, métodos e políticas de uma organização. Um processo de auditoria em Marketing permite uma visão organizacional sistêmica, uma vez que analisa e identifica dados e situações referentes a toda e qualquer particularidade mercadológica da organização. Essa é uma auditagem que vai interferir na organização, à luz do mercado em que ela atua, permitindo ainda conhecer e atuar em eventuais distorções na imagem e na marca da empresa. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
  • 11. Por meio dela serão definidas as soluções dos problemas de marketing que possam surgir. As soluções são propostas de acordo com as observações e o raciocínio de um especialista em marketing.
  • 12. A Auditoria de Marketing, é uma ferramenta de trabalho que permite à empresa analisar e avaliar os programas e ações da área comercial e de marketing, bem como sua adaptação ao meio ambiente e a situação do momento. Por meio de auditorias de marketing, todas as áreas que afetam a eficácia do marketing são examinadas para determinar oportunidades e problemas futuros como base para planos de melhoria. O resultado dessas análises resultará na recomendação ou não de um plano de ação para melhorar a rentabilidade da empresa. DIFICULDADES DA REALIZAÇÃO DA AUDITORIA EM MARKETING
  • 13. No entanto, no setor empresarial soteropolitano, as auditorias de marketing são quase que inexistentes. As possíveis causas que levam os executivos a dar pouca importância a esse tipo de auditoria podem ser as seguintes: • Falta de conhecimento sobre a Auditoria de Marketing e suas vantagens. • Informações insuficientes ou diretrizes que permitem ao auditor executar seu trabalho de maneira criativa, sistemática e ordenada. • Os auditores não estão totalmente preparados para a mudança, são sobrecarregados pela rotina de auditoria tradicional. DIFICULDADES DA REALIZAÇÃO DA AUDITORIA EM MARKETING
  • 14. Percebe-se que as empresas em geral, por não implementar auditorias de marketing como uma ferramenta estratégica, têm limitações para detectar situações como: a concorrência, mudanças nos hábitos de consumo e a falta de coordenação nos programas de marketing; o que ocasiona soluções inadequadas ou objetivos irrealistas. COMO SOLUCIONAR?
  • 15. 1. A gestão precisa analisar e corrigir eventuais desvios do mercado; 2. Descobrir áreas em que se deve agir para melhorá-lo; 3. Focando suas estratégias de marketing para o atendimento e a satisfação dos desejos dos clientes, de forma a aumentar a rentabilidade da empresa.
  • 16. “MARKETING É A ATIVIDADE, CONJUNTO DE INSTITUIÇÕES E PROCESSOS PARA CRIAR, COMUNICAR, DISTRIBUIR E EFETUAR A TROCA DE OFERTAS QUE TENHAM VALOR PARA CONSUMIDORES, CLIENTES, PARCEIROS E A SOCIEDADE COMO UM TODO “ (AMA, 2008)
  • 17. De acordo com LIMA FILHO (1969): a) Todo programa de auditoria deve ser integrado, sistemático e independente de idéias pré-concebidas; b) Os programas de auditoria devem ser efetuados de forma periódica, de maneira coordenada e sem tonalidades ou conotações de instrumento de controle, sob pena de perder suas características. ASPECTOS FUNDAMENTAIS
  • 18. a) Planejamento de auditoria; b) Estabelecimento da posição situacional da empresa; c) Análise da divergência entre o desempenho da empresa e o das firmas competidoras; d) Análise de conjuntura, incluindo determinação da demanda e demais previsões do mercado, bem como a avaliação do instrumental e dos ativos mercadológicos da empresa; e) Diagnóstico; f) Definição da função funcional da empresa; g) Determinação da “posição ótima” mediante recomendação sobre as características e dimensões que deve apresentar o composto mercadológico para ser compatível com o mercado e permitir a empresa obter uma vantagem diferencial competitiva. UMA AUDITORIA SÓ É COMPLETA MEDIANTE EXECUÇÃO DE SETE FASES: FERBER E VERDOORN (1962)
  • 19. A AUDITORIA EM MARKETING MUITAS VEZES É CONFUNDIDA COMO UMA PESQUISA DE MARKETING QUE AS EMPRESAS EFETUAM COM A FINALIDADE DE CONQUISTAR NOVOS CLIENTES; ISSO NÃO SE APLICA, VISTO QUE A AUDITORIA EM MARKETING É BEM MAIS AMPLA E DIRECIONADA A TODAS AS AÇÕES MERCADOLÓGICAS DA ORGANIZAÇÃO COMO UM TODO.
  • 20. A auditoria em marketing passa pela situação interna, que envolve o perfil do produto, ou seja, modelos sazonais, novos produtos. Modelo de distribuição, como as características do produto e utilização de transporte. A situação externa, que envolve o perfil do mercado fornecedor que tem a ver com fornecedores alternativos; perfil do mercado consumidor, ou seja, novos mercados; perfil da competitividade, força dos competidores; perfil do canal de distribuição, níveis de distribuição; regulamentação governamental, relacionados aos produtos, embalagem e estocagem, e vai até o desempenho do mix de marketing da empresa e os 4P’s do marketing.
  • 21. Segundo GALINDO (1995) "É conveniente distinguir quatro elementos que intervêm no processo de auditoria de marketing, e que são de vital importância para o estudo de todas as situações das atividades da empresa; eles tentam produzir as correções necessárias para o bom desenvolvimento e fácil alcance dos objetivos gerais da empresa: (p.21 - 22). ELEMENTOS DA AUDITORIA DE MARKETING a) Objetivos. b) O programa. c) Execução. d) Organização.
  • 22. De acordo com as organizações, vários tipos de auditorias são realizadas, tais como: operacional, administrativa, financeira e de gestão. No entanto, nenhuma empresa realiza auditorias de marketing; o que explica porque nenhuma avaliação é feita para as estratégias ou planos de marketing da empresa, quando se sabe que uma das principais dificuldades são os altos custos exigidos pela sua implementação e a falta de iniciativa dos executivos para que isso aconteça. Qualquer processo de auditoria, não deve ser considerado como um gasto, mas sim como um investimento, já que com base em seus resultados, decisões podem ser tomadas para tomar ações corretivas para melhorar os serviços, aumentar a participação de mercado e, portanto, aumentar a rentabilidade da empresa. CONCLUSÃO
  • 23. REFERÊNCIAS • ABE SCHUCHMAN, Analysing and Improving Marketing Performance "Marketing Audits", in Theory and Practice, Nova Iorque: American Management Association, Management Report, n.º 32, 1959, págs. 11 a 19. • AMA – American Marketing Association – The American Marketing Association Releases New Definition for Marketing – Press Release – Chicago – 14 de Janeiro de 2008. Dísponivel em http://www.marketingpower.com/AboutAMA.pdf Acesso em: 21 de Setembro de 2018. • ATTIE, William. Auditoria: conceito e aplicações, 3ª edição, São Paulo: Atlas, 1998. • COBRA, Marcos - Marketing Básico – São Paulo: Atlas, 1997. • COAD/ADN - Administração de Negócios - Ano VI - No. 34. Disponível em http://cesarramos.com.br/wp- content/uploads/2013/08/Revista-COAD-jul-ago-2013.pdf Acesso em 30 de Setembro de 2018.
  • 24. REFERÊNCIAS • EUGENE KELLEY, Marketing: Strategy and Functions, Englewood Cliffs, New Jersey: Prentice-Hall, 1965, pág. 36. Tradução por Fernando José. • HOLTJE, H. Mercadotecnia. México: McGraw Hill, 1991, pág. 138. Tradução por Ramayana Vargens • JOHN B. MATTHEWS JR e outros. Marketing- An Introductiony Analyâsis. Nova Iorque: McGraw-Hill,1964, p.520. Tradução por Fabrício Fernandes. • KOTLER, Philip. Marketing para organizações que não visam o lucro. São Paulo: Atlas, 1978.p., p. 69-89. • KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle, 5ª edição, São Paulo: Atlas, 1998.
  • 25. REFERÊNCIAS • KOTLER, Philip e ARMSTRONG, Gary - Princípios de Marketing – Rio de Janeiro: Prentice-Hall, 1993. • OLIVEIRA LIMA, Alberto, Auditoria em Marketing, Revista de Administração FGV nº 23/junho de 1967. Disponível em http://www.rae.com.br/artigos/2540pdf e http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034- 75901967000200002 . Acesso em: 22 de Setembro de 2018. • OZENFELD, A. R. - Marketing: Audit as a Total, Evaluation Program - American Marketing Association, USA. Tradução por Vinicius Brittes. • RICHERS, Raimar - Um Roteiro para Diagnóstico de Marketing – São Paulo, FGV-EAESP. • ROBERT FERBER e P. J. VERDOORN, Research Methods in Economics and Business, Nova Iorque: MacMillan, 1962, pág. 14. Tradução por Ramayana Vargens.
  • 26. REFERÊNCIAS • SANTI, Paulo Adolpho. Introdução à auditoria. São Paulo: Atlas, 1988. • SILVA, Antomar Marins e Silva - O Controle de Marketing – Rio de Janeiro, ESPM. • STANTON, W., Etzel, M. & Walker Bruce (2004). Fundamentos de Marketing. (13a Ed). México: McGraw – Hill Interamericana. • Urbano, J. (1993). Auditoria de Personal. (1a Ed). Colombia: Centro Editorial. Tradução por Ramayana Vargens. • WROE ALDERSON e PAUL GREEN, Planning and Problem Solving in Marketing, Homewood Ill.: Richard Irwin, 1964. pág. 391. Tradução por Vinicius Brittes.