Tratamento da água_de_abastecimento_-_sandra

3.144 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada durante o primeiro curso de saneamento básico rural, na Embrapa Instrumentação, São Carlos - SP, outubro de 2013

Disponível em : http://saneamento.cnpdia.embrapa.br/programacao.html

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
736
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tratamento da água_de_abastecimento_-_sandra

  1. 1. Tratamento da água de abastecimento da residência rural: Clorador Embrapa O que é e como funciona
  2. 2. Contaminação da água subterrânea
  3. 3. Contaminação da água >> É muito comum a contaminação microbiológica por fossas negras >> Para resolver o problema: cloração da água
  4. 4. Clorador Embrapa >> Sistema para facilitar a cloração da água armazenada nas caixas d´água
  5. 5. Legislação para cloro Portaria 2914/2011 do Ministério da Saúde >> Água de abastecimento deve ter 0 de coliformes termotolerantes >> Concentração de cloro ativo entre 0,5 e 2 mg/L, com um número não menor que 0,2 mg/L, para ser considerada clorada.
  6. 6. Esquema representativo do Clorador Embrapa >> com destaque para seus componentes
  7. 7. Instalação do Clorador Embrapa na rede de captação de água
  8. 8. Qual tipo de cloro utilizar? >> Cloro Granulado >> Hipoclorito de Cálcio 65% (cloro ativo)
  9. 9. Como usar o cloro? >> Quantidade: 1,5 a 2 g /1000 Litros de água >> Uma colher de café >> Equivale a 1 a 1,5 mg/L de cloro >> 30 minutos depois a água estará pronta para o uso
  10. 10. Qual tipo de cloro utilizar? >> Hipoclorito de sódio >> Água sanitária (2-2,5% de cloro ativo) >> 50 mL / 1000 L de água. >> Se degrada rapidamente (algumas horas) >> Dão um sabor forte à água
  11. 11. Quando usar o cloro? >> Diariamente, mesmo que não use a água >> No início da manhã
  12. 12. Qual tipo de cloro não utilizar? >> DICLORO >> Derivados de s-triazinas
  13. 13. Dá para saber se o cloro adicionado está na quantidade correta? >> Grosseiramente, utilizando analisadores de cloro com reagentes
  14. 14. Dá para saber se o cloro adicionado está na quantidade correta? >> De forma mais precisa, com sistemas eletrônicos
  15. 15. Ao instalar o clorador >> Observar se a água a ser tratada não tem muita matéria orgânica e/ou argila dissolvida ou particulada (turbidez alta; água não límpida) >> Se sim, deve-se: >> eliminar ao máximo com o uso de filtros de areia ou floculadores (FeCl3 ou AlCl3 ou Fe2(SO4)3 ou Al2(SO4)3), para retirar o material particulado (tratamento prévio à caixa d’água) e >> utilizar carvão ativado para eliminar a matéria orgânica dissolvida
  16. 16. Ao instalar o clorador >> Lavar a caixa d´água, com sabão em pó ou detergente, antes de colocar o cloro pela primeira vez e enxaguar bem >> Ao colocar o cloro pela primeira vez, encher a caixa d´água, esperar aproximadamente 30 minutos e esvaziar toda a caixa pela tubulação da casa (para desinfectar a tubulação)
  17. 17. Ao instalar o clorador >> Se não for feita a eliminação da matéria orgânica dissolvida e a limpeza prévia da caixa d´água, poderá ocorrer a formação de substâncias organocloradas (principalmente clorofórmio), que são tóxicas e dão sabor e odor desagradável à água
  18. 18. Se a água tiver um pouco de gosto de cloro residual >> Utilizar filtro de talha com carvão ativado, que absorverá o cloro residual e minimizará consideravelmente o gosto
  19. 19. Mais informações: http://saneamento.cnpdia.embrapa.br/tecno logias/Folder_Clorador.pdf

×