SlideShare uma empresa Scribd logo
Arquitetura de Computadores
Processadores
UFCD 0749
Intel
A Intel, hoje, é uma empresa multinacional com mais ou menos
100.000 funcionários fundada em 1968 por Gordon E. Moore.
Especializada em produzir chipsets, circuitos integrados e
principalmente microprocessadores. Sua sede fica localizada na
cidade de Santa Clara, Silicon Valley na Califórnia, Estados Unidos.
Hoje pode ser considerada uma das maiores empresas do mundo,
produzindo não só componentes eletrónicos, mas também
soluções direcionadas a todos os tipos de público.
Intel
Com base na receita é o segundo maior fabricante de chips
semicondutores do mundo, sendo superada pela Samsung, e é a
inventora da série de microprocessadores x86. A Intel fornece
processadores para fabricantes de sistemas de computadores,
como Apple, Lenovo, HP e Dell. Também fabrica chipsets para
placas-mãe, controladores de interface de rede e circuitos
integrados, como microprocessadores, memória flash, chips
gráficos, processadores embutidos e outros dispositivos
relacionados a comunicações e computação.
Família de processadores Intel
4004
• Feito em 1971, era composto de apenas 2.300 transístores. Ele
operava aos ‘incríveis’ 740 KHz e apesar de simples, serve até
hoje para programar uma inteligência artificial em objetos
inanimados e, por isso, pode ser denotado de ‘revolucionário’.
Também marcou uma época onde o mercado de chips crescia e a
computação pessoal estava cada vez mais perto de acontecer.
• Um fato curioso é que ele tinha a mesma capacidade do ENIAC e
pesava algumas gramas , enquanto o ENIAC pesava 30 toneladas.
• 4 bits
4040
• O Intel 4040 trata-se de um processador mais avançado que o
4004. Lançado em 1972 porém operava com a mesma
velocidade que o 4004. Ele foi usado no sistema de
desenvolvimento Intellec 4/40.
8008
• Em abril de 1972 surge o microprocessador Intel chamado de 8008.
Ele vinha com clocks de até 800 KHz. Possuía também 3.500
transístores e tinha capacidade de processar até 16 kilobytes de
memória.
8080
• Com o 8080, em 1974, a Intel finalmente consolidou no mercado o
primeiro chip considerado como um microprocessador. Com 4.500
a 6.000 transístores e com clocks de até 2 MHz. É um processador
10 vezes mais rápido do que seus antecessores. Em 1975 o 8080 foi
usado num dos primeiros computadores pessoais. Chamado de
Altair 8800.
8085
• O 8085 foi introduzido no mercado pela Intel no ano de 1976 com
clocks que podiam chegar aos 5 MHz. Com 6.500 transístores e 8
bits de instruções
8086
• No ano de 1978 chegaram os primeiros processadores com 16 bits
de instrução e 28 mil transístores. Tinha clocks de até 10 MHz.
8088
• No ano de 1979 a Intel foi obrigada a colocar apenas 8 bits de
instruções para poderem ser utilizados em placas mãe mais
antigas. Devido ao seu sucesso, no ano de 1981 a poderosa IBM
selecionou-o para sua linha de computadores pessoais: IBM PC.
Isso elevou a Intel a um grande patamar de importância e tornou-
se na maior produtora de microprocessadores do mundo.
IBM Personal Computer XT
80186 / 80188
80186
• Introduzido pela Intel em 1982. As primeiras versões tinham
apenas 6 MHz de clock e era considerado uma evolução do 8086
pois trouxe vários novos recursos, chegou ao mercado onde
chipsets compatíveis já eram consolidados e trouxe finalmente os
16 bits prometidos.
80188
• Também de 1982, tinha apenas 8 bits de comunicação externa.
80286 (286)
• Um processador de 16 bits com 134 mil transístores e muito mais
capacidade de processamento. Também chamado simplesmente
de 286 fez um grande sucesso. Ele foi introduzido pela Intel em
1982. Com edições de 6 MHz a 8 MHz e depois para 12.5 MHz. Foi
desenhado também para trabalhar com operações multitasking e
multiuser.
386
• No ano de 1986, entramos nos 32 bits de processamento com o
386. A primeira empresa a utilizar nos seus computadores pessoais
o 386, foi a Compaq. Com a capacidade de até 4 GB de memória ele
tinha a versão económica, chamada de SX e também a versão DX.
• Eram o 386 SX e o 386 DX. Ele tinha uma variante para
computadores móveis, já na época surgiam os primeiros
notebooks, essa variante era a SL, portanto, 386 SL.
486
• Já com a computação de 32 bits consolidada, o 486 foi lançado.
Muito similar ao 386, tinha algumas melhorias nas suas instruções
em geral e agora com a capacidade de trabalhar com um
coprocessador matemático adicional, que se podia comprar em
separado. Tratava-se de um processador adicional que ajudava
nos cálculos matemáticos e aumentava consideravelmente o
desempenho do processador. Também aparecia com as versões
SX, DX e SL. Uma outra novidade nos processadores 486 foi o
surgimento da possibilidade de multiplicar o clock externo do
processador.
486
• Foram feitas as versões DX-2, onde o 2 significava que o clock
externo era multiplicado por 2,
• O DX-25, tinha 25 MHz, também com a possibilidade de ter o
multiplicador do clock.
• O maior clock dos 486 era de 100 MHz. Onde tínhamos clock
externo de 25 MHz e um multiplicador 4: 486 DX-4 100.
Pentium / 586
• Em 1993, veio o sucessor do 486, foi chamado inicialmente de 586
mas por dificuldades no registo, ele foi chamado de Pentium. É
referido que o nome veio do grego ‘pent’ que significa 5, pois ele
era um processador de 5° geração. Com 3,100.000 transístores, os
primeiros Pentium’s, chamados de P5, inicialmente com 16KB de
cache L1 foram lançados com clocks de 60 MHz e 66 MHz.
Pentium / 586
• Mais tarde, foram surgindo gradualmente versões de 75, 90, 120,
133, 150, 166, 200, e 233 MHz. Versões de 266 e 300 MHz foram
posteriormente lançadas para uso em computadores portáteis.
• Aqui é utilizado o socket 7 ou 321.
Pentium Pro
• Em 1995, a Intel trouxe ao mercado o processador Pentium Pro, já
com arquitetura diferente do Pentium clássico. O Pentium Pro foi o
primeiro processador com arquitetura RISC. Foi o primeiro
processador a conter o cache L2 dentro do processador. Foi
considerado também o primeiro processador da família do
Pentium II e teve versões de até 200 MHz e cache L2 de 1 MB.
Pentium MMX
• Com o tempo e as atualizações, em 1997, o Pentium clássico foi
aprimorado pelo centro de pesquisa e desenvolvimento da Intel
em Haifa, Israel, aplicando-se a tecnologia MMX (Pentium MMX).
• A tecnologia MMX basicamente seria a inclusão de 57 novas
instruções ao conjunto de instruções do processador e o aumento
do cache L1 dos Pentium do 16KB para 32KB.
Pentium MMX
• O MMX trabalha com um novo conceito: SIMD (Single Instruction,
Multiple Data – Instrução simples para múltiplos dados). De uma só
vez, várias operações simples e de dados curtos, podem ser feitas
simultaneamente.
• Processos com filtros, efeitos especiais, separação das cores e
animações são apenas alguns dos exemplos práticos da rapidez
que essas novas 57 instruções trazem.
Pentium II
• Ainda em 1997, mas agora com a nova arquitetura do MMX, temos
o lançamento do Pentium II.
• Primeiro ele apareceu em versões de cartucho, chamadas SECC.
Essa versão, chamada de Pentium II Desktop ia de 233 MHz até 400
MHz.
Pentium II
• Também foi lançaram o Pentium II Xeon, direcionado para
servidores e ia até 450 MHz com mais cache L2.
• lançaram o Mobile Pentium II que ia até de 300 MHz para 400 MHz,
dependendo do modelo.
• A arquitetura chamada ‘Deschutes’ foi utilizada a partir do
Pentium II de 350 MHz.
Pentium III
• Baseado na arquitetura ‘Deschutes’ dos Pentium II, chega ao
mercado em janeiro de 1999. As primeiras versões usavam um
núcleo chamado Katmai e possuíam versões de 450, 500, 550, ou
600 Mhz.
• Uma segunda versão do Pentium III foi lançada, com núcleo de
arquitetura mais avançada, com o nome Coppermine. Permitiu ao
Pentium III alcançar clocks de 650, 667, 700, 733, 750, 800, 850, 900
Mhz e 1 Ghz. Velocidades alcançadas devido às constantes
miniaturações dos transistores que compunham o processador (de
0,25 mícron do Katmai para 0,18 no Coppermine).
Pentium III
• A terceira versão do Pentium III veio com o núcleo Tualatin, de 0,13
mícron. Também chamado de Pentium III – S.
• Este tinha versões de: 1.0, 1.13, 1.2, 1.26, 1.33 e 1.4 GHz. Todos os
Katmai usavam slot de cartucho. Os Coopermine também tinha
opção de socket 370. E o Tualatin somente de socket.
Pentium 4
• No ano de 2000, a Intel lança o Pentium 4. Além de mudanças
radicais na arquitetura como um pipeline maior com o objetivo de
obter-se clocks maiores, vieram também novas instruções, as
instruções SSE2.
• Processadores Pentium 4, Designações e Características
Proposta de Trabalho
• Escolha uma geração de processadores abordados nesta
apresentação e detalhe as suas designações, bem como as
suas características.
Webgrafia
• https://www.portalsaofrancisco.com.br/curiosidades/historia-da-intel
• https://pt.wikipedia.org/wiki/Intel
• https://pt.wikipedia.org/wiki/IBM_Personal_Computer_XT
• https://pt.wikipedia.org/wiki/Pentium
Janeiro 2022

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Vinicius
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
dsde
 
Processadores intel 8008 e 8080
Processadores intel 8008 e 8080Processadores intel 8008 e 8080
Processadores intel 8008 e 8080
Elaine Cecília Gatto
 
A evolução dos processadores
A evolução dos processadoresA evolução dos processadores
A evolução dos processadores
drogapraisso
 
Processadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geraçãoProcessadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geração
Valdeir Frizzera
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Felipe Weizenmann
 
Apresentação1
 Apresentação1 Apresentação1
Apresentação1
gutka3
 
Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004
Elaine Cecília Gatto
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Aula 15 processadores
Aula 15 processadoresAula 15 processadores
Aula 15 processadores
Alexandrino Sitoe
 
Montagem e Configuração de Computadores
Montagem e Configuração de ComputadoresMontagem e Configuração de Computadores
Montagem e Configuração de Computadores
Manel Motas
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Daniela Oura
 
Unitec processador
Unitec processadorUnitec processador
Unitec processador
Samot Oiralih Eznam
 
Tipos de Hard Disk (HD)
Tipos de Hard Disk (HD)Tipos de Hard Disk (HD)
Tipos de Hard Disk (HD)
Airin A.
 
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTOPESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
Otaviano Viana
 
Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2
leandrocovre
 
Trabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadoresTrabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadores
Tiago
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Daiana de Ávila
 
Montagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresMontagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadores
Sara Nóbrega
 
Processadores Multicore
Processadores MulticoreProcessadores Multicore
Processadores Multicore
glauco
 

Mais procurados (20)

Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores intel 8008 e 8080
Processadores intel 8008 e 8080Processadores intel 8008 e 8080
Processadores intel 8008 e 8080
 
A evolução dos processadores
A evolução dos processadoresA evolução dos processadores
A evolução dos processadores
 
Processadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geraçãoProcessadores intel de 6º geração
Processadores intel de 6º geração
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Apresentação1
 Apresentação1 Apresentação1
Apresentação1
 
Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004Processadores intel 4000 a 4004
Processadores intel 4000 a 4004
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Aula 15 processadores
Aula 15 processadoresAula 15 processadores
Aula 15 processadores
 
Montagem e Configuração de Computadores
Montagem e Configuração de ComputadoresMontagem e Configuração de Computadores
Montagem e Configuração de Computadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Unitec processador
Unitec processadorUnitec processador
Unitec processador
 
Tipos de Hard Disk (HD)
Tipos de Hard Disk (HD)Tipos de Hard Disk (HD)
Tipos de Hard Disk (HD)
 
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTOPESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
 
Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2Slide processadores (backup)2
Slide processadores (backup)2
 
Trabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadoresTrabalho sobre processadores
Trabalho sobre processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Montagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresMontagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadores
 
Processadores Multicore
Processadores MulticoreProcessadores Multicore
Processadores Multicore
 

Semelhante a 3 ufcd 0749 - processadores1

Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
Paulo Carvalho, MSc.
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
spidi_pt
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Luiz Pereira
 
INTEL vs AMD
INTEL vs AMDINTEL vs AMD
INTEL vs AMD
Petterson Castro
 
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
BernardoPinto20
 
1984
19841984
1984
Pelo Siro
 
Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004
Cláudio Amaral
 
Trabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessaTrabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessa
Vanessa Costa
 
Arquitectura de Computadores3.pptx
Arquitectura de Computadores3.pptxArquitectura de Computadores3.pptx
Arquitectura de Computadores3.pptx
riodurval
 
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladoresSistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
Lucas Willam
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
Marcos Amauri
 
Trabalho de tec
Trabalho de tecTrabalho de tec
Trabalho de tec
power400
 
04 hardwere (microprocessador)
04   hardwere (microprocessador)04   hardwere (microprocessador)
04 hardwere (microprocessador)
Elizeu Ferro
 
Aula04 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula04 - Arquitetura e manutanção de ComputadoresAula04 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula04 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Jorge Ávila Miranda
 
Aquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores MulticoreAquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores Multicore
IsraelCunha
 
Ficha de trabalho 1
Ficha de trabalho 1Ficha de trabalho 1
Ficha de trabalho 1
Sandra Minhós
 
Soquetes e Slots
Soquetes e SlotsSoquetes e Slots
Soquetes e Slots
Jullia Mada
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Moises Melo
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Jose Silva
 
Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990
SOL RIBEIRO
 

Semelhante a 3 ufcd 0749 - processadores1 (20)

Aula 3 processadores
Aula 3   processadoresAula 3   processadores
Aula 3 processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
INTEL vs AMD
INTEL vs AMDINTEL vs AMD
INTEL vs AMD
 
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
 
1984
19841984
1984
 
Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004
 
Trabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessaTrabalho processadores vanessa
Trabalho processadores vanessa
 
Arquitectura de Computadores3.pptx
Arquitectura de Computadores3.pptxArquitectura de Computadores3.pptx
Arquitectura de Computadores3.pptx
 
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladoresSistemas microprocessados historia microcontroladores
Sistemas microprocessados historia microcontroladores
 
História do processador
História do processadorHistória do processador
História do processador
 
Trabalho de tec
Trabalho de tecTrabalho de tec
Trabalho de tec
 
04 hardwere (microprocessador)
04   hardwere (microprocessador)04   hardwere (microprocessador)
04 hardwere (microprocessador)
 
Aula04 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula04 - Arquitetura e manutanção de ComputadoresAula04 - Arquitetura e manutanção de Computadores
Aula04 - Arquitetura e manutanção de Computadores
 
Aquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores MulticoreAquitetura dos Processadores Multicore
Aquitetura dos Processadores Multicore
 
Ficha de trabalho 1
Ficha de trabalho 1Ficha de trabalho 1
Ficha de trabalho 1
 
Soquetes e Slots
Soquetes e SlotsSoquetes e Slots
Soquetes e Slots
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990Da VáLvula Até 1990
Da VáLvula Até 1990
 

Último

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
2m Assessoria
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 

Último (10)

Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 

3 ufcd 0749 - processadores1

  • 2. Intel A Intel, hoje, é uma empresa multinacional com mais ou menos 100.000 funcionários fundada em 1968 por Gordon E. Moore. Especializada em produzir chipsets, circuitos integrados e principalmente microprocessadores. Sua sede fica localizada na cidade de Santa Clara, Silicon Valley na Califórnia, Estados Unidos. Hoje pode ser considerada uma das maiores empresas do mundo, produzindo não só componentes eletrónicos, mas também soluções direcionadas a todos os tipos de público.
  • 3. Intel Com base na receita é o segundo maior fabricante de chips semicondutores do mundo, sendo superada pela Samsung, e é a inventora da série de microprocessadores x86. A Intel fornece processadores para fabricantes de sistemas de computadores, como Apple, Lenovo, HP e Dell. Também fabrica chipsets para placas-mãe, controladores de interface de rede e circuitos integrados, como microprocessadores, memória flash, chips gráficos, processadores embutidos e outros dispositivos relacionados a comunicações e computação.
  • 5. 4004 • Feito em 1971, era composto de apenas 2.300 transístores. Ele operava aos ‘incríveis’ 740 KHz e apesar de simples, serve até hoje para programar uma inteligência artificial em objetos inanimados e, por isso, pode ser denotado de ‘revolucionário’. Também marcou uma época onde o mercado de chips crescia e a computação pessoal estava cada vez mais perto de acontecer. • Um fato curioso é que ele tinha a mesma capacidade do ENIAC e pesava algumas gramas , enquanto o ENIAC pesava 30 toneladas. • 4 bits
  • 6. 4040 • O Intel 4040 trata-se de um processador mais avançado que o 4004. Lançado em 1972 porém operava com a mesma velocidade que o 4004. Ele foi usado no sistema de desenvolvimento Intellec 4/40.
  • 7. 8008 • Em abril de 1972 surge o microprocessador Intel chamado de 8008. Ele vinha com clocks de até 800 KHz. Possuía também 3.500 transístores e tinha capacidade de processar até 16 kilobytes de memória.
  • 8. 8080 • Com o 8080, em 1974, a Intel finalmente consolidou no mercado o primeiro chip considerado como um microprocessador. Com 4.500 a 6.000 transístores e com clocks de até 2 MHz. É um processador 10 vezes mais rápido do que seus antecessores. Em 1975 o 8080 foi usado num dos primeiros computadores pessoais. Chamado de Altair 8800.
  • 9. 8085 • O 8085 foi introduzido no mercado pela Intel no ano de 1976 com clocks que podiam chegar aos 5 MHz. Com 6.500 transístores e 8 bits de instruções
  • 10. 8086 • No ano de 1978 chegaram os primeiros processadores com 16 bits de instrução e 28 mil transístores. Tinha clocks de até 10 MHz.
  • 11. 8088 • No ano de 1979 a Intel foi obrigada a colocar apenas 8 bits de instruções para poderem ser utilizados em placas mãe mais antigas. Devido ao seu sucesso, no ano de 1981 a poderosa IBM selecionou-o para sua linha de computadores pessoais: IBM PC. Isso elevou a Intel a um grande patamar de importância e tornou- se na maior produtora de microprocessadores do mundo. IBM Personal Computer XT
  • 12. 80186 / 80188 80186 • Introduzido pela Intel em 1982. As primeiras versões tinham apenas 6 MHz de clock e era considerado uma evolução do 8086 pois trouxe vários novos recursos, chegou ao mercado onde chipsets compatíveis já eram consolidados e trouxe finalmente os 16 bits prometidos. 80188 • Também de 1982, tinha apenas 8 bits de comunicação externa.
  • 13. 80286 (286) • Um processador de 16 bits com 134 mil transístores e muito mais capacidade de processamento. Também chamado simplesmente de 286 fez um grande sucesso. Ele foi introduzido pela Intel em 1982. Com edições de 6 MHz a 8 MHz e depois para 12.5 MHz. Foi desenhado também para trabalhar com operações multitasking e multiuser.
  • 14. 386 • No ano de 1986, entramos nos 32 bits de processamento com o 386. A primeira empresa a utilizar nos seus computadores pessoais o 386, foi a Compaq. Com a capacidade de até 4 GB de memória ele tinha a versão económica, chamada de SX e também a versão DX. • Eram o 386 SX e o 386 DX. Ele tinha uma variante para computadores móveis, já na época surgiam os primeiros notebooks, essa variante era a SL, portanto, 386 SL.
  • 15. 486 • Já com a computação de 32 bits consolidada, o 486 foi lançado. Muito similar ao 386, tinha algumas melhorias nas suas instruções em geral e agora com a capacidade de trabalhar com um coprocessador matemático adicional, que se podia comprar em separado. Tratava-se de um processador adicional que ajudava nos cálculos matemáticos e aumentava consideravelmente o desempenho do processador. Também aparecia com as versões SX, DX e SL. Uma outra novidade nos processadores 486 foi o surgimento da possibilidade de multiplicar o clock externo do processador.
  • 16. 486 • Foram feitas as versões DX-2, onde o 2 significava que o clock externo era multiplicado por 2, • O DX-25, tinha 25 MHz, também com a possibilidade de ter o multiplicador do clock. • O maior clock dos 486 era de 100 MHz. Onde tínhamos clock externo de 25 MHz e um multiplicador 4: 486 DX-4 100.
  • 17. Pentium / 586 • Em 1993, veio o sucessor do 486, foi chamado inicialmente de 586 mas por dificuldades no registo, ele foi chamado de Pentium. É referido que o nome veio do grego ‘pent’ que significa 5, pois ele era um processador de 5° geração. Com 3,100.000 transístores, os primeiros Pentium’s, chamados de P5, inicialmente com 16KB de cache L1 foram lançados com clocks de 60 MHz e 66 MHz.
  • 18. Pentium / 586 • Mais tarde, foram surgindo gradualmente versões de 75, 90, 120, 133, 150, 166, 200, e 233 MHz. Versões de 266 e 300 MHz foram posteriormente lançadas para uso em computadores portáteis. • Aqui é utilizado o socket 7 ou 321.
  • 19. Pentium Pro • Em 1995, a Intel trouxe ao mercado o processador Pentium Pro, já com arquitetura diferente do Pentium clássico. O Pentium Pro foi o primeiro processador com arquitetura RISC. Foi o primeiro processador a conter o cache L2 dentro do processador. Foi considerado também o primeiro processador da família do Pentium II e teve versões de até 200 MHz e cache L2 de 1 MB.
  • 20. Pentium MMX • Com o tempo e as atualizações, em 1997, o Pentium clássico foi aprimorado pelo centro de pesquisa e desenvolvimento da Intel em Haifa, Israel, aplicando-se a tecnologia MMX (Pentium MMX). • A tecnologia MMX basicamente seria a inclusão de 57 novas instruções ao conjunto de instruções do processador e o aumento do cache L1 dos Pentium do 16KB para 32KB.
  • 21. Pentium MMX • O MMX trabalha com um novo conceito: SIMD (Single Instruction, Multiple Data – Instrução simples para múltiplos dados). De uma só vez, várias operações simples e de dados curtos, podem ser feitas simultaneamente. • Processos com filtros, efeitos especiais, separação das cores e animações são apenas alguns dos exemplos práticos da rapidez que essas novas 57 instruções trazem.
  • 22. Pentium II • Ainda em 1997, mas agora com a nova arquitetura do MMX, temos o lançamento do Pentium II. • Primeiro ele apareceu em versões de cartucho, chamadas SECC. Essa versão, chamada de Pentium II Desktop ia de 233 MHz até 400 MHz.
  • 23. Pentium II • Também foi lançaram o Pentium II Xeon, direcionado para servidores e ia até 450 MHz com mais cache L2. • lançaram o Mobile Pentium II que ia até de 300 MHz para 400 MHz, dependendo do modelo. • A arquitetura chamada ‘Deschutes’ foi utilizada a partir do Pentium II de 350 MHz.
  • 24. Pentium III • Baseado na arquitetura ‘Deschutes’ dos Pentium II, chega ao mercado em janeiro de 1999. As primeiras versões usavam um núcleo chamado Katmai e possuíam versões de 450, 500, 550, ou 600 Mhz. • Uma segunda versão do Pentium III foi lançada, com núcleo de arquitetura mais avançada, com o nome Coppermine. Permitiu ao Pentium III alcançar clocks de 650, 667, 700, 733, 750, 800, 850, 900 Mhz e 1 Ghz. Velocidades alcançadas devido às constantes miniaturações dos transistores que compunham o processador (de 0,25 mícron do Katmai para 0,18 no Coppermine).
  • 25. Pentium III • A terceira versão do Pentium III veio com o núcleo Tualatin, de 0,13 mícron. Também chamado de Pentium III – S. • Este tinha versões de: 1.0, 1.13, 1.2, 1.26, 1.33 e 1.4 GHz. Todos os Katmai usavam slot de cartucho. Os Coopermine também tinha opção de socket 370. E o Tualatin somente de socket.
  • 26. Pentium 4 • No ano de 2000, a Intel lança o Pentium 4. Além de mudanças radicais na arquitetura como um pipeline maior com o objetivo de obter-se clocks maiores, vieram também novas instruções, as instruções SSE2. • Processadores Pentium 4, Designações e Características
  • 27. Proposta de Trabalho • Escolha uma geração de processadores abordados nesta apresentação e detalhe as suas designações, bem como as suas características.
  • 28. Webgrafia • https://www.portalsaofrancisco.com.br/curiosidades/historia-da-intel • https://pt.wikipedia.org/wiki/Intel • https://pt.wikipedia.org/wiki/IBM_Personal_Computer_XT • https://pt.wikipedia.org/wiki/Pentium Janeiro 2022