Prova07

295 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prova07

  1. 1. LÍNGUA PORTUGUESA 3 Reescrevendo a passagem retirada do Texto I, o sentidoTexto I se mantém em A sua vez (A) “Boa parte das brincadeiras infantis são um ensaio para a vida adulta.” ( . 1-2) - As brincadeiras infantis são, em grande parte, um ensaio para a vida adulta. Você já é grandinho o (B) “E, ah, quando não há ninguém por perto, brinca de suficiente para saber que médico também.” ( . 5-6) - E, ah, brinca de médico brincadeira é para a vida quando também não há ninguém por perto. toda (C) “Talvez seja por isso que a gente pare de brincar aos poucos -” ( . 8-9) - Por isso, talvez, a gente é que pare de brincar aos poucos. (D) “Mas será que parar de brincar é, de fato, uma decisão Boa parte das brincadeiras infantis são um ensaio para a vida adulta. Criança brinca de ser mãe, madura?” ( . 11-12) - Mas será que uma decisão pai, cozinheiro, motorista, polícia, ladrão (e isso, você realmente madura não é parar de brincar? sabe, não implica nenhum tipo de propensão ao crime). (E) “Você só brinca de verdade (ainda que de mentirinha) 5 E, ah, quando não há ninguém por perto, brinca de pelo prazer de brincar.” ( . 18-19) - Ainda que de médico também. É uma forma de viver todas as vidas mentirinha, só você brinca de verdade pelo prazer de possíveis antes de fazer uma escolha ou descoberta. brincar. Talvez seja por isso que a gente pare de brincar aos poucos – como se tudo isso perdesse o sentido quando10 viramos adultos de verdade. E tudo agora é para valer. 4 Mas será que parar de brincar é, de fato, uma decisão Assinale a afirmativa procedente em relação às ideias do madura? Texto I. Atividades de recreação e lazer estimulam o (A) A fantasia, na idade adulta, cerceia a atividade imaginário e a criatividade, facilitam a socialização e profissional do indivíduo.15 nos ajudam a combater o estresse. Mas, se tudo isso (B) A fase adulta, por traduzir a realidade, não comporta for o objetivo, perde a graça, deixa de ser brincadeira. mais brincadeiras. Vira mais uma atividade produtiva a cumprir na (C) As brincadeiras na infância determinam o rumo que a agenda. Você só brinca de verdade (ainda que de mentirinha) pelo prazer de brincar. E só. Como escreveu vida do indivíduo irá tomar.20 Rubem Alves, quem brinca não quer chegar a lugar (D) Atividades de recreação e lazer precisam ter um nenhum – já chegou. espaço na fase adulta. QUINTANILHA, Leandro (E) Na fase adulta, as brincadeiras infantis devem ser Disponível em: http://www.vidasimples.abril.com.br/edicoes/073/pe estimuladas com o intuito de contrabalançar os _no_chao/conteudo_399675.shtml impactos causados pela realidade.1Quanto à tipologia, o Texto I classifica-se como 5(A) injuntivo. (B) narrativo. Em, “Mas, se tudo isso for o objetivo, perde a graça, deixa de(C) descritivo. (D) expositivo. ser brincadeira.” ( . 15-16), o conectivo destacado estabele-(E) argumentativo. ce, entre a ideia que introduz e a anterior, uma relação de2 (A) causa.“Mas, se tudo isso for o objetivo, perde a graça, deixa de (B) condição.ser brincadeira.” ( . 15-16) (C) conclusão.A justificativa para o que se afirma na passagem acima (D) conformidade.está na (E) oposição.(A) casualidade com que as atividades de recreação e lazer ocorrem. 6(B) esporadicidade em relação ao tempo disponível das A segunda palavra é grafada com a(o) mesma(o) pessoas para recreação e lazer. letra(dígrafo) que foi destacada(o) na palavra anterior em(C) intencionalidade com relação à prática das atividades de recreação e lazer. (A) propensão conten____ão(D) periodicidade cujo espaço de tempo entre uma (B) recreação ___mpecilho ocorrência e outra não surte o efeito esperado. (C) lazer anali____ar(E) regularidade da prática de tais atividades, o que faz (D) socialização parali____ar com que se torne uma rotina na vida das pessoas. (E) estresse exce___ão 3 ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br
  2. 2. 7 8O verbo destacado é impessoal na frase Na passagem “...o grupo pretende expandir a periodicidade(A) “(e isso, você sabe, não implica nenhum tipo de das visitas.” ( . 34-35), o vocábulo destacado pode ser propensão ao crime).” ( . 3-4). substituído, sem alteração de sentido, por(B) “E, ah, quando não há ninguém por perto,...” ( . 5). (A) postergar. (B) protelar.(C) “E tudo agora é para valer.” ( . 10). (C) alternar. (D) dirimir.(D) “Vira mais uma atividade produtiva a cumprir...” ( . 17). (E) dilatar.(E) “quem brinca não quer chegar a lugar nenhum –” ( . 20-21). 9 As expressões abaixo, retiradas do Texto II, que contras-Texto II tam semanticamente são: (A) “dose de carinho e dedicação” ( . 2) e “alegria paraTerapia do humor em hospital com doutores do riso os pacientes” ( . 18). (B) “a ansiedade e o sofrimento dos internados” ( . 11) e Com o objetivo de contagiar as pessoas com uma dose de carinho e dedicação é que o Grupo Doutores “pacientes da clínica médica e da pediatria” ( . 12-13). do Riso realizou esta semana uma visita no Hospital (C) “ambiente de hospital” ( . 20) e “O trabalho do Grupo” e Maternidade Vital Brazil despertando sorrisos de ( . 24). 5 pacientes e funcionários. Formado por uma equipe (D) “O projeto Doutores do Riso” ( . 22) e “forma de multiprofissional de voluntários, os Doutores do Riso descontração” ( . 25-26). visitam, além de hospitais, creches e asilos. (E) “As visitas no hospital” ( . 33) e “motivos para sorrir, A visita no HMVB contou com a participação de sempre.” ( . 17-18). três voluntários: Silvio Lopes, o Farofa, Janete, a10 Bolinha, e Lúcio, o Batatinha. Com o intuito de minimizar 10 a ansiedade e o sofrimento dos internados, os No Texto II, quem expressa a opinião de que a situação é integrantes visitaram pacientes da clínica médica gratificante principalmente para os voluntários é o(a) e da pediatria do hospital. Há sete anos à frente dos (A) Farofa. trabalhos do grupo, Silvio conta que, durante as visitas, (B) Bolinha.15 eles são sempre bem-vindos. (C) Batatinha. “Não existe ninguém que não queira receber (D) narrador. carinho e alegria. Todo mundo quer ter motivos para (E) socioambientalista. sorrir, sempre. Mais do que alegria para os pacientes, somos nós quem ganhamos com essas visitas. 1120 O ambiente de hospital por si, já é sério, por isso, a De acordo com o Texto II, o Grupo Doutores do Riso importância do nosso trabalho”, conta o humorista. (A) é formado por artistas humoristas diversos. O projeto Doutores do Riso atua no HMVB por (B) dedica-se a visitar, semanalmente, hospitais. intermédio de Érica Dias, da Responsabilidade (C) estende seu trabalho a outras entidades. Socioambiental. “O trabalho do Grupo é de grande (D) contou com a presença de outros artistas, além dos25 importância para o hospital por ser uma forma de citados no texto, quando da visita ao HMVB. descontração; um momento de levar alegrias e desper- (E) tem a intenção de aumentar seu vínculo empregatício tar o bom humor das pessoas que aqui estão”, define. com o hospital. Por onde eles passam, a alegria é certa, garante Janete. “Nosso trabalho não é voltado somente para 1230 crianças. Somos sempre muito espontâneos e imagino Em qual das seguintes frases está INCORRETO, segundo que conseguimos levar alegria para pessoas de todas o registro culto e formal da língua, o uso da(s) vírgula(s)? as idades, por onde passamos”, destaca. (A) Durante as visitas do grupo, os pacientes e os funcio- As visitas no hospital acontecem em média nários recebem carinho e atenção. duas vezes por mês, mas o grupo pretende expandir a (B) É preciso divulgar o nosso projeto em outros hospitais,35 periodicidade das visitas. “Nós temos um carinho muito disse um dos participantes. grande pelo Vital Brazil e já está em fase de discussão (C) Os idosos, chorando de emoção, despediam-se dos estabelecer um “plantão” aqui, para que possamos mar- voluntários. car presença com mais frequência no HMVB”, expli- (D) O diretor da Instituição acredita que, a equipe ca Lúcio. (Adaptado) multiprofissional de voluntários, contagia a todos. Disponível em: http://www.plox.com.br/caderno/ci%C3%AAncia-e- (E) O projeto do Grupo Doutores do Riso, além de trazer sa%C3%BAde/terapia-do-humor-em-hospital-com-doutores-do-riso conforto, minimiza o sofrimento dos pacientes. 4ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br
  3. 3. 13 17Em “As visitas no hospital acontecem em média duas Qual das ações abaixo protege um microcomputador e suasvezes por mês, mas o grupo pretende expandir a periodi- informações?cidade das visitas.” ( . 33-35), o conectivo destacado só (A) Executar anexos de e-mails desconhecidos.NÃO pode ser substituído, devido a alterar o sentidooriginal, por: (B) Executar macros do Excel que contenham vírus.(A) não obstante. (B) no entanto. (C) Desligar o sistema de firewall.(C) todavia. (D) contudo. (D) Atualizar o sistema operacional periodicamente.(E) porquanto. (E) Armazenar senhas em arquivos textos na área de tra- balho.14Os profissionais do riso, ________ partir de amanhã,darão assistência, também, ________ família dos 18pacientes que estão internados, __________ espera deum transplante.As palavras que preenchem, corretamente, as lacunas dafrase acima são(A) à – à – à (B) à – à – a(C) a – à – à (D) a – a – à(E) a – a – a15Leia as frases abaixo.I - Fazem, hoje, três meses que participo de um traba- lho voluntário.II - Seremos nós quem conseguirá levar esperança Ao navegar na Internet utilizando o Microsoft Internet para os enfermos. Explorer, João recebeu a mensagem acima. Esta mensa-III - Não deve haver pessoas que não apreciem as gem significa que nossas brincadeiras. (A) o Microsoft Internet Explorer detectou que oEm relação à concordância dos verbos destacados, microcomputador de João está com vírus.está(ão) correta(s) a(s) frase(s) (B) o Microsoft Internet Explorer será fechado porque ocor-(A) I, apenas. (B) I e II, apenas. reu um erro.(C) I e III, apenas. (D) II e III, apenas. (C) a velocidade da conexão do microcomputador com a(E) I, II e III. Internet se tornou muito baixa. (D) a conexão do microcomputador de João com a Internet CONHECIMENTOS GERAIS está sendo monitorada. (E) João saiu de um site que utilizava uma conexão segu- NOÇÕES DE INFORMÁTICA ra e foi para outro que não utiliza conexão segura.16As figuras abaixo apresentam três ícones - padrão no 19Windows XP. Considere uma planilha no Microsoft Excel com valores e fórmula especificados para as seguintes células: A1 com valor igual a 5; A2 com valor igual a 7; B1 com valor igual a 2; B2 com valor igual a 4 e C1 com a seguinte fórmula 1 2 3 =(A2-A1)*B1+B2. O valor apresentado na célula C1 éOs ícones acima representam, respectivamente, (A) 4(A) arquivo texto, documento do Word e pasta. (B) 5(B) arquivo texto, pasta e arquivo texto. (C) 6(C) pasta, documento do Excel e lixeira.(D) pasta, documento do Word e arquivo texto. (D) 7(E) pasta, lixeira e documento do Excel. (E) 8 5 ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br
  4. 4. 20 22A tela a seguir está sendo utilizada para criar uma mensa- O §2o do Art. 4o da Lei no 8.080, de 19/09/90 (SUS), pres-gem no Microsoft Outlook. creve: “a iniciativa privada poderá participar do Sistema Único de Saúde - SUS, em caráter complementar.” Sobre a participação da iniciativa privada no SUS, de acordo com a Lei, considere as afirmativas a seguir. I – Os critérios e valores para a remuneração de servi- ços pelo setor privado serão definidos nos contratos e convênios firmados com as instituições. II – Os procedimentos dos serviços privados de saúde serão controlados e fiscalizados pela direção muni- cipal do SUS. III – Os proprietários das entidades privadas contratadas não poderão exercer cargo de chefia ou função de confiança no SUS. Está(ão) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s) (A) I. (B) II. (C) III. (D) I e II. (E) II e III. 23 Considere as situações a seguir, envolvendo os servido- res (do Estado do Tocantins) X, Y e Z, todos em estágio probatório.O campo Cc é utilizado para(A) definir a prioridade da mensagem. I – Z pretende aceitar a convocação para exercer car-(B) indicar destinatários que receberão cópias da mensa- go de provimento em comissão em órgão público gem. do Governo do Estado de Goiás.(C) anexar arquivos na mensagem. II – Y pretende aceitar a convocação para exercer fun-(D) escrever o conteúdo da mensagem. ção de chefia no órgão no qual se encontra lotado.(E) informar quem está escrevendo a mensagem. III – X pretende que lhe seja concedida licença para tra- tar de interesses particulares. LEGISLAÇÃO Encontra(m)-se em conformidade com a Lei no 1.818, de 23/08/2007 (Estatuto do Servidor do Estado do Tocantins), APENAS a(s) situação(ões)21 (A) I. (B) II.De acordo com a Lei no 1.588, de 30/06/2005 (PCCS dos (C) III. (D) I e II.Profissionais da Saúde do Estado do Tocantins), com re- (E) II e III.dação dada pela Lei no 1.861, de 06/12/2007, é VEDADAa evolução funcional do profissional da saúde que, no pe- 24ríodo avaliado, estiver nas seguintes situações: Um servidor estadual (Tocantins) foi punido com demissão, por decisão administrativa. Ingressando com uma ação judi-I – mais de três faltas injustificadas; cial, obteve sentença favorável, que determinava seu retor-II – estágio probatório; no ao cargo que até então ocupava. Neste caso, o servidorIII – cumprimento da pena decorrente de processo disci- plinar ou criminal. I – terá direito ao ressarcimento de todas as vantagens; II – ficará em disponibilidade, se o cargo for extinto; III – será aproveitado em outro cargo, se o cargo estiverEstá(ão) correta(s) APENAS a(s) situação(ões) ocupado por outro servidor.(A) I.(B) II. Está(ão) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s)(C) III. (A) I. (B) II.(D) I e II. (C) III. (D) I e II.(E) II e III. (E) II e III. 6ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br
  5. 5. 25 28Um servidor público estadual (Tocantins) foi punido com ONDE TRABALHAM OS CIENTISTASpena de advertência (por escrito) em razão de um ato de País Empresas Universidades Outrosinsubordinação praticado em serviço (Art. 134, Inciso XXI, Estados Unidos 80% 13% 7%da Lei no 1.818, de 23/08/2007). Dois anos após a aplica- Alemanha 61% 24% 15%ção da sanção, ele incorreu em nova falta, desta vez por Rússia 51% 15% 34%haver se apresentado em serviço em estado de embria- Brasil 27% 66% 7%guez alcoólica. De acordo com o Estatuto dos Servidores Universidade de Brasília, 2008.Públicos Civis do Estado do Tocantins, esse servidor de-verá ser punido com Os dados acima revelam o contraste entre a situação bra-(A) demissão. sileira e a dos demais países, quanto à participação de(B) suspensão, por ser reincidente. cientistas nas empresas.(C) advertência, uma vez que as faltas em que incorreu A situação do Brasil em relação a esse aspecto permite indicar a preocupação com o risco mais direto da perda de são distintas. (A) apoio dos financiamentos governamentais.(D) advertência, uma vez que o registro da falta anterior foi (B) competitividade entre as empresas nacionais. cancelado após o tempo transcorrido. (C) cooperação com setores empresariais estrangeiros.(E) remoção. (D) postos de emprego de trabalhadores não qualificados. (E) prestígio dos segmentos da sociedade civil. 29 ATUALIDADES O ministro das relações exteriores do Brasil, Celso Amorim, ao ser perguntado sobre a entrada de um determinado país26 da América Latina, grande produtor de petróleo, noEm maio de 2009, o Governo do Estado do Tocantins im- Mercosul, respondeu favoravelmente, alegando que o Brasilplantou o programa Agita Família em nove municípios tem com esse país o maior saldo comercial e que, do pon-prioritários, com o intuito de promover a qualidade de vida to de vista mais amplo, geoestratégico, segue o ministro, o Mercosul:da população tocantinense.Esse programa está diretamente relacionado à área da “Deixa de ser, no imaginário das pessoas, o(A) assistência social. mercado comum do Cone Sul para ser o mer-(B) educação popular. cado da América do Sul, de uma grande parte(C) habitação popular. dela. [O país] é nosso vizinho e tem tradições(D) saúde pública. culturais, apesar da língua espanhola, muito parecidas com as nossas, muita mistura, um(E) segurança pública. componente negro mais forte que outros paí- ses da América do Sul”.27 Revista Carta Capital. 13 maio 2009.No Brasil, as centrais sindicais cresceram e nunca tiveramtanto poder como agora. Elas surgiram na década de 1970, O país latino-americano a que se refere o ministro é amas existiam na informalidade, sendo sustentadas por sin- (A) Bolívia. (B) Colômbia. (C) Costa Rica. (D) Nicarágua.dicatos grandes. De 2008 a 2009, por exemplo, a Força (E) Venezuela.Sindical e a União Geral dos Trabalhadores cresceram 44%e 41%, respectivamente. 30Esse crescimento expressivo e recente das centrais sindi- Atualmente, no estado do Tocantins, o setor industrial écais é explicado pelo seguinte fator principal: representado principalmente pela agroindústria, centraliza-(A) reconhecimento legal. da em distritos instalados em quatro cidades-polo. Dentre essas cidades-polo, além da capital Palmas, está(B) incremento das indústrias. incluída(C) aumento das exportações. (A) Gurupi. (B) Pau D’ Arco.(D) expansão dos postos de trabalho. (C) Pedro Afonso. (D) Paraíso do Tocantins.(E) redução de suas rivalidades. (E) Miracema do Tocantins. 7 ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br
  6. 6. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 36 Em relação à consulta de enfermagem, pode-se afirmar que31Em um processo de abortamento incompleto, estão presentes, I – é atividade própria do enfermeiro;com maior frequência, os sinais: II – contribui para a promoção, prevenção e proteção da(A) dor, febre e náuseas. saúde;(B) febre, cólicas e náuseas. III – pode ser delegada à equipe de enfermagem;(C) sangramento, cólicas e febre. IV – mantém atividades de vigilância sanitária;(D) dor, sangramento e expulsão de tecido. V – utiliza princípios de universalidade, equidade e(E) expulsão de tecido, sangramento e cólicas. integralidade das ações de saúde.32 Estão de acordo com a Lei n o 7.498, de 25/06/1986, APENAS as afirmaçõesEntre as causas conhecidas mais frequentes do (A) I, II e III. (B) I, II e V.abortamento encontram-se (C) I, III e IV. (D) II, IV e V.(A) tentantivas abortivas e febre. (E) III, IV e V.(B) obesidade e câncer de mama.(C) presença de DST e câncer de mama. 37(D) obesidade e anormalidade cromossômica. A Lei no 5.905, de 12/07/1973, que dispõe sobre a criação(E) anormalidade cromossômica e presença de DST. dos Conselhos Federal e Regionais de Enfermagem, esta- belece como competências do Conselho Federal:33No processo de enfermagem, o histórico de enfermagem e a I – instalar Conselhos Regionais;prescrição de enfermagem se referem, respectivamente, à(ao) II – instituir o modelo de Carteiras Regionais;(A) determinação global de assistência de enfermagem e III – elaborar o Código de Deontologia de Enfermagem; roteiro diário que coordena a ação de enfermagem nos IV – promover estudos e campanhas para aperfeiçoa- cuidados adequados ao atendimento. mento profissional;(B) determinação global da assistência de enfermagem e V – abrir campo de trabalho e publicar relatórios anuais relato diário ou periódico das mudanças sucessivas que de seus trabalhos. ocorrem na assistência ao ser humano.(C) identificação das necessidades básicas do ser humano Pertencem ao Conselho Federal APENAS as competências e estimativa da sua capacidade em atender a estas (A) I, II e III. (B) I, II e IV. necessidades, após a implementação do plano (C) I, III e V. (D) II, IV e V. assistencial. (E) I, II, III e IV.(D) identificação das necessidades básicas do ser humano e roteiro semanal que coordena a ação de enferma- 38 gem nos cuidados adequados ao atendimento. Segundo o atual calendário vacinal do Ministério da(E) roteiro sistematizado para o levantamento de dados e Saúde, dos 11 aos 19 anos deve-se estar em dia com as relato diário ou periódico das mudanças sucessivas que vacinas contra ocorrem na assistência ao ser humano. (A) Hepatite B, Rubéola, Tuberculose e dT. (B) Hepatite B, Meningite, Rubéola e SCR.34 (C) Hepatite B, Febre amarela, SCR e dT.Em um paciente diabético, desorientado, confuso, deve-se (D) Meningite, Rubéola, Tuberculose e SCR.aplicar a seguinte conduta neurológica: (E) Meningite, Febre amarela, Tuberculose e dT.(A) Escala de Braden.(B) Escala de Ramsay. 39 A vacina SCR (tríplice viral) deve ser administrada em(C) Escala de Glasgow. mulheres na faixa etária de(D) medida hipoglicemiante. (A) 12 a 39 anos. (B) 12 a 49 anos.(E) medida hiperglicemiante. (C) 12 a 54 anos. (D) 15 a 39 anos. (E) 15 a 49 anos.35O Sistema Único de Saúde (SUS) tem como objetivo 40atender às pessoas por intermédio das ações de O choque caracterizado por perda de sangue e plasma,(A) promoção, assistência e prevenção da saúde. em decorrência de vômitos e diarreias prolongadas,(B) promoção, proteção e recuperação da saúde. denomina-se(C) promoção, atenção e recuperação da saúde. (A) hipovolêmico. (B) cardiogênico.(D) promoção, recuperação e prevenção da saúde. (C) neurogênico. (D) hipoxemia.(E) recuperação, atenção e prevenção da saúde. (E) séptico. 8ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br
  7. 7. 41 46Segundo o Ministério da Saúde, a ação prioritária no A intubação endotraqueal de emergência é indicada no casocombate às DST (HIV/AIDS), a ser viabilizada pelos deserviços de saúde, em atenção aos adolescentes, é (A) infarte do miocárdio.(A) reforçar a prevenção à gestação precoce. (B) insuficiência respiratória.(B) incentivar o uso de preservativos. (C) traumatismo intra-abdominal.(C) promover a escolha de anticoncepcionais adequados. (D) intoxicação aguda pelo álcool.(D) promover a redução de morbimortalidade e a saúde (E) ingestão de venenos corrosivos. sexual e reprodutiva.(E) promover palestras de educação sexual. 47 Ao administrar um medicamento, os cinco itens que a42 enfermeira deve conferir atentamente são:A prática da enfermagem tem como responsabilidade (A) nome genérico, nome comercial, dose, via de adminis-prestar assistência a pessoas, grupos e comunidades, tração e horário.obedecendo ao Sistema da Assistência de Enfermagem,na seguinte ordem: (B) nome genérico, ação, via de administração, dose e(A) histórico, exame físico e prescrição. horário.(B) histórico, prescrição e anotação. (C) nome genérico, paciente, dose, via de administração e(C) exame físico, evolução e histórico. horário.(D) exame físico, prescrição e evolução. (D) paciente, dose, medicamento, via de administração e(E) evolução, prescrição e anotação. horário. (E) paciente, medicamento, dose, prazo de validade e43 horário.Segundo especialistas em epidemiologia, o nível de saúdede uma nação pode ser avaliado com a utilização de 48apenas três indicadores de saúde, que são: Uma finalidade da auditoria em enfermagem é(A) condições socioeconômicas, aspectos demográficos e (A) fornecer dados para controle de infecções hospitalares. mortalidade materna. (B) fornecer dados para a prevenção de acidentes de(B) condições socioeconômicas, mortalidade materna e trabalho. mortalidade infantil. (C) fornecer dados estatísticos sobre o uso de material(C) mortalidade materna, aspectos demográficos e expec- permanente. tativa de vida. (D) identificar as áreas de deficiência em relação à assis-(D) mortalidade infantil, mortalidade materna e expectativa tência de enfermagem prestada. de vida.(E) expectativa de vida, mortalidade infantil e aspectos (E) colaborar com associações de voluntários do hospital. demográficos. 4944 Visando ao sucesso dos programas de assistência ao oO enfermeiro, segundo a Lei n 7.498, de 25/06/1986, idoso, que têm por finalidade desenvolver ações para aexerce a enfermagem agindo privativamente na melhoria da qualidade de vida, devem, obrigatoriamente,(A) administração de medicação intravenosa. realizar(B) realização do controle de diversos materiais e equipa- (A) ações comunitárias pelo idoso. mentos. (B) atividades para o idoso.(C) organização e direção dos serviços de saúde. (C) atividades filantrópicas para a 3a idade.(D) organização e direção dos serviços de enfermagem. (D) atividades com a família do idoso.(E) organização e direção dos serviços clínicos, cirúrgicos (E) atividades educativas com público diverso. e ambulatoriais. 5045 No Programa de Controle da Hanseníase do Ministério daUm número limitado de danos à saúde é objeto devigilância sanitária. As autoridades decidem quais são Saúde, cabe ao enfermeiro oferecer atenção individualizadaesses danos e passam a acompanhar a evolução de ao paciente, parasua incidência, recorrendo às fontes de dados disponíveis, (A) identificar as formas de interação do paciente com osque são as(os) outros seres vivos.(A) notificações compulsórias. (B) realizar visitas domiciliares nas comunidades.(B) resultados laboratoriais. (C) avaliar o estado de saúde do indivíduo na consulta de(C) inquéritos comunitários. enfermagem.(D) levantamentos de dados. (D) gerenciar as ações de assistência e enfermagem.(E) registros em bancos de sangue. (E) realizar o agendamento da clientela. 9 ENFERMEIRO www.pciconcursos.com.br

×