O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Revista Estudos Feministas: corpo editorial, qualificação e internacionalização

115 visualizações

Publicada em

Apresentação feita por Cristina Scheibe Wolf no V Ciclo de Debates Periódicos UFSC realizado no dia 31 de maio de 2017 na Biblioteca Central da UFSC.

Publicada em: Ciências
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revista Estudos Feministas: corpo editorial, qualificação e internacionalização

  1. 1. Revista Estudos Feministas – Corpo Editorial, qualificação e internacionalização Cristina Scheibe Wolff cristina.wolff@ufsc.br
  2. 2. A Revista Estudos Feministas • Início – 1992 – A partir de projeto da Fundação Carlos Chagas e FORD Foundation UFRJ - semestral • 1999 – Início da publicação na UFSC – Editoras Miriam Grossi e Cláudia Lima Costa • Retomada da periodicidade • Indexação • Editoria coletiva com comitês para as diversas seções da revista • A partir de 2004, publicação quadrimestral
  3. 3. Internacionalização • A indexação nos trouxe aos poucos um grande reconhecimento internacional • Publicação em português e espanhol, e a partir de 2016, inglês. • Inglês como exigência do Scielo – 25%: desafios • CNPq: corpo editorial internacional
  4. 4. Dados de internacionalização e acessos http://www.redalyc.org/revista.oa?tipo=produccion&id=381&perfil=descargas#containe rBarDownloadByCountry
  5. 5. Desafios Atuais • Manutenção da revista (financeira)pela exigência cada vez maior de qualificação do trabalho editorial • “Reprodução” da equipe editorial – desde editoras a estagiárias • Incorporação de editoras internacionais • Política de tradução • Divulgação • Valorização do trabalho editorial
  6. 6. Obrigada! ref@cfh.ufsc.br cristina.wolff@ufsc.br

×