SlideShare uma empresa Scribd logo
Audiência na Câmara – Cessão Onerosa e Capitalização
                          13/10/2009




José Sergio Gabrielli de Azevedo
Presidente
 1
CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS

O valor da capitalização poderá ser de:
 • Mínimo: igual ao da cessão onerosa
 • Máximo: 3 vezes este valor


                                                                               Entrada de R$ no
                                                                              Caixa da Petrobras
                                                                                (exercício dos
                                            Aumento de Capital                   minoritários)
                                              na Petrobras

                                           (aprovado pelo Conselho            Petrobras paga a
    Valoração das                             de Administração)               União pela Cessão
    Reservas em R$                                                            do exercício das
                                                                              atividades de E&P




 • União poderá fazer o aporte de capital na Petrobras com títulos da dívida
   pública mobiliária federal, precificados a valor de mercado
 • A Petrobras poderá pagar a União, pela cessão onerosa dos direitos de E&P,
   utilizando os mesmos títulos advindos da capitalização

2                    Valores hipotéticos e sem proporcionalidade no gráfico
CESSAO ONEROSA:
Roteiro


       1               2                3                4                5
    ANP indica                                       PB e União       CA aprova
      áreas        União decide       Laudos           negociam      contrato e PB
    potenciais     sobre áreas                        termos do       assina com
                                                        contrato         União

1    ANP indica possíveis áreas para a Cessão Onerosa

2   União decide quais áreas serão objeto da Cessão Onerosa

3   Com base nos laudos de avaliação das áreas eleitas, a DE encaminha ao CA
    proposta dos termos da Cessão Onerosa, incluindo valores (range) e critérios
    de reavaliação para negociação com a União

4   Petrobras negocia com a União os termos do contrato da Cessão Onerosa,
    incluindo a valoração e os critérios para reavaliação

5   Petrobras conclui negociação com a União e submete ao CA, para aprovação,
    os termos do contrato da Cessão Onerosa de direitos de E&P

3
CESSAO ONEROSA:
Valoração

                   Fatores considerados na avaliação


                        Curva de
                                                   Investimentos
                        produção


                                                                      Custo de
 Volume de óleo                                                       produção




                        Reservatório de petróleo

    Cenário de                                                        Taxa de
    preço futuro                                                      desconto
                        Grau do
                    desenvolvimento                Ambiente fiscal
                                                     (participações
                     das reservas /                 governamentais)
                     Conhecimento

4
CESSAO ONEROSA:
Valoração e Participação Especial

 • No Projeto de Lei não há previsão de incidência de participação
   especial na Cessão Onerosa:

     • isto levará a uma maior valoração da Cessão Onerosa, a ser
       paga pela Petrobras à União

 • Com a incidência de participação especial, a valoração da Cessão
   Onerosa será menor, e portanto o valor a ser pago pela Petrobras à
   União também será menor



  Petrobras pagará participação especial de qualquer forma: ou
 embutida na valoração da Cessão Onerosa ou, periodicamente,
     ao longo da produção a ser feita sob Cessão Onerosa



 5
CESSAO ONEROSA:
Valoração

                Os cenários de preços do Brent são bastante variáveis
                conforme os analistas
                180

                         Global Insight
                160      Global Insight Hight Prices
                         Global Insight Low Prices
                140      Woodmackenzie
                         PIRA (Reference)
                         PIRA (Low)
                120
                         CERA Asian Phoenix
                         CERA Break Point
                100      CERA Global Fissures
    U $ arril
     S /b




                 80



                 60



                 40



                 20



                 0
                 2006   2008     2010       2012       2014   2016   2018   2020   2022   2024   2026   2028   2030




                Será necessário uniformizar cenário entre a União e a
                Petrobras no processo de valoração

6
CESSAO ONEROSA:
Valoração

                                                 Fluxo de Caixa - Qualitativo
                              Custos de pré-
                             desenvolvimento                                O desenvolvimento



                           Farm-in
    FLUXO DE CAIXA ($)




                         ou aquisição
                          de novas
                            áreas
                                                        Declaração de
                                                        Comercialidade                                             Limite econômico
                                   Geofísica
                                                                            FATURAMENTO
                                           Descoberta

                                                                                        CAIXA LIVRE
                                                                                                                                Tempo
                                                                          IMPOSTOS, TAXAS,
                                                                           ROYALTIES, ETC
                         Estudos e                            CAPEX
                         dados regionais
                                                                                           X
                                                                         OPEX         PE                            Custos de abandono
                                                                                     O




                                                    Poços de avaliação, sísmica adicional, planejamento do desenvolvimento
                                                    do campo para aprovação do plano de desenvolvimentos e aprovação


                                               Perfuração de exploração (incluindo testemunhagem, testes, perfilagem)




7
TRANSAÇÕES MUNDIAIS DE
RESERVAS ENTRE EMPRESAS

                  Reserva Provada + Reserva Provável → reserva 2P
                          Operações com valor maior que US$ 10 milhões

     As transações envolvendo reservas ainda não provadas têm menor valor em
                 função da incerteza sobre os volumes de petróleo

                                  2008                                   2009 - até agosto/09
     Localização                   Valor                                          Valor
                 nº transações                      US$/boe   nº transações                   US$/boe
                               (US$ milhões)                                (US$ milhões)
     Am. Norte             70              18.956    14,85         39            7.379        17,63
       África              8                4.068    7,72           3           10.408        10,49
        Ásia               8                3.595    3,21           5             447         1,67
      Europa               18               3.410    15,95         20            5.164        8,76
     Am. Latina             7               3.945    10,64          5           2.255          8,25
     Oceania               15              14.976    9,41           6            1.371         2,73
     Ex URSS               8               11.219    1,83           4            2.352         0,77
       Total              134              60.168    5,26          83           30.181         5,01



 8     Fonte: Compilado de John S. Herold, Inc.
CESSAO ONEROSA:
Certificação
                   Principais empresas certificadoras internacionais
• DeGolyer & MacNaughton
     • Fundada em 1936 com sede em Dallas, escritórios em Houston, Calgary e Moscou
    • Certificadora da Petrobras e da PESA
    • Alguns clientes relevantes: StatoilHydro, Repsol, Rosneft, ENI, Gazprom, Hess
• Ryder Scott
    • Fundada em 1937 com sede em Houston, escritórios em Denver e Calgary
    • Alguns clientes relevantes: Occidental, Devon, El Paso, CNOOC, Nexen, Apache
• Netherland, Sewell & Associates, Inc
     • Fundada em 1960 com sede em Houston, escritório em Dallas
     • Alguns clientes relevantes: Encana, Pioneer, Noble
• Gaffney, Cline & Associates
    • Certificadora anterior da Petrobras, desde 2008 controlada pela Baker Hughes
     • Experiência de 45 anos, sede em Houston, escritórios em Buenos Aires, Bentley (Inglaterra),
       Moscou, Cingapura e Sidney
• Beicip-Franlab
     • Fundada em 1960
     • Afiliada do IFP (Instituto Francês do Petróleo)

Companhias como Shell, Exxon e Chevron não têm certificadoras declaradas.

9
OFERTA DE AÇÕES:
Contexto Econômico e Motivações

                             Contexto econômico
  • Atual crise financeira (sub-prime nos EUA) diminui liquidez de recursos
  • Emissões de dívida nos mercado de capitais internacional para emergentes: US$
    126 bilhões em 2007 e US$ 60 bilhões em 2008




                                 Motivações
  • Entrada de recursos no caixa da Companhia e desalavancagem financeira
  • Abre possibilidade de novas captações para realização de novos investimentos
  • Elevar a liquidez do papel (aumento do número de ações em negociação)
  • Melhorar a governança corporativa


 10
OFERTAS DE AÇÕES:
Maiores ofertas no Brasil e no Mundo
  Maiores Operações no Brasil               *

                                                      Operação do Santander

 Empresa           Início da         Volume           • Valor da Unit saiu por R$ 23,50, no meio da faixa
                  Negociação        Total (R$)          do prospecto preliminar (de R$ 22 a R$ 25)

                    18/07/08       19,4 bilhões
                                                      • A demanda superou a oferta em 2 vezes (faixa
     Vale
                                                        de R$ 25), chegando a ser 3 vezes e meia (faixa
                                                        de R$ 23)
Santander           07/10/09      14,1 bilhões
                                                      • Foi a maior oferta de ações de 2009 no mundo.

 VisaNet           29/06/09         8,3 bilhões
                                                     • Maior oferta Pública Internacional já feita: US$ 24
  OGX              13/06/08         6,7 bilhões        bi pelo Royal Bank of Scotland.
                                                     • Total de Emissões de Empresas Globais de Óleo
 Bovespa           26/10/07         6,6 bilhões        e Gás em 2007 foi de US$ 141,6 bi, sendo US$
                                                       28,5 bi de Empresas Norte-Americanas.
  BM&F             30/11/07         5,9 bilhões



     Considerando IPOs e ofertas de ações no país, capitalização da
     Petrobras poderá ser a maior da história da bolsa brasileira.

11   *
         Considera ofertas iniciais (IPOs) e subsequentes na Bovespa
CAPITAL SOCIAL DA PETROBRAS


                            Composição do Capital Social -Setembro de 2009

                                                    Ações          Ações        Capital   Valor em US$
                     ACIONISTAS
                                                   Ordinárias   Preferenciais   Social       milhões

     UNIÃO FEDERAL                                  55,6%          0,0%         32,1%       67.349


     BNDESPar                                        1,9%          15,5%        7,7%        14.055


     PROGRAMA DE ADRs                               26,1%          35,5%        30,1%       58.447


     ESTRANGEIROS NA BOVESPA                         4,3%          14,3%        8,5%        15.949


     DEMAIS PJ E PF NA BOVESPA                       8,5%          34,7%        19,6%       36.515


     FMP - FGTS PETROBRAS                            3,6%          0,0%         2,1%         4.343

     TOTAL                                                                                  196.658



         Cotações em 08/10/2009                         Dólar – R$ 1,7390
         Ordinária – US$ 23,89                          Preferencial – US$ 20,39


12
CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS:
Premissas para as simulações


     • Oferta privada destinada aos atuais acionistas e limitada à participação atual
     • Emissão resultante do aumento de capital obedecerá a atual distribuição das
       classes de ações da Companhia (ON e PN)
     • Menor liquidez dos mercados nacionais e internacionais
     • Maior oferta pública mundial foi de US$ 24 bilhões
     • Somente para as simulações seguintes, estamos considerando:
        • União exerce integralmente (100%) seus direitos na primeira etapa e na
          segunda etapa (“sobras”)
        • O exercício dos minoritários é uma decisão individual e por isso é muito
          difícil fazer qualquer previsão. O exercício dos minoritários serão de 10%,
          30%, 50%, 70% e 90% na primeira etapa e de 100% na segunda etapa.
        • Fundos de investimento e pensão, nacionais e estrangeiros, possuem
          limitações legais e estatutárias para acompanhar o aumento de capital


13
CAPITAL SOCIAL DA PETROBRAS:
Simulação
 Os resultados abaixo irão depender do valor a ser estabelecido para Capitalização
 Os exemplos a seguir (Capitalização 1 e 2) refletem valores crescentes para a
 Capitalização


                                    Aumento da União no Capital Social
       Exercício dos
        Minoritários
                                   Capitalização 1             Capitalização 2

             10%                         4,7%                       17,0%

             30%                         2,7%                        9,8%

             50%                         1,5%                        5,6%

             70%                         0,8%                        2,8%

             90%                         0,2%                        0,8%

            100%                                 sem alteração



14
VOLUME NEGOCIADO DA PETROBRAS SUBIU
SIGNIFICAMENTE NOS ÚLTIMOS ANOS

 • Nos últimos 5 anos, volumes financeiros negociados subiram mais de 2.000%
 • Crescente participação de investidores estrangeiros, que respondem por
   mais de 70% do volume total negociado diariamente


                   Volume financeiro desde 2003 atéout 2009 = 2128%
                                                                                                   Em
                                                                                                   m ilhões            1,2%
100%
       R$183    R$325      R$535      R$1.053   R$1.934      $3.591        R$2.754
                                                                                                          R$ 712              R$ 721
90%                                                                                        Nyse
       35%                                                                                 PBR                R$ 132           R$ 154
80%               39%                                                                     PBR/A
                            43%         47%       43%
                                                                 50%         52%
70%


60%
       20%
50%               21%
                                                  20%                                                         R$ 580
                            25%         21%                                                                                    R$ 567
40%    10%                                                       20%
                                                                             19%
                  9%                              6%
30%
                             6%         5%                       5%
                                                                              6%
                                                                                       B ra s il
20%
                                                                                      P ETR3
       34%        31%                             31%                                 P ETR4
                            25%         27%                      26%
10%                                                                          23%
                                                                                                              ago/09           set/09
 0%
       2003       2004       2005       2006      2007           2008    2009 até 31/09                         PETR4         PETR3
        PETR4 (Bovespa)      PETR3 (Bovespa)      PBR/A (Nyse)          PBR (Nyse)




 15
REAÇÃO DO MERCADO BRASILEIRO AO
MODELO REGULATÓRIO PROPOSTO…
                                         Pós anúncio do Novo Marco Regulatório (31/08/2009)
 115
                                PETR4                                         + 11,5%

 110                            Ibovespa                                       + 8,9%
                                                                                                Após a divulgação da
 105                                                                                            proposta do governo a
 100
                                                                                              tendência de crescimento
                                                                                               superior ao Ibovespa se
  95
                                                                                                      manteve
  90
                  09


                           09


                                    09


                                              09
      9




                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9


                                               9
    /0




                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0


                                             /0
                9/


                         9/


                                  9/


                                            9/
  /8




                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9


                                           /9
              2/


                       4/


                                6/


                                          8/
31




                                         10


                                         12


                                         14


                                         16


                                         18


                                         20


                                         22


                                         24


                                         26


                                         28


                                         30
  Base 100 = 31/08/2009


                                             Pós Lançamento dos ADRs na Nyse (10/08/2000)
  900
                                 PETR4
  800

  700
                                 Ibov espa
                                                                                                 Forte elevação dos
                                                                                + 461,1%
  600
                                                                                              preços das ações, desde
  500

  400                                                                           + 265,4%
                                                                                              agosto de 2000. Aumento
  300                                                                                          da cotação foi de quase
  200
                                                                                                500%, superando o do
  100

          -
                                                                                                      Ibovespa
 10 /00




 10 /01




 10 /02




 10 /03




 10 /04




 10 /05




 10 /06




 10 /07




 10 /08
  /1 0


 10 /01

  /1 1


 10 /02

  /1 2


 10 /03

  /1 3


 10 /04

  /1 4


 10 /05

  /1 5


 10 /06

  /1 6


 10 /07

  /1 7


 10 /08

  /1 8


 10 /09

       9
10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




10 /8/0




     /0
    2




    2




    2




    2




    2




    2




    2




    2




    2
   /4




   /4




   /4




   /4




   /4




   /4




   /4




   /4




   /4
   /8
 10




   Base 100 = 10/08/2000



  16
…E NO MERCADO EXTERNO

                                              Pós anúncio do Novo Marco Regulatório (31/08/2009)
 120
                      PBR                                                                                                                               + 15,8%
 115
                      Brent

 110
                      AmexOil                                                                                                                                         Mercado interpretou bem
                                                                                                                                                            + 4,7%
                                                                                                                                                                       a proposta do governo,
 105
                                                                                                                                                                        como demonstram as
 100                                                                                                                                                        - 1,6%    valorizações mesmo com
  95                                                                                                                                                                      o Brent sofrendo
  90
                                                                                                                                                                           desvalorização
      9




                                                    9


                                                              9


                                                                        9


                                                                                  9


                                                                                            9


                                                                                                      9


                                                                                                                9


                                                                                                                          9


                                                                                                                                    9


                                                                                                                                              9


                                                                                                                                                        9
              09


                       09


                                09


                                         09
    /0




                                                  /0


                                                            /0


                                                                      /0


                                                                                /0


                                                                                          /0


                                                                                                    /0


                                                                                                              /0


                                                                                                                        /0


                                                                                                                                  /0


                                                                                                                                            /0


                                                                                                                                                      /0
            9/


                     9/


                              9/


                                       9/
  /8




                                                /9


                                                          /9


                                                                    /9


                                                                              /9


                                                                                        /9


                                                                                                  /9


                                                                                                            /9


                                                                                                                      /9


                                                                                                                                /9


                                                                                                                                          /9


                                                                                                                                                    /9
          2/


                   4/


                            6/


                                     8/
31




                                              10


                                                        12


                                                                  14


                                                                            16


                                                                                      18


                                                                                                20


                                                                                                          22


                                                                                                                    24


                                                                                                                              26


                                                                                                                                        28


                                                                                                                                                  30
  Base 100 = 31/08/2009


                                              Pós Lançamento dos ADRs na Nyse (10/08/2000)
1.200
                      PBR
                      Brent
1.000

                      AmexOil
                                                                                                                                                                      Desde agosto de 2000, a
 800

                                                                                                                                                   + 541,4%
                                                                                                                                                                      valorização dos recibos
 600                                                                                                                                                                  atingiu mais que 500%,
 400
                                                                                                                                                                      superando com folga o
                                                                                                                                                   + 132,5%
 200
                                                                                                                                                                     Brent e o índice do setor
                                                                                                                                                   + 103,1%          da indústria de óleo e gás
    -
      0


      1


      1


      2


      2


                                       3


                                       3


                                       4


                                       4


                                       5


                                       5


                                       6


                                       6


                                                                                                       7


                                                                                                       7


                                                                                                                     8


                                                                                                                     8


                                                                                                                     9


                                                                                                                     9
    /0


    /0


    /0


    /0


    /0


                                     /0


                                     /0


                                     /0


                                     /0


                                     /0


                                     /0


                                     /0


                                     /0


                                                                                                     /0


                                                                                                     /0


                                                                                                                   /0


                                                                                                                   /0


                                                                                                                   /0


                                                                                                                   /0
  /8


  /2


  /8


  /2


  /8


                                   /2


                                   /8


                                   /2


                                   /8


                                   /2


                                   /8


                                   /2


                                   /8


                                                                                                   /2


                                                                                                   /8


                                                                                                                 /2


                                                                                                                 /8


                                                                                                                 /2


                                                                                                                 /8
10


10


10


10


10


                                 10


                                 10


                                 10


                                 10


                                 10


                                 10


                                 10


                                 10


                                                                                                 10


                                                                                                 10


                                                                                                               10


                                                                                                               10


                                                                                                               10


                                                                                                               10




 Base 100 = 10/08/2000



 17
SPREAD ENTRE CLASSES DE AÇÕES
REDUZIU

• Maioria dos analistas que analisam a Petrobras não vê razão para elevado spread entre
  ações ordinárias e preferenciais, dado que a União já detém a maioria das ações com
  direito a voto e, portanto, o controle da Companhia
• Nos últimos anos, spread oscilou entre 8% e 27%. Desde meados de 2009, spread
  apresenta tendência de forte redução, acentuada após a divulgação do marco

      30%
                                                                                                                                                                                                                                                                     27%
      25%

      20%                                                                                                                                                                                                                                                            20%

      15%                                                                                                                                                                                                                                                                                              17%
                                                                                                         11%
      10%
                          8%
        5%

        0%
               1/9/2005

                          1/11/2005

                                      1/1/2006

                                                 1/3/2006

                                                            1/5/2006

                                                                       1/7/2006

                                                                                  1/9/2006

                                                                                             1/11/2006

                                                                                                         1/1/2007

                                                                                                                    1/3/2007

                                                                                                                               1/5/2007

                                                                                                                                          1/7/2007

                                                                                                                                                     1/9/2007

                                                                                                                                                                1/11/2007

                                                                                                                                                                            1/1/2008

                                                                                                                                                                                       1/3/2008

                                                                                                                                                                                                  1/5/2008

                                                                                                                                                                                                             1/7/2008

                                                                                                                                                                                                                        1/9/2008

                                                                                                                                                                                                                                   1/11/2008

                                                                                                                                                                                                                                               1/1/2009

                                                                                                                                                                                                                                                          1/3/2009

                                                                                                                                                                                                                                                                      1/5/2009

                                                                                                                                                                                                                                                                                 1/7/2009

                                                                                                                                                                                                                                                                                            1/9/2009
     Fonte: Broadcast




18
CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS:
Possíveis Impactos



     • Entrada de dólares no mercado devido ao exercício dos acionistas
       estrangeiros, apreciando o Real
     • Diminuição do spread entre as ações Ordinárias e Preferenciais, valorizando
       o portfólio dos detentores de ON
     • Aumento da volatilidade nas ações da Petrobras durante o período que
       antecede a integralização das novas ações, principalmente após a definição
       do valor das ações para o exercício dos acionistas
     • Fortalecimento do mercado de capital local, demonstrando que este pode ser
       uma nova fonte de financiamento para todas as empresas
        • Porém, a depender do tamanho da operação, poderá haver uma
          diminuição momentânea de recursos disponíveis para outras empresas
          acessarem o mercado de capitais




19
MODELO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA

 Desde a venda pela União de ações ordinárias, em agosto de 2000, a
 Petrobras aprimora seus instrumentos e procedimentos de Governança
 Corporativa, com transparência e equidade para com todos os acionistas.
 E para esta operação não poderia ser diferente e a Petrobras pretende
 trabalhar com:

                                   Adotando as melhores práticas de governança
 TRANSPARÊNCIA                     corporativa e disponibilizando o maior número de
     TOTAL                         informação possível para o acionista decidir

E para isso pretendemos:
     • Divulgar o máximo de informação possível sobre o contrato e a valoração
       da cessão onerosa
     • Contratar os laudos de avaliação que nortearão a valoração da cessão
       com empresas de renome internacional
     • Estabelecer diálogo com os atuais acionistas, ouvir sugestões e críticas
     • Discutir em diversos fóruns as melhores alternativas, para que esta
       operação fortaleça a Petrobras e o mercado de capitais

20
PONTOS IMPORTANTES DA CAPITALIZAÇÃO


  • Valor da cessão onerosa depende de variáveis ainda não definidas,
    como as áreas da cessão. Desta forma, tentativas de mensuração do
    valor desta cessão, no atual momento, estão sendo feitas em ambiente
    de incerteza

  • Aumento de capital também depende do contexto econômico e da
    disponibilidade de recursos de todos os acionistas

  • Participação dos acionistas na chamada de capital deve estar atrelada a
    expectativas em relação ao potencial futuro da Companhia e do valor a
    ser definido para o exercício das novas ações

  • Capitalização da Petrobras seguirá os preceitos legais, com os
    acionistas minoritários tendo todos os direitos garantidos

  • Valor da capitalização e participação final dos acionistas no novo
    capital social será derivado dos pontos abordados acima. Desta forma,
    concluir algo sobre resultados é prematuro


21
Para mais informações:
Relacionamento com Investidores
www.petrobras.com.br/ri
+55 21 3224-1510
petroinvest@petrobras.com.br




22

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Herramientas educativas
Herramientas educativasHerramientas educativas
Herramientas educativas
Ecuela Internacional de Alta Gestion
 
Scalinatta
ScalinattaScalinatta
Scalinatta
Scalinatta
 
Recursos administrativos
Recursos administrativosRecursos administrativos
Recursos administrativos
frelsy
 
Empresa centro de recursos[1]
Empresa centro de recursos[1]Empresa centro de recursos[1]
Empresa centro de recursos[1]
duchbag
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
lince
 
Nivel socioeconómico amai septiembre 2009
Nivel socioeconómico amai septiembre 2009Nivel socioeconómico amai septiembre 2009
Nivel socioeconómico amai septiembre 2009
Evelyn Femat
 
O principal da_vida
O principal da_vidaO principal da_vida
O principal da_vida
nida
 
Turiprom2676
Turiprom2676Turiprom2676
Turiprom2676
João Mourão
 
Ensayo
EnsayoEnsayo
Ensayo
89carito
 
Primera guerra mundial
Primera guerra mundialPrimera guerra mundial
Primera guerra mundial
malugavilla
 
Formulario de referencia empnet2ago10port
Formulario de referencia empnet2ago10portFormulario de referencia empnet2ago10port
Formulario de referencia empnet2ago10port
Petrobras
 
Receitas lanche escolar
Receitas lanche escolarReceitas lanche escolar
Receitas lanche escolar
receitaspraticas
 
Jair
JairJair
Jair
jair2014
 
El hombre fue a la luna
El hombre fue a la lunaEl hombre fue a la luna
El hombre fue a la luna
francisco981
 
Presentacion de reglamento estudiantil upc
Presentacion de reglamento estudiantil upcPresentacion de reglamento estudiantil upc
Presentacion de reglamento estudiantil upc
Genysis Perez Vega
 
Varias receitas derivadas do bacalhau
Varias receitas derivadas do bacalhauVarias receitas derivadas do bacalhau
Varias receitas derivadas do bacalhau
Babozo
 
Trabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicas
Trabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicasTrabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicas
Trabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicas
lince
 
Tesis AHS
Tesis AHSTesis AHS
Tecnologia no brasil (atualizado)
Tecnologia  no brasil (atualizado)Tecnologia  no brasil (atualizado)
Tecnologia no brasil (atualizado)
Andreza Alvarenga
 
Técnicas de estudio disciplinado
Técnicas de estudio disciplinadoTécnicas de estudio disciplinado
Técnicas de estudio disciplinado
geradiel
 

Destaque (20)

Herramientas educativas
Herramientas educativasHerramientas educativas
Herramientas educativas
 
Scalinatta
ScalinattaScalinatta
Scalinatta
 
Recursos administrativos
Recursos administrativosRecursos administrativos
Recursos administrativos
 
Empresa centro de recursos[1]
Empresa centro de recursos[1]Empresa centro de recursos[1]
Empresa centro de recursos[1]
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 
Nivel socioeconómico amai septiembre 2009
Nivel socioeconómico amai septiembre 2009Nivel socioeconómico amai septiembre 2009
Nivel socioeconómico amai septiembre 2009
 
O principal da_vida
O principal da_vidaO principal da_vida
O principal da_vida
 
Turiprom2676
Turiprom2676Turiprom2676
Turiprom2676
 
Ensayo
EnsayoEnsayo
Ensayo
 
Primera guerra mundial
Primera guerra mundialPrimera guerra mundial
Primera guerra mundial
 
Formulario de referencia empnet2ago10port
Formulario de referencia empnet2ago10portFormulario de referencia empnet2ago10port
Formulario de referencia empnet2ago10port
 
Receitas lanche escolar
Receitas lanche escolarReceitas lanche escolar
Receitas lanche escolar
 
Jair
JairJair
Jair
 
El hombre fue a la luna
El hombre fue a la lunaEl hombre fue a la luna
El hombre fue a la luna
 
Presentacion de reglamento estudiantil upc
Presentacion de reglamento estudiantil upcPresentacion de reglamento estudiantil upc
Presentacion de reglamento estudiantil upc
 
Varias receitas derivadas do bacalhau
Varias receitas derivadas do bacalhauVarias receitas derivadas do bacalhau
Varias receitas derivadas do bacalhau
 
Trabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicas
Trabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicasTrabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicas
Trabalhando Com As Ferramentas TecnolóGicas
 
Tesis AHS
Tesis AHSTesis AHS
Tesis AHS
 
Tecnologia no brasil (atualizado)
Tecnologia  no brasil (atualizado)Tecnologia  no brasil (atualizado)
Tecnologia no brasil (atualizado)
 
Técnicas de estudio disciplinado
Técnicas de estudio disciplinadoTécnicas de estudio disciplinado
Técnicas de estudio disciplinado
 

Semelhante a 13.10.2009 Apresentação do Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo sobre “Audiência na Câmara – Cessão Onerosa e Capitalização” em Brasília - DF.

XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012
XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012
XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012
CBE2012
 
Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007
Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007
Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007
Petrobras
 
Jornal do Acionista nº 23
Jornal do Acionista nº 23 Jornal do Acionista nº 23
Jornal do Acionista nº 23
Petrobras
 
Aprovação do Contrato de Cessão Onerosa
Aprovação do Contrato de Cessão OnerosaAprovação do Contrato de Cessão Onerosa
Aprovação do Contrato de Cessão Onerosa
Petrobras
 
Ini day em joinville sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...
Ini day em joinville   sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...Ini day em joinville   sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...
Ini day em joinville sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...
Petrobras
 
06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC
06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC
06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC
Petrobras
 
XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012
XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012 XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012
XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012
CBE2012
 
Apresentação 3 t11 port
Apresentação 3 t11 portApresentação 3 t11 port
Apresentação 3 t11 port
Ogx2011
 
Capacitação Móvel
Capacitação MóvelCapacitação Móvel
Capacitação Móvel
Marco Coghi
 
Apresentação institucional pt
Apresentação institucional ptApresentação institucional pt
Apresentação institucional pt
osxri
 

Semelhante a 13.10.2009 Apresentação do Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo sobre “Audiência na Câmara – Cessão Onerosa e Capitalização” em Brasília - DF. (10)

XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012
XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012
XIV CBE - MESA 6 - José gutman - 25 outubro 2012
 
Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007
Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007
Edição 23 - Petrobras em Ações - n° 02/2007
 
Jornal do Acionista nº 23
Jornal do Acionista nº 23 Jornal do Acionista nº 23
Jornal do Acionista nº 23
 
Aprovação do Contrato de Cessão Onerosa
Aprovação do Contrato de Cessão OnerosaAprovação do Contrato de Cessão Onerosa
Aprovação do Contrato de Cessão Onerosa
 
Ini day em joinville sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...
Ini day em joinville   sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...Ini day em joinville   sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...
Ini day em joinville sc - coordenador de relacionamento com investidores, f...
 
06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC
06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC
06 09-2008 Fabio Luis Soares Xavier no Ini Day em Joinville - SC
 
XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012
XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012 XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012
XIV CBE - MESA 3 - Lucia Galdencio - 24 outubro 2012
 
Apresentação 3 t11 port
Apresentação 3 t11 portApresentação 3 t11 port
Apresentação 3 t11 port
 
Capacitação Móvel
Capacitação MóvelCapacitação Móvel
Capacitação Móvel
 
Apresentação institucional pt
Apresentação institucional ptApresentação institucional pt
Apresentação institucional pt
 

Mais de Petrobras

Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023
Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023
Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023
Petrobras
 
Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023
Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023
Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023
Petrobras
 
Petrobras Overview - September 2018
Petrobras Overview - September 2018Petrobras Overview - September 2018
Petrobras Overview - September 2018
Petrobras
 
Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018
Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018
Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018
Petrobras
 
Petrobras Investor Day - London 2018
Petrobras Investor Day - London 2018Petrobras Investor Day - London 2018
Petrobras Investor Day - London 2018
Petrobras
 
Sustentabilidade 2017
Sustentabilidade 2017Sustentabilidade 2017
Sustentabilidade 2017
Petrobras
 
Apresentacao png-2018-2022-webcast-ingles
Apresentacao png-2018-2022-webcast-inglesApresentacao png-2018-2022-webcast-ingles
Apresentacao png-2018-2022-webcast-ingles
Petrobras
 
Apresentação PNG 2018-2022
Apresentação PNG 2018-2022Apresentação PNG 2018-2022
Apresentação PNG 2018-2022
Petrobras
 
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova York
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova YorkApresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova York
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova York
Petrobras
 
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Londres
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day LondresApresentação de Pedro Parente no Investor Day Londres
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Londres
Petrobras
 
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day São Paulo
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day São PauloApresentação de Pedro Parente no Investor Day São Paulo
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day São Paulo
Petrobras
 
Visão Geral 2017 fevereiro
Visão Geral   2017 fevereiro Visão Geral   2017 fevereiro
Visão Geral 2017 fevereiro
Petrobras
 
Petrobras General Overview
Petrobras General OverviewPetrobras General Overview
Petrobras General Overview
Petrobras
 
Petrobras at a Glance
Petrobras at a GlancePetrobras at a Glance
Petrobras at a Glance
Petrobras
 
Visão Geral Petrobras
Visão Geral PetrobrasVisão Geral Petrobras
Visão Geral Petrobras
Petrobras
 
Strategic Plan and 2017-2021 Business & Management Plan
Strategic Plan and 2017-2021 Business & Management PlanStrategic Plan and 2017-2021 Business & Management Plan
Strategic Plan and 2017-2021 Business & Management Plan
Petrobras
 
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Petrobras
 
Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019
Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019 Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019
Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019
Petrobras
 
Webcast 1T16
Webcast 1T16Webcast 1T16
Webcast 1T16
Petrobras
 
Webcast 1Q16
Webcast 1Q16Webcast 1Q16
Webcast 1Q16
Petrobras
 

Mais de Petrobras (20)

Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023
Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023
Strategic Plan 2040 || Business and Management Plan 2019-2023
 
Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023
Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023
Plano Estratégico 2040 || Plano de Negócios e Gestão 2019-2023
 
Petrobras Overview - September 2018
Petrobras Overview - September 2018Petrobras Overview - September 2018
Petrobras Overview - September 2018
 
Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018
Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018
Apresentação Investor Day, São Paulo, 2018
 
Petrobras Investor Day - London 2018
Petrobras Investor Day - London 2018Petrobras Investor Day - London 2018
Petrobras Investor Day - London 2018
 
Sustentabilidade 2017
Sustentabilidade 2017Sustentabilidade 2017
Sustentabilidade 2017
 
Apresentacao png-2018-2022-webcast-ingles
Apresentacao png-2018-2022-webcast-inglesApresentacao png-2018-2022-webcast-ingles
Apresentacao png-2018-2022-webcast-ingles
 
Apresentação PNG 2018-2022
Apresentação PNG 2018-2022Apresentação PNG 2018-2022
Apresentação PNG 2018-2022
 
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova York
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova YorkApresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova York
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Nova York
 
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Londres
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day LondresApresentação de Pedro Parente no Investor Day Londres
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day Londres
 
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day São Paulo
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day São PauloApresentação de Pedro Parente no Investor Day São Paulo
Apresentação de Pedro Parente no Investor Day São Paulo
 
Visão Geral 2017 fevereiro
Visão Geral   2017 fevereiro Visão Geral   2017 fevereiro
Visão Geral 2017 fevereiro
 
Petrobras General Overview
Petrobras General OverviewPetrobras General Overview
Petrobras General Overview
 
Petrobras at a Glance
Petrobras at a GlancePetrobras at a Glance
Petrobras at a Glance
 
Visão Geral Petrobras
Visão Geral PetrobrasVisão Geral Petrobras
Visão Geral Petrobras
 
Strategic Plan and 2017-2021 Business & Management Plan
Strategic Plan and 2017-2021 Business & Management PlanStrategic Plan and 2017-2021 Business & Management Plan
Strategic Plan and 2017-2021 Business & Management Plan
 
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
 
Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019
Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019 Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019
Plano de Negócios e Gestão 2015 – 2019
 
Webcast 1T16
Webcast 1T16Webcast 1T16
Webcast 1T16
 
Webcast 1Q16
Webcast 1Q16Webcast 1Q16
Webcast 1Q16
 

13.10.2009 Apresentação do Presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo sobre “Audiência na Câmara – Cessão Onerosa e Capitalização” em Brasília - DF.

  • 1. Audiência na Câmara – Cessão Onerosa e Capitalização 13/10/2009 José Sergio Gabrielli de Azevedo Presidente 1
  • 2. CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS O valor da capitalização poderá ser de: • Mínimo: igual ao da cessão onerosa • Máximo: 3 vezes este valor Entrada de R$ no Caixa da Petrobras (exercício dos Aumento de Capital minoritários) na Petrobras (aprovado pelo Conselho Petrobras paga a Valoração das de Administração) União pela Cessão Reservas em R$ do exercício das atividades de E&P • União poderá fazer o aporte de capital na Petrobras com títulos da dívida pública mobiliária federal, precificados a valor de mercado • A Petrobras poderá pagar a União, pela cessão onerosa dos direitos de E&P, utilizando os mesmos títulos advindos da capitalização 2 Valores hipotéticos e sem proporcionalidade no gráfico
  • 3. CESSAO ONEROSA: Roteiro 1 2 3 4 5 ANP indica PB e União CA aprova áreas União decide Laudos negociam contrato e PB potenciais sobre áreas termos do assina com contrato União 1 ANP indica possíveis áreas para a Cessão Onerosa 2 União decide quais áreas serão objeto da Cessão Onerosa 3 Com base nos laudos de avaliação das áreas eleitas, a DE encaminha ao CA proposta dos termos da Cessão Onerosa, incluindo valores (range) e critérios de reavaliação para negociação com a União 4 Petrobras negocia com a União os termos do contrato da Cessão Onerosa, incluindo a valoração e os critérios para reavaliação 5 Petrobras conclui negociação com a União e submete ao CA, para aprovação, os termos do contrato da Cessão Onerosa de direitos de E&P 3
  • 4. CESSAO ONEROSA: Valoração Fatores considerados na avaliação Curva de Investimentos produção Custo de Volume de óleo produção Reservatório de petróleo Cenário de Taxa de preço futuro desconto Grau do desenvolvimento Ambiente fiscal (participações das reservas / governamentais) Conhecimento 4
  • 5. CESSAO ONEROSA: Valoração e Participação Especial • No Projeto de Lei não há previsão de incidência de participação especial na Cessão Onerosa: • isto levará a uma maior valoração da Cessão Onerosa, a ser paga pela Petrobras à União • Com a incidência de participação especial, a valoração da Cessão Onerosa será menor, e portanto o valor a ser pago pela Petrobras à União também será menor Petrobras pagará participação especial de qualquer forma: ou embutida na valoração da Cessão Onerosa ou, periodicamente, ao longo da produção a ser feita sob Cessão Onerosa 5
  • 6. CESSAO ONEROSA: Valoração Os cenários de preços do Brent são bastante variáveis conforme os analistas 180 Global Insight 160 Global Insight Hight Prices Global Insight Low Prices 140 Woodmackenzie PIRA (Reference) PIRA (Low) 120 CERA Asian Phoenix CERA Break Point 100 CERA Global Fissures U $ arril S /b 80 60 40 20 0 2006 2008 2010 2012 2014 2016 2018 2020 2022 2024 2026 2028 2030 Será necessário uniformizar cenário entre a União e a Petrobras no processo de valoração 6
  • 7. CESSAO ONEROSA: Valoração Fluxo de Caixa - Qualitativo Custos de pré- desenvolvimento O desenvolvimento Farm-in FLUXO DE CAIXA ($) ou aquisição de novas áreas Declaração de Comercialidade Limite econômico Geofísica FATURAMENTO Descoberta CAIXA LIVRE Tempo IMPOSTOS, TAXAS, ROYALTIES, ETC Estudos e CAPEX dados regionais X OPEX PE Custos de abandono O Poços de avaliação, sísmica adicional, planejamento do desenvolvimento do campo para aprovação do plano de desenvolvimentos e aprovação Perfuração de exploração (incluindo testemunhagem, testes, perfilagem) 7
  • 8. TRANSAÇÕES MUNDIAIS DE RESERVAS ENTRE EMPRESAS Reserva Provada + Reserva Provável → reserva 2P Operações com valor maior que US$ 10 milhões As transações envolvendo reservas ainda não provadas têm menor valor em função da incerteza sobre os volumes de petróleo 2008 2009 - até agosto/09 Localização Valor Valor nº transações US$/boe nº transações US$/boe (US$ milhões) (US$ milhões) Am. Norte 70 18.956 14,85 39 7.379 17,63 África 8 4.068 7,72 3 10.408 10,49 Ásia 8 3.595 3,21 5 447 1,67 Europa 18 3.410 15,95 20 5.164 8,76 Am. Latina 7 3.945 10,64 5 2.255 8,25 Oceania 15 14.976 9,41 6 1.371 2,73 Ex URSS 8 11.219 1,83 4 2.352 0,77 Total 134 60.168 5,26 83 30.181 5,01 8 Fonte: Compilado de John S. Herold, Inc.
  • 9. CESSAO ONEROSA: Certificação Principais empresas certificadoras internacionais • DeGolyer & MacNaughton • Fundada em 1936 com sede em Dallas, escritórios em Houston, Calgary e Moscou • Certificadora da Petrobras e da PESA • Alguns clientes relevantes: StatoilHydro, Repsol, Rosneft, ENI, Gazprom, Hess • Ryder Scott • Fundada em 1937 com sede em Houston, escritórios em Denver e Calgary • Alguns clientes relevantes: Occidental, Devon, El Paso, CNOOC, Nexen, Apache • Netherland, Sewell & Associates, Inc • Fundada em 1960 com sede em Houston, escritório em Dallas • Alguns clientes relevantes: Encana, Pioneer, Noble • Gaffney, Cline & Associates • Certificadora anterior da Petrobras, desde 2008 controlada pela Baker Hughes • Experiência de 45 anos, sede em Houston, escritórios em Buenos Aires, Bentley (Inglaterra), Moscou, Cingapura e Sidney • Beicip-Franlab • Fundada em 1960 • Afiliada do IFP (Instituto Francês do Petróleo) Companhias como Shell, Exxon e Chevron não têm certificadoras declaradas. 9
  • 10. OFERTA DE AÇÕES: Contexto Econômico e Motivações Contexto econômico • Atual crise financeira (sub-prime nos EUA) diminui liquidez de recursos • Emissões de dívida nos mercado de capitais internacional para emergentes: US$ 126 bilhões em 2007 e US$ 60 bilhões em 2008 Motivações • Entrada de recursos no caixa da Companhia e desalavancagem financeira • Abre possibilidade de novas captações para realização de novos investimentos • Elevar a liquidez do papel (aumento do número de ações em negociação) • Melhorar a governança corporativa 10
  • 11. OFERTAS DE AÇÕES: Maiores ofertas no Brasil e no Mundo Maiores Operações no Brasil * Operação do Santander Empresa Início da Volume • Valor da Unit saiu por R$ 23,50, no meio da faixa Negociação Total (R$) do prospecto preliminar (de R$ 22 a R$ 25) 18/07/08 19,4 bilhões • A demanda superou a oferta em 2 vezes (faixa Vale de R$ 25), chegando a ser 3 vezes e meia (faixa de R$ 23) Santander 07/10/09 14,1 bilhões • Foi a maior oferta de ações de 2009 no mundo. VisaNet 29/06/09 8,3 bilhões • Maior oferta Pública Internacional já feita: US$ 24 OGX 13/06/08 6,7 bilhões bi pelo Royal Bank of Scotland. • Total de Emissões de Empresas Globais de Óleo Bovespa 26/10/07 6,6 bilhões e Gás em 2007 foi de US$ 141,6 bi, sendo US$ 28,5 bi de Empresas Norte-Americanas. BM&F 30/11/07 5,9 bilhões Considerando IPOs e ofertas de ações no país, capitalização da Petrobras poderá ser a maior da história da bolsa brasileira. 11 * Considera ofertas iniciais (IPOs) e subsequentes na Bovespa
  • 12. CAPITAL SOCIAL DA PETROBRAS Composição do Capital Social -Setembro de 2009 Ações Ações Capital Valor em US$ ACIONISTAS Ordinárias Preferenciais Social milhões UNIÃO FEDERAL 55,6% 0,0% 32,1% 67.349 BNDESPar 1,9% 15,5% 7,7% 14.055 PROGRAMA DE ADRs 26,1% 35,5% 30,1% 58.447 ESTRANGEIROS NA BOVESPA 4,3% 14,3% 8,5% 15.949 DEMAIS PJ E PF NA BOVESPA 8,5% 34,7% 19,6% 36.515 FMP - FGTS PETROBRAS 3,6% 0,0% 2,1% 4.343 TOTAL 196.658 Cotações em 08/10/2009 Dólar – R$ 1,7390 Ordinária – US$ 23,89 Preferencial – US$ 20,39 12
  • 13. CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS: Premissas para as simulações • Oferta privada destinada aos atuais acionistas e limitada à participação atual • Emissão resultante do aumento de capital obedecerá a atual distribuição das classes de ações da Companhia (ON e PN) • Menor liquidez dos mercados nacionais e internacionais • Maior oferta pública mundial foi de US$ 24 bilhões • Somente para as simulações seguintes, estamos considerando: • União exerce integralmente (100%) seus direitos na primeira etapa e na segunda etapa (“sobras”) • O exercício dos minoritários é uma decisão individual e por isso é muito difícil fazer qualquer previsão. O exercício dos minoritários serão de 10%, 30%, 50%, 70% e 90% na primeira etapa e de 100% na segunda etapa. • Fundos de investimento e pensão, nacionais e estrangeiros, possuem limitações legais e estatutárias para acompanhar o aumento de capital 13
  • 14. CAPITAL SOCIAL DA PETROBRAS: Simulação Os resultados abaixo irão depender do valor a ser estabelecido para Capitalização Os exemplos a seguir (Capitalização 1 e 2) refletem valores crescentes para a Capitalização Aumento da União no Capital Social Exercício dos Minoritários Capitalização 1 Capitalização 2 10% 4,7% 17,0% 30% 2,7% 9,8% 50% 1,5% 5,6% 70% 0,8% 2,8% 90% 0,2% 0,8% 100% sem alteração 14
  • 15. VOLUME NEGOCIADO DA PETROBRAS SUBIU SIGNIFICAMENTE NOS ÚLTIMOS ANOS • Nos últimos 5 anos, volumes financeiros negociados subiram mais de 2.000% • Crescente participação de investidores estrangeiros, que respondem por mais de 70% do volume total negociado diariamente Volume financeiro desde 2003 atéout 2009 = 2128% Em m ilhões 1,2% 100% R$183 R$325 R$535 R$1.053 R$1.934 $3.591 R$2.754 R$ 712 R$ 721 90% Nyse 35% PBR R$ 132 R$ 154 80% 39% PBR/A 43% 47% 43% 50% 52% 70% 60% 20% 50% 21% 20% R$ 580 25% 21% R$ 567 40% 10% 20% 19% 9% 6% 30% 6% 5% 5% 6% B ra s il 20% P ETR3 34% 31% 31% P ETR4 25% 27% 26% 10% 23% ago/09 set/09 0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 até 31/09 PETR4 PETR3 PETR4 (Bovespa) PETR3 (Bovespa) PBR/A (Nyse) PBR (Nyse) 15
  • 16. REAÇÃO DO MERCADO BRASILEIRO AO MODELO REGULATÓRIO PROPOSTO… Pós anúncio do Novo Marco Regulatório (31/08/2009) 115 PETR4 + 11,5% 110 Ibovespa + 8,9% Após a divulgação da 105 proposta do governo a 100 tendência de crescimento superior ao Ibovespa se 95 manteve 90 09 09 09 09 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 9/ 9/ 9/ 9/ /8 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 2/ 4/ 6/ 8/ 31 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28 30 Base 100 = 31/08/2009 Pós Lançamento dos ADRs na Nyse (10/08/2000) 900 PETR4 800 700 Ibov espa Forte elevação dos + 461,1% 600 preços das ações, desde 500 400 + 265,4% agosto de 2000. Aumento 300 da cotação foi de quase 200 500%, superando o do 100 - Ibovespa 10 /00 10 /01 10 /02 10 /03 10 /04 10 /05 10 /06 10 /07 10 /08 /1 0 10 /01 /1 1 10 /02 /1 2 10 /03 /1 3 10 /04 /1 4 10 /05 /1 5 10 /06 /1 6 10 /07 /1 7 10 /08 /1 8 10 /09 9 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 10 /8/0 /0 2 2 2 2 2 2 2 2 2 /4 /4 /4 /4 /4 /4 /4 /4 /4 /8 10 Base 100 = 10/08/2000 16
  • 17. …E NO MERCADO EXTERNO Pós anúncio do Novo Marco Regulatório (31/08/2009) 120 PBR + 15,8% 115 Brent 110 AmexOil Mercado interpretou bem + 4,7% a proposta do governo, 105 como demonstram as 100 - 1,6% valorizações mesmo com 95 o Brent sofrendo 90 desvalorização 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 09 09 09 09 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 9/ 9/ 9/ 9/ /8 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 /9 2/ 4/ 6/ 8/ 31 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28 30 Base 100 = 31/08/2009 Pós Lançamento dos ADRs na Nyse (10/08/2000) 1.200 PBR Brent 1.000 AmexOil Desde agosto de 2000, a 800 + 541,4% valorização dos recibos 600 atingiu mais que 500%, 400 superando com folga o + 132,5% 200 Brent e o índice do setor + 103,1% da indústria de óleo e gás - 0 1 1 2 2 3 3 4 4 5 5 6 6 7 7 8 8 9 9 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /0 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 /2 /8 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 Base 100 = 10/08/2000 17
  • 18. SPREAD ENTRE CLASSES DE AÇÕES REDUZIU • Maioria dos analistas que analisam a Petrobras não vê razão para elevado spread entre ações ordinárias e preferenciais, dado que a União já detém a maioria das ações com direito a voto e, portanto, o controle da Companhia • Nos últimos anos, spread oscilou entre 8% e 27%. Desde meados de 2009, spread apresenta tendência de forte redução, acentuada após a divulgação do marco 30% 27% 25% 20% 20% 15% 17% 11% 10% 8% 5% 0% 1/9/2005 1/11/2005 1/1/2006 1/3/2006 1/5/2006 1/7/2006 1/9/2006 1/11/2006 1/1/2007 1/3/2007 1/5/2007 1/7/2007 1/9/2007 1/11/2007 1/1/2008 1/3/2008 1/5/2008 1/7/2008 1/9/2008 1/11/2008 1/1/2009 1/3/2009 1/5/2009 1/7/2009 1/9/2009 Fonte: Broadcast 18
  • 19. CAPITALIZAÇÃO DA PETROBRAS: Possíveis Impactos • Entrada de dólares no mercado devido ao exercício dos acionistas estrangeiros, apreciando o Real • Diminuição do spread entre as ações Ordinárias e Preferenciais, valorizando o portfólio dos detentores de ON • Aumento da volatilidade nas ações da Petrobras durante o período que antecede a integralização das novas ações, principalmente após a definição do valor das ações para o exercício dos acionistas • Fortalecimento do mercado de capital local, demonstrando que este pode ser uma nova fonte de financiamento para todas as empresas • Porém, a depender do tamanho da operação, poderá haver uma diminuição momentânea de recursos disponíveis para outras empresas acessarem o mercado de capitais 19
  • 20. MODELO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA Desde a venda pela União de ações ordinárias, em agosto de 2000, a Petrobras aprimora seus instrumentos e procedimentos de Governança Corporativa, com transparência e equidade para com todos os acionistas. E para esta operação não poderia ser diferente e a Petrobras pretende trabalhar com: Adotando as melhores práticas de governança TRANSPARÊNCIA corporativa e disponibilizando o maior número de TOTAL informação possível para o acionista decidir E para isso pretendemos: • Divulgar o máximo de informação possível sobre o contrato e a valoração da cessão onerosa • Contratar os laudos de avaliação que nortearão a valoração da cessão com empresas de renome internacional • Estabelecer diálogo com os atuais acionistas, ouvir sugestões e críticas • Discutir em diversos fóruns as melhores alternativas, para que esta operação fortaleça a Petrobras e o mercado de capitais 20
  • 21. PONTOS IMPORTANTES DA CAPITALIZAÇÃO • Valor da cessão onerosa depende de variáveis ainda não definidas, como as áreas da cessão. Desta forma, tentativas de mensuração do valor desta cessão, no atual momento, estão sendo feitas em ambiente de incerteza • Aumento de capital também depende do contexto econômico e da disponibilidade de recursos de todos os acionistas • Participação dos acionistas na chamada de capital deve estar atrelada a expectativas em relação ao potencial futuro da Companhia e do valor a ser definido para o exercício das novas ações • Capitalização da Petrobras seguirá os preceitos legais, com os acionistas minoritários tendo todos os direitos garantidos • Valor da capitalização e participação final dos acionistas no novo capital social será derivado dos pontos abordados acima. Desta forma, concluir algo sobre resultados é prematuro 21
  • 22. Para mais informações: Relacionamento com Investidores www.petrobras.com.br/ri +55 21 3224-1510 petroinvest@petrobras.com.br 22