SlideShare uma empresa Scribd logo
ARTE DE NOSSO TEMPO
3º ano
Ensino Médio
2021
Arte contemporânea
A arte contemporânea não tem um registro inicial
certeiro. Isto é, não existe um consenso entre os
estudiosos que determinem seu começo. Porém,
pode-se dizer que essa tendência artística tenha
começado no período pós-guerra, na década de
1950, e continua até hoje.
Dessa forma, essa corrente
também é conhecida como “arte
do pós-guerra” e, por surgir
propondo uma ruptura com a arte
moderna, é denominada,
também, de “arte pós-moderna”
O que é arte contemporânea?
Em um sentido generalista, a arte contemporânea
se refere a toda produção artística da atualidade,
como pintura, dança, escultura, fotografia e
performance na arte.
Nesse cenário, esse estilo propõe uma releitura do
que é arte, por meio de novas técnicas e
pensamentos. Desse modo, desconecta-se dos
padrões artísticos anteriores.
Subjetiva, inovadora e original, essa corrente não
tem como proposta analisar a obra de maneira
direta. Pelo contrário, esse estilo valoriza tanto a
obra como a percepção do artista ao criá-la, a sua
integração com seu trabalho e o seu processo
criativo.
O QUE É ARTE CONTEMPORÂNEA: CONTEXTO HISTÓRICO
Após a Segunda Guerra Mundial, na década de 1950,
o mundo vivenciou um período intenso, caracterizado
pela globalização, avanço tecnológico e pelo
desenvolvimento de novas mídias.
De forma simplificada, esse estilo surgiu em um
período em que o mundo e a cena artística
transitavam da era industrial (moderna), baseada no
consumo, para a era da comunicação e da
digitalidade, caracterizada pela informação e diálogo.
Esse panorama deu origem a uma nova
mentalidade, que buscou romper com padrões
preestabelecidos e valorizar a ação do inconsciente
no processo criativo, entre outras linhas de
pensamento menos ortodoxas. Logo, a arte
contemporânea despontou explorando novas
linguagens, técnicas e experimentações.
ARTE CONTEMPORÂNEA: CARACTERÍSTICAS
● a subjetividade e a abstração;
● a união de várias correntes artísticas;
● o desvinculo com padrões preestabelecidos;
● a interação da obra com o espectador;
● a forte reflexão e questionamento;
● a utilização de diferentes materiais;
● a liberdade artística;
● o uso de tecnologia e novas mídias;
● o caráter efêmero da arte.
ARTE CONTEMPORÂNEA E SEUS ESTILOS DE
VANGUARDA
Esse estilo está intimamente ligado à comunicação
e ao experimento. Logo, fazem parte dessa corrente
algumas expressões de vanguarda importantes,
como:
1. POP ART
Surgida no fim da década de 1950, a
pop art pode ser definida pelo retrato e
interpretação de seus artistas em
relação à cultura popular e de massa.
Provocativa e nada óbvia, a pop art
contou com artistas de vanguarda
como Andy Warhol e Roy Lichtenstein,
e influenciou outros campos, como a
moda e o grafismo.
2. FOTORREALISMO
O fotorrealismo surgiu entre as décadas de 1960 e 1970 e
teve como principal proposta replicar a fotografia do modo
mais realista, exato e preciso para a pintura.
Entre os artistas desse estilo, Chuck Close e Gerhard
Richter foram os seus representantes mais famosos.
3. ARTE CONCEITUAL
Surgida na década de 1960 e atingindo
seu ápice na década seguinte, a arte
conceitual é considerada uma arte
contemporânea por apresentar um forte
caráter experimental e por priorizar a ideia
e a atitude do artista em detrimento da
obra. Foca na representação.
Os principais artistas dessa corrente
foram Marcel Duchamp, Joseph Kosuth,
Joseph Beuys, Robert Rauschenberg e
Yves Klein, entre muitos outros.
4. ARTE MINIMALISTA
O minimalismo teve seu início nos Estados Unidos. na
década de 1960, e explorou o cenário artístico ao promover a
utilização de mínimos recursos e poucas cores para a
produção de suas obras.
Alguns representantes importantes desse estilo foram:
Donald Judd, Frank Stella e Richard Serra, entre vários
outros.
4. PERFORMANCE NA ARTE
Baseada na abstração e com raízes conceitualistas, a
performance na arte surgiu na década de 1960 e promove a
interação do espectador com a obra.
Considerado um estilo artístico sem limites por desafiar, em
muitos momentos, conceitos morais, a performance na arte
muitas vezes tem como principal obra o próprio artista e
valoriza a reflexão e mensagem da produção artística.
Artistas que aplicam o que é arte contemporânea dentro da
arte performática são: Marina Abramović e Yoko Ono.
Arte de nosso tempo   3º ano 2021
5. ARTE DE RUA
Como um dos mais recentes movimentos dentro do que
é arte contemporânea, a arte de rua é um gênero que
ganhou destaque com o surgimento dos grafiteiros
famosos na década de 1980.
Promovendo a reflexão, o ativismo social e um olhar
crítico sobre a sociedade, a arte de rua pode ser
encontrada em diferentes campos, como murais e
instalações
Arte de nosso tempo   3º ano 2021
Referência bibliográfica
https://laart.art.br/blog/o-que-e-arte-contemporanea/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
OP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ARTOP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ART
Cristiane Seibt
 
Questões Arte
Questões ArteQuestões Arte
Questões Arte
Renata Assunção
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
Lismara de Oliveira
 
Mulheres artistas
Mulheres artistasMulheres artistas
Mulheres artistas
CEF16
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Ana Paula Silva
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
Isabela Garcia
 
A arte da performance
A arte da performanceA arte da performance
A arte da performance
Thiago Assumpção
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
VIVIAN TROMBINI
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
Anna Caroline
 
Resumão pop art e design
Resumão pop art e designResumão pop art e design
Resumão pop art e design
Casiris Crescencio
 
Planejamento anual artes 8 ano 1
Planejamento anual artes 8 ano 1Planejamento anual artes 8 ano 1
Planejamento anual artes 8 ano 1
Rosa Micarla Souza
 
Op art
Op artOp art
Op art
sheilabeca
 
Pop art
Pop artPop art
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
dpport
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
Atividades arte bizantina
Atividades arte bizantinaAtividades arte bizantina
Atividades arte bizantina
Doug Caesar
 
Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
Denise Compasso
 
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversosSlide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Natália Matos
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
Cristiane Seibt
 

Mais procurados (20)

O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
OP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ARTOP - ART e POP - ART
OP - ART e POP - ART
 
Questões Arte
Questões ArteQuestões Arte
Questões Arte
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
 
Mulheres artistas
Mulheres artistasMulheres artistas
Mulheres artistas
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
 
A arte da performance
A arte da performanceA arte da performance
A arte da performance
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Resumão pop art e design
Resumão pop art e designResumão pop art e design
Resumão pop art e design
 
Planejamento anual artes 8 ano 1
Planejamento anual artes 8 ano 1Planejamento anual artes 8 ano 1
Planejamento anual artes 8 ano 1
 
Op art
Op artOp art
Op art
 
Pop art
Pop artPop art
Pop art
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Atividades arte bizantina
Atividades arte bizantinaAtividades arte bizantina
Atividades arte bizantina
 
Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
 
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversosSlide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
 

Semelhante a Arte de nosso tempo 3º ano 2021

9ano
9ano9ano
arte conceitual.pptx
arte conceitual.pptxarte conceitual.pptx
arte conceitual.pptx
Daniela Marckevitz
 
Conceito de arte
Conceito de arteConceito de arte
Conceito de arte
kardovsky
 
AULÃO-3º ANOSE.M..pptx
AULÃO-3º ANOSE.M..pptxAULÃO-3º ANOSE.M..pptx
AULÃO-3º ANOSE.M..pptx
RosaMariaDaSilvaSous1
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
Lú Feitosa
 
Como encontra a arte no mundo contemporâneo
Como encontra a arte no mundo contemporâneoComo encontra a arte no mundo contemporâneo
Como encontra a arte no mundo contemporâneo
ProfNILO
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Evelyn Bonafe
 
AULA 2_Moda conceitual.pdf
AULA 2_Moda conceitual.pdfAULA 2_Moda conceitual.pdf
AULA 2_Moda conceitual.pdf
MariadoSocorrodaSilv17
 
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós modernoApresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
CBD0282 - Estados e Formas da Cultura na Atualidade
 
Seminário Pop Art and Op Art
Seminário Pop Art and Op Art Seminário Pop Art and Op Art
Seminário Pop Art and Op Art
Everton Rodrigues
 
Artes visuais
Artes visuaisArtes visuais
Artes visuais
Lú Feitosa
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
A cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualA cultura no espaço visual
A cultura no espaço visual
Rita Lampreia
 
Evolução conceito arte
Evolução conceito arteEvolução conceito arte
Evolução conceito arte
Gi Loureiro
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Jomara Lopes
 
Educação visual e tecnológica a arte
Educação visual e tecnológica   a arteEducação visual e tecnológica   a arte
Educação visual e tecnológica a arte
p337
 
O Conceito De Arte Ao Longo Dos Tempos
O Conceito De Arte Ao Longo Dos TemposO Conceito De Arte Ao Longo Dos Tempos
O Conceito De Arte Ao Longo Dos Tempos
RaposoEFA
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
raays
 
Arte Conceitual
Arte ConceitualArte Conceitual
Arte Conceitual
Luan Lucena
 
Vanguardas artísticas.pptx
Vanguardas artísticas.pptxVanguardas artísticas.pptx
Vanguardas artísticas.pptx
JanilsonNascimento4
 

Semelhante a Arte de nosso tempo 3º ano 2021 (20)

9ano
9ano9ano
9ano
 
arte conceitual.pptx
arte conceitual.pptxarte conceitual.pptx
arte conceitual.pptx
 
Conceito de arte
Conceito de arteConceito de arte
Conceito de arte
 
AULÃO-3º ANOSE.M..pptx
AULÃO-3º ANOSE.M..pptxAULÃO-3º ANOSE.M..pptx
AULÃO-3º ANOSE.M..pptx
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
 
Como encontra a arte no mundo contemporâneo
Como encontra a arte no mundo contemporâneoComo encontra a arte no mundo contemporâneo
Como encontra a arte no mundo contemporâneo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
AULA 2_Moda conceitual.pdf
AULA 2_Moda conceitual.pdfAULA 2_Moda conceitual.pdf
AULA 2_Moda conceitual.pdf
 
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós modernoApresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
Apresentação CBD0282 - Moderno e pós moderno
 
Seminário Pop Art and Op Art
Seminário Pop Art and Op Art Seminário Pop Art and Op Art
Seminário Pop Art and Op Art
 
Artes visuais
Artes visuaisArtes visuais
Artes visuais
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
A cultura no espaço visual
A cultura no espaço visualA cultura no espaço visual
A cultura no espaço visual
 
Evolução conceito arte
Evolução conceito arteEvolução conceito arte
Evolução conceito arte
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Educação visual e tecnológica a arte
Educação visual e tecnológica   a arteEducação visual e tecnológica   a arte
Educação visual e tecnológica a arte
 
O Conceito De Arte Ao Longo Dos Tempos
O Conceito De Arte Ao Longo Dos TemposO Conceito De Arte Ao Longo Dos Tempos
O Conceito De Arte Ao Longo Dos Tempos
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Arte Conceitual
Arte ConceitualArte Conceitual
Arte Conceitual
 
Vanguardas artísticas.pptx
Vanguardas artísticas.pptxVanguardas artísticas.pptx
Vanguardas artísticas.pptx
 

Último

Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 

Último (20)

Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 

Arte de nosso tempo 3º ano 2021

  • 1. ARTE DE NOSSO TEMPO 3º ano Ensino Médio 2021
  • 3. A arte contemporânea não tem um registro inicial certeiro. Isto é, não existe um consenso entre os estudiosos que determinem seu começo. Porém, pode-se dizer que essa tendência artística tenha começado no período pós-guerra, na década de 1950, e continua até hoje.
  • 4. Dessa forma, essa corrente também é conhecida como “arte do pós-guerra” e, por surgir propondo uma ruptura com a arte moderna, é denominada, também, de “arte pós-moderna”
  • 5. O que é arte contemporânea? Em um sentido generalista, a arte contemporânea se refere a toda produção artística da atualidade, como pintura, dança, escultura, fotografia e performance na arte. Nesse cenário, esse estilo propõe uma releitura do que é arte, por meio de novas técnicas e pensamentos. Desse modo, desconecta-se dos padrões artísticos anteriores.
  • 6. Subjetiva, inovadora e original, essa corrente não tem como proposta analisar a obra de maneira direta. Pelo contrário, esse estilo valoriza tanto a obra como a percepção do artista ao criá-la, a sua integração com seu trabalho e o seu processo criativo.
  • 7. O QUE É ARTE CONTEMPORÂNEA: CONTEXTO HISTÓRICO Após a Segunda Guerra Mundial, na década de 1950, o mundo vivenciou um período intenso, caracterizado pela globalização, avanço tecnológico e pelo desenvolvimento de novas mídias. De forma simplificada, esse estilo surgiu em um período em que o mundo e a cena artística transitavam da era industrial (moderna), baseada no consumo, para a era da comunicação e da digitalidade, caracterizada pela informação e diálogo.
  • 8. Esse panorama deu origem a uma nova mentalidade, que buscou romper com padrões preestabelecidos e valorizar a ação do inconsciente no processo criativo, entre outras linhas de pensamento menos ortodoxas. Logo, a arte contemporânea despontou explorando novas linguagens, técnicas e experimentações.
  • 9. ARTE CONTEMPORÂNEA: CARACTERÍSTICAS ● a subjetividade e a abstração; ● a união de várias correntes artísticas; ● o desvinculo com padrões preestabelecidos; ● a interação da obra com o espectador; ● a forte reflexão e questionamento; ● a utilização de diferentes materiais; ● a liberdade artística; ● o uso de tecnologia e novas mídias; ● o caráter efêmero da arte.
  • 10. ARTE CONTEMPORÂNEA E SEUS ESTILOS DE VANGUARDA Esse estilo está intimamente ligado à comunicação e ao experimento. Logo, fazem parte dessa corrente algumas expressões de vanguarda importantes, como:
  • 11. 1. POP ART Surgida no fim da década de 1950, a pop art pode ser definida pelo retrato e interpretação de seus artistas em relação à cultura popular e de massa. Provocativa e nada óbvia, a pop art contou com artistas de vanguarda como Andy Warhol e Roy Lichtenstein, e influenciou outros campos, como a moda e o grafismo.
  • 12. 2. FOTORREALISMO O fotorrealismo surgiu entre as décadas de 1960 e 1970 e teve como principal proposta replicar a fotografia do modo mais realista, exato e preciso para a pintura. Entre os artistas desse estilo, Chuck Close e Gerhard Richter foram os seus representantes mais famosos.
  • 13. 3. ARTE CONCEITUAL Surgida na década de 1960 e atingindo seu ápice na década seguinte, a arte conceitual é considerada uma arte contemporânea por apresentar um forte caráter experimental e por priorizar a ideia e a atitude do artista em detrimento da obra. Foca na representação. Os principais artistas dessa corrente foram Marcel Duchamp, Joseph Kosuth, Joseph Beuys, Robert Rauschenberg e Yves Klein, entre muitos outros.
  • 14. 4. ARTE MINIMALISTA O minimalismo teve seu início nos Estados Unidos. na década de 1960, e explorou o cenário artístico ao promover a utilização de mínimos recursos e poucas cores para a produção de suas obras. Alguns representantes importantes desse estilo foram: Donald Judd, Frank Stella e Richard Serra, entre vários outros.
  • 15. 4. PERFORMANCE NA ARTE Baseada na abstração e com raízes conceitualistas, a performance na arte surgiu na década de 1960 e promove a interação do espectador com a obra. Considerado um estilo artístico sem limites por desafiar, em muitos momentos, conceitos morais, a performance na arte muitas vezes tem como principal obra o próprio artista e valoriza a reflexão e mensagem da produção artística. Artistas que aplicam o que é arte contemporânea dentro da arte performática são: Marina Abramović e Yoko Ono.
  • 17. 5. ARTE DE RUA Como um dos mais recentes movimentos dentro do que é arte contemporânea, a arte de rua é um gênero que ganhou destaque com o surgimento dos grafiteiros famosos na década de 1980. Promovendo a reflexão, o ativismo social e um olhar crítico sobre a sociedade, a arte de rua pode ser encontrada em diferentes campos, como murais e instalações