SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
2 Fases da Vinda de Cristo
1. O DIA DO SENHOR - Avinda do Messias prometido a Israel que entraria em
Jerusalém, promessa feita a Abraão, Isaque e Jacó. Inclusive Isaias 53 mostra um
Jesus humilde. Yohua hamashia – JESUS É O MESSIAS
2. A SEGUNDA VINDADE CRISTO – Promessa feita aos dicipulos e a igreja em Jõao
14
Introdução
Conta-se a história de que Leonardo da Vinci, levou anos para pintar seu quadro: ”
A Santa Ceia”.
Em vão ele procurava um modelo apropriado para a face do Salvador.
Então ele encontrou um cantor de um coral, em uma igreja, cujos traços nobres lhe
chamaram a atenção. Imediatamente ele chamou o rapaz Pietro Bandinelli, para posar
para o quadro, e deu a Jesus a fisionomia do rapaz em seu quadro.
Por muitos anos ele continuou pintando o seu quadro.
Os discípulos estavam quase todos prontos, e só faltava o modelo para Judas Iscariotes,
aquele que traiu Jesus.
Da Vinci passou, então a andar pelas ruas de Roma, procurando um rosto adequado.
Finalmente achou a pessoa com o rosto certo.
Era o de um sujo e esfarrapado mendigo, com uma expressão ameaçadora em seu
semblante.
Ele estava parado em uma esquina e logo foi convidado para servir de modelo, o que
imediatamente aceitou.
Mas, quando o pintor contemplou os traços do mendigo mais atentamente, de
susto, o seu pincel lhe caiu da mão. tratava-se do mesmo Pietro Bandinelli, cujo
bonito rosto, o pintor já havia usado como modelo para o rosto do Salvador.
O que é que havia transformado o anterior rosto angelical em um rosto de bandido,
de Judas? A pobreza? A fome? a doença ou coisa parecida? Não, o pecado o havia
rebaixado tanto! Ele se tornara um alcoólatra, um viciado jogador.
Havia descido degrau por degrau, até que seu rosto mais parecia o de um homem mau
do que de um anjo.
O HOME É ASSIM – UMA HORA PODE ESTAR LÁ EM CIMA (firme) E OUTRA HORA LÁ EM BAIXO (afastado)
- NÃO JULGUE AJUDE-OS
Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, Mt.24.12
EM JOEL 1 – O PROFETA NARRA A INVASÃO DAS – LAGATO deixou, roeu o GAFANHOTO, ROEDOR E
DEVASTADOR
EM JOEL – O PROFETA NARRA A CHEGADA DO DIA DO SENHOR
Em joel, encontramos um chamado urgente, uma exortação que ecoa através dos tempos:
"Tocai a trombeta em Sião, dai alarme no meu monte santo! Estremeçam todos os habitantes da terra,
eis que se aproxima o dia do Senhor." (Joel 2.1)
Essas palavras não são apenas uma antiga profecia, mas um eco vibrante que ressoa em nossos corações
hoje. Elas nos mostram 2 coisa:
1. A erguer nossas vozes como trombetas, (Falar firme, com nitidez, com força)
Quando o profeta Joel fala sobre "Sião", não se refere apenas a um lugar físico, mas simbolicamente,
representa o povo de Deus, a comunidade da fé.
Portanto, somos chamados a tocar a trombeta em nossas vidas, em nossas igrejas, em nossas
comunidades, para anunciar a chegada do Senhor, para despertar aqueles que estão adormecidos
espiritualmente, para alertar aqueles que estão distraídos pelo ruído deste mundo.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a
trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
(1 Tessalonicenses 4:16) Toque de trombeta são avisos, chamados, despertamentos
2. A despertarmos do sono espiritual, (Reanimar - Desanimados – Destertarmos os ociosos)
O chamado para "dar alarme no monte santo" nos lembra da santidade de Deus, da importância de
reverenciarmos Sua presença em nossas vidas. Devemos estar atentos à sua voz, obedecer aos seus
mandamentos e viver em conformidade com a Sua vontade, para que possamos ser contados entre
aqueles que são chamados filhos de Deus.
E quando o profeta declara: "Estremeçam todos os habitantes da terra", não é uma mera figura de
linguagem, mas uma advertência solene sobre a iminência do dia do Senhor. Esse dia está próximo, e
devemos estar preparados. Devemos examinar nossas vidas, arrepender-nos de nossos pecados, buscar
a face de Deus com todo o nosso coração, para que, quando esse dia chegar, possamos estar do lado
certo da história, encontrando-nos seguros na graça e no amor do nosso Salvador.
Efésios 5:14-21 ARCPelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, e levanta-te dentre os
mortos, e Cristo te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como
néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porquanto os dias são maus. Pelo que
não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
3. A proclamar a mensagem do Senhor em alta voz, (Falar alto , alcançar o mundo com a voz)
para que todos os que habitam a terra possam ouvir e compreender.
Portanto, meus amados, que estas palavras do profeta Joel ecoem em nossos corações hoje e sempre.
Que sejamos como trombetas que ressoam a mensagem do Evangelho, que somos chamados a ser luz
em meio à escuridão, sal na terra, anunciadores da esperança que encontramos em Cristo Jesus.
Que possamos viver cada dia em antecipação desse grande dia do Senhor, sabendo que Ele é fiel para
cumprir todas as suas promessas, e que Ele está conosco em cada passo do caminho.
Romanos 10:14-16 ARCE Como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão,
se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a
paz, dos que anunciam coisas boas! Mas nem todos obedecem ao evangelho; pois
Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação?
APRESENTAÇÃO DE CRIANÇA
Nas Sagradas Escrituras não há nenhum ensinamento ou exemplos que autorizem o batismo de
crianças.
Conforme ensinamento do Novo Testamento, o candidato ao batismo deve ter se arrependido de
seus pecados (Atos 2:38), e ter crido em Jesus Cristo (Atos 8:37).
Tua mulher será em teu lar como uma vinha fecunda. Teus filhos em torno à tua mesa serão
como brotos de oliveira. SALMO 127.3. S
Salmos 1 27:3 – “Os filhos são um presente do Senhor. Eles são uma
recompensa Dele”.
Mc 10.13-16: "Então, lhe trouxeram algumas crianças para que as tocasse, mas os
discípulos os repreendiam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhes: Deixai
vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus
Provérbios 22:6 – “Instrui a criança no caminho em que deve andar, e quando
envelhecer não se desviará dele”,
Apresentação de Crianças
Nas Sagradas Escrituras não há nenhum ensinamento ou exemplos que autorizem o batismo de crianças.
Conforme ensinamento do Novo Testamento, o candidato ao batismo deve ter se arrependido de seus
pecados (Atos 2:38), e ter crido em Jesus Cristo (Atos 8:37).
Aqueles que ainda não podem fazer o uso completo da razão, não estão em condições de cumprir esses
dois requisitos. As crianças estão nesta condição.
Por outro lado, as Escrituras ensinam acerca da apresentação pública das crianças a Deus,
durante a qual pedimos ao Senhor que abençoe as crianças e a vida que elas terão pela frente.
Quando assim procedemos, estamos seguindo a prática admitida pela Igreja de todos os tempos.
Não é o batismo em água, e sim uma apresentação de crianças a Deus, uma ação de graças e de
fé, uma súplica pela bênção divina.
Hino ou corinho
Os pais trarão a criança à frente enquanto se canta um hino ou um corinho apropriado.
Leitura bíblica
O ministro fará a leitura das seguintes passagens:
Simeão e Ana
25
Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e
temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre
ele. 26
E fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ter visto o
Cristo do Senhor. 27
E, pelo Espírito, foi ao templo e, quando os pais trouxeram o
menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, 28
ele, então, o tomou em
seus braços, e louvou a Deus, e disse: 29
Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu
servo, segundo a tua palavra, 30
pois já os meus olhos viram a tua salvação,
"Traziam-lhe crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém,
vendo isto, indignou-se, e
disse-lhes: Deixai vir a mim as criancinhas, e não as impeçais, pois das
tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que quem não receber o reino de Deus como
criança, de maneira nenhuma entrará nele. E tornando-as nos braços e impondo-lhes as mãos, as
abençoou." (Marcos 10:13-16).
"Trouxeram-lhe então algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos, e orasse. Mas os
discípulos os repreendiam. Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos, e não os impeçais de vir a
mim, pois dos tais é o reino dos céus. E, tendo-lhes imposto as mãos, partiu dali." (Mateus
19:13-15).
"Ouve, ó Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração,
de toda a tua alma, e de toda a tua força. Estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração. Tu as
inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, andando pelo caminho, deitando-te e
levantando-te. Também as atarás na tua mão por sinal, e te serão por faixa entre os teus olhos. E as
escreverás nos umbrais da casa, e nas portas." (Deuteronômio 6:4-9).
"Assim também não é da vontade de vosso Pai que está nos céus que um destes pequeninos se perca."
(Mateus 18:14).
Exortação à igreja:
Dirigindo-se à igreja, o ministro dirá:
"Meus amados irmãos e amigos, Deus ordenou a família como uma instituição divina desde o começo da
humanidade. Os filhos são herança que o Senhor tem confiado ao cuidado de seus pais. Portanto, os pais
têm perante Deus e a sociedade a responsabilidade de velar pelos seus filhos. Damos testemunho de que
Cristo é Rei e Senhor sobre nossa vida e a vida de nossos filhos.
"Nós nos comprometemos, enquanto nos for possível, a instruir este menino (ou esta menina, ou estas
crianças), em sua lei e em sua santa vontade. A Bíblia nos oferece muitos exemplos disto.
Joquebede instruiu ao seu filho Moisés depois de tê-lo entregue ao Senhor. Ana reconheceu que seu filho
Samuel pertenceria a Jeová. Maria levou seu filho ao templo para dedicá-lo a Deus.
"Os pais deste menino (ou desta menina) reconhecem sua responsabilidade de educar, ensinar e exortar a
esta criatura no temor e obediência da Palavra de Deus desde seus primeiros anos de vida.
"Trazemos à presença de Deus as crianças que ele nos tem confiado, as dedicamos a ele e suplicamos que
ele as abençoe."
Pacto
O ministro pedirá aos pais que assumam um compromisso com relação à criança, fazendo-lhes as
seguintes perguntas:
Ministro: "Diante de Deus e destas testemunhas, vocês prometem criar esta criança no temor do Senhor?"
Os pais responderão: "Sim, prometemos."
Ministro: Vocês prometem, além disto, guiá-la diariamente no pleno conhecimento do caminho do
Senhor?"
Os pais: "Sim, prometemos."
Ministro: "Vocês prometem instruí-la para que conheça a Cristo como seu Salvador pessoal?"
Os pais: "Sim, prometemos."
Ministro: "Prometem, enquanto estiver sob o controle de vocês, dar a esta criatura um exemplo sólido e
piedoso da vida cristã?"
Os pais: "Sim, prometemos."
Ministro: "Vocês apresentam este menino (ou esta menina) em solene e sincera dedicação a Deus?"
Os pais: "Sim, apresentamos."
Ministro: "Vocês prometem dedicar-se a criar este menino (ou esta menina) na doutrina e nos
ensinamentos da santa Palavra de Deus?"
Os pais: "Sim, prometemos."
Ministro: "Prometem criar este menino (ou esta menina) na prática diária da oração, e ajudar-lhe a formar
o caráter cristão, e a fazer tudo que estiver ao alcance de vocês para criá-lo em seu lar, em um ambiente
de devoção a Deus?"
Os pais: "Sim, prometemos."
Ministro: "Baseando-me no fato de vocês terem prometido diante de Deus e desta congregação dedicar
esta criança a Deus, e o terem afirmado com suas próprias palavras, eu os exorto a se dedicarem a esta
sagrada obrigação com sabedoria, perseverança e esforço."
Dedicação
Tomando a criança nos braços (se não houver inconveniente) e colocando as mãos sobre ela, o ministro
dirá:
"____________________(nome da criança), nós dedicamos você ao Deus Pai, ao Filho e ao Espírito
Santo. Que o Senhor lhe fortaleça todos os dias de sua vida."
Oração dedicatória
"Agora, Pai, Criador do céu e da terra, nós te rogamos pelo bem-estar desta criança. Livra-a das cadeias
do pecado e das enfermidades do corpo. Que à medida que ela for crescendo em idade e estatura, cresça
também na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Dá aos seus pais sabedoria
para que a criem em seus caminhos. Nós a dedicamos a tua honra e ao teu serviço, em nome do Pai, e do
Filho e do Espírito Santo. Amém."
Hino ou corinho final
Em todo o tempo, irmão, o Senhor
Tomará conta de ti – HINO 61 HARPA
DEUS CUIDARÁ DE TÍ NO TEU VIVER, NO TEU SOFRER HINO 344
HARPA
Uma vez que o ministro tenha orado, um hino ou um corinho será cantado. Enquanto a igreja canta, os
pais voltarão aos seus assentos e o ministro voltará ao púlpito para se despedir da congregação.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Arrebatamento de Cristo Jesus nosso Senhor

3 mistério
3 mistério3 mistério
3 mistério
pgshama
 
SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1
SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1
SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1
2014ANDERSON
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Fernando Chapeiro
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
jesmioma
 

Semelhante a Arrebatamento de Cristo Jesus nosso Senhor (20)

Sinais de Deus
Sinais de DeusSinais de Deus
Sinais de Deus
 
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotosLivro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
 
Voz da Paróquia Março 2015
Voz da Paróquia Março 2015Voz da Paróquia Março 2015
Voz da Paróquia Março 2015
 
Voz da paróquia janeiro 2015
 Voz da paróquia janeiro 2015 Voz da paróquia janeiro 2015
Voz da paróquia janeiro 2015
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
❉ Jesus: o Mestre das missões_Resp_Liç_732015_GGR
❉ Jesus: o Mestre das missões_Resp_Liç_732015_GGR❉ Jesus: o Mestre das missões_Resp_Liç_732015_GGR
❉ Jesus: o Mestre das missões_Resp_Liç_732015_GGR
 
3 mistério
3 mistério3 mistério
3 mistério
 
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGRRespostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
Respostas_63201_ Jesus se misturava com as pessoas_GGR
 
SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1
SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1
SONHOS E VISÕES PROFÉTICAS VOL 1
 
Nossa mensagem profética_Resumo_1142013
Nossa mensagem profética_Resumo_1142013Nossa mensagem profética_Resumo_1142013
Nossa mensagem profética_Resumo_1142013
 
Jesus filho deus
Jesus filho deusJesus filho deus
Jesus filho deus
 
Esta escrito
Esta escritoEsta escrito
Esta escrito
 
Espelho
EspelhoEspelho
Espelho
 
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
Lição_original com textos_Com os ricos e famosos_812014
 
❉ Respostas_812016_Companheiros de armas_GGR
❉ Respostas_812016_Companheiros de armas_GGR❉ Respostas_812016_Companheiros de armas_GGR
❉ Respostas_812016_Companheiros de armas_GGR
 
Espelho
EspelhoEspelho
Espelho
 
Eis que vos envio a promessa de meu Pai!
Eis que vos envio a promessa de meu Pai!Eis que vos envio a promessa de meu Pai!
Eis que vos envio a promessa de meu Pai!
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
 
Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011Voz da Paróquia - Agosto 2011
Voz da Paróquia - Agosto 2011
 
Cat04
Cat04Cat04
Cat04
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 

Arrebatamento de Cristo Jesus nosso Senhor

  • 1. 2 Fases da Vinda de Cristo 1. O DIA DO SENHOR - Avinda do Messias prometido a Israel que entraria em Jerusalém, promessa feita a Abraão, Isaque e Jacó. Inclusive Isaias 53 mostra um Jesus humilde. Yohua hamashia – JESUS É O MESSIAS 2. A SEGUNDA VINDADE CRISTO – Promessa feita aos dicipulos e a igreja em Jõao 14 Introdução Conta-se a história de que Leonardo da Vinci, levou anos para pintar seu quadro: ” A Santa Ceia”. Em vão ele procurava um modelo apropriado para a face do Salvador. Então ele encontrou um cantor de um coral, em uma igreja, cujos traços nobres lhe chamaram a atenção. Imediatamente ele chamou o rapaz Pietro Bandinelli, para posar para o quadro, e deu a Jesus a fisionomia do rapaz em seu quadro. Por muitos anos ele continuou pintando o seu quadro. Os discípulos estavam quase todos prontos, e só faltava o modelo para Judas Iscariotes, aquele que traiu Jesus. Da Vinci passou, então a andar pelas ruas de Roma, procurando um rosto adequado. Finalmente achou a pessoa com o rosto certo. Era o de um sujo e esfarrapado mendigo, com uma expressão ameaçadora em seu semblante. Ele estava parado em uma esquina e logo foi convidado para servir de modelo, o que imediatamente aceitou. Mas, quando o pintor contemplou os traços do mendigo mais atentamente, de susto, o seu pincel lhe caiu da mão. tratava-se do mesmo Pietro Bandinelli, cujo bonito rosto, o pintor já havia usado como modelo para o rosto do Salvador. O que é que havia transformado o anterior rosto angelical em um rosto de bandido, de Judas? A pobreza? A fome? a doença ou coisa parecida? Não, o pecado o havia rebaixado tanto! Ele se tornara um alcoólatra, um viciado jogador. Havia descido degrau por degrau, até que seu rosto mais parecia o de um homem mau do que de um anjo. O HOME É ASSIM – UMA HORA PODE ESTAR LÁ EM CIMA (firme) E OUTRA HORA LÁ EM BAIXO (afastado) - NÃO JULGUE AJUDE-OS Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, Mt.24.12
  • 2. EM JOEL 1 – O PROFETA NARRA A INVASÃO DAS – LAGATO deixou, roeu o GAFANHOTO, ROEDOR E DEVASTADOR EM JOEL – O PROFETA NARRA A CHEGADA DO DIA DO SENHOR Em joel, encontramos um chamado urgente, uma exortação que ecoa através dos tempos: "Tocai a trombeta em Sião, dai alarme no meu monte santo! Estremeçam todos os habitantes da terra, eis que se aproxima o dia do Senhor." (Joel 2.1) Essas palavras não são apenas uma antiga profecia, mas um eco vibrante que ressoa em nossos corações hoje. Elas nos mostram 2 coisa: 1. A erguer nossas vozes como trombetas, (Falar firme, com nitidez, com força) Quando o profeta Joel fala sobre "Sião", não se refere apenas a um lugar físico, mas simbolicamente, representa o povo de Deus, a comunidade da fé. Portanto, somos chamados a tocar a trombeta em nossas vidas, em nossas igrejas, em nossas comunidades, para anunciar a chegada do Senhor, para despertar aqueles que estão adormecidos espiritualmente, para alertar aqueles que estão distraídos pelo ruído deste mundo. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. (1 Tessalonicenses 4:16) Toque de trombeta são avisos, chamados, despertamentos 2. A despertarmos do sono espiritual, (Reanimar - Desanimados – Destertarmos os ociosos) O chamado para "dar alarme no monte santo" nos lembra da santidade de Deus, da importância de reverenciarmos Sua presença em nossas vidas. Devemos estar atentos à sua voz, obedecer aos seus mandamentos e viver em conformidade com a Sua vontade, para que possamos ser contados entre aqueles que são chamados filhos de Deus. E quando o profeta declara: "Estremeçam todos os habitantes da terra", não é uma mera figura de linguagem, mas uma advertência solene sobre a iminência do dia do Senhor. Esse dia está próximo, e devemos estar preparados. Devemos examinar nossas vidas, arrepender-nos de nossos pecados, buscar a face de Deus com todo o nosso coração, para que, quando esse dia chegar, possamos estar do lado certo da história, encontrando-nos seguros na graça e no amor do nosso Salvador. Efésios 5:14-21 ARCPelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porquanto os dias são maus. Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. 3. A proclamar a mensagem do Senhor em alta voz, (Falar alto , alcançar o mundo com a voz) para que todos os que habitam a terra possam ouvir e compreender. Portanto, meus amados, que estas palavras do profeta Joel ecoem em nossos corações hoje e sempre. Que sejamos como trombetas que ressoam a mensagem do Evangelho, que somos chamados a ser luz em meio à escuridão, sal na terra, anunciadores da esperança que encontramos em Cristo Jesus. Que possamos viver cada dia em antecipação desse grande dia do Senhor, sabendo que Ele é fiel para cumprir todas as suas promessas, e que Ele está conosco em cada passo do caminho.
  • 3. Romanos 10:14-16 ARCE Como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas! Mas nem todos obedecem ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? APRESENTAÇÃO DE CRIANÇA Nas Sagradas Escrituras não há nenhum ensinamento ou exemplos que autorizem o batismo de crianças. Conforme ensinamento do Novo Testamento, o candidato ao batismo deve ter se arrependido de seus pecados (Atos 2:38), e ter crido em Jesus Cristo (Atos 8:37). Tua mulher será em teu lar como uma vinha fecunda. Teus filhos em torno à tua mesa serão como brotos de oliveira. SALMO 127.3. S Salmos 1 27:3 – “Os filhos são um presente do Senhor. Eles são uma recompensa Dele”. Mc 10.13-16: "Então, lhe trouxeram algumas crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se e disse-lhes: Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque dos tais é o reino de Deus Provérbios 22:6 – “Instrui a criança no caminho em que deve andar, e quando envelhecer não se desviará dele”,
  • 4. Apresentação de Crianças Nas Sagradas Escrituras não há nenhum ensinamento ou exemplos que autorizem o batismo de crianças. Conforme ensinamento do Novo Testamento, o candidato ao batismo deve ter se arrependido de seus pecados (Atos 2:38), e ter crido em Jesus Cristo (Atos 8:37). Aqueles que ainda não podem fazer o uso completo da razão, não estão em condições de cumprir esses dois requisitos. As crianças estão nesta condição. Por outro lado, as Escrituras ensinam acerca da apresentação pública das crianças a Deus, durante a qual pedimos ao Senhor que abençoe as crianças e a vida que elas terão pela frente. Quando assim procedemos, estamos seguindo a prática admitida pela Igreja de todos os tempos. Não é o batismo em água, e sim uma apresentação de crianças a Deus, uma ação de graças e de fé, uma súplica pela bênção divina. Hino ou corinho Os pais trarão a criança à frente enquanto se canta um hino ou um corinho apropriado. Leitura bíblica O ministro fará a leitura das seguintes passagens: Simeão e Ana 25 Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. 26 E fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor. 27 E, pelo Espírito, foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, 28 ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse: 29 Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo, segundo a tua palavra, 30 pois já os meus olhos viram a tua salvação, "Traziam-lhe crianças para que as tocasse, mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir a mim as criancinhas, e não as impeçais, pois das tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que quem não receber o reino de Deus como criança, de maneira nenhuma entrará nele. E tornando-as nos braços e impondo-lhes as mãos, as abençoou." (Marcos 10:13-16). "Trouxeram-lhe então algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos, e orasse. Mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos, e não os impeçais de vir a mim, pois dos tais é o reino dos céus. E, tendo-lhes imposto as mãos, partiu dali." (Mateus 19:13-15).
  • 5. "Ouve, ó Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de toda a tua força. Estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração. Tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, andando pelo caminho, deitando-te e levantando-te. Também as atarás na tua mão por sinal, e te serão por faixa entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais da casa, e nas portas." (Deuteronômio 6:4-9). "Assim também não é da vontade de vosso Pai que está nos céus que um destes pequeninos se perca." (Mateus 18:14). Exortação à igreja: Dirigindo-se à igreja, o ministro dirá: "Meus amados irmãos e amigos, Deus ordenou a família como uma instituição divina desde o começo da humanidade. Os filhos são herança que o Senhor tem confiado ao cuidado de seus pais. Portanto, os pais têm perante Deus e a sociedade a responsabilidade de velar pelos seus filhos. Damos testemunho de que Cristo é Rei e Senhor sobre nossa vida e a vida de nossos filhos. "Nós nos comprometemos, enquanto nos for possível, a instruir este menino (ou esta menina, ou estas crianças), em sua lei e em sua santa vontade. A Bíblia nos oferece muitos exemplos disto. Joquebede instruiu ao seu filho Moisés depois de tê-lo entregue ao Senhor. Ana reconheceu que seu filho Samuel pertenceria a Jeová. Maria levou seu filho ao templo para dedicá-lo a Deus. "Os pais deste menino (ou desta menina) reconhecem sua responsabilidade de educar, ensinar e exortar a esta criatura no temor e obediência da Palavra de Deus desde seus primeiros anos de vida. "Trazemos à presença de Deus as crianças que ele nos tem confiado, as dedicamos a ele e suplicamos que ele as abençoe." Pacto O ministro pedirá aos pais que assumam um compromisso com relação à criança, fazendo-lhes as seguintes perguntas: Ministro: "Diante de Deus e destas testemunhas, vocês prometem criar esta criança no temor do Senhor?" Os pais responderão: "Sim, prometemos." Ministro: Vocês prometem, além disto, guiá-la diariamente no pleno conhecimento do caminho do Senhor?" Os pais: "Sim, prometemos." Ministro: "Vocês prometem instruí-la para que conheça a Cristo como seu Salvador pessoal?" Os pais: "Sim, prometemos." Ministro: "Prometem, enquanto estiver sob o controle de vocês, dar a esta criatura um exemplo sólido e piedoso da vida cristã?" Os pais: "Sim, prometemos." Ministro: "Vocês apresentam este menino (ou esta menina) em solene e sincera dedicação a Deus?" Os pais: "Sim, apresentamos." Ministro: "Vocês prometem dedicar-se a criar este menino (ou esta menina) na doutrina e nos ensinamentos da santa Palavra de Deus?" Os pais: "Sim, prometemos." Ministro: "Prometem criar este menino (ou esta menina) na prática diária da oração, e ajudar-lhe a formar o caráter cristão, e a fazer tudo que estiver ao alcance de vocês para criá-lo em seu lar, em um ambiente de devoção a Deus?" Os pais: "Sim, prometemos."
  • 6. Ministro: "Baseando-me no fato de vocês terem prometido diante de Deus e desta congregação dedicar esta criança a Deus, e o terem afirmado com suas próprias palavras, eu os exorto a se dedicarem a esta sagrada obrigação com sabedoria, perseverança e esforço." Dedicação Tomando a criança nos braços (se não houver inconveniente) e colocando as mãos sobre ela, o ministro dirá: "____________________(nome da criança), nós dedicamos você ao Deus Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Que o Senhor lhe fortaleça todos os dias de sua vida." Oração dedicatória "Agora, Pai, Criador do céu e da terra, nós te rogamos pelo bem-estar desta criança. Livra-a das cadeias do pecado e das enfermidades do corpo. Que à medida que ela for crescendo em idade e estatura, cresça também na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Dá aos seus pais sabedoria para que a criem em seus caminhos. Nós a dedicamos a tua honra e ao teu serviço, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém." Hino ou corinho final Em todo o tempo, irmão, o Senhor Tomará conta de ti – HINO 61 HARPA DEUS CUIDARÁ DE TÍ NO TEU VIVER, NO TEU SOFRER HINO 344 HARPA Uma vez que o ministro tenha orado, um hino ou um corinho será cantado. Enquanto a igreja canta, os pais voltarão aos seus assentos e o ministro voltará ao púlpito para se despedir da congregação.