SlideShare uma empresa Scribd logo
25 de abril 1974
Como viviam as pessoas antes da
revolução dos cravos?
As pessoas, antes da revolução dos cravos viviam com
medo, pois a PIDE vigiava as pessoas, se estas fossem
apanhadas a falar mal do regime político ou até mesmo de
Salazar eram censuradas, exploradas, torturadas e
presas.
Músicas e Letras do 25 de Abril de
1974
• Durante a época de opressão, muitos cantores
tentaram exprimir a sua oposição ao regime através
da música.
• No entanto, muitas das suas obras foram
censuradas.
…
• Paulo de Carvalho
- “E depois do Adeus”
• José Afonso (Zeca)
- “Grândola Vila Morena”
- “Os Vampiros”
• Sérgio Godinho
- “Que força é essa?”
E depois do Adeus
Quis saber quem sou
O que faço aqui
Quem me abandonou
De quem me esqueci
Perguntei por mim
Quis saber de nós
Mas o mar
Não me traz
Tua voz.
Em silêncio, amor
Em tristeza e fim
Eu te sinto, em flor
Eu te sofro, em mim
Eu te lembro, assim
Partir é morrer
Como amar
É ganhar
E perder
Tu vieste em flor
Eu te desfolhei
Tu te deste em amor
Eu nada te dei
Em teu corpo, amor
Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer
Renasci
E depois do amor
E depois de nós
O dizer adeus
O ficarmos sós
Teu lugar a mais
Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
Minha dor que aprendi
De novo vieste em flor
Te desfolhei...
E depois do amor
E depois de nós
O adeus
O ficarmos sós
Nota:
Esta foi a primeira senha
tocada ás 22:55m do dia 24 de
Abril de 1974 que confirmava o
avanço da revolução.
http://www.youtube.com/watch?
v=MrW6zP161QI
Grândola Vila Morena
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade
Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade
NOTA:
À 00:22m do dia 25 de Abril de
1974, esta música foi tocada no
programa Limite da Rádio
Renascença. Era a segunda
senha que confirmava o bom
andamento das operações e
despoletava o avanço das
forças organizadas pelo MFA.
“Hoje ouvi na rádio a seguinte história:
Algumas destas quadras forma proibidas
pela censura! No entanto, num concerto
(Coliseu?) quando chegou a altura dessas
quadras, Zeca Afonso cantou "lá lá lá" e o
público em coro cantou a letra que
faltava! Claro que nem a PIDE o podia
impedir!” citação desconhecida.
http://www.youtube.com/watch?v
=gaLWqy4e7ls
…
“Grândola Vila Morena”- é uma zona no Alentejo onde as pessoas sofriam mais
opressão por serem a região mais pobre do pais.
“o povo é quem mais ordena”- desejo de democracia.
“em cada rosto igualdade”- o fascismo promovia a desigualdade dos homens,
nomeadamente nas opiniões politicas, não sendo contabilizados os votos da
oposição.
“Grândola a tua vontade jurei ter por companheira”- grande parte da população
desejava a revolução.
Os Vampiros
No céu cinzento
Sob o astro mudo
Batendo as asas
Pela noite calada
Vem em bandos
Com pés veludo
Chupar o sangue
Fresco da manada
Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada
A toda a parte
Chegam os vampiros
Poisam nos prédios
Poisam nas calçadas
Trazem no ventre
Despojos antigos
Mas nada os prende
Às vidas acabadas
São os mordomos
Do universo todo
Senhores à força
Mandadores sem lei
Enchem as tulhas
Bebem vinho novo
Dançam a ronda
No pinhal do rei
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada
No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada
Jazem nos fossos
Vítimas dum credo
E não se esgota
O sangue da manada
Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada
http://www.youtube.com/watch?v=8ur7ne3SWwc
…“no céu cinzento”- a situação “negra do pais.
“vêm em bandos”- representa a PIDE.
“chupar o sangue”- assassínio dos opositores.
“eles comem tudo”- a nação usava a população para se satisfazer dos
seus interesses.
“são os mordomos do universo”- não existe oposição pois esta era
proibida.
“senhores à força”- era através da opressão, censura e da PIDE que se
conseguia a maioria dos votos.
“mandadores sem lei”- representa a constituição deturpada do regime
português, que era supostamente democrática.
Cravo como símbolo da revolução
• A revolução do 25 de Abril de 1974 é
também conhecida pela “Revolução dos
Cravos” porque, segundo se diz, uma
florista de Lisboa, que iniciou a distribuição
dos cravos vermelhos pelos populares. Os
populares, por sua vez, ofereceram os
cravos aos soldados. Estes colocaram-nos
nos canos das espingardas.
• Os cravos vermelhos significam liberdade.
Oliveira Salazar
Foi quem em 1933 passou a controlar o país, não mais abandonando o poder até
1968, quando este lhe foi retirado por incapacidade, na sequência de uma queda
em que sofreu lesões cerebrais.
Estas foram as personalidades que mais se
destacaram no 25 de Abril
…
Marcelo Caetano
Foi quem substituiu Salazar e dirigiu o país até ser deposto no 25
de Abril de 1974.
Francisco Sá Carneiro Otelo Saraiva de
Carvalho
Ramalho Eanes
…
Spínola Costa Gomes Salgueiro Maia
…
…
Obras literárias censuradas
Alguns livros censurados, proibidos ou apreendidos têm alguns
autores como o humorista José Vilhena, o Filósofo Kart Markx,
passando também por Jorge Amado, Manuel Alegre, Mário Soares,
entre outros.
FIM
• Trabalho realizado por:
- Patrícia Fontainha
- Sandra Faria
- Vera Laranjo
- Silvana Teixeira
- Gonçalo Moreno

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Era uma vez 25 de abril
Era uma vez 25 de abrilEra uma vez 25 de abril
Era uma vez 25 de abril
BE ESGN
 
25 de Abril de 1974
25 de Abril de 197425 de Abril de 1974
25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
25 De Abril De 1974
25 De Abril De 197425 De Abril De 1974
25 De Abril De 1974
cigm1
 
A revolução dos cravos – 25 de abril
A revolução dos cravos – 25 de abrilA revolução dos cravos – 25 de abril
A revolução dos cravos – 25 de abril
AEDFL
 
2º ciclo , 25 Abril
2º ciclo ,  25 Abril2º ciclo ,  25 Abril
2º ciclo , 25 Abril
guest4550a6
 
Revolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º anoRevolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º ano
Paula Morgado
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
A Descoberta Do 25 De Abril
A Descoberta Do 25 De AbrilA Descoberta Do 25 De Abril
A Descoberta Do 25 De Abril
oalvarinho
 
Revolução do 25 de abril
Revolução do 25 de abrilRevolução do 25 de abril
Revolução do 25 de abril
isabel_boia
 
A RevoluçãO Dos Cravos
A RevoluçãO Dos CravosA RevoluçãO Dos Cravos
A RevoluçãO Dos Cravos
Sílvia Mendonça
 
A Flor de Abril
A Flor de AbrilA Flor de Abril
A Flor de Abril
guida04
 
Dia 25 de abril
Dia 25 de abrilDia 25 de abril
Dia 25 de abril
Ricardo122
 
25 de abril
25 de abril25 de abril
25 de abril
pief2
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
Revolução de 25 de Abril de 1974
Revolução de 25 de Abril de 1974Revolução de 25 de Abril de 1974
Revolução de 25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
25 de abril de 1974 » trabalho de grupo -» power point
25 de abril de 1974  » trabalho de grupo -» power point25 de abril de 1974  » trabalho de grupo -» power point
25 de abril de 1974 » trabalho de grupo -» power point
Ana Paiva
 
25 de Abril de 1974
25 de Abril de 197425 de Abril de 1974
25 de Abril de 1974
Jorge Almeida
 
25 abril
25 abril25 abril
25 abril
Ana Paiva
 
25 De Abril
25 De Abril25 De Abril
25 De Abril
Sílvia Mendonça
 

Mais procurados (20)

Era uma vez 25 de abril
Era uma vez 25 de abrilEra uma vez 25 de abril
Era uma vez 25 de abril
 
25 de Abril de 1974
25 de Abril de 197425 de Abril de 1974
25 de Abril de 1974
 
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
 
25 De Abril De 1974
25 De Abril De 197425 De Abril De 1974
25 De Abril De 1974
 
A revolução dos cravos – 25 de abril
A revolução dos cravos – 25 de abrilA revolução dos cravos – 25 de abril
A revolução dos cravos – 25 de abril
 
2º ciclo , 25 Abril
2º ciclo ,  25 Abril2º ciclo ,  25 Abril
2º ciclo , 25 Abril
 
Revolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º anoRevolução 25 de abril 6º ano
Revolução 25 de abril 6º ano
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
 
A Descoberta Do 25 De Abril
A Descoberta Do 25 De AbrilA Descoberta Do 25 De Abril
A Descoberta Do 25 De Abril
 
Revolução do 25 de abril
Revolução do 25 de abrilRevolução do 25 de abril
Revolução do 25 de abril
 
A RevoluçãO Dos Cravos
A RevoluçãO Dos CravosA RevoluçãO Dos Cravos
A RevoluçãO Dos Cravos
 
A Flor de Abril
A Flor de AbrilA Flor de Abril
A Flor de Abril
 
Dia 25 de abril
Dia 25 de abrilDia 25 de abril
Dia 25 de abril
 
25 de abril
25 de abril25 de abril
25 de abril
 
A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974A Revolução de 25 de Abril de 1974
A Revolução de 25 de Abril de 1974
 
Revolução de 25 de Abril de 1974
Revolução de 25 de Abril de 1974Revolução de 25 de Abril de 1974
Revolução de 25 de Abril de 1974
 
25 de abril de 1974 » trabalho de grupo -» power point
25 de abril de 1974  » trabalho de grupo -» power point25 de abril de 1974  » trabalho de grupo -» power point
25 de abril de 1974 » trabalho de grupo -» power point
 
25 de Abril de 1974
25 de Abril de 197425 de Abril de 1974
25 de Abril de 1974
 
25 abril
25 abril25 abril
25 abril
 
25 De Abril
25 De Abril25 De Abril
25 De Abril
 

Semelhante a 25 de abril 1974

Músicas do 25 de Abril
Músicas do 25 de AbrilMúsicas do 25 de Abril
Músicas do 25 de Abril
mariana95
 
25 de abril_de_1974
25 de abril_de_197425 de abril_de_1974
25 de abril_de_1974
cresac
 
Livro 25 de abril
Livro 25 de abrilLivro 25 de abril
Livro 25 de abril
Helena Amaral
 
25 de Abril
25 de Abril25 de Abril
25 de Abril
MariaPintoFreitas
 
Chico buarque e zeca afonso
Chico buarque e zeca afonsoChico buarque e zeca afonso
Chico buarque e zeca afonso
Maria Paredes
 
25 de abril_de_1974
25 de abril_de_197425 de abril_de_1974
25 de abril_de_1974
elsamariana
 
25 de abril de 1974
25 de abril de 197425 de abril de 1974
25 de abril de 1974
PanquecasSIAA
 
JACOBINISMO NEGRO
JACOBINISMO NEGROJACOBINISMO NEGRO
JACOBINISMO NEGRO
Endrews Costa
 
fake work
fake workfake work
fake work
David Fernandes
 
Fado portugues
Fado   portuguesFado   portugues
Fado portugues
Susete Martins
 
Tropicália - um movimento cultural no Brasil
Tropicália - um movimento cultural no BrasilTropicália - um movimento cultural no Brasil
Tropicália - um movimento cultural no Brasil
relampianoeditora
 
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
Fabio Salvari
 
Tropicália
TropicáliaTropicália
Tropicália
Helena Brown
 
A Canção de Intervenção
A Canção de Intervenção A Canção de Intervenção
A Canção de Intervenção
Dina Baptista
 
Power Point Música de Intervenção
Power Point Música de IntervençãoPower Point Música de Intervenção
Power Point Música de Intervenção
FloraCosta
 
Módulo 6 TEATRO -DITADURA MILITAR
Módulo 6 TEATRO -DITADURA MILITARMódulo 6 TEATRO -DITADURA MILITAR
Módulo 6 TEATRO -DITADURA MILITAR
Priscila Santana
 
Módulo 6 teatro ditadura militar
Módulo 6 teatro ditadura militarMódulo 6 teatro ditadura militar
Módulo 6 teatro ditadura militar
stuff5678
 
25 de abril
25 de abril25 de abril
25 de abril
Anonymous99K
 
Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.
Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.
Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.
Altair Moisés Aguilar
 
Perfeição
PerfeiçãoPerfeição
Perfeição
Amanda Garcia
 

Semelhante a 25 de abril 1974 (20)

Músicas do 25 de Abril
Músicas do 25 de AbrilMúsicas do 25 de Abril
Músicas do 25 de Abril
 
25 de abril_de_1974
25 de abril_de_197425 de abril_de_1974
25 de abril_de_1974
 
Livro 25 de abril
Livro 25 de abrilLivro 25 de abril
Livro 25 de abril
 
25 de Abril
25 de Abril25 de Abril
25 de Abril
 
Chico buarque e zeca afonso
Chico buarque e zeca afonsoChico buarque e zeca afonso
Chico buarque e zeca afonso
 
25 de abril_de_1974
25 de abril_de_197425 de abril_de_1974
25 de abril_de_1974
 
25 de abril de 1974
25 de abril de 197425 de abril de 1974
25 de abril de 1974
 
JACOBINISMO NEGRO
JACOBINISMO NEGROJACOBINISMO NEGRO
JACOBINISMO NEGRO
 
fake work
fake workfake work
fake work
 
Fado portugues
Fado   portuguesFado   portugues
Fado portugues
 
Tropicália - um movimento cultural no Brasil
Tropicália - um movimento cultural no BrasilTropicália - um movimento cultural no Brasil
Tropicália - um movimento cultural no Brasil
 
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
 
Tropicália
TropicáliaTropicália
Tropicália
 
A Canção de Intervenção
A Canção de Intervenção A Canção de Intervenção
A Canção de Intervenção
 
Power Point Música de Intervenção
Power Point Música de IntervençãoPower Point Música de Intervenção
Power Point Música de Intervenção
 
Módulo 6 TEATRO -DITADURA MILITAR
Módulo 6 TEATRO -DITADURA MILITARMódulo 6 TEATRO -DITADURA MILITAR
Módulo 6 TEATRO -DITADURA MILITAR
 
Módulo 6 teatro ditadura militar
Módulo 6 teatro ditadura militarMódulo 6 teatro ditadura militar
Módulo 6 teatro ditadura militar
 
25 de abril
25 de abril25 de abril
25 de abril
 
Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.
Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.
Ditadura Militar no Brasil - Prof.Altair Aguilar.
 
Perfeição
PerfeiçãoPerfeição
Perfeição
 

25 de abril 1974

  • 2. Como viviam as pessoas antes da revolução dos cravos? As pessoas, antes da revolução dos cravos viviam com medo, pois a PIDE vigiava as pessoas, se estas fossem apanhadas a falar mal do regime político ou até mesmo de Salazar eram censuradas, exploradas, torturadas e presas.
  • 3. Músicas e Letras do 25 de Abril de 1974 • Durante a época de opressão, muitos cantores tentaram exprimir a sua oposição ao regime através da música. • No entanto, muitas das suas obras foram censuradas.
  • 4. … • Paulo de Carvalho - “E depois do Adeus” • José Afonso (Zeca) - “Grândola Vila Morena” - “Os Vampiros” • Sérgio Godinho - “Que força é essa?”
  • 5. E depois do Adeus Quis saber quem sou O que faço aqui Quem me abandonou De quem me esqueci Perguntei por mim Quis saber de nós Mas o mar Não me traz Tua voz. Em silêncio, amor Em tristeza e fim Eu te sinto, em flor Eu te sofro, em mim Eu te lembro, assim Partir é morrer Como amar É ganhar E perder Tu vieste em flor Eu te desfolhei Tu te deste em amor Eu nada te dei Em teu corpo, amor Eu adormeci Morri nele E ao morrer Renasci E depois do amor E depois de nós O dizer adeus O ficarmos sós Teu lugar a mais Tua ausência em mim Tua paz Que perdi Minha dor que aprendi De novo vieste em flor Te desfolhei... E depois do amor E depois de nós O adeus O ficarmos sós Nota: Esta foi a primeira senha tocada ás 22:55m do dia 24 de Abril de 1974 que confirmava o avanço da revolução. http://www.youtube.com/watch? v=MrW6zP161QI
  • 6. Grândola Vila Morena Grândola, vila morena Terra da fraternidade O povo é quem mais ordena Dentro de ti, ó cidade Dentro de ti, ó cidade O povo é quem mais ordena Terra da fraternidade Grândola, vila morena Em cada esquina um amigo Em cada rosto igualdade Grândola, vila morena Terra da fraternidade Terra da fraternidade Grândola, vila morena Em cada rosto igualdade O povo é quem mais ordena À sombra duma azinheira Que já não sabia a idade Jurei ter por companheira Grândola a tua vontade NOTA: À 00:22m do dia 25 de Abril de 1974, esta música foi tocada no programa Limite da Rádio Renascença. Era a segunda senha que confirmava o bom andamento das operações e despoletava o avanço das forças organizadas pelo MFA. “Hoje ouvi na rádio a seguinte história: Algumas destas quadras forma proibidas pela censura! No entanto, num concerto (Coliseu?) quando chegou a altura dessas quadras, Zeca Afonso cantou "lá lá lá" e o público em coro cantou a letra que faltava! Claro que nem a PIDE o podia impedir!” citação desconhecida. http://www.youtube.com/watch?v =gaLWqy4e7ls
  • 7. … “Grândola Vila Morena”- é uma zona no Alentejo onde as pessoas sofriam mais opressão por serem a região mais pobre do pais. “o povo é quem mais ordena”- desejo de democracia. “em cada rosto igualdade”- o fascismo promovia a desigualdade dos homens, nomeadamente nas opiniões politicas, não sendo contabilizados os votos da oposição. “Grândola a tua vontade jurei ter por companheira”- grande parte da população desejava a revolução.
  • 8. Os Vampiros No céu cinzento Sob o astro mudo Batendo as asas Pela noite calada Vem em bandos Com pés veludo Chupar o sangue Fresco da manada Se alguém se engana Com seu ar sisudo E lhes franqueia As portas à chegada Eles comem tudo Eles comem tudo Eles comem tudo E não deixam nada A toda a parte Chegam os vampiros Poisam nos prédios Poisam nas calçadas Trazem no ventre Despojos antigos Mas nada os prende Às vidas acabadas São os mordomos Do universo todo Senhores à força Mandadores sem lei Enchem as tulhas Bebem vinho novo Dançam a ronda No pinhal do rei Eles comem tudo Eles comem tudo Eles comem tudo E não deixam nada No chão do medo Tombam os vencidos Ouvem-se os gritos Na noite abafada Jazem nos fossos Vítimas dum credo E não se esgota O sangue da manada Se alguém se engana Com seu ar sisudo E lhes franqueia As portas à chegada Eles comem tudo Eles comem tudo Eles comem tudo E não deixam nada Eles comem tudo Eles comem tudo Eles comem tudo E não deixam nada http://www.youtube.com/watch?v=8ur7ne3SWwc
  • 9. …“no céu cinzento”- a situação “negra do pais. “vêm em bandos”- representa a PIDE. “chupar o sangue”- assassínio dos opositores. “eles comem tudo”- a nação usava a população para se satisfazer dos seus interesses. “são os mordomos do universo”- não existe oposição pois esta era proibida. “senhores à força”- era através da opressão, censura e da PIDE que se conseguia a maioria dos votos. “mandadores sem lei”- representa a constituição deturpada do regime português, que era supostamente democrática.
  • 10. Cravo como símbolo da revolução • A revolução do 25 de Abril de 1974 é também conhecida pela “Revolução dos Cravos” porque, segundo se diz, uma florista de Lisboa, que iniciou a distribuição dos cravos vermelhos pelos populares. Os populares, por sua vez, ofereceram os cravos aos soldados. Estes colocaram-nos nos canos das espingardas. • Os cravos vermelhos significam liberdade.
  • 11. Oliveira Salazar Foi quem em 1933 passou a controlar o país, não mais abandonando o poder até 1968, quando este lhe foi retirado por incapacidade, na sequência de uma queda em que sofreu lesões cerebrais. Estas foram as personalidades que mais se destacaram no 25 de Abril
  • 12. … Marcelo Caetano Foi quem substituiu Salazar e dirigiu o país até ser deposto no 25 de Abril de 1974.
  • 13. Francisco Sá Carneiro Otelo Saraiva de Carvalho Ramalho Eanes …
  • 14. Spínola Costa Gomes Salgueiro Maia …
  • 15.
  • 16. Obras literárias censuradas Alguns livros censurados, proibidos ou apreendidos têm alguns autores como o humorista José Vilhena, o Filósofo Kart Markx, passando também por Jorge Amado, Manuel Alegre, Mário Soares, entre outros.
  • 17. FIM • Trabalho realizado por: - Patrícia Fontainha - Sandra Faria - Vera Laranjo - Silvana Teixeira - Gonçalo Moreno