Anúncio
Cat04
Cat04
Próximos SlideShares
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
Carregando em ... 3
1 de 2
Anúncio

Mais conteúdo relacionado

Apresentações para você(20)

Anúncio

Similar a Cat04(20)

Cat04

  1. Permanecei Comigo Programa de Catequese com Adultos Catecumenato Roteiro para encontros catequéticos Iniciação Cristã de AdultosIniciação Cristã de Adultos II - A verdade sobre Jesus Cristo A pessoa de Jesus e o anúncio do Reino 4 A PESSOA DE JESUS E O MISTÉRIO DA ENCARNAÇÃO: Catequista: Jesus, o Filho amado do Pai, nasceu em Belém, na Judéia. Foi concebido por obra do Espírito Santo no seio da Virgem Maria. Aquele que estava eternamente com o Pai entrou na nossa história, revestiu-se de nossa humanidade, assumiu um rosto e um coração humanos. Catequizando 1: “Mas quando veio a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, que nasceu de uma mulher e nasceu submetido a uma lei, para que recebêssemos a sua adoção.” (Gl 4,4-5) Pausa para meditação e reflexão ou partilha. Catequizando 2: Jesus é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Uma única pessoa em duas naturezas, sem divisão. Este é o Mistério da Encarnação, que o próprio nome hebraico de Jesus revela: “Jesus” significa “Deus salva”. Todos: Salvação é a realização plena do ser humano, acolhendo a vida divina. Catequizando 1: No início da sua vida pública, Jesus foi batizado por João Batista, no rio Jordão; foi ungido pelo Espírito Santo, e o Pai o proclamou seu Filho amado. Catequizando 2: Completava-se com Jesus o tempo da graça, e iniciava-se um jeito novo de relacionamento com a humanidade. Catequizando 1: Depois de batizado, Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo ao deserto e ali foi tentado durante quarenta dias. Vencendo a luta interior, Jesus abriu para o gênero humano a possibilidade de vencer o mal e de renovar sua fidelidade a Deus Pai. Catequizando 2: “Como por um só homem o pecado entrou no mundo, também por um só homem, Jesus Cristo, a graça foi espalhada sobre toda a humanidade.” (Rm 5,12) Pausa para meditação e reflexão ou partilha. Catequista: O pecado original, através do qual a morte entrou no mundo destruindo a inocência do coração humano, deixando comprometida sua integridade, traz graves conseqüências, além da morte e da perda da amizade com Deus. Catequizando 1: Só a graça de Deus rompe com o domínio do pecado. Em Cristo, a vida é, novamente, proposta e o cristão a acolhe cheio de fé e esperança. Catequizando 2: Jesus chamou discípulos para segui-lo e escolheu doze dentre eles, os quais chamou Apóstolos, para que ficassem com ele e, no tempo oportuno, fossem enviados para pregar o Evangelho do Reino de Deus. Todos: Os escolhidos aceitaram formar com Jesus uma comunidade. Foram chamados para entrar em comunhão com a pessoa, a missão e o destino de Jesus. O mesmo convite feito aos dozes apóstolos se repete hoje a todos nós, através da Igreja. ACOLHIDA: Levar para o encontro imagens e gravuras de Jesus Cristo. Um cartão pode ser distribuído aos participantes, com o rosto de Cristo na frente e, no verso, as passagens bíblicas que serão utilizadas no encontro. Jesus, o Filho amado de Deus Pai, é o Caminho, a Verdade e a Vida. Nosso desejo de seguir os seus passos é a certeza de que nele está o Reino de Deus. Ele é o Reino proclamado nesta terra. Em Cristo Jesus, a humanidade inteira tem a certeza de ser amada por Deus Pai, pela força do Espírito Santo. O Projeto de Deus é a construção de uma grande família humana que luta contra o mal e experimenta a força da Graça e do Amor. Música: CD Louvemos o Senhor – Vol. 04 - Faixa nº 11 Põe tua mão na mão do meu Senhor da Galiléia Põe tua mão na mão do meu Senhor que acalma o mar Meu Jesus que cuida de mim, noite e dia sem cessar Põe tua mão na mão do meu Senhor que acalma o mar.
  2. FATO DA VIDA: Uma senhora leva a sua filhinha à Missa e recomenda para que esteja atenta à celebração. O sol batia forte e luminoso em um dos vitrais da Igreja. A criança olhava admirada e muito atenta, perguntou: - “Mãe quem é aquele?” - “É o Santo!” E acrescentou: - “Fique atenta à Missa!” Mas a criança não tirava os olhos do vitral iluminadíssimo. Passados uns dias, na escola, a professora perguntou aos alunos: - “O que é ser Santo?” A mesma menina levantou a mãozinha e disse: - “O Santo é aquele que deixa passar a Luz de Deus!” (Comentar.) ORAÇÃO FINAL: Pai Santo, nós queremos seguir os passos de vosso Filho amado, Jesus Cristo. Sinal vivo de vosso Reino de amor, já implantado entre nós, Ele nos deixou a missão de anunciá-lo a todos os irmãos. Que a consciência de filhos criados à vossa imagem e semelhança nos ajude a superar as dificuldades e a viver a compaixão. Amém! Pai Nosso... Glória ao Pai, ao Filho ... JESUS PREGOU O REINO DE DEUS: Catequista: O tema central da pregação e da vida de Jesus é o Reino de Deus, manifestação de sua soberania salvadora e sua realização. Na pessoa de Jesus, o Reino estava presente. Realizavam-se, de modo perfeito as profecias que anunciaram a vinda do Messias. Catequizando 1: “Jesus Dirigiu-se a Nazaré, onde se havia criado. Entrou na sinagoga em dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler. Foi-lhe dado o livro do profeta Isaias. Desenrolando o livro, escolheu a passagem onde está escrito: O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu; e enviou-me para anunciar a boa nova aos pobres, para sarar os contritos de coração, para anunciar aos cativos a redenção, aos cegos a restauração da vista, para por em liberdade os cativos, para publicar o ano da graça do Senhor” (Lc 4,14-19). Pausa para meditação e reflexão ou partilha. Catequista: Encontrar, compreender e seguir Jesus é experimentar o Reino de Deus. É possuir o definitivo já aqui na história, a eternidade, ainda que apenas em germe, pois sua realização plena se reserva para a dimensão futura da existência. Catequizando 2: Todos os sinais realizados por Jesus são expressão da presença amorosa de Deus em favor de seu povo. Ele veio para libertar homens e mulheres da escravidão do pecado, que sufoca a nossa vocação de filhos de Deus. Todos: Jesus manifestou a misericórdia de Deus para os pecadores e excluídos; comia e permanecia na companhia de gente marginalizada pela sociedade de seu tempo. LEITURA BÍBLICA: Catequista: Na parábola do “pai e seus dois filhos”, Jesus mostrou o jeito de agir do Pai misericordioso. Leitor: Lc 15,11-32 Fazer a partilha do texto, procurando destacar os sinais do Reino (partilha, perdão, acolhida etc.) Concluir com a música: Muito alegre eu te pedi o que era meu, partir, um sonho tão normal. Dissipei meus bens e o coração também, no fim, meu mundo era irreal. Confiei no teu amor e voltei Sim aqui é meu lugar Eu gastei teus bens, ó Pai, e te dou este pranto em minhas mãos. JESUS VEIO SALVAR O SER HUMANO: Catequista: No Evangelho que ouvimos, a cena principal de toda a narração é o encontro com o pai: “Este meu filho estava morto, e reviveu; tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a festa!” (v 24). Catequizando 1: Agraça dada em Jesus Cristo inicialmente pelo sacramento do Batismo rompe com o domínio do pecado. Nele, Cristo Jesus, a vida é novamente proposta e retomada, transformando-se em experiência de serviço, amor e fraternidade enquanto se peregrina para o Reino definitivo. Catequizando 2: Jesus veio humanizar, libertar e salvar o ser humano. Ele anuncia que os verdadeiros adoradores, hão de adorar o Pai em espírito e verdade. Catequizando 1: Certo dia, quando terminava sua oração, um discípulo pediu-lhe que ensinasse a orar. E ele ensinou que se rezasse assim: “Pai, santificado seja teu nome; venha o teu reino...” (Lc 11,1-4). Não era apenas uma fórmula, mas um programa de vida a ser atualizado a cada dia. Jesus ensinou os discípulos a vivenciar a mesma intimidade que Ele tinha com o Pai. Catequizando 2: No cultivo desta intimidade filial com o Coração do Pai pelo Filho no Espírito Santo, ensinada e vivida por Cristo, dá-se o encontro da humanidade com Deus. Todos: Este encontro é o acontecimento que caracteriza a busca da santidade de vida. DEUS ENVIOU SEU FILHO AO MUNDO: Catequista: Deus é o Pai de Jesus. A relação entre eles é de profunda intimidade. Jesus é o Filho, de maneira especial e única. Nele, e somente nele, todos nós somos filhos e filhas de Deus. Somos filhos pela graça; Jesus o é por natureza. Catequizando 1: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por ele” (Jo 3,16s). Todos: Deus ama até o ponto de entregar aquilo que lhe é mais caro, seu Filho. A essência de Deus é ser amor. Catequizando 2: Jesus foi ungido pelo Espírito Santo desde a sua concepção. Toda a vida de Jesus foi conduzida pelo Espírito Santo. Os sinais que realizou são frutos do Espírito de Deus. Pela obediência e abandono filial nas mãos do Pai, ressuscitou dos mortos e foi constituído Senhor e Cristo.
Anúncio