SlideShare uma empresa Scribd logo
Primeiros socorros
Introdução
O objetivo desse treinamento é dotar a
pessoa de conhecimentos básicos a
respeito da ação em primeiros
socorros.
Socorrer alguém não é coisa de outro
mundo. Ao contrário do que possa
parecer, qualquer pessoa pode prestar
primeiros socorros.
Primeiros socorros é o cuidado ao ferido
ou doente ainda no local do acidente. São
ações de emergência com medidas
preventivas.
O objetivo desse atendimento é evitar um
problema maior, amenizando o sofrimento
da vítima e mantê-la estável até a
chegada de socorro especializado.
Conceito
Veremos nesse treinamento
medidas de primeiros socorros
em:
 Acidentes de trânsito;
 Desmaios;
 Ataques epiléticos;
 Cortes;
 Queimaduras;
 Entorses;
 Fraturas
5
Como agir em um acidente de
trânsito
 O primeiro passo é chamar a Polícia
Militar.
 Se houver feridos chamar Corpo de
Bombeiros.
 Sinalize a área com o triângulo, galhos
de árvore, etc.
 Quanto aos feridos só os mova se for
necessários por causa de risco de
incêndio, ou de novas batidas, etc.
 Esteja preparado para usar o extintor.
Como agir em casos de desmaio
Como identificar uma pessoa que será
vítima de desmaio?
Quando uma pessoa está prestes a sofrer
um desmaio deixa transparecer alguns
sinais: Palidez, suor frio, fraqueza, pulso
fraco, visão turva, respiração lenta,
náuseas, tontura. Esses são apenas os
mais comuns de outros que poderão
ocorrer, dependendo da causa do próprio
desmaio.
Evitar que a pessoa caia no chão deve ser
o foco, assim, evitaremos os possível
Converse com a pessoa, sentando-a na
poltrona. Peça que respire fundo. Isso
poderá estabilizá-la.
Se o desmaio acontecer:
 Deite a pessoa de maneira confortável.
 Mantenha a cabeça da pessoa em
posição mais baixa em relação ao corpo.
Vire a cabeça da vítima de lado para
Como agir em caso de desmaio
Como agir em caso de desmaio
 Proporcione um ambiente arejado,
ventilado....
 Não abafe a vítima, retire os curiosos de
perto.
 Afrouxar as roupas e o cinto. Visando
melhorar a circulação sanguínea.
Não se exponha! Se a vítima for do sexo
oposto peça que uma pessoa do mesmo
 Não dar produtos químicos para a vítima
cheirar, Exemplo: Álcool, vinagre e etc.
 Nunca dê líquidos a uma pessoa
inconsciente.
 Chame socorro especializado. Se a
vítima retomar o sentido antes do socorro
chegar, oriente-a a procurar ajuda médica
a fim de descobrir a razão do desmaio.
Como agir em caso de desmaio
A epilepsia
 A epilepsia é causada por uma alteração
nas atividades elétricas do cérebro, é
temporária e sempre reversível.
 Foi-se o tempo que uma pessoa
portadora de epilepsia era considerada
limitada. Hoje as pessoas que levam o
tratamento a sério conseguem ter uma
vida perfeitamente normal, até mesmo no
mercado de trabalho.
 Uma só convulsão não significa
epilepsia, cerca de 10% da população
tem pelo menos um episódio de
convulsão durante a vida. É necessário
pelo menos dois episódios de convulsão
não provocada por outras causas, além
de outros sintomas, antes de poder
diagnosticar uma epilepsia.
A epilepsia
Ataque Epilético
 Durante um ataque epilético,
normalmente a pessoa fica com a
musculatura retraída e começa a se
debater com violência, em alguns casos
a pessoa fica com os olhos virados
para cima.
Epilepsia Como Socorrer
 Deite a vítima no chão afaste tudo que
estiver ao seu redor para que não se
machuque;
 Coloque algo confortável em baixo da
cabeça da vítima, e a segure firmemente,
para evitar que bata com a cabeça e sofra
alguma lesão;
 Tente virar a vítima de lado, para que
 Retire objetos que a possam ferir,
relógio, óculos, pulseiras, dentaduras,
etc;
 Jamais dê líquidos a uma pessoa
inconsciente. A pessoa inconsciente
pode asfixiar com o líquido, e até ir a
óbito;
Epilepsia Como Socorrer
 Espere a convulsão passar e deixe a
pessoa descansar, pode ser que ela
durma, e se isso acontecer deixe-a pelo
tempo em que sentir necessário;
 Nesse tipo de situação não se
desespere, e preste o socorro com
carinho, como se fosse para a pessoa
que mais ama.
Epilepsia Como Socorrer
Cortes
 Os cortes são rompimentos de pele
por instrumentos cortantes.
 Todos os ferimentos logo quando
ocorrem causam dor, sangramentos e
ficam vulneráveis a infecções.
Dependendo da quantidade de sangue
que sai do corpo a pessoa pode ir a
óbito.
Cortes – Como socorrer
 Em ferimentos leves, como pouca perda
de sangue a pessoa deve:
- Lavar as mãos antes de manusear a
ferida para fazer um curativo.
- Lavar a parte lesionada com água e
sabão para remover qualquer sujeira
entranhada na pele.
- Colocar antisséptico sobre e ferida para
- Cobrir o ferimento com gaze esterilizada
e esparadrapo, ou pano limpo.
- Dependendo da profundidade
do ferimento procurar um médico.
- Havendo suspeita de fratura no local, não
lavá-lo com as mãos. Pois tem risco de
cortar as luvas em um pedado de osso, e
com isso tem contato com sangue da
Cortes – Como socorrer
Queimaduras
 As queimaduras são lesões na pele,
provocadas geralmente pelo calor ou
pelo frio, podem ser também elétrica
ou química.
Estaremos comentando a respeito das
que acontecem pelo calor.
Identificando a queimadura
Queimadura de Primeiro Grau
 A lesão atinge apenas a camada mais
superficial da pele (a epiderme),
apresentando vermelhidão local,
ardência, inchaço e calor local. Uma
exposição prolongada ao Sol pode
desencadear este tipo de lesão.
Queimadura de Segundo Grau
 A lesão atinge as camadas mais
profundas da pele (a chamada
derme). A característica desse tipo de
queimadura é a presença de bolhas.
 Tem uma profundidade intermediária.
Identificando a queimadura
Queimadura de Terceiro Grau
 Nesse tipo de queimadura, ocorre
lesão de toda a pele, atingindo os
tecidos mais profundos, como os
músculos. É a mais grave.
Identificando a queimadura
Queimaduras – Como socorrer
Procedimentos:
 No caso da vitima ainda em chamas, o
ideal é fazê-la rolar no chão enrolado
com um cobertor. Nunca se deve tentar
apagar o fogo de alguém
usando extintor de incêndio (nem mesmo
o de água), pois todo extintor possui
algum tipo de química e dependendo do
grau da queimadura ela será levada
imediatamente para a corrente
sanguínea.
 Não deixe a pessoa correr, pois isso pode
aumentar as chamas.´
 Depois de controlada a primeira situação,
se for possível retire relógios, pulseiras,
anéis, etc. que estejam na área atingida.
Queimaduras – Como socorrer
 Só tire a roupa queimada, se for inevitável,
corte apenas a parte que não está
grudada, a parte grudada deve ser retirada
por um profissional de saúde.
 Não coloque sobre a área queimada
nenhum tipo de pomada ou remédio
caseiro, como já disse, qualquer produto
colocado poderá ser levado a corrente
sanguínea. Somente o profissional da área
da saúde pode determinar qual
Queimaduras – Como socorrer
 Coloque o ferimento sobre água
corrente por alguns minutos para
diminuir a dor.
 Nunca fure as bolhas que se poderão
formar na queimadura, elas funcionam
como proteção da queimadura ao meio
ambiente, diminuindo o risco de
infecção da área afetada.
Queimaduras – Como socorrer
Queimaduras – Como socorrer
 No caso de ter que transportar a vítima
para atendimento, use compressas
estéreis ou pano limpo e seco para
colocar sobre o ferimento.
 Busque auxílio profissional
 Se o caso requerer cuidados
emergenciais, acione o 192 e
mantenha a calma.
Sequelas
 Todos os tipos de
queimaduras podem
deixar cicatrizes, mais
ou menos evidentes.
A prevenção continua
sendo a melhor
escolha…
Entorse
 É uma lesão que ocorre quando
ultrapassamos o limite normal de
movimento de uma articulação.
Normalmente, ocasiona distensão dos
ligamentos e da cápsula articular e,
consequentemente, dor intensa ao redor
da articulação, dificuldade de
movimentação em graus variáveis e, às
vezes, sangramentos internos.
Entorses – Como socorrer
 Deve-se aplicar frio intenso no
local, com bolsa de gelo,
toalhas frias etc.
Massagens ou aplicações
quentes devem ser feitas
somente 24 horas após o
incidente. É preciso, também,
imobilizar a articulação atingida e
não movimentá-la e, após,
procurar um serviço de saúde
Fraturas
 Conceito
Fratura é qualquer interrupção na
continuidade do osso.
Quanto a extensão são classificadas
como:
 Fratura Fechada: é aquela na qual não
há conexão entre o osso quebrado e a
superfície externa do corpo.
Fratura Aberta: é aquela na qual a
fratura comunica-se com o meio
externo.
A pele é rasgada ou aberta pela mesma
força que quebrou o osso ou pela força
que faz o osso perfurar a pele.
Tanto as fraturas abertas como
fechadas podem resultar em uma séria
perda de sangue.
 As fraturas abertas correm o risco de
Fraturas
Sinais e Sintomas
 Dor, geralmente forte;
 Impossibilidade de fazer movimentos;
 Deformidade;
Fraturas
 Aumento de volume e descoloração,
pode ocorrer imediatamente se
houver sangramento excessivo ou
pode ocorrer mais tardiamente;
 Crepitação, pode ser sentida durante
o exame da vítima, as extremidades
do osso atritam entre si traduzindo-se
como som de crepitação.
Fraturas
Fratura – Como socorrer
 Solicite assistência médica, enquanto
isso mantenha a pessoa calma;
 Todas as fraturas devem ser
imobilizadas sempre antes de mexer
com a vítima ou transportá-la;
 Verifique se o ferimento não
interrompeu a circulação sanguínea;
 Manter a parte lesionada mais
elevada em relação ao nível do corpo
para diminuir o sangramento;
 Se for possível faça compressas de
gelo sobre o local, isso vai diminuir o
inchaço a dor e o sangramento.
Fratura – Como socorrer
O que não Fazer?
 Não movimente a vítima até a
imobilização do local afetado;
 Não dê água ou qualquer alimento a
vítima.
Fratura – Como socorrer
Lembre-se:
 A imobilização diminui
a dor e o sangramento;
 Evita que as fraturas
fechadas tornem-se
expostas;
Fratura – Como socorrer
 Evita lesões adicionais às
fraturas vizinhas ao foco da
fratura;
 Imobilização não é torniquete
(só profissionais da área da
saúde podem fazer
torniquete).
Fratura – Como socorrer
Bibliografia
 http://www.unesc.net/portal/capa/index
/243/5026
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Entorse
 http://segurancadotrabalhonwn.com/q
ueimaduras-termicas-como-agir/
 http://segurancadotrabalhonwn.com/fr
aturas-primeiros-socorros/
Concluindo...
 Esteja pronto para agir em
primeiros socorros. As
vezes uma simples ligação
pode salvar uma vida.
 Faca aos outros o que
gostaria que fizessem a
você, ok!
Concluindo 2...
 Seja qual for a situação, em casa, no
trânsito, no laser ou no trabalho, aja
com segurança, pois, vivemos hoje o
que plantamos ontem!
O que tem plantado?
 Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptxPrimeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
MeiderLeister1
 
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
ElioenaiAlmeida1
 
Primeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IVPrimeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IV
emanueltstegeon
 
1 socorros
1 socorros1 socorros
1 socorros
andreportellaal
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Manuela Cardoso
 
Atendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicosAtendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicos
Ana Hollanders
 
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
Primeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power pointPrimeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power point
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
stoc3214
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Kaique Lopes
 
1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte
1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte
1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte
Pelo Siro
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
Alessandro Silva
 
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesm
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesmAtendimento pré hospitalar aula 01 iesm
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesm
ernandesrodriguesdasilva
 
CURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETO
CURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETOCURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETO
CURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETO
DiulianaMendes1
 
Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
PrimeirosSocorros
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
Alexandra Leal
 
Noções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosNoções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorros
Rocha Neto
 
Ovace
OvaceOvace
Ovace
Gitomazi
 
Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
aluisiobraga
 
Palestra aph
Palestra aphPalestra aph
Palestra aph
selvay
 
Primeiro socorros
Primeiro socorrosPrimeiro socorros
Primeiro socorros
Nathan Alves
 
Primerios socorros
Primerios socorrosPrimerios socorros
Primerios socorros
clinicansl
 

Mais procurados (20)

Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptxPrimeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
Primeiros Socorros Avançado - Meider.pptx
 
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
2- Biossegurança, Avaliação da cena, Avaliação primária e Avaliação do paciente
 
Primeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IVPrimeiros Socorros Modulo IV
Primeiros Socorros Modulo IV
 
1 socorros
1 socorros1 socorros
1 socorros
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Atendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicosAtendimento em primeiros socorros basicos
Atendimento em primeiros socorros basicos
 
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
Primeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power pointPrimeiros socorros   nm engenharia  -  apresentação power point
Primeiros socorros nm engenharia - apresentação power point
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte
1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte
1183895152 116.doencas e_primeiro_socorro1parte
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesm
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesmAtendimento pré hospitalar aula 01 iesm
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesm
 
CURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETO
CURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETOCURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETO
CURSO: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS COMPLETO
 
Apresentação Final
Apresentação FinalApresentação Final
Apresentação Final
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Noções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorrosNoções básicas sobre primeiros socorros
Noções básicas sobre primeiros socorros
 
Ovace
OvaceOvace
Ovace
 
Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
 
Palestra aph
Palestra aphPalestra aph
Palestra aph
 
Primeiro socorros
Primeiro socorrosPrimeiro socorros
Primeiro socorros
 
Primerios socorros
Primerios socorrosPrimerios socorros
Primerios socorros
 

Semelhante a Apresentação primeiros socorros

Primeiros socorros cópia
Primeiros socorros   cópiaPrimeiros socorros   cópia
Primeiros socorros cópia
Tito Regla
 
Primeiros socorros cópia
Primeiros socorros   cópiaPrimeiros socorros   cópia
Primeiros socorros cópia
Otavio Rocha
 
Primeiros socorros -geral.pptx
Primeiros socorros -geral.pptxPrimeiros socorros -geral.pptx
Primeiros socorros -geral.pptx
Magnusok
 
Primeiros Socorros.pptx
Primeiros Socorros.pptxPrimeiros Socorros.pptx
Primeiros Socorros.pptx
SESMTMedicinadoTraba
 
Primeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptx
Primeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptxPrimeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptx
Primeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptx
LeonardoAranha4
 
Primeiro Socorros.pptx
Primeiro Socorros.pptxPrimeiro Socorros.pptx
Primeiro Socorros.pptx
LUCASBIRK1
 
Eletropodium primeiros socorros
Eletropodium   primeiros socorrosEletropodium   primeiros socorros
Eletropodium primeiros socorros
Carlos Helt
 
A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...
A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...
A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...
TerezinhaAmorim7
 
AULA PRIMEIRO SOCORROS .pptx
AULA PRIMEIRO SOCORROS  .pptxAULA PRIMEIRO SOCORROS  .pptx
AULA PRIMEIRO SOCORROS .pptx
ThiagoLevy7
 
Primeiros socorros - Cópia.ppt.pdf
Primeiros socorros - Cópia.ppt.pdfPrimeiros socorros - Cópia.ppt.pdf
Primeiros socorros - Cópia.ppt.pdf
HernandesAbinoFrana
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
neto Serafim
 
Primeiros socorros 8ª série
Primeiros socorros 8ª sériePrimeiros socorros 8ª série
Primeiros socorros 8ª série
aluisiobraga
 
Primeiros socorros xxxii_sipat
Primeiros socorros xxxii_sipatPrimeiros socorros xxxii_sipat
Primeiros socorros xxxii_sipat
Valdineilao Lao
 
Aula primeiros socorros
Aula primeiros socorrosAula primeiros socorros
Aula primeiros socorros
Gizele Lima
 
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICOPRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
Rodrigo Camilo Araujo
 
PRIMEIROS SOCORROS.pdf
PRIMEIROS SOCORROS.pdfPRIMEIROS SOCORROS.pdf
PRIMEIROS SOCORROS.pdf
TRISEGENGENHARIAEMED
 
PRIMEIROS SOCORROS.docx
PRIMEIROS SOCORROS.docxPRIMEIROS SOCORROS.docx
PRIMEIROS SOCORROS.docx
TRISEGENGENHARIAEMED
 
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptxNoções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
KatiuciaVieira1
 
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .pptPrimeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
ThiagoLevy7
 
Primeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docxPrimeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docx
Yanes Souza
 

Semelhante a Apresentação primeiros socorros (20)

Primeiros socorros cópia
Primeiros socorros   cópiaPrimeiros socorros   cópia
Primeiros socorros cópia
 
Primeiros socorros cópia
Primeiros socorros   cópiaPrimeiros socorros   cópia
Primeiros socorros cópia
 
Primeiros socorros -geral.pptx
Primeiros socorros -geral.pptxPrimeiros socorros -geral.pptx
Primeiros socorros -geral.pptx
 
Primeiros Socorros.pptx
Primeiros Socorros.pptxPrimeiros Socorros.pptx
Primeiros Socorros.pptx
 
Primeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptx
Primeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptxPrimeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptx
Primeiros socorros - Cópia.ppt (1).pptx
 
Primeiro Socorros.pptx
Primeiro Socorros.pptxPrimeiro Socorros.pptx
Primeiro Socorros.pptx
 
Eletropodium primeiros socorros
Eletropodium   primeiros socorrosEletropodium   primeiros socorros
Eletropodium primeiros socorros
 
A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...
A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...
A sinalização de segurança é um conjunto de estímulos visuais e sonoros que s...
 
AULA PRIMEIRO SOCORROS .pptx
AULA PRIMEIRO SOCORROS  .pptxAULA PRIMEIRO SOCORROS  .pptx
AULA PRIMEIRO SOCORROS .pptx
 
Primeiros socorros - Cópia.ppt.pdf
Primeiros socorros - Cópia.ppt.pdfPrimeiros socorros - Cópia.ppt.pdf
Primeiros socorros - Cópia.ppt.pdf
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Primeiros socorros 8ª série
Primeiros socorros 8ª sériePrimeiros socorros 8ª série
Primeiros socorros 8ª série
 
Primeiros socorros xxxii_sipat
Primeiros socorros xxxii_sipatPrimeiros socorros xxxii_sipat
Primeiros socorros xxxii_sipat
 
Aula primeiros socorros
Aula primeiros socorrosAula primeiros socorros
Aula primeiros socorros
 
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICOPRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
 
PRIMEIROS SOCORROS.pdf
PRIMEIROS SOCORROS.pdfPRIMEIROS SOCORROS.pdf
PRIMEIROS SOCORROS.pdf
 
PRIMEIROS SOCORROS.docx
PRIMEIROS SOCORROS.docxPRIMEIROS SOCORROS.docx
PRIMEIROS SOCORROS.docx
 
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptxNoções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
 
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .pptPrimeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
Primeiros Socorros CSE asasawrtgregbrer .ppt
 
Primeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docxPrimeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docx
 

Mais de ruy vicente Santos

MANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagem
MANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagemMANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagem
MANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagem
ruy vicente Santos
 
1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt
1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt
1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt
ruy vicente Santos
 
NR6.pptx
NR6.pptxNR6.pptx
Certificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptx
Certificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptxCertificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptx
Certificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptx
ruy vicente Santos
 
Certificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptxCertificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptx
ruy vicente Santos
 
Certificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptxCertificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptx
ruy vicente Santos
 
Apresentação trabalho de quimica.pptx
Apresentação trabalho de quimica.pptxApresentação trabalho de quimica.pptx
Apresentação trabalho de quimica.pptx
ruy vicente Santos
 
INTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptx
INTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptxINTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptx
INTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptx
ruy vicente Santos
 

Mais de ruy vicente Santos (8)

MANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagem
MANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagemMANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagem
MANUAL-DE-INTEGRAÇÃO-2024- para funcionários da enfermagem
 
1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt
1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt
1 Introdução a segurança com eletricidade.ppt
 
NR6.pptx
NR6.pptxNR6.pptx
NR6.pptx
 
Certificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptx
Certificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptxCertificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptx
Certificado de treinamento de NR 06 Júlio César Correa .pptx
 
Certificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptxCertificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Bacher Bechara Mourad.pptx
 
Certificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptxCertificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptx
Certificado de treinamento de NR 18- Jucelino Jose da Silva Filho.pptx
 
Apresentação trabalho de quimica.pptx
Apresentação trabalho de quimica.pptxApresentação trabalho de quimica.pptx
Apresentação trabalho de quimica.pptx
 
INTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptx
INTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptxINTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptx
INTEGRAÇÃO EMPRESA ENG. HARISON-convertido.pptx
 

Apresentação primeiros socorros

  • 2. Introdução O objetivo desse treinamento é dotar a pessoa de conhecimentos básicos a respeito da ação em primeiros socorros. Socorrer alguém não é coisa de outro mundo. Ao contrário do que possa parecer, qualquer pessoa pode prestar primeiros socorros.
  • 3. Primeiros socorros é o cuidado ao ferido ou doente ainda no local do acidente. São ações de emergência com medidas preventivas. O objetivo desse atendimento é evitar um problema maior, amenizando o sofrimento da vítima e mantê-la estável até a chegada de socorro especializado. Conceito
  • 4. Veremos nesse treinamento medidas de primeiros socorros em:  Acidentes de trânsito;  Desmaios;  Ataques epiléticos;  Cortes;  Queimaduras;  Entorses;  Fraturas
  • 5. 5 Como agir em um acidente de trânsito  O primeiro passo é chamar a Polícia Militar.  Se houver feridos chamar Corpo de Bombeiros.  Sinalize a área com o triângulo, galhos de árvore, etc.  Quanto aos feridos só os mova se for necessários por causa de risco de incêndio, ou de novas batidas, etc.  Esteja preparado para usar o extintor.
  • 6. Como agir em casos de desmaio Como identificar uma pessoa que será vítima de desmaio? Quando uma pessoa está prestes a sofrer um desmaio deixa transparecer alguns sinais: Palidez, suor frio, fraqueza, pulso fraco, visão turva, respiração lenta, náuseas, tontura. Esses são apenas os mais comuns de outros que poderão ocorrer, dependendo da causa do próprio desmaio. Evitar que a pessoa caia no chão deve ser o foco, assim, evitaremos os possível
  • 7. Converse com a pessoa, sentando-a na poltrona. Peça que respire fundo. Isso poderá estabilizá-la. Se o desmaio acontecer:  Deite a pessoa de maneira confortável.  Mantenha a cabeça da pessoa em posição mais baixa em relação ao corpo. Vire a cabeça da vítima de lado para Como agir em caso de desmaio
  • 8. Como agir em caso de desmaio  Proporcione um ambiente arejado, ventilado....  Não abafe a vítima, retire os curiosos de perto.  Afrouxar as roupas e o cinto. Visando melhorar a circulação sanguínea. Não se exponha! Se a vítima for do sexo oposto peça que uma pessoa do mesmo
  • 9.  Não dar produtos químicos para a vítima cheirar, Exemplo: Álcool, vinagre e etc.  Nunca dê líquidos a uma pessoa inconsciente.  Chame socorro especializado. Se a vítima retomar o sentido antes do socorro chegar, oriente-a a procurar ajuda médica a fim de descobrir a razão do desmaio. Como agir em caso de desmaio
  • 10. A epilepsia  A epilepsia é causada por uma alteração nas atividades elétricas do cérebro, é temporária e sempre reversível.  Foi-se o tempo que uma pessoa portadora de epilepsia era considerada limitada. Hoje as pessoas que levam o tratamento a sério conseguem ter uma vida perfeitamente normal, até mesmo no mercado de trabalho.
  • 11.  Uma só convulsão não significa epilepsia, cerca de 10% da população tem pelo menos um episódio de convulsão durante a vida. É necessário pelo menos dois episódios de convulsão não provocada por outras causas, além de outros sintomas, antes de poder diagnosticar uma epilepsia. A epilepsia
  • 12. Ataque Epilético  Durante um ataque epilético, normalmente a pessoa fica com a musculatura retraída e começa a se debater com violência, em alguns casos a pessoa fica com os olhos virados para cima.
  • 13. Epilepsia Como Socorrer  Deite a vítima no chão afaste tudo que estiver ao seu redor para que não se machuque;  Coloque algo confortável em baixo da cabeça da vítima, e a segure firmemente, para evitar que bata com a cabeça e sofra alguma lesão;  Tente virar a vítima de lado, para que
  • 14.  Retire objetos que a possam ferir, relógio, óculos, pulseiras, dentaduras, etc;  Jamais dê líquidos a uma pessoa inconsciente. A pessoa inconsciente pode asfixiar com o líquido, e até ir a óbito; Epilepsia Como Socorrer
  • 15.  Espere a convulsão passar e deixe a pessoa descansar, pode ser que ela durma, e se isso acontecer deixe-a pelo tempo em que sentir necessário;  Nesse tipo de situação não se desespere, e preste o socorro com carinho, como se fosse para a pessoa que mais ama. Epilepsia Como Socorrer
  • 16. Cortes  Os cortes são rompimentos de pele por instrumentos cortantes.  Todos os ferimentos logo quando ocorrem causam dor, sangramentos e ficam vulneráveis a infecções. Dependendo da quantidade de sangue que sai do corpo a pessoa pode ir a óbito.
  • 17. Cortes – Como socorrer  Em ferimentos leves, como pouca perda de sangue a pessoa deve: - Lavar as mãos antes de manusear a ferida para fazer um curativo. - Lavar a parte lesionada com água e sabão para remover qualquer sujeira entranhada na pele. - Colocar antisséptico sobre e ferida para
  • 18. - Cobrir o ferimento com gaze esterilizada e esparadrapo, ou pano limpo. - Dependendo da profundidade do ferimento procurar um médico. - Havendo suspeita de fratura no local, não lavá-lo com as mãos. Pois tem risco de cortar as luvas em um pedado de osso, e com isso tem contato com sangue da Cortes – Como socorrer
  • 19. Queimaduras  As queimaduras são lesões na pele, provocadas geralmente pelo calor ou pelo frio, podem ser também elétrica ou química. Estaremos comentando a respeito das que acontecem pelo calor.
  • 20. Identificando a queimadura Queimadura de Primeiro Grau  A lesão atinge apenas a camada mais superficial da pele (a epiderme), apresentando vermelhidão local, ardência, inchaço e calor local. Uma exposição prolongada ao Sol pode desencadear este tipo de lesão.
  • 21. Queimadura de Segundo Grau  A lesão atinge as camadas mais profundas da pele (a chamada derme). A característica desse tipo de queimadura é a presença de bolhas.  Tem uma profundidade intermediária. Identificando a queimadura
  • 22. Queimadura de Terceiro Grau  Nesse tipo de queimadura, ocorre lesão de toda a pele, atingindo os tecidos mais profundos, como os músculos. É a mais grave. Identificando a queimadura
  • 23. Queimaduras – Como socorrer Procedimentos:  No caso da vitima ainda em chamas, o ideal é fazê-la rolar no chão enrolado com um cobertor. Nunca se deve tentar apagar o fogo de alguém usando extintor de incêndio (nem mesmo o de água), pois todo extintor possui algum tipo de química e dependendo do grau da queimadura ela será levada imediatamente para a corrente sanguínea.
  • 24.  Não deixe a pessoa correr, pois isso pode aumentar as chamas.´  Depois de controlada a primeira situação, se for possível retire relógios, pulseiras, anéis, etc. que estejam na área atingida. Queimaduras – Como socorrer
  • 25.  Só tire a roupa queimada, se for inevitável, corte apenas a parte que não está grudada, a parte grudada deve ser retirada por um profissional de saúde.  Não coloque sobre a área queimada nenhum tipo de pomada ou remédio caseiro, como já disse, qualquer produto colocado poderá ser levado a corrente sanguínea. Somente o profissional da área da saúde pode determinar qual Queimaduras – Como socorrer
  • 26.  Coloque o ferimento sobre água corrente por alguns minutos para diminuir a dor.  Nunca fure as bolhas que se poderão formar na queimadura, elas funcionam como proteção da queimadura ao meio ambiente, diminuindo o risco de infecção da área afetada. Queimaduras – Como socorrer
  • 27. Queimaduras – Como socorrer  No caso de ter que transportar a vítima para atendimento, use compressas estéreis ou pano limpo e seco para colocar sobre o ferimento.  Busque auxílio profissional  Se o caso requerer cuidados emergenciais, acione o 192 e mantenha a calma.
  • 28. Sequelas  Todos os tipos de queimaduras podem deixar cicatrizes, mais ou menos evidentes. A prevenção continua sendo a melhor escolha…
  • 29. Entorse  É uma lesão que ocorre quando ultrapassamos o limite normal de movimento de uma articulação. Normalmente, ocasiona distensão dos ligamentos e da cápsula articular e, consequentemente, dor intensa ao redor da articulação, dificuldade de movimentação em graus variáveis e, às vezes, sangramentos internos.
  • 30. Entorses – Como socorrer  Deve-se aplicar frio intenso no local, com bolsa de gelo, toalhas frias etc. Massagens ou aplicações quentes devem ser feitas somente 24 horas após o incidente. É preciso, também, imobilizar a articulação atingida e não movimentá-la e, após, procurar um serviço de saúde
  • 31. Fraturas  Conceito Fratura é qualquer interrupção na continuidade do osso. Quanto a extensão são classificadas como:  Fratura Fechada: é aquela na qual não há conexão entre o osso quebrado e a superfície externa do corpo.
  • 32. Fratura Aberta: é aquela na qual a fratura comunica-se com o meio externo. A pele é rasgada ou aberta pela mesma força que quebrou o osso ou pela força que faz o osso perfurar a pele. Tanto as fraturas abertas como fechadas podem resultar em uma séria perda de sangue.  As fraturas abertas correm o risco de Fraturas
  • 33. Sinais e Sintomas  Dor, geralmente forte;  Impossibilidade de fazer movimentos;  Deformidade; Fraturas
  • 34.  Aumento de volume e descoloração, pode ocorrer imediatamente se houver sangramento excessivo ou pode ocorrer mais tardiamente;  Crepitação, pode ser sentida durante o exame da vítima, as extremidades do osso atritam entre si traduzindo-se como som de crepitação. Fraturas
  • 35. Fratura – Como socorrer  Solicite assistência médica, enquanto isso mantenha a pessoa calma;  Todas as fraturas devem ser imobilizadas sempre antes de mexer com a vítima ou transportá-la;  Verifique se o ferimento não interrompeu a circulação sanguínea;
  • 36.  Manter a parte lesionada mais elevada em relação ao nível do corpo para diminuir o sangramento;  Se for possível faça compressas de gelo sobre o local, isso vai diminuir o inchaço a dor e o sangramento. Fratura – Como socorrer
  • 37. O que não Fazer?  Não movimente a vítima até a imobilização do local afetado;  Não dê água ou qualquer alimento a vítima. Fratura – Como socorrer
  • 38. Lembre-se:  A imobilização diminui a dor e o sangramento;  Evita que as fraturas fechadas tornem-se expostas; Fratura – Como socorrer
  • 39.  Evita lesões adicionais às fraturas vizinhas ao foco da fratura;  Imobilização não é torniquete (só profissionais da área da saúde podem fazer torniquete). Fratura – Como socorrer
  • 40. Bibliografia  http://www.unesc.net/portal/capa/index /243/5026  http://pt.wikipedia.org/wiki/Entorse  http://segurancadotrabalhonwn.com/q ueimaduras-termicas-como-agir/  http://segurancadotrabalhonwn.com/fr aturas-primeiros-socorros/
  • 41. Concluindo...  Esteja pronto para agir em primeiros socorros. As vezes uma simples ligação pode salvar uma vida.  Faca aos outros o que gostaria que fizessem a você, ok!
  • 42. Concluindo 2...  Seja qual for a situação, em casa, no trânsito, no laser ou no trabalho, aja com segurança, pois, vivemos hoje o que plantamos ontem! O que tem plantado?  Obrigado!

Notas do Editor

  1. 5