Alunas: Fabrícia, Clara, Renata e Sophia Ano/Turma: 9° B Professor: Marcelo
<ul><li>Planalto:  Planalto  ou  plateau  é a classificação dada a uma forma de relevo  constituída por uma superfície ele...
<ul><li>Um dos principais planaltos é o Planalto Central Goiano, o qual se limita pelo norte e nordeste pela Depressão de ...
<ul><li>A Chapada dos Veadeiros possui uma diversa mistura de aspectos geomorfológicos, as formas de relevo estão relacion...
<ul><li>Cavalcante possui mais de 150 cachoeiras catalogadas, porém nem todas com acesso aberto para visitação. Toda essa ...
<ul><li>Cachoeira Santa Bárbara </li></ul><ul><li>Vale da Lua  :  É chamada assim por causa de suas rochas que possuem mui...
<ul><li>Cachoeira Capivara :  25 km de Cavalcante no Povoado do Engenho II, com mais 1 km, o Rio Capivara e o Tiririca se ...
<ul><li>Cenário Geral: </li></ul><ul><li>Saindo de Brasília, com destino a Alto Paraíso e ao coração da Chapada dos Veadei...
<ul><li>Algumas atrações da região: </li></ul><ul><li> VALE DA LUA  – No quilômetro 35 da estrada de São Jorge (GO-327), ...
<ul><li>http://www.brasilturismo.com/parquesnacionais/parque-nacional-da-chapadadosveadeiros.php   </li></ul><ul><li>http:...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A geomorfologia de cavalcante (chapada dos veadeiros)

3.267 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.267
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A geomorfologia de cavalcante (chapada dos veadeiros)

  1. 1. Alunas: Fabrícia, Clara, Renata e Sophia Ano/Turma: 9° B Professor: Marcelo
  2. 2. <ul><li>Planalto: Planalto ou plateau é a classificação dada a uma forma de relevo constituída por uma superfície elevada, com cume mais ou menos nivelado, geralmente devido à erosão eólica ou pelas águas. São como topos retos, superfícies topográficas, que podem ser regulares ou não. </li></ul><ul><li>Cavalcante possui cerca de 6.953 km² (quilômetros quadrados), na Chapada dos Veadeiros, na Serra Geral do Paraná, pontos mais altos do Planalto Central. Nesse local, em meio ao cenário mais impressionante da Chapada, há camaleões, pacas, antas, lontras, periquitos, tucanos, araras e onças, e de plantas como Angico, Jatobá, Sucupira, Ipê, Baru, Pau-Brasil, Carvoeiros, Canela-de-Ema, Arnica e Orquídeas de todas as formas e cores, além de ter inigualáveis flores do cerrado. Se localiza a 330 km (quilômetros) de Brasília e tem mais de 150 cachoeiras com águas puras e catalogadas, mas nem todas com fáceis acessos. As principais são Santa Bárbara, Capivara, Rio Prata e Ponte de Pedra. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Um dos principais planaltos é o Planalto Central Goiano, o qual se limita pelo norte e nordeste pela Depressão de Tocantins, a leste no Vão do Paraná e ao oeste e sul estendendo-se até a Chapada dos Veadeiros. Os limites desse território geomorfológico são marcados pelas diferenças litológicas, de aspectos do relevo e de altitude. </li></ul><ul><li>Possuindo uma grande variedade de aspectos geomorfológicos, o domínio se individualiza por obter uma grande variedade de formas diferentes de relevo relacionadas com a grande diversidade de rochas, que são encontradas metamorfizadas e dobradas. Em face da sua complexidade, o domínio foi subdividido em duas regiões: : Complexo Montanhoso Araí-Nova Roma-Veadeiros (ao qual se pertence o município de Alto Paraíso) e Planalto do Alto Tocantins-Paranaíba. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>A Chapada dos Veadeiros possui uma diversa mistura de aspectos geomorfológicos, as formas de relevo estão relacionadas com a grande variedade de rochas, metaforizadas e dobradas. Se algum turista for eu Vale da Lua irá perceber que as montanhas ao redor estão na diagonal, pois ouve um encontro de placas tectônicas. A preservação dessas áreas e tantas outras é muito importante, pois nessa região é comum encontramos lugares naturais belíssimos e isso é graças a conscientização. </li></ul><ul><li>Graças à ação humana na natureza, têm ocorrido queimadas, com uma simples ponta de cigarro acesa. Mas a conseqüência maior é o aquecimento global,quando o ser humano não trata bem a natureza,ela própria vai agir estranhamente, como tem ocorrido (terremotos e maremotos).Portanto o relevo tem chances de mudar,quem garante que aquelas montanhas vão continuar as mesmas depois de alguns anos? Por isso é preciso cuidar de nossas terras, por que se não vamos perdê-las. </li></ul><ul><li>Na Chapada dos Veadeiros se encontra o ponto mais alto do Centro Oeste e várias depressões e planaltos. No parque nacional da Chapada dos Veadeiros há rochas que obtiveram sua origem através de várias decomposições sedimentares em um certo ambiente subaquático,como o tempo passando,essas rochas sofreram alterações durante esse período,o resultado disso é o atual desenho da paisagem,das montanhas,dos morros.Em geral,a Chapada do Veadeiros dividi duas bacias,uma do rio Paraná e a outra do rio Maranhão,nessa unidade se encontra altitudes de aproximadamente 577 a1.634,que correspondem exatamente ao ponto mais alto do planalto central,a serra do paraíso de Goiás. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Cavalcante possui mais de 150 cachoeiras catalogadas, porém nem todas com acesso aberto para visitação. Toda essa riqueza em água pode ser apreciada ao visitar os principais atrativos do município como a Cachoeira Santa Barbara, localizada em uma comunidade calunga, a Cachoeira do Rio Prata e a Ponte de pedra, entre outras. </li></ul><ul><li>Cachoeira Santa Bárbara: 27 km de Cavalcante em estrada de terra está o povoado do Sítio Histórico Kalunga do Engenho II, 5 km de caminhada no plano ou 3,5 de Off Road mais 1,5 km de caminhada no Sol da chapada encontra-se essa Maravilha. Nível Médio. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Cachoeira Santa Bárbara </li></ul><ul><li>Vale da Lua : É chamada assim por causa de suas rochas que possuem muitos buracos causando uma aparência lunar, como se estivéssemos passeando pela lua. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Cachoeira Capivara : 25 km de Cavalcante no Povoado do Engenho II, com mais 1 km, o Rio Capivara e o Tiririca se encontram em único poço e depois, despenca em um cânion. nível de dificuldade fácil por parte caminhada mas o acesso ao encontro dos rios e feito descendo pelas pedras tendo cuidado chega-se ao poço das cachoeiras </li></ul><ul><li>Cachoeiras do Rio Prata : por estrada de terra 60 km de Cavalcante, 50m de caminhada da acesso a primeira cachoeira são inúmeras em seu percurso tendo há 7 km de caminhada a cachoeira Rei do Prata e seu mirante para o vão do Moleque. Nível de fácil há difícil. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Cenário Geral: </li></ul><ul><li>Saindo de Brasília, com destino a Alto Paraíso e ao coração da Chapada dos Veadeiros, percorre-se a Serra Geral do Paranã, definidos a leste por paredes que de 200 a 400 metros. </li></ul><ul><li>Destas paredes jorra o Itiquira, o maior salto do Brasil Central, com seus 172 metros, e que, junto com o Rio Paraim, vai formar o majestoso Paranã. O Vão do Paranã é um legítimo cânion aberto pelos séculos afora pelo grande rio e seus afluentes. </li></ul><ul><li>A Chapada dos Veadeiros: </li></ul><ul><li>À medida em que o viajante penetra no sertão goiano a paisagem alarga-se, soberba, e surge a Chapada dos Veadeiros. </li></ul><ul><li>O relevo da Chapada dos Veadeiros é feito por extensas superfícies escalonadas, consideradas pela literatura geomorfológica e geológica como extensos pediplanos, assoalhos levemente inclinados, entalhados por veredas, ou dissecados por canais fluviais permanentes; ou ainda por residuais isolados, conhecidos popularmente por morros-testemunhos. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Rumo Norte </li></ul><ul><li>De 1400 a 1500 metros de altitude encontra-se Pouso Alto, caixa d’água por excelência, cenário luxuriante, a verter sua águas cristalinas sobre seus vãos, entre bocainas e boqueirões, cascateando em repentinos saltos. </li></ul><ul><li>Ao norte, antes de subir a serra íngrime, para além do Rio da Prata e do Corrente, margeando o Rio Paranã, abre-se, extenso e imponente, o Vão e o Moleque, com sua peculiar Morro do Moleque – Dedo de Deus solto no cerrado, ponteiro magnífico e solitário. Está ali um dos sítios privilegiados do Povo Kalunga, que habita esta região em 237.650 hectares de vales, rios e montanhas situadas às margens direita e esquerda do Rio Paranã. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Algumas atrações da região: </li></ul><ul><li> VALE DA LUA – No quilômetro 35 da estrada de São Jorge (GO-327), chega-se ao Vale da Lua: região com formações rochosas naturais esculpidas por milhares de anos pelas águas do rio São Miguel. O local é perigoso quando chove, mas vale a pena o conhecer, pois seu cenário é semelhante à superfície lunar. </li></ul><ul><li> SERRA DA BALEIA (ou Morro da Baleia) – Um dos picos da Chapada possui 1.501 metros de altitude e fica localizado a 20km da entrada do parque. Seu acesso está temporariamente desativado, embora possamos fotografá-lo de longe, “Ferro de Engomar”. </li></ul><ul><li> JARDIM DE MAYTREA – Depois do Morro da Baleia, na mesma estrada (22km), há uma vereda e uma vista para os Morros do Chapéu Chinês e Peito de Moça, ao fundo. </li></ul><ul><li> A Chapada , meseta exemplar, erguida sobre a Serra Geral do Paranã, forma a parte superior do Espinhaço Brasília-Veadeiros. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>http://www.brasilturismo.com/parquesnacionais/parque-nacional-da-chapadadosveadeiros.php   </li></ul><ul><li>http://www.girafamania.com.br/americano/materia_chapadaveadeiros.htm </li></ul><ul><li>http://www.alto.paraiso.nom.br/aparaiso/geomorfo.htm </li></ul><ul><li>http://www.brasilfashion-d.com.br/noticia.php?id=50 </li></ul><ul><li>http://www4.icmbio.gov.br/parna_veadeiros/index.php?id_menu=66 </li></ul>

×