Cesario Verde Num Bairro Moderno

15.308 visualizações

Publicada em

Num Bairro Moderno, de Cesário Verde. Sistematização.

Publicada em: Educação
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.479
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
372
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cesario Verde Num Bairro Moderno

  1. 1. Escola Básica 2,3/S de Vale de Cambra Português -11º ano Unidade: Cesário Verde NUM BAIRRO MODERNO, Cesário Verde Deambulando pelas ruas e escadas, Cesário Verde vai focando sucessivamente espaços diferentes e os seres que neles se movimentam, como se possuísse uma “Câmara” de filmar. “Num Bairro Moderno”, 2007 Francisco Jesus FRAGUIAL www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 1
  2. 2. «Still Life», 1864 - Édouard MANET quot;Natureza-Morta com cesto de frutas. A mesa da cozinha“ - 1905 – Paul CÉZANNE quot;Natureza-Morta com Peras e Uvasquot; , 1880 - Claude MONET www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 2
  3. 3. Guiseppe Arcimbold -1527-1593 www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 3
  4. 4. NUM BAIRRO MODERNO – Deambulação / Observação / Transfiguração EU Observação Geral da realidade exterior – Focalização da realidade: Rapariga MOVIMENTO (“eu descia”) OBSERVAÇÃO (“Notei…” / “examinei-a”) Transfiguração da Encontro com a rapariga que Observação da realidade → → o interpela realidade ↓ ↓ exterior TRANSFORMAÇÃO PARAGEM MOVIMENTO (“Se eu transformasse…”) (“Se me ajudasse?”) (“ E quando sigo para o lado oposto…”) → TRANSFIGURAÇÃO da REALIDADE Particularização da observação Percepção da realidade - Transformação www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 4
  5. 5. Cesário Verde: “Pinto Quadros por Sinais” Análise Deambulação Contrastes Binómio : Cidade|Campo Humilhação Questão Social Objectividade | Realismo Sentidos Metáforas Impressionismo Transfiguração | Poetização do Real www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 5
  6. 6. Síntese: Para Reflectir: “(Cesário Verde ensinou a poesia de respirar, de caminhar, de ver com amor, ingenuamente, sem prevenções, tudo quanto a vida nos oferece. (…) E a poesia do trabalho útil. (…) E uma linguagem nova, de seiva burguesa e popular, rica de termos concretos, bastante dúctil e atrevida, para sugerir a mistura de sensações e as rápidas interferências do físico e do anímico, uma linguagem impressionista e fantasista, e, ao mesmo tempo, nervosa, sacudida, coloquial.” Jacinto Prado Coelho, Problemática da História Literária, 2ªed. Revista e ampliada, Lisboa, Edições Ática, 1961, pp. 184-185 in CABRAL, A. S. ((s/d) Cesário Verde – Propostas de Análise, Edições Sebenta – Português, p. 31 www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 6
  7. 7. Bibliografia Usada: BORREGANA, A. Afonso (2008) Cesário Verde, António Nobre, Guerra Junqueira, Camilo Pessanha, Teixeira de Pascoaes – O texto em análise. Lisboa Texto Editores. CABRAL, A. S. (s/d) Cesário Verde – Propostas de Análise. Edições Sebenta – Português. http://www.prof2000.pt/users/secjeste/cesverde/BairMode.htm http://www.ricci-arte.biz/pt/Giuseppe-Arcimboldo.htm www.sebentadigital.com| Português 11ºano | Profª Dina Baptista 7

×