Magnetismo Ímãs
Imãs <ul><li>Primeiras observações registradas por José Maria na Magnésia, uma Região da Tessália (que atualmente faz part...
Orientação de um ímã livre <ul><li>Um ímã livre alinha-se na direção norte-sul. </li></ul><ul><li>Os pólos (extremidades) ...
Pólos de um ímã <ul><li>A distribuição da limalha de ferro mostra a existência de um Campo Magnético . </li></ul><ul><li>E...
Forças entre ímãs <ul><li>Princípios da atração e da repulsão: Pólos iguais se repelem, pólos iguais se atraem. </li></ul>
Inseparabilidade <ul><li>Cada pedaço de um ímã é um novo ímã. </li></ul><ul><li>Não existem pólos magnéticos isolados (mon...
Campo Magnético <ul><li>As linhas de indução do Campo Magnético “saem” do pólo norte e “entram” no pólo sul do ímã. </li><...
Magnetismo Terrestre <ul><li>A Terra se comporta como um grande ímã cujo pólo norte magnético se encontra próximo ao sul g...
Vetor Campo Magnético
Campo Magnético Uniforme
Força Magnética <ul><li>O campo magnético atua sobre cargas em movimento, exercendo sobre elas uma força proporcional à su...
Força Magnética A força Magnética é diretamente proporcional à carga da partícula, à sua velocidade e à intensidade do cam...
Força Magnética <ul><li>As regras da mão esquerda e do “tapa” indicam a orientação da força sobre uma carga positiva. Para...
Exemplos: F=0N
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Partícula lançada paralelamente ao campo magnét...
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Partícula lançada perpendicularmente ao campo m...
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Raio do MCU: </li></ul><ul><li>Período do MCU: ...
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Partícula lançada obliquamente ao campo magnéti...
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Raio do MHU: </li></ul><ul><li>Passo do MCU: </...
Origem do Campo Magnético A natureza é simétrica!
O experimento de Oersted <ul><li>A agulha de uma bússola sofre desvio quando esta é colocada nas proximidades de uma corre...
Campo grado por um condutor retilíneo “infinito”
Campo grado por uma espira circular
Campo grado por um solenóide
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Magnetismo noturno

1.419 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.419
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Magnetismo noturno

  1. 1. Magnetismo Ímãs
  2. 2. Imãs <ul><li>Primeiras observações registradas por José Maria na Magnésia, uma Região da Tessália (que atualmente faz parte da Grécia). </li></ul><ul><li>Os relatos se referem a um mineral que atrai pedaços de ferro: o ímã natural (Fe 3 O 4 ). </li></ul>
  3. 3. Orientação de um ímã livre <ul><li>Um ímã livre alinha-se na direção norte-sul. </li></ul><ul><li>Os pólos (extremidades) do ímã recebem o nome dos pólos geográficos para os quais apontam. </li></ul>
  4. 4. Pólos de um ímã <ul><li>A distribuição da limalha de ferro mostra a existência de um Campo Magnético . </li></ul><ul><li>Esse campo é mais intenso próximo aos pólos. </li></ul>
  5. 5. Forças entre ímãs <ul><li>Princípios da atração e da repulsão: Pólos iguais se repelem, pólos iguais se atraem. </li></ul>
  6. 6. Inseparabilidade <ul><li>Cada pedaço de um ímã é um novo ímã. </li></ul><ul><li>Não existem pólos magnéticos isolados (monopólos magnéticos). </li></ul>
  7. 7. Campo Magnético <ul><li>As linhas de indução do Campo Magnético “saem” do pólo norte e “entram” no pólo sul do ímã. </li></ul><ul><li>Na presença de um campo magnético externo, a tendência de um ímã livre é alinhar-se ao mesmo, com seu pólo Norte apontando o sentido das linhas de indução. </li></ul>
  8. 8. Magnetismo Terrestre <ul><li>A Terra se comporta como um grande ímã cujo pólo norte magnético se encontra próximo ao sul geográfico e cujo pólo sul magnético se encontra próximo ao norte geográfico. </li></ul>
  9. 9. Vetor Campo Magnético
  10. 10. Campo Magnético Uniforme
  11. 11. Força Magnética <ul><li>O campo magnético atua sobre cargas em movimento, exercendo sobre elas uma força proporcional à sua velocidade e ao próprio campo, perpendicular a ambos. </li></ul><ul><li>A intensidade da força também depende da direção relativa entre v e B. </li></ul>
  12. 12. Força Magnética A força Magnética é diretamente proporcional à carga da partícula, à sua velocidade e à intensidade do campo magnético. A força também é nula sobre partículas que se movem paralelamente às linhas de força do campo magnético e máxima sobre partículas que se movem perpendicularmente a essas linhas.
  13. 13. Força Magnética <ul><li>As regras da mão esquerda e do “tapa” indicam a orientação da força sobre uma carga positiva. Para cargas negativas, devemos inverter o sentido da força. </li></ul>
  14. 14. Exemplos: F=0N
  15. 15. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Partícula lançada paralelamente ao campo magnético: </li></ul>Nesse caso não há força magnética. A partícula se mantém em Movimento Retilíneo Uniforme (MRU)
  16. 16. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Partícula lançada perpendicularmente ao campo magnético: </li></ul><ul><li>A força magnética atua como força centrípeta </li></ul><ul><li>A partícula executa movimento circular uniforme (MCU) </li></ul>
  17. 17. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Raio do MCU: </li></ul><ul><li>Período do MCU: </li></ul>
  18. 18. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Partícula lançada obliquamente ao campo magnético: </li></ul><ul><li>O movimento da partícula será uma composição dos dois movimentos anteriores: MCU e MRU. </li></ul><ul><li>O resultado será um movimento helicoidal uniforme (MHU). </li></ul><ul><li>A distância d é chamada de “passo” do movimento helicoidal. </li></ul>
  19. 19. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme <ul><li>Raio do MHU: </li></ul><ul><li>Passo do MCU: </li></ul>Obs: θ é o ângulo formado entre a velocidade da partícula e as linhas de força do campo magnético.
  20. 20. Origem do Campo Magnético A natureza é simétrica!
  21. 21. O experimento de Oersted <ul><li>A agulha de uma bússola sofre desvio quando esta é colocada nas proximidades de uma corrente elétrica. </li></ul><ul><li>A corrente elétrica é capaz de produzir um campo magnético! </li></ul>
  22. 22. Campo grado por um condutor retilíneo “infinito”
  23. 23. Campo grado por uma espira circular
  24. 24. Campo grado por um solenóide

×